Brasil

Caio Fábio diz que o sexo antes do casamento nem sempre é errado: “É presunção dizer a alguém que é pecado porque ele e uma menina se amam e transam”; Assista

Comments (185)
  1. Joel Cardoso disse:

    SEMPRE FOI PECADO, É PECADO E CONTINUARA SENDO O PECADO DA FORNICAÇÃO; A BIBLIA NÃO MUDA E DIZ QUE OS FORNICÁRIOS NÃO HERDARÃO O REINO DE DEUS.

  2. dayana disse:

    Meu Deus esse Caio é uma estrela caída!!
    Ainda tem Gente que prefere ele doq Malafaia kkkkkkkkkkkkkk

    Prefiro ficar com os ignorantes que ensiana de acordo com a Biblia, doq com um que ensina errado!

    Infelizmente conhecemos o falso Profeta pelos Frutos!

  3. PHEDRO disse:

    Não vou nem comentar,porque sempre disse que esse cara não presta mas ,fazer o que,rs Olha ai.

  4. Paulo disse:

    Ixi, as virgens de plantão vão ter um troço com esta Hahahaha

    1. TOUR NATRAK disse:

      Oi Paulinho, acuma c ta home c tao bao eu bao tamem uai, acuma ta ai os esteites of americaniazado, esse esteites ai e minero viu, os esteites of americano nortixta da ancefaleia erperboratica municipalizada intergalaticamente dos planetoides uranaticos da galáxia x 3 y d do sistema terraquio, ta tudo nos conformes intao ta bao uai acuma tuis passou o finar da semana so, c parou de fala cum eu uai para não so, vamo de veis im quando da umas pruziadas com z uai se não o trem fica ruim so num e memo eu sou crente mais num sou inimigo não so, eu gosto mutiu de conversar através da escrita e verdade qui eu sou assim otario ops otario não uai sou assim meio ruim ruim não péssimo no portuga mais da pra tu intende uai kkkkkkkkkkkkkkkkkkk abraços

      1. Paulo disse:

        Poderoso Thour fala comigo como gente pq eu não entendo nada do que vc fala kkkkkkkkk

        1. TOUR NATRAK disse:

          estou apenas brincando com você gente boa

          1. Paulo disse:

            Ooohh Thour eu tbm estava brincando com vc, vc é gente boníssima, é cordial, cavalheiro, inteligente, um pouco carola é verdade mas isso a gente releva, o importante é a essência, é o grande ser humano que vc demonstra ser.

  5. ovelha disse:

    O temor do SENHOR é fonte de vida para evitar os laços da morte.

  6. STARDUST disse:

    Gosto de assistir os videos do caio fábio no youtube, mas é como eu já tinha dito anteriormente… nem tudo o que ele fala eu concordo… essa afirmação nova dele é um exemplo.

    Não é uma questão de religião, mas no novo testamento vemos claramente a advertencia de não viver uma vida de pessoa casada, estando solteiro…

    “Mas, se não podem conter-se, casem-se. Porque é melhor casar do que abrasar-se. (I Coríntios 7:9)”

    1. dayana disse:

      é isso aí Stardust, eu pego oq serve o resto eu jogo fora!

      Mas ele ta se revelando um falso profeta ssim como o Bispo Macedo!

      1. STARDUST disse:

        dayana

        bom dia, tudo bem?

        bom, eu sempre gostei de ler de tudo um pouco e ouvir de tudo um pouco… as opiniões também. Tem muita gente que comenta aqui que faz a gente pensar e aprender mais e mais… sobre o caio fábio eu assisto os videos dele no youtube, o que é bom, faz sentido, é biblico eu absorvo… o que é ensino de homem da parte dele eu descarto.

        ” julgai todas as coisas, retende o que é bom;” (I Tessalonicenses 5:21)

        1. dayana disse:

          Verdade, por isso que o Cristão tem que ler a BÍBLIA para não cair nos ensinamento errôneos dos Líderes!

          Pode ser quem for, falou algo temos que confirmar se estar certo na Palavra de Deus!

          Deus o Abençoe!!

          1. STARDUST disse:

            dayana

            Exatamente. Temos que fazer como os de beréia:

            “Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim.” (atos 17:11)

  7. Jorge Vinicius disse:

    ESTE PA$TOR MANDOU O 6º MANDAMENTO DO DECÁLOGO PARA O ESPAÇO. TEM EVANJEGUE QUE AINDA VENERA ESSE PA$TOR.

  8. TOUR NATRAK disse:

    Coitados dos seguidores que da ouvidos a este homem, liberalismo hoje e o que mais se ve em todos os sentidos ai então virou catolicismo que e completamente liberal, este homem tem que virar padre e ir para a igreja católica pois la seus ensinamentos serão com certeza mais que aceitos uma vez que os mesmo já pratica o liberalismo a anos e anos, este homem se algum dia foi crente esta completamente desvirtuado arredado fora mais fora que casca de ovo, este se descaminhou descarrilhou descrentou, este homem tem que voltar a estaca zero começar tudo de novo, voltar atrás ir em uma igreja assentar no banco ouvir a Santa Palavra pois há somente uma maneira de se adquirir a verdadeira fe ouvindo a Santa Palavra pois a fe vem pelo ouvir e pelo ouvir da Santa Palavra de Deus, para que a fe torne a brotar em seu espirito, e tornar a aceitar a Jesus Cristo e humildemente assentar no banco e se dicipular e frequentar a escola dominical e aprender tudo de novo e nascer de novo, ou seja realmente voltar a estaca zero verdadeiramente começar de novo assim como muitos e muitos crentes fizeram quando de descaminharam, eu já tive contra tempos e já me descarrilhei mas graças ao Espirito Santo do Deus Vivo voltei atrás e lutei pelo primeiro Amor, e se este homem não assim fizer ele esta perdido, esta perdido e levando muitos com ele e o preço a pagar sera muito mas muito alto, mas como eu sempre digo, o tempo o tempo o tempo dirá pena que o minuto a nossa frente não nos pertence e muitos são os que da tempo ao tempo demais e quando ve ou abre os olhos já e tarde demais uns quando vem saber da verdade do engodo em que se meteu já esta em um lugar sem volta sem escapatória e sem fim pois já esta no eterno, e eterno este que Jesus Cristo deu sua preciosa vida para justamente evitar que os mesmos icem para ele, mas são muitos os que usam e abusam do livre arbítrio, e so vao dar por se que o livre arbítrio que tanto usou o traiu, o que eu um simples crente posso dizer e que Deus venha a ter misericórdia e através de seu Santo Espirito toque no espirito deste homem e o faça a voltar ao primeiro AMOR

  9. almeida disse:

    Ainda bem que para o verdadeiro cristão o que vale não é o que este ou aquele pretenso sábio fala, mas sim, “o que o Espírito diz à Igreja”, desde seu início até aos dias de hoje…
    Fujamos de toda apostasia!!!!!!

    1. pedro silva disse:

      O que falta em nós é verdadeiramente ouvir a voz do Espirito Santo que nos conduz a toda verdade,e buscarmos ter mais intimidade com Deus,é todos os dias ser sinceros com ele em todas as nossas atitudes,aí sim saberemos o que é certo ou errado,o que é pecado e não é pecado,,aí não nos perderemos em tanta regras de doutrinas que até parecem boas,mas algumas prejudicam muitas pessoas e até jogam elas no inferno!
      fazer sexo com quem se ama sem estar casado no papel é pecado ou não?
      R:Deus sabe a intenção do coração do ser humano!
      não cabe a mim julgar,,

      eu pretendo me casar e ter relação depois do casamento assim também como beijar na boca somente no casamento,mas se alguém fizer diferente,quem sou eu pra dizer que tal pessoa está pecando diante de Deus,,

      pois penso o seguinte,se tal pessoa resolve ter relação sem compromisso com a outra pessoa e vice versa,,ambos colherão o fruto desse erro,por isso que respeito a decisão de todos assim como Deus respeita a nossa escolha de segui-lo ou não segui-lo!

  10. ANONIMA disse:

    Como tem pessoas que ainda ouve esse tal…não sei se posso chamar de pastor?
    Quando se cai no pecado e não tem arrependimento verdadeiro,e nisso que dá…
    Precisando voltar pra palavra de Deus………..e parar de dizer asneiras…
    Por isso seu alvo hoje e só ACUSAÇÕES a quem tá Deus tem usado nesse Brasil!!!!!!

    1. Paulo disse:

      Perigo! Perigo! Iurdiano detected! Perigo!

  11. Samuel disse:

    O Apóstolo Paulo escrevendo ao seu filho na fé Timóteo, disse que”… nos últimos dias muitos apostatariam da fé, dando ouvidos à doutrina de demônios”…Há duas formas de apostatar da fé:
    1 – Negando verbalmente a fé, abandonando-a, rejeitando-a, declarando com palavras.
    2 – A outra é: Não nega a fé com palavras, confessa o nome de Jesus, prega a Bíblia, tem aparência de santidade, porém os atos, o testemunho pessoal, as atitudes, ações, negam aquilo que o indivíduo professa com a boca. Ex: Prega contra o divórcio, mas é divorciado, prega contra
    o adultério, mas adúltera, prega contra a fornicação, mas aconselha as pessoas a fornicarem, pois sexo fora do casamento é fornicação. A regra de fé e prática do cristão é a Bíblia. Muito cuidado com pregadores, teólogos. …”pelos frutos os conhecereis…”.

  12. bachio disse:

    Se o casal estiver no meio do nada, isolado do resto do mundo, e quiser ter Deus por testemunha do seu compromisso de casamento, e se mantiverem fieis aos seu compromisso por toda a vida, eu até posso pensar em concordar com ele, mas isso está longe de ser o caso. Até entre tribos isoladas existe algum tipo de cerimônia para oficializar uma união, e esta não precisa ser cara ou muito espalhafatosa, apenas precisa ser feita, oficializar diante da sociedade e de Deus que aquele casal se compromete em seguir os preceitos de Deus. Se eles vão conseguir, ter dificuldades ou problemas é outra coisa…A igreja é a esposa de Cristo, e a bíblia sempre diz que a noiva deve ser santa, pura, manter suas vestes brancas. O pecado suja as vestes! Como podemos então não nos mantermos santos ( Deus disse: sede santos porque Eu sou santo ) e ainda termos as roupas limpas e nos apresentarmos a Deus de maneira adequada? Eu gosto muito do pastor Caio Fábio, ele tinha uma posição muito diferente quando eu era criança, em algum lugar da vida parece que ele se perdeu…eu espero em Deus que ele se recupere e retorne aos caminhos de Deus, ele tem um conhecimento muito grande, mas parece estar muito perdido.

  13. Rebeca disse:

    Pior ainda e a prevaricacao,a luxuria,a lascivia e a pratica contraria ao uso natural da mulher (Romanos1,22)!Anatema!

  14. Ruialmeida disse:

    As declarações deste pseudo pastor é uma apologia à prostituição de menores, ele deveria ser processado e preso, onde está o ECA, que não se pronuncia a respeito deste caso, pois o incentivo a prática de prostituição de menores caracteriza o crime.

  15. vai arrebentar disse:

    conversa fiada de uma falso, assim como caio fabio seus seguidores não tem PALAVRA.
    VEJA SÓ.

    STARDUST disse: 1 de outubro de 2013 ás 12:22 pm
    COMUNICADO IMPORTANTE:

    Venho através deste comunicado informar que estou deixando de comentar no G+. Nada contra o site, que é fonte de informação, mas é uma decisão pessoal após orar e pedir direção a Deus. O Espírito Santo me mostrou a minha falha aqui. Levei um puxão de orelha “santo”. Peço perdão pela precipitação. Sei que todos somos falhos. E eu não vou esconder os meus erros. Não vou negar que cometi um erro, vários aliás. Peço perdão a todos que em maior ou menor grau se sentiram ofendidos com algo que eu disse.

    Peço perdão a todos que comentam aqui e em especial o clamando, edy ( ex ) e o vai arrebentar. Peço perdão a outros que não consigo lembrar. Peço que me perdoem pois eu pequei, errei. Peço que relevem. Não levem a sério. Eu errei e assumo publicamente meu erro.

    Peço perdão também a edir macedo, valdemiro santiago, marco feliciano, valdemiro santiago, silas malafaia e outros líderes religiosos que não consigo lembrar. Pequei contra vcs. Peço que igualmente me perdoem por tudo. Eu estou me retratando aqui que não agi corretamente com vcs também. E que Deus abençoe vcs e seus respectivos ministérios.

    Ao povo da iurd e outras denominações. Peço perdão. sim, pequei contra vcs também.

    A todos que não consigo lembrar, sejam comentaristas do site, ou pessoas do meio evangélico que se sentiram ofendidos com algo que eu disse, novamente peço perdão. Deixo a todos a seguinte mensagem de Cristo:

    ” [Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.]” (Marcos 11:26)

    Estou pedindo perdão a todos. Os que me perdoarem, também terão seus pecado perdoados, pois todos somos pecadores.

    Agradeço aos que amigos que fiz aqui. Deus os abençoe da mesma forma que aos que estou pedindo perdão.

    Estou deixando o G+, e peço aos que comentam aqui que eu pedi perdão, que me perdoem. Vcs podem me responder?

    clamando, vc me perdoa? edy vc me perdoa? vai arrebentar vc me perdoa? E todos que se sentiram ofendidos comigo, vcs me perdoam?

    Aguardo as respostas.

    1. vai arrebentar disse:

      Continuando a palavra do falso crente seguidor de caio fabio e de outros GURUS.

      STARDUST disse: 1 de outubro de 2013 ás 1:46 pm
      Carta de Retratação Pública

      Eu, STARDUST, Venho com o devido respeito apresentar minha retratação à todas as pessoas, instituições e organizações e a todos os comentaristas deste site, em especial os que assinam pelo nick de Edy (ou ex ), clamando, vai arrebentar, e outros tantos que infelizmente não consigo lembrar no momento e da mesma forma aos senhores Edir macedo, Valdemiro Santiago, Marco Feliciano, RR Soares, Silas Malafaia e todos as outras pessoas que possuem cargos eclesiásticos nas respectivas denominações desses líderes dos comentários feitos de minha parte, sejam ofensivos, ou de pré-julgamento, ou que de qualquer forma não foram favoráveis à imagem publica dessas pessoas tendo em vista a manifestação de cunho pessoal realizada pela minha pessoa durante minha participação neste referido site.

      Infelizmente, errei por deixar minha condição de pessoa falha preponderar sobre minha condição de pessoa cristã, o que não pode e não deve ser interpretado como uma justificativa para meu erro, o qual, desde já, humildemente procuro retratar, através desta carta, a todas as pessoas que se sentiram ofendidas com esta situação, sejam de forma direta ou indireta. Peço a todos os lideres dessas denominações e os comentaristas deste site desculpas e igualmente o meu pedido de perdão.

      Peço novamente desculpas e retrato-me aos membros da IURD, IMPD, IIGD, AD e outras denominações cristãs pois o ato em si não teve, em absoluto, a intenção de atingir pessoalmente a ninguém que congrega em qualquer uma dessas denominações, tão pouco prejudicar o debate cristão em nivel teológico. É notório que estas denominações também ajudam cada uma com sua forma que pessoas venham conhecer o evangelho, e prestando relevante ajuda à sociedade. Gostaria de reiterar minha retratação pública com a consciência de que atos como estes não mais se repetirão.

      Sem mais,

      STARDUST.

      1. STARDUST disse:

        PASTOR SINCERO FALA A VERDADE SOBRE O DÍZIMO:

        http://youtu.be/ftc9xFJJIcY

        1. vai arrebentar disse:

          JESUS FALA A VERDADE SOBRE O DIZIMO:
          Fazei estas coisas sem omitir aquelas.
          EM QUEM DEVO ACREDITAR?

          EU PREFIRO ACREDITAR NAQUELE QUE POR MIM MORREU NA CRUZ…

          1. STARDUST disse:

            Jesus também afirmou que o dízimo era da lei, assim como a misericórdia a fé e a justiça, mas eles ( os fariseus ) davam o dízimo, mas DESPREZAVAM O MAIS IMPORTANTE DA LEI… a misericórdia, a fé e a justiça.

            aonde Jesus mandou algum seguidor dele dar dízimo?

            Aonde dízimo é dinheiro?

            perguntas que vc sempre foge de responder…

          2. vai arrebentar disse:

            A MISERICORDIA A FÉ É A JUSTIÇA TAMBÉM É DA LEI…

            Honra ao Senhor com os TEUS BENS, E com as PRIMÍCIAS de a tua RENDA.

            LEIA DE NOVO- PRIMICIAS DE TODA A SUA RENDA, SERÁ QUE VC SABE O QUE SIGNIFICA ISSO: PRIMÍCIAS DE TODA A SUA RENDA?,,,

            Isso significa, ganhos em dinheiro ou em mercadorias , ou em alimentos NÃO IMPORTA, Tem que ser devolvida.
            AINDA MAIS QUE A PRIMEIRA VEZ QUE A BIBLIA FALA DE DEVOLUÇÃO DE DIZIMOS.
            ESSE FOI DEVOLVIDO EM Ouro, prata, e utensílios de valores, que ABRAÃO TROUXE a melquizedeque.
            ABRAÃO NÃO TROUXE DIZIMOS DE ALIMENTO , MAS DE valores e moedas da sua epoca.
            E QUANDO DEUS MANDA TRAZER DÍZIMOS.
            ELE DIZ: todos os dizimos. SEJA DE OURO, PRATA DE BRONZE DE ALIMENTOS, DE GADOS, OVELHAS.
            NÃO IMPORTA ele disse: TODOS

            E aqueles que não aceitam isso estão indo contra aquele que diz: EU O SENHOR NÃO MUDO.

          3. STARDUST disse:

            A lei de moisés ao instituir os dízimos AOS ISRAELITAS ( e não aos cristãos) especifica do que era retirado o dízimo…

            “Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR.” (leviticos 27:30)

            “No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho, tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao SENHOR.” (leviticos 27:32)

            portanto dízimo era a décima parte do resultado das colheitas, e dos animais.

            Dízimo era alimento. biblicamente sempre foi. Vejamos uma prova disso:

            “Dos dízimos NÃO COMI no meu luto…” (Deuteronômio 26:14a)

            Portanto, se a lei de moisés que exigia dízimos somente dos israelitas, diz que dízimo era alimento, porque pensar que pode ser outra coisa como dinheiro? pois a própria lei de moisés afirma:

            “Tudo o que eu te ordeno, observarás para fazer; nada lhe acrescentarás nem diminuirás.” (Deuteronômio 12:32)

            então se a própria lei de moisés afirma que dízimo é alimento, porque vc quer aumentar o que Deus disse???

            Se o Senhor não muda, que vc vive dizendo, aonde que Deus mudou o mandamento da lei que diz que o dízimo que era alimento e era obrigatório somente aos israelitas, passou a ser dinheiro e obrigatório aos que não são israelitas?

            Nesse caso, Deus mudou?

          4. vai arrebentar disse:

            A BÍBLIA DIZ: EU o SENHOR não mudo…
            E JESUS AINDA DIZ : EU SOU O MESMO ONTEM HOJE E ETERNAMENTE….

            HONRA AO SENHOR COM AS PRIMICIAS DE TODA A SUA RENDA.
            DE TODA A SUA RENDA.

            SEJA essa renda em ouro, prata, bronze, madeira, alimentos, azeite, gado, ovelhas, peixes ETC.

            TODA A SUA RENDA.
            E TRAZEI TODOS OS DÍZIMOS

            Stardoid VC VAI ACABAR EM UM HOSPÍCIO.
            Vc ja esta ficando doida de pedra mesmo…
            POIS A CADA DIA AUMENTA MAIS E MAIS O Nº DE PESSOAS DIZIMISTAS.
            Isso e notorio. .

          5. STARDUST disse:

            A lei de moisés ao instituir os dízimos AOS ISRAELITAS ( e não aos cristãos) especifica do que era retirado o dízimo…

            “Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR.” (leviticos 27:30)

            “No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho, tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao SENHOR.” (leviticos 27:32)

            portanto dízimo era a décima parte do resultado das colheitas, e dos animais.

            Dízimo era alimento. biblicamente sempre foi. Vejamos uma prova disso:

            “Dos dízimos NÃO COMI no meu luto…” (Deuteronômio 26:14a)

            Portanto, se a lei de moisés que exigia dízimos somente dos israelitas, diz que dízimo era alimento, porque pensar que pode ser outra coisa como dinheiro? pois a própria lei de moisés afirma:

            “Tudo o que eu te ordeno, observarás para fazer; nada lhe acrescentarás nem diminuirás.” (Deuteronômio 12:32)

            então se a própria lei de moisés afirma que dízimo é alimento, porque vc quer aumentar o que Deus disse???

            Se o Senhor não muda, que vc vive dizendo, aonde que Deus mudou o mandamento da lei que diz que o dízimo que era alimento e era obrigatório somente aos israelitas, passou a ser dinheiro e obrigatório aos que não são israelitas?

            Nesse caso, Deus mudou?

            E outra… temos recebido noticias de que cada vez mais pessoas tem se libertado desse falso ensinos de dízimos… e muitos depois confessam que apenas dizimavam por causa das pressões dos “pastores” e da ameaça do devorador.

            Glória a Deus!

      2. Paulo disse:

        Por falar em sexo, o vai se arrebentar quase teve um orgasmo agora kkkkkkkkkkkk

        1. clamando disse:

          …este é o pastor que voice quer para voce inimigo de Deus, inimigo da igreja, inimigo de missões , inimigo de pastores..Acrescentando, tal professor que proclama “estilo de vida pecaminoso” não é amigo genuíno dos imorais, uma vez que ele está apenas colocando estas almas em risco de ir para o inferno ao desviá-las com a falsa segurança e o que eles chamam de mensagem da graça e evangelho. Eles não estão sendo misericordiosos ou amando ao pregar suas mentiras e ao colocar algodão nos ouvidos dos afastados. A mensagem amorosa e vital que os imorais precisam saber é que eles tem que abandonar tais pecados pelo bem de sua salvação.
          Falsos pastores dizem que o justo que se tornar um malfeitor pode ainda assim ir para o céu, mas Jesus deixou claro como cristal que em vez disso este ressuscitará para ser condenado e lançado na fornalha quente:

          os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo. (João 5:29)
          Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles ajuntarão do seu reino todos os que servem de tropeço, e os que praticam a iniquidade, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes. (Mat 13:41;42)

          Ambos estão Igualmente Mortos

          No final das contas, a diferença entre os mestres da eterna segurança, que sem pudor declaram que um cristão pode cometer ocasionalmente atos pecaminosos tais como citados em I Cor 6:9;10 e mesmo assim permanecer salvo e, aqueles que dizem rejeitar a segurança eterna mas ensinam o mesmo é inexistente! Não há nenhuma diferença. Ambos estão igualmente mortos e desencaminhando pessoas na direção do inferno com suas mensagens. Se você é um verdadeiro cristão, abandone tais congregações e os tais chamados “pastores”, independentemente do quão conveniente possa ser permanecer lá. Não ponha em risco sua eterna alma e as almas de seus amados por freqüentar e dar suporte a tal lobo feroz em pele de cordeiro. Não compartilhe de seu trabalho maligno

      3. clamando disse:

        DA MINHA PARTE NÃO PRECISO PERDOAR, POIS NUNCA ME OFENDEU, TEUS COMENTÁRIOS E AS FARPAS TROCADAS, APESAR DA GOZAÇÃO E SARRO QUE TIRAMOS UM DO OUTRO DEIXO EXPLICITO MEU AMOR E CARINHO PELO IRMÃO STARDUST, HEHEHHE MESMO QUANDO DEIXA SATÃ O USAR HEHEH FIQUE EM PAZ ESPERO TAMBÉM NÃO DEVER NADA A TI STARDUST, E QUE NUNCA DEIXES DE COMENTAR, E SABES QUE É VERDADE OQUE DIGO, POIS A PRIMEIRA VEZ, QUE DISSE QUE NÃO MAIS POSTARIA, FUI O PRIMEIRO A DIZER PARA FICAR…ENTÃO DEUS TE ABENÇOE

    2. STARDUST disse:

      ESTUDO BÍBLICO:

      “AS 10 MAIORES MENTIRAS SOBRE OS 10 POR CENTO DOS DÍZIMOS”

      Muitas igrejas insistem no ensino errôneo de que os dízimos ainda são obrigatórios mesmo para os cristãos que vivem debaixo da graça de Jesus Cristo, e se utilizam de argumentos que se tornaram verdadeiros mitos dentro da comunidade evangélica, porém como eles dizem que o dízimo é 10 por cento, vamos utilizar o mesmo princípio numérico e verificar biblicamente as 10 argumentações mentirosas mais difundidas a respeito do dízimo.

      1º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI ORDENADO POR DEUS NO JARDIM DO ÉDEN, POIS A ÁRVORE DO CONHECIMENTO REPRESENTA O DÍZIMO”

      Na verdade, biblicamente o dízimo foi ordenado no monte sinai (levíticos 27:30-32; Números 18:21-24) e portanto, não foram instituidos no Jardim do Éden, pois sequer é mencionado que Adão e Eva receberam o mandamento da parte de Deus de dizimar. A associação que muitos religiosos que insistem em receber dízimos fazem de que a árvore do conhecimento do bem e do mal (Gênesis 2:9), pois não era permitido a Adão e Eva comer dela (Gênesis 2:17) portanto ela seria segundo eles um “símbolo” do dízimo, mas isso é uma associação esdrúxula, pois sequer há um texto bíblico que faça uma ligação entre essa árvore do Jardim do Éden e o dízimo da lei de moisés, sequer se diz que a árvore ocupava 10% do espaço do Jardim do Éden. Trata-se portanto de mais um argumento ridículo usado pelos líderes religiosos para levar o povo a acreditar que o dízimo não era somente obrigatório perante a lei de moisés.

      2º MENTIRA – “O DÍZIMO SEMPRE FOI OBRIGATÓRIO MESMO ANTES DA LEI DE MOISÉS”

      O dízimo antes de sua ordenança no Sinai era voluntário, sendo mencionado apenas 2 vezes antes de se tornar obrigatório, Abraão deu uma única vez um dízimo dos despojos da guerra quando resgatou seu sobrinho Ló e Jacó fez um voto a Deus (gênesis 14:17-20, gênesis 28:20-22)

      Pelas seguintes razões, Gênesis 14:20 não pode ser usado como exemplo para os cristãos dizimarem: 1º – A Bíblia não diz que Abraão deu obrigatoriamente esse dízimo. 2º – O dízimo de Abraão não foi um dízimo santo, da Terra Santa de Deus, produzido pelo povo santo de Deus. 3º – O dízimo de Abraão foi somente do despojo de guerra (hebreus 7:4). 4º – O dízimo de Abraão a Melquisedeque aconteceu apenas uma vez e Abraão mudava sempre de lugar. 5º – O dízimo de Abraão não proveio de sua riqueza pessoal. 6º – O dízimo de Abraão não é mencionado em nenhuma parte da Bíblia, seja no velho ou no novo testamento a fim de respaldar o ato de dizimar. 7º – Visto como nem Abraão nem Jacó tinham um sacerdócio levítico para manter, eles não tinham lugar algum onde entregar os dízimos, durante os seus muitos deslocamentos.

      No caso específico de Jacó, lemos o seguinte: “Fez também Jacó um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta jornada que empreendo, e me der pão para comer e roupa que me vista,de maneira que eu volte em paz para a casa de meu pai, então, o SENHOR será o meu Deus;e a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu te darei o dízimo” (Gênesis 28:20-22). O texto bíblico é claro, que Jacó fez um propósito particular (um voto) de que se Deus fosse favorável à ele, que ofereceria à Deus o dízimo. Não se vê também neste caso nenhuma ordem explicita de Deus ou algum sacerdote a mando Dele, para que Jacó dizimasse, e vemos que foi uma promessa de Jacó para Deus, não há relatos posteriores na Bíblia que ele tenha de fato dizimado, apenas se observa a sua promessa, seu compromisso de entregar o décimo de tudo que viesse a obter daquele momento em diante. Outra vez, não vemos na Bíblia nenhuma passagem em que vemos escrito que devemos dizimar como Jacó fez, portanto trata-se de mais uma mentira que os líderes criaram para tentar fazer parecer que os dízimos eram obrigatórios antes mesmo da lei de moisés.

      3º MENTIRA – “O DÍZIMO DOS ALIMENTOS DO VELHO TESTAMENTO FOI SUBSTITUÍDO POR DÍZIMO DO DINHEIRO NOS DIAS ATUAIS”

      Não há um versículo na biblia informando que dízimo obrigatório da lei de moisés possa ser ouro, prata, moeda, dinheiro, etc. Dízimo sempre foi apenas alimento do campo vegetal ou animal (levíticos 27:30 e 32) mesmo quando havia metais preciosos como moeda corrente. Abraão no seu tempo comprou uma sepultura para sua esposa por 400 ciclos de prata (gênesis 23:16)

      Embora já existisse dinheiro, a substância do dízimo divino jamais foi dinheiro. Ele era o “dízimo do alimento”. Isso é muito importante. Os verdadeiros dízimos bíblicos eram sempre somente o alimento proveniente das fazendas e rebanhos, somente dos israelitas que vivessem exclusivamente dentro da Terra Santa de Deus, as fronteiras nacionais de Israel. A fartura provinha de Deus e não da manufatura ou habilidade do homem.

      Existem 15 versículos de 11 capítulos e 8 livros, de Levítico 27 a Lucas 11, que descrevem o conteúdo do dízimo. E o conteúdo jamais, repito, jamais incluía dinheiro, prata, ouro ou qualquer outra coisa, além de alimento. Mesmo assim, a definição incorreta de “dizimar” é a maior mentira que está sendo pregada sobre esse ato, hoje em dia. (Veja Levítico 27:30,32; Números 18:27,28; Deuteronômio 12:17; 14:22, 23, 26; 2 Crônicas 31:5; Neemias 10:37; 13:5; Malaquias 3:10; Mateus 23:23 e Lucas 11:42).

      Não se observa portanto em toda a bíblia, alguém entregando dízimo em dinheiro, pois dízimo era décima parte dos alimentos ( agropecuários ou agrícolas ), e jamais foi entregue em dinheiro. E o dinheiro já era corrente nos tempos bíblicos, pois o próprio moisés que recebeu a lei para o povo lidou com dinheiro: “Então, Moisés tomou o dinheiro do resgate dos que excederam os que foram resgatados pelos levitas.Dos primogênitos dos filhos de Israel tomou o dinheiro, mil trezentos e sessenta e cinco siclos, segundo o siclo do santuário. E deu Moisés o dinheiro dos resgatados a Arão e a seus filhos, segundo o mandado do SENHOR, como o SENHOR ordenara a Moisés” (Números 3:49-51)

      Mais uma prova de que o dízimos sempre foram alimentos podem ser vista nessa passagem bíblica: “DOS DÍZIMOS NÃO COMI no meu luto e deles nada tirei estando imundo, nem deles dei para a casa de algum morto; obedeci à voz do SENHOR, meu Deus; segundo tudo o que me ordenaste, tenho feito” (Deuteronômio 26:14)

      Portanto, mais uma mentira dos líderes que ensinam sobre a obrigatoriedade dos dízimos é revelada, quando dizem que nos tempos bíblicos dízimos eram entregues em alimentos porque dinheiro ainda não existia, mas Abraão e até Moisés lidavam com dinheiro, e mesmo assim na obrigatoriedade da lei de moisés nunca se pagava dízimos em dinheiro, pois dízimo sempre foi a décima parte dos alimentos, do campo e animais, e nada tem a ver com a exigência de entrega de 10% do dinheiro que os cristãos recebem para esses líderes que ensinam erradamente sobre dízimos. Dízimo nunca foi pago em dinheiro, apenas em alimentos. Se o seu pastor ou líder insistir em dizer que pode ser pago em dinheiro exija que ele mostre alguém dizimando em dinheiro na bíblia, pois dinheiro já existia e era usado naquela época.

      4º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI DADO POR DEUS AOS LEVITAS DA VELHA ALIANÇA E HOJE OS PASTORES DA NOVA ALIANÇA SUBSTITUIRAM ESSES LEVITAS PORTANTO DEVEM RECEBER DÍZIMOS”

      O dízimo foi dado aos levitas, mas para que eles fizessem todo o trabalho da tenda da congregação (Números 18:21-23). Se hoje os membros leigos fazem mais de 90% do trabalho e os pastores recebem todo o dízimo isso não é biblico, é humano. Na igreja primitiva de atos, um levita, chamado José de sobrenome barnabé dava ofertas ao invés de receber dízimos dos apóstolos e membros da igreja cristã: “José, a quem os apóstolos deram o sobrenome de Barnabé, que quer dizer filho de exortação, LEVITA, natural de Chipre, como tivesse um campo, vendendo-o, trouxe o preço e o depositou aos pés dos apóstolos” (atos 4:36-37) Portanto fica evidente que com a mudança do sacerdócio mudou a lei: “Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei” (hebreus 7:12)

      Na economia hebraica, o dízimo era usado de maneira totalmente diferente da que hoje é pregada. Mais uma vez, os levitas que recebiam o dízimo inteiro nem sequer eram ministros ou sacerdotes – eles eram apenas servos dos sacerdotes. Números 3 descreve os levitas como sendo carpinteiros, fundidores de metal, artesãos de couro e artistas, que mantinham o pequeno santuário. E 2Crônicas 23-27, durante o tempo dos reis Davi e Salomão, os levitas também foram peritos artesãos, os quais inspecionavam as obras do Templo. Vinte e quatro mil deles trabalhavam no Templo como construtores e supervisores; seis mil eram oficiais e juízes; quatro mil eram guardas e quatro mil eram músicos. Como representantes políticos do rei, os levitas usavam o seu dízimo para servir aos oficiais, juízes, coletores de impostos, tesoureiros, guardas do Templo, músicos, padeiros, cantores e soldados profissionais (1Crônicas 12:23,26; 27:5). É obvio que esses exemplos do uso bíblico da entrada do dízimo nunca se tornam exemplos para a igreja de hoje. É importante saber que na Antiga Aliança os dízimos nunca eram usados para evangelizar os não israelitas. Neste ponto o dízimo falhou. Vejam Hebreus 7:12-19. Os dízimos jamais estimularam os levitas e sacerdotes da Antiga Aliança a estabelecer uma única missão fora do país, para encorajar um só gentio a se tornar israelita (Êxodo 23:32; 34:12,15; Deuteronômio 7:2). O dízimo da Antiga Aliança era motivado e exigido por lei, não pelo amor. De fato, durante a maior parte da história de Israel, os profetas foram os principais portadores da Palavra de Deus e não os levitas e os sacerdotes que recebiam o dízimo.O falso ensino é que os anciãos e pastores da Nova Aliança estão simplesmente continuando de onde os sacerdotes da Antiga Aliança deixaram e por isso devem receber o dízimo. A função e o propósito dos sacerdotes da Antiga Aliança foram substituídos, não pelos anciãos e pastores, mas pelo sacerdócio de todos os crentes. Como outras ordenanças da Lei, o dízimo foi apenas uma sombra temporária, até a vinda de Cristo (Efésios 2:14-16; Colossenses 2:13-17; Hebreus 10:1). Na Nova Aliança cada crente é um sacerdote de Deus (1 Pedro 2:9-10; Apocalipse 1:6; 5:10). E como sacerdote cada crente oferece sacrifícios a Deus (Hebreus 4:16; 10:19-22; 13:15-16). Então, cada ordenança que havia sido previamente aplicada ao antigo sacerdócio foi anulada no Calvário. Visto não pertencer à Tribo de Levi, até mesmo Jesus Cristo foi desqualificado. Desse modo, o propósito original de dizimar já não existe (Hebreus 7:12-19; Gálatas 3:19, 24, 25; 2Coríntios 3:10).

      Portanto, não há nenhum mandamento no novo mandamento do cristão entregar os dízimos aos pastores, pois o dízimo somente podia ser recebido pelos levitas: “Ora, os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm mandamento de recolher, de acordo com a lei, os dízimos do povo, ou seja, dos seus irmãos, embora tenham estes descendido de Abraão” (hebreus 7:5), e os levitas só existiam na velha aliança da lei de moisés, pastores não são substitutos deles pois são ministros de Deus (I Coríntios 4:1) e nem sequer é ordenado que se deva entregar dízimos em favor da obra de Deus, pois ela é sustentada pelas ofertas voluntárias (2Coríntios 9:7).

      5º MENTIRA – “O DÍZIMO RECEBIDO É SOMENTE PARA USO DOS PASTORES”

      Biblicamente, o dízimo pertencia aos levitas (números 18:21-23), mas também para se fazer um festival ao Senhor (deuteronômio.14:22-27) e a cada terceiro ano, para os levitas, órfãos, viúvas e estrangeiros, os quais comiam o dízimo ajuntado dentro das suas portas (deuteronômio14:28-29). Se ofertas e dízimos eram sagrados ao Senhor e não podiam ser comidos por pessoas comuns neste caso Deus abre um exceção, visto que para ele misericórdia é melhor que sacrificio (Oséias 6:6; Mateus 12:7), a vida dos carentes é preciosa ao senhor (veja um exemplo disso em Lucas 6:1-10)

      Portanto mais uma vez, é biblicamente demonstrado que os dízimos recebidos pelos levitas não eram de uso exclusivo deles… os necessitados ( órfãos, viúvas e os de fora de israel ), também se beneficiavam dos dízimos dos alimentos recebidos pelos levitas. Essa conversa de que só os pastores e líderes religiosos podem hoje usufruir dos dízimos não encontra respaldo bíblico. Trata-se de mais uma doutrina de homem.

      6º MENTIRA – “CRISTÃO QUE NÃO DÁ O DÍZIMO SERÁ VITIMA DO “DEVORADOR”
      Se você é evangélico provavelmente já deve ter ouvido alguém falar a respeito do devorador. Muitas igrejas pregam a respeito desse ser. Mas o que os líderes religiosos gananciosos não fazem é mostrar aos membros que a admoestação de Malaquias é dirigida somente à nação de Israel, e não aos cristãos de hoje que não dizimam:

      “Sentença pronunciada pelo Senhor CONTRA ISRAEL, por intermédio de Malaquias” (Malaquias 1:1)

      e, se destina especificamente, aos SACERDOTES CORRUPTOS:

      “Agora, ó sacerdotes, para vós outros é este mandamento.Se o não ouvirdes e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o SENHOR dos Exércitos, enviarei sobre vós a maldição e amaldiçoarei as vossas bênçãos; já as tenho amaldiçoado, porque vós não propondes isso no coração” ( Malaquias 2:1-2)

      Eles estavam ofertando ANIMAIS coxos, cegos mudos, e defeituosos:

      “Ofereceis sobre o meu altar pão imundo e ainda perguntais: Em que te havemos profanado? Nisto, que pensais: A mesa do SENHOR é desprezível. Quando trazeis animal cego para o sacrificardes, não é isso mal? E, quando trazeis o coxo ou o enfermo, não é isso mal? Ora, apresenta-o ao teu governador; acaso, terá ele agrado em ti e te será favorável? – diz o SENHOR dos Exércitos.” (Malaquias1:7-8)

      Quanto a Malaquias 3, notamos que Deus manda trazer somente “DÍZIMOS” para as câmaras do depósito do templo, para que haja “comida” ( alimento, ou mantimento ) em minha casa. Isto é , mantimento = produtos alimentares (ver dicionário da língua portuguesa)

      O texto mais famoso citado para falar a respeito do devorador é Malaquias 3:11, que diz: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.” Esse texto é a continuação de Malaquias 3:10, o tão famoso texto que fala a respeito de dízimos no Antigo Testamento. os líderes gananciosos dizem que o “devorador” mencionado nesse texto é um demônio que destrói as finanças daqueles que não dão os 10%, ou seja, que não são dizimistas. As pessoas que pregam nessa linha trazem ameaças de destruição financeira aos seus ouvintes se os mesmos não forem dizimistas fiéis.

      O DEVORADOR É MESMO UM DEMÔNIO? A resposta é não! Os que afirmam que esse devorador citado no texto é um demônio, no mínimo, faltaram em algumas aulas de interpretação da Bíblia. A primeira coisa a sabermos é que no Antigo Testamento, a aliança que vigorava era uma aliança baseada na obediência. Se o povo fosse obediente às leis de Deus seriam abençoados. Essas bênçãos eram visivelmente mandadas em forma de paz e boas colheitas e prosperidade. Se fossem desobedientes, seriam amaldiçoados. Falta de paz e colheitas ruins estavam em vista aqui. (Deuteronômio 28). Em uma das ameaças de maldições em suas colheitas, que Deus manda ao povo através do profeta Joel, vemos que: “O que deixou o gafanhoto cortador, comeu-o o gafanhoto migrador; o que deixou o migrador, comeu-o o gafanhoto devorador; o que deixou o devorador, comeu-o o gafanhoto destruidor.” (Joel 1:4). Uma maldição que tinha em vista a destruição da lavoura.

      O texto de Malaquias 3:11 diz a mesma coisa: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.”. Esse devorador certamente se tratava de um tipo de gafanhoto altamente destrutivo ou outro “bicho” que acabava com as plantações (que eram a base da economia do povo de Israel). A ação devastadora desse “ser” acabava com a prosperidade do povo em pouco tempo atacando suas lavouras. Quando o povo era obediente a Deus e cumpria a Sua lei, que no caso desse texto é a lei de dizimar, Deus abençoava suas colheitas e negócios. Esse é o sentido desse texto. Assim, não faz sentido usar esse texto para afirmar que o devorador era um demônio ou coisa parecida. Nem faz sentido ameaçar as pessoas hoje em dia com esse “devorador”

      “repreenderei o devorador” Versículo 11 (Não é dinheiro que faz isto, é o próprio Deus)

      Devorador, segundo a bíblia, nunca foi demônio, e sim, gafanhotos, que Deus enviava como pragas a terra para castigar o povo, e estes gafanhotos, Deus os chamavam de “O meu grande exercito” (Joel 2:22-27) …”repreenderei o devorador ” significa… espantarei a praga do meio da vossa plantação (gafanhotos), veja também Levítico 11:22 e Naum 3:16.

      Os líderes gananciosos que ensinam que esses “devoradores” são demônios que irão causar doenças na família, o carro vai viver quebrando etc, aproveitam o desconhecimento dos cristãos do verdadeiro devorador ao qual Malaquias se refere, o gafanhoto que devorava as colheitas da nação de israel. Não há confirmação nenhuma no novo testamento de que quem não dizima será vitima desse “devorador”… quando um ladrão quer tomar o dinheiro de uma pessoa, ele a ameaça, pois se pedir provavelmente a vítima não entregará o seu dinheiro, e por conta disso o ladrão usa o recurso da ameaça, para forçá-la, da mesma forma agem esses pastores que insistem em receber dízimos pois usam um texto fora de seu real contexto para ameaçar dizendo que o mesmo “devorador” que viria sobre a nação de israel se não dizimasse virá para aqueles que não entregam seus dízimos a eles.Trata-se portanto de mais um ensino distorcido da bíblia para forçar os cristãos que não estudam a bíblia a dizimarem.

      Hoje em dia, a classe mais pobre é a que mais contribui para beneficência. E, mesmo assim, ela permanece na pobreza. Os dízimos não são uma garantia para alguém enriquecer depressa, em vez da educação, da determinação e do árduo trabalho. Se Malaquias 3:10 funcionasse realmente com os cristãos da Nova Aliança, nesse caso milhões de cristãos dizimistas já teriam escapado da pobreza e se tornado o grupo mais rico do mundo, em vez de continuar sendo pobre. Portanto, não existe evidência alguma de que a vasta maioria dos pobres “pagadores do dízimo” tenha sido abençoada pelo mero fato de o entregar. As bênçãos da Antiga Aliança já não estão em efeito (Hebreus 7:18-19; 8:6-8,13).

      Portanto, não há nenhuma possibilidade de um cristão ser vítima do “devorador” (demônio) por causa de não ser dizimista, pois nenhuma maldição da antiga aliança pode atingir aos cristãos da nova aliança em Jesus ( gálatas 3:13 )

      7º MENTIRA – O DÍZIMO SERVE PARA MANTER A IGREJA FÍSICA HOJE, POIS ELA SUBSTITUIU O TEMPLO JUDAÍCO ONDE SE ENTREGAVAM OS DÍZIMOS.

      Nada poderia estar mais longe da verdade. Trata-se de outro falso ensino os religiosos que exigem dízimos de que os edifícios chamados “igrejas”, “tabernáculos” ou “templos”, substituíram o Templo do Velho Testamento como locais de habitação divina.

      A Palavra de Deus jamais descreve os grupos da Nova Aliança como ”tabernáculos”, “templos” ou “edifícios”. Os cristãos não “vão à igreja”. Eles se “reúnem para adorar”. Também, visto que os sacerdotes do Velho Testamento pagavam o dízimo, então, logicamente, o dízimo não pode continuar. Nesse caso, é errado chamar um edifício de “armazém do Senhor” para receber os dízimos (1 Coríntios 3:16-17; 6:19-20; Efésios 1:22-23; 2:21; 4:12-16; Apocalipse 3:12). Com respeito à palavra “armazém” comparem a 1 Coríntios 16:2 com a 2 Coríntios 12:14 e Atos 20:17, 32-35. Durante vários séculos após o Calvário, os cristãos nem mesmo possuíam um edifício próprio (que chamassem de armazém), visto como o Cristianismo era uma religião ilegal e sofria perseguições.

      Após o sacrifício de Jesus, o véu do santuário se rasgou: “E o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo” (Marcos 15:38) e hoje, cada cristão é um santuário onde habita o Espírito Santo: “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16) Não há sequer um Templo ou santuário físico para que os cristãos levem os dízimos pois: “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas” (Atos 17:24). Jesus sequer fundou uma igreja física, pois a verdadeira igreja é espiritual.

      1. Que autoridade nos dá a Palavra de Deus para estabelecermos igrejas denominacionais ou não denominacionais em meio ao testemunho cristão, quando as Escrituras condenam a criação de divisões entre os crentes? (1 Coríntios 1:10; 3:3; 11:18-19)

      2. Com que autoridade vinda de Deus os cristãos denominam suas assim chamadas “igrejas” como Presbiteriana, Batista, Pentecostal, Aliança, Cristã Reformada, Anglicana etc., quando não há na Bíblia instruções para nos reunirmos em qualquer outro nome além do nome do Senhor Jesus Cristo? (Mateus 18:20; 1 Coríntios 5:4)

      3. Será que existe qualquer base na Palavra de Deus para chamar esses edifícios de “igrejas”? A definição bíblica de “igreja” é de uma reunião de crentes que, pelo evangelho, foram chamados para fora, tanto dentre os judeus como dentre os gentios, e são unidos em um único corpo a Cristo, sua Cabeça no céu, pela habitação do Espírito Santo. (Atos 11:22; 15:14; 20:28; Romanos 16:5; 1 Coríntios 1:2; Efésios 5:25)

      4. Onde há no Novo Testamento uma referência mandando os Cristãos construírem templos e chamarem esses locais de “Cada de Deus”, sendo que Deus não habita em templos feito por mãos humanas? (Atos 7:48 e 17:24).

      Dizer que os dízimos são necessários para manter a igreja e sustentar os pastores e líderes não tem fundamentação bíblica neotestamentária, O apóstolo Paulo estava entre os que insistiam em trabalhar com as próprias mãos pelo seu sustento (Atos 18:3; 1Tessalonicenses 2:9-10; 2Tessalonicenses 3:8-14). Embora ele não tenha condenado os que recebiam sustento pela obra em tempo integral, também não ensinou que tal sustento fosse ordenado por Deus, para difusão do Evangelho. (1 Coríntios 9:12). De fato, duas vezes em Atos 20:29, 35 e também em 2 Coríntios 12:14, ele até mesmo encoraja os anciãos da igreja a trabalharem para manter os necessitados da igreja (Eu só queria ver um dos pastores atuais trabalhando para ajudar os pobres da igreja!).

      Para Paulo, a expressão “viver do evangelho” significava “viver segundo os princípios da fé, do amor e da graça” (1 Coríntios 9:14). Conquanto verificasse ter “direito” a alguma ajuda, ele concluía que a “liberdade” de pregar o seu evangelho era mais importante, a fim de cumprir a sua vocação de Deus (1 Coríntios 9:15; 11:7-13; 12:13,14; 1 Tessalonicenses 2:5-6). Enquanto trabalhava como artesão de tendas (atos 18:3), Paulo aceitou uma certa ajuda, porém se gloriava de que o seu pagamento ou salário era o fato de poder pregar livremente, sem se tornar um fardo para os outros (1 Coríntios 9:16-19).

      Em nenhum lugar desde Atos 7:58 (onde Paulo é mencionado pela primeira vez) até suas epístolas, não vemos o apóstolo Paulo orientando alguém a dizimar nem recebendo dízimos dos cristãos, portanto uma prova clara que a igreja primitiva não tinha o dízimo como uma doutrina cristã e inquestionável como se vê hoje nessas igrejas que dizem seguir fielmente as Escrituras.

      Paulo deixou claro que os que pregavam o evangelho tinham todo o direito de serem supridos com as ajudas e doações voluntárias dos cristãos (I Coríntios 9:11 e 14, Filipenses 4:18 ), mas nunca disse que seria dos dízimos! Sequer há mandamento seja do Senhor Jesus ou de seus apóstolos dos cristãos entregarem seus dízimos nos “templos” que hoje conhecemos como igreja, pois Jesus nunca fundou uma igreja física, nem ordenou que se fizessem construções para ali os seus seguidores se reunirem! Se o dízimo fosse tão necessário e importante como esses líderes gananciosos querem fazer parecer, teria o apóstolo Paulo esquecido de mencionar algo tão importante? obviamente que não, pois ele é categórico ao dizer: ” jamais deixando de vos anunciar coisa alguma proveitosa e de vo-la ensinar publicamente e também de casa em casa” e ” porque jamais deixei de vos anunciar todo o desígnio de Deus” (atos 20:20 e 27)… ou seja, tudo que era necessário ele, Paulo, ensinou e o Apóstolo Paulo nunca incentivou ou ensinou os cristãos a dizimarem!

      Portanto comprovadamente os dízimos não são obrigatórios serem entregues, muito menos nas igrejas físicas de hoje.

      8º MENTIRA – “DAR OFERTAS, MESMO ACIMA DE 10% DA SUA RENDA, NÃO TEM O MESMO VALOR ESPIRITUAL, POIS QUEM NÃO DÁ O DÍZIMO ROUBA A DEUS E NÃO SERÁ SALVO POIS ESTÁ DEBAIXO DE MALDIÇÃO”

      Tanto a bênção como a maldição de Malaquias 3:9-11, perduraram somente até o término da antiga Aliança, ou seja, até o Calvário. A audiência de Malaquias havia voluntariamente reafirmado a Antiga Aliança (Neemias 10:28-29. “Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: Amém” (Deuteronômio 27:26, citado em Gálatas 3:10). E Jesus Cristo deu um fim a essa maldição, conforme Gálatas 3:13: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”. Portanto nenhuma maldição proveniente da não observância da lei de moisés (e o dízimo pertencia a ela) atinge aos cristãos. Mas os lideres gananciosos que recebem dízimos escondem isso dos membros.

      Mas não é porque o Cristão não seja mais obrigado a dizimar que ele esteja isento de ajudar na propagação do evangelho e em favor dos necessitados pois: “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria” (2coríntios 9:7).

      “Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus concedida às igrejas da Macedônia; porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade.Porque eles, testemunho eu, na medida de suas posses e mesmo acima delas, se mostraram voluntários” (2coríntios 8:1-3) Essa era a prática da igreja de Deus que Cristo estabeleceu.

      Os princípios de dar no Novo Testamento, na 2Coríntios capítulos 8 e 9 são superiores ao dizimar, que não é obrigatório aos cristãos.

      Os seguintes princípios de dar voluntariamente na Nova Aliança estão fundamentados na 2 Coríntios 8 e 9 (1). Dar é uma “graça”. A 2 Coríntios 8 usa oito vezes a palavra “graça”, referindo-se à ajuda aos santos pobres (2). Dar primeiro a Deus (8:5). (3) Dar-se a si mesmo para conhecer a vontade de Deus (8:5) (4) Dar em resposta ao dom de Cristo (8:9 e 9:15). (5) Dar com desejo sincero (8:8, 10, 12 e 9:7) (6) Não dar por causa de mandamento algum (8:8,10; 9:7). (7) Dar além de sua capacidade (8:3, 11, 12) (8) Dar para produzir igualdade. Isso quer dizer que os que têm mais devem dar mais, a fim de suprir a incapacidade dos que não podem dar mais (8:12,14) (9) Dar com alegria (8:2). (10) Dar porque está crescendo espiritualmente (8:3,4,7). (11) Dar porque deseja crescer espiritualmente (9:8, 10, 11). (12) Dar porque está ouvindo o Evangelho ser pregado (9:13).

      9º MENTIRA – “JESUS MANDOU OS CRISTÃOS DAREM O DÍZIMO NO NOVO TESTAMENTO”

      O falso ensino é que Jesus ensinou a dizimar, em Mateus 23:23, dizendo que isso está claro no Novo Testamento.

      Em primeiro lugar, A Nova Aliança (o novo testamento) não teve princípio no nascimento de Jesus, mas na Sua morte (Gálatas 3:19, 24, 25; 4:4). O dízimo não é ensinado na igreja, depois do Calvário. Quando Jesus falou sobre o assunto em Mateus 23:23, Ele estava simplesmente ordenando a obediência às leis da Antiga Aliança, a qual ele endossou e obedeceu até chegar ao Calvário.

      Não existe um único texto do Novo Testamento que ensine a dizimar após o período do Calvário. (Atos 2:42-47 e 4:32-35 não são exemplos para se dizimar, a fim de sustentar os líderes da igreja). Conforme Atos 2:46, os cristãos judeus continuavam a adorar no Templo. E conforme Atos 2:44 e 4:33,34, os líderes da igreja compartilhavam igualmente o que recebiam com todos os membros da igreja (o que hoje os líderes gananciosos que recebem dízimos não fazem).

      Aliás, Jesus sequer é mencionado dizimando ou recebendo dízimos… e porque os líderes gananciosos pedem dízimos em nome de Jesus sendo que o próprio Jesus disse: “em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas;pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados” (Marcos 16:17-18)… Ele nunca disse ” em meu nome receberão dízimos…”

      Portanto comprovadamente mais uma mentira desses homens que se dizem ordenados por Deus a exigirem dízimos dos cristãos incautos foi desmascarada! Jesus nunca ordenou que os seus discípulos e futuros apóstolos recolhessem dízimos… e porque esses líderes acham que podem fazer diferente? Bem o Senhor Jesus profetizou sobre esses tipos: “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” (Mateus 7:15)

      10º MENTIRA – “JESUS RECEBE DÍZIMOS DOS CRISTÃOS CONFORME HEBREUS 7:8″

      O início do capítulo 7 de hebreus é apenas citação do Antigo Testamento, onde fala do sacerdócio de Melquisedeque. Em Hebreus 7:5 diz: ” E os que dentre os filhos de Levi receberam o sacerdócio tem ordem, segundo a lei, de tomar os dízimos do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão”

      A lei foi dada por intermédio de Moisés, ao povo, direcionada aos filhos de Levi, especificamente aos que receberam sacerdócio para trabalhar nas tendas das congregações ( montagem e desmontagem de tendas no deserto), os quais tinham ordem, segundo a lei de receber os dízimos dos seus irmãos. Agora note o relato do versículo 11 e 12:

      Hebreus 7:11: De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade se havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque (referindo-se ao Salvador) e não fosse chamado segundo a ordem de Arão? (menção a Moisés, o qual introduziu a lei ao povo).

      Hebreus 7:12: Porque mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança na lei.

      Meditando no texto acima, especificamente nestes versículos, onde a palavra assegura que os sacerdotes Levíticos recebiam os dízimos segundo a lei (Hebreus 7:5), Porque através deles (sacerdotes Levíticos) o povo recebeu a lei (Hebreus 7:11) e mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também, mudança na lei (Hebreus 7:12), porque se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (pelo qual o povo recebeu a lei), qual a necessidade de que enviasse outro Sacerdote? Mudou o Sacerdócio, necessariamente se faz mudança na Lei.

