Brasil

Entrevista: Documentário evangélico surpreende ao mostrar “Ministérios Fracassados” que agradam a Deus. Assista na íntegra

Comments (17)
  1. levi varela disse:

    Não entendi coisa alguma!

    Sou filho de pastor, nunca foi passada essa ideia nem de sucesso e nem de insucesso.

    Simples, Paulo, no início, parecia que não daria certo, tanto que preferiu não receber dízimos, bem como somente apanhava, jogado de um lado para outro, criticado pelos cristão de Jerusalém e de forte desconfiança contra ele em face de ter sido o que antes de se converter, como seja, assassino de cristãos, e de não ter sido discípulo direto de Cristo.

    Tem havido tanta gente sem escrúpulos que se dizem cristãos a ponto de pegar um tema mal esclarecido ou mal entendido por eles e passam a dizer que é esse o pensamento dos atuais cristãos.

    Cristo, embora filho de Deus e de ser rico, veio pobre e sem familiares importantes à terra para nos ensinar que Deus recebe o louvor dos de sucesso e dos de não sucesso.

    Por Deus, quem não quer ser cabeça de jacaré, pode, para Deus, ser cabeça de calango, pode ser até o rabo de calango, isso para qualquer pessoa, aliás nem precisa ser evangélica para saber disso.

    Tá parecendo que está enraizado dentre os evangélicos uma só doutrina, a do sucesso.

    Paulo soube ser fiel no pouco e no muito, exemplo também de Jó.

  2. Deus abençoe todos os irmãos do documentário, em especial ao meu amigo Yago Martins, que mesmo não fazendo questão, atingiu um certo sucesso, que não é necessariamente seu, sei que ele atribui todo sucesso a Cristo, que pela sua misericórdia nos falou duramente e amorosamente através desse documentário valioso… parabéns queridos. Abraço dos anônimos do Facebook.

  3. Helena Costa disse:

    Este documentário me fez entender definitivamente que eu realmente não estou sozinha quando acredito que a fidelidade ao Senhor deve ser a nossa prioridade mesmo, e isso me motivou a continuar acreditando nos valores bíblicos que moldam o caráter do verdadeiro cristão. Tudo o que foi idealizado, criado e está sendo divulgado visa engrandecer o Nome do Único digno de engrandecimento e honra – Deus! O mérito pelo resultado de tanto trabalho e esforço de toda a equipe e do nosso querido irmão Yago Martins, é completamente direcionado ao SENHOR DEUS, e disso toda a equipe tem plena consciência e aceitação!

  4. Renata Leal disse:

    EU AMEI ESSE DOCUMENTARIO. ESTOU IMPACTADA! PURA VERDADE. E VEIO ME REAFIRMAR QUANTO AOS MEUS PENSAMENTOS DE QUE NÃO NASCEMOS PRA SERMOS ESTRELAS E MUITO MENOS DE TERMOS GLORIAS. A GLORIA SÓ PERTENCE A DEUS E ELE NÃO A DIVIDE COM NINGUEM.

  5. Roni Pauli disse:

    EDUARDO MANO , voce é VITORIOSO, mas está equivocado, voce tem que ser famoso para dar de publico a GLÓRIA para DEUS, voce tem que vender cds em paralelo a entrega gratuita pois o SENHOR quer te abençoar
    pois conhece a sinceridade do teu coração e vais ver a diferença de quem serve ou não a DEUS.

    1. nina disse:

      vc que esta equivocado.
      ele nao tem que ser famoso conforme nosso conceito. Se ele acalcar aqueles que Deus quer que Ele alcance…entao ele cumpriu o chamado dele.
      Deus nao depende de numero de publico para ser glorificado

  6. Fiquei arrepiado só com texto sem ver o documentário ainda. http://saladecinemagospel.blogspot.com.br/

  7. Milton Adauton Castro disse:

    Gostei demais é tudo verdade o nosso sucesso tem que ser a nossa comunhão com Deus, que o Senhor nosso Deus ti abençoe por este documentário que muitos assistam e seja edificado com ele.

  8. Rose disse:

    Querida Levi, quando o Pr. fala de sucesso, fala de levar milhares e milhares de pessoas a conhecer o evangelho e a aceitar a Jesus como Senhor de suas vidas, este é o anseio que arde no coração daqueles que verdadeiramente amam a Cristo e querem fazer a obra de Deus…. e não apenas sentar num banco e ficar satisfeito pela sua vidinha de crente…. esta humildade toda no fundo é falta de amor ao proximo e a Deus….

  9. Esse documentário deve ser visto por todos os Cristãos que desejam viver um #Coração em Santidade sempre

  10. Muito me agrada esse documento e e recomendo aos líderes de ministério que interessarem. Acho de extrema importância o conhecimento de um material como este que pode ajudar muita gente.

  11. BEM AVENTURADO SOIS VOS QUANDO VOS INJURIAREM DIZENDO TODO MAL CONTRA VOS POR MINHA CAUSA .

  12. Pr. Fábio disse:

    Documentário evangélico surpreende ao mostrar “Ministérios Fracassados” que agradam a Deus.

    Visão Critica:

    a) “Não viajo, não prego em muitas igreja, não vou a grandes conferencias etc…”
    “Por que não é chamado?”
    Será porque talvez o ministério não é relevante, nem para Deus e nem para os homens.
    b) “Não ganho dinheiro?”
    Quem não trablha não ganha (vai trabalhar!!!). Porque não ganha dinheiro no ministério, não quer dizer que, se ganhar não irá gostar…
    c) “Quanto a roubar a Glória de Deus”:
    Penso que ninguém pode roubar a glória de Deus, porque Deus é Deus, e, ninguém poderá roubar, o que não pode ser roubado (é uma pretensão pensar que algum ser humano poderá destituir de Deus aquilo que é inerente a Ele. Ele é Glorioso, Santo, Poderoso, Criador, e ainda que alguém deseje roubar, nunca poderá roubar (Ex. satanás – esse tentou roubar, mas não roubou, porque Deus continuou sendo Deus), portanto, deixemos que Deus na sua sabedoria julgue as intenções das pessoas, e, não tentemos roubar aquilo que só Deus é capaz de fazer que é julgar as intenções e ações dos homens.
    d) “Não quero que a minha igreja seja grande”, “porque eu não conseguiria acessar a vida dos membros da igreja”:
    Nas entrelinhas, quem fala isso pode estar pensando assim: eu não terei mais o dominio sobre os membros da minha igreja, não serei mais o “cara” da igreja.
    e) “Ainda que fosse trabalhar para ganhar muitas vezes mais em outra profissão, eu não estaria satisfeito, porque eu estou satisfeito no ministério, indepedente dos resultados… Eu não tenho carro, entendo que é a vontade de Deus…” .
    Será que isso é a vontade de Deus ou comodismo?
    f) “Um ministério de sucesso é aquele que o pastor conhece cada membro da sua igreja. Ele está presente ajudando, aconselhando, visitando etc.”
    Esse pensamento expressa na minha opinião o desejo que muitos pastores possuem, pois pensam que devem ser o “centro”, onde todos o procurarão, como se o pastor fosse o único autorizado a aconselhar, cuidar, ajudar e pastorear aqueles que passam por dificuldades. Isso é negar o sacerdócio universal do crente, onde todos podem cuidar e serem cuidados uns pelos outros e orarem ao Senhor Deus uns pelos outros. Isso, sem citar que, é impossível que um só pastor consiga cuidar, pastorear, ajudar e conhecer intimamente uma comunidade maior do que dez pessoas.
    g) “O sucesso não será novas adesões, a igreja repleta de pessoas etc… de coisas que se possa fabricar”.
    Penso que esse tipo de definição é um escape para a falta de responsábilidade e dedicação em alcançar os perdidos para Jesus (Mt 28).

    Amados irmãos, só estou tendo uma visão critica e realista. Também estou tentando entender o propósito, pois de tudo o que escutei neste video, penso que na na sua mairia é uma visão unilateral. E também que a visão citada pelo irmão Yago, no inicio do video é uma visão particular dele, e, creio que generalizar essa visão não é correto. Creio que muitos pastores neste video são sinceros em dizer que o ministério é um fracasso, mas também penso que Deus não tem nada a ver com o fracasso destes pastores, mas que é tempo de acordar e se levantar do comodismo… pois Paulo mesmo diz: “Quem não trabalha que também não coma” (2 Tessalonicenses 3:10-12). Finalmente, creio que o irmão Yago Martins está totamente equivocado nas suas consideração sobre o propósito de realizar esse documentário.

    Jesus nos abençoe!!!
    Pr. Fábio

    1. Milton Adauton Castro disse:

      Eu entendi o propósito do irmão ao fazer o documentário, mostrando que também podemos ter problemas em nosso ministério ao querer um sucesso no que estamos fazer para o reino de Deus, isto é normal no seres humanos somos falhos em nossos desejos. E possuir algo no ministério não é errado. Não podemos julgar dizendo que não é relevante, temos nossas dificuldades no ministério, se ele trabalha no ministério ele tem que viver pelo ministério.Isto não é roubar a glória de Deus, quantos trabalham na obra e não consegue reconhecimento por parte da igreja, claro não fomos chamados para isto por mais que fazemos somos servos inúteis. Isto não é ter domínio e sim é amor por aqueles que congregam na igreja, quando eles procuram o pastor porque eles colocam a confiança no pastor.Torna-se impossível para o pastor não tem uma equipe que trabalha em prol do crescimento da igreja. Quantas vezes chegou ao seu coração o desejo do crescimento da igreja que voce esta pastoreando, seja no crescimento espiritual ou no crescimento de membros, e não falta de responsabilidade.Foi legal o irmão mostrar esse conceito de irmãos quererem sucesso no ministério, mas não foi para isso que fomos chamados fomos chamados para pregar o evangelho não para termos sucesso. Que o Senhor nosso Deus nos dê sabedoria no ministério ele nos colocar e estando para o alvo que é Jesus Cristo, que Deus nos abençoe.

    2. Caro Pr Fábio.

      Graça e Paz.

      “Assim, pois, importa que os homens nos considerem como ministros de Cristo e despenseiros dos mistérios de Deus. Ora, além disso, o que se requer dos despenseiros é que cada um deles seja encontrado fiel. Todavia, a mim mui pouco se me dá de ser julgado por vós ou por tribunal humano; nem eu tampouco julgo a mim mesmo. Porque de nada me argui a consciência; contudo, nem por isso me dou por justificado, pois quem me julga é o Senhor. Portanto, nada julgueis antes do tempo, até que venha o Senhor, o qual não somente trará à plena luz as coisas ocultas das trevas, mas também manifestará os desígnios dos corações; e, então, cada um receberá o seu louvor da parte de Deus.”

      I Coríntios 4:1-4

      Paz.

    3. nina disse:

      quem criou a ideia q pastor é emprego foram os gananciosos….
      diga-se q mtos sequer trabalham e comem, e mto bem nas costas dos membros

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *