Estado Islâmico assume autoria de atentados terroristas Bruxelas que deixaram 34 mortos

2

O atentado terrorista em Bruxelas, na Bélgica, foi assumido pelo grupo extremista Estado Islâmico.

A ação criminosa na manhã desta terça-feira, 22 de março, na capital belga, deixou pelo menos 34 mortos e dezenas de feridos.

Segundo informações de veículos de informação, como a CNN e a BBC, o Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado em um comunicado divulgado pela agência de notícias Amaq.

“Combatentes do Estado Islâmico realizaram uma série de atentados com cintos explosivos e dispositivos na terça-feira, alvejando um aeroporto e uma estação de metrô central na capital belga, Bruxelas”, dizia o texto do comunicado.


As três explosões foram coordenadas em dois pontos diferentes da cidade: o aeroporto internacional de Bruxelas e a estação de metrô Maelbeek, que fica próxima aos edifícios da União Europeia na cidade.

De acordo com informações do Uol, a polícia belga divulgou imagens de um trio suspeito de serem os autores das explosões no aeroporto.

Esse atentado seria uma retaliação do Estado Islâmica à Bélgica por causa da prisão, há quatro dias, do terrorista Salah Abdeslam, um dos autores dos atentados de Paris, no dia 13 de novembro de 2015, que deixaram 130 mortos e dezenas de feridos.

Solidariedade

Em visita a Cuba, o presidente norte-americano Barack Obama discursou em Havana e prestou solidariedade à Bélgica, além de oferecer ajuda para que o país leve os terroristas à Justiça. Dentre as vítimas fatais do atentado havia cidadãos americanos, pelo que se sabe até o momento.

Obama também pediu que o mundo se una no combate ao terrorismo, segundo informações do Jornal Hoje, da TV Globo.

2 COMENTÁRIOS

  1. e ai no brasil lula recebe carro deles kkk é até piada o pobre comedor de farinha e rapadura sai da lama mas a lama não saiu dele, não adianta dar banho em porco

  2. Esses muçulmanos vão aprender quando que o ser humano não se rende a caprichos do próximo?

    Eles querem impor a religião e costume deles, bem assim o reinado.

    Primeiro que não conseguirá, pois país algum conseguiu.

    Outrossim, haverá como sempre houve mortes brutais em luta dessa liberdade, pois o povo nasceu livre.

    Não custará muito para que seja implantado uma marca em todos os muçulmanos, modo de se saber onde andam e o que fazem, o chip da besta, sendo que todos serão encaminhados aos seus países de nascimento, a divisão prevista na volta de Cristo, onde serão divididos, pois só daí haverá a paz. Como seja, Cristo entre os dois povos, lembrando que Cristo representa a paz.

DEIXE UMA RESPOSTA