Home » Internacional, Missões, Mundo Cristão, Sociedade

Ativistas de Direitos Humanos acusam evangélicos de incentivo à homofobia em países africanos; Organizações cristãs negam acusações

Notícias Gospel em seu email

Receba Notícias Gospel em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Ativistas de Direitos Humanos acusam evangélicos de incentivo à homofobia em países africanos; Organizações cristãs negam acusações

Um estudo realizado pelo instituto Political Research Associates (PRA), de Boston, Estados Unidos, acusa entidades ligadas a cristãos evangélicos de promoverem a homofobia em países da África.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

Entre as organizações citadas pelo relatório do estudo, estão a ACLJ (sigla em inglês para Centro Americano para Lei e Justiça), fundado pelo pastor Pat Roberston. As acusações do PRA dão conta que os líderes evangélicos estariam disseminando uma ideia de que os defensores dos direitos humanos são na verdade, neocolonialistas com objetivos de destruir a África com a imposição de costumes ocidentais, incluindo a homossexualidade.

Porém, as organizações cristãs citadas no relatório do PRA negaram contundentemente as acusações, e afirmaram que suas ações nos países africanos respeitam os costumes locais, de acordo com informações do jornal inglês The Guardian.

O relatório, intitulado “Colonizando Valores Africanos: como a direita cristã americana está transformando a política sexual na África”, foi escrito pelo padre anglicano zambiano Kapya Kaoma (foto), que afirmou ter a percepção de que os evangélicos estariam combatendo o homossexualismo divulgando ideias de que a prática seria antiafricana e disseminada através da cultura ocidental através dos ativistas de direitos humanos.

O padre acusa os evangélicos de enxergarem a África como um jogo: “Eles parecem saber que estão perdendo a batalha nos Estados Unidos, de modo que o melhor que podem fazer é ser vistos como estando ganhando em outra parte do mundo. Isso lhes confere uma razão para estarem fazendo levantamento de fundos nos EUA. A África é um joguete na batalha que estão travando nos Estados Unidos”, critica Kaoma.

A Human Life International, entidade ligada à Igreja Católica e que consta do relatório do PRA como uma das que estariam disseminando a homofobia rebateu as acusações: “Achamos que é importante estarmos na África porque a investida contra os valores africanos naturais pró-vida e pró-família está vindo dos Estados Unidos. Então nos sentimos na obrigação de ajudá-los a entender a ameaça e a reagir a ela com base em seus próprios valores e culturas”.

A diretora da filial do ACLJ na África Oriental, Joy Mdivo, desclassificou as acusações: “Alguém falou que recebemos dinheiro dos americanos para disseminar a homofobia, e eu respondi que não preciso disseminar a homofobia. Basta caminhar na rua, abraçar outro homem e parecer romântico. Não preciso dizer a ninguém o que fazer. Essa é a realidade de quem somos, apenas isso”, afirmando que agressões a gays são comuns nesses países, e que não estariam sendo incentivadas por evangélicos.

Redação Gospel+



PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

4 comentaram, comente você também!

  1. Quem está alimentando a onda criminalizadora e genocida contra LGBTs são, sobretudo, pastores evangélicos dos EUA com um discurso "cristão" que, na verdade, só destila a própria homofobia deles.

    Pode-se até negar tal constatação, mas a realidade é esta.

  2. Falar que ser homosexual é doente é errado?Falar que homem que dorme como homem é errado? Falar que eles transmitem doenças sexualmente transmissiveis e que são irresponsaveis e que são malucos por acreditar que um ser humano é gerado no intestino é errado?Falar que as pessoas que tem um gay na familia sente vergonha é errado?Falar que são pessoas frustradas e mal amadas é errado? Então não sei o que é certo.

