Bancada Evangélica de Curitiba critica e pede explicações à prefeitura da cidade por publicação feita no Facebook defendendo o casamento gay

7

Uma publicação feita na página oficial da Prefeitura de Curitiba no Facebook motivou uma forte reação por parte da bancada evangélica da Câmara de Vereadores da cidade. Publicada no dia 30 de setembro, a mensagem informava sobre um casamento coletivo que será realizado em dezembro na cidade e defendia a participação de casais homossexuais no evento.

Com o texto “Casamento em Curitiba. Viva o amor”, a imagem que motivou a polêmica fazia referência a casais heterossexuais e também a casais homossexuais, mostrando todos como sinônimo de amor.

casamento-gay-curitiba

No dia seguinte à publicação, a vereadora Carla Pimentel (PSC) sugeriu que a Câmara enviasse uma moção de repúdio por parte do Legislativo. Ela afirmou que a publicação era “tendenciosa” e considerada uma “agressão ao conceito de casamento”. A grande repercussão gerada pela publicação levou a assessoria da prefeitura a remover a postagem do Facebook, seguida de uma nota de que “um grupo havia se sentido ofendido” pela postagem.


Segundo o G1, a crítica feita pela vereadora recebeu o apoio de diversos colegas, sobretudo da bancada evangélica. Ailton Araújo (PSC), por exemplo, afirmou que o poder público não pode fazer apologia a nenhum tipo de comportamento ou crença. Noemia Rocha (PMDB) afirmou que o Brasil é um país cristão e que a divulgação no Facebook foi ofensiva. Segundo a peemedebista, a bancada evangélica de vereadores defende o conceito de “família natural”. Para o vereador Valdemir Soares (PRB), união civil é uma coisa e casamento é outra.

Porém, a retirada da publicação gerou protestos dos seguidores na rede social e a prefeitura publicou novamente a imagem, junto de um pedido de desculpas, assinado pela equipe de comunicação que administra a página.

Apesar da polêmica, a moção de repúdio dos evangélicos apresentada por Carla Pimentel foi retirada pela vereadora da pauta dessa segunda feira (06), quando deveria ter sido votada. O recuo aconteceu após uma negociação entre Pimentel e o líder do governo na Câmara, vereador Pedro Paulo (PT).

No acordo, ficou determinado que o governo irá debater o tema da publicidade institucional dentro da Comissão de Direitos Humanos, Defesa da Cidadania e Segurança Pública.

7 COMENTÁRIOS

  1. O chororô dos ativistas evangélicos não tem fim mesmo! kkkkkkkkk Ao invés de se preocupar com casamento gay deveriam cuidar da sua própria vida, gentinha que não tem o que fazer, só sabem cuidar do rabo alheio kkkkkkkkkk

    • O Estado é laico ! Não misture suas crenças pessoais com o governo, que é sustentado por todos que pagam seus impostos.Pessoas como você defendiam a escravidão que a bíblia apóia.

      • José Carvalho, Novamente me vejo contra a sua opinião.

        Esse não é um estado Religioso, nem um estado Ateu, porém um estado laico, onde o estado é obrigado por lei a manter o respeito por todas as religiões, defende-las por igual, sem fazer nenhum tipo de preferencialismo, mesmo que essa seja a maioria.

        precisamos separar o estado da religião.

        Nota: Porquê pessoas ficaram se sentindo agredidas? O que esse post fez de errado diretamente na vida dessas pessoas?

        Precisamos tomar mais conta de nossas vidas, de nossos filhos e menos da vida alheia.

        Cada um DÁ E RECEBE Amor da forma que lhe convém!

      • o que é estado laico pra vc meu amigo? é as pessoas fazerem o que querem e ofender os seres humanos normais? a Biblia é a Palavra de Deus, você quer acreditar ou não. Recolha-se a sua insiginificancia e aceite que o mundo é hetero e cristão.

        • A humanidade tem apenas 7 bilhões de pessoas, e apenas 1 bilhão declara-se cristã. Então, o mundo não é nem de longe Cristão.

          E o próprio ensinamento de Jesus, que o diferenciava dos rabinos fariseus (que colaboravam com o império romano), era o seu desprezo pela maneira como a lei judaica (a Torá, é é basicamente o antigo testamento) era aplicada. Jesus negou a moralidade judaica e pregou o amor entre as pessoas, o perdão, a universalidade.

          Isso que os fundamentalistas pregam não é cristianismo, é a reedição do farisaísmo mais arcaico.

        • Nossa não sabia que ainda existiam pessoas como você, ignorantes e ignóbias.

          estude um pouco, a bíblia não é uma lei, é um livro feito por homens, com erros, defeitos e todos os nossos egos.

          humanos normais? realmente você não é um ser humano normal!!

          agride as pessoas com palavras, ninguém aqui está agredindo somente você, isso mostra seu amor cristão.

          “A ignorância é um benção.”

          • Senhor Hugo, até que eu entendo o seu ponto de vista, quando se trata de que a Biblia foi feita pelas mãos dos homens, tudo bém. Agora me responda? As leis que regem a carta magna, denominada de Constituição Federal, são feita por mãos de quem? Serar que, quem constituio as leis biblicas que regem até hoje estavam errado? e os que constituiram as leis que regem a constituição ferderal estão certo?
            Há lembre-se de uma coisa as leis universal imposta pelos homém obriga á obdecer alguma coisa se não acontece sera ponido. As leis Biblicas tambem são assim, se não obedecer a DEUS esta asumindo a responsabilidade perante a ele e sera punido. Mais uma coisa quem entra na sua casa? não são as pessoas boas para você? DEUS te abençoe.

  2. Acho, que a diferença entre os animais chamados “humanos” e seres animais, esta exactamente, napossublidade de livre arbritrio e na capacidade de comunicao entre ele e nos outros seres ate anonimos. Como pedras, aguas, ventos etc.

    Mas os animais permanecem ate hoje a serem hetero-sexuais, mesmo aqueles que se diz serem a razão de evolucao dohomem, prrmanecem animais, com mesmo caracter sexual de sempre. Macho e femeia. E nao femeia com femia d macha com macho.

  3. O historiador americano Michael Paulkovich analisou textos de 126 escritores da época de Jesus e dos séculos seguintes e constatou que nenhum deles o menciona, embora ele devesse ser famoso por causa de seus milagres.

    • Isso não quer dizer nada! O historiador americano Michael Paulkovich embora seja famoso eu nunca ouvi falar nada sobre ele…. e acredito que mais de 126 pessoas tbm nunca ouviram…

DEIXE UMA RESPOSTA