Home » Destaque

Psicólogos acreditam que o bom samaritano da Bíblia era um interesseiro

Avatar de Redação Gospel+ Por Redação Gospel+ em 16 de outubro de 2008
Tags: , , , ,

Notícias Gospel em seu email

Receba Notícias Gospel em seu email gratuitamente! Insira seu email:

Gospel+ no Twitter!

ou no facebook

Psicólogos acreditam que o bom samaritano da Bíblia era um interesseiro

Psicólogos analisam comportamento do bom samaritano citado por Jesus na parábola e dizem que atitudes nobres como a do personagem podem ser tomadas apenas por medo de Deus.

Visite: Gospel +, Noticias Gospel, Videos Gospel, Musica Gospel

O bom samaritano, personagem da célebre parábola contada por Jesus e registrada no evangelho de Lucas, está sendo – quem diria? – analisado por psicólogos em pleno século 21. Pesquisadores da Universidade da Colômbia publicaram na revista Science uma curiosa investigação sobre as verdadeiras motivações que levariam alguém a agir conforme a descrição de Jesus. Na parábola contada pelo Mestre, o samaritano – pertencente a um povo que na época era desprezado pelos judeus – foi o único a acudir um viajante que jazia à beira do caminho, após ser violentamente agredido por salteadores. Pouco antes, contou Jesus, dois religiosos haviam passado por ali e ignoraram o drama do desconhecido. Mas a conclusão a que chegaram os psicólogos destoa da normalmente empregada por pastores e teólogos, de que o samaritano seria um modelo de fé e amor cristão. Para eles, o verdadeiro motivo que teria levado o personagem à atitude nobre foi a idéia de que Deus nos vigia e vê tudo o que fazemos. Portanto, de Deus sempre olha para o homem, devemos ser bons, manter uma boa reputação e agir com desprendimento.

O estudo propõe que, em matéria de juízo, muitas pessoas tendem a pensar que só porque crêem em Deus são mais honestas e solidárias. Mas os psicólogos Ara Norenzayan e Azim F. Shariff, que conduziram o trabalho, chegaram à conclusão de que o que motiva os “bons” a manterem uma reputação intacta para si mesmo e para a sociedade é a idéia de um ente superior e vigilante está sempre a fiscalizar seus atos. “A associação entre religião e sociabilidade é mais evidente quando a situação pode ajudar a manter uma reputação favorável dentro de um grupo”, indicam os estudiosos. Em outras palavras, todo ser humano se sente mais generoso quando ajuda a alguém, quando participa de um rito religioso, ou, como no caso de muitos devotos, quando se sente na presença de uma divindade. Em outras circunstâncias, emoções como a compaixão ou empatia pelos demais ocorreriam de maneira idêntica, tanto em pessoas religiosas como para os não-crentes.

Os autores do trabalho afirmam que em diversos estudos prévios foi assinalado que as religiões tornaram possível a existência de sociedades estáveis com grande número de indivíduos, mesmo sem grau de parentesco ou relação genética entre si. Para os psicólogos, a solidariedade e cooperação dentro de um grupo ajudam nos conflitos com grupos exteriores e nos enfrentamentos religiosos. Os autores concluem  que serão necessárias mais pesquisas para quantificar os comportamentos sociais e as crenças religiosas. “Esse assunto continua em debate, porque já sabemos que os mesmos mecanismos que facilitam o altruísmo dentro do grupo pode facilitar o antagonismo com outros grupos”, frisam. “Pode-se dizer que, dentro desta dinâmica de sociabilidade religiosa, há tantos beneficiários como vítimas”, concluem.

Fonte: Cristianismo Hoje



PS.: Comentários via Google+ estão logo abaixo desabilitados no momento.


Comentários via Facebook

13 comentaram, comente você também!

  1. A Palavra de Deus diz, que não devemos ser sábios aos nossos próprios entendimentos e diz também que no decorrer dos anos o amor de muitos se esfriariam. É o que percebo nesses ditos psicólogos, que por se acharem muito letrados, pensam que sabem tudo. É um absurdo imaginar que alguém só faz algo por outra pessoa por puro interesse, talvez seja isso o que eles estão refletindo de si mesmo. Senhores psicologos vocês com essa afirmação provavelmente se comportariam como os tais citados na parábola o sacerdote ou o levita, o primeiro passa de largo não se importando, ou melhor se importando com os seus próprios interesses, pois tem ocupações demais, estudo demais, idéias demais e seu próximo não é assunto seu, certamente um morimbudo não tem dinheiro para pagar uma consulta em seus luxuosos consultórios,por isso é bom manter-se a distância. O outro deu até uma olhadinha por curiosidade, mas achou melhor não se envolver, afinal de contas não era ninguém conhecido, de sua familia, por que se importar? Mas houve, e nos dias de hoje também há pessoas que se importam com seu semelhante não fazendo acepção, não visam seus próprios interesses, elas apenas fazem como fez aquele samaritano, por ter intima compaixão por outro ser semelhante a ele. Faça pelos outros o que goastaria que fizesse por você. Vocês psicologos, cientistas pensam que tudo movimenta em torno de vocês. Não importam quantas faculdades, diplomas vocês venham adquirir, nada disso se compara a soberania e sabedoria de Deus. Ele é o Alfa e o Ômega.
    Para meditação: Romanos cap. 11.33-36 !Ó profundidade da riqueza, tanto da sabedoria como do conhecimento de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis, os seus caminhos! Quem, pois, conheceu a mente do Senhor? Ou quem foi o seu conselheiro? Ou quem primeiro deu a Ele para que lhe venha a ser restituído? Porque dEle, e por meio dEle, e para Ele são todas as coisas. A Ele, pois, a glória para sempre. Amém!

  2. “O homem natural´´…o homem sem o Espírito de Deus nao aceita que vem do espírito de Deus,pois lhe sao loucuras..

    o povinho ignorante…o Bom samaritano representa Deus Mané..a bíblia é pura simbologia…porque nessa parábola diz…entao ele passou em suas feridas e machucados “Òleo,Azeite e Vinho´´…aonde existe passar Oleo e azeite num machucado…o Òleo e o Azeite representa o Espírito Santo..e o vinho representa alegria do Espírito…e diz tambem..“trate dele e o que você gasta a mais quando eu volta eu te devolvo´´ isso significa que quando Jesus volta..ele retribuira oque nois feiz pelas outras pessoas…reflitam sobre isso..

  3. Tal interpretação se dá pelo fato das pessoas ignorarem a direção do Espírito Santo e querer entender a bíblia como um livro comum, o senhor Jesus mesmo disse: “a letra mata, mas o Espírito vivifica” o samaritano não tinha compromisso religioso como o levita ou o farizeu, mesmo assim ajudou, o senhor Jesus quis mostrar que o amor de Deus não é interesseiro e não depende de religião, mas de atitude. Se alguém tomaria uma atitude por medo de Deus ou por interesse, com certeza seria o farizeu ou o levita,pelo sua crença, nunca um samaritano, pois o samaritano era considerado uma pessoa, sem religião reconhecida.

  4. Desde que o homem fora criado, satanas vem tentando , e muitas vezes conseguindo, desviar a atençao do homem que deveria estar sempre concentrada na Palavra de Deus e apenas nesta, para questionar o que Deus (Jesus) falou. Quando Deus disse para Adão ”de todas as arvores do jardim comereis livremente, mas da arvore do conhecimento do bem e do mal nao comeras…” (Gn 2.16,17), essa era a ordem de Deus e deveria apenas ser cumprida, sem nenhum questionamento. Mas satanas estava la… para colocar em ”cheque” o que Deus Ordenou: ”é assim que Deus disse: Nao comereis de toda a arvore do Jardim? infelismente a mulher deu credito as palavras de satanas e ai esta o resultado que todos sabem o quanto isso custou para toda a humanidade.
    Esse psicologos nada mais é do que ”serpentes”, colocando em ”cheque” as Santas Palavras proferidas por Jesus. Eles jamais poderao, ou seja ninguem pode exercer o amor se nao for pelo Espirito Santo que opera em nos tanto o querer como o efetuar.
    O que nos podemos fazer por eles é o que o Samaritano fez usar de misericordia e orar por eles para que seus olhos sejam aberto e seus ouvidos possam ouvir o que Deus falou, fala e continuara falando.

  5. Gostaria de deixar a minha opinião porque admiro a Sabedoria Divina e fico muito feliz quando vejo que a PALAVRA DO SENHOR é verdadeira quando diz confundir os sábios desse mundo. Jesus diz no evangelho segundo Mateus no capitulo 13 nos versículos 10 a 15 que aos discípulos (nós) foi dado conhecer os mistérios do Reino dos céus, mas a eles(sábios desse mundo) não lhes é dado, por isso não conseguem entender nada, porque o coração deles está endurecido. No versículo 15 do capítulo 13 de Mateus Jesus fala exatamente desses loucos. Mas vejo Jesus também alertando homens e mulheres de Deus que muitas vezes olham a quem fazem o bem, e principalmente se tem alguém olhando para com isso receberem elogios ou fama de bonzinhos. tambem para que possamos observar quando Deus nos tira de um caminho que costumamos passar estejamos vigilantes porque pra tudo Deus tem um propósito e aquele sacerdote e o levita passavam por aquele local ocasionalmente, isso quer dizer que o proprio Deus os tinha conduzido ali para lhes dar uma benção de socorrer aquele homem. era um presente de Deus mas eles o despresaram, e eu imagino que depois de passar por ali ainda foram para o templo e deram muito Gória a Deus bem alto como existem muitos no meio de nós hoje. A paz do Senhor Jesus.

  6. Acabo de perder alguns minutos preciosos ao ler tamanha asneira ditas por mais dois aventureiros frustrados, que como outros tantos que já apareceram e conseguiram seus 5 minutos de fama em cima do sucesso que é a palavra de Deus desde a fundação do mundo!!!
    As muitas letras os fazem delirar, POIS ISTO QUE EU CHAMO DE FORÇAR UMA INTERPRETAÇÃO!!!

    OBS:Mas valeu em ler os comentarios deixados pelos nobres servos de Deus!!!

  7. A parábola em questão foi contada por Jesus para responder à pergunta “Quem é o meu próximo?”, de fato necessária para compreender o mandamento “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. E o meu próximo, como se depreende da parábola, em última instância, é o meu inimigo que precisa de mim, razão pela qual o próprio Jesus é o cumprimento do mandamento, morrendo pelos inimigos de Deus, pecadores, como manifestação do amor de Deus (João 3:16 e Romanos 5:8, entre outros).
    Tem sido comum acusar os judeus de preconceito e desprezo pelos samaritanos, numa leitura politicamente correta e bem ao gosto de nossa cultura. Mas não há fundamento para isso. Os samaritanos odiavam os judeus por causa de sua exclusão, exigida pela Lei de Deus, dada a impureza de sua linhagem, após o processo de miscigenação promovida pela política de dominação dos assírios, que destruíram o reino do Norte. Tendo sido considerados gentios, por conta da mestiçagem, deveriam enquadrar-se nos critérios que fariam deles judeus convertidos ou prosélitos (como Raabe, como Rute, como o eunuco da corte da Etiópia, de Atos 8, etc.).
    Agora, gostei mesmo foi do comentário que diz “Esses psicólogos são loucos!!! Uma pessoa temente a Deus não precisa ter medo dele como diz a conclusão destes estudiosos.” É mais ou menos como dizer: “Esses nutricionistas são loucos!!! Uma pessoa faminta de comida não precisa ter fome de comida, como diz a conclusão destes estudiosos.” Alguém pode explicar como alguém que teme a alguém não tem medo desse alguém? Alguém pode me dizer o que significa Mateus 10:28? Ou Lucas 23:40? Ou Provérbios 1:7 e similares? Há algum sentido no verbo “temer” ou na locução “ter medo” em que essas expressões não significam medo ou temor? Ou será que obedecemos a Deus porque somos bonzinhos e bem-educados e não porque, sendo maus e corruptos, pela graça dEle O conhecemos como o Deus em cujas mãos ninguém deveria desejar cair e, por isso, aceitamos sua graça ao invés de recusá-la, para benefício nosso e para evitar nossa própria destruição, como o Salmo 2 avisa tão enfática e terrivelmente?

  8. Ola.Infelismente os que se dizem sabios neste mundo; na verdade sao loucos, esses psicologos deviam estudar mais a palavra de Deus e compreender o que nela estar escrito e nao elaborarem pensamentos sem nenhun apoio biblico para chegarem as suas conclusoes absurdas; pensar que o personagem da parabola do bom samaritano agiu somente por mendo de Deus; seria o mesmo que dizer, que qualquer pessoa que faça o bem, e por medo de Deus, isso quer dizer todo a sociedade em geral, indepedente de sua classe social ou espiritual. Como e bem provado que seus argumentos nao tem base biblica, que vemos que eles se esqueceram que o Senhor Jesus disse que se fisermos o bem somente aos que nos ama, nao teriamos recompensa alguma pois nao crentes tabem o fasem, o mesmo e dito a respeito do amor. Eles nada entende, se estudarem mais um pouco, descobriram que o Senhor se referia na parabola a respeito do amor ao proximo, mesmo que esse seja seu inimigo, como no caso da parabola. A mensagem central, e essa, que se dizemos que amamos a Deus, devemos amar ao proximo como a nos mesmo, e a unica maneira de demostrar esse amor e fazermos o bem a todos, sem espera recompessa alguma da parte do homem, e sim se sintir feliz por estar ajudando nosso semelhante. O mundo de hoje; sofre muito pro causa do egoismo, e todos sem distinçao devem aprender com a parabola do bom samaritano; pois quem a pronuciou e maior doque todos os sabios desse mundo.
    Que Deus abençoe a todos e conseda entendimento ao homem para cumprir a sua vontade por amar ao Senhor nosso salvador.

  9. Antes de tudo o Senhor Jesus quis mostrar para nós que a misericórdia estava sim naquele homem que era samaritano e que o homem espancado era um judeu. A Bíblia nos revela que os samaritanos e os judeus não se entendem, porém o bom samaritana esqueceu disso e estendeu a sua mão. Os outros dois que passaram um era um sacerdote judeu e o outro um levita judeu também e não ajudou o seu. Conclusão Deus quando mais você estiver precisando de ajuda e não achar entre os seus irmãos Ele envia pessoas não crentes para lhe ajudar, não se espante. E também não espere que Deus use os de fora, ajude antes.

    A paz do Senhor!

  10. Paulo W. Sobrinho disse:

    Os próprios piscólogos, confirmam a sua personalidade moral.
    Só fazem o bem para ter algum proveito? Só se aproximam de seu próximo, buscando benefício próprio? São críticos ensinados por lúcifer. tentando denegrir a imagem da Palavra de Deus.

    Aí é que vem ua lembrança da oração que o senhor Jesus fêz.
    Graças te dou oh Pai, por ter ocultado estas coisas dos sábios e entendidos e tê-las revelado aos pequeninos. Sim oh Pai, porque assim te aprouve.

    Nos últimos dias aparecerão, falsos mestres, falsos doutores…

  11. Jeová Rodrigues Barbosa disse:

    Só que no final da parábola Jesus faz a seguinte pergunta: Quem dessas pessoas foi a mais próxima do ladrão ferido? Eles responderam: o que usou de misericórdia. Jesus disse: vai e faz o mesmo…A Biblia relata, misericórdia quero e não sacrifícios ( ritual religiosos) e isso os dois sacerdotes da parábola tinha muito. É bom colocar que teologicamente falando, o bom samaritano representava o próprio Jesus, o messias de Isrrael. Ele nessa parábala está mostrando o verdadeiro modelo de amor. Ele seria odiado pelo os religiosos embriagado com o ódio assim como os samaritanos eram odiados por eles.Jesus quebra aqui a barreira do legalismo religioso da época, da excepção de pessoas e se coloca como protagonista de toda a história da humanidade em conceito e prática de amor. ´São Paulo Apostolo se orgulha disso, ao dizer: Sede meus imitadores assim como eu sou de Cristo. Verifica-se uma grande falta de interesse das religiões da época, em salvar de verdade as pessoas. Exatamente nessa brecha Jesus mostra um interesse sobrenatural em salvar os pecadores. O Termo sugerido pelas autoridades da Psicológia é bastante sugestivo, pois, jesus é verdadeiramente, interesseiro em salvar almas. Ele é o bom samaritano que entregou sua vida pela a humanidade inteira. As porta do céu estão aberta, o véu foi rasgado de alto a baixo, agora, não existe mais seperação entre o homem e Deus. Basta tão somente crer para ser salvo. O SANGUE de JESUS NOS PURIFICA DE TODO O PECADO. Uma vez perdoado e purificado,o homem passa reconhecer o indiscutível amor de Deus…Nasse de novo, Nicodemos não entendeu essa frase mencionada por Jesus ao afirmar: porventura poderei eu novamente passar pelo o ventre da minha mãe. Jeus disse:não, me refiro você nascer da água e do Espiro. Disse mais: o vento assopra e você não sabe de onde vem e ném para onde vai, assim é todo aquele que é nascido do Espirito…Os donativos de Deus são inesplicáveis ao conhecimento do homem. A menos, que o homem passa ser da família de Deus mediante a Fé no Evangélho do Bom Samaritano, interesseiro em salvar as almas que praticaram todo tipo de atrocidade que aos olhos humanos seria impossível de ser salvas..Que o Senhor Jeus possa te dar entendimento espiritual que é garantido pelo o Espirito Santo, e que você também possa ser interesseiro em ganhar almas para Jeus no exercício do amor como o bom Samaritano.

  12. Igor Gonçalves disse:

    Esses psicólogos são loucos!!! Uma pessoa temente a Deus não precisa ter medo dele como diz a conclusão destes estudiosos. Para mim são cientistas malucos, deveriam estudar sim, a Palavra de Deus que é reta e sem distorções. É bem verdade que Deus está acima de tudo e de todos, e o que é mais importante, no controle de tudo. Além do mais essa parabóla foi dita pelo próprio Senhor Jesus, que nos ensina a sermos bons uns para com os outros a qual também está relacionada a uns dos grandes mandamentos que é: Amar ao próximo como a ti mesmo. Esses estudiosos certamente não se lembraram desse mandamento… que pena…

  13. A questão avaliada por Cristo independe dos fatores apresentados aqui. Nota-se a priori uma ilustração parabólica. Logo, o que Cristo propõe é deixar um exemplo de solidariedade que pode ser apresentado por pessoas aparentemente indesejáveis. As figuras do Levita e do Sacerdote plausivelmente seriam as responsáveis pelo atendimento – Mas não foram!

    Por ser uma parábola, sabe-se que a intenção de cristo ao apresentar o evento não era criar uma situação, mas mostrar um sentimento.

    Pr. Presley

    

Sua resposta

Adicione seu comentário abaixo, ou faça trackback de seu site ou blog. Você pode também assinar esses comentários via RSS.
Seja legal. Não escreva em CAIXA ALTA. Mantenha no tópico. Limite de 3000 caracteres no comentário.

Há 446,219 comentários no Notícias Gospel.