  3. A PAZ DO SR JESUS.NOS DIAS ATUAIS NOS LEITORES DA BIBLIA QUE PRATICA A FE EM NOSSO SR JESUS CRISTO.HOJE SOMOS PERSEGUIDOS E ATE ACUSADO DE HOMOFOBIA POR NAO ACEITAR AS PRATICAS DO PECADO DE HOMOSSEXUALISMO COMO TENHO OUVIDO FALAR TODOS INCLUSIVE A BIBLIA.PARA ONDE NOS IREMOS PARAR COM TAIS INVERSAO DE VALORES?COMO ESTAO ACUSANDO OS CRISTAOS JA NAO BASTA OS MUCULMANOS QUE NAO RESPEITA A BIBLIA NEM OS SEGUIDORES DO SR JESUS CRISTO MATA EXPLODE BOMBAS E AINDA DIZ QUE VAI PARA O PARAISO?A IGREJA DE JESUS NUNCA PREGOU A VIOLENCIA CONTRA GAYS MAS PREGA QUE JESUS LIBERTA DESTE ESPIRITO MALIGNO POIS EM QUE PONTO NOS CHEGAMOS EM QUE JOVENS QUER CIRURGIA PARA CORTAR O PENIS ISTO E UMA LOUCURA CONTRA A NATUREZA QUE DEUS FEZ.LEIA ROMANOS C.1.V:18 ATE 27.EXISTEM PAISES QUE JA NAO PODEM LEER EM PUBLICO ESTES VERSICULOS ISTO E UMA SODOMIA.NUNCA VI NA IGREJA ALGUEM AGREDIR HOMOSSEXUAIS NOS NAO INCENTIVAMOS AGREDIR NINGUEM MAS EXPULSAMOS OS DEMONIOS QUE LEVAM A TAIS [email protected]

  4. Depois se fazem de vítimas, eles impõe a cultura deles, destrói a dos outros, aí eles matam, espancam torturam. Para depois quando surgi uma reação mais agressiva contra isso, eles se fazerem de vítimas…

  5. Qualquer um quer for a favor da violência ou de tirar a vida de uma pessoa, seja ele homossexual, negro, branco, assassinos etc, não está sendo um verdadeiro cristão. Se esse pastor na África é a favor da pena de morte aos homossexuais, ele não é um verdadeiro cristão. Qualquer grupo que se diz cristão e cometem o mau, não são verdadeiros cristãos, mas são lobos vestidos de ovelhas! Cristão verdadeiro não aceita e nem concorda com o pecado, mas ama a todos os pecadores independente de raça, cor, religião, opção e etc… Não é o homem que vai transformar as pessoas a força, mas é Deus pelo seu poder e sua misericórdia. Abraços ;)

  6. Não apenas evangelicos foram acusados, como também católicos e outros credos. Pura vitimização no titulo do artigo

    A Africa não prescisa de incentivo para se afogar na homofobia, la as mulheres homossexuais são submetidas a estupros coletivos, apelidados de estupros "corretivos", e a população encara esse ato diabólico com toda naturalidade e aceitação. Não é atoa que é um continente afundado na miséria!

    Só não existe perseguição racista também, porque enfim, a maioria la é composta por negros

  7. junior moreira disse:

    deus ama o pecador mas abomina o pecado porque todo pecado é abominavel inclusive (lógico) quando é praticado por qualquer cristão a pessoa homosexual é igual ao cristao agora quamdo pratica o homosexualismo(relção entre o mesmo sexo) ele peca e esse pecado é abominavel aos olhos de deus como todos os outros pecadosa. amen

  8. Renato M Veras disse:

    Precisam inventar sempre uma luta contra a "homofobia", caso contrário perdem a verba do estado! $$$$$$$$$ rsrs

  9. Hummm,

    Se temos um monte de mulheres semi-nuas nas ruas, se as mulheres e homens se comportam iguais a cães no cio, se as escolas promovem o sexo precoce, se a tv, o cinema, novelas, revistas, etc, mostram cenas de sexo e violência, nada disso influencia no estupro, na violência (como no filme do Batman)…

    Masssss…

    Se igrejas dizem que dar o traseiro para outro é pecado, aí eles causam violência, morte, dor e sofrimento em todo o mundo…

    Essa dualidade de critérios é comovente.

  10. Apesar deles falarem que não… mas a partir do momento que uma religião fala que gays são abominações perante deus, dá aval para os loucos agirem… um skin head criado por cristãos catolicos e protestantes crescem ouvindo isto….quando vão botar sua maluquice para fora, pensam: "deus fala que estes caras são errados, contra sua criação", se acham no direito de agredir. são indiretamente resposáveis. Como o filme inocente de BATMAN, na cabeça de um maluco……..

  11. nada surpreendente em se tratando de evangélicos . esperar oque desses seres intolerantes não é mesmo ?

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 434,957 comentários no Notícias Gospel.