Internacional

“Igreja da Luta”: Documentário mostra história de pastores que usam o MMA como forma de evangelização

Comments (3)
  1. jairo disse:

    A grande verdade é que as denominações há muito tempo já usam da prática do “Vale Tudo”, porque a grande intenção é atrair cada vez mais adeptos, haja visto que no Brasil hoje há 140.000 denominações “evangélicas” registradas e a busca por fiéis é uma febre do ouro, então vale tudo, é mercadoria preciosa, em se considerando a doutrina do dizimo que não abrem mão de uma vírgula da grande formula de sucesso e que é a grande mola mestra deste comércio, tudo é a base que sustenta e os grandes palestrantes vão sendo useiros e vezeiros destas heresias, onde chegam a serem destaques em vários setores da vida pública, muitos abastados, tornando-se facciosos e fazendo dos despreparados um antepasto para seus próprios deleites, onde se fazem concessões para não perderem os fregueses, VALE TUDO!

  2. STARDUST disse:

    Aqui no Brasil os pastores lutam entre si também… o vencedor leva os dízimos!

    1. Bereano Radical disse:

      E tem até o ranking dos campeões:

      Edir Macedo
      Valdemiro Santiago –
      Silas Malafaia
      R.R. Soares
      Casal Hernandes

      Fonte: Forbes

  3. Alex disse:

    Nossa que edificante né… usando selvageria para evangelismo.

  4. Claudia Teixeira Sousa disse:

    Deus tem suas maneiras de usar os seus. As vezes falamos e criticamos muitoooooo e não movemos um dedo para alcançar aqueles que estão perdidos

  5. Sonia disse:

    Deus tem sim, várias formas de falar, desde que esteja em concordância com aquilo que já falou na sua palavra e o que passar disso é meramente do homem. Não se precisa ir a um culto para ouvir falar de Jesus, assim como não precisa usar atrativos para isso, basta ir e pregar, e com certeza muitos servos já tem feito isso, porém são poucos os que dão ouvidos. Muitas pessoas, já conhecem o suficiente para acreditarem em Jesus, mesmo sem nunca terem ido a um culto, mas não querem.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *