Desenho de Jesus sendo baleado por policial militar motiva processo contra juiz do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro

5

Uma charge desenhada pelo cartunista Carlos Latuff está causando polêmica no Rio de Janeiro por, supostamente, colocar Jesus e a Polícia Militar como rivais. O desenho, que mostra um Cristo negro sendo baleado por um policial fardado, está na parede do gabinete do juiz João Batista Damasceno, da 1ª Vara de Órfãos e Sucessões do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro.

O deputado estadual Flávio Bolsonaro (PP-RJ), filho do deputado federal Jair Bolsonaro, se uniu a policiais militares para propor uma ação contra Damasceno e Latuff exigindo indenizações de R$ 28 mil, além de pedir à desembargadora Leila Mariano, presidente do TJ, que o quadro seja tirado do gabinete do magistrado.

De acordo com o UOL, Bolsonaro afirma que a charge “retrata uma cena de cunho difamatório não somente à instituição [Polícia Militar], mas inclusive à sua própria honra objetiva e subjetiva”. Ele comenta ainda que a imagem estava no local durante uma audiência pública realizada “sob o pretexto da desmilitarização da política de segurança”.

– No quadro vislumbra-se a imagem de um policial militar sendo autor de um disparo de arma de fogo em um homem preso a uma cruz, fazendo alusão à crucificação de Jesus Cristo. (…) A obra pretende fazer crer que todos os policiais militares são pessoas que vestem suas fardas para cometer os mais perversos crimes contra a humanidade, em referência, ainda que indireta, à morte de Jesus Cristo – afirma o deputado.


– Este quadro foi exibido dentro do Tribunal de Justiça do RJ, por iniciativa de um Juiz – um total desrespeito à bicentenária Polícia Militar e a todos os seus integantes. Estou disponibilizando modelo de ação indenizatória a todos os PMs que quiserem agir contra este absurdo. – afirmou Bolsonaro, em uma publicação em sua página no Facebook

Latuff é conhecido por suas charges com tom político. Em sua obra se destacam desenhos feitos como crítica à relação entre os religiosos evangélicos e outros segmentos da sociedade, como políticos e homossexuais.

Em sua página no Facebook, o cartunista criticou o processo movido por Bolsonaro, e afirmou que Damasceno está recebendo ameaças por exibir o desenho.

– Juiz João Batista Damasceno já recebe ameaças de morte por pendurar quadro com minha charge sobre a violência policial em seu gabinete – postou Latuff na rede social.

Já Damasceno, afirmou que o desenho exposto em seu gabinete não possui um tom religioso, e que apenas “evoca a violência do Estado contra o povo ao longo da história. A política de segurança pública militarizada tem como alvo os pobres e excluídos, ‘inimigos eternos’ sujeitos ao extermínio”.

Veja outras charges polêmicas desenhadas por Carlos Latuff:

charge-latuff-biblia

charge-latuff-estado-laico

charge-latuff-gay-pastores

charge-latuff-parada-gay

Por Dan Martins, para o Gospel+


5 COMENTÁRIOS

  1. E por essas e outras que de quando em quando tem uns energúmenos vibriaticos amanhecem com a boca cheia de formiga, o sujeito fica casando chifre na cabeça de cavalo, e aquele ditado mais que certo, quem caça acha, eles que se afumente com seus furdunço

    • morram os gays….. não morram os ateus…….não morra satã….não morra sei la da=lhe tiro na cabeça dos caras to louco será que é verdade a policia é bandido…será? é tem o stardust, aqui com varios exus na sua legião, usam a bíblia mas são de satã..sera que a policia é bandida…pode ser….

  2. Na verdade o quadro esta correto, pois foi os militares quem matou Jesus e ate hoje a igreja católica é uma instituição militar onde bispos comandam exercito e a PM é reserva do exercito eu sou segundo sargento da PM e não preciso mentir no final a policia tem que ser desmilitarizada.
    A bíblia não é obra de Deus e sim obra da ditadura militar romana, divino Julio Cesar deus (história e filosofia são saber).

  3. A finalidade das igrejas é:
    I Corintios 7:23 façais escravos de homens.
    Gênesis 15:13 disse o Senhor a Abrão: Sabe com certeza tua descendência será reduzida à escravidão,
    Gálatas 3 : 29 E, se sois de Cristo, então sois descendência de Abraão, e herdeiros conforme a promessa .
    I Samuel 8:17 Tomará o dízimo servireis de escravos.
    Amós 4:4 e de três em três dias os vossos dízimos.
    II Pedro 2 :19 prometendo-lhes liberdade, quando eles mesmos são escravos da corrupção;
    I Corintios 15:18 Logo, também os que dormiram em Cristo estão perdidos.
    Os pastores e padres pegam os fieis em três fatores: medo, ganância e culpa.
    Os três P (políticos,padres e pastores) resume em maçonaria.

    Quando vier o cristo ninguém saberá de onde ele é!

  4. Sou policial militar e a charge encontra-se tecnicamente correta pois foram militares que executaram Jesus, no entanto um complemento a essa obra poderia ser a sentença onde Pôncio Pilatos condena Jesus a ser crucificado, com a anuência de autoridades romanas e hebraicas, tal como naquela época hoje o militar não assassina pobres e negros por conta própria, mas sob ordens diretas e indiretas de autoridades covardes e hipócritas. A polícia militar deveria acabar, pois uma instituição militar ligada ao exército desvirtua a base ideológica de ser polícia, uma instituição que deve agir em prol do sociedade e do cidadão e não em prol do Estado, como é configurada a estrutura das forças armadas.

DEIXE UMA RESPOSTA