Morreu o escritor Brennan Manning, autor de “O Evangelho Maltrapilho” e “O impostor que vive em mim”

0
4

Na última sexta feira (12), faleceu o escritor Brennan Manning, autor de obras como “O Evangelho Maltrapilho”, “O impostor que vive em mim”, “Deus o ama do jeito que você é”, entre outros. Ele tinha 78 anos, e faleceu poucos dias antes de seu aniversário de 27 anos de Abril. O anúncio da morte de Manning foi feito em seu site oficial por sua irmã, Gerry Rubino.

– É com um misto de emoções que devemos dizer-lhe que na sexta-feira 12 de abril de 2013, nosso Irmão Brennan faleceu. Embora ele fará muita falta, todos nós devemos ter conforto no fato de que ele está descansando nos braços amorosos de seu Pai – escreveu Gerry.

Manning já estava com sua saúde debilitada há algum tempo, e vivia em casa sob os cuidados de enfermeiros desde seu último derrame. Não foram anunciadas informações sobre o velório ou funeral do escritor.

Sobre Brennan Manning (Editora Mundo Cristão):

Batizado Richard Francis Xavier, o escritor Brennan Manning nasceu e cresceu, junto com os dois irmãos, num subúrbio barra pesada de Nova York. Sua família enfrentou dificuldades – experiência que certamente contribuiu para aguçar-lhe a sensibilidade pelos anseios dos humildes e simples no ministério que abraçaria anos depois -, mas isto não o impediu de entrar para a Universidade St. John, da qual sairia para servir no Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos (os famosos marines) durante a Guerra da Coréia.

De volta à vida civil, Manning tentou estudar jornalismo na Universidade do Missouri, mas seus questionamentos pessoais e a palavra de um conselheiro o levaram a um seminário católico. Em fevereiro de 1956, ao meditar sobre o caminho de Jesus até a cruz, sentiu-se comovido pelo Evangelho e chamado por Deus. “Naquele momento”, relata, “a vida cristã passou a ter um novo significado para mim: uma relação íntima e profunda com Jesus.” Quatro anos mais tarde, graduou-se em Filosofia e, posteriormente, em Teologia, pelo Seminário St. Francis.

Um dos aspectos mais interessantes sobre a trajetória ministerial de Brennan Manning é o trânsito entre a academia e as favelas, a universidade e as vilas, povoados e cortiços. Pensador brilhante, especialista em Escrituras e Liturgia, foi entre as populações carentes dos Estados Unidos e da Europa que encontrou o caminho para colocar em prática o tipo de cristianismo com o qual se comprometera desde o início de sua vocação: o da compaixão e serviço abnegado. Viveu em clausura e contemplação; carregou água para populações rurais e foi ajudante de pedreiro na Espanha; lavou pratos na França; deu apoio espiritual a presidiários suíços.

Com a fé reafirmada, Brennan Manning retornou aos Estados Unidos, fixando-se inicialmente no Alabama, onde tentou organizar uma comunidade nos mesmos moldes da Igreja primitiva. Voltou ao campus no fim dos anos 1970 e, depois de enfrentar uma crise pessoal, começou a escrever e ministrar palestras.

Por Dan Martins, para o Gospel+

SEM COMENTÁRIOS

  1. Queridos, é com pesar que vejo este monte de desconhecimento da palavra de Deus. Ou vocês nunca leram a obra deste escritor ou nunca tiveram contato com a palavra. Este homem escreveu muitos absurdos que não condizem com a verdade bíblica. É lamentável!!

    • Li apenas dois livros deste autor e não me lembro de ter encontrado algo que contradiz o ensino bíblico. Não sei se passou despercebido, ou se não tinha algo mesmo. Mesmo assim, gostaria de saber sobre as obras que contêm estes erros e quais heresias seriam estas.
      Caso possa enviar-me, agradeceria.

      Glalter Rocha

DEIXE UMA RESPOSTA