      A lei dos dízimos foI direcionada especificamente aos filhos de Levi, aos que receberam o sacerdócio e não havendo mais “Levitas”, nem “templo”, nem sacerdote a oferecer sacrifícios, pois O Salvador já o fez, logo,se aplicada aos crentes hoje, ela torna-se intempestiva e ilegítima, porque os “pastores” de hoje não são levitas nem foram proibidos de trabalhar, nem menos tiveram promessas de herança de dízimos para sustento por não ter tido herança nas distribução de terras prometidas ao povo israelita por herança.

      Outra particularidade, no capítulo 18 do livro de Números, o Senhor Deus adverte aos sacerdotes levitas dizendo: Na sua terra, possessão nenhuma terás, e no meio deles nenhuma parte possuirás; eu sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel.

      Gostaria de recomendar aos pregadores contemporâneos (os que querem se assemelhar aos sacerdotes levitas que recebiam dízimos), seria bom que guardassem os mandamentos do Senhor para aquela tribo, os quais não possuíam bens materiais, pois o Senhor era a herança dos sacerdotes levitas.

      Recapitulando: Hebreus 7 apenas faz a menção pós-Calvário de dizimar, numa explanação de porque o sacerdócio levítico deve ser substituído pelo sacerdócio de Cristo, porque o sacerdócio levítico era fraco e ineficiente. Estude Hebreus 7 e sigam a progressão do versículo 5 ao versículo 12 e ao versículo 19.

      Porém, líderes gananciosos insistem em apenas mostrar hebreus 7:8 aos membros, onde segundo eles, Jesus receberia dízimos dos cristãos: “Aliás, aqui são homens mortais os que recebem dízimos, porém ali, aquele de quem se testifica que vive” (hebreus 7:8)

      Apenas mostrando esse versículo isoladamente aos membros desavisados, querem dar a entender que esse versículo manda os cristãos ainda dizimarem, sem ler todo o real contexto do capítulo 7 de hebreus.

      Portanto hebreus 7:8 não fala de Jesus recebendo ainda dízimos dos cristãos, pois o contexto do capítulo 7 de hebreus fala na verdade da superioridade do sacerdócio de melquisedeque em relação ao levítico que era sustentado pelos dízimos. Cristãos não tem o mandamento bíblico de dizimarem.

      Considerações finais:

      Em Hebreus 7,8,9 e 10, neste 4 capítulos deixa bem claro a questão do sacerdócio perfeito, que, quando mudado o sacerdote Levítico, veio o Cristo, e mudando o sacerdócio se muda a lei ( Hebreus 7:12 ) portanto, notamos, que no novo testamento, não há ninguém dando dizimos em dinheiro, sendo que já existia, porque, Jesus foi traído por moedas, e a viúva ofertou moedas, mas dízimos, foi mencionado em alimentos, hortaliças ( Mateus 23.23 ) jamais em dinheiro, e o próprio Senhor Jesus, relatou que o dízimo era da lei para o povo de Israel , …”o mais importante DA LEI “. (Mateus 23:23)

      Paulo não mencionou dízimos, nem outro apóstolo qualquer deixou exemplo de tal prática. Em Corintios 9, Paulo pede donativos para suprir necessitados e não para manter despesas de instituições religiosas. Em Atos 4:32 em diante, notamos a generosidade dos irmãos,vendendo tudo e depositando aos pés dos apóstolos, para que se fosse feita DISTRIBUIÇÃO AOS NECESSITADOS, de forma a não haver necessitados entre eles ( esta é a justiça que excede a dos fariseus religiosos que apenas punham seus dízimos das hortaliças e achavam que estava, cumprindo sua parte) em Mateus 23:23 e Lucas 18:12. Tal prática dos fariseus, mostra religiosidade e eles não praticavam a fé, de fato, que , quem diz que dizimar é um ato de fé, é engano, porque os fariseus dizimavam , mas não praticavam a fé. O jovem rico, não foi indicado por JESUS a dizimar, e sim, vender e REPARTIR com os pobres. Jó nunca dizimou, e mesmo assim era próspero.

      Abraão só deu o dízimo uma só vez, e não foi em dinheiro, foi despojos, sobras de conquistas de guerra, dizimo de sangue, após matar os reis e tomar seus bens.

      Jacó prometeu dar o dízimo, ( um voto particular dele ) em Gênesis 28:20-22 , mas a bíblia não fala que ele cumpriu…

      Abraão não foi a “suposta” casa do tesouro ( igreja ) mas Melquisedeque lhe saiu ao encontro para receber sua parte, devido ser rei de Salém e receber por que passava em tal parte, imposto semelhante ao que Jesus nos ensinou a pagar a César (Mateus 22:21). Isto é, JESUS mandou sermos fiéis ao estado e não sonegar impostos.

      Os cobradores de impostos ao se converter, restituíram 4 vezes mais aos que haviam defraudado, e foi nisto que Jesus afirmou: “hoje houve salvação nesta casa” (Lucas 19:9)Repare que o Salvador não o mandou dar dízimos.Todas as vezes que você quiser dar algo á Deus, e restituir a Deus com gratidão, faça isto dando ao seu próximo, pois assim,estará cumprindo a palavra na íntegra, conforme Mateus 25 deixa bem claro esta questão.

      No sétimo ano, Israel, não trazia dízimos, devido ser o ano sabático,a terra descansava (Levítico 25:4) Mas e será que a igreja atual faz isto? Fica sem receber dizimos no sétimo ano?

      O DÍZIMO era vendido POR DINHEIRO,devido a distância de levar onde o Senhor escolhera, para santificar seu nome, e o próprio dizimista COMIA DOS SEUS DÍZIMOS, (Deuteronômio 14:22-26) administrava o dízimo, hoje em dia quem come dos dízimos são os pastores, que administram os dízimos, dando ordem quê e no que será empregado os dízimos do povo. Estes ditos “sacerdotes” ( pastores) não são levíticos, nem exercem função sacerdotal superior a qualquer irmão que seja, e muito menos têm eles o direito de administrar o dízimo pessoal de cada um.

      Quanto a sacerdotes, sabemos todos nós somos, depois de Cristo nos fazer um sacerdócio real, nação santa , povo eleito de DEUS, passamos a ter livre acesso ao Pai através de CRISTO que , na sua morte, o que nos separava foi rasgado do alto abaixo, a saber o véu que separava o lugar santo,( local onde entravam os sacerdotes) do lugar santíssimo (onde só entrava o sumo sacerdote 1 vez por ano para pferecer acrificio pelo pecado do povo).

      Paulo recebeu muitas vezes ajuda da igreja, mas era para se manter, e não era salário mensal como se estivesse numa empresa. Paulo trabalhava (atos 18:3) , e em nada pesava os irmãos e a igreja.

      Se Paulo disse: “sede meus imitadores como eu sou de Cristo”, será que nesta parte, os pastores que exigem dízimos imitam à Paulo? Vemos Jesus ou Paulo recolhendo ou ensinando sobre dízimos?Em 2Coríntios 9:9, Paulo cita o salmo 112:9, onde fala da generosidade com os mais pobres: “Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre”. (2 Coríntios 9:9)

      Nada falou de dízimos em dinheiro, e sim, contribuições voluntárias , para “suprir” os que não tem, algo que, é totalmente visto por Deus. Paulo faz uma coleta para “DISTRIBUIR”, hoje em dia se faz uma distribuição (de envelopes) para ajuntar, não para os pobres, mas, para os cofres de uma instituição, que se preocupa mais com a posição social, status, templos, fama, nome, competição, horários de TV, rádios, sites, eventos, shows, viagens, lazer para líderes, carrões, mansões, aviões, e ainda se diz que é expansão da obra de Deus…

      Cada dia os patrimônios religiosos estão ainda maiores, e o evangelho mais distante do que a igreja primitiva pregava e vivia, tudo por causa de dinheiro. A biblia fala para não reter e sim dar. Será que a igreja faz isto? Ou antes retém,para construir seu império e se fortalecer mais e mais, visando dominar a maior parte possível do globo terrestre, e arrebanhar o maior número de pessoas possível, como se tudo fosse uma partida de competição: “Quem tiver mais membros é o vencedor”

      Paulo afirma: “Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus” (2Coríntios 2:17)

      Deus abençoe a todos que leram este estudo e que o Espírito Santo tenha conduzido a leitura e o entendimento para compreender que dízimos não são mais obrigatórios.

      “Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno” (2Pedro 3:18)

    3. clamando disse:

      DA MINHA PARTE NÃO PRECISO PERDOAR, POIS NUNCA ME OFENDEU, TEUS COMENTÁRIOS E AS FARPAS TROCADAS, APESAR DA GOZAÇÃO E SARRO QUE TIRAMOS UM DO OUTRO DEIXO EXPLICITO MEU AMOR E CARINHO PELO IRMÃO STARDUST, HEHEHHE MESMO QUANDO DEIXA SATÃ O USAR HEHEH FIQUE EM PAZ ESPERO TAMBÉM NÃO DEVER NADA A TI STARDUST, E QUE NUNCA DEIXES DE COMENTAR, E SABES QUE É VERDADE OQUE DIGO, POIS A PRIMEIRA VEZ, QUE DISSE QUE NÃO MAIS POSTARIA, FUI O PRIMEIRO A DIZER PARA FICAR…ENTÃO DEUS TE ABENÇOE

  16. luciane disse:

    Ele è um coitado e precisa ter experiência com um Jesus vivo

  17. STARDUST disse:

    CONHEÇA A VERDADE SOBRE O DÍZIMO:

    http://youtu.be/d_WZWUFMHUc

    1. vai arrebentar disse:

      KKKKKKKKKKKKKKK

      O stardoid endoidou de vez
      KKKKKKKKKKKKKK

      VEJA QUEM VAI ACREDITAR NESSE TIPO DE PESSOA?
      POIS DIZ AS ESCRITURAS: SEJA O SEU FALAR SIM SIM OU NÃO NÃO.
      Pois o que passar disso vem do MALIGNO.
      POR ISSO O STARDOID VEM DO MALIGNO.

      STARDUST disse: 1 de outubro de 2013 ás 12:22 pm
      COMUNICADO IMPORTANTE:

      Venho através deste comunicado informar que estou deixando de comentar no G+. Nada contra o site, que é fonte de informação, mas é uma decisão pessoal após orar e pedir direção a Deus. O Espírito Santo me mostrou a minha falha aqui. Levei um puxão de orelha “santo”. Peço perdão pela precipitação. Sei que todos somos falhos. E eu não vou esconder os meus erros. Não vou negar que cometi um erro, vários aliás. Peço perdão a todos que em maior ou menor grau se sentiram ofendidos com algo que eu disse.

      Peço perdão a todos que comentam aqui e em especial o clamando, edy ( ex ) e o vai arrebentar. Peço perdão a outros que não consigo lembrar. Peço que me perdoem pois eu pequei, errei. Peço que relevem. Não levem a sério. Eu errei e assumo publicamente meu erro.

      Peço perdão também a edir macedo, valdemiro santiago, marco feliciano, valdemiro santiago, silas malafaia e outros líderes religiosos que não consigo lembrar. Pequei contra vcs. Peço que igualmente me perdoem por tudo. Eu estou me retratando aqui que não agi corretamente com vcs também. E que Deus abençoe vcs e seus respectivos ministérios.

      Ao povo da iurd e outras denominações. Peço perdão. sim, pequei contra vcs também.

      A todos que não consigo lembrar, sejam comentaristas do site, ou pessoas do meio evangélico que se sentiram ofendidos com algo que eu disse, novamente peço perdão. Deixo a todos a seguinte mensagem de Cristo:

      ” [Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.]” (Marcos 11:26)

      Estou pedindo perdão a todos. Os que me perdoarem, também terão seus pecado perdoados, pois todos somos pecadores.

      Agradeço aos que amigos que fiz aqui. Deus os abençoe da mesma forma que aos que estou pedindo perdão.

      Estou deixando o G+, e peço aos que comentam aqui que eu pedi perdão, que me perdoem. Vcs podem me responder?

      clamando, vc me perdoa? edy vc me perdoa? vai arrebentar vc me perdoa? E todos que se sentiram ofendidos comigo, vcs me perdoam?

      Aguardo as respostas.

      1. STARDUST disse:

        A ORAÇÃO DO EX-DIZIMISTA

        ” Senhor Meu Deus, em Nome do Senhor Jesus eu venho em Tua presença, Agradecer pelas bençãos que o Senhor Meu Pai tem me dado. E já crendo que outras ainda estão por vir.

        Obrigado Senhor Jesus por me mostrar a verdade sobre o dízimo. Hj oferto por liberalidade, sem fazer barganhas contigo. Obrigado por me mostrar que os cristãos devem observar 2corintios 9:7 ao invés de malaquias 3:10, que era somente aos israelitas no tempo da lei de moisés, devidamente abolida após o Teu Perfeito Sacrifício na cruz.

        Obrigado Senhor por me libertar do engano religioso, do ensino farisaíco dos 10%… agradeço pelo Seu Sacrifício de 100 % que de tão Perfeito, não pode ser pago com míseros 10% de minha renda. Obrigado por me mostrar isso na Tua palavra.

        Oro também pelas pessoas que ainda estão sendo enganadas, pensando que só serão salvas se derem dízimo… Sei que o Senhor já pagou o preço pela nossa salvação. E que nossa salvação não tem nada a ver com entrega de 10% de nosso dinheiro num templo físico ao qual a Tua Santa palavra afirma que o Senhor não habita. É como tua palavra diz… quem crer e for batizado será salvo..Dízimo nada tem a ver com salvação. Peço que o Senhor abençoe a todos que acompanharem esta oração.

        Desde já, eu te agradeço, em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo…amém!”

    2. Marcelo disse:

      Vejo sempre essa polêmica em torno do dízimo e vou expressar aqui um entendimento.

      O dízimo conforme a lei fala – já que ele foi estabelecido no sacerdócio levítico conforme hebreus 7:5 – não é mais fator de benção na nova aliança (graça). Se a pessoa quiser estipular sua oferta em 10% não faz nem bem nem mal. Conforme corintios Paulo nos orienta a contribuirmos com liberalidade e não por NECESSIDADE ou com tristeza. Então a pessoa que dá 10% não faz errado, tanto como a pessoa que dá 5% ou 50%.

      A benção da nova aliança está baseada em 2 corintios8:9 onde Paulo ensina: ” Pois vocês conhecem a graça de nosso Senhor Jesus Cristo que, sendo rico, se fez pobre por amor a vocês, para que por meio da sua pobreza vocês se tornassem ricos”. Toda benção material que temos hoje é fruto EXCLUSIVO da obra da graça de Jesus na cruz.

      Essas observações que falam sobre Abraão que ele deu o dízimo e não havia a lei, mais ele deu por QUIZ dar. Acho estranho que as pessoas lembram do dízimo quando falam de Abraão mais não lembram que Abraão também circuncidou antes da lei e não vejo NINGUÉM defendendo a circuncisão.

      No caso de mateus 23 onde Jesus fala para os fariseus que eles deveriam continuar dando o dízimo sem omitir as outras coisas, Jesus estava tratando com pessoas que estavam mortas espiritualmente e que viviam ainda no regime da antiga aliança.

      Espero ter contribuído para esclarecer o fato do dízimo.

      Vivamos na graça de Jesus.

      1. STARDUST disse:

        Marcelo

        Vc entendeu perfeitamente a questão do dízimo.

        quem dá 10% de sua renda numa denominação NÃO ESTÁ PECANDO, da mesma forma que quem não dá 10% de sua renda numa denominação também NÃO ESTÁ PECANDO.

        Não somos contra quem deseja contribuir financeiramente com a denominação a qual frequenta, somos contra o falso ensino de que o dízimo é obrigatório. Isso é uma distorção das Escrituras, pois o dízimo obrigatório era o mencionado na lei de moisés, ao qual somente os israelitas tinham de dar de suas colheitas e animais, nunca em dinheiro!

        Graças a Deus cada vez mais pessoas tem tido esse entendimento e estão divulgando a verdade sobre o dízimo, que ele não é obrigatório nem é dinheiro.

        Agora, podemos sim ajudar a pregar o evangelho, mas para isso é que existem as OFERTAS, que devem ser entregues por liberalidade, e com amor. ( 2 corintios 9:7)

        1. Marcelo disse:

          Exatamente isso Stardust.

          Somente faço uma ressalva nesse entendimento que muitas pessoas utilizam essa liberdade de não terem a obrigação imposta na lei de dizimarem, para darem liberdade à carne através da avareza e não contribuirem com nada na igreja que congregam.

          Isso é avareza. Nesse entendimento sobre o dízimo, quanto mais somos livres do dinheiro, mais Deus pode nos abençoar na área financeira para que sejamos proclamadores do evangelho.

          Infelizmente muitas pessoas usam essa verdade sobre dízimo para não darem nada – pois não existe a obrigação – e assim elas incorrem no mesmo erro daquela pessoa que dá o dízimo para ser abençoada.

          1. clamando disse:

            Mateus 23:23 – Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; DEVEIS, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.O que Cristo falou para os fariseus e escribas é que eles deviam FAZER ESTAS COISAS
            ( dizimar) mas não omitir O JUIZO, A MISERICORDIA E A FÉ.a unica coisa que vejo é Cristo mandando dar o dízimo, me mostre onde ele diz para não dar, uma vez que aparece ele mandando dar, e não fale em lei judaica, pois o dízimo é anterior a lei, é por fé de abraão e de jacó, citado também por paulo em hebreus,,, mostre-me onde ele manda não dar mais o dízimo

          2. STARDUST disse:

            O dízimo de abraão, tão usado por vcs como desculpa de que o dízimo é antes da lei, tem algumas caracteriscas diferentes do dízimo da lei de moisés, este sim, de carater obrigatório

            1 – o dízimo de abraão foi VOLUNTÁRIO

            2 – o dízimo de abraão não foi de sua riqueza pessoal, e sim somente do que tomou na guerra.

            3 – o dízimo de abraão não é mencionado em nenhum lugar do novo testamento como exemplo a ser seguido pelos Cristãos.

            O dízimo obrigatório é o mencionado a partir de leviticos 27:30, o dízimo da lei de moisés, obrigatório somente aos israelitas.

            Abraão também se circuncidou, e não foi voluntariamente não… foi a mando de Deus, e isso foi antes da lei… se temos que dar dízimo pq abraão deu, então temos que nos circuncidar também.

            Como vc explica isso? Eu sou seguidor de Jesus, Ele é meu exemplo. Agora se os seus exemplos são abraão e moisés, fazer o que não é?

  18. Diogo disse:

    Como se esses jovens evangélicos não fizessem sexo desde novos? São todos santos, só que santos do pau oco!

    1. Paulo disse:

      Não fale em pau aqui o pessoal pode levar para o buraco da maldade kkkkkkkkk

  19. edney disse:

    a biblia diz q alguns estão sendo reservados para o dia da perdição quem sabe pode ser esse
    intelectual carnal profano a serviço de satanas. judas teve a chance de de arrepender porem

  20. PHEDRO disse:

    As heresias de Caio Fabio não é de hoje,mas se arrasta há anos.
    O que mais me deixa triste é ver um bando de evangélicos que o idolatram o colocam num pedestal,sem terem o menor discernimento.
    A igreja católica na idade media mantinham as pessoas na ignorância,porque somente o clero tinha acesso a bíblia,e o povo comum não,então o que o clero disse-se era acatado como verdadeiro,mas hoje os evangélicos não tem desculpa,todos tem acesso a palavra de Deus,e mesmo tendo acesso dão ao líder o poder de interpreta-la para eles,colocando de lado o Espírito Santo o nosso guia da verdade,e tomam esses lideres como caminho,verdade e vida. Esses lideres mostram a eles seus caminhos a serem seguidos,impõe suas verdades,e os fazem crer que seus estilos de vida são genuínos.
    Caio Fabio já demonstrou heresias a anos,em um livro seu chamado”Novos ministros para uma nova realidade” na pag 47,48 ele se mostra favorável ao ecumenismo veja:
    “Eu acho que agente tem que aprender com a Igreja Católica. Já tenho falado algumas vezes acerca disso, porque frequentemente nos reunimos somente para falar mal da Igreja Católica. Seria bom que fôssemos um pouco mais honestos e nos reuníssemos para aprender algumas estratégias usadas por ela, e que acabam sendo extremamente mais eficientes do que as nossas…”.
    Phedro: Aprender estratégia com a igreja católica? O que a igreja católica tem a nos ensinar? a sermos idolatras,omissos,pecadores sem com isso nos incomodarmos com o pecado?
    E qual era o propósito dele ao escrever esse livro? Era criar uma organização evangélica,ou melhor dizendo uma aliança ecumênica,algo hoje que é bem concreto.
    Hoje temos a “AE” Aliança Cristã evangélica cujo embaixador é Ariovaldo Ramos filho espiritual de Caio Fabio.
    E nessa aliança estão incluídas igrejas como: Paróquia Evangélica Luterana de Florianópolis,igreja Anglicana – Diocese do Recife,Igreja Metodista do Brasil,Paróquia Cristo Redentor de Curitiba -Convenção das Igrejas Batistas Independentes,igrejas presbiteriana,entre outras igrejas.
    Todos que não fazem parte dessa aliança são chamados de fundamentalistas.
    Ele também é a favor do homo sexualismo,não acredita que um gay seja liberto ou curado,para ele o homo sexualismo é genético,certa vez ele disse: Caio Fabio: Os únicos homossexuais que eu já vi serem “curados” são os que nunca foram.
    Eu não tenho dúvida de que em muito breve ficará definitivamente provado — já se caminha com muita rapidez para isso — que a homossexualidade tem como fator preponderante a “genética”.
    Há pessoas homossexuais que nunca praticaram um único ato homossexual, mas nem por causa disso deixaram de ser. São os eunucos por amor ao Reino de Deus.
    Outra vez afirmou que não acredita que um homo sexual,vai para o inferno e incentiva os pais a aceitarem como normalmente o namoro de seus filhos com outros do mesmo sexo.rsrs.
    Caio Fabio também já se mostrou neo-panteísta veja o que ele disse: Para mim, esse universo é sagrado.
    O sagrado habita o mundo inteiro.
    Se não tenho uma visão que sacraliza o cosmos e toda a criação, eu preciso no mínimo fazer uma segunda reflexão.
    Pode-se dizer que a Índia é um país tecnologicamente atrasado, em que há elevadíssimo índice de pobreza, miséria, superpopulação e outras coisas mais. Mas ela continua sendo exemplo de sociedade que olha para o cosmos como algo sagrado, numa visão completamente diferente da nossa.
    Por isso, estranhamente, tenho que lhes dizer que o animismo presta serviços à bioética, de natureza muito mais prática, na hora em que, ignorantemente ou não, vê significado espiritual na existência de todos os entes criados. Nós não.
    Chegamos a um ponto em que se estabeleceram para nós ironias extraordinárias. A primeira: o Ocidente cristão, especialmente a sua versão protestante, tornou-se a parte da humanidade que mais ofende a criação. O homem existe num universo sem nenhuma sacralidade. A segunda: as sociedades animistas são extremamente menos ofensivas à criação do que nós.
    Senão, vejamos: os 3 primeiros capítulos do Livro de Gênesis: ou o indivíduo parte para aquela leitura completamente literal e fundamentalista, que quer transformar a Bíblia num manual científico de como o mundo foi formado, algo absolutamente tolo.
    Chama toda a consciência do Evangelho para uma integração dela com a sacralidade da criação e com a reverência pela criação.
    Cara fica até perplexo como ainda tem evangélicos tão ignorantes e senso de discernimento para idolatrarem esse homem,e ainda o defenderem tao descaradamente rsrsrs.

    1. Marco disse:

      Mais um que saiu da heresia de Lutero e deu nisso! Esse é o triunfalismo protestante e evangélico dos últimos dias. O mais engraçado é gente como você afirmar que “todos hoje em dia têm acesso à Palavra de Deus”. De que adianta “ter” a Palavra de Deus? Para interpretá-la pessoalmente? Sim? Se sim, é bom V. Exa. ler com mais atenção o que Pedro(não PHEDRO) nos diz em 2Pd 1,20. Para te ajudar vou transcrever abaixo o texto sagrado:
      “Sabei que nenhuma profecia da Escritura é de interpretação pessoal”.

      Pena que gente do seu grupo nunca viu esse texto sagrado. Daí que, como Silas Maracutaia, Mirão, Macumbeiro Macedo, PHEDRO, e etc, interpretam a seu bel prazer, opss, “revelados” pelo Espírito Santo, as mais estúpidas interpretações bíblicas.

      A interpretação pessoal de um permite o batismo e repudia o divórcio. A interpretação do outro também repudiava o divórcio, mas não batizava. Do outro ainda batizava, repudiava o divórcio, mas que praticava o evangelho judaizante condenado pelas demais. E ainda outro o pregador líder era favorável ao aborto.

      Taí o que Lutero desencadeou: o lixo das seitas com cada um pregando uma coisa diferente da outra. Resultado: 35 mil denominações protestantes diferentes, somente nos Estados Unidos.

      1. JEANN disse:

        Marco,

        Sobre o texto de II Pe 1:20 que vc citou, fala unica e exclusivamente de PROFECIAS, não do evangelho, etc. Em 2 Tm 3:16 fala que as escrituras são divinamente inspiradas, e em 1 Co 2:13-15 fala que as coisas espirituais se discernem espiritualmente. Logo, pra termos discernimento das escrituras não basta apenas estudar e ler, mas primeiramente buscar entendimento em Deus através do Espírito Santo.

        A bíblia mesmo nos ensina a comparar tudo que é dito com as escrituras.

        “Ora, estes de Beréia eram mais nobres que os de Tessalônica; pois receberam a palavra com toda a avidez, examinando as Escrituras todos os dias para ver se as coisas eram, de fato, assim” At 17:11

        Deus te abençoe.

  21. carlos disse:

    Caio Fabio assusta os servos de Deus,e devia se arrepender logo de seus erros, de sua loucura e voltar para Cristo, antes que seja tarde de mais. Será que uma dia ele conheceu a Cristo? ou era só um pregador arrogante e metido a besta? um pregador ou ex pregador não devia ficar dizendo que sexo fora do matrimônio não é pecado. Eu disse que ele assusta,e disse: pelo fato de ter nome de líder cristão, e ser contra um ensinamento Bíblico. A Bíblia condena sim! Ela diz que é pecado. E eu sei quem quem for na conversa de quem desmente o ensinamento Bíblico terá o mesmo destino: um caído se batendo para se levantar a sua própria maneira,e uma eternidade longe do criador!

  22. Anny disse:

    A crentelhas dão mais que chuchú na serra,depois acham um trouxa casam e fazem de santas!!há -há!!o gentinha hipocrita!

  23. STARDUST disse:

    A ORAÇÃO DO EX-DIZIMISTA

    ” Senhor Meu Deus, em Nome do Senhor Jesus eu venho em Tua presença, Agradecer pelas bençãos que o Senhor Meu Pai tem me dado. E já crendo que outras ainda estão por vir.

    Obrigado Senhor Jesus por me mostrar a verdade sobre o dízimo. Hj oferto por liberalidade, sem fazer barganhas contigo. Obrigado por me mostrar que os cristãos devem observar 2corintios 9:7 ao invés de malaquias 3:10, que era somente aos israelitas no tempo da lei de moisés, devidamente abolida após o Teu Perfeito Sacrifício na cruz.

    Obrigado Senhor por me libertar do engano religioso, do ensino farisaíco dos 10%… agradeço pelo Seu Sacrifício de 100 % que de tão Perfeito, não pode ser pago com míseros 10% de minha renda. Obrigado por me mostrar isso na Tua palavra.

    Oro também pelas pessoas que ainda estão sendo enganadas, pensando que só serão salvas se derem dízimo… Sei que o Senhor já pagou o preço pela nossa salvação. E que nossa salvação não tem nada a ver com entrega de 10% de nosso dinheiro num templo físico ao qual a Tua Santa palavra afirma que o Senhor não habita. É como tua palavra diz… quem crer e for batizado será salvo..Dízimo nada tem a ver com salvação. Peço que o Senhor abençoe a todos que acompanharem esta oração.

    Desde já, eu te agradeço, em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo…amém!”

    1. Paulo disse:

      A Anny manda o papo reto Kkkkkkkk

      1. Paulo disse:

        Desculpa Stardust, era pra eu ter colocado lá embaixo na Anny .. oh desculpa de novo hahaha eu quis dizer ter colocado lá embaixo na resposta da Anny.. caraquis que confusão eu giz agora hehehe sorry

        1. Paulo disse:

          giz ????
          Kkkkkkkkkk
          Vou parar de escrever por hoje hahahaha acho que toda essa conversa me deixou excitado kkkkkkkkkk

        2. luiz moreno disse:

          Paulete
          Ta doido para pegar a anny hein?
          Ou da para o stardust?
          Você quer é liberar o melado.
          Kkkkkkkkkkkk

          1. luiz moreno disse:

            Aliás como será que é pegar uma ateu?
            Estes bichos devem urrar igual porcos ou porcas?kkkkk

          2. Paulo disse:

            Como vc é desagradável. Desagradável e grosso. Eu mesmo quando flerto com a baixaria como fiz no comentário acima, ainda sim consigo ser simpático e emitir um certo charme. Mas você não. É pura grosseria.

      2. cesarr7 disse:

        A CASA DO TESOURO, E A CASA DE DEUS.

        Muitos, mesmo se dizendo evangélicos, se posicionam contra a devolução dos dízimos, Mas e neles que vemos o cuidado, e o zelo que DEUS tem para com o seu povo. No texto relacionado aos dízimos mais conhecido, encontramos a seguinte orientação divina: Trazei todos os dízimos a casa do tesouro, para que haja mantimento na minha casa; e provai-me nisto se Eu não voz abrir as janelas do céu e não derramar sobre voz benção sem medida. (Ml: 3-10) . Existe algo maravilhoso nesse texto, ele nos revela o quanto DEUS deseja cuidar de nos. Notamos que Deus nos manda levar os dízimos a casa to tesouro. E a onde é essa casa do tesouro? Ora o maior tesouro de DEUS, aqui na terra são as almas que se entregam ao Senhor JESUS, e a casa do tesouro, ou seja, o lugar onde se reúne esse tesouro é a igreja, então devemos devolver nossos dízimos na igreja. E a casa de DEUS onde fica? Muitos dizem ser a igreja também, mas DEUS faz uma distinção clara entre os dois lugares, A CASA DO TESOURO, E A MINHA CASA. Deus deixa claro em atos 7:48 Entretanto não habita o altíssimo em casas feitas por mãos humanas; como diz o profeta. O apostolo Paulo usado pelo Espírito Santo deixou claro; Não sabeis vós que sois santuário de DEUS, e que o Espírito de DEUS habita em voz. ( 1cor: 3-16). Assim fica mais fácil entender o quanto DEUS quer o nosso bem através da devolução dos dízimos, pois quando devolvemos os nossos dízimos na igreja (casa do tesouro) DEUS vai fazer com que haja mantimentos em sua casa (nosso corpo é a verdadeira casa de DEUS), esses mantimentos são paz, alegria, saúde, felicidade, amor,prosperidade etc, esses são alguns dos mantimentos que DEUS traz para sua casa, ou seja, nosso corpo. Pois habitaria DEUS, em um lugar cheio de tristezas, angustias frustrações, depressão, magoas e odio? Quando tomamos a atitude de sermos dizimistas fieis, devolvendo os dízimos na casa do tesouro, DEUS começa imediatamente um trabalho de limpeza em nosso corpo que será então sua morada. Respondeu JESUS: se alguém me ama, guardará a minha palavra; e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada. (Jo; 14-23). Quando nos tornamos dizimistas fieis, DEUS faz de nós seu tesouro particular, (ML:3-17) e morada santuário do seu Espírito.

        O convite de DEUS ainda esta de pé: TORNAI VOS PARA MIM, E EU ME TORNAREI PARA VOS OUTROS, DIZ O SENHOR DOS EXÉRCITOS. (ML: 3-7 b)

        1. STARDUST disse:

          ATENÇÃO: DEVIDO A REPERCUSSÃO DO ESTUDO QUE DESMASCARA A FARSA DOS DÍZIMOS TER CAUSADO POLÊMICA E ATAQUES FEROZES DOS QUE SE RECUSAM A ACEITAR A VERDADE BÍBLICA SOBRE ESSA DOUTRINA MERCANTILISTA, VAMOS FAZER UM DESAFIO AOS “PRÓ-DÍZIMOS”…

          A falsa doutrina dos dízimos nos dias de hoje, ensina basicamente isso: Que todo cristão tem o mandamento bíblico de separar 10% de sua renda ( salários e ganhos diversos ) e entregar numa denominação evangélica aos cuidados de um suposto homem de Deus (notadamente, um pastor ou similar). A não entrega desse valor, chamado por eles de dízimo, pode acarretar, segundo essa doutrina, a sujeição do cristão aos ataques de um demônio chamado “devorador”, ser espiritual este, segundo ainda esta doutrina o mesmo mencionado em malaquias 3:11. O que não se sujeita a entregar os dízimos conforme especificado acima, também estaria pondo sua própria salvação em risco, pois ainda segundo essa doutrina, quem não dá dízimo é ladrão.

          Agora, porém, em confronto com essa doutrina de dízimos ainda perdurar e segundo eles ser obrigatória aos cristãos, estaremos fazendo 10 perguntas que os pastores que insistem em receber dizimos não conseguem responder:

          1 – Dízimo na bíblia sempre foi alimento (Levíticos 27:30,32 ; Deuteronômio 12:17)… aonde na bíblia ele se tornou dinheiro?

          2 – Dízimo era mandamento do velho testamento somente para os israelitas ( Levíticos 27:30-34) … aonde no novo testamento da bíblia, foi confirmado esse mesmo mandamento aos cristãos?

          3 – Dízimo deveria ser entregue somente aos sacerdotes levitas (Números 18:26, hebreus 7:5)… aonde na bíblia, os pastores de hoje substituiram esses sacerdotes levitas para poderem tomar dízimos?

          4 – Dízimo era destinado ao sustento dos levitas, dos órfãos, estrangeiros e viúvas (Deuteronômio 26:12)… aonde na bíblia ele se tornou exclusivo dos pastores e bispos das denominações evangélicas?

          5 – Se o mandamento do dízimo é anterior a lei de moisés, e abraão é exemplo de “dizimista fiel” antes da lei, então porque Abraão entregou dízimo somente dos despojos da guerra que ele venceu ( genesis 14:20; hebreus 7:4 ), e não de toda a sua riqueza já acumulada? (genesis 13:2 )

          6 – Se ” a césar o que é de césar e a Deus o que é de Deus “, é uma citação de Jesus sendo favorável ao pagamento de impostos desse mundo e da mesma forma pagamento de dízimos à Deus, então porque Jesus mencionou o pagamento do imposto de césar antes do “imposto de Deus”, visto que o dízimo deveria ser a primeira coisa a ser separada? Jesus disse ” a césar o que é de césar” e Jesus deu exemplo disso, ao pagar o imposto de césar (Mateus 17:24-27), para dar o exemplo que se deve pagar o imposto de césar ( impostos desse mundo ) mas se “a Deus o que é de Deus” se refere à dízimo, aonde Jesus devolveu dízimo, para nos esse exemplo, da mesma forma que fez ao pagar o imposto de césar?

          7 – Se devemos dizimar porque Jesus não falou nada contra o dízimo, então devemos nos circuncidar também? visto que Jesus também não falou contra a circuncisão aos israelitas e a circuncisão também é mencionada antes da lei de moisés (genesis 17:10).

          8 – Se quem é dizimista será salvo, então porque o Senhor Jesus precisou vir aqui na terra, cumprir a lei de moisés e morrer pelos nossos pecados? os israelitas já tinham o mandamento de dizimar (levíticos 27:30-32)… não bastava eles somente continuarem dizimando para serem salvos? quem nos dá a salvação? Quem salva é Jesus ou o dízimo ?

          9 – Aonde vemos Jesus e/ou os apóstolos, recebendo dízimos dos cristãos para que a obra de Deus fosse feita? aonde vemos no novo testamento que o dízimo é obrigatório para manutenção de um templo físico ?

          10 – No velho testamento vemos claramente os israelitas recebendo o mandamento de dizimarem e entregando o dízimo ( Levítico 27:30-32; II Crônicas 31:6; Neemias 13:12 ), Mas aonde no novo testamento vemos os cristãos recebendo a ordem de dizimar e um seguidor de Jesus, ou seja, um cristão dizimando?

          CONCLUSÃO: Eu já fiz estas 10 perguntas à vários pastores que insistem no erro de ensinar que dízimos são obrigatórios para os cristãos, mas nunca obtive uma resposta. O que comprova que realmente, essa doutrina mercantilista dos dízimos não passa de doutrina criada por homens, sem embasamento bíblico.

          O Senhor Jesus já advertiu sobre esse tipo de erro: “E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens” (Marcos 7:7)

          Mas graças a Deus, cada vez mais as pessoas estão conhecendo a verdade sobre a mentira que é a doutrina do dízimo, e deixando de dizimar por obrigação conforme malaquias 3:10, que era uma advertência que dizia a respeito somente ao povo de israel e passando a ofertar por amor e liberalidade conforme 2 corintios 9:7.

        2. benedito disse:

          Certa vez um homem estava pregando e disse, quem nunca errou que atire a primeira pedra,nisso um portugues que estava bem perto, mandou uma pedrada bem na testa do pregador.O pregador muito assustado perguntou;vc nunca errou? O portugues respondeu: desta distancia não.

      3. Mary disse:

        Paulo,
        Vc costumava ser mais comportado…. por minha causa, né?
        Agora, a Anny e mais irreverente… como vc mudou!kkkkkkkk
        Não liga, não, só to mexendo com vc, rsrs…

        1. Paulo disse:

          Mary, eu sempre pensava antes de postar alguma no que vc iria pensa, e ainda tenho vc como referência para controlar algumas coisas que as vezes digo. Eu realmente mudei de uns tempos pra cá, talvez por me relacionar e ser insultado pelo clamando, edy, luiz moreno e o resto, eu me tornei nesse monstro, eu acho que é auto-defesa. mas eu cortar um pouco essa irreverência tola e voltar a ser mais comportado como antes.

          1. clamando disse:

            PO CARA DEPOIS DE TE CONVIDAR A PASSEAR NO MEU BARQUINHO E O TOU NATRAK TE OFERECER UM CHA A PEDIDO MEU, DIZ ISTO…MAGOEI

    2. Amigo de Deus disse:

      Tu achas que conhece Biblia,egoista amante do dinheiro dizímo é questão de fé,se tu amás mas o dinheiro do que a obra fica na tua.
      Vc não vai convencer os verdadeiros CRISTÃOS DESTA SUA FILOSOFIA MESQUINHA COMO SE PAGA A LUZ,ÁGUA,TERRENO COMO SE AJUDA AS OBRAS SOCIAIS COM FILOSOFIA.
      MEU AMIGO VAI SE CONVERTER SOU PASTOR E NÃO VIVO DO DIZÍMO MAS DA MINHA PROFISSÃO SOU PINTOR E ME ORGULHO DE SER CHAMADO POR DE AMIGO DELA.oooooooooooooooooooooooooooooooooooooohhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh!!!!!!!!!!!GLÓRIA.

      1. STARDUST disse:

        realmente os cães gulosos ficam furiosos quando falamos a vdd sobre o dízimo.

        1. Amigo de Deus disse:

          Verdade vc não conheceria ela nem se caisse na tua cabeça em resposta a aos “cães gulosos’ te digo vai te converter amante do dinheiro.Vou dobrar meu joelho e pedir a Deus que converta este coração de pedra amante das coisas do mundo.

          1. STARDUST disse:

            se os pastores que querem dízimo em dinheiro coisa que a biblia não ordena não amam as coisas deste mundo, pq os 5 pastores listados na forbes como milionários não são exemplos de humildade como o Senhor Jesus foi?

            Jesus nunca mandou tomar dízimo. Não há um relato sequer de cristão dando dízimo.

            Dízimo era somente alimento.

            Mas pastores que amam as coisas deste mundo fizeram ele virar dinheiro.

    3. clamando disse:

      TA E TEU SENHOR O DIABO AGRADECEU PELAS TUAS PALAVRAS

      1. STARDUST disse:

        fariseu dizimista identificado.

        1. clamando disse:

          POR ISTO EU DIGO CONTINUEM A ATIRAR PEDRAS….SEU DESTINO ESTÁ SELADO, SIM POIS QUEM DÁ NÃO COMETE PECADO, POIS FAZ POR FÉ E AMOR, MAS QUEM NÃO DA E NÃO FAZ NADA, NÃO DA FRUTOS, E A ESTES CRISTO É BEM CLARO LANÇAI A ESTES LA FORA ONDE A CHORO E RANGER DE DENTES….
          Mateus 23:23 – Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; DEVEIS, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.O que Cristo falou para os fariseus e escribas é que eles deviam FAZER ESTAS COISAS
          ( dizimar) mas não omitir O JUIZO, A MISERICORDIA E A FÉ.a unica coisa que vejo é Cristo mandando dar o dízimo, me mostre onde ele diz para não dar, uma vez que aparece ele mandando dar, e não fale em lei judaica, pois o dízimo é anterior a lei, é por fé de abraão e de jacó, citado também por paulo em hebreus,,, mostre-me onde ele manda não dar mais o dízimo

          1. STARDUST disse:

            A lei de moisés ao instituir os dízimos AOS ISRAELITAS ( e não aos cristãos) especifica do que era retirado o dízimo…

            “Também todas as dízimas do campo, da semente do campo, do fruto das árvores, são do SENHOR; santas são ao SENHOR.” (leviticos 27:30)

            “No tocante a todas as dízimas do gado e do rebanho, tudo o que passar debaixo da vara, o dízimo será santo ao SENHOR.” (leviticos 27:32)

            portanto dízimo era a décima parte do resultado das colheitas, e dos animais.

            Dízimo era alimento. biblicamente sempre foi. Vejamos uma prova disso:

            “Dos dízimos NÃO COMI no meu luto…” (Deuteronômio 26:14a)

            Portanto, se a lei de moisés que exigia dízimos somente dos israelitas, diz que dízimo era alimento, porque pensar que pode ser outra coisa como dinheiro? pois a própria lei de moisés afirma:

            “Tudo o que eu te ordeno, observarás para fazer; nada lhe acrescentarás nem diminuirás.” (Deuteronômio 12:32)

            então se a própria lei de moisés afirma que dízimo é alimento, porque vc quer aumentar o que Deus disse???

  24. binho disse:

    Alguém já disse uma vez: o que era pecado no passado, agora não é mais. Bem, para o cristão verdadeiro, quem diz o que é, e o que não é pecado, é a bíblia.

  25. ANDERSON RIBEIRO disse:

    Ele é irmão do henri cristo?

    1. TOUR NATRAK disse:

      E primo primeiro so esta faltando colocar aquela coroa fajuta de espinhos de plásticos comprada nas feiras do Paraguai,

  26. lucla disse:

    O nome de Jesus esta acima de todos os nomes.

  27. Gilvan disse:

    Impressionante como um camarada desse tem coragem de postar uma baboseira dessas… Mas esperar o que de um elemento que teve coragem de trair a pessoa a quem jurou fidelidade até que a morte os separasse? Há, ele já está morto mesmo, razão porque suas palavras não provocam em sues ouvintes e leitores nem uma reação positiva se não de desprezo.

    1. Paulo disse:

      Rapaz, vc está muito preocupado com o casamento dos outros. Vai cuidar do seu. Por acaso vc sabe aonde sua mulher está nesse exato momento? Não?? Pois deveria, ao invés de estar preocupado vom o casamento do Caio Fabio e possivelmente levando um par de ornamento na testa.

  28. vai arrebentar disse:

    BEM QUE DEUS DISSE QUE IRIA FAZER MARAVILHAS NO NOSSO MEIO
    http://www.youtube.com/watch?v=SCEQxRtL10c#t=30

  29. Apenas Servo disse:

    Colossenses 2:8 – Tende cuidado, para que ninguém vos faça presa sua, por meio de filosofias e vãs sutilezas, segundo a tradição dos homens, segundo os rudimentos do mundo, e não segundo Cristo;

    Os ensinamentos desse homem não passam de vãs filosofias, e como disse o apóstolo Paulo, esse ensino é “segundo os rudimentos do mundo”, e não segundo a Cristo.

    Tem aqueles que “DEFENDEM DE UNHAS E DENTES” os ensinos deturpados e mundanos desse homem.

    Falam mal das igrejas pentecostais e neo pentecostais, MAS SE CALAM quando se trata do seu deus Caio Fabio, são covardes que usam dois pesos e duas medidas diferentes!

    Aqui vai um outro texto biblico para os dissimulados de plantão!!!!

    Tiago 3:11 – Porventura deita alguma fonte de um mesmo manancial água doce e água amargosa?

    Se uma pessoa que deturpa as verdades do evangelho de Cristo, merece alguma credibilidade?
    Ou a água é doce, ou é salgada!
    Traduzindo: Ou o ensino é verdadeiro, ou é falso.

    Shalom !!

    1. Mary disse:

      Apenas Servo!
      Depois que vc escreveu tudo isso, vc deve ir a frente do espelho, se olhar detidamente e repetir em voz alta tudo que vc escreveu.
      Se vc fizer isso e falar até o fim se encarando firmemente e sem titubear, eu dou mão a palmatória e declaro que, finalmente, encontrei um crente que não é hipócrita!
      Caso contrário….

      1. Apenas Servo disse:

        Mary

        Hipocrisia não faz parte da minha cartilha, e sua opinião com respeito a minha pessoa
        não faz a menor diferença. ( Cristo sabe quem sou e o que procuro ser diante Dele)
        Poupe a palmatória para o dia em que todo joelho se dobrar diante do altissimo, será o dia da “prestação de contas”, e por minha causa não necessita fazer isso.

        A grande diferença que há entre mim e você, é que eu defendo abertamente a palavra de Deus, sem titubear, sem medo, e infelizmente vc escolheu defender homens e filosofias.

        Graça e paz seja contigo!

        1. Mary disse:

          Apenas Servo, a resposta que dei ao Irraimundo, serve para vc também> Ok?

  30. lrraimundo disse:

    A época q eu estava mais caído espiritualmente foi qdo entrei em fornicação com a minha esposa. É pecado sim, e devemos ajudar essa juventude a resistir às tentações.
    Esse cara tá sendo usado p/ destruir o Reino. E tem gente q defende ainda.

    1. Mary disse:

      Não o defendo, porque acho que não é necessário. Sou grata a ele por ter me mostrado o caminho no evangelho de JESUS, e me libertado da hipocrisia que muitos de vcs se veem envolvidos e não se dão conta!

      1. souza disse:

        O evangelho relativista , de soberba ,de arrogância, o sabe tudo ! Vai levar muita gente bem Abraçadinhos ! Fazer oque né ? ele tem muita sutileza !

        1. clamando disse:

          Acrescentando, tal professor que proclama “estilo de vida pecaminoso” não é amigo genuíno dos imorais, uma vez que ele está apenas colocando estas almas em risco de ir para o inferno ao desviá-las com a falsa segurança e o que eles chamam de mensagem da graça e evangelho. Eles não estão sendo misericordiosos ou amando ao pregar suas mentiras e ao colocar algodão nos ouvidos dos afastados. A mensagem amorosa e vital que os imorais precisam saber é que eles tem que abandonar tais pecados pelo bem de sua salvação.
          Falsos pastores dizem que o justo que se tornar um malfeitor pode ainda assim ir para o céu, mas Jesus deixou claro como cristal que em vez disso este ressuscitará para ser condenado e lançado na fornalha quente:

          os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo. (João 5:29)
          Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles ajuntarão do seu reino todos os que servem de tropeço, e os que praticam a iniquidade, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes. (Mat 13:41;42)

          Ambos estão Igualmente Mortos

          No final das contas, a diferença entre os mestres da eterna segurança, que sem pudor declaram que um cristão pode cometer ocasionalmente atos pecaminosos tais como citados em I Cor 6:9;10 e mesmo assim permanecer salvo e, aqueles que dizem rejeitar a segurança eterna mas ensinam o mesmo é inexistente! Não há nenhuma diferença. Ambos estão igualmente mortos e desencaminhando pessoas na direção do inferno com suas mensagens. Se você é um verdadeiro cristão, abandone tais congregações e os tais chamados “pastores”, independentemente do quão conveniente possa ser permanecer lá. Não ponha em risco sua eterna alma e as almas de seus amados por freqüentar e dar suporte a tal lobo feroz em pele de cordeiro. Não compartilhe de seu trabalho maligno

      2. lrraimundo disse:

        O q seria hipocrisia? Falar a verdade? Defender o conteúdo Bíblico? Lutar contra o relativismo?
        Na realidade, todos nós somos pecadores. Ñ sou tão santo ao ponto de dizer q quem tá em fornicação vai direto pro inferno, pois eu tb caí. Mas isso ñ tira a ilicitude sobre a situação e devemos sempre alertar o máximo de pessoas a fugir desse erro. O mundo tem penetrado tão fortemente dentro dos nossos corações, q tá fazendo muitos esquecerem o pq de José ter desejado deixar Maria, por estar grávida antes do matrimônio, ou por estar grávida recém-casada. Só isso bastaria p/ esse falso pensamento q está surgindo aí.

        1. Mary disse:

          Vc sabe, Irraimundo, quando falo em hipocrisia não estou usando essa palavra como mero artifício para justificar meus comentários. Nada disso!
          Quando, ainda adolescente, gostava de acompanhar e saber quem eram os novos “convertidos.” Ficava muito animada em saber que fulano de tal, pessoa importante na sociedade se converteu. Parece que o fato daquela pessoa ter se convertido fortalecia a minha fé! E a cada nova conversão de famosos eu me sentia mais “fortalecida” na minha pretensa fé.
          Então, baseada nessa premissa, eu acreditava que as fraquezas e pecados dos crentes deveriam ser escondidos, acobertados e jogados para debaixo do tapete! Como poderíamos dizer ao mundo que éramos diferentes, especiais, puros e santos? Como é impossível para um ser humano viver acossado por essa ideia, pois quanto mais lhe é exigido tal comportamento, mais ofertas e tentações se plantam a sua frente? Então, para sua sobrevivência no meio, passam a viver de aparências até onde podem suportar, quando não surtam de vez!
          Graças à Deus estou livre dessas imposições e levo uma vida tão careta, tão certinha que, comparada aos de muitos santarrões que me criticam, os deixariam corados de vergonha! rsrs…

          1. Apenas Servo disse:

            Engraçado que as “falcatruas, heresias e enganos” do seu deus Caio Fabio vc toda vez tenta esconder debaixo do tapete, mas quando é sobre outros lideres vc faz questão de trazer a tona e falar mal publicamente.
            Por isso eu disse e repito, vc serve a homem e não conhece verdadeiramente a Cristo, dois pesos e duas medidas, aliás todo cristão da esquerda faz isso.

            Isso chama-se cristão dissimulado.

            Lamentável isso!

            Afinal de contas, o que se pode esperar de “cristãos” que defendem aborto e agenda gay?

          2. Mary disse:

            Apenas Servo,
            Vc, sim, está se perturbando com Caio, e nem percebe, tanto é que foge do tema para tocar o terror em cima de quem concorda com ele! É tão notória essa sua perturbação que acha que estou acobertando erros dele, rsrs… Ora, ora, Apenas Servo, quem sou eu para fazer isso? Tá brincando comigo, né?
            E tem mais, quem lhe disse que apoio a agenda gay, que sou a favor do aborto e voto no PT? Errou em todas!
            Com tanta bola fora acho que seu nick deveria mudar para Apenas trapalhão!
            Que Deus te abençoe,
            Mary.
            Eu, no entanto, estou livre e liberta, até do Caio! Veja que maravilha! Não preciso dele para pensar, para emitir uma opinião, ou para tomar uma decisão! Meu Deus e Senhor chama-se JESUS CRISTO , único!

  31. STARDUST disse:

    ATENÇÃO: DEVIDO A REPERCUSSÃO DO ESTUDO QUE DESMASCARA A FARSA DOS DÍZIMOS TER CAUSADO POLÊMICA E ATAQUES FEROZES DOS QUE SE RECUSAM A ACEITAR A VERDADE BÍBLICA SOBRE ESSA DOUTRINA MERCANTILISTA, VAMOS FAZER UM DESAFIO AOS “PRÓ-DÍZIMOS”…

    A falsa doutrina dos dízimos nos dias de hoje, ensina basicamente isso: Que todo cristão tem o mandamento bíblico de separar 10% de sua renda ( salários e ganhos diversos ) e entregar numa denominação evangélica aos cuidados de um suposto homem de Deus (notadamente, um pastor ou similar). A não entrega desse valor, chamado por eles de dízimo, pode acarretar, segundo essa doutrina, a sujeição do cristão aos ataques de um demônio chamado “devorador”, ser espiritual este, segundo ainda esta doutrina o mesmo mencionado em malaquias 3:11. O que não se sujeita a entregar os dízimos conforme especificado acima, também estaria pondo sua própria salvação em risco, pois ainda segundo essa doutrina, quem não dá dízimo é ladrão.

    Agora, porém, em confronto com essa doutrina de dízimos ainda perdurar e segundo eles ser obrigatória aos cristãos, estaremos fazendo 10 perguntas que os pastores que insistem em receber dizimos não conseguem responder:

    1 – Dízimo na bíblia sempre foi alimento (Levíticos 27:30,32 ; Deuteronômio 12:17)… aonde na bíblia ele se tornou dinheiro?

    2 – Dízimo era mandamento do velho testamento somente para os israelitas ( Levíticos 27:30-34) … aonde no novo testamento da bíblia, foi confirmado esse mesmo mandamento aos cristãos?

    3 – Dízimo deveria ser entregue somente aos sacerdotes levitas (Números 18:26, hebreus 7:5)… aonde na bíblia, os pastores de hoje substituiram esses sacerdotes levitas para poderem tomar dízimos?

    4 – Dízimo era destinado ao sustento dos levitas, dos órfãos, estrangeiros e viúvas (Deuteronômio 26:12)… aonde na bíblia ele se tornou exclusivo dos pastores e bispos das denominações evangélicas?

    5 – Se o mandamento do dízimo é anterior a lei de moisés, e abraão é exemplo de “dizimista fiel” antes da lei, então porque Abraão entregou dízimo somente dos despojos da guerra que ele venceu ( genesis 14:20; hebreus 7:4 ), e não de toda a sua riqueza já acumulada? (genesis 13:2 )

    6 – Se ” a césar o que é de césar e a Deus o que é de Deus “, é uma citação de Jesus sendo favorável ao pagamento de impostos desse mundo e da mesma forma pagamento de dízimos à Deus, então porque Jesus mencionou o pagamento do imposto de césar antes do “imposto de Deus”, visto que o dízimo deveria ser a primeira coisa a ser separada? Jesus disse ” a césar o que é de césar” e Jesus deu exemplo disso, ao pagar o imposto de césar (Mateus 17:24-27), para dar o exemplo que se deve pagar o imposto de césar ( impostos desse mundo ) mas se “a Deus o que é de Deus” se refere à dízimo, aonde Jesus devolveu dízimo, para nos esse exemplo, da mesma forma que fez ao pagar o imposto de césar?

    7 – Se devemos dizimar porque Jesus não falou nada contra o dízimo, então devemos nos circuncidar também? visto que Jesus também não falou contra a circuncisão aos israelitas e a circuncisão também é mencionada antes da lei de moisés (genesis 17:10).

    8 – Se quem é dizimista será salvo, então porque o Senhor Jesus precisou vir aqui na terra, cumprir a lei de moisés e morrer pelos nossos pecados? os israelitas já tinham o mandamento de dizimar (levíticos 27:30-32)… não bastava eles somente continuarem dizimando para serem salvos? quem nos dá a salvação? Quem salva é Jesus ou o dízimo ?

    9 – Aonde vemos Jesus e/ou os apóstolos, recebendo dízimos dos cristãos para que a obra de Deus fosse feita? aonde vemos no novo testamento que o dízimo é obrigatório para manutenção de um templo físico ?

    10 – No velho testamento vemos claramente os israelitas recebendo o mandamento de dizimarem e entregando o dízimo ( Levítico 27:30-32; II Crônicas 31:6; Neemias 13:12 ), Mas aonde no novo testamento vemos os cristãos recebendo a ordem de dizimar e um seguidor de Jesus, ou seja, um cristão dizimando?

    CONCLUSÃO: Eu já fiz estas 10 perguntas à vários pastores que insistem no erro de ensinar que dízimos são obrigatórios para os cristãos, mas nunca obtive uma resposta. O que comprova que realmente, essa doutrina mercantilista dos dízimos não passa de doutrina criada por homens, sem embasamento bíblico.

    O Senhor Jesus já advertiu sobre esse tipo de erro: “E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens” (Marcos 7:7)

    Mas graças a Deus, cada vez mais as pessoas estão conhecendo a verdade sobre a mentira que é a doutrina do dízimo, e deixando de dizimar por obrigação conforme malaquias 3:10, que era uma advertência que dizia a respeito somente ao povo de israel e passando a ofertar por amor e liberalidade conforme 2 corintios 9:7.

  32. jose Augusto Filho disse:

    Também tou achando que ele esta andando com o Henry falso cristo, o cabelo esta igual, as besteiras que fala também. xiii

  33. jairo disse:

    vai arrebentar com o seu orçamento:-
    A famigerada fogueira santa.
    ABERTA A TEMPORADA DE CAÇA AS OVELHAS
    A fogueira santa despertando a ansiedade e a avareza nos fiéis, veja…
    http://www.youtube.com/watch?feature=player_detailpage&v=83Aw-J0RAcE

  34. mauro2011 disse:

    É impressionante o cartaz que o Caio Fábio tem no site !

    Não pecar contra a castidade, talvez seja este o mandamento mais desobedecido em nossos dias. Mais do que nos demais, nesse campo a Lei de Deus é vista como mera repressão sexual, a ser abolida com a máxima urgência. Chega de tabus religiosos, dizem! Mas, para os que querem ser fiéis a Jesus Cristo, e querem ser de fato felizes, o mandamento continuará sempre de pé, pois é eterno.

    O triste espetáculo dos motéis, dos telefones eróticos, das novelas sensuais, dos filmes pornôs, da camisinha, etc, atestam a decadência de uma civilização que, ousadamente, suprimiu a Lei sagrada de Deus. Calca aos pés o sagrado e afronta loucamente o Criador.

    Já no Antigo Testamento o Senhor dizia a seu povo:

    Não cometerás adultério (Dt 5,18).

    E Jesus leva o preceito à perfeição:
    ´Eu, porém, vos digo: todo aquele que olhar para uma mulher com desejo libidinoso já cometeu adultério com ela em seu coração´(Mt 5,27-28).

    O Mestre é radical neste ponto. Mas, ao mesmo tempo em que é intransigente com o pecado, ama o pecador. À mulher adúltera, ao ser apedrejada, Ele diz: vai e não peques mais.

    O nosso mundo moderno quer, a todo custo, adaptar o Evangelho aos seus prazeres.

    Ao Paulo responde:

    Não vos conformeis com este mundo, mas reformai vos pela renovação do vosso espírito (Rom 12,1).

    Não é verdade que aqueles que profanam o próprio corpo, indefinidamente, acabam numa morte triste? É interessante como Paulo insiste nesse ponto.

    Bem aventurados os puros de coração, porque eles verão a Deus? (Mt 5,8).
    A pureza de coração foi colocada por Jesus entre as oito das nove bem-aventuranças, pois, não pode faltar na vida do santo.

    Qualquer que seja o motivo, o uso deliberado da faculdade sexual fora das relações conjugais normais contradiz sua finalidade. Sabemos que não é fácil a luta contra as misérias da carne, e é preciso ter caridade, respeito e compaixão pelos que sofrem desses males. É preciso lembrar-lhes que só Cristo pode dar força e libertação.

    1. mauro2011 disse:

      O pecado original desvirtuou a beleza das faculdades de nossa alma, entre elas, a sensualidade. Colocada em nós, para ser o veículo do amor para o casal, nos aspectos unitivo e procriativo tornou-se, pela concupiscência, uma fonte de desordem, se não for redimida pela graça de Deus. O coração do homem foi ferido de morte pelo pecado, por isso dele é que procede agora todo o mal da criatura:

      Não é aquilo que entra pela boca que mancha o homem, mas aquilo que sai dele… Porque é do coração que provém os maus pensamentos, os homicídios, os adultérios, as impurezas, os furtos, os falsos testemunhos, as calúnias? (Mt 15,10;19).

      Jesus quer limpar o nosso coração de tudo isso, e para tal derramou o seu sangue.

      A castidade antes do matrimônio unifica a pessoa e coloca à sua disposição todas as suas energias físicas, racionais e espirituais.

  35. Mary disse:

    Tour Natrak disse:
    “Coitados dos seguidores que da ouvidos a este homem, liberalismo hoje e o que mais se ve em todos os sentidos…”

    Tour,
    Gostaria de lhe dizer que costumo ouvir o Caio Fábio, sim! E não me considero uma coitada! Aliás, esse artigo que colocaram aqui é uma resposta a um jovem que perguntou se ele iria para o inferno por ter transado com sua namorada. E o Caio, com inteligência e sabedoria que Deus lhe deu, se houve muito bem nessa resposta. Concordo, reconcordo e torno a concordar com ele! Tá bom assim? Se não gostou coma menos! rsrs…

    1. clamando disse:

      Acrescentando, tal professor que proclama “estilo de vida pecaminoso” não é amigo genuíno dos imorais, uma vez que ele está apenas colocando estas almas em risco de ir para o inferno ao desviá-las com a falsa segurança e o que eles chamam de mensagem da graça e evangelho. Eles não estão sendo misericordiosos ou amando ao pregar suas mentiras e ao colocar algodão nos ouvidos dos afastados. A mensagem amorosa e vital que os imorais precisam saber é que eles tem que abandonar tais pecados pelo bem de sua salvação.
      Falsos pastores dizem que o justo que se tornar um malfeitor pode ainda assim ir para o céu, mas Jesus deixou claro como cristal que em vez disso este ressuscitará para ser condenado e lançado na fornalha quente:

      os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo. (João 5:29)
      Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles ajuntarão do seu reino todos os que servem de tropeço, e os que praticam a iniquidade, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes. (Mat 13:41;42)

      Ambos estão Igualmente Mortos

      No final das contas, a diferença entre os mestres da eterna segurança, que sem pudor declaram que um cristão pode cometer ocasionalmente atos pecaminosos tais como citados em I Cor 6:9;10 e mesmo assim permanecer salvo e, aqueles que dizem rejeitar a segurança eterna mas ensinam o mesmo é inexistente! Não há nenhuma diferença. Ambos estão igualmente mortos e desencaminhando pessoas na direção do inferno com suas mensagens. Se você é um verdadeiro cristão, abandone tais congregações e os tais chamados “pastores”, independentemente do quão conveniente possa ser permanecer lá. Não ponha em risco sua eterna alma e as almas de seus amados por freqüentar e dar suporte a tal lobo feroz em pele de cordeiro. Não compartilhe de seu trabalho maligno

      1. luiz moreno disse:

        Anny
        O Paulo boca aberta ta doido para te dar um picote.
        Sapatão e gay que desgraça que nasce?

        1. Anny disse:

          Só quem deve saber disso direitinho é vc ,dona Luiza!!quem tem essa experiencia aqui é só vc!

  36. Mary disse:

    Vai arrebentar!
    Chega de vídeos, cara!
    Já não chega a IURD estar em quase todos os canais da tv aberta, além da record, vc ,ainda,vem aqui entupir esse tópico com esses testemunhos papa-níckel! Vá trabalhar que dá mais lucro!

  37. Marco disse:

    O Caio Fábio é do meio evangélico, saiu do meio evangélico, prega para os evangélicos, é amado por muuuita gente evangélica? Mas peraí: não são os evangélicos os santos e irrepreensíveis dos últimos dias? Como pode uma pessoa tão influenciadora dizer uma baboseira dessas? Se ele diz é porque deve ser comum, uma prática no meio evangélico os namoradinhos dormirem juntos antes de se casar. Durma-se com essa!

  38. carlos disse:

    Caio Fabio assusta os servos de Deus,e devia se arrepender logo de seus erros, de sua loucura e voltar para Cristo, antes que seja tarde de mais. Será que uma dia ele conheceu a Cristo? ou era só um pregador arrogante e metido a besta? um pregador ou ex pregador não devia ficar dizendo que sexo fora do matrimônio não é pecado. Eu disse que ele assusta,e disse: pelo fato de ter nome de líder cristão, e ser contra um ensinamento Bíblico. A Bíblia condena sim! Ela diz que é pecado. E eu sei quem quem for na conversa de quem desmente o ensinamento Bíblico terá o mesmo destino: um caído se batendo para se levantar,e uma eternidade longe do criador!

  39. clamando disse:

    Não sabeis que os injustos não herdarão o reino de Deus? Não vos enganeis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas, nem os ladrões, nem os avarentos, nem os bêbedos, nem os maldizentes, nem os roubadores herdarão o reino de Deus. (I Cor 6:9;10)

    De acordo com as escrituras acima, se qualquer pessoa é enquadrada em um destes casos, ela não herdará o Reino de Deus. Então, quanto é necessário para se tornar de acordo com a definição bíblica um adúltero ou qualquer outra destas definições na lista? Basta praticar-se adultério para ser enquadrado como adúltero? Ou será que tem que fazer parte do estilo de vida? Aqui estão os fatos:

    O homem que adulterar com a mulher de outro, sim, aquele que adulterar com a mulher do seu próximo, certamente será morto, tanto o adúltero, como a adúltera. (Lev 20:10)

    Como foi mostrado, a Palavra de Deus é consistente na definição da palavra adúltero – aquele que comete adultério. Portanto, qualquer pessoa que comete um ou mais atos de adultério é um adúltero. O mesmo pode ser dito sobre as outras palavras contidas em I Cor 6:9;10. A definição é aquele que comete este ato em particular, quer seja roubar, embebedar-se, adorar ídolos, etc. Não é preciso ser 5, 16, 113 vezes ou o nebuloso estilo de vida para passar a ser considerado um devasso, idólatra, adúltero, efeminado, homossexual, ladrão, avarento, bêbados, maldizentes ou trapaceiro de I Cor 6:9;10. Isso está claro como cristal, assim como foi mostrado acima com a palavra adúltero.

    Não Precisa Ser Contínuo ou um Estilo de Vida Pecaminoso

    Outras passagens revelam a mesma verdade devastadora, refutando a idéia de que o pecado contínuo ou o estilo de vida pecaminoso são a única forma de se perder a salvação (ou mostram que alguém de fato nunca foi salvo). Por exemplo:

    Mas se alguém ferir a outrem com instrumento de ferro de modo que venha a morrer, homicida é; e o homicida será morto. (Num 35:16)

    Outra vez, um único assassinato faz da pessoa um assassino. (Isso inclui suicidas, que são auto-assassinos.) Este ato isolado de pecado excluirá qualquer pessoa do Reino de Deus, a não ser que este se arrependa:

    Mas, quanto aos medrosos, e aos incrédulos, e aos abomináveis, e aos homicidas, e aos adúlteros, e aos feiticeiros, e aos idólatras, e a todos os mentirosos, a sua parte será no lago ardente de fogo e enxofre, que é a segunda morte. (Apo 21:8)
    Negando a Jesus

    O Senhor Jesus disse a àqueles que já estavam salvos o seguinte:

    Mas qualquer que me negar diante dos homens, também eu o negarei diante de meu Pai, que está nos céus. (Mat 10:33)

    Mais adiante aprendemos que todos os apóstolos originais, exceto Judas que o traiu, negaram o Senhor:

    Então Jesus lhes disse: Todos vós esta noite vos escandalizareis de mim; pois está escrito: Ferirei o pastor, e as ovelhas do rebanho se dispersarão. Todavia, depois que eu ressurgir, irei adiante de vós para a Galiléia. Mas Pedro, respondendo, disse-lhe: Ainda que todos se escandalizem de ti, eu nunca me escandalizarei. Disse-lhe Jesus: Em verdade te digo que esta noite, antes que o galo cante três vezes me negarás. Respondeu-lhe Pedro: Ainda que me seja necessário morrer contigo, de modo algum te negarei. E o mesmo disseram todos os discípulos. (Mat 26:31-35)

    Então, quanto levou para Pedro negar a Jesus e decair da fé? Não foi muito difícil e ocorreu pouco tempo depois daquela conversa:

    Ora, Pedro estava sentado fora, no pátio; e aproximou-se dele uma criada, que disse: Tu também estavas com Jesus, o galileu. Mas ele negou diante de todos, dizendo: Não sei o que dizes. E saindo ele para o vestíbulo, outra criada o viu, e disse aos que ali estavam: Este também estava com Jesus, o nazareno. E ele negou outra vez, e com juramento: Não conheço tal homem. E daí a pouco, aproximando-se os que ali estavam, disseram a Pedro: Certamente tu também és um deles pois a tua fala te denuncia. Então começou ele a praguejar e a jurar, dizendo: Não conheço esse homem. E imediatamente o galo cantou. E Pedro lembrou-se do que dissera Jesus: Antes que o galo cante, três vezes me negarás. E, saindo dali, chorou amargamente. (Mat 26:69-75)

    Assim como Pedro, um verdadeiro cristão pôde negar a Jesus (ou decair da fé). O apóstolo Pedro o fez quando negou que estava com Jesus e que o conhecia. Ele não precisou dizer, eu não quero o Senhor (e isso não precisou ser parte de um estilo de vida).
    O que Pedro disse seria o suficiente para que Jesus o negasse! Se Jesus negar a você, então você não será mais sua ovelha, assim como os outros não salvos. Cristãos são descritos como possessão de Deus: suas ovelhas (João 10:26;27, 21:16;16), sua noiva (Rev. 19:7), seu corpo (Eph. 5:23; Col. 1:24), etc.

    Adão e Eva

    O primeiro ato de desobediência humana na Bíblia ocorreu em Gen. 3. Deus havia advertido Adão que no dia em que este comesse da árvore do conhecimento do bem e do mal, este morreria (Gen 2:17). Isto é exatamente o que aconteceu com um único ato pecaminoso. Não foi um estilo de vida, prática habitual, mas um único ato pecaminoso que trouxe Adão e Eva ao seu estado de morte espiritual.

    Davi se Tornou um Malfeitor

    Chocantemente, mesmo pessoas extremamente fortes na fé podem depois de tudo desviar-se a ponto de cometerem pecado que leva a morte. Davi o fez. Os pecados berrantes de Davi foram um único ato de adultério e um único assassinato, que o poderiam ter excluído do Reino de Deus e o enviado para o lago de fogo (I Cor 6:9;10, Apo 21:8). Por pelo menos 9 meses, ele esteve enquadrado biblicamente como adúltero e assassino por causa de um único ato de adultério e assassinato.
    Natan disse a Davi:

    Por que desprezaste a palavra do Senhor, fazendo o mal diante de seus olhos? A Urias, o heteu, mataste à espada, e a sua mulher tomaste para ser tua mulher; sim, a ele mataste com a espada dos amonitas. (2 Sam 12:9)

    Note, Davi fez o que era mal. Você pode dizer que isso não é nenhuma grande revelação. Óbvio que adúlteros e assassinos são maus. Mas falsos mestres, alguns dos quais dizem rejeitar o ensino da “eterna segurança”, declarariam que Davi não perdeu a sua salvação, mesmo que I Cor 6:9;10 e Apo 21:8 sejam tão claros. Quando II Sam 12:9 são casados com isso e com o texto a seguir, nós temos até mais suporte para a evidência de que Davi de fato perdeu sua salvação neste período negro de sua vida.

    Davi Morreu Espiritualmente

    Quando eu disser ao justo que certamente viverá, e ele, confiando na sua justiça, praticar iniqüidade, nenhuma das suas obras de justiça será lembrada; mas na sua iniqüidade, que praticou, nessa morrerá. (Ezequiel 33:13)

    Aqueles que praticam o mal, como Davi fez, morrem espiritualmente, de acordo com a passagem acima. O seguinte é também evidência de que Davi perdeu a sua salvação por algum tempo:

    Mas, desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo a iniqüidade, fazendo conforme todas as abominações que faz o ímpio, porventura viverá? De todas as suas justiças que tiver feito não se fará memória; pois pela traição que praticou, e pelo pecado que cometeu ele morrerá. (Ezequiel 18:24)

    Quando o justo se apartar da sua justiça, praticando a iniqüidade, morrerá nela; (Ez 33:18)

    Desviando-se o justo da sua justiça, e cometendo iniqüidade, morrerá por ela; na sua iniqüidade que cometeu morrerá. (Ez 18:26)

    É triste que alguns rejeitarão a clareza destas Escrituras e tentarão distorcer os fatos dizendo que Davi não perdeu a sua salvação (morreu) depois de ter cometido adultério e assassinato. Tal pessoa é tão má ou mesmo pior que um professor da “eterna segurança”, mesmo que este aparentemente negue o ensino da “eterna segurança”.

    Note: As fortes advertências de Ezequiel 18:24;26, 33:13;18 não foram apenas hipotéticas, como alguns dizem, porque estas aconteceram com Davi.

    Mesmo Davi sabia que foi um malfeitor durante este tempo e conseqüentemente alguém que morreu espiritualmente (não fisicamente) por causa deste pecado:

    Compadece-te de mim, ó Deus, segundo a tua benignidade; apaga as minhas transgressões, segundo a multidão das tuas misericórdias. Lava-me completamente da minha iniqüidade, e purifica-me do meu pecado. Pois eu conheço as minhas transgressões, e o meu pecado está sempre diante de mim. Contra ti, contra ti somente, pequei, e fiz o que é mau diante dos teus olhos; de sorte que és justificado em falares, e inculpável em julgares. (Salmo 51:1-4)

    Além disso, alguns gostam de usar indevidamente o Salmo 51 para dizer que Davi apenas perdeu a alegria da sua salvação. Eles de alguma forma não perceberam como Davi humildemente e penosamente clamou a Deus por misericórdia por causa de seus pecados, como foi citado. O que é também a forma como Jesus disse que o coletor de impostos arrependido se salvou (ou foi justificado):

    Mas o publicano, estando em pé de longe, nem ainda queria levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: ó Deus, sê propício a mim, o pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que a si mesmo se exaltar será humilhado; mas o que a si mesmo se humilhar será exaltado. (Lucas 18:13;14)

    Depois de Davi orar por misericórdia, perdão (e salvação), ele também pediu outras coisas como a restauração da alegria da sua salvação (Salmos 51:12). Salmo 51 é a oração de um homem que havia decaído.

    Não Olhe para Trás do Arado

    O Senhor deve ter chocado as pessoas de seu tempo ao ensinar o seguinte:

    Jesus, porém, lhe respondeu: Ninguém que lança mão do arado e olha para trás é apto para o reino de Deus. (Lucas 9:62)

    Outra tradução em inglês, a NIV diz em vez de “é apto para o reino de Deus”, “é apto para o serviço no reino de Deus”.

    Não há nenhuma diferença essencial entre estas traduções porque aqueles que entram no Reino de Deus servirão a Ele lá (Apo 22:3). Não estar apto para o serviço no reino de Deus é o mesmo que não entrar no reino de Deus, mas ir para o lago de fogo. De um jeito ou de outro, olhar para trás excluirá alguém do reino de Deus.

    Deus quer que sejamos fiéis a ele e que o amemos mais que qualquer pessoa ou coisa neste mundo. O Senhor elevou isto a uma questão de salvação (Mat 10:37-39, Luc 14:26;33). Tiago comentou semelhantemente:

    Infiéis, não sabeis que a amizade do mundo é inimizade contra Deus? Portanto qualquer que quiser ser amigo do mundo constitui-se inimigo de Deus. (Tiago 4:4)

    Pessoas cristãs que escolhem ser amigas do mundo tornam-se inimigas de Deus outra vez, assim como eram antes de se salvar. Isto é o mesmo que cometer um adultério espiritual. Lembre-se também da mulher de Ló que olhou para trás uma única vez e foi destruída (Gen 19:26). Jesus a menciona:

    Lembrai-vos da mulher de Ló. Qualquer que procurar preservar a sua vida, perdê-la-á, e qualquer que a perder, conservá-la-á. (Lucas 17:32;33)
    Suas Palavras

    Pessoas tem dificuldade em crer que palavras podem levá-las ao perigo do fogo do inferno, mas Jesus aliás disse isto:

    Eu, porém, vos digo que todo aquele que se encolerizar contra seu irmão, será réu de juízo; e quem disser a seu irmão: Raca, será réu diante do sinédrio; e quem lhe disser: Tolo, será réu do fogo do inferno. (Mat 5:22)

    Através deste único ato, o extremo perigo do fogo do inferno torna-se realidade, mesmo para pessoas previamente salvas. Isto é um paralelo a outra eterna verdade a cerca das palavras. Jesus também ensinou:

    Digo-vos, pois, que de toda palavra fútil que os homens disserem, hão de dar conta no dia do juízo. Porque pelas tuas palavras serás justificado, e pelas tuas palavras serás condenado. (Mat 12:37)

    Suas palavras podem trazer condenação ou o oposto que é justificação. Lembre-se, Pedro negou a Jesus com suas palavras.

    Pecado Eterno

    É também através de palavras que uma pessoa pode cometer pecado eterno, que nunca será perdoado:

    mas aquele que blasfemar contra o Espírito Santo, nunca mais terá perdão, mas será réu de pecado eterno. Porquanto eles diziam: Está possesso de um espírito imundo. (Marcos 3:29;30)

    Perceba, por favor, que pecado eterno é cometido através de palavras. Parece também pelas escrituras e por bagagem histórica do livro de Hebreus, que algumas das pessoas endereçadas lá cometeram pecado eterno e não poderiam mais ser renovadas ao arrependimento (Heb 6:4-6). Fogo ardente os estava esperando, mesmo que eles tenham previamente sido santificados pelo sangue da aliança (Heb 10:26-29). Não houve segurança eterna para eles e não há para nós hoje.

    Idólatras

    Paulo escreveu para aqueles já salvos e sabia que a identidade espiritual deles poderia mudar para idólatras através de um único ato pecaminoso:

    Não vos torneis, pois, idólatras, como alguns deles, conforme está escrito: O povo assentou-se a comer e a beber, e levantou-se para folgar. (I Cor 10:7)

    Paulo referia-se ao incidente do bezerro de outro em Exodo 32. Portanto, por um único ato de idolatria eles tornaram-se idólatras e ele sabia que o mesmo poderia acontecer a estes cristãos que ele endereçou. Lembre-se, idólatras irão para o lago de fogo (Apo 21:8).

    A Marca da Besta

    Apesar da clara advertência a cerca da marca da besta, muitos a tomarão por causa da forte pressão para faze-lo. Os santos que se renderem perderão a sua salvação por este único ato de desobediência:

    Seguiu-os ainda um terceiro anjo, dizendo com grande voz: Se alguém adorar a besta, e a sua imagem, e receber o sinal na fronte, ou na mão, também o tal beberá do vinho da ira de Deus, que se acha preparado sem mistura, no cálice da sua ira; e será atormentado com fogo e enxofre diante dos santos anjos e diante do Cordeiro. A fumaça do seu tormento sobe para todo o sempre; e não têm repouso nem de dia nem de noite os que adoram a besta e a sua imagem, nem aquele que recebe o sinal do seu nome. Aqui está a perseverança dos santos, daqueles que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus. (Apo 14:9-12)

    Fidelidade a Jesus até o fim de nossas vidas é necessário para salvação, mesmo que isso possa significar severa perseguição ou morte física:

    Não temas o que hás de padecer. Eis que o Diabo está para lançar alguns de vós na prisão, para que sejais provados; e tereis uma tribulação de dez dias. Sê fiel até a morte, e dar-te-ei a coroa da vida. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. O que vencer, de modo algum sofrerá o dado da segunda morte. (Apo 2:10;11)

    Resumindo

    Há várias formas de um cristão perder a sua salvação. Algumas vezes um único ato pecaminoso pode ocasioná-lo, enquanto que outras vezes isso não acontecerá abruptamente, como é o caso de se ser morno (Apo 3:15;16). Além disso, as pessoas não precisam pecar para perder sua salvação. Elas podem perdê-la por crerem em um falso evangelho (I Cor 15:2 cf. I João 2:24-25) ou pregarem um falso evangelho (Gal 1:8,9).

    Que choque isto é para aqueles que tem sido enganados por aqueles que transformaram a graça em uma licença para a imoralidade ao pregarem que Davi nunca perdeu a sua salvação, ou que um único ato pecaminoso assim como adultério, suicídio ou bebedeira não acarretará isso. Judas identificou todos os que mudam a graça em uma licença para a imoralidade como ímpios (Judas 3;4), dissolutos, que não tem o Espírito (v. 19) e para os quais estão reservadas prisões eternas na escuridão (v. 13).

    Falsos professores que declaram “estilo de vida pecaminoso” não apenas ignoram ou distorcem as escrituras acima, mas também perigosamente sustentam a possibilidade de um devasso, um licencioso, um imoral ser um cristão. Pondere sobre I Cor 6:9;10 e a lista oferecida lá. (Veja também Ef 5:5-7 e Apo 21:8). De acordo com tais falsos professores, ao declararem sua versão anti-bíblica da graça, se uma pessoa previamente salva cometer ocasionalmente fornicação, idolatria, adultério, homossexualidade, se for efeminado, se cometer roubo, avareza, bebedeira, maledicência e trapaça, todos ao mesmo tempo, ele continua salvo. Isto é uma horrível e mortal distorção do verdadeiro cristão descrito na Bíblia. Por favor, note que Paulo não teve que considerar o estilo de vida de Elimas para saber que este era um filho do diabo (Atos 13:10). Veja também I João 3:10.

    Acrescentando, tal professor que proclama “estilo de vida pecaminoso” não é amigo genuíno dos imorais, uma vez que ele está apenas colocando estas almas em risco de ir para o inferno ao desviá-las com a falsa segurança e o que eles chamam de mensagem da graça e evangelho. Eles não estão sendo misericordiosos ou amando ao pregar suas mentiras e ao colocar algodão nos ouvidos dos afastados. A mensagem amorosa e vital que os imorais precisam saber é que eles tem que abandonar tais pecados pelo bem de sua salvação.
    Falsos pastores dizem que o justo que se tornar um malfeitor pode ainda assim ir para o céu, mas Jesus deixou claro como cristal que em vez disso este ressuscitará para ser condenado e lançado na fornalha quente:

    os que tiverem feito o bem, para a ressurreição da vida, e os que tiverem praticado o mal, para a ressurreição do juízo. (João 5:29)
    Mandará o Filho do homem os seus anjos, e eles ajuntarão do seu reino todos os que servem de tropeço, e os que praticam a iniquidade, e lançá-los-ão na fornalha de fogo; ali haverá choro e ranger de dentes. (Mat 13:41;42)

    Ambos estão Igualmente Mortos

    No final das contas, a diferença entre os mestres da eterna segurança, que sem pudor declaram que um cristão pode cometer ocasionalmente atos pecaminosos tais como citados em I Cor 6:9;10 e mesmo assim permanecer salvo e, aqueles que dizem rejeitar a segurança eterna mas ensinam o mesmo é inexistente! Não há nenhuma diferença. Ambos estão igualmente mortos e desencaminhando pessoas na direção do inferno com suas mensagens. Se você é um verdadeiro cristão, abandone tais congregações e os tais chamados “pastores”, independentemente do quão conveniente possa ser permanecer lá. Não ponha em risco sua eterna alma e as almas de seus amados por freqüentar e dar suporte a tal lobo feroz em pele de cordeiro. Não compartilhe de seu trabalho maligno (II John 10,11).

  40. clamando disse:

    ATENÇÃO DEVIDO AOS SEM OBRAS CONTINUAREM A GUERREAR CONTRA AQUELES QUE FAZEM ALGO PELO REINI EXPRESSO AQUI A VOZ DO SENHOR quem sera os ganhadores deste debate, onde muitos postam que dar dízimo e ofertas é roubo, é falcatrua, ou daqueles que dizem que pela fé e amor a igreja o fazem, seguindo o exemplo de JESUS que também pagou o dízimo, e impostos da sua época difícil dizer.
    mas se olharmos com atenção as obras de cada um, talvez possamos ver a realidade , a verdade.
    sim existem muitos que recebem dízimos e ofertas e que enriquecem junto com ele, macedo rr valdemiro silas feliciano terra nova e mais alguns sem muita expressão , mas também tem aqueles que recebem e aplicam no reino de DEUS e não enriquecem junto com ele, mas ambos de alguma maneira devolvem algo para DEUS tanto o que enriquece como aquele que não enriquece, vemos missões esplhadas p-elo mundo , por lugares inatingíveis pelo evangelho, por causa de muitas circunstancias desfavoraveis , em países mulçumanos, na africa na india, na russia que até bem poucos anos atras mandava missionarios pregadores para morrer na sibéria,e hoje evangelizada, foi o unico pais totalmente contra o casamento gay, por causa de sua fé, vemos ajuda humanitária, por lugares impossíveis de entrar de outros países, e estas igrejas fazem, isto, aqui mesmo, saem muitas noticias de muçulmanos, que iriam se matar ou matavam outras pessoas, e agora convertidos pelos missionários enviados por estas igrejas que recebem dízimos e ofertas, …quanto valeria ou qual o valor de uma alma para que se possa pagar? quem poderá falar contra a salvação, ou quem, poderá reclamar do dinheiro dado nestas igrejas? será que quem da o dízimo reclama? wsera que quem da o dízimo vem para os sites reclamar, de como é gasto seu dízimo? sera que quem da o dízimo nestas igrejas está preocupado como vive seu pastor ou lider? esta é minha resposta, mas creio que muitos outros vão postar, não não conheço ninguém que de o dízimo e venha reclamar
    em contra partida, temos a turma que diz que não se deve dar dízimo por varios motivos, mas o principal é que é lei e esta não existe para os cristão nos dias de hoje, escrevem textos longos em defesa desta tese, debatem apresentam enormes listas, e não vemos quase ninguém apoia-los, a não ser ateus gays e afins, também qiuando indagados sobre suas obras em favor do reino de DEUS, se postam claramente contra a igrejas templos, dizendo não serem necessários, que podem se reunir em casa mesmo, se postam contra missões dizem que não precisa, sim pois para fazer missões é necessário dinheiro, e eles nunca apresentam projeto para tal acontecer, não apresentam solução para o problema financeiro,l são contra pastores dizendo só existir um pastor e este JESUS , mas o próprio diz que deixou uns para evangelista e outros para pastores, perguntado sobre as almas que ganharam, postam com grande orgulho alguns , bem poucos que desviaram da igreja tradicional, e conseguiram tirar para não darem dízimos…..se olharmos com atenção…e não precisa muito, fica facil dizer onde o senhor está e onde ele passa longe
    Agora falando do estado de direito democrático perguntar sobre o mal empregado nosso impostos em politicos evang. e impios e de todas as seitas, que nos roubam descaradamente recebendo salarios para não fazer nada em troca, onde só no primeiro semestre foram gastos mais de 2 bilhões e 800 milhões com eles, onde eles estão quando financiamos mais de 1300 ongs estrangeiras só dentro da amazonia, estão roubando tecnologia brasileira educando os indios para serem armas de guerra contra nossa nação, sim pois nas deles foram dízimados, sem falar nas ongs que todos os dias roubam a nação, dinheiro para financiar grupos gays contra a própria igreja, sim é muito dinheiro quando somado junto, mas dividam, entre milhares de igrejas, e veram que é pouco, e em contra partida, nós os cristãos recuperamos vidas drogados do alcool do grac da maconha da cocaina pesoas que estavam perdidas no fundo do poço, sem esperança um peso para o governo que deixa milhares morrer todos os dias, dinheiro gasto com internações com remédios com hospitais, e ainda com dinheiro pago pela previdencia, para encostar, sim recebem beneficio, seus filhos jogados na rua, problema social enorme , precisa de agentes do conselo tutelar indas e vindas de orfanatos de casas de recuperação, agora tirados da rua não dão mais despesas para o governo,.
    por fim transformados agora não só se tornam cidadãos exemplares bem como começam a produzir e pagar impostos a este mesmop governo que fala das igrejas…então aq2ui ateus governo gays são contra os dízimos…e a favor a igreja que trabalha e apresenta frutos……POR ISTO EU DIGO CONTINUEM A ATIRAR PEDRAS….SEU DESTINO ESTÁ SELADO, SIM POIS QUEM DÁ NÃO COMETE PECADO, POIS FAZ POR FÉ E AMOR, MAS QUEM NÃO DA E NÃO FAZ NADA, NÃO DA FRUTOS, E A ESTES CRISTO É BEM CLARO LANÇAI A ESTES LA FORA ONDE A CHORO E RANGER DE DENTES….
    Mateus 23:23 – Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; DEVEIS, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.O que Cristo falou para os fariseus e escribas é que eles deviam FAZER ESTAS COISAS
    ( dizimar) mas não omitir O JUIZO, A MISERICORDIA E A FÉ.a unica coisa que vejo é Cristo mandando dar o dízimo, me mostre onde ele diz para não dar, uma vez que aparece ele mandando dar, e não fale em lei judaica, pois o dízimo é anterior a lei, é por fé de abraão e de jacó, citado também por paulo em hebreus,,, mostre-me onde ele manda não dar mais o dízimo

    1. STARDUST disse:

      clamando diz: “JESUS que também pagou o dízimo,”

      Aonde na bíblia o Senhor Jesus deu dízimo???

      Quando pedimos para os que distorcem a bíblia para comprovar o que dizem, sempre fogem pela tangente!

      1. clamando disse:

        será que um pretencioso como tu és, não sabes que se ele não pagasse o dízimo , não poderia pregar no templo…tem coisas que não precisam ser escritas, ou descritas, a bíblia diz que ele cumpriu toda a lei …POR ISTO EU DIGO CONTINUEM A ATIRAR PEDRAS….SEU DESTINO ESTÁ SELADO, SIM POIS QUEM DÁ NÃO COMETE PECADO, POIS FAZ POR FÉ E AMOR, MAS QUEM NÃO DA E NÃO FAZ NADA, NÃO DA FRUTOS, E A ESTES CRISTO É BEM CLARO LANÇAI A ESTES LA FORA ONDE A CHORO E RANGER DE DENTES….
        Mateus 23:23 – Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; DEVEIS, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.O que Cristo falou para os fariseus e escribas é que eles deviam FAZER ESTAS COISAS
        ( dizimar) mas não omitir O JUIZO, A MISERICORDIA E A FÉ.a unica coisa que vejo é Cristo mandando dar o dízimo, me mostre onde ele diz para não dar, uma vez que aparece ele mandando dar, e não fale em lei judaica, pois o dízimo é anterior a lei, é por fé de abraão e de jacó, citado também por paulo em

        1. STARDUST disse:

          O dízimo é sim da lei. o próprio Senhor Jesus afirmou isso:

          “Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas, porque dais o dízimo da hortelã, do endro e do cominho E TENDES NEGLIGENCIADO OS PRECEITOS MAIS IMPORTANTES DA LEI: a justiça, a misericórdia e a fé; devíeis, porém, fazer estas coisas, sem omitir aquelas!” (mateus 23:23)

          É nitido que o Senhor afirma que o dízimo é da lei, pois Ele próprio afirma que os fariseus davam dízimo ( de hortelã, de endro e cominho, ou seja alimentos, e não de dinheiro ) mas eles NEGLIGENCIAVAM O MAIS IMPORTANTE DA LEI… a fé, justiça e a misericórdia.

          portanto, Jesus comprova que o dízimo é da lei, assim como a fé, a justiça e a misericórdia!

          porém no ensino dos apóstolos vemos a confirmação de que devemos ter fé, justiça e misericórdia… porém dízimo nunca foi tomado por eles…

          E pq vc acha que pode fazer diferente?

          A entrega de 10% da minha renda na mão de um intitulado pastor não é dízimo. E isso não salva ninguém. O que salva é a fé em Jesus.

          1. clamando disse:

            TAMBÉM DIZ FAÇAIS AS OUTRAS MAS TAMBÉM FAÇA ESTAS, NUNCA VI ELE MANDANDO NÃO DAR, ATÉ PORQUE O DÍZIMO É ANTERIOR A LEI, SENDO FEITO PELO PAI DA FÉ ABRAÃO, E NUNCA APARECEU NA BÍBLIA QUE DEUS O TENHA MANDADO DAR, MAS FEZ, ENTÃO A FÉ É QUE MOVE , CLARO ASSIM COMO DEUS FALOU AO CORAÇÃO DO CRENTE ABRAÃO FALA NO MEU, QUE PENA QUE NÃO FALE AO TEU, MAS CONTINUAMOS LUTANDO PELA CAUSA QUERENDO TU OU NÃO

          2. STARDUST disse:

            O dízimo de abraão, tão usado por vcs como desculpa de que o dízimo é antes da lei, tem algumas caracteriscas diferentes do dízimo da lei de moisés, este sim, de carater obrigatório

            1 – o dízimo de abraão foi VOLUNTÁRIO

            2 – o dízimo de abraão não foi de sua riqueza pessoal, e sim somente do que tomou na guerra.

            3 – o dízimo de abraão não é mencionado em nenhum lugar do novo testamento como exemplo a ser seguido pelos Cristãos.

            O dízimo obrigatório é o mencionado a partir de leviticos 27:30, o dízimo da lei de moisés, obrigatório somente aos israelitas.

            Abraão também se circuncidou, e não foi voluntariamente não… foi a mando de Deus, e isso foi antes da lei… se temos que dar dízimo pq abraão deu, então temos que nos circuncidar também.

            Como vc explica isso? Eu sou seguidor de Jesus, Ele é meu exemplo. Agora se os seus exemplos são abraão e moisés, fazer o que não é?

          3. clamando disse:

            COMO NUNCA FOI MENCIONADO NO NOVO TESTAMENTO HEBREUS 7

          4. STARDUST disse:

            os judeus davam dízimo sim no novo testamento. OS JUDEUS, OU SEJA OS ISRAELITAS!

            ” E os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm ordem, segundo a lei, de tomar o dízimo do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão.” (Hebreus 7:5)

            HEBREUS 7:5 DEIXA BEM CLARO:

            somente os filhos de levi, ou seja os levitas podiam tomar dízimos E NÃO OS PASTORES DE HOJE, e somente os israelitas tinham de dar dízimo E NÃO OS DE FORA DE ISRAEL.

            portanto, dízimo nada tem a ver conosco!

          5. clamando disse:

            sim o osrael espiritual vive de vento, então cumpra a palavra que está no novo testamento, vai vende tudo que tem e deixe aos pés do apóstolo, ou presbíteros,

          6. Douglas disse:

            Verdade, dízimo não, mas como eles se sustentavam?

          7. STARDUST disse:

            ” E Joana, mulher de Cuza, procurador de Herodes, e Suzana, e muitas outras que o serviam com seus bens.” (lucas 8:3)

  41. STARDUST disse:

    ” EDIR MACEDO SERÁ JULGADO HOJE

    Está marcado para hoje o julgamento de Edir Macedo e seu braço-direito, Honorilton Gonçalves, no Tribunal Regional Federal da 4ª Região (segunda instância de Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul).

    O bispo e Gonçalves, ex-presidente da Record, respondem por falsidade ideológica. São acusados de forjar um documento para transferir a TV Vale do Itajaí do ex-pastor e atualmente rival Marcelo Pires (Leia mais em No Banco dos Réus).

    Por Lauro Jardim”

    FONTE: veja online

    1. clamando disse:

      oremos para que havendo crime seja punido na forma da lei, e com rigor,, que não acabe em prisão domiciliar como os mensaleiros

      1. Edson Souza disse:

        Com a grana e o “poder” politico que sr Burns tem?
        Duvido que vai ser preso.

  42. Mancebagem disse:

    Vai arrebentar, vou reproduzir seu texto pq é importante para desmascarar essa.

    STARDUST disse: 1 de outubro de 2013 ás 12:22 pm
    COMUNICADO IMPORTANTE:

    Venho através deste comunicado informar que estou deixando de comentar no G+. Nada contra o site, que é fonte de informação, mas é uma decisão pessoal após orar e pedir direção a Deus. O Espírito Santo me mostrou a minha falha aqui. Levei um puxão de orelha “santo”. Peço perdão pela precipitação. Sei que todos somos falhos. E eu não vou esconder os meus erros. Não vou negar que cometi um erro, vários aliás. Peço perdão a todos que em maior ou menor grau se sentiram ofendidos com algo que eu disse.

    Peço perdão a todos que comentam aqui e em especial o clamando, edy ( ex ) e o vai arrebentar. Peço perdão a outros que não consigo lembrar. Peço que me perdoem pois eu pequei, errei. Peço que relevem. Não levem a sério. Eu errei e assumo publicamente meu erro.

    Peço perdão também a edir macedo, valdemiro santiago, marco feliciano, valdemiro santiago, silas malafaia e outros líderes religiosos que não consigo lembrar. Pequei contra vcs. Peço que igualmente me perdoem por tudo. Eu estou me retratando aqui que não agi corretamente com vcs também. E que Deus abençoe vcs e seus respectivos ministérios.

    Ao povo da iurd e outras denominações. Peço perdão. sim, pequei contra vcs também.

    A todos que não consigo lembrar, sejam comentaristas do site, ou pessoas do meio evangélico que se sentiram ofendidos com algo que eu disse, novamente peço perdão. Deixo a todos a seguinte mensagem de Cristo:

    ” [Mas, se não perdoardes, também vosso Pai celestial não vos perdoará as vossas ofensas.]” (Marcos 11:26)

    Estou pedindo perdão a todos. Os que me perdoarem, também terão seus pecado perdoados, pois todos somos pecadores.

    Agradeço aos que amigos que fiz aqui. Deus os abençoe da mesma forma que aos que estou pedindo perdão.

    Estou deixando o G+, e peço aos que comentam aqui que eu pedi perdão, que me perdoem. Vcs podem me responder?

    clamando, vc me perdoa? edy vc me perdoa? vai arrebentar vc me perdoa? E todos que se sentiram ofendidos comigo, vcs me perdoam?

    Aguardo as respostas.

  43. Erlaine disse:

    Eu digo,vc Caio Fabio,a quem eu tinha como exemplo,PECOU dentro do seu Casamento com sua secretaria.EXEMPLO,Caio Fabio, que vc não praticou vendo as vitórias que DEUS tinha te dado. VC não é nunca foi DAVI.Ore pela sua boca e seus pensamentos.

  44. TOUR NATRAK disse:

    HO CLAMANNNNNNNNNNNDO EU TOU GRITANDO PORQUE AI EMBAIXO O TREM TA FERVENDO CAUSA QUI E MIO ESCREVER AQUI EM CIMA QUE TA MAIS CLARO, COMO LA EMBAIXO A POLUIÇAO TA GRANDE ESCREVO AQUI MEMO, EU CONCORDO CONCORDO DE NOVO E TORNO A CONCORDAR COM TUDO O QUE ESCREVESTE AI EM BAIXO, SO DO CEU MAIS O TREM AI EMBAIXO TA FEIO SO, ACUMA DIZ OS CATULICO CURURUIS CREDO

    1. clamando disse:

      TOUR NATRAK DEUS TE ABENÇOE MINHA BENÇÃO DE IRMÃO, E LEMBRE A BENÇÃO DEVE CORRER ATRAS DE NÓS

    1. STARDUST disse:

      ” Misericórdia quero e não sacrifícios…” (Oséias 6:6 , Mateus 9:13, Mateus 12:7)

  45. STARDUST disse:

    ESTUDO BÍBLICO:

    “AS 10 MAIORES MENTIRAS SOBRE OS 10 POR CENTO DOS DÍZIMOS”

    Muitas igrejas insistem no ensino errôneo de que os dízimos ainda são obrigatórios mesmo para os cristãos que vivem debaixo da graça de Jesus Cristo, e se utilizam de argumentos que se tornaram verdadeiros mitos dentro da comunidade evangélica, porém como eles dizem que o dízimo é 10 por cento, vamos usar o mesmo princípio numérico e verificar biblicamente as 10 argumentações mentirosas mais difundidas a respeito do dízimo.

    1º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI ORDENADO POR DEUS NO JARDIM DO ÉDEN, POIS A ÁRVORE DO CONHECIMENTO REPRESENTA O DÍZIMO”

    Na verdade, biblicamente o dízimo foi ordenado no monte sinai (levíticos 27:30-32; Números 18:21-24) e portanto, não foram instituidos no Jardim do Éden, pois sequer é mencionado que Adão e Eva receberam o mandamento de dizimar. A associação que muitos religiosos que insistem em receber dízimos fazem de que a árvore do conhecimento do bem e do mal (Gênesis 2:9), pois não era permitido a Adão e Eva comer dela (Gênesis 2:17) portanto ela seria segundo eles um “símbolo” do dízimo, mas isso é uma associação esdrúxula, pois sequer há um texto bíblico que faça uma ligação entre essa árvore do Jardim do Éden e o dízimo da lei de moisés, sequer se diz que a árvore ocupava 10% do espaço do Jardim do Éden. Trata-se portanto de mais um argumento ridículo usado pelos líderes religiosos para levar o povo a acreditar que o dízimo não era somente obrigatório perante a lei de moisés.

    2º MENTIRA – “O DÍZIMO SEMPRE FOI OBRIGATÓRIO MESMO ANTES DA LEI DE MOISÉS”

    O dízimo antes de sua ordenança no Sinai era voluntário, sendo mencionado apenas 2 vezes antes de se tornar obrigatório, Abraão deu uma única vez um dízimo do despojo de guerra quando resgatou seu sobrinho ló e jacó fez um voto a Deus (gênesis 14:17-20, gênesis 28:20-22)

    Pelas seguintes razões, Gênesis 14:20 não pode ser usado como exemplo para os cristãos dizimarem: 1º – A Bíblia não diz que Abraão deu obrigatoriamente esse dízimo. 2º – O dízimo de Abraão não foi um dízimo santo, da Terra Santa de Deus, produzido pelo povo santo de Deus. 3º – O dízimo de Abraão foi somente do despojo de guerra (hebreus 7:4). 4º – O dízimo de Abraão a Melquisedeque aconteceu apenas uma vez e Abraão mudava sempre de lugar. 5º – O dízimo de Abraão não proveio de sua riqueza pessoal. 6º – O dízimo de Abraão não é mencionado em nenhuma parte da Bíblia, seja no velho ou no novo testamento a fim de respaldar o ato de dizimar. 7º – Visto como nem Abraão nem Jacó tinham um sacerdócio levítico para manter, eles não tinham lugar algum onde entregar os dízimos, durante os seus muitos deslocamentos.

    No caso específico de Jacó, lemos o seguinte: “Fez também Jacó um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta jornada que empreendo, e me der pão para comer e roupa que me vista,de maneira que eu volte em paz para a casa de meu pai, então, o SENHOR será o meu Deus;e a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu te darei o dízimo” (Gênesis 28:20-22). O texto bíblico é claro, que Jacó fez um propósito particular (um voto) de que se Deus fosse favorável à ele, que ofereceria à Deus o dízimo. Não se vê também neste caso nenhuma ordem explicita de Deus ou algum sacerdote a mando Dele, para que Jacó dizimasse, e vemos que foi uma promessa de Jacó para Deus, não há relatos posteriores na Bíblia que ele tenha de fato dizimado, apenas se observa a sua promessa, seu compromisso de entregar o décimo de tudo que viesse a obter daquele momento em diante. Outra vez, não vemos na Bíblia nenhuma passagem em que vemos escrito que devemos dizimar como Jacó fez, portanto trata-se de mais uma mentira que os líderes criaram para tentar fazer parecer que os dízimos eram obrigatórios antes mesmo da lei de moisés.

    3º MENTIRA – “O DÍZIMO DOS ALIMENTOS DO VELHO TESTAMENTO FOI SUBSTITUÍDO POR DÍZIMO DO DINHEIRO NOS DIAS ATUAIS”

    Não há um versículo na biblia informando que dízimo obrigatório da lei de moisés possa ser ouro, prata, moeda, dinheiro, etc. Dízimo sempre foi apenas alimento do campo vegetal ou animal (levíticos 27:30 e 32) mesmo quando havia metais preciosos como moeda corrente. Abraão no seu tempo comprou uma sepultura para sua esposa por 400 ciclos de prata (gênesis 23:16)

    Embora já existisse dinheiro, a substância do dízimo divino jamais foi dinheiro. Ele era o “dízimo do alimento”. Isso é muito importante. Os verdadeiros dízimos bíblicos eram sempre somente o alimento proveniente das fazendas e rebanhos, somente dos israelitas que vivessem exclusivamente dentro da Terra Santa de Deus, as fronteiras nacionais de Israel. A fartura provinha de Deus e não da manufatura ou habilidade do homem.

    Existem 15 versículos de 11 capítulos e 8 livros, de Levítico 27 a Lucas 11, que descrevem o conteúdo do dízimo. E o conteúdo jamais, repito, jamais incluía dinheiro, prata, ouro ou qualquer outra coisa, além de alimento. Mesmo assim, a definição incorreta de “dizimar” é a maior mentira que está sendo pregada sobre esse ato, hoje em dia. (Veja Levítico 27:30,32; Números 18:27,28; Deuteronômio 12:17; 14:22, 23, 26; 2 Crônicas 31:5; Neemias 10:37; 13:5; Malaquias 3:10; Mateus 23:23 e Lucas 11:42).

    Não se observa portanto em toda a bíblia, alguém entregando dízimo em dinheiro, pois dízimo era décima parte dos alimentos ( agropecuários ou agrícolas ), e jamais foi entregue em dinheiro. E o dinheiro já era corrente nos tempos bíblicos, pois o próprio moisés que recebeu a lei para o povo lidou com dinheiro: “Então, Moisés tomou o dinheiro do resgate dos que excederam os que foram resgatados pelos levitas.Dos primogênitos dos filhos de Israel tomou o dinheiro, mil trezentos e sessenta e cinco siclos, segundo o siclo do santuário. E deu Moisés o dinheiro dos resgatados a Arão e a seus filhos, segundo o mandado do SENHOR, como o SENHOR ordenara a Moisés” (Números 3:49-51)

    Mais uma prova de que o dízimos sempre foram alimentos podem ser vista nessa passagem bíblica: “DOS DÍZIMOS NÃO COMI no meu luto e deles nada tirei estando imundo, nem deles dei para a casa de algum morto; obedeci à voz do SENHOR, meu Deus; segundo tudo o que me ordenaste, tenho feito” (Deuteronômio 26:14)

    Portanto, mais uma mentira dos líderes que ensinam sobre a obrigatoriedade dos dízimos é revelada, quando dizem que nos tempos bíblicos dízimos eram entregues em alimentos porque dinheiro ainda não existia, mas abraão e até moisés lidavam com dinheiro, e mesmo assim na obrigatoriedade da lei de moisés nunca se pagava dízimos em dinheiro, pois dízimo sempre foi a décima parte dos alimentos, do campo e animais, e nada tem a ver com a exigência de entrega de 10% do dinheiro que os cristãos recebem para esses líderes que ensinam erradamente sobre dízimos. Dízimo nunca foi pago em dinheiro, apenas em alimentos. Se o seu pastor ou líder insistir em dizer que pode ser pago em dinheiro exija que ele mostre alguém dizimando em dinheiro na bíblia, pois dinheiro já existia e era usado naquela época.

    4º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI DADO POR DEUS AOS LEVITAS DA VELHA ALIANÇA E HOJE OS PASTORES DA NOVA ALIANÇA SUBSTITUIRAM ESSES LEVITAS PORTANTO DEVEM RECEBER DÍZIMOS”

    O dízimo foi dado aos levitas, mas para que eles fizessem todo o trabalho da tenda da congregação (Números 18:21-23). Se hoje os membros leigos fazem mais de 90 % do trabalho e os pastores recebem todo o dízimo isso não é biblico, é humano. Na igreja primitiva de atos, um levita, chamado josé de sobrenome barnabé dava ofertas ao invés de receber dízimos dos apóstolos e membros da igreja cristã: “José, a quem os apóstolos deram o sobrenome de Barnabé, que quer dizer filho de exortação, LEVITA, natural de Chipre, como tivesse um campo, vendendo-o, trouxe o preço e o depositou aos pés dos apóstolos” (atos 4:36-37) Portanto fica evidente que com a mudança do sacerdócio mudou a lei: “Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei” (hebreus 7:12)

    Na economia hebraica, o dízimo era usado de maneira totalmente diferente da que hoje é pregada. Mais uma vez, os levitas que recebiam o dízimo inteiro nem sequer eram ministros ou sacerdotes – eles eram apenas servos dos sacerdotes. Números 3 descreve os levitas como sendo carpinteiros, fundidores de metal, artesãos de couro e artistas, que mantinham o pequeno santuário. E 2Crônicas 23-27, durante o tempo dos reis Davi e Salomão, os levitas também foram peritos artesãos, os quais inspecionavam as obras do Templo. Vinte e quatro mil deles trabalhavam no Templo como construtores e supervisores; seis mil eram oficiais e juízes; quatro mil eram guardas e quatro mil eram músicos. Como representantes políticos do rei, os levitas usavam o seu dízimo para servir aos oficiais, juízes, coletores de impostos, tesoureiros, guardas do Templo, músicos, padeiros, cantores e soldados profissionais (1Crônicas 12:23,26; 27:5). É obvio que esses exemplos do uso bíblico da entrada do dízimo nunca se tornam exemplos para a igreja de hoje. É importante saber que na Antiga Aliança os dízimos nunca eram usados para evangelizar os não israelitas. Neste ponto o dízimo falhou. Vejam Hebreus 7:12-19. Os dízimos jamais estimularam os levitas e sacerdotes da Antiga Aliança a estabelecer uma única missão fora do país, para encorajar um só gentio a se tornar israelita (Êxodo 23:32; 34:12,15; Deuteronômio 7:2). O dízimo da Antiga Aliança era motivado e exigido por lei, não pelo amor. De fato, durante a maior parte da história de Israel, os profetas foram os principais portadores da Palavra de Deus e não os levitas e os sacerdotes que recebiam o dízimo.O falso ensino é que os anciãos e pastores da Nova Aliança estão simplesmente continuando de onde os sacerdotes da Antiga Aliança deixaram e por isso devem receber o dízimo. A função e o propósito dos sacerdotes da Antiga Aliança foram substituídos, não pelos anciãos e pastores, mas pelo sacerdócio de todos os crentes. Como outras ordenanças da Lei, o dízimo foi apenas uma sombra temporária, até a vinda de Cristo (Efésios 2:14-16; Colossenses 2:13-17; Hebreus 10:1). Na Nova Aliança cada crente é um sacerdote de Deus (1 Pedro 2:9-10; Apocalipse 1:6; 5:10). E como sacerdote cada crente oferece sacrifícios a Deus (Hebreus 4:16; 10:19-22; 13:15-16). Então, cada ordenança que havia sido previamente aplicada ao antigo sacerdócio foi anulada no Calvário. Visto não pertencer à Tribo de Levi, até mesmo Jesus Cristo foi desqualificado. Desse modo, o propósito original de dizimar já não existe (Hebreus 7:12-19; Gálatas 3:19, 24, 25; 2Coríntios 3:10).

    Portanto, não há nenhum mandamento no novo mandamento do cristão entregar os dízimos aos pastores, pois o dízimo somente podia ser recebido pelos levitas: “Ora, os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm mandamento de recolher, de acordo com a lei, os dízimos do povo, ou seja, dos seus irmãos, embora tenham estes descendido de Abraão” (hebreus 7:5), e os levitas só existiam na velha aliança da lei de moisés, pastores não são substitutos deles pois são ministros de Deus (I Coríntios 4:1) e nem sequer é ordenado que se deva entregar dízimos em favor da obra de Deus, pois ela é sustentada pelas ofertas voluntárias (2Coríntios 9:7).

    5º MENTIRA – “O DÍZIMO RECEBIDO É SOMENTE PARA USO DOS PASTORES”

    Biblicamente, o dízimo pertencia aos levitas (números 18:21-23), mas também para se fazer um festival ao Senhor (deuteronômio.14:22-27) e a cada terceiro ano, para os levitas, órfãos, viúvas e estrangeiros, os quais comiam o dízimo ajuntado dentro das suas portas (deuteronômio14:28-29). Se ofertas e dízimos eram sagrados ao Senhor e não podiam ser comidos por pessoas comuns neste caso Deus abre um exceção, visto que para ele misericórdia é melhor que sacrificio (Oséias 6:6; Mateus 12:7), a vida dos carentes é preciosa ao senhor (veja um exemplo disso em Lucas 6:1-10)

    Portanto mais uma vez, é biblicamente demonstrado que os dízimos recebidos pelos levitas não eram de uso exclusivo deles… os necessitados ( órfãos, viúvas e os de fora de israel ), também se beneficiavam dos dízimos dos alimentos recebidos pelos levitas. Essa conversa de que só os pastores e líderes religiosos podem hoje usufruir dos dízimos não encontra respaldo bíblico. Trata-se de mais uma doutrina de homem.

    6º MENTIRA – “CRISTÃO QUE NÃO DÁ O DÍZIMO SERÁ VITIMA DO “DEVORADOR”
    Se você é evangélico provavelmente já deve ter ouvido alguém falar a respeito do devorador. Muitas igrejas pregam a respeito desse ser. Mas o que os líderes religiosos gananciosos não fazem é mostrar aos membros que a admoestação de Malaquias é dirigida somente à nação de Israel, e não aos cristãos de hoje que não dizimam:

    “Sentença pronunciada pelo Senhor CONTRA ISRAEL contra Israel, por intermédio de Malaquias” (Malaquias 1:1)

    e, se destina especificamente, aos SACERDOTES CORRUPTOS:

    “Agora, ó sacerdotes, para vós outros é este mandamento.Se o não ouvirdes e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o SENHOR dos Exércitos, enviarei sobre vós a maldição e amaldiçoarei as vossas bênçãos; já as tenho amaldiçoado, porque vós não propondes isso no coração” ( Malaquias 2:1-2)

    Eles estavam ofertando ANIMAIS coxos, cegos mudos, e defeituosos:

    “Ofereceis sobre o meu altar pão imundo e ainda perguntais: Em que te havemos profanado? Nisto, que pensais: A mesa do SENHOR é desprezível. Quando trazeis animal cego para o sacrificardes, não é isso mal? E, quando trazeis o coxo ou o enfermo, não é isso mal? Ora, apresenta-o ao teu governador; acaso, terá ele agrado em ti e te será favorável? – diz o SENHOR dos Exércitos.” (Malaquias1:7-8)

    Quanto a Malaquias 3, notamos que Deus manda trazer somente “DÍZIMOS” para as câmaras do depósito do templo, para que haja “comida” ( alimento, ou mantimento ) em minha casa. Isto é , mantimento = produtos alimentares (ver dicionário da língua portuguesa)

    O texto mais famoso citado para falar a respeito do devorador é Malaquias 3:11, que diz: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.” Esse texto é a continuação de Malaquias 3:10, o tão famoso texto que fala a respeito de dízimos no Antigo Testamento. os líderes gananciosos dizem que o “devorador” mencionado nesse texto é um demônio que destrói as finanças daqueles que não dão os 10%, ou seja, que não são dizimistas. As pessoas que pregam nessa linha trazem ameaças de destruição financeira aos seus ouvintes se os mesmos não forem dizimistas fiéis.

    O DEVORADOR É MESMO UM DEMÔNIO? A resposta é não! Os que afirmam que esse devorador citado no texto é um demônio, no mínimo, faltaram em algumas aulas de interpretação da Bíblia. A primeira coisa a sabermos é que no Antigo Testamento, a aliança que vigorava era uma aliança baseada na obediência. Se o povo fosse obediente às leis de Deus seriam abençoados. Essas bênçãos eram visivelmente mandadas em forma de paz e boas colheitas e prosperidade. Se fossem desobedientes, seriam amaldiçoados. Falta de paz e colheitas ruins estavam em vista aqui. (Deuteronômio 28). Em uma das ameaças de maldições em suas colheitas, que Deus manda ao povo através do profeta Joel, vemos que: “O que deixou o gafanhoto cortador, comeu-o o gafanhoto migrador; o que deixou o migrador, comeu-o o gafanhoto devorador; o que deixou o devorador, comeu-o o gafanhoto destruidor.” (Joel 1:4). Uma maldição que tinha em vista a destruição da lavoura.

    O texto de Malaquias 3:11 diz a mesma coisa: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.”. Esse devorador certamente se tratava de um tipo de gafanhoto altamente destrutivo ou outro “bicho” que acabava com as plantações (que eram a base da economia do povo de Israel). A ação devastadora desse “ser” acabava com a prosperidade do povo em pouco tempo atacando suas lavouras. Quando o povo era obediente a Deus e cumpria a Sua lei, que no caso desse texto é a lei de dizimar, Deus abençoava suas colheitas e negócios. Esse é o sentido desse texto. Assim, não faz sentido usar esse texto para afirmar que o devorador era um demônio ou coisa parecida. Nem faz sentido ameaçar as pessoas hoje em dia com esse “devorador”

    “repreenderei o devorador” Versículo 11 (Não é dinheiro que faz isto, é o próprio Deus)

    Devorador, segundo a bíblia, nunca foi demônio, e sim, gafanhotos, que Deus enviava como pragas a terra para castigar o povo, e estes gafanhotos, Deus os chamavam de “O meu grande exercito” (Joel 2:22-27) …”repreenderei o devorador ” significa… espantarei a praga do meio da vossa plantação (gafanhotos), veja também Levítico 11:22 e Naum 3:16.

    Os líderes gananciosos que ensinam que esses “devoradores” são demônios que irão causar doenças na família, o carro vai viver quebrando etc, aproveitam o desconhecimento dos cristãos do verdadeiro devorador ao qual Malaquias se refere, o gafanhoto que devorava as colheitas da nação de israel. Não há confirmação nenhuma no novo testamento de que quem não dizima será vitima desse “devorador”… quando um ladrão quer tomar o dinheiro de uma pessoa, ele a ameaça, pois se pedir provavelmente a vítima não entregará o seu dinheiro, e por conta disso o ladrão usa o recurso da ameaça, para forçá-la, da mesma forma agem esses pastores que insistem em receber dízimos pois usam um texto fora de seu real contexto para ameaçar dizendo que o mesmo “devorador” que viria sobre a nação de israel se não dizimasse virá para aqueles que não entregam seus dízimos a eles.Trata-se portanto de mais um ensino distorcido da bíblia para forçar os cristãos que não estudam a bíblia a dizimarem.

    Hoje em dia, a classe mais pobre é a que mais contribui para beneficência. E, mesmo assim, ela permanece na pobreza. Os dízimos não são uma garantia para alguém enriquecer depressa, em vez da educação, da determinação e do árduo trabalho. Se Malaquias 3:10 funcionasse realmente com os cristãos da Nova Aliança, nesse caso milhões de cristãos dizimistas já teriam escapado da pobreza e se tornado o grupo mais rico do mundo, em vez de continuar sendo pobre. Portanto, não existe evidência alguma de que a vasta maioria dos pobres “pagadores do dízimo” tenha sido abençoada pelo mero fato de o entregar. As bênçãos da Antiga Aliança já não estão em efeito (Hebreus 7:18-19; 8:6-8,13).

    Portanto, não há nenhuma possibilidade de um cristão ser vítima do “devorador” (demônio) por causa de não ser dizimista, pois nenhuma maldição da antiga aliança pode atingir aos cristãos da nova aliança em Jesus ( gálatas 3:13 )

    7º MENTIRA – O DÍZIMO SERVE PARA MANTER A IGREJA FÍSICA HOJE, POIS ELA SUBSTITUIU O TEMPLO JUDAÍCO ONDE SE ENTREGAVAM OS DÍZIMOS.

    Nada poderia estar mais longe da verdade. Trata-se de outro falso ensino os religiosos que exigem dízimos de que os edifícios chamados “igrejas”, “tabernáculos” ou “templos”, substituíram o Templo do Velho Testamento como locais de habitação divina.

    A Palavra de Deus jamais descreve os grupos da Nova Aliança como ”tabernáculos”, “templos” ou “edifícios”. Os cristãos não “vão à igreja”. Eles se “reúnem para adorar”. Também, visto que os sacerdotes do Velho Testamento pagavam o dízimo, então, logicamente, o dízimo não pode continuar. Nesse caso, é errado chamar um edifício de “armazém do Senhor” para receber os dízimos (1 Coríntios 3:16-17; 6:19-20; Efésios 1:22-23; 2:21; 4:12-16; Apocalipse 3:12). Com respeito à palavra “armazém” comparem a 1 Coríntios 16:2 com a 2 Coríntios 12:14 e Atos 20:17, 32-35. Durante vários séculos após o Calvário, os cristãos nem mesmo possuíam um edifício próprio (que chamassem de armazém), visto como o Cristianismo era uma religião ilegal e sofria perseguições.

    Após o sacrifício de Jesus, o véu do santuário se rasgou: “E o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo” (Marcos 15:38) e hoje, cada cristão é um santuário onde habita o Espírito Santo: “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16) Não há sequer um Templo ou santuário físico para que os cristãos levem os dízimos pois: “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas” (Atos 17:24). Jesus sequer fundou uma igreja física, pois a verdadeira igreja é espiritual.

    1. Que autoridade nos dá a Palavra de Deus para estabelecermos igrejas denominacionais ou não denominacionais em meio ao testemunho cristão, quando as Escrituras condenam a criação de divisões entre os crentes? (1 Coríntios 1:10; 3:3; 11:18-19)

    2. Com que autoridade vinda de Deus os cristãos denominam suas assim chamadas “igrejas” como Presbiteriana, Batista, Pentecostal, Aliança, Cristã Reformada, Anglicana etc., quando não há na Bíblia instruções para nos reunirmos em qualquer outro nome além do nome do Senhor Jesus Cristo? (Mateus 18:20; 1 Coríntios 5:4)

    3. Será que existe qualquer base na Palavra de Deus para chamar esses edifícios de “igrejas”? A definição bíblica de “igreja” é de uma reunião de crentes que, pelo evangelho, foram chamados para fora, tanto dentre os judeus como dentre os gentios, e são unidos em um único corpo a Cristo, sua Cabeça no céu, pela habitação do Espírito Santo. (Atos 11:22; 15:14; 20:28; Romanos 16:5; 1 Coríntios 1:2; Efésios 5:25)

    4. Onde há no Novo Testamento uma referência mandando os Cristãos construírem templos e chamarem esses locais de “Cada de Deus”, sendo que Deus não habita em templos feito por mãos humanas? (Atos 7:48 e 17:24).

    Dizer que os dízimos são necessários para manter a igreja e sustentar os pastores e líderes não tem fundamentação bíblica neotestamentária, O apóstolo Paulo estava entre os que insistiam em trabalhar com as próprias mãos pelo seu sustento (Atos 18:3; 1Tessalonicenses 2:9-10; 2Tessalonicenses 3:8-14). Embora ele não tenha condenado os que recebiam sustento pela obra em tempo integral, também não ensinou que tal sustento fosse ordenado por Deus, para difusão do Evangelho. (1 Coríntios 9:12). De fato, duas vezes em Atos 20:29, 35 e também em 2 Coríntios 12:14, ele até mesmo encoraja os anciãos da igreja a trabalharem para manter os necessitados da igreja (Eu só queria ver um dos pastores atuais trabalhando para ajudar os pobres da igreja!).

    Para Paulo, a expressão “viver do evangelho” significava “viver segundo os princípios da fé, do amor e da graça” (1 Coríntios 9:14). Conquanto verificasse ter “direito” a alguma ajuda, ele concluía que a “liberdade” de pregar o seu evangelho era mais importante, a fim de cumprir a sua vocação de Deus (1 Coríntios 9:15; 11:7-13; 12:13,14; 1 Tessalonicenses 2:5-6). Enquanto trabalhava como artesão de tendas (atos 18:3), Paulo aceitou uma certa ajuda, porém se gloriava de que o seu pagamento ou salário era o fato de poder pregar livremente, sem se tornar um fardo para os outros (1 Coríntios 9:16-19).

    Em nenhum lugar desde Atos 7:58 (onde Paulo é mencionado pela primeira vez) até suas epístolas, não vemos o apóstolo Paulo orientando alguém a dizimar nem recebendo dízimos dos cristãos, portanto uma prova clara que a igreja primitiva não tinha o dízimo como uma doutrina cristã e inquestionável como se vê hoje nessas igrejas que dizem seguir fielmente as Escrituras.

    Paulo deixou claro que os que pregavam o evangelho tinham todo o direito de serem supridos com as ajudas e doações voluntárias dos cristãos (I Coríntios 9:11 e 14, Filipenses 4:18 ), mas nunca disse que seria dos dízimos! Sequer há mandamento seja do Senhor Jesus ou de seus apóstolos dos cristãos entregarem seus dízimos nos “templos” que hoje conhecemos como igreja, pois Jesus nunca fundou uma igreja física, nem ordenou que se fizessem construções para ali os seus seguidores se reunirem! Se o dízimo fosse tão necessário e importante como esses líderes gananciosos querem fazer parecer, teria o apóstolo Paulo esquecido de mencionar algo tão importante? obviamente que não, pois ele é categórico ao dizer: ” jamais deixando de vos anunciar coisa alguma proveitosa e de vo-la ensinar publicamente e também de casa em casa” e ” porque jamais deixei de vos anunciar todo o desígnio de Deus” (atos 20:20 e 27)… ou seja, tudo que era necessário ele, Paulo, ensinou e o Apóstolo Paulo nunca incentivou ou ensinou os cristãos a dizimarem!

    Portanto comprovadamente os dízimos não são obrigatórios serem entregues, muito menos nas igrejas físicas de hoje.

    8º MENTIRA – “DAR OFERTAS, MESMO ACIMA DE 10% DA SUA RENDA, NÃO TEM O MESMO VALOR ESPIRITUAL, POIS QUEM NÃO DÁ O DÍZIMO ROUBA A DEUS E NÃO SERÁ SALVO POIS ESTÁ DEBAIXO DE MALDIÇÃO”

    Tanto a bênção como a maldição de Malaquias 3:9-11, perduraram somente até o término da antiga Aliança, ou seja, até o Calvário. A audiência de Malaquias havia voluntariamente reafirmado a Antiga Aliança (Neemias 10:28-29. “Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: Amém” (Deuteronômio 27:26, citado em Gálatas 3:10). E Jesus Cristo deu um fim a essa maldição, conforme Gálatas 3:13: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”. Portanto nenhuma maldição proveniente da não observância da lei de moisés (e o dízimo pertencia a ela) atinge aos cristãos. Mas os lideres gananciosos que recebem dízimos escondem isso dos membros.

    Mas não é porque o Cristão não seja mais obrigado a dizimar que ele esteja isento de ajudar na propagação do evangelho e em favor dos necessitados pois: “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria” (2coríntios 9:7).

    “Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus concedida às igrejas da Macedônia; porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade.Porque eles, testemunho eu, na medida de suas posses e mesmo acima delas, se mostraram voluntários” (2coríntios 8:1-3) Essa era a prática da igreja de Deus que Cristo estabeleceu.

    Os princípios de dar no Novo Testamento, na 2Coríntios capítulos 8 e 9 são superiores ao dizimar, que não é obrigatório aos cristãos.

    Os seguintes princípios de dar voluntariamente na Nova Aliança estão fundamentados na 2 Coríntios 8 e 9 (1). Dar é uma “graça”. A 2 Coríntios 8 usa oito vezes a palavra “graça”, referindo-se à ajuda aos santos pobres (2). Dar primeiro a Deus (8:5). (3) Dar-se a si mesmo para conhecer a vontade de Deus (8:5) (4) Dar em resposta ao dom de Cristo (8:9 e 9:15). (5) Dar com desejo sincero (8:8, 10, 12 e 9:7) (6) Não dar por causa de mandamento algum (8:8,10; 9:7). (7) Dar além de sua capacidade (8:3, 11, 12) (8) Dar para produzir igualdade. Isso quer dizer que os que têm mais devem dar mais, a fim de suprir a incapacidade dos que não podem dar mais (8:12,14) (9) Dar com alegria (8:2). (10) Dar porque está crescendo espiritualmente (8:3,4,7). (11) Dar porque deseja crescer espiritualmente (9:8, 10, 11). (12) Dar porque está ouvindo o Evangelho ser pregado (9:13).

    9º MENTIRA – “JESUS MANDOU OS CRISTÃOS DAREM O DÍZIMO NO NOVO TESTAMENTO”

    O falso ensino é que Jesus ensinou a dizimar, em Mateus 23:23, dizendo que isso está claro no Novo Testamento.

    Em primeiro lugar, A Nova Aliança (o novo testamento) não teve princípio no nascimento de Jesus, mas na Sua morte (Gálatas 3:19, 24, 25; 4:4). O dízimo não é ensinado na igreja, depois do Calvário. Quando Jesus falou sobre o assunto em Mateus 23:23, Ele estava simplesmente ordenando a obediência às leis da Antiga Aliança, a qual ele endossou e obedeceu até chegar ao Calvário.

    Não existe um único texto do Novo Testamento que ensine a dizimar após o período do Calvário. (Atos 2:42-47 e 4:32-35 não são exemplos para se dizimar, a fim de sustentar os líderes da igreja). Conforme Atos 2:46, os cristãos judeus continuavam a adorar no Templo. E conforme Atos 2:44 e 4:33,34, os líderes da igreja compartilhavam igualmente o que recebiam com todos os membros da igreja (o que hoje os líderes gananciosos que recebem dízimos não fazem).

    Aliás, Jesus sequer é mencionado dizimando ou recebendo dízimos… e porque os líderes gananciosos pedem dízimos em nome de Jesus sendo que o próprio Jesus disse: “em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas;pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados” (Marcos 16:17-18)… Ele nunca disse ” em meu nome receberão dízimos…”

    Portanto comprovadamente mais uma mentira desses homens que se dizem ordenados por Deus a exigirem dízimos dos cristãos incautos foi desmascarada! Jesus nunca ordenou que os seus discípulos e futuros apóstolos recolhessem dízimos… e porque esses líderes acham que podem fazer diferente? Bem o Senhor Jesus profetizou sobre esses tipos: “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” (Mateus 7:15)

    10º MENTIRA – “JESUS RECEBE DÍZIMOS DOS CRISTÃOS CONFORME HEBREUS 7:8″

    O início do capítulo 7 de hebreus é apenas citação do Antigo Testamento, onde fala do sacerdócio de Melquisedeque. Em Hebreus 7:5 diz: ” E os que dentre os filhos de Levi receberam o sacerdócio tem ordem, segundo a lei, de tomar os dízimos do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão”

    A lei foi dada por intermédio de Moisés, ao povo, direcionada aos filhos de Levi, especificamente aos que receberam sacerdócio para trabalhar nas tendas das congregações ( montagem e desmontagem de tendas no deserto), os quais tinham ordem, segundo a lei de receber os dízimos dos seus irmãos. Agora note o relato do versículo 11 e 12:

    Hebreus 7:11: De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade se havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque (referindo-se ao Salvador) e não fosse chamado segundo a ordem de Arão? (menção a Moisés, o qual introduziu a lei ao povo).

    Hebreus 7:12: Porque mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança na lei.

    Meditando no texto acima, especificamente nestes versículos, onde a palavra assegura que os sacerdotes Levíticos recebiam os dízimos segundo a lei (Hebreus 7:5), Porque através deles (sacerdotes Levíticos) o povo recebeu a lei (Hebreus 7:11) e mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também, mudança na lei (Hebreus 7:12), porque se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (pelo qual o povo recebeu a lei), qual a necessidade de que enviasse outro Sacerdote? Mudou o Sacerdócio, necessariamente se faz mudança na Lei.

    A lei dos dízimos foI direcionada especificamente aos filhos de Levi, aos que receberam o sacerdócio e não havendo mais “Levitas”, nem “templo”, nem sacerdote a oferecer sacrifícios, pois O Salvador já o fez, logo,se aplicada aos crentes hoje, ela torna-se intempestiva e ilegítima, porque os “pastores” de hoje não são levitas nem foram proibidos de trabalhar, nem menos tiveram promessas de herança de dízimos para sustento por não ter tido herança nas distribução de terras prometidas ao povo israelita por herança.

    Outra particularidade, no capítulo 18 do livro de Números, o Senhor Deus adverte aos sacerdotes levitas dizendo: Na sua terra, possessão nenhuma terás, e no meio deles nenhuma parte possuirás; eu sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel.

    Gostaria de recomendar aos pregadores contemporâneos (os que querem se assemelhar aos sacerdotes levitas que recebiam dízimos), seria bom que guardassem os mandamentos do Senhor para aquela tribo, os quais não possuíam bens materiais, pois o Senhor era a herança dos sacerdotes levitas.

    Recapitulando: Hebreus 7 apenas faz a menção pós-Calvário de dizimar, numa explanação de porque o sacerdócio levítico deve ser substituído pelo sacerdócio de Cristo, porque o sacerdócio levítico era fraco e ineficiente. Estude Hebreus 7 e sigam a progressão do versículo 5 ao versículo 12 e ao versículo 19.

    Porém, líderes gananciosos insistem em apenas mostrar hebreus 7:8 aos membros, onde segundo eles, Jesus receberia dízimos dos cristãos: “Aliás, aqui são homens mortais os que recebem dízimos, porém ali, aquele de quem se testifica que vive” (hebreus 7:8)

    Apenas mostrando esse versículo isoladamente aos membros desavisados, querem dar a entender que esse versículo manda os cristãos ainda dizimarem, sem ler todo o real contexto do capítulo 7 de hebreus.

    Portanto hebreus 7:8 não fala de Jesus recebendo ainda dízimos dos cristãos, pois o contexto do capítulo 7 de hebreus fala na verdade da superioridade do sacerdócio de melquisedeque em relação ao levítico que era sustentado pelos dízimos. Cristãos não tem o mandamento bíblico de dizimarem.

    Considerações finais:

    Em Hebreus 7,8,9 e 10, neste 4 capítulos deixa bem claro a questão do sacerdócio perfeito, que, quando mudado o sacerdote Levítico, veio o Cristo, e mudando o sacerdócio se muda a lei ( Hebreus 7:12 ) portanto, notamos, que no novo testamento, não há ninguém dando dizimos em dinheiro, sendo que já existia, porque, Jesus foi traído por moedas, e a viúva ofertou moedas, mas dízimos, foi mencionado em alimentos, hortaliças ( Mateus 23.23 ) jamais em dinheiro, e o próprio Senhor Jesus, relatou que o dízimo era da lei para o povo de Israel , …”o mais importante DA LEI “. (Mateus 23:23)

    Paulo não mencionou dízimos, nem outro apóstolo qualquer deixou exemplo de tal prática. Em Corintios 9, Paulo pede donativos para suprir necessitados e não para manter despesas de instituições religiosas. Em Atos 4:32 em diante, notamos a generosidade dos irmãos,vendendo tudo e depositando aos pés dos apóstolos, para que se fosse feita DISTRIBUIÇÃO AOS NECESSITADOS, de forma a não haver necessitados entre eles ( esta é a justiça que excede a dos fariseus religiosos que apenas punham seus dízimos das hortaliças e achavam que estava, cumprindo sua parte) em Mateus 23:23 e Lucas 18:12. Tal prática dos fariseus, mostra religiosidade e eles não praticavam a fé, de fato, que , quem diz que dizimar é um ato de fé, é engano, porque os fariseus dizimavam , mas não praticavam a fé. O jovem rico, não foi indicado por JESUS a dizimar, e sim, vender e REPARTIR com os pobres. Jó nunca dizimou, e mesmo assim era próspero.

    Abraão só deu o dízimo uma só vez, e não foi em dinheiro, foi despojos, sobras de conquistas de guerra, dizimo de sangue, após matar os reis e tomar seus bens.

    Jacó prometeu dar o dízimo, ( um voto particular dele ) em Gênesis 28:20-22 , mas a bíblia não fala que ele cumpriu…

    Abraão não foi a “suposta” casa do tesouro ( igreja ) mas Melquisedeque lhe saiu ao encontro para receber sua parte, devido ser rei de Salém e receber por que passava em tal parte, imposto semelhante ao que Jesus nos ensinou a pagar a César (Mateus 22:21). Isto é, JESUS mandou sermos fiéis ao estado e não sonegar impostos.

    Os cobradores de impostos ao se converter, restituíram 4 vezes mais aos que haviam defraudado, e foi nisto que Jesus afirmou: “hoje houve salvação nesta casa” (Lucas 19:9)Repare que o Salvador não o mandou dar dízimos.Todas as vezes que você quiser dar algo á Deus, e restituir a Deus com gratidão, faça isto dando ao seu próximo, pois assim,estará cumprindo a palavra na íntegra, conforme Mateus 25 deixa bem claro esta questão.

    No sétimo ano, Israel, não trazia dízimos, devido ser o ano sabático,a terra descansava (Levítico 25:4) Mas e será que a igreja atual faz isto? Fica sem receber dizimos no sétimo ano?

    O DÍZIMO era vendido POR DINHEIRO,devido a distância de levar onde o Senhor escolhera, para santificar seu nome, e o próprio dizimista COMIA DOS SEUS DÍZIMOS, administrava o dízimo, hoje em dia quem come dos dízimos são os pastores, que administram os dízimos, dando ordem quê e no que será empregado os dízimos do povo. Estes ditos “sacerdotes” ( pastores) não são levíticos, nem exercem função sacerdotal superior a qualquer irmão que seja, e muito menos têm eles o direito de administrar o dízimo pessoal de cada um.

    Quanto a sacerdotes, sabemos todos nós somos, depois de Cristo nos fazer um sacerdócio real, nação santa , povo eleito de DEUS, passamos a ter livre acesso ao Pai através de CRISTO que , na sua morte, o que nos separava foi rasgado do alto abaixo, a saber o véu que separava o lugar santo,( local onde entravam os sacerdotes) do lugar santíssimo (onde só entrava o sumo sacerdote 1 vez por ano para pferecer acrificio pelo pecado do povo).

    Paulo recebeu muitas vezes ajuda da igreja, mas era para se manter, e não era salário mensal como se estivesse numa empresa. Paulo trabalhava (atos 18:3) , e em nada pesava os irmãos e a igreja.

    Se Paulo disse: “sede meus imitadores como eu sou de Cristo”, será que nesta parte, os pastores que exigem dízimos imitam à Paulo? Vemos Jesus ou Paulo recolhendo ou ensinando sobre dízimos?Em 2Coríntios 9:9, Paulo cita o salmo 112:9, onde fala da generosidade com os mais pobres: “Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre”. (2 Coríntios 9:9)

    Nada falou de dízimos em dinheiro, e sim, contribuições voluntárias , para “suprir” os que não tem, algo que, é totalmente visto por Deus. Paulo faz uma coleta para “DISTRIBUIR”, hoje em dia se faz uma distribuição (de envelopes) para ajuntar, não para os pobres, mas, para os cofres de uma instituição, que se preocupa mais com a posição social, status, templos, fama, nome, competição, horários de TV, rádios, sites, eventos, shows, viagens, lazer para líderes, carrões, mansões, aviões, e ainda se diz que é expansão da obra de Deus…

    Cada dia os patrimônios religiosos estão ainda maiores, e o evangelho mais distante do que a igreja primitiva pregava e vivia, tudo por causa de dinheiro. A biblia fala para não reter e sim dar. Será que a igreja faz isto? Ou antes retém,para construir seu império e se fortalecer mais e mais, visando dominar a maior parte possível do globo terrestre, e arrebanhar o maior número de pessoas possível, como se tudo fosse uma partida de competição: “Quem tiver mais membros é o vencedor”

    Paulo afirma: “Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus” (2Coríntios 2:17)

    Deus abençoe a todos que leram este estudo e que o Espírito Santo tenha conduzido a leitura e o entendimento para compreender que dízimos não são mais obrigatórios.

    “Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno” (2Pedro 3:18)

  46. vai arrebentar disse:

    O sacrifício é a menor distancia entre o querer e o realizar.
    http://www.youtube.com/watch?v=EbIUlEM1bD8

  47. clamando disse:

    ATENÇÃO DEVIDO AOS SEM OBRAS CONTINUAREM A GUERREAR CONTRA AQUELES QUE FAZEM ALGO PELO REINI EXPRESSO AQUI A VOZ DO SENHOR quem sera os ganhadores deste debate, onde muitos postam que dar dízimo e ofertas é roubo, é falcatrua, ou daqueles que dizem que pela fé e amor a igreja o fazem, seguindo o exemplo de JESUS que também pagou o dízimo, e impostos da sua época difícil dizer.
    mas se olharmos com atenção as obras de cada um, talvez possamos ver a realidade , a verdade.
    sim existem muitos que recebem dízimos e ofertas e que enriquecem junto com ele, macedo rr valdemiro silas feliciano terra nova e mais alguns sem muita expressão , mas também tem aqueles que recebem e aplicam no reino de DEUS e não enriquecem junto com ele, mas ambos de alguma maneira devolvem algo para DEUS tanto o que enriquece como aquele que não enriquece, vemos missões esplhadas p-elo mundo , por lugares inatingíveis pelo evangelho, por causa de muitas circunstancias desfavoraveis , em países mulçumanos, na africa na india, na russia que até bem poucos anos atras mandava missionarios pregadores para morrer na sibéria,e hoje evangelizada, foi o unico pais totalmente contra o casamento gay, por causa de sua fé, vemos ajuda humanitária, por lugares impossíveis de entrar de outros países, e estas igrejas fazem, isto, aqui mesmo, saem muitas noticias de muçulmanos, que iriam se matar ou matavam outras pessoas, e agora convertidos pelos missionários enviados por estas igrejas que recebem dízimos e ofertas, …quanto valeria ou qual o valor de uma alma para que se possa pagar? quem poderá falar contra a salvação, ou quem, poderá reclamar do dinheiro dado nestas igrejas? será que quem da o dízimo reclama? wsera que quem da o dízimo vem para os sites reclamar, de como é gasto seu dízimo? sera que quem da o dízimo nestas igrejas está preocupado como vive seu pastor ou lider? esta é minha resposta, mas creio que muitos outros vão postar, não não conheço ninguém que de o dízimo e venha reclamar
    em contra partida, temos a turma que diz que não se deve dar dízimo por varios motivos, mas o principal é que é lei e esta não existe para os cristão nos dias de hoje, escrevem textos longos em defesa desta tese, debatem apresentam enormes listas, e não vemos quase ninguém apoia-los, a não ser ateus gays e afins, também qiuando indagados sobre suas obras em favor do reino de DEUS, se postam claramente contra a igrejas templos, dizendo não serem necessários, que podem se reunir em casa mesmo, se postam contra missões dizem que não precisa, sim pois para fazer missões é necessário dinheiro, e eles nunca apresentam projeto para tal acontecer, não apresentam solução para o problema financeiro,l são contra pastores dizendo só existir um pastor e este JESUS , mas o próprio diz que deixou uns para evangelista e outros para pastores, perguntado sobre as almas que ganharam, postam com grande orgulho alguns , bem poucos que desviaram da igreja tradicional, e conseguiram tirar para não darem dízimos…..se olharmos com atenção…e não precisa muito, fica facil dizer onde o senhor está e onde ele passa longe
    Agora falando do estado de direito democrático perguntar sobre o mal empregado nosso impostos em politicos evang. e impios e de todas as seitas, que nos roubam descaradamente recebendo salarios para não fazer nada em troca, onde só no primeiro semestre foram gastos mais de 2 bilhões e 800 milhões com eles, onde eles estão quando financiamos mais de 1300 ongs estrangeiras só dentro da amazonia, estão roubando tecnologia brasileira educando os indios para serem armas de guerra contra nossa nação, sim pois nas deles foram dízimados, sem falar nas ongs que todos os dias roubam a nação, dinheiro para financiar grupos gays contra a própria igreja, sim é muito dinheiro quando somado junto, mas dividam, entre milhares de igrejas, e veram que é pouco, e em contra partida, nós os cristãos recuperamos vidas drogados do alcool do grac da maconha da cocaina pesoas que estavam perdidas no fundo do poço, sem esperança um peso para o governo que deixa milhares morrer todos os dias, dinheiro gasto com internações com remédios com hospitais, e ainda com dinheiro pago pela previdencia, para encostar, sim recebem beneficio, seus filhos jogados na rua, problema social enorme , precisa de agentes do conselo tutelar indas e vindas de orfanatos de casas de recuperação, agora tirados da rua não dão mais despesas para o governo,.
    por fim transformados agora não só se tornam cidadãos exemplares bem como começam a produzir e pagar impostos a este mesmop governo que fala das igrejas…então aq2ui ateus governo gays são contra os dízimos…e a favor a igreja que trabalha e apresenta frutos……POR ISTO EU DIGO CONTINUEM A ATIRAR PEDRAS….SEU DESTINO ESTÁ SELADO, SIM POIS QUEM DÁ NÃO COMETE PECADO, POIS FAZ POR FÉ E AMOR, MAS QUEM NÃO DA E NÃO FAZ NADA, NÃO DA FRUTOS, E A ESTES CRISTO É BEM CLARO LANÇAI A ESTES LA FORA ONDE A CHORO E RANGER DE DENTES….
    Mateus 23:23 – Ai de vós, escribas e fariseus, hipócritas! pois que dizimais a hortelã, o endro e o cominho, e desprezais o mais importante da lei, o juízo, a misericórdia e a fé; DEVEIS, porém, fazer estas coisas, e não omitir aquelas.O que Cristo falou para os fariseus e escribas é que eles deviam FAZER ESTAS COISAS
    ( dizimar) mas não omitir O JUIZO, A MISERICORDIA E A FÉ.a unica coisa que vejo é Cristo mandando dar o dízimo, me mostre onde ele diz para não dar, uma vez que aparece ele mandando dar, e não fale em lei judaica, pois o dízimo é anterior a lei, é por fé de abraão e de jacó, citado também por paulo em hebreus,,, mostre-me onde ele manda não dar mais o dízimo

    1. STARDUST disse:

      ATENÇÃO: DEVIDO A REPERCUSSÃO DO ESTUDO QUE DESMASCARA A FARSA DOS DÍZIMOS TER CAUSADO POLÊMICA E ATAQUES FEROZES DOS QUE SE RECUSAM A ACEITAR A VERDADE BÍBLICA SOBRE ESSA DOUTRINA MERCANTILISTA, VAMOS FAZER UM DESAFIO AOS “PRÓ-DÍZIMOS”…

      A falsa doutrina dos dízimos nos dias de hoje, ensina basicamente isso: Que todo cristão tem o mandamento bíblico de separar 10% de sua renda ( salários e ganhos diversos ) e entregar numa denominação evangélica aos cuidados de um suposto homem de Deus (notadamente, um pastor ou similar). A não entrega desse valor, chamado por eles de dízimo, pode acarretar, segundo essa doutrina, a sujeição do cristão aos ataques de um demônio chamado “devorador”, ser espiritual este, segundo ainda esta doutrina o mesmo mencionado em malaquias 3:11. O que não se sujeita a entregar os dízimos conforme especificado acima, também estaria pondo sua própria salvação em risco, pois ainda segundo essa doutrina, quem não dá dízimo é ladrão.

      Agora, porém, em confronto com essa doutrina de dízimos ainda perdurar e segundo eles ser obrigatória aos cristãos, estaremos fazendo 10 perguntas que os pastores que insistem em receber dizimos não conseguem responder:

      1 – Dízimo na bíblia sempre foi alimento (Levíticos 27:30,32 ; Deuteronômio 12:17)… aonde na bíblia ele se tornou dinheiro?

      2 – Dízimo era mandamento do velho testamento somente para os israelitas ( Levíticos 27:30-34) … aonde no novo testamento da bíblia, foi confirmado esse mesmo mandamento aos cristãos?

      3 – Dízimo deveria ser entregue somente aos sacerdotes levitas (Números 18:26, hebreus 7:5)… aonde na bíblia, os pastores de hoje substituiram esses sacerdotes levitas para poderem tomar dízimos?

      4 – Dízimo era destinado ao sustento dos levitas, dos órfãos, estrangeiros e viúvas (Deuteronômio 26:12)… aonde na bíblia ele se tornou exclusivo dos pastores e bispos das denominações evangélicas?

      5 – Se o mandamento do dízimo é anterior a lei de moisés, e abraão é exemplo de “dizimista fiel” antes da lei, então porque Abraão entregou dízimo somente dos despojos da guerra que ele venceu ( genesis 14:20; hebreus 7:4 ), e não de toda a sua riqueza já acumulada? (genesis 13:2 )

      6 – Se ” a césar o que é de césar e a Deus o que é de Deus “, é uma citação de Jesus sendo favorável ao pagamento de impostos desse mundo e da mesma forma pagamento de dízimos à Deus, então porque Jesus mencionou o pagamento do imposto de césar antes do “imposto de Deus”, visto que o dízimo deveria ser a primeira coisa a ser separada? Jesus disse ” a césar o que é de césar” e Jesus deu exemplo disso, ao pagar o imposto de césar (Mateus 17:24-27), para dar o exemplo que se deve pagar o imposto de césar ( impostos desse mundo ) mas se “a Deus o que é de Deus” se refere à dízimo, aonde Jesus devolveu dízimo, para nos esse exemplo, da mesma forma que fez ao pagar o imposto de césar?

      7 – Se devemos dizimar porque Jesus não falou nada contra o dízimo, então devemos nos circuncidar também? visto que Jesus também não falou contra a circuncisão aos israelitas e a circuncisão também é mencionada antes da lei de moisés (genesis 17:10).

      8 – Se quem é dizimista será salvo, então porque o Senhor Jesus precisou vir aqui na terra, cumprir a lei de moisés e morrer pelos nossos pecados? os israelitas já tinham o mandamento de dizimar (levíticos 27:30-32)… não bastava eles somente continuarem dizimando para serem salvos? quem nos dá a salvação? Quem salva é Jesus ou o dízimo ?

      9 – Aonde vemos Jesus e/ou os apóstolos, recebendo dízimos dos cristãos para que a obra de Deus fosse feita? aonde vemos no novo testamento que o dízimo é obrigatório para manutenção de um templo físico ?

      10 – No velho testamento vemos claramente os israelitas recebendo o mandamento de dizimarem e entregando o dízimo ( Levítico 27:30-32; II Crônicas 31:6; Neemias 13:12 ), Mas aonde no novo testamento vemos os cristãos recebendo a ordem de dizimar e um seguidor de Jesus, ou seja, um cristão dizimando?

      CONCLUSÃO: Eu já fiz estas 10 perguntas à vários pastores que insistem no erro de ensinar que dízimos são obrigatórios para os cristãos, mas nunca obtive uma resposta. O que comprova que realmente, essa doutrina mercantilista dos dízimos não passa de doutrina criada por homens, sem embasamento bíblico.

      O Senhor Jesus já advertiu sobre esse tipo de erro: “E em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos de homens” (Marcos 7:7)

      Mas graças a Deus, cada vez mais as pessoas estão conhecendo a verdade sobre a mentira que é a doutrina do dízimo, e deixando de dizimar por obrigação conforme malaquias 3:10, que era uma advertência que dizia a respeito somente ao povo de israel e passando a ofertar por amor e liberalidade conforme 2 corintios 9:7.

  48. vai arrebentar disse:

    Se você viver sua vida tentando provar para os que não creem que eles estão errados, cometerá dois erros. Primeiro, desperdiçará o seu tempo.

    Entenda que não é seu trabalho convencer quem não crê. Crer ou não crer é uma escolha que revela o que está dentro de cada um. É por isso que maliciosos, medrosos, desonestos, pessimistas, perversos e outros com adjetivos negativos costumam não crer. E porque sinceros, otimistas, pessoas do bem e íntegras costumam crer. Perceba isso. Crer, ou não, é fruto do que está dentro de você.

    Por isso é vão tentar mudar a opinião de quem está mais apegado à opinião própria do que à razão. Há pessoas que precisam criticar para se sentirem melhor sobre seus sentimentos negativos. É como se a crítica validasse sua maneira negativa de ser.

    O segundo erro é porque enquanto você se preocupa com os que não creem, você deixa de fazer seu melhor trabalho para os que creem. São os que creem que merecem sua atenção. São eles que lhe apoiam, aplaudem, torcem por você e reconhecem o valor do seu trabalho. São eles que pedem mais. Honre-os.

    Em vez de guardar uma lista no seu coração com os nomes de quem lhe atacou, criticou, desprezou, ridicularizou e riu de você, lembre-se dos seus fãs, de quem torce por você.

    O pior sentimento não é o ódio, mas a indiferença. Quando você está criando algo que importa, que toca vidas, que ousa além do comum, você será odiado por alguns, atacado por outros. Não se preocupe com isso. Preocupe-se se ninguém reagir, de uma forma ou de outra – pois isso significa que você está criando nada com nada.

    Os que lhe apreciam e amam seu trabalho são seus melhores defensores. Suas vidas transformadas, a melhor esperança para os que não creem.

    1. Paulo disse:

      Não sei o que seria de muita gente se não existisse a função “copia e cola” rsrsrsrs

  49. André disse:

    ♫♫Pecado ainda é pecado a bíblia tem excelência, que o povo não se corrompa, santidade ao Senhor♫♫ !
    Deus não mudou, o ser humano é que sempre está querendo abrir exceções para satisfazer seus desejos carnais. O resultado disso é o engano a si mesmo e a perda da salvação. Que haja arrependimento nos corações de quem acha que a prática do sexo antes do casamento não é pecado.

    1. Mayk disse:

      Esses otários evangélico falam de casamento e nem sabem o que significa. acham que é aquele papel que se assina diante de um juiz… agora digam a luz das escrituras o que é o casamento?
      onde fala nas escrituras que o casamento é feito por um juiz.. vocês seguidores de religião não passam de um bando de fantoche.

  50. Jose Francisco Gresenberg disse:

    Acho que a religião eh um formador de esquizofrênicos, e o evangelho liberta. Tenho assistido o Caio e ele eh muio coerente em tentar pregar o evangelho para quem esta assim dividido, entre as leis morais e a Graça . Uma boa leitura eh SEM BARGANHAS COM DEUS. dele mesmo. Talvez você entenda.

  51. Hadassa disse:

    Esse ex pastor Caído fábio ops Caio Fábio ele calado é um poeta só dá conselho errado as pessoas esse tá longe de Deus faz tempo esqueceu que “fornicação” é pecado cometido por solteiros não casados.
    Deus não mudou sexo fora do casamento é pecado sim porque quem ama se sacrifica e paga o preço e assume leva a moça para altar perante altar na frente dos homens e de Deus.
    Antes as pessoas venham falar gracinha eu sou católica não sou evangélica minha visão muito clara na palavra de Deus.
    Deus não quer o ser humano seje usada e usado se esse rapaz está dois 2 anos de namoro se ele amasse essa moça mesmo ele casava com ela antes a realidade esse aí tá querendo fugir do compromisso de se casar acho pouco provável ele vai casar essa moça até porque ela já cedeu a ele está dando de graça sem ele ter pagado o preço da espera só depois do casamento pra que ele vai casar com ela?

    1. PAUO ROBERTO SILVA disse:

      CARA,VOCÊ É CASADO?? O CASAMENTO PRA VC FOI UM SACRIFICIO?? COITADA DE SUA ESPOSA….VC ACABOU DE DECLARAR,QUE SE CASOU,PAGOU O PREÇO DE DEIXAR A LIBERDADE DE SOLTEIRO,PARA TER SEXO SEM PECADO,E SÓ PIOROU AS COISAS…PECADO MAIOR O SEU! AFFFFFF

    2. Ola Hadassa, tudo bem?
      Discordo de sua opinião.
      Talvez esse jovem que namora a dois anos não tem condições de se casar no momento. Muitos jovens passam por dificuldades financeiras por casarem as pressas pra não pecar. E outra, as pessoas não casam só pra transar não. Casamento é muito mais que isso. Ja vi muitos casais que namoram há anos e fazem sexo, se casarem. Casam por amor, quando tem tudo pronto e planejado. Eu sou virgem, mas não julgo quem não seja. Creio que o sexo não deve ser feito apenas por prazer, deve ser feito com quem se ama e com quem se deseja passar o resto da vida junto.
      Abraços

    3. ERIKA COSTA disse:

      Eu realmente acho um equívoco vc falar dessa maneira desse rapaz.
      Você então se casou ou vai se casar para ter sexo sem pecar ? Casamento vai além disso!
      Conheço várias pessoas que moraram junto, que faziam sexo fora do casamento, e são felizes. Meus pais mesmo são muito felizes para glória de Deus! Eles viveram 15 anos em pecado então, pq eles não eram casados no civíl. Assinar um papel mudou alguma coisa? É só uma assinatura, o casamento deles está firmado na rocha que é Cristo, não em um papel de homens.
      Sinceramente, eu acho HIPOCRISIA falar que sexo fora do casamento é pecado! Pq há pessoas virgens que pensam em se casar virgens mas que pensam em sexo, e ai?! Pq só de pensar já pecou. ‘-‘ Agora vai dizer para mim que ninguém aqui pensa em sexo ou mantendo uma relação sexual..

  52. levi varela disse:

    Stardoid,

    Não consegue disfarçar a tua ação discipular contra o dízimo, pois entra nessa discussão catequizando a gregos e troianos, parece os sem noção que não perde a oportunidade de contar piadas, com ou sem mal gosto.

    Está visível, meu caro, parece que você ganha por produção?

  53. joyce mara disse:

    pecado tem nome… é claro que por causa disso alguém q se arrependa fica livre do inferno. A Palavra de Deus é imutável e não adianta maquiar. É pecado sim Pr. Caio Fábio!

    1. Pr. Roberto Júnior disse:

      A paz abençoada, discordo de seu ponto de vista, pois devemos ver o contexto em que estes textos que falam de relações sexuais para que não exista equivocos… Não é correto ter uma opinião pre-concebida…. SEXO nunca foi e nem será PECADO, Adão não casou com Eva e Deus os nomeou Marido e Mulher. Leia a Bíblia Minha Linda, não se firme em palavras de pastores inginourantes e leigos a respeito da Palavra de Deus, faça como o povo de bereia, é um falando e você confirindo!!! Fica Na PAZ :)

      1. pedro silva disse:

        boa meu querido essa resposta:
        vejo que esse é nosso grande mal,opiniões pre-concebidas(como foi falado por vc)
        trazemos em nossas costas a nossa cultura,nosso jeito de ser e nosso jeito de ver as coisas,e achamos que com isso tudo podemos julgar as pessoas e dizer que elas estão errando perante Deus,ao invés de buscamos ajuda-las a escolher um bom caminho(faze-las pensar das consequências daquilo que julgamos como errado),nós colocamos como julgadores para piorar mais e mais a vida das pessoas.
        eu ficava “revoltado” com as palavras da minha mãe,quando eu a perguntava do pq tal coisa ser pecado, e ela me respondia “pq é pecado e ponto final”
        sem ao menos me dar uma explicação logica e inteligente sobre determinado assunto para me fazer raciocinar do pq não fazer tal coisa,,,resumindo>minha cabeça ficava confusa sem saber o que era pecado ou não!
        e assim está a cabeça de muitos Cristãos sobre muitos assuntos da bíblia,pois eles não aprendem a ter intimidade com Deus para saber o que é certo ou errado,mas somente se guiam por aquilo que os outros dizem e tomam como verdade absolutas em suas vidas sem fazer como os Crentes de bereia(como foi dito por vc)

      2. Pedro disse:

        Comparar Adao e Eva, os unicos 2 seres humanos existentes naquela época com o mundo de hoje é realmente fora da realidade.

        Deus, o altíssimo tendo nomeado Adão e Eva como marido e mulher já é mais do que casamento e ponto final.

        Algumas aulas de Língua Portuguesa não fariam mal a nínguem.

        Abraços.

  54. joyce mara disse:

    certamente não foi o Espírito Santo de Deus que conduziu esses argumentos acerca do dízimo! Dízimo é devolução e não obrigação. É fé, é alegria… ninguém precisa devolver com pesar e sim com alegria e paz e só quem devolve com essa paz é que conhece a alegria… a Bíblia diz que dá é melhor do que receber, somente alimento não paga as viagens de barco para pregar as boas novas aos ribeirinhos, aos que vivem em comunidades distantes… eu sou dizimista fiel, faço a minha parte, se o pastor desvia problema dele com Deus, nào fui chamada para administrar o dízimo de Deus, até porq Ele nào precisa de dinheiro, mas Ele gosta de ver suas ovelhas obedecendo a Palavra de Deus, o exemplo maior foi qdo Ele rejeitou as primícias de Caim, Ele viu o coração de Caim… Ananias e Safira morreram porq acharam que podiam enganar acerca do valor em dinheiro e não de alimento… qdo a bíbilia informa que Abraao dizimou, esta não afirma que foi somente naquela ocasião, apenas fica implícito que devemos ser gratos a Deus em devolver a décima parte daquilo que recebemos e um exemplo que o dízimo é desde os idos da existência do homem, mas cabe tão somente àqueles que de coração obedecem um dos melhores preceitos de Deus. Os apóstolos recebiam aos seus pés os dízimos e as ofertas… leia a passagem bíblica da viúva pobre. Por fim, se vc não quer devolver o que é de Deus, sem problemas, mas não ouse dizer que o Espírito Santo e fez essas revelações, maldito aquele que acrescentar ou diminuir um til da Palavra de Deus e dízimo querido é ordenança para aqueles que verdadeiramente creem que Jesus Vive e que Sua Palavra é imutável. Simplesmente uma serva de Deus joyce mara!

    1. José Dias disse:

      Ai meu saco viu!!!!
      É por essas e outras que o mundo evangélico está cada vez mais prejudicado. A opinião do CAiO FÁBIO é uma opinião, como o que foi dito por vossa senhoria. A única verdade, é aquelea que DEUS pode nos trazer. Já que DEUS não é eu nem você, o máximo que podemos fazer é aprender a tolerar. Julgar não a faz melhor que qualquer opinião contrária.

  55. miriam disse:

    julgar é muito fácil, mas falando sério… há tantos casais, legalmente casados, que estão em pecado, pois não se amam, não se respeitam… dificil falar do pecado antes ou depois..

    1. julieta disse:

      concordo com voce, a verdadeira uniao esta no coracao, oque é mais pecado? namorados que se amam e tranzam, ou marido e mulher que nao tem sentimentos um pelo outro?

  56. Antes de mais nada, saibam que sexo antes e fora do namoro/casamento —incluindo relacionamento aberto, poliamor, swing e menage— não é pecado! Pesquisem sobre “Cristãos Libertos” no Google!

  57. olinda gomes disse:

    e como fica o texto: deixe o homem seu pai e sua mae e una-se a sua mulher – nao falou em casamento ou estou equivocada?

    1. pedro silva disse:

      assim vejo também minha amiga,,pois no texto o que podemos ver é que se trata de responsabilidade que ambas as pessoas assumem com o seu conjuge que pretende viver para o resto de suas vidas,,
      na atitude do homem para com a mulher e vive versa,,o Criador já sabe se ali haverá o intuito de pecar ou não(se aproveitar do corpo do outro e depois dá no pé),se a pessoa irá se aproveitar da outra ou buscará ser sincero pelo resto de sua vida,,o Criador que sondas o coração,já sabe de tudo isso!

      como esse homem falou no texto, que não cabe a nós julgamos a decisão de cada pessoa,pois não sabemos o que se passa no coração de ninguém!

      1. pedro silva disse:

        mas uma coisa,eu pretendo me casar na igreja,e ter relação somente depois do casamento e até beijar na boca somente no casamento(escolha e decisão minha diante de Deus),pq sei da importância e também da proteção que isso trará não somente a mim ,mas também a minha futura esposa, de compromisso um com o outro,

        acredito eu que essa coisa que inventaram de casamento na igreja e no cartório seja mais para a proteção de nós mesmo,para evitar de um homem pegar uma mulher e depois deixa-la desamparada como nada,para criar no coração do homem uma “obrigação” de compromisso(pq muitos agem como criança e deixam também suas esposas(os).
        vejo que a questão de casamento diante do homens,funciona como um contrato ,pq muitos de nós homens e mulheres não cumprimos com nossas palavras,por isso acredito que foi preciso criar o casamento no cartório e na igreja,por causa da dureza do coração dos homens(que não cumprem com suas palavras)

  58. jeronimo cambanda disse:

    Senhor Caio duas palvras tenho para ti: Deixa a iniquidade e te arrepnda.

  59. Paulo disse:

    Vejo somente ódio nesta página. De todos os lados, de todas as formas, de quase todas as pessoas.

  60. É muito fácil uma pessoa que já é casada dizer há um jovem cheio de hormônios que ele não pode fazer sexo com a pessoa que ama. Admiro quem casou virgem, na verdade, quero me casar virgem também. Mas quem faz isso, geralmente namora por pouco tempo pra não correr risco de ceder ao desejo. Isso muitas vezes prejudica a vida de muitas pessoas, casam as pressas para não pecar e acabam não tendo uma vida financeira estável. Muitos jovens nem terminam o ensino médio e já começam uma família. Um grande amigo namorou 10 anos com sua esposa, logicamente eles não se casaram virgens. No dia de seu casamento eu o perguntei por que ele estava casando, já que ja haviam feito sexo a muito tempo, não seria mais fácil apenas ir morar juntos. A resposta dele me fez ter a opinião que tenho hoje, ele disse: ” Stela, a gente não casa só pra transar. O casamento é mais que isso, o principal deve ser o amor”
    A Bíblia diz varias coisas, mas cada pessoa interpreta de um jeito. Concordo que com o passar do tempo, tudo vai mudando e vai ficando mais liberal. Mas se tem uma coisa que eu aprendi na vida é que tudo muda. Até nosso Deus mudou. Vamos comparar o Senhor antes e depois da vinda de Jesus a terra. Ele mudou muito. Creio que devemos seguir o principal ensinamento de Jesus, o amor, que assim tudo se resolve.

    1. Ciara disse:

      Quer dizer que se um homem ama cinco mulheres e nenhuma delas encontrou um homem adequado a elas, eles podem ficar juntos em nome do amor? Afinal, na bíblia não há nada contra a poligamia. Nossas leis proíbem, mas a bíblia não. Então podemos mudar isso, certo?

  61. ezequiel disse:

    Esse Pastor Renato Vargens usou um argumento fora de contexto para justificar a mentira de que há mandamento contra o sexo com consentimento mutuo e amor, Paulo deixa claro e 1 corintios 7 que não existe mandamento mas é opinião dele Ora, quanto às virgens, não tenho mandamento do Senhor; dou, porém, o meu parecer,1 Coríntios 7:25…

  62. Olá pessoal!
    Eu não concordo com a prática de fornicação, é claro, e eu acredito que a igreja tem conhecimento que sexo antes do casamento não é apropriado, como descreve a Bíblia. Entretanto, não somos Deus para julgar, muito menos O Espírito Santo para convencer do pecado, certo? Acredito que devemos ser o BOM TESTEMUNHO para que outras vidas se certifiquem que a busca pela santidade ainda existe.
    Abraços. :)

  63. Daniel Kennedy disse:

    Isso é uma controvérsia, pois namoro a dois anos e nos amamos, entretanto não posso ter relações sexuais antes do casamento, mas o casamento é apenas um papel que diz que estamos casados, mas todos sabem que casar é caro, ou seja, não caso porque não tenho dinheiro, ou seja Deus beneficia quem tem dinheiro, pois se eu tivesse uma boa vida eu já estaria casado e o sexo não seria pecado. como eu não tenho dinheiro não posso casar ,portanto é pecado…. isso não existe… não irei larga a faculdade para trabalhar agora tendo um avida medíocre só para ter sexo, se podemos fazer sexo e nos formar e nos casar do mesmo jeito

  64. EDU disse:

    O Caio Fábio só fala o que a galera quer ouvir. Mas com certeza prestará contas a Deus. (Romanos 14:12)

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *