“Vocês devem começar a guerra santa”, diz Estado Islâmico ao convocar muçulmanos para atentados

0

O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria de um atentado terrorista ocorrido em Jerusalém e pediu aos muçulmanos de todo o mundo que iniciem a “guerra santa” ao redor do mundo em retaliação aos recentes ataques sofridos.

Na última sexta-feira, 16 de junho, a Rússia anunciou que pode ter matado o líder do Estado Islâmico, Abu Bakr al-Baghdadi, durante um bombardeio na cidade síria de Raqqa. Em resposta, no mesmo dia, dois terroristas atacaram em Jerusalém, em pontos diferentes. Na ação, uma policial foi morta a facadas e outros foram baleados.

Em Londres, no último domingo, 18 de junho, um extremista usou uma van para atropelar pessoas próximo a uma mesquita. Uma pessoa foi assassinada e outras dez ficaram feridas. A atitude do homem, que não era muçulmano e gritava que mataria todos os seguidores de Alá, foi entendida pelo Estado Islâmico como uma provocação de guerra.

De acordo com informações das agências internacionais, o grupo terrorista convocou os muçulmanos para retaliar os ataques e promover atentados terroristas ao redor do mundo. “Vocês devem começar a guerra santa”, publicou o Estado Islâmico através das redes sociais.


Sobre o atentado em Jerusalém, disseram que os “soldados do califado” deram uma demonstração do que farão daqui para frente na Cidade Santa: “Não será o último [ataque]”, prometeram os terroristas.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA