Home » Brasil, Esportes, Sociedade

Em artigo, pastor Ciro Zibordi analisa desempenho brasileiro nas Olimpíadas e lamenta falta de evolução social no país. Leia na íntegra

Notícias Gospel em seu email

Receba Notícias Gospel em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Em artigo, pastor Ciro Zibordi analisa desempenho brasileiro nas Olimpíadas e lamenta falta de evolução social no país. Leia na íntegra

O pastor Ciro Zibordi publicou uma reflexão em seu blog, analisando a situação social do país e um eventual legado deixado para a população pela realização de grandes eventos esportivos, com a Copa do Mundo e as Olimpíadas de 2016 no Rio de Janeiro.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Usando o desempenho do país nas Olimpíadas de Londres (23º colocado na data de publicação do artigo), Zibordi ironizou o fato de o Brasil estar à frente de países como a Noruega, no quadro de medalhas: “Tenho também pena de países que sequer ganharam uma medalhinha de ouro, como a Noruega, que amarga o 49o. lugar, com apenas 1 medalha de prata e outra de bronze. Para os pobres cidadãos noruegueses resta um consolo: o fato de o seu país estar em primeiro lugar no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Grande coisa!”, escreveu sarcasticamente.

O pastor assembleiano reafirma sua crítica social questionando as prioridades escolhidas pelo povo e políticos brasileiros: “Por que supervalorizamos as efemeridades, em detrimento do que realmente é relevante? Para muitos, o importante é ganhar medalhas de ouro e, sobretudo, ser campeão da Copa do Mundo. Francamente, preferiria ver o Brasil melhor no ranking do IDH”.

Zibordi questiona ainda o que vai melhorar no cotidiano dos cidadãos após os eventos, em áreas como saúde, mobilidade urbana, combate as drogas, entre outros: “Quantos hospitais e escolas a mais teremos depois de 2014 e 2016? Que melhorias ocorrerão no caótico trânsito das metrópoles brasileiras após a Copa do Mundo e as Olimpíadas? E a violência, e o tráfico de drogas, terão arrefecido depois desses grandiosos eventos?”, indaga.

Leia abaixo, a íntegra do artigo “O Brasil, as Olimpíadas e o IDH”, do pastor Ciro Zibordi:

Uau! O Brasil está em 23o. lugar no quadro de medalhas das Olimpíadas, com 2 de ouro, 1 de prata e 5 de bronze. Que maravilha! Tenho orgulho de ser brasileiro.

Tenho também pena de países que sequer ganharam uma medalhinha de ouro, como a Noruega, que amarga o 49o. lugar, com apenas 1 medalha de prata e outra de bronze. Para os pobres cidadãos noruegueses resta um consolo: o fato de o seu país estar em primeiro lugar no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Grande coisa!

Se esse tal IDH fosse importante, o Brasil não estaria em 84o. lugar na lista do IDH (abaixo de Equador, Peru, Jamaica, Cazaquistão, Argentina, etc.), não é mesmo? Ah, como eu tenho orgulho dos políticos brasileiros!

Ironias à parte, o leitor está triste em razão de o Brasil estar em 23o. lugar no ranking de medalhas das Olimpíadas de Londres, Inglaterra? Saiba que é muito mais angustiante vê-lo em 84o. lugar no ranking do Índice de Desenvolvimento Humano (IDH).

Por que supervalorizamos as efemeridades, em detrimento do que realmente é relevante?  Para muitos, o importante é ganhar medalhas de ouro e, sobretudo, ser campeão da Copa do Mundo. Francamente, preferiria ver o Brasil melhor no ranking do IDH…

Quantos hospitais e escolas a mais teremos depois de 2014 e 2016? Que melhorias ocorrerão no caótico trânsito das metrópoles brasileiras após a Copa do Mundo e as Olimpíadas? E a violência, e o tráfico de drogas, terão arrefecido depois desses grandiosos eventos?

O que o governo e os cidadãos brasileiros priorizam? Vencer a Copa do Mundo de 2014, ganhar medalhas em 2016, para dar alegria passageira a um povo sofredor? Ou deixar um grande legado para todos, mesmo que a Seleção Brasileira perca na final para a Argentina e não ganhe uma única medalha de bronze?

Redação Gospel+

PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

2 comentaram, comente você também!

  1. Para os pobres cidadãos noruegueses resta um consolo: o fato de o seu país estar em primeiro lugar no Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). Grande coisa!”, 2.

    Lastimavel como o brasileiro se mata por um jogo de bola, por discussao banais como BBB, novelas globais, carnaval e outras mazelas sociais.

    Enquanto nao temos educacao, saude, seguranca, projeto coletivo e individual, enfim. nao temos nada, o que temos e a presidente do Brasil, a Dilma, celebrando e comemorando nos Estados Unidos, o fato da pinga, a cachaca, ser reconhecida pelos americanos como a bebida ofical do Brasil. Lastimavel.

    Pastor Caleb.

  2. Luciano Borges de Santana disse:

    A crítica social esboçada pelo nobre pastor tem muito fundamento, mas não é o único problema da questão. Países como EUA, Inglaterra, Japão e Coréia do Sul também possuem IDHs entre os maiores do mundo. A maioria desses países já sediou uma Olímpiada ou uma Copa do Mundo e nem por isso comprometeram sua sociedade. Existem outras questões em jogo, que passam pelos investimentos em educação associada aos esportes, a tradição de um país em um determinado esporte, as vantagens e incentivos que um atleta pode receber ao se tornar um campeão olímpico e o caráter meritocrático da própria sociedade e da educação.

  3. A crítica social esboçada pelo nobre pastor tem muito fundamento, mas não é o único problema da questão. Países como EUA, Inglaterra, Japão e Coréia do Sul também possuem IDHs entre os maiores do mundo. A maioria desses países já sediou uma Olímpiada ou uma Copa do Mundo e nem por isso comprometeram sua sociedade. Existem outras questões em jogo, que passam pelos investimentos em educação associada aos esportes, a tradição de um país em um determinado esporte, as vantagens e incentivos que um atleta pode receber ao se tornar um campeão olímpico e o caráter meritocrático da própria sociedade e da educação.

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 466,565 comentários no Notícias Gospel.

Da Internet e em Inglês para Praticar