Babá brasileira foi responsável pela conversão do ator Stephen Baldwin; Confira o testemunho

1

Um testemunho de conversão que aconteceu devido à obediência de uma serva que ouviu de Deus qual era sua missão, e foi cumprir. Esse é o resumo da história do ator Stephen Baldwin, 50 anos, que se entregou a Jesus após ser evangelizado sutilmente por uma babá de seu filho.

Durante uma entrevista à emissora Christian Broadcasting Network (CBN), Baldwin contou que sua esposa, Kennya – que é brasileira -, contratou uma babá também brasileira, e essa mulher passava horas cantando em português.

“Contratamos essa senhora do Brasil, chamada Augusta, e toda vez que ela trabalhava para nós, ela cantava em português. Só minha esposa conseguia entender”, disse o ator, acrescendanto que sua esposa o explicou o que as músicas diziam.

“Ela está cantando sobre Jesus”, disse Kennya ao marido. Dias depois, sem conter a curiosidade, a patroa procurou a babá: “Por que todas as músicas são sobre Jesus?”. A resposta da funcionária veio acompanhada de uma gargalhada, e a esposa do ator ficou sem entender.


“O que é tão engraçado?”, perguntou Kennya, enquanto Augusta, tentando resumir, disse: “Eu acho engraçado você pensar que eu estou aqui apenas para limpar sua casa”.

Durante a conversa, a babá contou à patroa que havia ouvido Deus dizer que ela tinha que ir trabalhar e morar com a família do ator, porque ela deveria falar de Jesus a eles.

“Ela continuou dizendo à minha esposa que, antes de aceitar o trabalho, orou com seu pastor e alguns membros de sua igreja no Brasil. Ela teve um sonho e viu minha esposa, minha filha mais velha, Aliya e eu”, afirmou o ator na entrevista.

Stephen Baldwin, no entanto, não se deixou levar pela revelação: “Não me impressionou nem por um segundo. Fui criado na Igreja Católica Romana até os 11 ou 12 anos. Isso não fixou em mim. Saí pelo mundo e continuei fazendo o que achava melhor”, afirmou, lembrando de sua incredulidade.

Conversão

A esposa do ator foi a primeira a se converter e passar a frequentar uma igreja em Nova York, formada por brasileiros. Esse comprometimento chamou atenção de Baldwin, que passou a se interessar pela Palavra e abrir espaço para Deus.

Em 11 setembro de 2001, quando aconteceram os atentados terroristas, ele entendeu que precisava de algo mais: “O 11 de setembro me assustou. Eu pensei: ‘Talvez seja hora de começar a pensar nessa coisa de fé’”, disse.

Depois disso, ele se entregou a Jesus, foi batizado nas águas e passou a testemunhar sobre sua conversão de forma intensa, a amigos e imprensa. Anos depois desse início empolgado, o ator reconheceu que falar sobre o Evangelho fechou várias portas em Hollywood.

“Quando você vai para a imprensa e você está animado com o início de sua jornada cristã, você não percebe que as pessoas podem ter uma percepção diferente”, comentou.

+ Stephen Baldwin disse que o Espírito Santo o mandou entregar mensagem a Rihanna

No entanto, anos depois, ele teve sua volta por cima, ao participar da série A Bíblia, criada por Mark Burnett, em 2013, para o canal History Channel. Depois disso, Hollywood despertou para o potencial dos filmes baseados na fé e uma série de longas cristãos com sua participação começaram a sair do papel.

Baldwin diz, sem meias palavras, que Jesus Cristo o fez um pai e um marido melhor: “Eu não poderia fazer isso a menos que eu tivesse algum entendimento de qual era a vontade de Deus para mim. Eu só tenho essa compreensão porque me baseio na Bíblia”, frisou.

“Eu acredito que eu tenho um chamado. Você sabe qual é esse chamado? Se levantar em caminho radical para o Senhor. Nesse processo, se eu insultar as pessoas, se eu ofender as pessoas e se eu me agitar um pouco, sei que serei conduzido em arrependimento pelo Espírito Santo”, concluiu.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA