Deputados da bancada evangélica mais que duplicam patrimônio; Jean Wyllys aumentou bens em mais de 220%

23

Os registros de candidatura às eleições de 2014 começam a revelar quanto os parlamentares eleitos em 2010 enriqueceram durante o atual mandato. No Rio de Janeiro, por exemplo, alguns dos deputados que possuem ligações com igrejas cristãs estão na lista dos que mais tiveram aumento de patrimônio.

O deputado federal e candidato a governador do Rio de Janeiro, Anthony Garotinho (PR) teve uma evolução patrimonial chamativa, crescendo de aproximadamente R$ 80 mil em posses declaradas em 2010, para mais de R$ 303 mil em 2014, um salto de 378%.

Já o crescimento patrimonial do polêmico Jair Bolsonaro (PP) – que embora seja católico, tem profundas ligações com a bancada evangélica, inclusive atuando por muitos projetos em comum – foi menor: R$ 150%. Em 2010, o ex-militar declarou ter R$ 826 mil em bens, e agora em 2014 já admite somar R$ 2.074 milhões. O jornal O Dia destacou que entre os novos bens de Bolsonaro estão um micro-ônibus no valor de R$ 89 mil e uma moto náutica avaliada em R$ 46 mil.

Na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, o deputado Marcos Soares (PR), filho do missionário R. R. Soares, apresentou um crescimento patrimonial de 346%, saltando de 233 mil para R$ 1.041 milhão.


O principal antagonista da bancada evangélica na Câmara dos Deputados, o ativista gay Jean Wyllys (PSOL-RJ) mais que triplicou seu patrimônio desde que foi eleito, somando 222% de crescimento. Em 2010, Wyllys já havia vencido o reality show Big Brother Brasil, com prêmio de R$ 1 milhão, e declarou possuir bens em torno de R$ 400 mil. Agora, com a compra de um apartamento de R$ 760 mil em Copacabana, seu patrimônio teve um crescimento notável.

Em sua página do Facebook, o parlamentar tentou minimizar seu crescimento patrimonial: “Dos R$ 760.000 de evolução patrimonial pela compra do apartamento da rua Belford Roxo [em Copacabana], eu ainda devo R$ 713.184,07 aos bancos pelo financiamento contratado. Como milhares de brasileiros, adquiri um imóvel financiado pelo banco e ainda passarei muitos anos pagando as parcelas, por um valor semelhante ao do aluguel que pagaria se ainda alugasse”, afirmou.

O bispo licenciado da Igreja Universal, Marcelo Crivella, também candidato ao governo do Rio de Janeiro, foi um dos poucos políticos que tiveram uma diminuição em seus patromônios, no caso 1%.

Infográfico: Os 10 deputados que mais aumentaram bens no Rio de Janeiro

Bens dos políticos católicos
Arte: Extra

23 COMENTÁRIOS

  1. Antes do jogo com a Colômbia eu vi uma entrevista do Felipão que achei muito infeliz. O homem parecia estar depressivo, zangado e acabou mandando para o inferno quem não concordasse com ele.
    Eu comentei com minha família, já prevendo que o Brasil não iria se dar bem, afinal o técnico é um líder, e, como tal, influencia o grupo! E foi o que aconteceu!
    Ainda bem que ele teve consciência de sua falha, tanto e, que admitiu a sua culpa pelo vexame histórico.

      • Ainda bem que vc corrigiu. Estava lendo seu comentário sem conseguir entender o que tinha a ver com a matéria… mas em compensação a bancada evangélica aumentando patrimônio é completamente compreensível.

        E ainda tem evangélico que diz que o intuito dessa gente é apenas “lutar pelos interesses cristãos”…

        • O felipão estava com depressão e a mary(sem palavra)
          esta doida. doida de pedra.
          esta rachando muita lenha junto com stardust e edson souza.
          OS INFIÉIS SEMPRE SE TORNARAM EM RACHADORES DE LENHA

        • Como não conseguiu entender se vc. só faz isto, não importa a matéria, até em caso de morte de cristãos vc. entrou contra dízimos e contra a iurd, vc. é o rei de falar m…. onde falam de coisas sérias

  2. Uma observação, Bolsonaro recebe vencimentos de Tenente Cel (15 mil reais) + o salário de parlamentar.

    A falta de mobilização da sociedade brasileira fez com que os representantes dos três poderes ganhassem salários distantes da realidade nacional. Urge uma revisão desses valores, o país precisa ser passado a limpo.

  3. o que o Brasil gasta com o roubo politico,anual não supera os dez anos que estados unidos gastou com suas guerras!! a diferença que as guerras americanas se acaba os ladrões brasileiros nunca,temos que viver bancando essa corja de carniceiro com mosso suor e sangue!!

      • A podridão da bancada evangélica é antiga, relembrar é bom, apesar dos impropérios do comentarista.



        Assine o Canal
          • MPF pede a condenação da irmã do bispo Edir Macedo, da Record
            Divulgação

            Segundo a operação Sanguessuga, os ex-deputados Edna Macedo e Marcos Roberto Abramo, então integrante da bancada evangélica, se beneficiaram do esquema criminoso de compra de ambulâncias

            1 de Junho de 2012 às 04:12

            Fernando Porfírio_247 – O Ministério Público Federal em São Paulo pediu a inclusão, como ré, na ação do caso conhecido como “Máfia das Sanguessugas”, da irmã do bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus e manda chuva da Rede Record. O MPF também pediu a condenação, por improbidade administrativa, de outro ex-deputado federal que integrou a bancada evangélica.

            A Operação Sanguessuga foi desencadeada pela Polícia Federal em Mato Grosso e apurou um gigantesco esquema de fraudes a licitações no Ministério da Saúde, com desvio de recursos públicos para pagamentos a parlamentares que propusessem emendas orçamentárias para a compra de ambulâncias para prefeituras ou organizações sociais.

            A ex-deputada Edna Bezerra Sampaio Fernandes, conhecida como Edna Macedo, e o ex-deputado Marcos Roberto Abramo, então integrante da bancada evangélica, apresentaram emendas individuais ao orçamento federal de 2004 e beneficiaram o esquema criminoso de compra de ambulâncias.

            “Ao descrever os autores dos atos de improbidade administrativa, a AGU deixou de tratar dos políticos responsáveis pelas emendas orçamentárias”, afirmou o procurador da República Roberto Antonio Dassié Diana, autor dos pedidos. “A inclusão das emendas no orçamento foi ato imprescindível para a liberação dos valores”.

            Edna Macedo apresentou emenda no valor de R$ 60 mil em benefício do município de Pirapora de Bom Jesus. A ação de improbidade administrativa trata de atos praticados na concessão e execução de dois convênios firmados entre este município e o Ministério da Saúde e Fundo Nacional de Saúde, para a compra de ambulâncias.

            O ex-deputado federal Marcos Roberto Abramo apresentou emenda no valor de R$ 160 mil em benefício da Associação Beneficente Cristã (ABC). A ação proposta pela AGU analisa atos de improbidade administrativa praticados na concessão e execução de quatro convênios pela ABC.

            Na ação, a Advocacia Geral da União (AGU) revela que a “Máfia das Sanguessugas” atuava através de uma “complexa rede de informações e articulações”. As licitações para as compras dos veículos eram todas acertadas com empresas ligadas ao esquema e as propostas de convênio feitas em conluio entre os principais responsáveis pela empresa Planam e a prefeitura ou entidade social beneficiada.

            Segundo o MPF, na maioria dos casos, as ambulâncias não vinham com os equipamentos médicos ou odontológicos necessários e o dinheiro que seria destinado aos equipamentos não adquiridos era rateado entre os participantes de cada esquema.

            O ex-deputado Marcos Roberto Abramo também é um dos 10 denunciados pelo MPF em 2010 na ação criminal que apura fraudes na compra de ambulâncias, envolvendo a Associação Beneficente Cristã – ABC. Ele foi denunciado por estelionato e corrupção passiva.

            Para obter os recursos, a ABC contou com a atuação de quatro ex-deputados, todos da bancada evangélica e ligados à Igreja Universal do Reino de Deus, que apresentaram emendas que previam recursos para a compra dos veículos. Fundada em 1994, a ABC era apresentada no site da Igreja como entidade sem fins lucrativos tendo como parceira a Iurd. Os responsáveis pela entidade muitas vezes eram pastores e bispos da igreja.

            O Ministério da Saúde e a Controladoria Geral da União apuraram por meio de uma auditoria que a ABC não era cadastrada no sistema nacional de saúde e não deu o uso adequado às ambulâncias adquiridas, as quais, inclusive, não tinham os equipamentos que justificariam grande parte dos recursos federais obtidos.

            A denúncia não foi apreciada pela 7ª Vara Federal Criminal, que entende que a eventual ação penal deve tramitar para Brasília. O MPF recorreu e o caso está sob análise do TRF-3.

            Na esfera penal, Edna Macedo foi denunciada com mais quatro ex-deputados federais pelo Ministério Público Federal em Mato Grosso. Segundo a denúncia, os cinco ex-deputados e uma ex-assessora foram acusados por diversos crimes, entre os quais formação de quadrilha, corrupção passiva, lavagem de dinheiro e fraude à licitação

          • poeirinha poeirinhA, dos cristãos sai rapido o ataque já da tua bancada gay nada tst tss que vergonha, a turma da poeirinha não esconde mais suas intenções maléficas.

  4. O que mais me intriga,é que quase todos os parlamentares,gastam mais nas campanhas,do que vão ganhar durante todo o mandato.Como que alguém pode conviver com um déficit desses,mas nessa lista top 10,aparece uma evolução “cavalar”.Alguém pode me explicar essa “mágica”.

  5. Olá.Não devemos generalizar os parlamentares. Adjetivar todos. Fazer piadas. Desrespeitar a ordem. Devemos pensar como patriótas. Não apenas como homens ou seres himanos políticos.
    Porque somos brasileiros. Por exemplo, um chinês não diz nada sobre a política brasileira. Diz sobre sua Pátria. Assim devemos respeitar a nossa Pátria e Nação. Nosso parlamentares.Ter sentimento patriótico.Celebrar nosso governo.Lembrar que antes da religião de um parlamentar ou de um cidadão brasileiro há um ser humano. Se ele é ateu, cristão, homo afetivo(a) age como ser humano. Devemos lembrar que uma Lei para ser criada depende do respeito ao ser humano.
    Precisamos pensar e se colocar no lugar dos grupos vulneráveis para auxiliá-los.Um parlamentar cristão precisa entender que somente o conhecimento profundo pode definir a conveniência de uma Lei. Não somente o conhecimento predileto de sua cultura. Falar sobre moral é uma tarefa científica tambem. É social, antropológica, psicológica, pasmem, é filosófica-aliando a esses conhecimentos uma estatística, uma coleta de dados pesquisados. Um parlamentar precisa defender os grupos vulneráveis sem óculos com espelhos voltados para sua cultura.

  6. Olá.Não devemos generalizar os parlamentares. Adjetivar todos. Fazer piadas. Desrespeitar a ordem. Devemos pensar como patriótas. Não apenas como homens ou seres humanos políticos.
    Porque somos brasileiros. Por exemplo, um chinês não diz nada sobre a política brasileira. Diz sobre sua Pátria.Nenhum brasileiro desrespeita os parlamentares ou políticos chineses. Assim devemos entender que dialogar sobre política não é errado, mas é importante respeitar a nossa Pátria e Nação. Ter sentimento patriótico ao falar sobre o governo-nossos parlamentares.Ter sentimento patriótico.Celebrar nosso governo.Lembrar que antes da religião de um parlamentar ou de um cidadão brasileiro há um ser humano. Se ele é ateu, cristão, homo afetivo(a) age como ser humano. Devemos lembrar que uma Lei para ser criada depende do respeito ao ser humano.
    Precisamos pensar e se colocar no lugar dos grupos vulneráveis para auxiliá-los.Um parlamentar cristão precisa entender que somente o conhecimento profundo pode definir a conveniência de uma Lei. Não somente o conhecimento predileto de sua cultura. Falar sobre moral é uma tarefa científica tambem. É social, antropológica, psicológica, pasmem, é filosófica-aliando a esses conhecimentos uma estatística, uma coleta de dados pesquisados. Um parlamentar precisa defender os grupos vulneráveis sem óculos com espelhos voltados para sua cultura. Deve lembrar que um cidadão é humano e precisa ser entendido como ser natural. Natural pressupõe a noção de conhecimentos da natureza e científico. Um outro conhecimento que não seja científico-lamentamos senhores e excelentíssimos parlamentares-não é conveniente. A moral está vinculada a ciência da Ética. Nada mais. Um parlamentar precisa lembrar que qualquer conhecimento que possa instruir um cargo Federal deve ser do contexto brasileiro, forjado na fornalha do fogo brasileiro. Único local que forma um herói brasileiro é a forma esquentada no sofrimento do cootidiano do Brasil, como o exemplo do herói Josué de Castro. Um herói é visto pela sua sabedoria. Um parlamentar exemplar é visto pelos livros que leu e pelas ideias científicas que sintonizam-se com as necessidades dos cidadãos. A diversidade de ideias no governo é uma riquesa.Mas o conhecimento científico legítico, comprovado é o melhor que existe. A moral deve ser vista de forma científica e alicerçada por outras ciências como a psicologia, psiquiatria e a filosofia aliando a ela o contexto social do Brasil e não uma estatística importada.Agradeço a atenção e boa navegação e leitura.

      • josé cláudio,não existe bancada gay no congressop porque os gays ricos e famosos
        não dão çlavagem cerebral nos gays incultos e incautos como fazem os falsos
        crentes na formação dos currais eleitorais.O livrfe arbítrio dos gays são inalienáveis –
        respeitados conforme a vontade de DEUS e os gays votam em quase todos os
        partidos políticos. É por isso que todos os partidos políticos defendem os gays e
        não sentem ódios por eles.Uma bancada gay seria igual (pior, não) a incompetente e
        corrupta bancada evangélica que para nada servepara o Brasil,a não ser defender
        os do nos de seitas.Repito:gays são mais sábios que os falsos crentes e não
        existe currais eleitorais gays e nem barganha para vender seus votos.O que existe
        é um lobby gay com a sociedade geral,mas para todos os partidos políticos.PSBD,
        PT,PMDB,PSB e todos amam e adoram os gays por eles não ser nocivos à sociedade.Mas se tivesse uma bancada gay querendo o poder,sim.Estariam
        caminhando rumo à destruição num futuro não muito longe.

      • Os gays mexem com rios e rios de dinheiro e até o momento nunca vi nenhum
        envolvido em escândalso financeiros.Prestam conta de tudo e tudo certinho.Temem
        a DEUS,princípiol da sabedoria que ois falsos evangélicos não tem por estarem
        cegos ecegos por fama,dinheiro e poder e mais poder.Não adianta:serão caldas e nunca caberças para mandarem no nosso querido BRASIL.Mandem em seus
        incautos,nos gays e na sociedade geral,não.

  7. Muita calma! Esses números nunca são reais, são os que eles declaram que possuem e na boa, são números irrisórios, eu mesmo tenho um patrimônio maior que o do Garotinho por exemplo segundo o que ele declarou, obviamente o que ele declarou não condiz com a realidade, pois, eu sou pobrinho e ele nem um pouco ou então seus bens estão em nome de laranjas, pratica comum de quem tem medo.

    O que esses números mostram é o percentual de crescimento e não os números em sí, repito, os números não são lá essas coisas, pois, com certeza são falsos.

  8. Eu já havia postado algo sobre isso no começo da semana, mas como é oportuno, segue abaixo o mesmo texto. As fontes são o site Transparência Brasil, JusBrasil, O G1 de 24/02/2014 e blogs de pessoas cansadas com tanto disparate político:

    Segue o texto:

    No fim das contas, o que está em jogo são os interesses próprios desses indivíduos. Não é à toa que brigam entre sí, acham uma desculpa qualquer para barrar outros ou promovem uma facção dentro dos seus próprios partidos por via de garantir o seu lugar cativo. Para se ter uma ideia nítida, esses deputados ganham salários que são uma afronta ao trabalhador simples e comum, até suas meias e cuecas sãos compradas com uma verba exclusiva para seus guarda roupas (auxilio paletó, se não me falha a memória), as viagens com transporte, hospedagem e alimentação pagas em exercício do cargo são usadas para regalias como suítes cinco estrelas, comidas caríssimas e refinadas, passeios em lugares não programados no percurso planejado pelo ofício, pois trata-se de abuso do uso das verbas publicas e desvio de função. Suas residências em Brasilia são mantidas com verbas públicas desde o fósforo que se usa na cozinha até os salários das domésticas e do jardineiro. Isso sem falar nas verbas de gabinete, onde cada deputado pode contratar quem ele quiser para fazer o que bem entender (geralmente são chamados de secretários ou assessores e podem chegar a vinte e cinco indivíduos) . Essa verba gira em torno de R$, 100.000/ mês. Cada deputado no Brasil responde pela renda per capta de sessenta e dois brasileiros, trinta e dois norte americanos ou doze franceses. Resumindo: R$, 200.000,00/ mês. E tem gente por aí que acha que o Bolsa Família é a coisa mais injusta do mundo. Enquanto o pano de fundo é posto como uma causa, por exemplo, defesa dos direitos das minorias ou defesa dos padrões morais da sociedade, o histórico desses senhores não os favorece, O Sr. JW, por exemplo, falta a votações importantes para o estado que representa e ainda inventa desculpas do tipo “Eu não sabia, fiquei chocado!” Acontece que os trabalhos na Câmara acontecem de segunda a Sexta, portanto, têm os dias e horários marcados e todos sabem antecipadamente o que vai ser feito no decorrer do dia, da semana, etc. mas como é o costume do cachimbo deixar a boca torta…!!!
    O que acontece de mais grave é que esses pilantras chegam em Brasilia na Terça à tarde e na quinta feira pela manhã já foram embora para suas casas em outros estados,ou seja ganham por cinco dias semanais e trabalham apenas um e meio. O Sr. JW é tido como um dos menos articuladores e ativos pelo Rio de Janeiro, na verdade ele é tido como “o melhor deputado federal do Brasil” por instituições lideradas que ele mesmo apoia e pela militância LGBT, que estão preocupados em promove- los pois, pelo que consta, o Deputado Romário, ex jogador de futebol, é quem melhor vem representando o estado do Rio de Janeiro com apresentação de projetos, articulação politica e 100% de presença nas sessões deliberativas. Uma dessas faltas do Sr. JW foi prejudicial ao Rio de Janeiro pois a votação do dia era considerada a votação do século para o estado onde seriam aprovados 100 bilhões de reais de arrecadação até 2030. ele e outros não comparecerem e o estado viu ir pelo ralo essa verba a titulo de royalties. A desculpa foi, segundo o G1 (Portal de Noticias da Globo do dia 24 de fevereiro de 2011) , que “a votação foi de surpresa”. Ele estava em um evento que julgou mais importante no dia, uma reunião da OAB para discutir, talvez, a causa gay.
    Taí o que eles querem. Tudo tem a ver com seu próprio ego, em causa própria, nada mais além disso!
    Qualquer dúvida, pesquisem em fontes confiáveis e verão os fatos. Uma sugestão é o site Transparência Brasil, o Jusbrasil e outros sites de mobilização nacional pela moralização na politica.

  9. somente os idiotas acreditão nestes patrimonio declarado destes mãos leves larapiadores, o pior e a não justiça aceitar tais declarações, ate porque os juizes das tais não justiça são tambem da mesma laia, pois ao contrario não aceitaria pois os mesmos sabem das falcatruas indecentes dos tais larapianos, este brasil somente sera passado a limpo verdadeiramente o dia que o meu Querido e Estimado Exercito Brasileiro impinar a carroça e dar um basta nesta infernal e diabolica famijerada desonesta safada e sem vergonha politica brasileira e nos safados destes nojentos facaltruados politicos, obrigando-os verdadeiramente devouverem ao povo brasileiro ate o ultimo centavo roubado, tem coisas que somente e resolvida na marra, e na pancada na base do porrete, A que saudades de quando o meu querido exercito tinha moral, tinha força, hoje bai bai, mas uma hora dessas um general de verdade impina a carroça estes politicos sem vergonha se não pagarem aqui pagarão nos quintos das beiradas do centro do inferno e tenho dito

  10. Se fosse enriquecimento ilícito estariam todos na cadeia, se estão todos soltos é porque é legal, nesse caso não adianta espernear, se a justiça não faz nada é porque é absolutamente normal. Se eu for deputado por um só mandato, meus bens irão quadruplicar isto que não tenho nada e nem por isso significa que roubei, o salário de políticos é altíssimo.

DEIXE UMA RESPOSTA