Líder cristão questiona: Os apóstolos de Jesus reconheceriam a igreja atual como representante do Evangelho?

105

A igreja evangélica atual se difere em muito da Igreja Primitiva, não só pelas questões contemporâneas e mudanças culturais, mas também pela forma como interpreta o Evangelho, e o aplica em seu cotidiano. Essa é uma constatação feita por muitos teólogos, independentemente da linha doutrinária que sigam.

Nesse cenário, o editor do portal Charisma News, Marcus Yoars, publicou um artigo questionando se “os apóstolos de Jesus reconheceriam a igreja contemporânea” como representante do cristianismo.

No texto, Yoars afirma que “pelos padrões de hoje na igreja, Jesus não seria qualificado para ser um pastor, nem o seu ministério seria destacado como um modelo para plantadores de igrejas”. O contexto usado pelo jornalista é o da igreja norte-americana, mas pode ser facilmente enquadrado no cenário das igrejas do mundo ocidental, incluindo o Brasil.

“Jesus teve a maior pregação, ensino e ministério de cura na história. Milhares de pessoas iam a ouvi-lo, seguindo todos os seus movimentos, e saíam às ruas para obter um vislumbre dele ou simplesmente tocá-lo. No entanto, em meio à sua grande popularidade, Ele intencionalmente ofendeu os líderes religiosos, desafiou potenciais mega-doadores e eliminou seguidores casuais com ensinamentos difíceis. Não é exatamente a estratégia que você gostaria de encontrar hoje para fazer sua igreja crescer, muito menos sua página no Facebook ou perfil no Twitter”, escreveu Yoars.


Na sequência, o jornalista lembra a essência subversiva da mensagem de Jesus e critica a forma como o Evangelho tem sido maquiado: “Ele pregou uma mensagem intransigente da verdade; Nós adoçamos o evangelho até que estejamos açucarados pelo engano. Ele caminhou entre os Seus inimigos em amor; Nós banimos nossos inimigos explodindo-os por todos os seus pecados”, comparou.

Numa pequena lista, Yoars conclui que falta à igreja ingredientes como amor, oração, perseguição e poder. Segundo ele, a perseguição é uma importante ferramenta de união para a igreja: “Nós, no Ocidente, comparamos a liberdade religiosa e a falta de perseguição com bênção. No entanto, quando você olha para as igrejas mais poderosas do mundo, onde o Espírito se move livremente e em plenitude, você vai sempre encontrar perseguição. É hora de acordar e perceber que a perseguição galvaniza e unifica o corpo de Cristo como poucas outras pressões. Lembre-se, Jesus prometeu perseguição para aqueles que realmente o seguissem (Mt 5:11-12, João 15:20)”, pontuou.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


105 COMENTÁRIOS

  1. É óbvio que as denominações evangélicas no Brasil em geral estão bem distantes do evangelho simples pregado por Cristo e seus Apóstolos…

    Jesus é o Bom Pastor, mas em muitas denominações, Jesus sequer poderia exercer o cargo de pastor, visto que Ele nunca exigiu dízimos, (coisa que muitas denominações evangélicas exigem que seus pastores falem) nunca cumpriu metas financeiras, (outra coisa que muitas denominações também exigem de seus pastores) mandava ricos ajudarem aos pobres, ( a religião evangélica manda dar na denominação)… Jesus com certeza não serviria sequer Pastor em muitas denominações.

    Ah, Jesus também não exigia uma “oferta de fé” antes de operar o milagre, nem distribuia envelopes para serem preenchidos com dinheiro…

    É… Jesus com certeza, se não tivesse vindo à 2000 anos atrás, e sim, tivesse vindo hoje, ao invés de conflitos com os fariseus, arrumaria problemas com muitos lideres evangélicos… as mesmas coisas que Cristo reprovava nas atitudes dos fariseus, os lideres evangélicos fazem hj.

    • se os evangélicos do brasil estão distantes do evangelho muito mais esta você o stardst.
      que não frequenta nenhuma denominação, tem problema de relacionamento com todas as pessoas.
      não consegue viver em comunidade, e fica o dia todo falando e criticando os outros na internet.
      SE OS EVANGÉLICOS ESTÃO DISTANTE DE DEUS. VOCÊ JA ESTA NAS TREVAS A MUITO TEMPO.

      provavelmente você ja deve ter blasfemado contra o ESPIRITO SANTO,
      Por isso ja não encontra lugar para arrependimento.

      • eu blasfemei contra o Espírito Santo?

        Não fui eu que por motivos financeiros fiquei no altar insinuando que os milagres que acontecem na mundial são operados pelo diabo…

        isso sim é uma blasfêmia contra o Espírito Santo.

        • Quem não encontra lugar para arrependimento é você.
          é isso e claro na vida de quem blasfemou contra o espirito santo.
          OS ERROS DOS OUTROS NÃO JUSTIFICA OS SEUS.

          • Eu sei muito bem o que é blasfêmia contra o espirito santo.

            E um dos principais sintomas disso você carrega consigo.
            se chama falta de arrependimento, Pois o Espirito Santo é o único que pode levar a pessoa ao arrependimento.
            E VOCÊ JA DEMOSTROU ISSO AQUI MESMO VARIAS VEZES.
            Você não acha lugar para arrependimento.

            É TRISTE VER ISSO.
            UMA pessoa não encontrar lugar de arrependimento.

          • Sem lugar para arrependimento?

            Pra vc o unico lugar é a iurd, mas lá o arrependimento sempre tem um preço ($$$$$)

      • Esses caras, tipo esse Cesar r7 parece uns papagaios; não tem discernimento e não toma prazer no entendimento, mas, tão somente, se apressam em repetir o que os seus lideres através da hipnose fizeram uma lavagem cerebral. Eles não tem como embasar suas mentiras no evangelho da nova aliança, citam como uma catarse Malaquias 3:8. “Roubará o homem a Deus? Todavia, vós me roubais e dizeis: Em que te roubamos? Nos dízimos e nas ofertas alçadas. Somente uma pessoa sem entendimento ou tendenciosa pra ignorar a incoerência desse versículo. Pode alguém roubar uma coisa que é dada voluntariamente? Na minha Bíblia, a oferta é uma contribuição voluntária. Pode alguém ser acusado de ladrão se não der? Leia Malaquias todo e veraz pra quem essa palavra foi pronunciada. Porque se apressa em falar daquilo que não sabe?

        • O Sergio.
          Não é só Malaquias
          é a biblia inteira de gêneses a apocalipse que condena o homem quando ele toca em algo que é de DEUS.
          O próprio JESUS disse:Aquele que põe a mão no prato junto comigo esse é o que me trai.
          DEUS deu tudo para o HOMEM, até mesmo o próprio filho, e esse mesmo homem resmunga quando tem que devolver a DEUS 10% de suas rendas para que o evangelho seja propagado.
          PARECE UMA IRONIA A GENTE VER PESSOAS QUE DIZEM TER ENTREGADO A VIDA PARA JESUS negando a ele 10% de sua renda.

          ESSES são os que se dizem evangélicos.
          como pode isso?
          abraão que tinha uma aliança com DEUS em sangue de animais devolveu voluntariamente dízimos a DEUS,
          É AQUELES SE SE GABAM DIZENDO TER UMA ALIANÇA COM DEUS NO SANGUE DE JESUS, negam esses 10% a JESUS.

          lemos no VT homem que tinham aliança com DEUS, no sangue de animais, se entregando a DEUS, 100%.
          e VEMOS HOJE PESSOAS QUE DIZEM TER ALIANÇA COM DEUS NO SANGUE DE JESUS, LHE NEGANDO 10%.
          Isso é triste.
          PORQUE VEMOS ATRAVÉS DISSO QUE O AMOR TÃO PREGADO, NÃO É VIVIDO.
          HA E FALANDO EM ALIANÇA.
          DEUS nunca quebrou nenhuma de suas alianças com o homem.
          mas foi o homem que quebrou as alianças com DEUS.
          Pois se DEUS tivesse desfeito suas alianças com o HOMEM.
          NÃO VERÍAMOS MAIS O SEU ARCO NOS CÉUS DEPOIS DAS TEMPESTADES.

          • ESTUDO BÍBLICO:

            “AS 10 MAIORES MENTIRAS SOBRE OS 10 POR CENTO DOS DÍZIMOS”

            Muitas igrejas insistem no ensino errôneo de que os dízimos ainda são obrigatórios mesmo para os cristãos que vivem debaixo da graça de Jesus Cristo, e se utilizam de argumentos que se tornaram verdadeiros mitos dentro da comunidade evangélica, porém como eles dizem que o dízimo é 10 por cento, vamos usar o mesmo princípio numérico e verificar biblicamente as 10 argumentações mentirosas mais difundidas a respeito do dízimo.

            1º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI ORDENADO POR DEUS NO JARDIM DO ÉDEN, POIS A ÁRVORE DO CONHECIMENTO REPRESENTA O DÍZIMO”

            Na verdade, biblicamente o dízimo foi ordenado no monte sinai (levíticos 27:30-32; Números 18:21-24) e portanto, não foram instituidos no Jardim do Éden, pois sequer é mencionado que Adão e Eva receberam o mandamento de dizimar. A associação que muitos religiosos que insistem em receber dízimos fazem de que a árvore do conhecimento do bem e do mal (Gênesis 2:9), pois não era permitido a Adão e Eva comer dela (Gênesis 2:17) portanto ela seria segundo eles um “símbolo” do dízimo, mas isso é uma associação esdrúxula, pois sequer há um texto bíblico que faça uma ligação entre essa árvore do Jardim do Éden e o dízimo da lei de moisés, sequer se diz que a árvore ocupava 10% do espaço do Jardim do Éden. Trata-se portanto de mais um argumento ridículo usado pelos líderes religiosos para levar o povo a acreditar que o dízimo não era somente obrigatório perante a lei de moisés.

            2º MENTIRA – “O DÍZIMO SEMPRE FOI OBRIGATÓRIO MESMO ANTES DA LEI DE MOISÉS”

            O dízimo antes de sua ordenança no Sinai era voluntário, sendo mencionado apenas 2 vezes antes de se tornar obrigatório, Abraão deu uma única vez um dízimo do despojo de guerra quando resgatou seu sobrinho ló e jacó fez um voto a Deus (gênesis 14:17-20, gênesis 28:20-22)

            Pelas seguintes razões, Gênesis 14:20 não pode ser usado como exemplo para os cristãos dizimarem: 1º – A Bíblia não diz que Abraão deu obrigatoriamente esse dízimo. 2º – O dízimo de Abraão não foi um dízimo santo, da Terra Santa de Deus, produzido pelo povo santo de Deus. 3º – O dízimo de Abraão foi somente do despojo de guerra (hebreus 7:4). 4º – O dízimo de Abraão a Melquisedeque aconteceu apenas uma vez e Abraão mudava sempre de lugar. 5º – O dízimo de Abraão não proveio de sua riqueza pessoal. 6º – O dízimo de Abraão não é mencionado em nenhuma parte da Bíblia, seja no velho ou no novo testamento a fim de respaldar o ato de dizimar. 7º – Visto como nem Abraão nem Jacó tinham um sacerdócio levítico para manter, eles não tinham lugar algum onde entregar os dízimos, durante os seus muitos deslocamentos.

            No caso específico de Jacó, lemos o seguinte: “Fez também Jacó um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta jornada que empreendo, e me der pão para comer e roupa que me vista,de maneira que eu volte em paz para a casa de meu pai, então, o SENHOR será o meu Deus;e a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu te darei o dízimo” (Gênesis 28:20-22). O texto bíblico é claro, que Jacó fez um propósito particular (um voto) de que se Deus fosse favorável à ele, que ofereceria à Deus o dízimo. Não se vê também neste caso nenhuma ordem explicita de Deus ou algum sacerdote a mando Dele, para que Jacó dizimasse, e vemos que foi uma promessa de Jacó para Deus, não há relatos posteriores na Bíblia que ele tenha de fato dizimado, apenas se observa a sua promessa, seu compromisso de entregar o décimo de tudo que viesse a obter daquele momento em diante. Outra vez, não vemos na Bíblia nenhuma passagem em que vemos escrito que devemos dizimar como Jacó fez, portanto trata-se de mais uma mentira que os líderes criaram para tentar fazer parecer que os dízimos eram obrigatórios antes mesmo da lei de moisés.

            3º MENTIRA – “O DÍZIMO DOS ALIMENTOS DO VELHO TESTAMENTO FOI SUBSTITUÍDO POR DÍZIMO DO DINHEIRO NOS DIAS ATUAIS”

            Não há um versículo na biblia informando que dízimo obrigatório da lei de moisés possa ser ouro, prata, moeda, dinheiro, etc. Dízimo sempre foi apenas alimento do campo vegetal ou animal (levíticos 27:30 e 32) mesmo quando havia metais preciosos como moeda corrente. Abraão no seu tempo comprou uma sepultura para sua esposa por 400 ciclos de prata (gênesis 23:16)

            Embora já existisse dinheiro, a substância do dízimo divino jamais foi dinheiro. Ele era o “dízimo do alimento”. Isso é muito importante. Os verdadeiros dízimos bíblicos eram sempre somente o alimento proveniente das fazendas e rebanhos, somente dos israelitas que vivessem exclusivamente dentro da Terra Santa de Deus, as fronteiras nacionais de Israel. A fartura provinha de Deus e não da manufatura ou habilidade do homem.

            Existem 15 versículos de 11 capítulos e 8 livros, de Levítico 27 a Lucas 11, que descrevem o conteúdo do dízimo. E o conteúdo jamais, repito, jamais incluía dinheiro, prata, ouro ou qualquer outra coisa, além de alimento. Mesmo assim, a definição incorreta de “dizimar” é a maior mentira que está sendo pregada sobre esse ato, hoje em dia. (Veja Levítico 27:30,32; Números 18:27,28; Deuteronômio 12:17; 14:22, 23, 26; 2 Crônicas 31:5; Neemias 10:37; 13:5; Malaquias 3:10; Mateus 23:23 e Lucas 11:42).

            Não se observa portanto em toda a bíblia, alguém entregando dízimo em dinheiro, pois dízimo era décima parte dos alimentos ( agropecuários ou agrícolas ), e jamais foi entregue em dinheiro. E o dinheiro já era corrente nos tempos bíblicos, pois o próprio moisés que recebeu a lei para o povo lidou com dinheiro: “Então, Moisés tomou o dinheiro do resgate dos que excederam os que foram resgatados pelos levitas.Dos primogênitos dos filhos de Israel tomou o dinheiro, mil trezentos e sessenta e cinco siclos, segundo o siclo do santuário. E deu Moisés o dinheiro dos resgatados a Arão e a seus filhos, segundo o mandado do SENHOR, como o SENHOR ordenara a Moisés” (Números 3:49-51)

            Mais uma prova de que o dízimos sempre foram alimentos podem ser vista nessa passagem bíblica: “DOS DÍZIMOS NÃO COMI no meu luto e deles nada tirei estando imundo, nem deles dei para a casa de algum morto; obedeci à voz do SENHOR, meu Deus; segundo tudo o que me ordenaste, tenho feito” (Deuteronômio 26:14)

            Portanto, mais uma mentira dos líderes que ensinam sobre a obrigatoriedade dos dízimos é revelada, quando dizem que nos tempos bíblicos dízimos eram entregues em alimentos porque dinheiro ainda não existia, mas abraão e até moisés lidavam com dinheiro, e mesmo assim na obrigatoriedade da lei de moisés nunca se pagava dízimos em dinheiro, pois dízimo sempre foi a décima parte dos alimentos, do campo e animais, e nada tem a ver com a exigência de entrega de 10% do dinheiro que os cristãos recebem para esses líderes que ensinam erradamente sobre dízimos. Dízimo nunca foi pago em dinheiro, apenas em alimentos. Se o seu pastor ou líder insistir em dizer que pode ser pago em dinheiro exija que ele mostre alguém dizimando em dinheiro na bíblia, pois dinheiro já existia e era usado naquela época.

            4º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI DADO POR DEUS AOS LEVITAS DA VELHA ALIANÇA E HOJE OS PASTORES DA NOVA ALIANÇA SUBSTITUIRAM ESSES LEVITAS PORTANTO DEVEM RECEBER DÍZIMOS”

            O dízimo foi dado aos levitas, mas para que eles fizessem todo o trabalho da tenda da congregação (Números 18:21-23). Se hoje os membros leigos fazem mais de 90 % do trabalho e os pastores recebem todo o dízimo isso não é biblico, é humano. Na igreja primitiva de atos, um levita, chamado josé de sobrenome barnabé dava ofertas ao invés de receber dízimos dos apóstolos e membros da igreja cristã: “José, a quem os apóstolos deram o sobrenome de Barnabé, que quer dizer filho de exortação, LEVITA, natural de Chipre, como tivesse um campo, vendendo-o, trouxe o preço e o depositou aos pés dos apóstolos” (atos 4:36-37) Portanto fica evidente que com a mudança do sacerdócio mudou a lei: “Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei” (hebreus 7:12)

            Na economia hebraica, o dízimo era usado de maneira totalmente diferente da que hoje é pregada. Mais uma vez, os levitas que recebiam o dízimo inteiro nem sequer eram ministros ou sacerdotes – eles eram apenas servos dos sacerdotes. Números 3 descreve os levitas como sendo carpinteiros, fundidores de metal, artesãos de couro e artistas, que mantinham o pequeno santuário. E 2Crônicas 23-27, durante o tempo dos reis Davi e Salomão, os levitas também foram peritos artesãos, os quais inspecionavam as obras do Templo. Vinte e quatro mil deles trabalhavam no Templo como construtores e supervisores; seis mil eram oficiais e juízes; quatro mil eram guardas e quatro mil eram músicos. Como representantes políticos do rei, os levitas usavam o seu dízimo para servir aos oficiais, juízes, coletores de impostos, tesoureiros, guardas do Templo, músicos, padeiros, cantores e soldados profissionais (1Crônicas 12:23,26; 27:5). É obvio que esses exemplos do uso bíblico da entrada do dízimo nunca se tornam exemplos para a igreja de hoje. É importante saber que na Antiga Aliança os dízimos nunca eram usados para evangelizar os não israelitas. Neste ponto o dízimo falhou. Vejam Hebreus 7:12-19. Os dízimos jamais estimularam os levitas e sacerdotes da Antiga Aliança a estabelecer uma única missão fora do país, para encorajar um só gentio a se tornar israelita (Êxodo 23:32; 34:12,15; Deuteronômio 7:2). O dízimo da Antiga Aliança era motivado e exigido por lei, não pelo amor. De fato, durante a maior parte da história de Israel, os profetas foram os principais portadores da Palavra de Deus e não os levitas e os sacerdotes que recebiam o dízimo.O falso ensino é que os anciãos e pastores da Nova Aliança estão simplesmente continuando de onde os sacerdotes da Antiga Aliança deixaram e por isso devem receber o dízimo. A função e o propósito dos sacerdotes da Antiga Aliança foram substituídos, não pelos anciãos e pastores, mas pelo sacerdócio de todos os crentes. Como outras ordenanças da Lei, o dízimo foi apenas uma sombra temporária, até a vinda de Cristo (Efésios 2:14-16; Colossenses 2:13-17; Hebreus 10:1). Na Nova Aliança cada crente é um sacerdote de Deus (1 Pedro 2:9-10; Apocalipse 1:6; 5:10). E como sacerdote cada crente oferece sacrifícios a Deus (Hebreus 4:16; 10:19-22; 13:15-16). Então, cada ordenança que havia sido previamente aplicada ao antigo sacerdócio foi anulada no Calvário. Visto não pertencer à Tribo de Levi, até mesmo Jesus Cristo foi desqualificado. Desse modo, o propósito original de dizimar já não existe (Hebreus 7:12-19; Gálatas 3:19, 24, 25; 2Coríntios 3:10).

            Portanto, não há nenhum mandamento no novo mandamento do cristão entregar os dízimos aos pastores, pois o dízimo somente podia ser recebido pelos levitas: “Ora, os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm mandamento de recolher, de acordo com a lei, os dízimos do povo, ou seja, dos seus irmãos, embora tenham estes descendido de Abraão” (hebreus 7:5), e os levitas só existiam na velha aliança da lei de moisés, pastores não são substitutos deles pois são ministros de Deus (I Coríntios 4:1) e nem sequer é ordenado que se deva entregar dízimos em favor da obra de Deus, pois ela é sustentada pelas ofertas voluntárias (2Coríntios 9:7).

            5º MENTIRA – “O DÍZIMO RECEBIDO É SOMENTE PARA USO DOS PASTORES”

            Biblicamente, o dízimo pertencia aos levitas (números 18:21-23), mas também para se fazer um festival ao Senhor (deuteronômio.14:22-27) e a cada terceiro ano, para os levitas, órfãos, viúvas e estrangeiros, os quais comiam o dízimo ajuntado dentro das suas portas (deuteronômio14:28-29). Se ofertas e dízimos eram sagrados ao Senhor e não podiam ser comidos por pessoas comuns neste caso Deus abre um exceção, visto que para ele misericórdia é melhor que sacrificio (Oséias 6:6; Mateus 12:7), a vida dos carentes é preciosa ao senhor (veja um exemplo disso em Lucas 6:1-10)

            Portanto mais uma vez, é biblicamente demonstrado que os dízimos recebidos pelos levitas não eram de uso exclusivo deles… os necessitados ( órfãos, viúvas e os de fora de israel ), também se beneficiavam dos dízimos dos alimentos recebidos pelos levitas. Essa conversa de que só os pastores e líderes religiosos podem hoje usufruir dos dízimos não encontra respaldo bíblico. Trata-se de mais uma doutrina de homem.

            6º MENTIRA – “CRISTÃO QUE NÃO DÁ O DÍZIMO SERÁ VITIMA DO “DEVORADOR”
            Se você é evangélico provavelmente já deve ter ouvido alguém falar a respeito do devorador. Muitas igrejas pregam a respeito desse ser. Mas o que os líderes religiosos gananciosos não fazem é mostrar aos membros que a admoestação de Malaquias é dirigida somente à nação de Israel, e não aos cristãos de hoje que não dizimam:

            “Sentença pronunciada pelo Senhor CONTRA ISRAEL contra Israel, por intermédio de Malaquias” (Malaquias 1:1)

            e, se destina especificamente, aos SACERDOTES CORRUPTOS:

            “Agora, ó sacerdotes, para vós outros é este mandamento.Se o não ouvirdes e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o SENHOR dos Exércitos, enviarei sobre vós a maldição e amaldiçoarei as vossas bênçãos; já as tenho amaldiçoado, porque vós não propondes isso no coração” ( Malaquias 2:1-2)

            Eles estavam ofertando ANIMAIS coxos, cegos mudos, e defeituosos:

            “Ofereceis sobre o meu altar pão imundo e ainda perguntais: Em que te havemos profanado? Nisto, que pensais: A mesa do SENHOR é desprezível. Quando trazeis animal cego para o sacrificardes, não é isso mal? E, quando trazeis o coxo ou o enfermo, não é isso mal? Ora, apresenta-o ao teu governador; acaso, terá ele agrado em ti e te será favorável? – diz o SENHOR dos Exércitos.” (Malaquias1:7-8)

            Quanto a Malaquias 3, notamos que Deus manda trazer somente “DÍZIMOS” para as câmaras do depósito do templo, para que haja “comida” ( alimento, ou mantimento ) em minha casa. Isto é , mantimento = produtos alimentares (ver dicionário da língua portuguesa)

            O texto mais famoso citado para falar a respeito do devorador é Malaquias 3:11, que diz: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.” Esse texto é a continuação de Malaquias 3:10, o tão famoso texto que fala a respeito de dízimos no Antigo Testamento. os líderes gananciosos dizem que o “devorador” mencionado nesse texto é um demônio que destrói as finanças daqueles que não dão os 10%, ou seja, que não são dizimistas. As pessoas que pregam nessa linha trazem ameaças de destruição financeira aos seus ouvintes se os mesmos não forem dizimistas fiéis.

            O DEVORADOR É MESMO UM DEMÔNIO? A resposta é não! Os que afirmam que esse devorador citado no texto é um demônio, no mínimo, faltaram em algumas aulas de interpretação da Bíblia. A primeira coisa a sabermos é que no Antigo Testamento, a aliança que vigorava era uma aliança baseada na obediência. Se o povo fosse obediente às leis de Deus seriam abençoados. Essas bênçãos eram visivelmente mandadas em forma de paz e boas colheitas e prosperidade. Se fossem desobedientes, seriam amaldiçoados. Falta de paz e colheitas ruins estavam em vista aqui. (Deuteronômio 28). Em uma das ameaças de maldições em suas colheitas, que Deus manda ao povo através do profeta Joel, vemos que: “O que deixou o gafanhoto cortador, comeu-o o gafanhoto migrador; o que deixou o migrador, comeu-o o gafanhoto devorador; o que deixou o devorador, comeu-o o gafanhoto destruidor.” (Joel 1:4). Uma maldição que tinha em vista a destruição da lavoura.

            O texto de Malaquias 3:11 diz a mesma coisa: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.”. Esse devorador certamente se tratava de um tipo de gafanhoto altamente destrutivo ou outro “bicho” que acabava com as plantações (que eram a base da economia do povo de Israel). A ação devastadora desse “ser” acabava com a prosperidade do povo em pouco tempo atacando suas lavouras. Quando o povo era obediente a Deus e cumpria a Sua lei, que no caso desse texto é a lei de dizimar, Deus abençoava suas colheitas e negócios. Esse é o sentido desse texto. Assim, não faz sentido usar esse texto para afirmar que o devorador era um demônio ou coisa parecida. Nem faz sentido ameaçar as pessoas hoje em dia com esse “devorador”

            “repreenderei o devorador” Versículo 11 (Não é dinheiro que faz isto, é o próprio Deus)

            Devorador, segundo a bíblia, nunca foi demônio, e sim, gafanhotos, que Deus enviava como pragas a terra para castigar o povo, e estes gafanhotos, Deus os chamavam de “O meu grande exercito” (Joel 2:22-27) …”repreenderei o devorador ” significa… espantarei a praga do meio da vossa plantação (gafanhotos), veja também Levítico 11:22 e Naum 3:16.

            Os líderes gananciosos que ensinam que esses “devoradores” são demônios que irão causar doenças na família, o carro vai viver quebrando etc, aproveitam o desconhecimento dos cristãos do verdadeiro devorador ao qual Malaquias se refere, o gafanhoto que devorava as colheitas da nação de israel. Não há confirmação nenhuma no novo testamento de que quem não dizima será vitima desse “devorador”… quando um ladrão quer tomar o dinheiro de uma pessoa, ele a ameaça, pois se pedir provavelmente a vítima não entregará o seu dinheiro, e por conta disso o ladrão usa o recurso da ameaça, para forçá-la, da mesma forma agem esses pastores que insistem em receber dízimos pois usam um texto fora de seu real contexto para ameaçar dizendo que o mesmo “devorador” que viria sobre a nação de israel se não dizimasse virá para aqueles que não entregam seus dízimos a eles.Trata-se portanto de mais um ensino distorcido da bíblia para forçar os cristãos que não estudam a bíblia a dizimarem.

            Hoje em dia, a classe mais pobre é a que mais contribui para beneficência. E, mesmo assim, ela permanece na pobreza. Os dízimos não são uma garantia para alguém enriquecer depressa, em vez da educação, da determinação e do árduo trabalho. Se Malaquias 3:10 funcionasse realmente com os cristãos da Nova Aliança, nesse caso milhões de cristãos dizimistas já teriam escapado da pobreza e se tornado o grupo mais rico do mundo, em vez de continuar sendo pobre. Portanto, não existe evidência alguma de que a vasta maioria dos pobres “pagadores do dízimo” tenha sido abençoada pelo mero fato de o entregar. As bênçãos da Antiga Aliança já não estão em efeito (Hebreus 7:18-19; 8:6-8,13).

            Portanto, não há nenhuma possibilidade de um cristão ser vítima do “devorador” (demônio) por causa de não ser dizimista, pois nenhuma maldição da antiga aliança pode atingir aos cristãos da nova aliança em Jesus ( gálatas 3:13 )

            7º MENTIRA – O DÍZIMO SERVE PARA MANTER A IGREJA FÍSICA HOJE, POIS ELA SUBSTITUIU O TEMPLO JUDAÍCO ONDE SE ENTREGAVAM OS DÍZIMOS.

            Nada poderia estar mais longe da verdade. Trata-se de outro falso ensino os religiosos que exigem dízimos de que os edifícios chamados “igrejas”, “tabernáculos” ou “templos”, substituíram o Templo do Velho Testamento como locais de habitação divina.

            A Palavra de Deus jamais descreve os grupos da Nova Aliança como ”tabernáculos”, “templos” ou “edifícios”. Os cristãos não “vão à igreja”. Eles se “reúnem para adorar”. Também, visto que os sacerdotes do Velho Testamento pagavam o dízimo, então, logicamente, o dízimo não pode continuar. Nesse caso, é errado chamar um edifício de “armazém do Senhor” para receber os dízimos (1 Coríntios 3:16-17; 6:19-20; Efésios 1:22-23; 2:21; 4:12-16; Apocalipse 3:12). Com respeito à palavra “armazém” comparem a 1 Coríntios 16:2 com a 2 Coríntios 12:14 e Atos 20:17, 32-35. Durante vários séculos após o Calvário, os cristãos nem mesmo possuíam um edifício próprio (que chamassem de armazém), visto como o Cristianismo era uma religião ilegal e sofria perseguições.

            Após o sacrifício de Jesus, o véu do santuário se rasgou: “E o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo” (Marcos 15:38) e hoje, cada cristão é um santuário onde habita o Espírito Santo: “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16) Não há sequer um Templo ou santuário físico para que os cristãos levem os dízimos pois: “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas” (Atos 17:24). Jesus sequer fundou uma igreja física, pois a verdadeira igreja é espiritual.

            1. Que autoridade nos dá a Palavra de Deus para estabelecermos igrejas denominacionais ou não denominacionais em meio ao testemunho cristão, quando as Escrituras condenam a criação de divisões entre os crentes? (1 Coríntios 1:10; 3:3; 11:18-19)

            2. Com que autoridade vinda de Deus os cristãos denominam suas assim chamadas “igrejas” como Presbiteriana, Batista, Pentecostal, Aliança, Cristã Reformada, Anglicana etc., quando não há na Bíblia instruções para nos reunirmos em qualquer outro nome além do nome do Senhor Jesus Cristo? (Mateus 18:20; 1 Coríntios 5:4)

            3. Será que existe qualquer base na Palavra de Deus para chamar esses edifícios de “igrejas”? A definição bíblica de “igreja” é de uma reunião de crentes que, pelo evangelho, foram chamados para fora, tanto dentre os judeus como dentre os gentios, e são unidos em um único corpo a Cristo, sua Cabeça no céu, pela habitação do Espírito Santo. (Atos 11:22; 15:14; 20:28; Romanos 16:5; 1 Coríntios 1:2; Efésios 5:25)

            4. Onde há no Novo Testamento uma referência mandando os Cristãos construírem templos e chamarem esses locais de “Cada de Deus”, sendo que Deus não habita em templos feito por mãos humanas? (Atos 7:48 e 17:24).

            Dizer que os dízimos são necessários para manter a igreja e sustentar os pastores e líderes não tem fundamentação bíblica neotestamentária, O apóstolo Paulo estava entre os que insistiam em trabalhar com as próprias mãos pelo seu sustento (Atos 18:3; 1Tessalonicenses 2:9-10; 2Tessalonicenses 3:8-14). Embora ele não tenha condenado os que recebiam sustento pela obra em tempo integral, também não ensinou que tal sustento fosse ordenado por Deus, para difusão do Evangelho. (1 Coríntios 9:12). De fato, duas vezes em Atos 20:29, 35 e também em 2 Coríntios 12:14, ele até mesmo encoraja os anciãos da igreja a trabalharem para manter os necessitados da igreja (Eu só queria ver um dos pastores atuais trabalhando para ajudar os pobres da igreja!).

            Para Paulo, a expressão “viver do evangelho” significava “viver segundo os princípios da fé, do amor e da graça” (1 Coríntios 9:14). Conquanto verificasse ter “direito” a alguma ajuda, ele concluía que a “liberdade” de pregar o seu evangelho era mais importante, a fim de cumprir a sua vocação de Deus (1 Coríntios 9:15; 11:7-13; 12:13,14; 1 Tessalonicenses 2:5-6). Enquanto trabalhava como artesão de tendas (atos 18:3), Paulo aceitou uma certa ajuda, porém se gloriava de que o seu pagamento ou salário era o fato de poder pregar livremente, sem se tornar um fardo para os outros (1 Coríntios 9:16-19).

            Em nenhum lugar desde Atos 7:58 (onde Paulo é mencionado pela primeira vez) até suas epístolas, não vemos o apóstolo Paulo orientando alguém a dizimar nem recebendo dízimos dos cristãos, portanto uma prova clara que a igreja primitiva não tinha o dízimo como uma doutrina cristã e inquestionável como se vê hoje nessas igrejas que dizem seguir fielmente as Escrituras.

            Paulo deixou claro que os que pregavam o evangelho tinham todo o direito de serem supridos com as ajudas e doações voluntárias dos cristãos (I Coríntios 9:11 e 14, Filipenses 4:18 ), mas nunca disse que seria dos dízimos! Sequer há mandamento seja do Senhor Jesus ou de seus apóstolos dos cristãos entregarem seus dízimos nos “templos” que hoje conhecemos como igreja, pois Jesus nunca fundou uma igreja física, nem ordenou que se fizessem construções para ali os seus seguidores se reunirem! Se o dízimo fosse tão necessário e importante como esses líderes gananciosos querem fazer parecer, teria o apóstolo Paulo esquecido de mencionar algo tão importante? obviamente que não, pois ele é categórico ao dizer: ” jamais deixando de vos anunciar coisa alguma proveitosa e de vo-la ensinar publicamente e também de casa em casa” e ” porque jamais deixei de vos anunciar todo o desígnio de Deus” (atos 20:20 e 27)… ou seja, tudo que era necessário ele, Paulo, ensinou e o Apóstolo Paulo nunca incentivou ou ensinou os cristãos a dizimarem!

            Portanto comprovadamente os dízimos não são obrigatórios serem entregues, muito menos nas igrejas físicas de hoje.

            8º MENTIRA – “DAR OFERTAS, MESMO ACIMA DE 10% DA SUA RENDA, NÃO TEM O MESMO VALOR ESPIRITUAL, POIS QUEM NÃO DÁ O DÍZIMO ROUBA A DEUS E NÃO SERÁ SALVO POIS ESTÁ DEBAIXO DE MALDIÇÃO”

            Tanto a bênção como a maldição de Malaquias 3:9-11, perduraram somente até o término da antiga Aliança, ou seja, até o Calvário. A audiência de Malaquias havia voluntariamente reafirmado a Antiga Aliança (Neemias 10:28-29. “Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: Amém” (Deuteronômio 27:26, citado em Gálatas 3:10). E Jesus Cristo deu um fim a essa maldição, conforme Gálatas 3:13: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”. Portanto nenhuma maldição proveniente da não observância da lei de moisés (e o dízimo pertencia a ela) atinge aos cristãos. Mas os lideres gananciosos que recebem dízimos escondem isso dos membros.

            Mas não é porque o Cristão não seja mais obrigado a dizimar que ele esteja isento de ajudar na propagação do evangelho e em favor dos necessitados pois: “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria” (2coríntios 9:7).

            “Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus concedida às igrejas da Macedônia; porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade.Porque eles, testemunho eu, na medida de suas posses e mesmo acima delas, se mostraram voluntários” (2coríntios 8:1-3) Essa era a prática da igreja de Deus que Cristo estabeleceu.

            Os princípios de dar no Novo Testamento, na 2Coríntios capítulos 8 e 9 são superiores ao dizimar, que não é obrigatório aos cristãos.

            Os seguintes princípios de dar voluntariamente na Nova Aliança estão fundamentados na 2 Coríntios 8 e 9 (1). Dar é uma “graça”. A 2 Coríntios 8 usa oito vezes a palavra “graça”, referindo-se à ajuda aos santos pobres (2). Dar primeiro a Deus (8:5). (3) Dar-se a si mesmo para conhecer a vontade de Deus (8:5) (4) Dar em resposta ao dom de Cristo (8:9 e 9:15). (5) Dar com desejo sincero (8:8, 10, 12 e 9:7) (6) Não dar por causa de mandamento algum (8:8,10; 9:7). (7) Dar além de sua capacidade (8:3, 11, 12) (8) Dar para produzir igualdade. Isso quer dizer que os que têm mais devem dar mais, a fim de suprir a incapacidade dos que não podem dar mais (8:12,14) (9) Dar com alegria (8:2). (10) Dar porque está crescendo espiritualmente (8:3,4,7). (11) Dar porque deseja crescer espiritualmente (9:8, 10, 11). (12) Dar porque está ouvindo o Evangelho ser pregado (9:13).

            9º MENTIRA – “JESUS MANDOU OS CRISTÃOS DAREM O DÍZIMO NO NOVO TESTAMENTO”

            O falso ensino é que Jesus ensinou a dizimar, em Mateus 23:23, dizendo que isso está claro no Novo Testamento.

            Em primeiro lugar, A Nova Aliança (o novo testamento) não teve princípio no nascimento de Jesus, mas na Sua morte (Gálatas 3:19, 24, 25; 4:4). O dízimo não é ensinado na igreja, depois do Calvário. Quando Jesus falou sobre o assunto em Mateus 23:23, Ele estava simplesmente ordenando a obediência às leis da Antiga Aliança, a qual ele endossou e obedeceu até chegar ao Calvário.

            Não existe um único texto do Novo Testamento que ensine a dizimar após o período do Calvário. (Atos 2:42-47 e 4:32-35 não são exemplos para se dizimar, a fim de sustentar os líderes da igreja). Conforme Atos 2:46, os cristãos judeus continuavam a adorar no Templo. E conforme Atos 2:44 e 4:33,34, os líderes da igreja compartilhavam igualmente o que recebiam com todos os membros da igreja (o que hoje os líderes gananciosos que recebem dízimos não fazem).

            Aliás, Jesus sequer é mencionado dizimando ou recebendo dízimos… e porque os líderes gananciosos pedem dízimos em nome de Jesus sendo que o próprio Jesus disse: “em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas;pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados” (Marcos 16:17-18)… Ele nunca disse ” em meu nome receberão dízimos…”

            Portanto comprovadamente mais uma mentira desses homens que se dizem ordenados por Deus a exigirem dízimos dos cristãos incautos foi desmascarada! Jesus nunca ordenou que os seus discípulos e futuros apóstolos recolhessem dízimos… e porque esses líderes acham que podem fazer diferente? Bem o Senhor Jesus profetizou sobre esses tipos: “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” (Mateus 7:15)

            10º MENTIRA – “JESUS RECEBE DÍZIMOS DOS CRISTÃOS CONFORME HEBREUS 7:8″

            O início do capítulo 7 de hebreus é apenas citação do Antigo Testamento, onde fala do sacerdócio de Melquisedeque. Em Hebreus 7:5 diz: ” E os que dentre os filhos de Levi receberam o sacerdócio tem ordem, segundo a lei, de tomar os dízimos do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão”

            A lei foi dada por intermédio de Moisés, ao povo, direcionada aos filhos de Levi, especificamente aos que receberam sacerdócio para trabalhar nas tendas das congregações ( montagem e desmontagem de tendas no deserto), os quais tinham ordem, segundo a lei de receber os dízimos dos seus irmãos. Agora note o relato do versículo 11 e 12:

            Hebreus 7:11: De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade se havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque (referindo-se ao Salvador) e não fosse chamado segundo a ordem de Arão? (menção a Moisés, o qual introduziu a lei ao povo).

            Hebreus 7:12: Porque mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança na lei.

            Meditando no texto acima, especificamente nestes versículos, onde a palavra assegura que os sacerdotes Levíticos recebiam os dízimos segundo a lei (Hebreus 7:5), Porque através deles (sacerdotes Levíticos) o povo recebeu a lei (Hebreus 7:11) e mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também, mudança na lei (Hebreus 7:12), porque se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (pelo qual o povo recebeu a lei), qual a necessidade de que enviasse outro Sacerdote? Mudou o Sacerdócio, necessariamente se faz mudança na Lei.

            A lei dos dízimos foI direcionada especificamente aos filhos de Levi, aos que receberam o sacerdócio e não havendo mais “Levitas”, nem “templo”, nem sacerdote a oferecer sacrifícios, pois O Salvador já o fez, logo,se aplicada aos crentes hoje, ela torna-se intempestiva e ilegítima, porque os “pastores” de hoje não são levitas nem foram proibidos de trabalhar, nem menos tiveram promessas de herança de dízimos para sustento por não ter tido herança nas distribução de terras prometidas ao povo israelita por herança.

            Outra particularidade, no capítulo 18 do livro de Números, o Senhor Deus adverte aos sacerdotes levitas dizendo: Na sua terra, possessão nenhuma terás, e no meio deles nenhuma parte possuirás; eu sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel.

            Gostaria de recomendar aos pregadores contemporâneos (os que querem se assemelhar aos sacerdotes levitas que recebiam dízimos), seria bom que guardassem os mandamentos do Senhor para aquela tribo, os quais não possuíam bens materiais, pois o Senhor era a herança dos sacerdotes levitas.

            Recapitulando: Hebreus 7 apenas faz a menção pós-Calvário de dizimar, numa explanação de porque o sacerdócio levítico deve ser substituído pelo sacerdócio de Cristo, porque o sacerdócio levítico era fraco e ineficiente. Estude Hebreus 7 e sigam a progressão do versículo 5 ao versículo 12 e ao versículo 19.

            Porém, líderes gananciosos insistem em apenas mostrar hebreus 7:8 aos membros, onde segundo eles, Jesus receberia dízimos dos cristãos: “Aliás, aqui são homens mortais os que recebem dízimos, porém ali, aquele de quem se testifica que vive” (hebreus 7:8)

            Apenas mostrando esse versículo isoladamente aos membros desavisados, querem dar a entender que esse versículo manda os cristãos ainda dizimarem, sem ler todo o real contexto do capítulo 7 de hebreus.

            Portanto hebreus 7:8 não fala de Jesus recebendo ainda dízimos dos cristãos, pois o contexto do capítulo 7 de hebreus fala na verdade da superioridade do sacerdócio de melquisedeque em relação ao levítico que era sustentado pelos dízimos. Cristãos não tem o mandamento bíblico de dizimarem.

            Considerações finais:

            Em Hebreus 7,8,9 e 10, neste 4 capítulos deixa bem claro a questão do sacerdócio perfeito, que, quando mudado o sacerdote Levítico, veio o Cristo, e mudando o sacerdócio se muda a lei ( Hebreus 7:12 ) portanto, notamos, que no novo testamento, não há ninguém dando dizimos em dinheiro, sendo que já existia, porque, Jesus foi traído por moedas, e a viúva ofertou moedas, mas dízimos, foi mencionado em alimentos, hortaliças ( Mateus 23.23 ) jamais em dinheiro, e o próprio Senhor Jesus, relatou que o dízimo era da lei para o povo de Israel , …”o mais importante DA LEI “. (Mateus 23:23)

            Paulo não mencionou dízimos, nem outro apóstolo qualquer deixou exemplo de tal prática. Em Corintios 9, Paulo pede donativos para suprir necessitados e não para manter despesas de instituições religiosas. Em Atos 4:32 em diante, notamos a generosidade dos irmãos,vendendo tudo e depositando aos pés dos apóstolos, para que se fosse feita DISTRIBUIÇÃO AOS NECESSITADOS, de forma a não haver necessitados entre eles ( esta é a justiça que excede a dos fariseus religiosos que apenas punham seus dízimos das hortaliças e achavam que estava, cumprindo sua parte) em Mateus 23:23 e Lucas 18:12. Tal prática dos fariseus, mostra religiosidade e eles não praticavam a fé, de fato, que , quem diz que dizimar é um ato de fé, é engano, porque os fariseus dizimavam , mas não praticavam a fé. O jovem rico, não foi indicado por JESUS a dizimar, e sim, vender e REPARTIR com os pobres. Jó nunca dizimou, e mesmo assim era próspero.

            Abraão só deu o dízimo uma só vez, e não foi em dinheiro, foi despojos, sobras de conquistas de guerra, dizimo de sangue, após matar os reis e tomar seus bens.

            Jacó prometeu dar o dízimo, ( um voto particular dele ) em Gênesis 28:20-22 , mas a bíblia não fala que ele cumpriu…

            Abraão não foi a “suposta” casa do tesouro ( igreja ) mas Melquisedeque lhe saiu ao encontro para receber sua parte, devido ser rei de Salém e receber por que passava em tal parte, imposto semelhante ao que Jesus nos ensinou a pagar a César (Mateus 22:21). Isto é, JESUS mandou sermos fiéis ao estado e não sonegar impostos.

            Os cobradores de impostos ao se converter, restituíram 4 vezes mais aos que haviam defraudado, e foi nisto que Jesus afirmou: “hoje houve salvação nesta casa” (Lucas 19:9)Repare que o Salvador não o mandou dar dízimos.Todas as vezes que você quiser dar algo á Deus, e restituir a Deus com gratidão, faça isto dando ao seu próximo, pois assim,estará cumprindo a palavra na íntegra, conforme Mateus 25 deixa bem claro esta questão.

            No sétimo ano, Israel, não trazia dízimos, devido ser o ano sabático,a terra descansava (Levítico 25:4) Mas e será que a igreja atual faz isto? Fica sem receber dizimos no sétimo ano?

            O DÍZIMO era vendido POR DINHEIRO,devido a distância de levar onde o Senhor escolhera, para santificar seu nome, e o próprio dizimista COMIA DOS SEUS DÍZIMOS, administrava o dízimo, hoje em dia quem come dos dízimos são os pastores, que administram os dízimos, dando ordem quê e no que será empregado os dízimos do povo. Estes ditos “sacerdotes” ( pastores) não são levíticos, nem exercem função sacerdotal superior a qualquer irmão que seja, e muito menos têm eles o direito de administrar o dízimo pessoal de cada um.

            Quanto a sacerdotes, sabemos todos nós somos, depois de Cristo nos fazer um sacerdócio real, nação santa , povo eleito de DEUS, passamos a ter livre acesso ao Pai através de CRISTO que , na sua morte, o que nos separava foi rasgado do alto abaixo, a saber o véu que separava o lugar santo,( local onde entravam os sacerdotes) do lugar santíssimo (onde só entrava o sumo sacerdote 1 vez por ano para pferecer acrificio pelo pecado do povo).

            Paulo recebeu muitas vezes ajuda da igreja, mas era para se manter, e não era salário mensal como se estivesse numa empresa. Paulo trabalhava (atos 18:3) , e em nada pesava os irmãos e a igreja.

            Se Paulo disse: “sede meus imitadores como eu sou de Cristo”, será que nesta parte, os pastores que exigem dízimos imitam à Paulo? Vemos Jesus ou Paulo recolhendo ou ensinando sobre dízimos?Em 2Coríntios 9:9, Paulo cita o salmo 112:9, onde fala da generosidade com os mais pobres: “Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre”. (2 Coríntios 9:9)

            Nada falou de dízimos em dinheiro, e sim, contribuições voluntárias , para “suprir” os que não tem, algo que, é totalmente visto por Deus. Paulo faz uma coleta para “DISTRIBUIR”, hoje em dia se faz uma distribuição (de envelopes) para ajuntar, não para os pobres, mas, para os cofres de uma instituição, que se preocupa mais com a posição social, status, templos, fama, nome, competição, horários de TV, rádios, sites, eventos, shows, viagens, lazer para líderes, carrões, mansões, aviões, e ainda se diz que é expansão da obra de Deus…

            Cada dia os patrimônios religiosos estão ainda maiores, e o evangelho mais distante do que a igreja primitiva pregava e vivia, tudo por causa de dinheiro. A biblia fala para não reter e sim dar. Será que a igreja faz isto? Ou antes retém,para construir seu império e se fortalecer mais e mais, visando dominar a maior parte possível do globo terrestre, e arrebanhar o maior número de pessoas possível, como se tudo fosse uma partida de competição: “Quem tiver mais membros é o vencedor”

            Paulo afirma: “Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus” (2Coríntios 2:17)

            Deus abençoe a todos que leram este estudo e que o Espírito Santo tenha conduzido a leitura e o entendimento para compreender que dízimos não são mais obrigatórios.

            “Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno” (2Pedro 3:18)

          • cezarr7 .Muito bem colocada,a sua informação para milhões de pessoa no mundo que falam de DEUS E NÃO SABEM NEM MESMO QUEM É ESTE DEUS QUE FALAM,MUITO MENOS O QUE FALOU E POR QUE FALOU,são pessoas vazias de DEUS,são como folhas secas ao vento não tem direção,vai para onde o vento tocar,nos momentos de descanso jogam pedras na lua certos que irão acertar,reclama de tudo,discordam de tudo, porque falamos daquilo que o nosso coração esta cheio,mas não procuram uma fonte fidedigna para alicerçar seus pensamentos, opiniões e atitudes querem apenas colocar para fora aquilo que tanto lhe maltrata pensando que desta forma terão alivio,não procura o livro dos sábios que e a palavra de DEUS escrita para nós,falam daquilo que o coração esta cheio,ódio,rancor,mentira e outras coisas mais,tudo isso por falta de conhecimento mas eles um dia ainda vão LER Mateus 6:19 ao 24, então deixara de ver em sua vidas apenas dinheiro e ilegalidades,e começarão a ter os vossos corações confortados em JESUS CRISTO O NOSSO SALVADOS até lá então………………………

          • Muito bem Antônio Henrique! Fala isto pro bispo Macedo! Ele é o pastor mais rico do mundo! Cita Mat. 6:19 pra ele, talvez ele te escute e pare de roubar e enganar os outros. Uma mula apoiando um cavalo!

          • Cesar r7, Em Hebreus 7:12 diz: Pois, mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz, também mudança da Lei.(l TM 1:8,9) diz: Sabemos, porém, que a lei é boa, se alguém dela usar legitimamente, reconhecendo que a lei não é feita para os justos, mas para os transgressores….quem são os transgressores? Não são aqueles que guardam apenas aquilo que lhes interessa? (Gl 3:10).O dízimo de Abraão n pode servir de parâmetro para ninguém! Abraão n deu dízimo do que era seu e sim, do despojo de guerra, e uma vez só! No meu tópico anterior eu fiz uma pergunta sobre o livro de Malaquias, você prestou atenção? Ninguém pode roubar ou sonega aquilo que n é obrigado por lei a pagar ou devolver. A oferta é uma contribuição voluntária! Então, pra quem foi dirigido a palavra de Malaquias 3:8 e 10? Quem estava roubando o templo? Se até agora você n descobriu, eu vou refrescar a sua memoria, eram os sacerdotes! Eram eles que estavam roubando! Assim, como os de hoje! Essa tua humildade, aos olhos das escrituras é fingida! Simplesmente, vocês todos que se respaldam na velha aliança, rejeitam a cruz de Cristo. Todo escrito de dívida que era contra nós nas suas ordenanças, foi riscado por ele!(Closs. 2:14). A atitude de você caracteriza insubordinação. Capite!

          • O sergio leia a biblia direito para depois querer discuti-la.

            Com maldição sois amaldiçoados, porque a mim me roubais, vos a nação toda.

            DEUS não esta dizendo que os sacerdotes roubava ele.
            DEUS ESTA DIZENDO QUE A NAÇÃO TODA O ROUBAVA.

            E ainda que fosse os sacerdotes, fica pior ainda para os que se dizem cristão. POIS PEDRO DISSE: VOS SOIS RAÇA ELEITA SACERDÓCIO REAL.

            Que qualidade de cristão você é meu filho?
            você se diz cristão e não tem coragem de doar 10% de sua renda para o crescimento do evangelho?

            Se você não tem coragem de doar nem 10% e por que você nunca conheceu realmente o amor de DEUS.
            QUEM REALMENTE CONHECEU O AMOR DE DEUS, Não esta disposto a dar apenas 10%, ele dá a vida, ele da tudo se preciso for ele sacrifica tudo o que tem.
            COMO FEZ ZAQUEL, Barnabé, pedro, e outros tantos.

            VOU LHE DIZER UMA COISA.
            Abraão teria vergonha de vocês.
            Davi teria vergonha de vocês.
            VOCÊS ACHAM QUE PESSOAS COMO VOCÊS VÃO SE ASSENTAR NA MESA COM ABRAÃO ISAQUE E JACO COMO DISSE JESUS?

            Jamais, pode ter certeza jamais.
            VOCÊS SÃO UMA VERGONHA
            Quando dizem que amam A JESUS.
            O DIABO E OS DEMÔNIOS RIEM DA CARA DE VOCÊS.

            O tal stardust.
            JA NÃO ENCONTRA LUGAR PARA ARREPENDIMENTOS.
            Ja é uma fruta podre destinada ao inferno.
            CUIDADO PARA VOCÊ NÃO TRILHAR O MESMO CAMINHO.

          • Cesar, eu te fiz uma pergunta e você n respondeu. Pode alguém roubar uma coisa que n tem obrigação de dar? A oferta é uma contribuição voluntaria! Mas eu vou arejar a tua mente, se isso for possível. Quando eu digo que essa palavra era destinada aos sacerdotes, eu tenho como provar. Como eu sei que vc não vai ler eu vou escrever aqui. (Num 18:26,,28) Também falarás aos levitas e lhes dirás: Quando dos filhos de Israel receberdes os dízimos, que deles vos tenho dado por herança, então, desses dízimos fareis ao senhor uma oferta alçada; o dízimo dos dízimos.(28) Assim fareis ao senhor uma oferta alçada de todos os vossos dízimos, que receberdes dos filhos de Israel, e desses dízimos dareis a oferta alçada do Senhor a Arão, o sacerdote. Como vc pode ver; a oferta alçada era o dízimo dos dízimos, que os sacerdotes tinham que dar ao sumo sacerdote Arão, por ordem do Senhor; porém, eles, não repassavam essa parte como YHWH havia lhes ordenado. Por isso, em Malaquias o Senhor os acusou de roubar as ofertas alçadas. Poderia o povo está roubando a oferta alçada, uma vez que ela era o dízimo dos dízimos? Acaso o povão tinha acesso a isso? Só na tua cabeça e de outros insensatos. Se existe alguém maldito aqui, esse alguém são aqueles que se justificam pela lei.(GL 3:10) Pois, tds quantos são das obras da lei estão debaixo de maldição…..(19) Logo, para que é a lei? Foi acrescentada por causa das transgressões, até que viesse o descendente a quem a promessa tinha sido feita, e foi ordenada por meio de anjos, pela mão de um mediador. Paulo afirma: Eu pela lei morri para a lei, a fim de viver para Deus.(Gl 2:19,21) Não faço nulo a graça de Deus; porque , se a justiça vem mediante a lei segue-se que cristo morreu em vão. Essa humildade de vocês é uma humildade fingida. Vocês nunca foram de Cristo! Qualquer pessoa que rejeita a graça de Deus( e vocês n só rejeitam como odeiam) não tem parte com ele.(Heb.10:28-32). Existem muitos falsos cristos por aí a fora; certamente um desses é o Cristo de vocês desse sistema evangélico corrupto. O teu problema , é que vc só ler a Bíblia( e ainda assim n atenta para a verdade do único evangelho do Cristão, lCor.3:9-12 e Ef.2:20).Pesquise a história e veja, que os cristãos dos três primeiros séculos não davam dízimo; sabiam que o dízimo, assim como toda lei, morreu na cruz com Cristo. O dízimo veio ser cobrado depois que a igreja passou a se chamar Católica, uma mistura de cristianismo com paganismo. Veja o concilio de Niceia na explanação do professor de História Leandro Vilela. Pare de ser recalcitrante! Tu n está lutando contra mim e sim contra o Espirito do Eterno. você está pisando o sangue da aliança e isto vai acabar mal! A partir de hoje veja o que vai acontecer na tua vida!

        • Sérgio marcio

          Não estranhe esses caras defendendo a iurd, suas heresias e dízimos… afinal, são pastores e é claro que tem interesse em que o povo não descubra a verdade. A ascenção deles na empresa da fé depende das metas financeiras que eles tem de cumprir todos os meses.

          E os sete deles que mais arrecadam na fogueira “santa” ganham viagem para israel!

          Empresa boa essa. Deixa seus funcionários sempre motivados…

          • Stardust,

            Se você cumprir a meta estabelecida por Cristo, no caso a evangelização verdadeira, você iria em viagem eterna para o melhor lugar o céu, mas como você somente mente, viagem eterna para o inferno.

            Tem tempo ainda de se arrepender, ói, ói o trem, pois pode passar a qualquer hora e nós estamos sempre na estação para o embarque final, Raul Seixas já dizia, entretanto você fica como incrédulo e preocupado com dez centavos que vai pruma igreja, quando trilhões vão para o mundo da desgraça.

  2. Acho que pior do que cobrar o dízimo, é dizer que, quem não dar ou pagar perderá a salvação. Eu ouvir isso quando eu congregava na IMPD, do RR Soares; do bispo Macedo e do Silas Malafaia. Diz o Salmo 49:7 – 9 e Efésio 2:8,9 o seguinte:Nenhum deles , de modo algum, pode remir a seu irmão, nem por ele dar um resgate a Deus (pois, a redenção da sua vida é caríssima, de sorte que os seus recursos não dariam), para que continuassem a viver para sempre e não visse a cova.(EF.2,8,9)..porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus, não vem de obras, para que ninguém se glorie. Pode, esses homens serem chamados de ministros de Deus? É muito difícil de acreditar!

    • sérgio marcio

      Eles dizem que quem não dá dízimo perde a salvação porque querem implantar o terror nos que não dão dízimo… no novo testamento não há sequer uma referencia que comprove que quem não dá dízimo perde a salvação. É puro terrorismo psicológico mesmo.

      E todos esses que vc citou que ensinam essa heresia, aterrorizando os que não querem dizimar, “por coincidencia” estão listados como os mais ricos da revista forbes.

      • Não sabia que 10% de nosso salário nos remirar de nossos pecados.

        Eles não se contenta somente com dízimos.
        Inventam um monte de coisas pra arrancar dinheiros dos fieis. sal grosso, arruda, meias, água do Jordão, colher de pedreiro ungida,fogueira santa, etc, etc, etc e mais um monte de etc.

        • Edson souza

          ao contrário do que muitos pensam, essa capitalização do evangelho não é coisa nova não… já nos tempos apostólicos havia gente fazendo igual:

          ” Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus…” (
          II Coríntios 2:17a)

          • Não de maneira nenhuma 10% de sua renda jamais vai te remir dos seus pecados.
            O que nos lava de todos os pecados é o sangue de JESUS.
            PORÉM ELE FOI CLARO ,
            Vá e não peques mais para que não te suceda coisa pior.

            Se a pessoa conscientemente, rouba de DEUS.
            então coisas piores vão acontecer com ela.
            MAIOR VERDADE DISSO E QUE vemos pessoas evangélicas vivendo pior do que quando entraram na igreja.

          • Veja só como os pró-dízimos arranjam versículos fora de contexto pra tentar fundamentar a heresia do dízimo:

            “PORÉM ELE FOI CLARO , Vá e não peques mais para que não te suceda coisa pior.”

            Sim, Jesus disse isso, mas aonde Ele estava se referindo ao dízimo? aonde que não dar dízimo é pecado???

            Somente os israelitas tinham o mandamento de dizimar… mostra na bíblia alguém que não fosse de israel dando dízimo…

            E outra… na lei de moisés, que ordenava o dízimo, somente se dizimava de alimentos, a saber das colheitas e animais.

            Eu não dou dízimo há um bom tempo e nunca tive problemas com o “devorador”, até pq, o devorador na verdade são os lideres que querem devorar nossos bens.

            “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos DEVORADORES” (mateus 7:15)

          • JESUS disse : vá e não peques mais para que não te suceda coisa pior.
            JESUS não disse o tipo de pecado,
            ELE simplesmente disse: NÃO PEQUES MAIS.
            Isso inclui todo tipo de pecado, principalmente o de roubar a DEUS.

            MAS VOCÊ NÃO TEM PROBLEMA MESMO COM O DEVORADOR, E NEM COM DEMÔNIO NENHUM.
            Pois você é bastardo.
            e BASTARDO NÃO ENTRA EM CORREÇÃO POR DEUS.
            Pois DEUS não corrige bastardo.
            ELE CORRIGE A FILHOS.

            E não é só no dizimos que você toca ou não é só esse pecado que você comete, a poucos dias vimos uma pessoa da qual você trocou e mais confidenciais, e ele descobriu barbaridades suas das quais você não teve coragem de desmenti-lo.
            E NEM isso lhe trouxe prejuízo espiritual, POIS COMO DISSE:
            VOCÊ É BASTARDO.
            E DEUS NÃO CORRIGE BASTARDO.

          • arrebentar

            A pessoa descobriu “barbaridades” mesmo…

            ” Eu tenho 2 bilhões, uma emissora que foi adquirida com dinheiro dos fiéis, mas que compete com a globo por vingança e inveja, persegue outros ministérios por ve-los como concorrentes, falei que o primeiro milagre de Cristo foi injusto e não beneficiou ninguém e bebo cerveja e ninguém tem nada com isso. ou dá ou desce.

            E sem falar da minha autobiografia, para minha honra e glória e colocando milhares de incautos em filas para compra-la, mesmo que a imensa maioria sequer tenha lido a bíblia.”

          • Contraditório dizer, que o 10% não salva, que é o sangue de Cristo que nos remiu… que a ordem foi, “vá e não peques mais”… ENTÃO PQ PECAM AINDA? Dizendo que a pessoa não dizimista rouba a Deus, rsrsrrs…. Tal afirmação se fosse analisada a luz da lei brasileira, caracterizaria a figura jurídica conhecida como “calúnia”, e, entraria para o rol dos crimes impossíveis, o caluniador poderia responder por crime de “denunciação caluniosa”, por tratar-se de uma acusação falsa e sem tipicidade jurídica.
            Os papa dízimos diriam, nossa Lei é a Bíblia, e aos berros citariam o famoso Ml. 3:10, descontextualizado, para tentarem validar sua prática abusiva e desonesta. Os tais, (II Cor. 11:13), quando desmascarados, com os muitos textos da Palavra que ensinam o contrário, e nos dizem que vivemos em uma nova aliança, na qual, a orientação agora é o que esta em II Cor. 8:9, texto este que ratifica o entendimento que temos sobre as finanças.
            Certo é, que não encontramos fundamentação neotestamentaria para o recolhimento de dízimos, ainda sim, mercenários bradam Mt 23:23, Hb. 7:8, numa interpretação totalmente distorcida de seu contexto, para em desespero tentar convencer seus seguidores de que, caso não entreguem seus dízimos, estão roubando a Deus, quando na verdade, os ladrões são eles próprios, mercenários da fé, avarentos, que tiveram suas condutas descritas na Bíblia em II Pd. 2:3 – “E por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas; sobre os quais já de largo tempo não será tardia a sentença, e a sua perdição não dormita”.

          • O soldadinho de chumbo.
            você não da conta nem do seu trabalho direito, e quer discutir da bíblia?
            MATAR.
            ROUBAR.
            TRAIR

            São coisas que não são aceitas em nenhuma sociedade.
            ROUBAR É algo que não é aceito em nenhuma sociedade.
            E DEUS DISSE: EU O SENHOR ODEIO A INIQUIDADE DO ROUBO.

            Os dízimos são algo de DEUS.
            não é dos homens.

            FOI DEUS QUEM DISSE:
            PORQUE A MIM ME ROUBAIS.
            não foi o profeta, e nem levitas.

            MAS FOI DEUS QUEM DISSE:
            MINHA É A PRATA E MEU É O OURO.

            Então o soldadinho de chumbo;
            cuida do seu serviço.
            porque desviado não tem moral para discutir as coisas daquele que ele se afastou.
            se converta.

          • Deus disse isso aos israelitas, esses sim com o mandamento de dizimar. Veja se no novo testamento tem alguma menção sequer de que se não der o dízimo vc está roubando a Deus…

            Sempre que precisa provar que dízimo é pra nós, vcs correm para o velho testamento, pois sabem que o novo não tem sequer uma unica menção de que cristãos devem dizimar.

            cristãos seguem o novo testamento, a nova aliança!

          • O diabo também citou a Palavra (Lc 4) de forma distorcida, omitindo parte do texto para tentar Jesus, e o hoje seus adeptos ainda o imitam, DISTORCENDO as Escrituras para atenderem seus objetivos gananciosos de lucrarem vendendo a Palavra de Deus. Pedro nos alertou que eles, os fraudadores, “por avareza farão de vós negócio com palavras fingidas”, (II Pd 2:3).
            Então eles usam o texto de Malaquias 3:9-12, DISTORCENDO-O, de maneira que seja adequado aos seus interesses. (NEGÓCIOS).
            O texto deveria ser entendido assim;
            “Com maldição sois amaldiçoados, (JUDEUS) porque a mim me roubais, sim, toda esta nação. (ISRAEL).
            Trazei todos os dízimos à casa do tesouro, (LOCAL APROPRIADO NA ÉPOCA ANEXO AO TEMPLO) para que haja mantimento na minha casa, (TEMPLO) e depois fazei prova de mim nisto, diz o Senhor dos Exércitos, se eu não vos abrir as janelas do céu, e não derramar (CHUVAS) sobre vós uma bênção (PRODUÇÃO ABUNDANTE EM SUAS PLANTAÇÕES) tal até que não haja lugar suficiente para a recolherdes.
            E por causa de vós repreenderei o devorador, (ESPÉCIE DE GAFANHOTO) e ele não destruirá os frutos (PLANTAS) da vossa terra; e a vossa vide no campo não será estéril, diz o Senhor dos Exércitos.
            E todas as nações (DEMAIS POVOS) vos chamarão bem-aventurados; porque vós (ISRAEL) sereis uma terra deleitosa, diz o Senhor dos Exércitos”.
            Dito isso, é bom lembrar que Paulo se referiu a eles, os ENGANADORES, em II Cor. 11:13 – “Porque tais falsos apóstolos (pastores, bispos) são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo”.
            O triste é ouvir, quando dizem aos seus seguidores, para entregarem seus dízimos à Casa do Senhor, coisa impossível, pois a Casa do Tesouro ficava em Jerusalém e hoje já não existe, mas eles descaradamente querem dar a entender que suas seitas são substitutas, da Casa do Senhor, rsrsrs…
            Têm que ser muito idiota e totalmente desprovido de conhecimento bíblico, para aceitar a ideia de que sujeitos como MAMONCEDO, MALANDROFAIA, RR, VALDEMIRO e assemelhados, sejam homens de Deus, e que suas seitas sejam Casa de Deus.
            Alguns que defendem esses enganadores aqui no site, são capachos, que incompetentes que são, para sobreviverem de trabalho honesto, se sujeitam ao papel ridículo de bobos da corte, e vão sobrevivendo de migalhas que caem da mesa dos lobos chefes.

        • Sérgio Márcio,

          Não seja irmão na fé e nem de opinião de Wanderlei Santana. Ele, coitado, pouco sabe, pouco compreende daquilo que o ladeia, a rudeza e a precipitação são o forte dele, pois não medita e nem pede a Deus sabedoria.

          Na igreja de Cristo tinta de tudo, iguazinha as de hoje, pois seres humanos também.

          Teve pai e discípulos que vieram pedir a Cristo pra assentar seus pimpolhos em lugar de destaque;

          Teve discípulo incrédulo, Tomé;

          Teve discípulo que criticou Cristo, o seu mestre;

          Teve discípulo que roubou os dízimos/trízimos e os 100% doados ao grupo, Judas

          Teve discípulo que achou que Cristo veio estabelecer um reinado terreno, afinal Ele entrou como rei em Jerusalém, daí seu discípulo ter vendido a identificação Dele, Judas.

          Teve discípulo que usou a espada para matar, Pedro;

          Teve discípulo que era o seguidor máximo, o defensor de Cristo,mas ficou quieto e calado a ponto de fugir quando descobriram que também era um dos que fazia parte do grupo que enxotou os comerciantes do templo, Pedro;

          Teve discípulos que venderam a ideia de que Cristo logo voltariam, portanto que vendessem o patrimônio e dessem à igreja, de preferência.

          Tiveram discípulos que ficaram com ciúmes da evangelização e progresso de Paulo junto aos gentios;

          Tiveram discípulos discípulos que tentaram afastar as crianças de Cristo, afastar doentes também;

          Tiveram discípulos que roubaram os pomares e roçados alheios face a fome;

          Tinha de tudo, repito. Assim é igualzinha as de hoje, prova disso são as cartas de Paulo, depois as admoestações ás sete igrejas citadas por João no livro de Apocalipse.

          A única coisa que não teve foi uma igreja como a católica, pois se dizendo cristão fez o que fez, bem assim ainda faz, portanto a que mais precisa de oração, de críticas, tudo visando a ela se ajeitar, afinal Lutero não a criticou por criticar, havia motivos, motivos estes ratificados pelo tempo.

          • Realmente tinha alguns discípulos equivocados no tempo que Cristo andou por aqui, mas nenhum era louco, talvez o traidor.
            Já hoje dificilmente encontramos discípulos verdadeiros, entretanto, encontramos falsos obreiros (pastorecos), em abundância, os quais, avarentos que são não abrem mão do dízimo, prática veterotestamentária exclusiva da nação Israelita.
            Mas voltando aos loucos, os de hoje, facilmente identificados pelas suas práticas antibíblicas, e, muito dados a REVOLTA contra Deus, ao ponto de criarem heresias, tipo; fogueira santa, sessão descarrego, corredor de sal grosso, passe de luz, lenços suados, mas ungidos, rsrsrs… e outras maluquices, agora o ápice da loucura vemos quando encontramos, um maluco beleza (fã de Raul), rsrsr… dizendo ser um deus, e ensinando a orar pelos mortos, questionando os escritos de Paulo a quem chama de fariseu radical, preocupado com a ação contemplativa e inerte de Deus em relação ao sexo homo dos animais e sua radicalidade condenatória ao ser humano homossexual.
            O maluco, deus LEVI, também delira quanto ao assunto, mulheres de Abel e Caim, genealogia de Cristo, etc, ou seja, o cara é doido mesmo, e comedor de dízimo como é, às vezes apoia as falcatruas iurdianas, e até diz ser a IURD uma igreja, rsrsrrs…. Esperar o que de uma mente conturbada dessas, para sorte dele, “As misericórdias do Senhor são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim”; (Lamentações 3:22), não fosse isso LEVI, sei não!
            Ainda há tempo LEVI, acorde, toma aquele remédio (gardenal) direitinho, quem sabe, faça efeito, e você delire menos.

          • Wanderley.

            Não lê a bíblia e nem ouve o que Cristo pregou.

            Tá bom, sou doido.

            Aí me vem à cabeça a palavra de Cristo dizendo que até mesmo os loucos encontrariam esse caminho, portanto estou salvo, Já você, homem letrado, veja o que Paulo escreve: as muitas ciências entorpecem, desligam o homem de Deus, deixa-o soberbo, o se achar o máximo.

            Bom, pergunto, você é louco igual a mim ou intelectual?

            Vou logo lembrar a você o que a bíblia fala quanto a Deus não aceitar mornos, ou seja, o que é mais ou menos intelectual e louco.

            Tem mais, Deus não aceita os que se acomodam, os que não estudam, os que não buscam a verdade, os que não buscam o espírito e sentido do escrito, das normas e da história. Os que caluniam, os que denigrem os outros.

          • LEVI, vc usa o texto de Isaías Cap. 35, para tentar justificar sua loucura, mas não esqueça que a passagem usa de tipologia para descrever o período do milênio, o papo é outro, nem vou perder tempo te explicando, vc é limitado e não entenderia.
            No seu caso LEVI, o texto mais apropriado é esse; “E, até quando o tolo vai pelo caminho, falta-lhe o seu entendimento e diz a todos que é tolo”. (Eclesiastes 10:3).
            LEVI, eu não sou nem meio louco, nem meio intelectual, sou apenas um cristão que estuda a Bíblia e não delira achando que é um “deus”, como é o seu caso.
            Ainda quanto a intelectualidade, modestamente falando, num comparativo, comigo de um lado e do outro, você, o cesarr171, o lulalelé, o clamando, existe uma distância abissal, basta comparar nossos textos aqui publicados, vocês teriam que estudar muito para diminuir essa distância. rsrsrrsrs …

          • Já imaginou se eu fosse bem letrado? Daria uma aula a você, pois iletrado que sou, não perco uma.

            Agora eu sei o que é acontecia com os discípulos sentiam quando conversavam com os letrados, os intelectuais, é bom, pois a sensação é de uma formiga botando um elefante no bolso, isso é que dá seguir o evangelho, um analfa matando a pau um fariseu, o doutor nas leis.

            Quanto a perda de tempo que sou louco, devo dizer que a pior coisa que existe é ensinar caminho certo a doido, deitar conversa com surdo, pedir satisfação verbal e silêncio a mudo, exigir sensibilidade a quem não tem tato, sugerir a cego óculos de sombra pra evitar ser ofuscado pela luz solar.

            Mas de tudo isso, o pior mesmo é como a bíblia delineia, que não é, mas se julga ser.

          • Já imaginou se eu fosse bem letrado? Daria aulas seguidas a você, pois sendo iletrado, não perco um embate.

            Agora eu sei o que acontecia com os discípulos, o que sentiam quando conversavam com os letrados e os intelectuais. É bom por demais, meu caro, pois a sensação é a mesma de vê uma formiguinha botando um elefante e um pavão no bolso, é nisso que dá seguir o evangelho, pois um analfabeto igual a mim, matando a pau um fariseu, o doutor nas leis.

            Quanto a perda de tempo que sou louco, devo dizer que a pior coisa que existe é ensinar caminho certo a doido, deitar conversa com surdo, pedir satisfação verbal e silêncio a mudo, exigir sensibilidade a quem não tem tato, sugerir a cego óculos de sombra pra evitar ser ofuscado pela luz solar.

            Mas de tudo isso, o pior mesmo é como a bíblia delineia: o que não é, mas se julga ser.

            Aprenda a juntar as letras do alfabeto, pelo menos as vogais, aí eu ensino o balbuciar, por enquanto, não passa de homem das cavernas que se julga ser algo quando em verdade não é.

          • O pior é que um louco como vc, que se acha um deus, vem dizer que eu é que me acho, rsrs… é muita loucura mesmo. Eu, ao contrário de vc, “deus LEVI”, não sou ninguém, sou um pobre pecador consciente das minhas limitações, mas não é por ser limitado, que me recuso a ser um deus como vc, é apenas por conhecer a Bíblia que diz;
            “Como, pois, seria justo o homem para com Deus, e como seria puro aquele que nasce de mulher?
            Eis que até a lua não resplandece, e as estrelas não são puras aos seus olhos.
            E quanto menos o homem, que é um verme, e o filho do homem, que é um vermezinho!” (Jó. 25: 4 a 6).
            E agora LEVI! que dilema, não sei quem sou, um deus ou um VERME, rsrsrsrs… Mas agora que o Marcos Oliveira me alertou, eu entendi vc, Oh! deus Mórmon, rsrsrrsrs… só podia.

        • Você disse ser humilde e verme, então é um “deusinho verme”, o que se arrasta, nada, dar braçadas e faz uso das e nas fezes, ou seja, cada um é o que quer. Dá pena, e como quer ser verme, então é limitado mesmo.

          Eu não disse que sou puro, em verdade sou um deus pecador, aí você, sem noção alguma, apresenta versículo falando pureza.

          • O LEVI tagarela, deus pecador, rsrsrs…que tenta se passar por evangélico, mas é um Mórmon maluco. Quem comparou o homem a verme não fui eu, e sim, o escritor do texto Sagrado, mas como sua Bíblia só tem validade se aprovada pelo Moroni, aí fica difícil, kkkkk… Levi vc não passa de um lunático que acredita ser um deus… E se isso fosse possível, vc seria um deusinho bem mequetrefe e semianalfabeto. Mas como ser um deus não é possível, então só sobrou a outra parte. rsrsrsrs…

          • Wamderley,

            Tem problema não.

            Eu sou merquetrefe, mas humano; enquanto você, quer ser verme, então, fazer o que? É verme

            Agora estar discutindo o que o escritor disse sobre verme?

            Meu caro, vc acredita ou não acredita no que escrevem na bíblia?

            Eu disse que era força de expressão e para algunhas figurinhas, vc é que deu a entender que se tratava de uma generelaização contra a humanidade como um todo, daí se incluir como verme,diferente de mim, que desde o o princípio reagi, não sou verme. Sou a obra prima da criação de Deus, e Ele quer eu como filho, e do que sei filho adotivo é filho. A não ser que você queira ser discriminador de filho adotivo.

          • LEVI! Você é filho sim, e olha que no teu caso não é nem por adoção, você é legitimo, mas teu pai é outro, rsrsrs.. àquele de João 8:44, e como bom mórmon que vc é, vai ter um lugarzinho especial pra vc junto ao moroni, bem quentinho. rsrsrs…

          • Há quer dizer que o diabo tem poder pra ter filhos, no caso um deles sou eu, mas Deus, o Jeová, não? Concluo dessa sua base científica que Deus é menor que o diabo, pois este possui vários filhos legítimos, já Deus, um morto nas calças, parabéns por esplêndidas ilações.

            Quanto aos mórmons, se verdade ou mentira, ouvi certa feita que se tratava de um grupo de pessoas que se juntaram para combater de modo silencioso as tiranias religiosas, políticas e familiares, principalmente a católica, coisa que precisa ser feita hoje com a muçulmana. Não sou um deles, mas possuem mais lugares reservados nos céus para gente igual a essas(pacificadores) que pra você eu, tagarelas de meia tigela.

          • Caramba, confundi maçom com mórmon.

            Não entendi essa história de mórmon, meu caro, exceto que dezem possuir o direito a várias esposas, bem assim que que existe um guerreiro para cada planeta habitado…, coisas do gênero. Gostaria de fazer uma defesa, mas desde que você seja explícito nas suas “acusações”.

          • LEVI! Olha o que Jesus disse para alguns que se achavam superiores, por ser descendência de Abraão, e que afirmavam, assim como você, serem filhos de Deus;
            – Vós fazeis as obras de vosso pai. Disseram-lhe, pois: Nós não somos nascidos de fornicação; temos um Pai, que é Deus.
            Disse-lhes, pois, Jesus: Se Deus fosse o vosso Pai, certamente me amaríeis, pois que eu saí, e vim de Deus; não vim de mim mesmo, mas ele me enviou.
            Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra. (É O SEU CASO LEVI)
            VÓS TENDES POR PAI AO DIABO, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. “Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira”. – (João 8:41-44).
            Então LEVI, foi JESUS quem disse que o vosso pai é o diabo, vai reclamar para Ele, alegue para Ele que vc é um deus, rsrrs… Creio que Ele vai dizer a você; “Por que não entendeis a minha linguagem? Por não poderdes ouvir a minha palavra”. Por isso interpreta erroneamente os textos em que comparei o homem a um deus, em razão do cargo que exerciam. Jesus ainda diria a vc, deixe de ser cabeça dura, pois vc tem sido ensinado lá G+, reconheça que vc é um analfabeto funcional e por isso não consegue interpretar corretamente a minha Palavra. rsrs…
            Como Jesus é longânimo falaria tudo isso a vc de forma amorosa, rsrsrrs…
            Mas eu como sou mais linha dura não teria tanta paciência, e logo te diria, LEVI vc é um “Zé ruela”, que pensa ser um deus, mas louco que é, distorce a Palavra de Deus e ainda quer reclamar quando informado sobre sua paternidade, rsrsrs…
            Sim LEVI! Você é um filho do diabo, é o que diz a Palavra, leia de novo João 8:41 a 44, se depois ainda estiver em dúvida, só fazendo um exame de DNA, mas esse vai ficar para depois, quando vc chegar lá no inferno, aí vc pede ao seu pai. Kkkkkkkk….

          • Wanderlei,

            Cristo, do contrário ao que você afirma, em verdade chamou a atenção de gente igual a você, que se diziam filhos de Deus mas não admitia que Cristo também dissesse. Ou seja, a hipocrisia no mesmo modo da sua.

            Aprenda a interpretar os textos, lê até criança de 04 anos já está sabendo hoje em dia.

  3. Vejo que aqui os internautas, tem uma certa preferencia por agredir aos irmãos que pela fé dizimam em suas igrejas e a mantelas, certamente também são contra os templos e seus pastores.

  4. MAS AI EU PERGUNTO.
    Será que os apóstolos de cristo, reconheceriam o SR Yoars.
    Como um evangelista? ou apostolo?

    E PORQUE ESSA PERGUNTA TÃO TOLA?
    Os apóstolos de Jesus reconheceriam a igreja atual como representante do Evangelho?

    A IGREJA É DE JESUS OU DOS APÓSTOLOS?
    esses coitados se acham santos de mais, aponto de eles mesmo julgar a vida das centenas de pessoas.

    O PRÓPRIO APOSTOLO PAULO NÃO ERA POR MUITOS RECONHECIDO COMO APOSTOLO.
    Se eu não sou apóstolo para os outros, ao menos o sou para vós; porque vós sois o selo do meu apostolado no Senhor.
    Esta é minha defesa para com os que me condenam.
    Não temos nós direito de comer e beber?
    Não temos nós direito de levar conosco uma esposa crente, como também os demais apóstolos, e os irmãos do Senhor, e Cefas?
    Ou só eu e Barnabé não temos direito de deixar de trabalhar?
    Quem jamais milita à sua própria custa? Quem planta a vinha e não come do seu fruto? Ou quem apascenta o gado e não se alimenta do leite do gado?

    ORA SE O PRÓPRIO apostolo paulo com toda sua disposição, e milagres que eram feito atraves dele não era reconhecido pelos outros.

    O PROBLEMA E QUE PESSOAS como esse sr Yoars
    estão em busca de reconhecimento dos homens, e não de DEUS.

  5. Na igreja de Cristo já havia ladrão, Judas.

    Os discípulos sugeriram aos cristãos vender e doar para igreja, tendo os cristão ficado pobre de tal modo que recorriam financeiramente às igrejas criadas por Paulo.

    Cristo não ofendeu líder religioso nenhum, falou de forma hipotética e indistinta, sem nominar ninguém, portanto é mentiroso esse jornalista, afinal que agiu dando nome a boi, foi o primo Dele, João Batista.

    Cristo não ofendeu aos mega doadores, recebia dinheiro deles, basta vê que recebia dinheiro de mulheres ricas casadas com importantes funcionários do império.

    Não eliminou ninguém, apenas não perdeu tempo, pois tinha que agir, tinha que progredir, avançar, pois não tem coisa pior a professor as interpelações de alunos com déficit no aprendizado, quando tem que apresentar resultado.

    Do contrário, os evangélicos estão cada vez mais grosseiros achando que é isso que Deus quer deles, pois tem entrado nas igrejas católicas para destruir imagens, em terreiros de candoblé, discussão boba se podem os gays se casar.

    Quanto a igreja grande em época de sofrimento, isso que ele queira pra si, não para os outros, pois os discípulos quando viram a coisa pegar fogo, mais que depressa se esconderam, aliás Cristo também tinha se escondido ao dizer que não dessem testemunho de seus milagres sobre eles.

    O coitado do jornalista não sabe nada da bíblia, mas até aí tudo bem, o ruim mesmo é muitos daqui que si autointitulam de Cristãos aceitar uma balela sem pé e sem cabeça.

    Idiotice tem limites.

  6. Stardust! A mente dessas pessoas estão cauterizadas! Lavagem cerebral que eles sofreram já é uma pratica comuns nas religiões fundamentalistas. Os gurus, mandam esvaziar a mente primeiro, e depois os reprogramam com os seus conceitos e desejos. Vários cientistas afirmam que a hipnose é muito usada no meio religioso. A IURD é uma dessas apontada pelos cientistas. Os Jesuítas e mulçumanos são os principais.

    • Sergio márcio

      Eu já fui membro da iurd e conforme eu ia me aprofundando no estudo bíblico (coisa que eu fazia por conta própria, visto que lá não se incentiva que se leia a bíblia ) comecei a perceber que muitas interpretações biblicas da organização eram distorcidas e manipuladas.

      Diversas vezes eu mesmo identifiquei táticas de psicologia aplicada… pra forçar o membro a abrir a carteira eles apelam mesmo!

      • O que você está dizendo n é mentira! Eu conheci várias pessoas aqui mesmo em Niterói, aonde eu moro, que essa pratica de mandar colocar a carteira na sacola é comum e já deu até policia; só n foi avante porque muitos policiais trabalham para eles e sempre abafam o caso.

        • por aqui também é comum policiais à paisana fazendo segurança na frente da iurd, no estacionamento… a alegação é que são necessários para evitar roubos, mas fica outra questão…

          Se quem frequenta a iurd dá o dizimo, isso não repreende o “devorador” (ladrão) ? e a própria iurd não dizima do que recebe dos fiéis ? então porque ela mesma precisa de segurança particular? o “devorador”, nesse caso o ladrão não estaria repreendido?

          Essas e muitas outras perguntas continuam sem resposta…

        • mentira stardust você nunca foi membro de nenhuma igreja universal, deixa de ser mentiroso.
          E SE FOI ENTÃO DE AI O ENDEREÇO DE TAL UNIVERSAL.

          Isso é um mentira sua você nunca foi membro de nenhuma universal.

    • Sergio Marcio,
      Eu concordo 100% com vc porque já fui vítima dessa lavagem, mas graças a Deus, hj estou livre, liberta e bastante consciente do que é o evangelho de Jesus.
      Por isso, fico indignada com esse pessoal! Nem todos estão na ala dos enganados, muitos já são os enganadores, estão viciados nessa troca e não sabem outro meio de vida!
      Tb, nesse meio, estão os espertalhões, ateus na alma e na consciência, repetidores de textos bíblicos, e com isso, enganam os demais sem sentir a mínima dor! São consciências cauterizadas!

      • Pura verdade! Antes eu orava tanto por eles, mas agora já n sinto tanta vontade. A única coisa que eu digo para YHWH é: Só o teu conhecimento pode libertas essas pessoas. Eu espero que assim com você e outros mais abriram os olhos a tempo, que aconteça com eles a mesma coisa.

      • Mary,concordo com o seu comentário.Mary,estava sem tempo de entrar no site.Agora estou sentindo falta de Paulo.Tem notícias dele,Mary .Faz falta
        neste site pela competência,inteligência e o jeito de se expressar.Muito gente
        boa,o Paulo.Você também,Mary.

        • Janio,
          O Paulo faz dias que não comenta. Daí o Lulala (pastor da IURD) falou que ele era um ex bispo da IURD! Eu não quis acreditar pq conheci pessoalmente esse cidadão e não via nada de comum entre ele e o Paulo. Mas o AMB, que tb é pastor da Universal desmentiu essa fofoca.
          Se quiser se informar mais entre no tópico do RR Soares, que já está na pag. 2 e leia o que foi falado e depois no tópico dos Gideões pastor Cesino, o desmentido do AMB.
          Tb estava sentindo a sua falta. Já estava quase pegando a bolsa e indo embora, rsrsrs…
          Abraço,
          Mary.

          • Jânio,

            Vá olhar e orar pela tua igreja, meu caro.

            Um papa morre misteriosamente depois de trinta dias no cargo, o segundo sofre uma atentado na praça do vaticano, o terceiro renuncia, o quarto abre o bocão dizendo dos podres católicos, aí você vem dar palpite na casa dos outros?

  7. stardust: Eu a principio quiz acreditar acreditar que a sua expressão seria imparcial a verdade somente a verdade prevaleceria,sim sim não não,mas com o a palavra DE DEUS NÃO É DE MEIAS VERDADES,porque para DEUS não há meias verdades,então deixou a desejar,reconhecemos que há muitos erros praticados em inúmeras igrejas,coisas totalmente fora dos ensinamentos bíblicos,mas se eu for combater com outras também fora da bíblia serei pior ainda porque,o outro pode se dizer inocente,não sabia não fez por maldade e assim por diante,os DÍZIMOS eram praticados em um tempo que não havia transportes como os de hoje,água encanada,eletricidade,aluguel ou compra de local,remédios e tantas outras coisas que não da para realizamos uma troca:por exemplo os seus rendimentos diários, semanais ou anuais, você recebe em troca de mantimentos o que você recebe então,daquilo que é a sua renda leve para pagar,a receita federal,as companhias de água,luz,telefone o transporte e tantos outros mais, e justifique que o seu rendimento é este,caso contrário,não sejamos igual Judas que perdeu a salvação por um punhado de moedas,importa fazermos para que a casa do SENHOR tenha o mantimento, e com falhas muitos possam ouvir a palavra de DEUS e fazer conforme as suas vontades,se os administradores usam de ma fé,eles não responderão a mim mas aquele que mim ordenou leia Mateus 6:1 ao 4 Romanos 13:7 Lucas 21:1 ao 3 releia com bastante atenção Mateus 23:23 e lhe que lei com mais atenção ainda Romanos 3: 1 ao 31 certo que todas as vezes que a vossa boca se abrir para falar,já terá pensado anteriormente.

    • Antonio Henrique

      Vamos reproduzir tudo o que vc recomendou:

      mateus 6:1-4
      “Guardai-vos de exercer a vossa justiça diante dos homens, com o fim de serdes vistos por eles; doutra sorte, não tereis galardão junto de vosso Pai celeste.Quando, pois, deres esmola, não toques trombeta diante de ti, como fazem os hipócritas, nas sinagogas e nas ruas, para serem glorificados pelos homens. Em verdade vos digo que eles já receberam a recompensa.Tu, porém, ao dares a esmola, ignore a tua mão esquerda o que faz a tua mão direita;para que a tua esmola fique em secreto; e teu Pai, que vê em secreto, te recompensará.”

      Romanos 13:7
      “Pagai a todos o que lhes é devido: a quem tributo, tributo; a quem imposto, imposto; a quem respeito, respeito; a quem honra, honra”

      lucas 21:1-3
      Estando Jesus a observar, viu os ricos lançarem suas ofertas no gazofilácio.Viu também certa viúva pobre lançar ali duas pequenas moedas;e disse: Verdadeiramente, vos digo que esta viúva pobre deu mais do que todos.

      Mateus 23:23
      Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho e tendes negligenciado os preceitos mais importantes da Lei: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas!

      romanos 3:1-31
      Qual é, pois, a vantagem do judeu? Ou qual a utilidade da circuncisão?Muita, sob todos os aspectos. Principalmente porque aos judeus foram confiados os oráculos de Deus.E daí? Se alguns não creram, a incredulidade deles virá desfazer a fidelidade de Deus?De maneira nenhuma! Seja Deus verdadeiro, e mentiroso, todo homem, segundo está escrito: Para seres justificado nas tuas palavras e venhas a vencer quando fores julgado.Mas, se a nossa injustiça traz a lume a justiça de Deus, que diremos? Porventura, será Deus injusto por aplicar a sua ira? (Falo como homem.)Certo que não. Do contrário, como julgará Deus o mundo?E, se por causa da minha mentira, fica em relevo a verdade de Deus para a sua glória, por que sou eu ainda condenado como pecador?E por que não dizemos, como alguns, caluniosamente, afirmam que o fazemos: Pratiquemos males para que venham bens? A condenação destes é justa.Que se conclui? Temos nós qualquer vantagem? Não, de forma nenhuma; pois já temos demonstrado que todos, tanto judeus como gregos, estão debaixo do pecado;como está escrito: Não há justo, nem um sequer,não há quem entenda, não há quem busque a Deus;todos se extraviaram, à uma se fizeram inúteis; não há quem faça o bem, não há nem um sequer.A garganta deles é sepulcro aberto; com a língua, urdem engano, veneno de víbora está nos seus lábios,a boca, eles a têm cheia de maldição e de amargura;são os seus pés velozes para derramar sangue,nos seus caminhos, há destruição e miséria;desconheceram o caminho da paz.Não há temor de Deus diante de seus olhos.Ora, sabemos que tudo o que a lei diz, aos que vivem na lei o diz para que se cale toda boca, e todo o mundo seja culpável perante Deus,visto que ninguém será justificado diante dele por obras da lei, em razão de que pela lei vem o pleno conhecimento do pecado.Mas agora, sem lei, se manifestou a justiça de Deus testemunhada pela lei e pelos profetas;justiça de Deus mediante a fé em Jesus Cristo, para todos [e sobre todos] os que crêem; porque não há distinção,pois todos pecaram e carecem da glória de Deus,sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus,a quem Deus propôs, no seu sangue, como propiciação, mediante a fé, para manifestar a sua justiça, por ter Deus, na sua tolerância, deixado impunes os pecados anteriormente cometidos;tendo em vista a manifestação da sua justiça no tempo presente, para ele mesmo ser justo e o justificador daquele que tem fé em Jesus.Onde, pois, a jactância? Foi de todo excluída. Por que lei? Das obras? Não; pelo contrário, pela lei da fé.Concluímos, pois, que o homem é justificado pela fé, independentemente das obras da lei.É, porventura, Deus somente dos judeus? Não o é também dos gentios? Sim, também dos gentios,visto que Deus é um só, o qual justificará, por fé, o circunciso e, mediante a fé, o incircunciso.Anulamos, pois, a lei pela fé? Não, de maneira nenhuma! Antes, confirmamos a lei.”

      comentário do stardust: bom, reproduzi todos os textos indicados, e não vemos nenhum caso de mandamento para que cristãos deem dízimo, nem nenhum exemplo de cristão dando dízimo. São apenas textos isolados, que não comprovam nada. Jesus nunca deu ordens para que os seguidores dele sustentassem templos físicos, outra coisa que vc também não mostrou nos seus textos indicados…

      Pra quem me acusa de usar de meias-verdades, vc não tem meditado em mateus 7:3-5.

      • STARDUST: muito oportuno o versículo citado,Mateus 7:3 ao 5,quando não enxergamos pensamos que todos são cegos assim com nós, você vê o erro em tudo e não consegui ver se esta errado a transferindo culpa para os outros,quando conseguires tirar a trave que vós cega,verás a verdade,porque só ela ti libertara leia também o Salmo 1 espero que você não venha fazer parte desta roda.

        • antonio henrique

          o salmo 1 não se aplica a mim, eu não fico em rodas de escarnecedores, nem de qualquer outro tipo… e não sou cego, sequer preciso usar óculos pra descanso de vista.

          Enxergo tão bem que li a bíblia e aprendi as mentiras da religião evangélica. Seu amado dízimo aliás, é a maior delas!

          • E mais uma vez você mesmo acabou confirmando que é um cego espiritual,conforme disseste não usa óculos nem mesmo para descanso,consegui ler mas não consegui entender, se você crer ore ao SENHOR para que ti liberte deste mal e ficara curado,se não crer procure um especialista da área, quem sabe pode dar certo,talvez uma esperança de melhora,porque a cura definitiva só muita fé e obediência ao SENHOR NOSSO DEUS,pense nisto poderá lhe ajudar, só pensar não precisa entender.

          • obedecer à Deus na sua concepção pelo jeito é obedecer homens que se intitulam pastores e exigem dízimos, sacrifícios financeiros e outras formas de tirar dinheiro mais.

            dispenso. Não seguirei um cego.

        • O antonio grande problema do tal stardust.
          é que ele(A) não encontra lugar para arrependimentos.
          isso ai não sabe o que faz, a não ser ficar o dia todo por conta de tentar levar mais alguns a irem para o inferno.
          NÃO HA CORREÇÃO PARA ELE(A) porque DEUS não corrige bastardos.
          a unica coisa que esse ai sabe fazer e levar as pessoas a fazer o mesmo que ele.
          ROUBAR DE DEUS.
          Ele quer roubar a gloria de DEUS, se achando.
          ele(a) ja rouba dízimos e ofertas.
          não frequenta nenhuma igreja, logo não participa da santa ceia, e logo também não foi batizado.
          E TAMBÉM NADA TEM DE CRISTO NESSA PESSOA.

          • como eu posso roubar dízimos e ofertas, se não sou eu que fico com eles? Quem rouba é que usa versículos fora de contexto… e aí vemos lideres religiosos que tomam dízimos na lista dos mais ricos da forbes…

            Bem diferente dos homens de Deus na bíblia, que pregavam o genuino evangelho…

  8. Sergio Marcio: devemos nós alimentar dar palavra de DEUS,pelo que vejo anda se alimentando de coisas sujas imundas, eu lhe recomendo se alimentar do que é limpo, perfeito e decente diante dos olhos de DEUS,em seu café da manhã Salmo 1:BEM-AVENTURADO o homem que não anda segundo o conselho dos ímpios,nem se detém no caminho dos pecadores,nem se assenta na roda dos escarnecedores, até o 6,estou certo que você não faz parte deste grupo concorda comigo,para o seu almoço Romanos 3:1 ao 31 e para dormir o salmo 23 todo e tenha uma vida com o nosso DEUS ISTO E O LHE DESEJO

  9. muito bem , gostei da explanação sobre dízimos. Sou dizismista. E pretendo continuar. Agora que está com dor de cotovelo dos pastores, que assuma a igreja, e diga, não aceito dízimos. Como na mêssianica hebraica. A paz.

  10. STARDUST disse: 3 de maio de 2014 ás 12:19 pm
    por aqui também é comum policiais à paisana fazendo segurança na frente da iurd, no estacionamento… a alegação é que são necessários para evitar roubos, mas fica outra questão…

    Se quem frequenta a iurd dá o dizimo, isso não repreende o “devorador” (ladrão) ? e a própria iurd não dizima do que recebe dos fiéis ? então porque ela mesma precisa de segurança particular? o “devorador”, nesse caso o ladrão não estaria repreendido?

    Essas e muitas outras perguntas continuam sem resposta…

    QUERIA VER O MANIPULADORES PAXTÔ ANDRE MESSIAS(AMB) E O PUXA SACO DA RECOPIA CESAR7 TER ARGUMENTO PRA ISSO. KKKKKK

    • Edson,

      A minha resposta à sua indagação não é apenas visando responder a sua pergunta, mas sim uma forma de me explicar que faço parte de um grupo de internautas em evolução, haja vista que perguntas deslocadas deixam a impressão que a gente está mal acompanhado, portanto fazendo com que os apressadinhos nos chame de burros em razão da companhia. Um conselho, quando o Stardust concordar, aí reveja o que disse, pois ele não matuta nada, e ainda distorce tudo.

      Simples, meu caro, se Cristo que é filho de Deus, veio Judas e roubou os dízimos e as ofertas doadas em prol de seu ministério, por quê não aconteceria com qualquer um? Lembra da afronta contra Cristo na crucificação, qual seja, não sois o filho de Deus, salva-te.

      • LEVI, não sabia que vc agora tinha virado humorista, passou a contar piadas, rsrsrrs… COPIEI/COLEI a piada que vc falou se referindo a vc mesmo, veja;
        “faço parte de um grupo de internautas em evolução”.
        kkkkkkkkkkkk… fico a imaginar então se vc não tivesse nesse processo de evolução, quais outras insanidades vc estaria dizendo, além dessa de achar que é um “deus”.

        • A evolução é me convencer, pois muito humilde eu sou que, em sendo eu filho de Deus, sou filho de Deus, isso tudo com base na bíblia.

          É que tudo que Ele criou o fez com o verbo(palavra), já a mim, eis que me fez com as mãos, achou pouco, deitou-me como a gente faz com a amada, e tascou um boca a boca, momento em que me deu sua essência divina, tanto é que o cérebro que carrego é a coisa mais perfeita do mundo.

          Mas você diz que filho de peixe não é peixe, é elefante, então fique sendo um, pois eu sou deus, um deusinho pecador, mas deusinho, tipo a sinhozinho, a sinhazina de tempos passados, lembra da literatura brasileira?

  11. STARDUST: O que lhe falta é haver um aquebrantamento no vosso coração,quando o nosso coração está na cor de Ébano e se transforma em uma rocha intransponível e realmente difícil,torna-se impossível ver e entender as coisas que não são do homem,mesmo sabendo que você não gosta de conselhos opiniões de homens, vou persistir mas uma vez, eu lhe peço,pedi a DEUS para aquebrantar o seu coração e lhe curar desta cegueira espiritual,estou certo que se assim fizer com fé em DEUS TUDO SE RESOLVERA,EU LHE DIGO NÃO CREIA EM MIM MAS EM DEUS QUE ELE PODE E MUITO LHE AJUDAR.

    • Antonio henrique

      vc diz que; “torna-se impossível ver e entender as coisas que não são do homem”

      ainda mais impossível quando vc se mostra incapaz de usar a palavra de Deus e comprovar na bíblia o que vc defende. Religião evangélica não é tão diferente das outras religiões que ela gosta de criticar, como a católica e a umbanda.

      • STARDUST:Mais uma vez você passou desapercebido pelo assunto,volte e reveja que eu não defende nenhuma placa de nenhuma igreja, sim a bíblia porque é o meu manual de vida,quando refiro cristão falo daqueles que tem CRISTO NO CORAÇÃO,QUANDO FALO FALO EVANGÉLICOS, ESTOU MIM REFERINDO AOS SEGUIDORES DOS 4(QUATRO) EVANGELHOS DE CRISTO,e não a nenhuma outra,quando for para falar de uma determinada denominação citarei o nome, até então vamos falar da bíblia que é o melhor que podemos fazer,estamos diacordo,sim.

        • antonio henrique

          aonde vc viu que evangélicos são os seguidores dos quatro evangelhos de Cristo? aonde vc viu tal coisa? Se os evangélicos são seguidores dos quatro evangelhos somente, porque alguns deles deixam em casa a bíblia aberta no salmo 91 ou 23?

          Evangélicos, para sua informação são aqueles que são adeptos de alguma denominação de orientação evangélica. Nada a ver a sua definição para evangélicos…

          aliás, evangélicos nem são mencionados na bíblia, enquanto Cristãos sim.

          • Por aqui uns descontentes da quadrangular abriram uma nova denominação. Perguntei o pq eles sairam de lá, da quadrangular, e um me respondeu:

            “ah, a quadrangular tava pedindo muito dinheiro, focando muito no material…”

            Então eu pensei… ” hum… eles falam isso pq eles não conheceram a iurd…”

          • bom, eu não posso falar nada sobre a quadrangular, nunca fui membro de lá, nem nunca visitei, só sei um pouco pelo que me falam. Agora a iurd eu conheço de frequentar mesmo, essa eu falo com conhecimento pessoal.

            Se eu não lesse a bíblia por conta própria, visto a iurd não estimular o estudo e leitura da bíblia aos membros (eles inclusive fazem até criticas a quem conhece muito a bíblia) eu estaria no engano deles até hoje.

          • Stardust,

            A universal critica quem muito sabe da bíblia?

            As outras igrejas também criticam.

            A bíblia também, pois chega a chamar os que sabem muito da bíblia, de doutores, de intelectuais, dos presos à letra, porquanto os que costumam a mais fazer confusões;

          • Levi não distorça as coisas.

            A Biblia é repleta de exortações no sentido de que devemos estudá-la e muito.

            As correções aos doutores da lei não estava no fato de muito conhecerem as escrituras mas na sua má interpretação.

            Novamente, não seja leviano.

  12. “Pois quem obedece a toda a Lei, mas tropeça em apenas um ponto, torna-se
    culpado de quebrá-la inteiramente …”(Tiago 2:10).

    O dever de entregar o dízimo aos sacerdotes e levitas faz parte da lei cerimonial do Antigo Testamento! Não consta esse dever (o de dar o dízimo) aos cristãos do Novo Testamento…

    LOGO, quem quer dar o dízimo, na atual dispensação, também está obrigado a praticar a CIRCUNCISÃO e a guardar o SÁBADO… (pois estes também são deveres da lei cerimonial contida do Antigo Testamento).

    Isso já está mais do que claro! Será que vai ser preciso DESENHAR para essa verdade ser entendida?????

      • Pro céu não vai ninguém mesmo. Mas salvos em Cristo muitos mas isso é baseado na fé em Cristo e não por obras, muito menos as obras que se pregam nas igrejas de hoje em quase sua totalidade.

        • Quer dizer que as obras não contam?

          Eu pensei que as obras não seriam decisivas para o ser humano, apenas a suplementação do ser humano, mas vejo que evitei i a vida toda cair em erro, me reservei, não matei, tudo em vão, pois vejo que posso tudo, como adulterar, roubar,…

          • As obras não são e nunca serão base par a salvação, elas são a expressão daqueles que de fato foram salvos (frutos) e para as que as praticam receberão galardões, porem, jamais serão bases para a salvação, para a salvação é preciso nascer de novo.

    • Janio,
      Concordo com vc. Um “maluco beleza” como ele fazia a gente rir ao ler seus comentários.
      As vezes geravam reações de raiva, indignação, mas no final, apimentavam nossas leituras e tudo acabava em pizza! kkkkk
      Ele e o Paulo já me fizeram chorar de tanto rir com aquela história do barquinho…
      Mas, enfim, tb to me sentindo desmotivada a comentar aqui, pensando em sair mesmo!
      Espero que vc continue, pois é o último dos moicanos, rsrs…
      Deus te abençoe, amigo irmão,
      Mary.

          • Stardust,
            É mesmo, igual a você, que foi embora solenemente, voltou como uma cobra, quer dizer, pior que cobra, pois enganou a todos com pedidos de desculpas estendidas a edir, silas, valdomiro, mãe dina, chico xavier, papa paulo I e II, bento e chico, mulares, rabinos, pais e mães de santo, e aí voltou mudado, não mais JGMX, mas sim a poeira cósmica universal, vige véio, cometi uma garfe, felei o nome proibido perto de você, vou nem repetir, senão vai vir os estudos sobre os dízimos e a pregação contra os ricos.

            Mas falando em ricos, você perguntou certa feita se havia cristãos ricos. Mostrei que um discípulo dele, discípulo segundo os quatro evangelistas, era rico, e ainda era senador, ou seja, político, mas você não respondeu, cadê você?

            Vai mudar o nome para infernodust?

          • levi-ano varela

            Pra uma pessoa que odeia a igreja católica vc até parece um… só um católico usa certos termos que vc usa:

            “vige véio” (levi-ano varela)

            Bom, não vou me extender muito, visto vc nem ser compreendido pelos outros deste site, mas responderei ao seu ultimo questionamento, aonde vc diz que eu perguntei se na bíblia existia algum cristão rico…

            Mas a pergunta que eu fiz não foi bem essa levi… na época eu perguntei aonde na bíblia uma pessoa que era pobre, se converteu a Cristo e após isso se tornou rica. Essa é a pergunta completa.

            Mas como vc é leviano mesmo, já podemos esperar por isso.

          • Stardust,

            Arre égua, paidégua, bat, ô manô, ave maria, oh good, meu deus, minha nossa, vige bichim, cuma é que é? Caramba, pôxa cara, na batata, visse, mora aí, santo de deus, caracas,

            Quer que isso, meu?

            Eu católico? Você agora levanta suspeita por eu ter feito a mesma coisa contra sua pessoa, em vista de que é quem mais fala da universal, se bem que antes fui acusado de ser da Unversal…

            Quanto á pergunta sobre ricos, nada disse, véio.

            Você criticava os que possuíam dinheiro e que não doavam aos pobres após a conversão, mas sim, bem assim criticava quem ganhasse dinheiro depois de convertido, cristão é pobre, todos eles, a pobreza é a racionalidade. Prova disso, meu caro, é que eu citava Abraão, jacó, inclusive que este último enricou sem muito esforço, a história das ovelhas listradas e não listradas.

            E tem mais, cheguei a mencionar o caso das ricas mulheres que doavam dinheiro a ele, zaqueu que disse que daria a metade de sua riqueza,

            Não pode ser como você falou acima, pois aí Cristo estaria tirando o poder de Deus de dar a quem Ele pretendesse e forma.

DEIXE UMA RESPOSTA