Bispo Edir Macedo comenta críticas ao Templo de Salomão e diz que responsabilidade social é assunto do governo: “Por que jogar isso nas costas da Igreja?”

142

O bispo Edir Macedo voltou a comentar as críticas feitas à Igreja Universal por conta da construção do Templo de Salomão em São Paulo (SP) em um texto publicado em seu site.

O artigo se queixa da “parcialidade” da mídia, que sempre destaca os R$ 680 milhões gastos na construção do megatemplo, e também das opiniões que sugerem que este valor poderia alavancar projetos sociais relevantes.

“Textos do Uol, Estadão e Folha de São Paulo sempre utilizam o valor gasto na obra no título e chamada dos textos. Por quê? Para quem ler e já tenha (sic) uma tendência a não gostar da igreja veja o alto valor e já ligue isso aos seus pré-conceitos. A pessoa às vezes nem lê a matéria, mas já vê a construção por um lado negativo, achando que o objetivo da instituição é algo ligado à ostentação e dinheiro. Não li todas as matérias, mas nas postagens delas nas redes sociais desses veículos, utilizando o que citei acima, não consigo ver nada além do que incentivo ao preconceito. Os comentários não têm fundamento lógico. É só achismo preconceituoso. Mas é de se esperar. Se vemos isso saindo de ‘profissionais’, pessoas estudadas e que têm o dever de apresentar informação verídica e imparcial, o que podemos esperar de pessoas sem esse comprometimento profissional com a verdade?”, queixa-se Edir Macedo no texto escrito com a colaboração de Rafaela Rizzo.

O líder da Universal ainda desqualificou a opinião de quem acredita que os milhões gastos na obra poderiam ser melhor utilizados em projetos sociais: “Se eu lhe dissesse que o dinheiro que você gasta comprando roupas caras, passeios, baladas, sua cerveja, maços de cigarro ou qualquer outra coisa que não fosse o básico para viver, deveria doar aos pobres, ajudar a construir uma escola ou hospital… O que você responderia? Uma das respostas poderia ser que não é obrigação sua. A responsabilidade disso é do Governo. Então por que jogar isso nas costas da Igreja?”, questionou.


Na sequência, Macedo pondera sobre o assunto e lista as ações da Universal na área social, como os projetos Canaã, que cuida de crianças carentes no sertão baiano; Ler e Escrever, que alfabetiza adultos; Calebe, dedicado a idosos; Raabe, que orienta mulheres vítimas de violência; Tamar, que cuida de jovens gestantes; Força Jovem, voltada aos jovens frequentadores da denominação; Anjos da Noite, que oferece refeições e vestimentas a moradores de rua; e a evangelização em presídios.

O bispo ainda rebate as críticas de cunho teológico a respeito da construção do templo e de cunho legal, sobre a presença da presidente Dilma Rousseff na cerimônia de inauguração. Em sua conclusão, diz que “há outras questões que poderia citar, mas essas são as principais até o momento”, e que seu propósito com o megatemplo está além da compreensão de muitas pessoas: “Muito disso só compreende quem é capaz de entender o que é fé e o que é honrar a Deus. E, infelizmente, a maioria das pessoas não é capaz de enxergar isso”.


142 COMENTÁRIOS

    • …Concluindo meu comentário…

      – O primeiro motivo seria a diminuição de novas pessoas as suas filiais, e a saída de frequentadores assíduos, incluindo-se aí, até obreiros.

      – O segundo, seria a somatória do primeiro, mais a “caída de ficha” depois da esfuziante inauguração do desejado Templo de Salomão, o que resultou nesse banho de realidade!

      Alguém já falou, com muita propriedade, que quando estamos nos justificando e explicando à outrem o porque das coisas que fizemos, na realidade, buscamos convencer a nós mesmos de que fizemos a coisa certa!

        • Certíssimo Mary.

          E que Macedo não fique esperto, pq da mesma forma que ele torrou fortunas pra construí essa obra faraônica, vai ter que pagar outros milhões pra conversa-la luxuosa, senão terá que vender pra igreja mãe. kkkk

      • Mary,
        O mega-templo é equipado com vários apartamentos , para ele, afamilia e a para os seus bispos. No total há 50 apartamentos.
        Conheço gente que comprava todos os ‘amuletos’ vendidos pela igreja com grande sacrifício e morreram na miséria, sem ajuda nenhuma da igreja.

        Felizmente há muita gente no se libertando do sistema religioso e conhecendo a verdade se apegando ao Salvador e suas palavras de vida eterna.

        • Verdade,
          Com certeza! O evangelho de Jesus é tão simples, pois ele se processa no coração, de dentro para fora! Exatamente o oposto das exterioridades propagadas pelas igrejas megalômanas da atualidade.

  1. O Templo de Salomão foi construído. Uma obra grandiosa, sem igual em todo o País, é levantada. E alguém aqui achava que isso iria acontecer sem que a mídia noticiasse isso sem um pingo de parcialidade e preconceito? Claro que não, não somos ingênuos.

    Textos do Uol, Estadão e Folha de São Paulo sempre utilizam o valor gasto na obra no título e chamada dos textos. Por quê? Para quem ler e já tenha uma tendência a não gostar da igreja veja o alto valor e já ligue isso aos seus pré-conceitos.

    A pessoa às vezes nem lê a matéria, mas já vê a construção por um lado negativo, achando que o objetivo da instituição é algo ligado à ostentação e dinheiro. Não li todas as matérias, mas nas postagens delas nas redes sociais desses veículos, utilizando o que citei acima, não consigo ver nada além do que incentivo ao preconceito.

    Os comentários não têm fundamento lógico. É só achismo preconceituoso. Mas é de se esperar. Se vemos isso saindo de “profissionais”, pessoas estudadas e que têm o dever de apresentar informação verídica e imparcial, o que podemos esperar de pessoas sem esse comprometimento profissional com a verdade?

    Vou reproduzir aqui algumas ideias e por que são infundadas:

    1 – Por que gastar tanto para construir uma igreja, se poderiam construir hospitais e escolas?

    Se eu lhe dissesse que o dinheiro que você gasta comprando roupas caras, passeios, baladas, sua cerveja, maços de cigarro ou qualquer outra coisa que não fosse o básico para viver, deveria doar aos pobres, ajudar a construir uma escola ou hospital… O que você responderia?

    Uma das respostas poderia ser que não é obrigação sua. A responsabilidade disso é do Governo. Então por que jogar isso nas costas da Igreja?

    Por outro lado, a Igreja (qualquer que seja) também tem um dever social. A Universal não gastou mais de 600 milhões construindo hospitais e escolas. Mas durante seus 37 anos de existência criou e mantém dezenas de trabalhos sociais sem apoio financeiro do Governo ou de qualquer empresa.

    Só alguns:

    – Fazenda Canaã: em meio ao sertão, em Irecê, na Bahia, centenas de crianças estudam, recebem tratamento dentário, são bem alimentadas, cuidadas e ainda levam alimento para a família;

    – Ler e Escrever: para alfabetização de adultos;

    – Grupo Calebe: que dá apoio para pessoas da terceira idade, oferecendo cursos, oficinas e prática de exercícios físicos;

    – Projeto Raabe: que apoia e orienta mulheres vítimas de violência doméstica e sexual;

    – Projeto Tamar: que dá apoio e orientação a jovens que ficaram grávidas na adolescência ou são mães solteiras;

    – Força Jovem Universal: grupo voltado para ajudar a juventude brasileira com vários projetos, tais como:
    Dose Mais Forte, que ajuda viciados em drogas e tem parceria com clínicas de reabilitação. Cultura, que promove dança, música e teatro aos jovens. Jovem nota 10 e FJUni, que orienta para o mercado de trabalho, direciona para os estudos e oferece aulas de reforço escolar. Esportes, que reabilita uma infinidade de jovens vítimas dos vícios e da criminalidade. Existem vários outros projetos do Força Jovem, esses são só alguns.

    A Universal ainda oferece:

    – Evangelização em presídios: visa reabilitar o detento por meio da fé e apoio social às famílias;

    – Anjos da Noite: que faz um trabalho social com moradores de rua, com doação de alimentos e roupas e ainda ajuda espiritualmente.

    Ainda tem mais, só citei alguns.

    Sem os trilhões que o Estado arrecada anualmente com os impostos, fazemos muito mais. Pare de reclamar e, ao invés disso, venha nos ajudar sendo um voluntário! Sem contar que, por meio da fé, milhares de pessoas são curadas. E você que tem falado tanto, o que tem feito pra ajudar?

    2 – Usam este versículo para justificar a inutilidade e a prepotência em construir o Templo: O Deus que fez o mundo e tudo que nele há, sendo Senhor do céu e da Terra, não habita em templos feitos por mãos de homens. Atos 17.24

    É óbvio que Deus, em Sua grandeza (descrita em Isaías 40.12-18), não habitaria em qualquer templo ou lugar. Ele é grande. Tem todo o Universo na palma da mão. Mas a construção, em seu objetivo espiritual, é baseada no princípio do Primeiro Templo, construído por Salomão e idealizado pelo seu pai, Davi.

    Veja neste versículo:

    …disse o rei ao profeta Natã: Olha, eu moro num palácio de cedro, e a Arca de Deus está alojada numa tenda! Natã respondeu-lhe: Pois bem: faze o que desejas fazer, porque o Senhor está contigo! 2 Samuel 7.2,3

    Davi quis glorificar o Senhor, e para isso projetou um templo para que Ele fosse servido, adorado e as pessoas ali praticassem a comunhão com Ele. E este Templo foi construído. Em 2 Crônicas, capítulo 6 e 7, você pode ler o que aconteceu após a sua construção. A glória dEle encheu o lugar e Ele disse isto: Estarão abertos os Meus olhos e atentos os Meus ouvidos à oração que se fizer neste lugar.” 2 Crônicas 7.15.

    Concluindo: Deus não habita em lugares construídos por homens, mas pode escolher encher com Sua Glória e Se fazer presente nesse lugar e na vida dos que O buscam em verdade.

    Próxima.

    3- A presidenta Dilma, presente na inauguração do Templo, é uma prova da ineficiência do Estado Laico.

    A base do princípio do Estado Laico defende a diversidade, respeito e a não perseguição religiosa. Ponto. É a base dessa ideia. A Dilma pode e deve apoiar as religiões. Ela o fez ao receber o Papa no Brasil. O faz permitindo manifestações das religiões afro e permitindo a marcha para Jesus. Então por que reclamam tanto ao vê-la entrando numa Universal e participando de um culto? Preconceito.

    4 – Os fiéis têm que pagar para entrar no Templo.
    Não. Paga-se pelo veículo que levará a caravana ao local. E por que adotar esse sistema? Enumerando…

    – Organização, conforto e segurança: dessa forma, um número certo de fiéis estará indo, evitando que fiquem pessoas para fora, pessoas em pé durante o culto, sem ter onde se sentar. Evita-se também aglomerações, tumultos e empurra-empurra;

    – Trânsito: evita-se trânsito intenso na região e problemas para os fiéis e a população em geral;

    Além disso, esse sistema não é para sempre. É apenas durante esse primeiro período de inaugurações. Em breve, as pessoas poderão agendar sua visita na igreja do Brás, ao lado do Templo.

    Ainda há outras questões que poderia citar, mas essas são as principais até o momento. Muito disso só compreende quem é capaz de entender o que é fé e o que é honrar a Deus. E, infelizmente, a maioria das pessoas não é capaz de enxergar isso.

  2. eu nao vejo nada de errado em construir megatemplos afinal de contas se tem uma grande congregaçao por consequencia quase que natural se tera um grande templo mas fazer grandes edificios so para alimentar os caprichos megalomaniacos de um pseudo-pastor nao tem fundamento nem nescessidade pois a igreja universal esta diminuindo em numeros entao pra que construir templos cada vez maiores? isso se chama ostentaçao e pecado!! nao tem nada haver com o exemplo dos pioneiros evangelicos no nosso pais dos apostolos e de jesus taopouco.

  3. para quem dizia não ligar para críticas, o empresário edir macedo está muito preocupado com elas… essa é a segunda ou terceira vez que ele tenta se explicar…

    mas as desculpas dele não convence.

  4. Ele também ajuda muita gente,a tv record com seus progamas também.eu assisto muito a patrulha do consumidor e aprendi muito com o Dr tanuri.
    Os templos da universal são bem arrumados e bonitos,é sinal que os dizimos dos fiéis são bem investidos.

  5. Como sempre sabias palavras do bispo macedo.

    O dinheiro que se construiu o templo, foi dinheiro doado por livre e espontânea vontade.
    então calem-se os invejosos.

    Para que se preocupa com a iurd. So no templo são 10.000 pessoas pela manhã, e 10.000 pessoas pela noite. todos os dias.
    QUAL IGREJA TEM ISSO?

    • Livre e exponente vontade NA PROMESSA DE FICAREM RICOS!!

      Foi uma jogada de marketing fora de serie.kkkkkkk

      Os LIDERES DA UNIVERSAL SÃO UNS VERDADEIROS MALANDROS DA FÉ.(Palavras de um dos bispos que confessou que conhece o esquema)

      • promessa essa que ja se cumpriu na vida de varias pessoas.
        e que continua se cumprindo, logico na vida dos que creem.
        PORÉM OS QUE NÃO CREEM , Continuam vivendo de migalhas, e pedindo dinheiro emprestado, aos vizinhos, aos parentes, e ate na internet.

        • Cesinha ,vc lembra em outro post que, vc e a igreja universal e Israel estava sendo perseguido por causa daqueles efeitos especiais que um certo cidadão criou sobre o templo.
          Só quem fez aquela manipulação da destruição do templo foi um sangue Judeu, um israelita.

          Depois disso que escrevi, vc ficou quetinho que nem um cachorrinho com o rabo entre as pernas. kkk

          Estou sendo perseguido, perseguido pelos israelitas !!!! hauhahuauh

  6. Se alguém entre vós cuida ser religioso, e não refreia a sua língua, antes engana o seu coração, a religião desse é vã.

    Tiago 1:26

    A religião pura e imaculada para com Deus e Pai, é esta: Visitar os órfãos e as viúvas nas suas tribulações, e guardar-se da corrupção do mundo.

    Tiago 1:27

    ¶ E, quando Jesus ia saindo do templo, aproximaram-se dele os seus discípulos para lhe mostrarem a estrutura do templo.
    Jesus, porém, lhes disse: Não vedes tudo isto? Em verdade vos digo que não ficará aqui pedra sobre pedra que não seja derrubada.
    E, estando assentado no Monte das Oliveiras, chegaram-se a ele os seus discípulos em particular, dizendo: Dize-nos, quando serão essas coisas, e que sinal haverá da tua vinda e do fim do mundo?
    ¶ E Jesus, respondendo, disse-lhes: Acautelai-vos, que ninguém vos engane;
    Porque muitos virão em meu nome, dizendo: Eu sou o Cristo; e enganarão a muitos.

    Mateus 24:1-5

    Heresias e mais heresias, mais o povo está cego por causa do pecado.

    • A ganancia e o amor ao dinheiro e a esta terra.

      Um diz : Você é cabeça e não cauda. E entrevista os ‘demônios’ para dizer que o cara se der dinheiro vai ter carro carro importado, casas, prédios, etc etc…. Juntar tesouros na terra se der ao mestre da determinada denominação….

      Ou Aquele que diz: Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; …
      Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. Lembrai-vos da palavra que vos disse: Não é o servo maior do que o seu senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa. E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Lucas 9:23

      Este segundo é o verdadeiro salvador que diz…

      E quem o povo escolhe? o Salvador? Ou Barrabás? Desprezar e pisar nas palavras do verdadeiro salvador e agarrar em promessas de homens e demônios de promessas de riquezas terrenas? O Salvador nunca disse que aceita-lo consistia em aceitar o nome, mas rejeitar as palavras..

      João 12:48 Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.

      O compromisso do verdadeiro Salvador são com suas palavras:
      João 8:51 E verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte.

  7. Se repetem dia após dia casos onde a verdade é velada e se descobre a astronômicas cifras dos bens e fortuna ajuntada pelos atuais doutores da religião. E a massa que continua a segui-los na ânsia de alcançarem prosperidade terrena, encantados com promessas de riquezas nesta terra, ser cabeça e não cauda, etc, etc, rejeitam e pisam nas palavras do verdadeiro Salvador muito clara e direta registrada nas escrituras que nunca ordenou juntar tesouros nesta terra, e pelo contrário, ele mesmo e seus discípulos nunca tiveram onde reclinar a cabeça, foram perseguidos e mortos pelos ensinamentos de amor do verdadeiro e Eterno criador.

    2PEDRO 2 também, movidos por avareza, farão comércio de vós, com palavras fictícias; para eles o juízo lavrado há longo tempo não tarda, e a sua destruição não dorme.

    • sendo assim todo cristão deveria vender suas casas, e irem morar debaixo de pontes, pois não podem ter onde reclinar a cabeça.
      todos deveriam sair das escolas pois podem se formar em um bom profissional, passara ganhar dinheiro e querer comprar casas e bens materiais, então tirem seus filhos do colégio.
      sendo assim todo cristão que tem empresa devem vender suas empresas e irem catar papelão na rua , viverem como mendigos, sem ter o que comer ou a onde morar…..
      sendo assim todo cristão tem que sair nas ruas beijando e abraçando todo mundo, e dizendo que DEUS, os ama, e viverem sem nada, não podem ganhar dinheiro, não podem trabalhar.
      Infelizmente a ICAR, formou um povo de mentalidade pobre que mesmo depois de terem acesso a bíblia ainda continuam com o ranço, de acharem que pobreza e miséria são sinônimos de santidade e humildade.

      GENTE DE MENTALIDADE POBRE NÃO E FÁCIL MESMO.

      • A ganancia e o amor ao dinheiro e a esta terra.

        Um diz : Você é cabeça e não cauda. E entrevista os ‘demônios’ para dizer que o cara se der dinheiro vai ter carro carro importado, casas, prédios, etc etc…. Juntar tesouros na terra se der ao mestre da determinada denominação….

        Ou Aquele que diz: Não ajunteis tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem tudo consomem, e onde os ladrões minam e roubam; …
        Tenho-vos dito isto, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo, eu venci o mundo. Lembrai-vos da palavra que vos disse: Não é o servo maior do que o seu senhor. Se a mim me perseguiram, também vos perseguirão a vós; se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa. E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Lucas 9:23

        Este segundo é o verdadeiro salvador que diz…

        E quem o povo escolhe? o Salvador? Ou Barrabás? Desprezar e pisar nas palavras do verdadeiro salvador e agarrar em promessas de homens e demônios de promessas de riquezas terrenas? O Salvador nunca disse que aceita-lo consistia em aceitar o nome, mas rejeitar as palavras..

        João 12:48 Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.

        O compromisso do verdadeiro Salvador são com suas palavras:
        João 8:51 E verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte.

        Cada um faça sua escolha. Cada um prestará contas de sua vida diante do seu Criador individualmente. Naquela hora não adiantará falar que aprendeu errado uma vez que as palavras do salvador estão disponíveis a todos, de fácil acesso, e não é possível com elas criar nenhuma religião, nenhum templo, nenhuma exploração.

        • POVO DE MENTALIDADE NÃO É FÁCIL MESMO.
          Usa a bíblia para se manter na preguiça, e no fracasso.
          SÃO DE MENTALIDADE POBRE, FRACASSADOS E QUEREM QUE OS OUTROS TAMBÉM VIVAM COMO ELES.

          • Você é bispo desta religião?

            Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.
            Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.
            E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.
            1 João 2:15-18

          • Vc está criticando Jesus, pois foi Ele que falou essas palavras!
            Meu caro, não se trata de defender a pobreza, mas saber que a riqueza não é um fim em si mesma. Podemos ser ricos com nosso trabalho e competência, isso é dom de Deus! Pois tudo vem dEle, e a Ele agradecemos!
            Eu não vou falar mais nada porque vc sabe como foi feita essa campanha de doação, se foram realmente, espontâneas essas doações. Vcs tem agora que explicar mesmo aos que ajudaram, como disse o Juliano nos comentários do facebook. E, arcar com as consequências depois.

          • Mary você não entende as coisas que JESUS fala, e por isso.
            como os discípulos que demoravam para entender o que JESUS tinha dito, e algumas coisas ele só foram entender muito depois, porque não eram nascidos de DEUS, assim é você, edson e companhia.

            JESUS NUNCA EM TEMPO ALGUM QUIS, QUE SEU POVO VIVESSE NA MISERIA, E DEBAIXO DA SERVIDÃO DOS INCRÉDULOS.
            se fosse assim ele não tinha multiplicado, os pães para alimentar as multidões por duas vezes, não tinha feito pedro pescar peixe com dinheiro dentro para pagar sua divida etc.

            MAS VOCÊ SÃO UM POVO DE MENTALIDADE POBRE.
            Esse é o problema mente pobre, e miseravél.

          • Cesar,
            Eu sou nascida de Deus, sim, e entendo o que JESUS quis dizer.
            Agora, vc, alega aqui que teve encontro com Deus e é nascido de Deus e faz tudo o que Ele não mandou fazer!
            Eu acho que vc nasceu e se encontrou com Edir, pois é ele que ditou a cartilha na qual vc reza! Não tem outra explicação!
            O Templo de Salomão foi sonho dele, foi ele que colocou nas suas cabeças que deveriam ajudar, não foi? Então quem é que vc segue?
            Vc usa o Nome de Jesus para dar credibilidade as doutrinas de vcs!
            Digo isso com tristeza….

          • O mary então conta ai como foi seu novo nascimento?
            como foi seu encontro com DEUS?

            até hoje nenhum de vocês deu conta de responder isso.
            Como pode uma pessoa não saber responder como foi o seu encontro com DEUS?

          • O meu encontro com Jesus não foi dentro de uma igreja/templo e nem foi embalado por alguma música gospel.
            Eu estava só em meu quarto e O busquei em oração. Foi impactante e me marcou para sempre, me senti perdoada e amada por Ele, jamais esquecerei!

          • Cesar, o novo nascimento acontece em seguida, ou precisa de um evento dentro de um templo para alguém nascer de novo? Essa é uma renúncia diária aos pecados, eu diminuindo para que Jesus cresça em mim enquanto amo e perdoo o meu próximo.

          • Eles acham que o novo nascimento vem precedido de algum sinal miraculoso, raios e trovões.

            Estes serão um prato cheio para o anticristo que virá com sinais e prodígios de mentira.

          • Marcos,
            Eu fui respondendo para ver até onde ele ia. Como ele sempre se queixa que ninguém responde a essas perguntas, as respondi com sinceridade. Mas, nunca entendi o porquê dessa curiosidade, parece insegurança, e tb, curiosidade. Como ninguém até agora respondeu, ele se ufanava de ser o único a receber essas bênçãos.
            Vc está certo, Marcos, concluo. rs…

          • Que isso mary. quer dizer que o novo nascimento acontece, logo em seguida?
            JA VI QUE VOCÊ NEM SABE O QUE É NOVO NASCIMENTO.

            O próprio JESUS levou 9 meses para ser gerado em MARIA.mostrando assim que não se nasce de DEUS, de uma hora para a outra.
            Pedro levou 3 anos após ter um encontro com JESUS.
            Para nascer de novo. e só depois foi batizado com o ESPIRITO SANTO.

            JESUS DISSE. QUE QUEM NÃO NASCER DE NOVO NÃO PODE ENTRAR NO REINO DE DEUS.
            QUE NÃO NASCER DA ÁGUA E DO ESPIRITO NÃO PODE ENTRAR NO REINO DE DEUS.
            Nascer da água acontece com o encontro com DEUS.
            Nascer de do Espirito, SE COMPLETA NOVO NASCIMENTO.
            NÃO SE NASCE DO ESPIRITO DE UM DIA PARA O OUTRO.
            E PRECISO SER GERADO PELO ESPIRITO SANTO.

            você não sabe distinguir. encontro com DEUS, de novo nascimento, e batismo com o ESPIRITO SANTO.
            PEDRO QUE ANDOU COM JESUS, VIU MILAGRES EXTRAORDINÁRIOS, ANDOU SOBRE AS ÁGUAS, E OUTRAS COISAS MAIS, LEVOU 3 ANOS PARA NASCER DE NOVO APÓS TER UM ENCONTRO COM DEUS.
            E você não levou 3 segundo….

            VAI ENTENDER A SANTA MARY.
            se pedro curou com a sua sobra.
            você deve estar curando as pessoas antes delas adoecerem.

          • Como pode alguém nascer da água, que é a palavra do Salvador, se rejeita suas palavras, e aceita as palavras de qualquer outro que vem em seu próprio nome?

            João 12:48 Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.

            O compromisso do verdadeiro Salvador são com suas palavras:
            João 8:51 E verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte.

          • *************** RESPOSTA AO CESAR********************
            Cesar me perguntou sobre o novo nascimento e não concordou com minha resposta, fazendo as seguintes alegações:

            Cesar disse:
            “Nascer da água acontece com o encontro com DEUS.
            Nascer de do Espirito, SE COMPLETA NOVO NASCIMENTO.
            NÃO SE NASCE DO ESPIRITO DE UM DIA PARA O OUTRO.
            E PRECISO SER GERADO PELO ESPIRITO SANTO……………….
            E você não levou 3 segundo….

            Eu, Mary disse:
            Cesar, o novo nascimento acontece em seguida, ou precisa de um evento dentro de um templo para alguém nascer de novo? Essa é uma renúncia diária aos pecados, eu diminuindo para que Jesus cresça em mim enquanto amo e perdoo o meu próximo.

            Como é de praxe ele não entendeu, ou não quis entender, aliás ele só entende os bispos e pastores da IURD, normal, para quem sofreu lavagem cerebral.
            Minha explicação. Qd alguém nasce, já nasce pronto, ou precisa crescer e se desenvolver? Em algum momento vc começa a nascer em sua vida espiritual, e vai entrando em um processo diário de crescimento até o fim de seus dias. Se não fora assim, porque razão Paulo diria:
            “Assim, aquele que julga estar firme, cuide-se para que não caia.
            I Coríntios 10:12

          • Concluindo MARY.
            VOCÊ NUNCA NASCEU DE DEUS.
            Você é nascida da carne, e quem é nascido da carne e carne.
            VOCÊ É CARNE PURA, CARNAL,

            TEVE UM ENCONTRO COM A RELIGIÃO, E NASCEU DA CARNE.

          • Tá bom, Cesar, vc deve saber mais que eu.
            O que houve comigo é mais subjetivo e ficou marcado em minha alma, por isso é difícil de traduzir em palavras.
            Deus te abençoe.
            Mary.

  8. Jesus sempre orientava seu fieis a ajudar os pobres e esse mercenário é contrário.Quer culpar só governo.

    Os bilhões que ele arrecada quer só pra ele e sua corja de bispos da elite pra gastar com luxo e ostentação. Entendi a tempo o esquema dessa instituição.

    NÃO É AJUDAR OS POBRES E SIM A ELES MESMOS!!

    • EDSON SOUZA: VOCÊ DEVERIA PESQUISAR PARA; VER REALMENTE QUEM É:MERCENÁRIO….. NA MINHA OPINIÃO VOCÊ DESCONHECE; TOTALMENTE ESTUDE VOCÊ ESTÁ PRECISANDO AO INVÉS DE CRITICAR SE INFORME; ESPERO EM DEUS QUE VOCÊ CONHEÇA OS PLANOS DE DEUS; SÃO BENÇÃOS E É PARA VOCÊ TAMBÉM OK? FIQUE NA PAZ!!!!!!!!!!!!!

  9. Sempre dou graças a DEUS, por ter ELE levantado o bispo macedo, que deu inicio a Um povo forte e poderoso que passou a não mais aceitar as imposições que os demônios vinham trazendo a anos sobre aqueles que se convertiam a cristo, de que deveriam ser capacho dos incrédulos e aceitarem de maneira passiva o domínio dos filhos das trevas sobre eles. Pensando assim estarem agradando a DEUS, pois ao longo dos anos os cristãos sempre foram humilhados e pisados, e maltratados, e pisados, pelos filhos do diabo, e sempre vivendo de migalhas , porem tendo direito de comer do pão, como filhos, tendo direito de sentar na mesa, porém sempre agachados catando migalhas.
    MAS GRAÇAS A DEUS, QUE NESSES ÚLTIMOS TEMPOS DEUS LEVANTOU A UNIVERSAL, Quem com uma fé inteligente passou a não aceitar mais as imposições demoníacas, e passaram a lutar pelo direito, de sentarem na mesa, e comer do pão, e desfrutar da mesa farta do reino de DEUS.
    e viverem uma vida de qualidade, em todos os aspectos da vida, FAMÍLIAS REESTRUTURADAS, SAÚDE, FELICIDADE SENTIMENTAL, PROSPERIDADE, E ACIMA DE TUDO A PAZ, DE SABER QUE APESAR DE PERSEGUIDA, PELO MUNDO, ELA É AMADA POR CRISTO, Seu noivo.
    SURGE UM POVO FORTE E PODEROSO, O POVO VALENTE E DESTEMIDO, OUVE SE ENTÃO O ESTRONDO, DE MARCHA NA TERRA, Que esmaga seus inimigos, a miséria e os fracassos.
    esse É O EXERCITO DE DEUS, O EXERCITO DA UNIVERSAL.

    • Eu conheço algumas pessoas da IURD, mas elas não são isso que vc colocou aqui, não!
      Alguém está enganando, ou vc, ou essas pessoas!
      Vida próspera, tem que ser vida real, e, não só o que aparece na tv, ou nos palcos da IURD!

      • Verdade Mary.

        A Realidade aqui fora é outra.

        CONHEÇO VÁRIOS MEMBROS DA UNIVERSAL AQUI NA PERIFERIA E NINGUÉM É RICO.

        Só Macedo e CIA e Cesar7/Vai arrebentar. kkkkk

      • engano seu mary e edsom.
        A verdade é que vocês, como muitos, queriam enriquecer de um dia para o outro e não trabalhar mais, Porque na verdade são indolentes e preguiçosos.

        Queriam um DEUS magico, para satisfazer seus desejos avarentos e mesquinhos.
        Mas DEUS nunca abençoou gente preguiçosa como vocês.
        QUANDO PEDRO PASSOU POR PROBLEMAS FINANCEIROS, E EM UMA NOITE INTEIRA DE TRABALHO, NÃO TINHA PEGADO NADA.

        JESUS DEPOIS DE SE UTILIZAR DO BARCO QUE ELE TINHA CEDIDO A JESUS,
        Para mostrar que é dando que se recebe, depois de JESUS se utilizar do barco de pedro disse: FAZE TE AO LAGO E LANÇAI AS VOSSAS REDES.
        Ou seja mesmo depois de pedro ter cedido seu barco a JESUS, as coisas não foram facil para ele, pois apesar de terem trabalhado uma noite inteira, JESUS OS MANDOU TRABALHAR DE NOVO. E ele como bom servo obedeceu, e suas redes vieram transbordando.
        isso significa que toda vez que alguém abre mão de algo para que JESUS pregue o evangelho, essa pessoa será beneficiada de maneira extraordinária.
        MAS ELA TERÁ QUE TER DISPOSIÇÃO DE VOLTAR AO TRABALHO E TRABALHAR DE NOVO, PARA QUE OS RESULTADOS APAREÇAM ..
        Coisa essa que vocês não gostam de fazer. É TRABALHAR,
        Pois querem que DEUS os sirva como garçom.
        Vocês sentam na mesa da preguiça, fazem seu pedido a DEUS, e depois dele servir vocês,
        ai sim vocês se dispõe a dar a ele uma gorjeta, pelo trabalho dele em servi-los.

        POR ISSO COMO DEUS NÃO É GARÇOM VOCÊS PERMANECEM NA MESA DA PREGUIÇA, MURMURANDO, E LAMENTANDO A VIDA DESREGRADA E DESGRAÇADA QUE VIVEM.

        • Ao meu ver quem vê Deus como garçom são vocês, até culto da revolta vocês fazem e “obrigam” Deus a fazer o que vocês querem.

          Eu já fui testemunha presencial onde o pastor MANDA você colocar o dedo na Bíblia em cima de alguma promessa, quase todas descontextualizadas e MANDAM os fiéis a COBRAREM de Deus que ele cumpra o que está alí.

          É muita petulância, arrependam-se, pois, logo logo Ele voltará e aí face a face quero ver essa arrogância como a de Ninrode continuar de pé.

          • NISSO VOCÊ TEM RAZÃO, NOS COBRAMOS MESMO AS PROMESSAS FEITAS POR DEUS.
            Pois foi ele mesmo que mandou fazer isso.
            EU COBRO MESMO, POIS FOI JESUS QUEM MORREU POR MIM PARA ME DAR O DIREITO, DE COBRAR DE DEUS QUE SUAS PROMESSAS SE CUMPRAM NA MINHA VIDA, E NÃO SEJA ENVERGONHADO O NOME DELE, VIVENDO EU UMA VIDA FRACASSADA E DERROTADA.
            Foi ELE QUEM MANDOU COBRAR, DIA E NOITE.
            EU SOU UM DESSES GUARDAS, QUE PROCURO FAZER LEMBRADO O SENHOR.
            Ó Jerusalém, sobre os teus muros pus guardas, que todo o dia e toda a noite jamais se calarão; ó vós, os que fazeis lembrar ao Senhor, não haja descanso em vós,
            Nem deis a ele descanso, até que confirme, e até que ponha a Jerusalém por louvor na terra.
            Jurou o Senhor pela sua mão direita, e pelo braço da sua força: Nunca mais darei o teu trigo por comida aos teus inimigos, nem os estrangeiros beberão o teu mosto, em que trabalhaste.

            Isaías 62:6-8

          • marcos oliveira

            Sinto muito, mas dessa vez, sou obrigado a concordar com o césarr7 quando ele diz: “NISSO VOCÊ TEM RAZÃO, NOS COBRAMOS MESMO AS PROMESSAS FEITAS POR DEUS.”

            Eles (iurd) cobram mesmo pelas promessas… haja dinheiro pra tanto envelope que eles plantam!

          • Pois é edson .
            no passado DEUS usou a mula para falar com Balaão.
            e hoje usa a anta para falar com você.
            SE CONVERTA, E PROCURE NO MINIMO TER UM ENCONTRO COM DEUS.

          • errado marcos, eu ja fui doente, e muito doente,
            ja tive reumatismo no sangue, e varios outros tipos de infermidades. ja fui miseravém a ponto de dormir em lugar que tinha ninho de rato.

            MAS HOJE TENHO SAÚDE, PROSPERIDADE. E ACIMA DE TUDO.
            PAZ, Que obtive no Meu encontro pessoal com JESUS CRISTO.

            Isso é algo que vocês não tiveram ainda- ENCONTRO COM DEUS.

          • A minha alma ja foi sarada, pelo sangue de JESUS.
            é por isso que não aceito viver uma vida desregrada e miserável,
            ENVERGONHANDO AQUELE QUE DEU O SEU SANGUE PARA SARAR MINHA ALMA.
            Fique despreocupado, com ela, pois ela esta em boas mãos, as mãos DO SENHOR JESUS CRISTO.

          • Sua alma está nas mãos do Macedo, se estivesse na mão de Cristo você não seria o que é e não teria esse tipo de pensamento. Definitivamente a mente de Cristo não está em você.

          • Bom ai você ja deixou de ser um ser humano, para ser um juiz adivinho.

            POIS SÓ EU TENHO AUTORIDADE SOBRE A MINHA ALMA.
            E digo que ela esta nas mãos de JESUS.
            e você ainda você questiona e acha isso ruim?

            CARA REALMENTE, SE VOCÊ FOSSE CRISTÃO, SE ALEGRARIA QUANDO CONFESSO QUE JESUS É SENHOR DE MINHA ALMA.
            Mas parece que isso lhe entristece de alguma forma.

          • Eu acreditaria se o Jesus que você professa através da sua vida fosse o mesmo revelado pela Escritura, como não é, jamais me alegrarei com o fato de estar servindo a um Jesus criado pelo seu pai Macedo. O Cristo que você serve é um dos muitos que o próprio Filho de Deus, o Verbo Encarnado já nos alertou que viriam.

          • Ha sim você acreditaria se eu dissesse. que aceitei JESUS,
            e agora estou sendo provado por JESUS com uma doença, e estou sendo atribulado, com centenas de problemas familiares, e e estou sendo provado, por ser fiel com doenças, enfermidades,
            se eu dissesse que estou desempregado, todo endividado, sofrendo na vida sentimental. com o nome sujo e tendo que pedir dinheiro emprestado.
            AI VOCÊ CERTAMENTE DIRIA:
            IRMÃO FICA FIRME PORQUE JESUS TI AMA, vai chorando geme e chora que JESUS vai te dar vitoria. ta sofrendo louve, ta gemendo louve, etc.

            QUER DIZER VOCÊ ACHA QUE É CRISTÃO QUEM ESTA SENDO PISADO E HUMILHADO PELO DIABO.
            MAS AQUELE QUE TEM O DIABO DEBAIXO DOS PÉS NÃO ESTA COM CRISTO.
            Não se esqueça:
            Quanto à vossa obediência, é ela conhecida de todos. Comprazo-me, pois, em vós; e quero que sejais sábios no bem, mas simples no mal.
            E o Deus de paz esmagará em breve Satanás debaixo dos vossos pés. A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja convosco. Amém.

            Romanos 16:19-20

          • “Porque o Senhor corrige o que ama,E açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque, que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, SOIS ENTÃO BASTARDOS, E NÃO FILHOS.”

            Hebreus 12:6-8

    • Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo. E ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos de todo o mundo. E nisto sabemos que o conhecemos: se guardarmos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu conheço-o, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade. 1 João 2:1-4

    • Você não percebe? A cada nova afirmação sua, apenas se constata aquilo que foi dito logo no início. Quem está no Eterno, não deveria dar graças a deus por ter levantado o Salvador o único, O Verbo, O filho que veio ao mundo para trazer as próprias palavras do Pai?

      João 5:43-44 Eu vim em nome de meu Pai, e vocês não me aceitaram; mas, se outro vier em seu próprio nome, vocês o aceitarão. Como vocês podem crer, se aceitam glória uns dos outros, mas não procuram a glória que vem do Deus único?

      João 5:37-46 E o Pai que me enviou, ele mesmo testemunhou a meu respeito. Vocês nunca ouviram a sua voz, nem viram a sua forma, nem a sua palavra habita em vocês, pois não crêem naquele que ele enviou. Vocês estudam cuidadosamente as Escrituras, porque pensam que nelas vocês têm a vida eterna. E são as Escrituras que testemunham a meu respeito; contudo, vocês não querem vir a mim para terem vida.
      “Eu não aceito glória dos homens, mas conheço vocês. Sei que vocês não têm o amor de Deus. Eu vim em nome de meu Pai, e vocês não me aceitaram; mas, se outro vier em seu próprio nome, vocês o aceitarão.
      Como vocês podem crer, se aceitam glória uns dos outros, mas não procuram a glória que vem do Deus único?
      “Contudo, não pensem que eu os acusarei perante o Pai. Quem os acusa é Moisés, em quem estão as suas esperanças.
      Se vocês cressem em Moisés, creriam em mim, pois ele escreveu a meu respeito. João 5:37-46

    • cesarr7 EU CONCORDO COM VOCÊ; LEMBREI-ME DAQUELE VERSÍCULO; ” AH SE O MEU POVO…..2 CRÔNICAS 7] 14] E 2 CRÔNICAS 20] 20] ” CREDES NO SENHOR VOSSO DEUS, E ESTAREIS SEGUROS, CREDE NOS SEUS PROFETAS E PROSPERAREIS. ” E MAIS!!!!! JOÃO 10] 10] JESUS DISSE: ” O LADRÃO VEM SOMENTE PARA ROUBAR, MATAR E DESTRUIR; EU VIM PARA QUE TENHAM VIDA E A TENHAM EM ABUNDÂNCIA ” PENA QUE ISTO NEM TODOS QUEREM OUVIR!!!! PORQUE A PALAVRA ESTÁ SENDO ENSINADA; JESUS ORDENOU, ENSINOU…….

    • cesarr7 EU CONCORDO COM VOCÊ; LEMBREI-ME DAQUELE VERSÍCULO; ” AH SE O MEU POVO…..2 CRÔNICAS 7] 14] E 2 CRÔNICAS 20] 20] ” CREDES NO SENHOR VOSSO DEUS, E ESTAREIS SEGUROS, CREDE NOS SEUS PROFETAS E PROSPERAREIS. ” E MAIS!!!!! JOÃO 10] 10] JESUS DISSE: ” O LADRÃO VEM SOMENTE PARA ROUBAR, MATAR E DESTRUIR; EU VIM PARA QUE TENHAM VIDA E A TENHAM EM ABUNDÂNCIA ” PENA QUE ISTO NEM TODOS QUEREM OUVIR!!!! PORQUE A PALAVRA ESTÁ SENDO ENSINADA; JESUS ORDENOU, ENSINOU…….

  10. Se VC vivesse nos tempos de Salomão o diria a cerca daquela construção pq nesse não pode aparecer um e fazer deixa de hipocrisia pessoal vive suas vidas e deixa a de quem faz pelas almas?

  11. Manoel Messias, vc disse a verdade para o Juliano Duarte, quem somos nós para apressarmos a volta de Jesus? Dependemos de Jesus e não Ele de nós.

    Já escutei gente e até Pastor dizer, que colocou Jesus na parede, exigindo o que queria, é bem verdade que em nossas orações, pedimos a Deus em nome de Jesus, cabe a Ele atender ou não as nossas petições, Ele é Deus e faz o que lhe apraz.

    Este ano 2014, no mês de maio, estive em Jerusalém, no nosso grupo de evangélicos (cristãos), uma família de católicos, entramos em conversa bíblica, uma senhora disse que devemos dar uma ajudinha para Jesus, tive que responder para ela: Jesus, não precisa de ajuda humana, nós é que precisamos inteiramente de d’Ele, ela disse – verdade!

  12. EDIR MACEDO
    Esta corretamente certo, educação saúde segurança trabalho obras sociais fazem parte do governo e impostos que pagamos, e tem mais, as grandes obras sociais que são feitas ninguém fala, dos drogados das famílias desajustadas dos doentes dos pobres e miseraveis, ninguém fala do nosso trabalho sem remuneração por isto.

        • “dizimo nao e remuneraçao de ninguem o dizimo e para a instituiçao(igreja) nao para pessoas individuais.”

          Certo, acho que Edir vive na miséria, com 2 bilhões no bolso, “ou dar ou desce”. O cara fez um Templo e pretende ser enterrado lá, fez um mausoléu pra ele, Edir é realmente o Deus dos evangélicos.

        • IVAN
          Veja bem como o diabo desnorteia as pessoas, eles não conseguem ver que asilos e abrigos casas de sopa.
          Centros de recuperação custam e custam muito, eles não sabem que água luz manutenção alimentos remédios profissionais da area da saúde, custam caro. Eles acham que deus manda do céu, eles não entendem que a ordem é pregar o evangelho.,
          Que a igreja faz as outras pois, assim como Jesus disse faça estas mas não esqueça aquelas, é só papo, são apenas ateus gays e desviados que como poeira da estrela caída sujam o ambiente.

          • NÃO RESPONDEU, MAS UMA VEZ FUGIU, O GRANDE SABIO QUE CAMINHA A PASSOS LARGOS PARA O LAGO DE FOGO, PERDEU AS ESTRIBEIRAS MENTE MUDA DE ASSUNTO, E NÃO DIZ COMO DEVERIA FUNCIONAR, OU COMO ELE VE A IGREJA DE JESUS. É APENAS UM DOIDO.
            A doutrina do dízimo é inaceitável para aqueles que ainda não tiveram uma experiência pessoal com Jesus Cristo. Isto porque não foram ainda marcados pela consciência da causa de Deus nem pela prioridade do Seu Reino.
            No Novo Testamento a palavra DÍZIMO aparece 9 vezes e ligadas a duas situações:

            1) Mt 23.23 = Partindo dos lábios de Jesus em relação aos fariseus. Jesus aqui reafirma a necessidade do dízimo, ao mesmo tempo que denuncia sua prática como demonstração de piedade exterior (Lc 18.12) – “Jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho.” Também Jesus denuncia a prática do dízimo como substituição de valores do Reino tais quais: justiça, misericórdia e fé (Lc 11.42).

            2) Hb 7. 1-10 = Eis as lições desse texto: a) O Pai da fé deu dízimo de tudo – v. 2; b) O pai da fé deu o dízimo do melhor – v. 4; c) A entrega dos dízimos se deu não por pressão da lei, uma vez que o povo israelita ainda não existia e, portanto, muito menos a lei judaica – v. 6; d) Hebreus nos faz perceber e reconhecer a superioridade do valor do dízimo que é dado a Cristo (imortal) em relação ao dado aos sacerdotes (mortais) – v. 8; e) O autor destaca que os que administram os dízimos também devem ser dizimistas – v. 9.
            Ser ou não ser dizimista é uma questão de acreditarmos na causa que abraçamos, na “pérola que encontramos.”
            Hoje muitos crentes não são fiéis a Deus na entrega dos dízimos. Para justificar esta atitude criam vários justificativas e desculpas. Se dependessem deles a igreja fecharia as portas. Não existiria templos, nem pastores, nem missionários, nem bíblias distribuídas, nem assistência social.
            Eis as justificativas clássicas dos não-dizimistas:

            I. JUSTIFICATIVA TEOLÓGICA
            Ah, eu não sou dizimista, porque DÍZIMO é da lei. E eu não estou debaixo da lei, mas sim da graça.
            Sim! O dízimo é da lei, é antes da lei e é depois da lei. Ele foi sancionado por Cristo. Se é a graça que domina a nossa vida, porque ficamos sempre aquém da lei? Será que a graça não nos motiva a ir além da lei?
            Veja: a lei dizia: Não matarás = EU PORÉM VOS DIGO AQUELE QUE ODIAR É RÉU DE JUÍZO
            a lei dizia: Não adulterarás = EU PORÉM VOS DIGO QUALQUER QUE OLHAR COM INTENÇÃO IMPURA…
            a lei dizia: Olho por olho, dente por dente = EU PORÉM VOS DIGO: SE ALGUÉM TE FERIR A FACE DIREITA, DÁ-LHE TAMBÉM A ESQUERDA.
            A graça vai além da lei: porque só nesta questão do dízimo, ela ficaria aquém da lei? Esta, portanto, é uma justificativa infundada.
            Mt 23.23 = justiça, misericórdia e fé também são da lei. Se você está desobrigado em relação ao dízimo por ser da lei, então você também está em relação a estas virtudes.

            II. JUSTIFICATIVA SENTIMENTAL
            Muitos dizem: A bíblia diz em II Co 9.7 “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria” = espontânea e com alegria.
            Só que este texto não fala de dízimo e sim de oferta. Dízimo é dívida. Não pagar dízimo é roubar de Deus.
            Perguntamos também: O que estará acontecendo em nosso coração que não permite que não tenhamos alegria em dizimar? Em sustentar a Causa que abraçamos e defendemos?

            III. JUSTIFICATIVA FINANCEIRA
            “O que eu ganho não sobra ou mal dá para o meu sustento.
            1) O dízimo não é sobra = Dízimo é primícias. “Honra ao Senhor com as primícias da tua renda.” Deus não é Deus de sobras, de restos. Ele exige o primeiro e o melhor.
            2) Contribua conforme a tua renda para que a tua renda não seja conforme a tua contribuição = Deus é fiel. Ele jamais fez uma exigência que não pudéssemos cumprir. Ele disse que abriria as janelas dos céus e nos daria bênçãos sem medidas se fôssemos fiéis. Ele nos ordenou a fazer prova Dele nesta área. Ele promete abrir as janelas do céu! Ele promete repreender o devorador por nossa causa.
            3) Se não formos fiéis, Deus não deixa sobrar = Ageu diz que o infiel recebe salário e o coloca num saco furado. Vaza tudo. Foge entre os dedos. Quando somos infiéis fechamos as janelas dos céu com as nossas próprias mãos e espalhamos o devorador sobre os nossos próprios bens.

            IV. JUSTIFICATIVA ASSISTENCIAL
            “Prefiro dar meu dízimo aos pobres. Prefiro eu mesmo administrar meu dízimo.
            “ A Bíblia não nos autoriza a administrar por nossa conta os dízimos que são do Senhor. O dízimo não é nosso. Ele não nos pertence. Não temos o direito nem a permissão nem para retê-lo nem para administrá-lo.
            A ordem é: TRAZEI TODOS OS DÍZIMOS À CASA DO TESOURO PARA QUE HAJA MANTIMENTO NA MINHA CASA. A casa do Tesouro é a congregação onde assistimos e somos alimentados.
            Mas será que damos realmente os “nossos” dízimos aos pobres? Com que regularidade? Será uma boa atitude fazer caridade com a parte que não nos pertence?

            V. JUSTIFICATIVA POLÍTICA
            “Eu não entrego mais os meus dízimos, porque eles não estão sendo bem administrados.”
            Não cabe a nós determinar e administrar do nosso jeito o dízimo do Senhor que entregamos. Se os dízimos não estão sendo bem administrados, os administradores darão conta a Deus. Não cabe a nós julgá-los mas sim Deus é quem julga. Cabe a nós sermos fiéis.
            Não será também que esta atitude seja aquela do menino briguento, dono da bola, que a coloca debaixo do braço sempre que as coisas não ocorrem do seu jeito?
            Deus mandou que eu trouxesse os dízimos, mas não me nomeou fiscal do dízimo.

            VI. JUSTIFICATIVA MÍOPE
            “A igreja é rica e não precisa do meu dízimo.”
            Temos conhecimento das necessidades da igreja? Temos visão das possibilidades de investimento em prol do avanço da obra? Estamos com essa visão míope, estrábica, amarrando o avanço da obra de Deus, limitando a expansão do Evangelho?
            AINDA, não entregamos o dízimo para a igreja. O dízimo não é da igreja. É DO SENHOR. Entregamo-lo ao Deus que é dono de todo ouro e de toda prata. Ele é rico. Ele não precisa de nada, mas exige fidelidade. Essa desculpa é a máscara da infidelidade.

            VII. JUSTIFICATIVA CONTÁBIL
            “Não tenho salário fixo e não sei o quanto ganho.”
            Será que admitimos que somos maus administradores dos nossos recursos? Como sabemos se o nosso dinheiro dará para cobrir as despesas de casa no final do mês?
            Não sabendo o valor exato do salário, será que o nosso dízimo é maior ou menor do que a estimativa? Porque ficamos sempre aquém da estimativa? Será auto-proteção? Será desinteresse?

            VIII. JUSTIFICATIVA ECLESIOLÓGICA
            “Não sou membro da igreja”
            Acreditamos mesmo que os nossos deveres de cristãos iniciam-se com o Batismo e a Profissão de Fé ou com a inclusão do nosso nome num rol de membros?
            Não será incoerência defendermos que os privilégios começam quando aceitamos a Cristo: (o perdão, a vida eterna) e os deveres só depois que nos tornamos membros da igreja? Somos menos responsáveis pelo crescimento do Reino de Deus só porque não somos membros da igreja?

            CONCLUSÃO
            É hora de abandonarmos nossas evasivas. É hora de darmos um basta às nossas desculpas infundadas. É hora de pararmos de tentar enganar a nós mesmos e convencer a Deus com as nossas justificativas.
            É hora de sermos fiéis ao Deus fiel. É hora de sabermos que tudo é de Deus: nossa casa, nosso carro, nossas roupas, nossas jóias, nossos bens, nossa vida, nossa saúde, nossa família. TUDO É DELE. Somos apenas mordomos, administradores. Mordomos e não donos. Deus quer de nós obediência e não desculpas. Fidelidade e não evasivas.
            Que atitude vamos tomar? Nosso coração está onde está o nosso tesouro. Se buscarmos em primeiro lugar o Reino de Deus, não vamos ter problemas com o dízimo. Amém.

          • ESTUDO BÍBLICO:

            “AS 10 MAIORES MENTIRAS SOBRE OS 10 POR CENTO DOS DÍZIMOS”

            Muitas igrejas insistem no ensino errôneo de que os dízimos ainda são obrigatórios mesmo para os cristãos que vivem debaixo da graça de Jesus Cristo, e se utilizam de argumentos que se tornaram verdadeiros mitos dentro da comunidade evangélica, porém como eles dizem que o dízimo é 10 por cento, vamos usar o mesmo princípio numérico e verificar biblicamente as 10 argumentações mentirosas mais difundidas a respeito do dízimo.

            1º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI ORDENADO POR DEUS NO JARDIM DO ÉDEN, POIS A ÁRVORE DO CONHECIMENTO REPRESENTA O DÍZIMO”

            Na verdade, biblicamente o dízimo foi ordenado no monte sinai (levíticos 27:30-32; Números 18:21-24) e portanto, não foram instituidos no Jardim do Éden, pois sequer é mencionado que Adão e Eva receberam o mandamento de dizimar. A associação que muitos religiosos que insistem em receber dízimos fazem de que a árvore do conhecimento do bem e do mal (Gênesis 2:9), pois não era permitido a Adão e Eva comer dela (Gênesis 2:17) portanto ela seria segundo eles um “símbolo” do dízimo, mas isso é uma associação esdrúxula, pois sequer há um texto bíblico que faça uma ligação entre essa árvore do Jardim do Éden e o dízimo da lei de moisés, sequer se diz que a árvore ocupava 10% do espaço do Jardim do Éden. Trata-se portanto de mais um argumento ridículo usado pelos líderes religiosos para levar o povo a acreditar que o dízimo não era somente obrigatório perante a lei de moisés.

            2º MENTIRA – “O DÍZIMO SEMPRE FOI OBRIGATÓRIO MESMO ANTES DA LEI DE MOISÉS”

            O dízimo antes de sua ordenança no Sinai era voluntário, sendo mencionado apenas 2 vezes antes de se tornar obrigatório, Abraão deu uma única vez um dízimo do despojo de guerra quando resgatou seu sobrinho ló e jacó fez um voto a Deus (gênesis 14:17-20, gênesis 28:20-22)

            Pelas seguintes razões, Gênesis 14:20 não pode ser usado como exemplo para os cristãos dizimarem: 1º – A Bíblia não diz que Abraão deu obrigatoriamente esse dízimo. 2º – O dízimo de Abraão não foi um dízimo santo, da Terra Santa de Deus, produzido pelo povo santo de Deus. 3º – O dízimo de Abraão foi somente do despojo de guerra (hebreus 7:4). 4º – O dízimo de Abraão a Melquisedeque aconteceu apenas uma vez e Abraão mudava sempre de lugar. 5º – O dízimo de Abraão não proveio de sua riqueza pessoal. 6º – O dízimo de Abraão não é mencionado em nenhuma parte da Bíblia, seja no velho ou no novo testamento a fim de respaldar o ato de dizimar. 7º – Visto como nem Abraão nem Jacó tinham um sacerdócio levítico para manter, eles não tinham lugar algum onde entregar os dízimos, durante os seus muitos deslocamentos.

            No caso específico de Jacó, lemos o seguinte: “Fez também Jacó um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta jornada que empreendo, e me der pão para comer e roupa que me vista,de maneira que eu volte em paz para a casa de meu pai, então, o SENHOR será o meu Deus;e a pedra, que erigi por coluna, será a Casa de Deus; e, de tudo quanto me concederes, certamente eu te darei o dízimo” (Gênesis 28:20-22). O texto bíblico é claro, que Jacó fez um propósito particular (um voto) de que se Deus fosse favorável à ele, que ofereceria à Deus o dízimo. Não se vê também neste caso nenhuma ordem explicita de Deus ou algum sacerdote a mando Dele, para que Jacó dizimasse, e vemos que foi uma promessa de Jacó para Deus, não há relatos posteriores na Bíblia que ele tenha de fato dizimado, apenas se observa a sua promessa, seu compromisso de entregar o décimo de tudo que viesse a obter daquele momento em diante. Outra vez, não vemos na Bíblia nenhuma passagem em que vemos escrito que devemos dizimar como Jacó fez, portanto trata-se de mais uma mentira que os líderes criaram para tentar fazer parecer que os dízimos eram obrigatórios antes mesmo da lei de moisés.

            3º MENTIRA – “O DÍZIMO DOS ALIMENTOS DO VELHO TESTAMENTO FOI SUBSTITUÍDO POR DÍZIMO DO DINHEIRO NOS DIAS ATUAIS”

            Não há um versículo na biblia informando que dízimo obrigatório da lei de moisés possa ser ouro, prata, moeda, dinheiro, etc. Dízimo sempre foi apenas alimento do campo vegetal ou animal (levíticos 27:30 e 32) mesmo quando havia metais preciosos como moeda corrente. Abraão no seu tempo comprou uma sepultura para sua esposa por 400 ciclos de prata (gênesis 23:16)

            Embora já existisse dinheiro, a substância do dízimo divino jamais foi dinheiro. Ele era o “dízimo do alimento”. Isso é muito importante. Os verdadeiros dízimos bíblicos eram sempre somente o alimento proveniente das fazendas e rebanhos, somente dos israelitas que vivessem exclusivamente dentro da Terra Santa de Deus, as fronteiras nacionais de Israel. A fartura provinha de Deus e não da manufatura ou habilidade do homem.

            Existem 15 versículos de 11 capítulos e 8 livros, de Levítico 27 a Lucas 11, que descrevem o conteúdo do dízimo. E o conteúdo jamais, repito, jamais incluía dinheiro, prata, ouro ou qualquer outra coisa, além de alimento. Mesmo assim, a definição incorreta de “dizimar” é a maior mentira que está sendo pregada sobre esse ato, hoje em dia. (Veja Levítico 27:30,32; Números 18:27,28; Deuteronômio 12:17; 14:22, 23, 26; 2 Crônicas 31:5; Neemias 10:37; 13:5; Malaquias 3:10; Mateus 23:23 e Lucas 11:42).

            Não se observa portanto em toda a bíblia, alguém entregando dízimo em dinheiro, pois dízimo era décima parte dos alimentos ( agropecuários ou agrícolas ), e jamais foi entregue em dinheiro. E o dinheiro já era corrente nos tempos bíblicos, pois o próprio moisés que recebeu a lei para o povo lidou com dinheiro: “Então, Moisés tomou o dinheiro do resgate dos que excederam os que foram resgatados pelos levitas.Dos primogênitos dos filhos de Israel tomou o dinheiro, mil trezentos e sessenta e cinco siclos, segundo o siclo do santuário. E deu Moisés o dinheiro dos resgatados a Arão e a seus filhos, segundo o mandado do SENHOR, como o SENHOR ordenara a Moisés” (Números 3:49-51)

            Mais uma prova de que o dízimos sempre foram alimentos podem ser vista nessa passagem bíblica: “DOS DÍZIMOS NÃO COMI no meu luto e deles nada tirei estando imundo, nem deles dei para a casa de algum morto; obedeci à voz do SENHOR, meu Deus; segundo tudo o que me ordenaste, tenho feito” (Deuteronômio 26:14)

            Portanto, mais uma mentira dos líderes que ensinam sobre a obrigatoriedade dos dízimos é revelada, quando dizem que nos tempos bíblicos dízimos eram entregues em alimentos porque dinheiro ainda não existia, mas abraão e até moisés lidavam com dinheiro, e mesmo assim na obrigatoriedade da lei de moisés nunca se pagava dízimos em dinheiro, pois dízimo sempre foi a décima parte dos alimentos, do campo e animais, e nada tem a ver com a exigência de entrega de 10% do dinheiro que os cristãos recebem para esses líderes que ensinam erradamente sobre dízimos. Dízimo nunca foi pago em dinheiro, apenas em alimentos. Se o seu pastor ou líder insistir em dizer que pode ser pago em dinheiro exija que ele mostre alguém dizimando em dinheiro na bíblia, pois dinheiro já existia e era usado naquela época.

            4º MENTIRA – “O DÍZIMO FOI DADO POR DEUS AOS LEVITAS DA VELHA ALIANÇA E HOJE OS PASTORES DA NOVA ALIANÇA SUBSTITUIRAM ESSES LEVITAS PORTANTO DEVEM RECEBER DÍZIMOS”

            O dízimo foi dado aos levitas, mas para que eles fizessem todo o trabalho da tenda da congregação (Números 18:21-23). Se hoje os membros leigos fazem mais de 90 % do trabalho e os pastores recebem todo o dízimo isso não é biblico, é humano. Na igreja primitiva de atos, um levita, chamado josé de sobrenome barnabé dava ofertas ao invés de receber dízimos dos apóstolos e membros da igreja cristã: “José, a quem os apóstolos deram o sobrenome de Barnabé, que quer dizer filho de exortação, LEVITA, natural de Chipre, como tivesse um campo, vendendo-o, trouxe o preço e o depositou aos pés dos apóstolos” (atos 4:36-37) Portanto fica evidente que com a mudança do sacerdócio mudou a lei: “Pois, quando se muda o sacerdócio, necessariamente há também mudança de lei” (hebreus 7:12)

            Na economia hebraica, o dízimo era usado de maneira totalmente diferente da que hoje é pregada. Mais uma vez, os levitas que recebiam o dízimo inteiro nem sequer eram ministros ou sacerdotes – eles eram apenas servos dos sacerdotes. Números 3 descreve os levitas como sendo carpinteiros, fundidores de metal, artesãos de couro e artistas, que mantinham o pequeno santuário. E 2Crônicas 23-27, durante o tempo dos reis Davi e Salomão, os levitas também foram peritos artesãos, os quais inspecionavam as obras do Templo. Vinte e quatro mil deles trabalhavam no Templo como construtores e supervisores; seis mil eram oficiais e juízes; quatro mil eram guardas e quatro mil eram músicos. Como representantes políticos do rei, os levitas usavam o seu dízimo para servir aos oficiais, juízes, coletores de impostos, tesoureiros, guardas do Templo, músicos, padeiros, cantores e soldados profissionais (1Crônicas 12:23,26; 27:5). É obvio que esses exemplos do uso bíblico da entrada do dízimo nunca se tornam exemplos para a igreja de hoje. É importante saber que na Antiga Aliança os dízimos nunca eram usados para evangelizar os não israelitas. Neste ponto o dízimo falhou. Vejam Hebreus 7:12-19. Os dízimos jamais estimularam os levitas e sacerdotes da Antiga Aliança a estabelecer uma única missão fora do país, para encorajar um só gentio a se tornar israelita (Êxodo 23:32; 34:12,15; Deuteronômio 7:2). O dízimo da Antiga Aliança era motivado e exigido por lei, não pelo amor. De fato, durante a maior parte da história de Israel, os profetas foram os principais portadores da Palavra de Deus e não os levitas e os sacerdotes que recebiam o dízimo.O falso ensino é que os anciãos e pastores da Nova Aliança estão simplesmente continuando de onde os sacerdotes da Antiga Aliança deixaram e por isso devem receber o dízimo. A função e o propósito dos sacerdotes da Antiga Aliança foram substituídos, não pelos anciãos e pastores, mas pelo sacerdócio de todos os crentes. Como outras ordenanças da Lei, o dízimo foi apenas uma sombra temporária, até a vinda de Cristo (Efésios 2:14-16; Colossenses 2:13-17; Hebreus 10:1). Na Nova Aliança cada crente é um sacerdote de Deus (1 Pedro 2:9-10; Apocalipse 1:6; 5:10). E como sacerdote cada crente oferece sacrifícios a Deus (Hebreus 4:16; 10:19-22; 13:15-16). Então, cada ordenança que havia sido previamente aplicada ao antigo sacerdócio foi anulada no Calvário. Visto não pertencer à Tribo de Levi, até mesmo Jesus Cristo foi desqualificado. Desse modo, o propósito original de dizimar já não existe (Hebreus 7:12-19; Gálatas 3:19, 24, 25; 2Coríntios 3:10).

            Portanto, não há nenhum mandamento no novo mandamento do cristão entregar os dízimos aos pastores, pois o dízimo somente podia ser recebido pelos levitas: “Ora, os que dentre os filhos de Levi recebem o sacerdócio têm mandamento de recolher, de acordo com a lei, os dízimos do povo, ou seja, dos seus irmãos, embora tenham estes descendido de Abraão” (hebreus 7:5), e os levitas só existiam na velha aliança da lei de moisés, pastores não são substitutos deles pois são ministros de Deus (I Coríntios 4:1) e nem sequer é ordenado que se deva entregar dízimos em favor da obra de Deus, pois ela é sustentada pelas ofertas voluntárias (2Coríntios 9:7).

            5º MENTIRA – “O DÍZIMO RECEBIDO É SOMENTE PARA USO DOS PASTORES”

            Biblicamente, o dízimo pertencia aos levitas (números 18:21-23), mas também para se fazer um festival ao Senhor (deuteronômio.14:22-27) e a cada terceiro ano, para os levitas, órfãos, viúvas e estrangeiros, os quais comiam o dízimo ajuntado dentro das suas portas (deuteronômio14:28-29). Se ofertas e dízimos eram sagrados ao Senhor e não podiam ser comidos por pessoas comuns neste caso Deus abre um exceção, visto que para ele misericórdia é melhor que sacrificio (Oséias 6:6; Mateus 12:7), a vida dos carentes é preciosa ao senhor (veja um exemplo disso em Lucas 6:1-10)

            Portanto mais uma vez, é biblicamente demonstrado que os dízimos recebidos pelos levitas não eram de uso exclusivo deles… os necessitados ( órfãos, viúvas e os de fora de israel ), também se beneficiavam dos dízimos dos alimentos recebidos pelos levitas. Essa conversa de que só os pastores e líderes religiosos podem hoje usufruir dos dízimos não encontra respaldo bíblico. Trata-se de mais uma doutrina de homem.

            6º MENTIRA – “CRISTÃO QUE NÃO DÁ O DÍZIMO SERÁ VITIMA DO “DEVORADOR”
            Se você é evangélico provavelmente já deve ter ouvido alguém falar a respeito do devorador. Muitas igrejas pregam a respeito desse ser. Mas o que os líderes religiosos gananciosos não fazem é mostrar aos membros que a admoestação de Malaquias é dirigida somente à nação de Israel, e não aos cristãos de hoje que não dizimam:

            “Sentença pronunciada pelo Senhor CONTRA ISRAEL contra Israel, por intermédio de Malaquias” (Malaquias 1:1)

            e, se destina especificamente, aos SACERDOTES CORRUPTOS:

            “Agora, ó sacerdotes, para vós outros é este mandamento.Se o não ouvirdes e se não propuserdes no vosso coração dar honra ao meu nome, diz o SENHOR dos Exércitos, enviarei sobre vós a maldição e amaldiçoarei as vossas bênçãos; já as tenho amaldiçoado, porque vós não propondes isso no coração” ( Malaquias 2:1-2)

            Eles estavam ofertando ANIMAIS coxos, cegos mudos, e defeituosos:

            “Ofereceis sobre o meu altar pão imundo e ainda perguntais: Em que te havemos profanado? Nisto, que pensais: A mesa do SENHOR é desprezível. Quando trazeis animal cego para o sacrificardes, não é isso mal? E, quando trazeis o coxo ou o enfermo, não é isso mal? Ora, apresenta-o ao teu governador; acaso, terá ele agrado em ti e te será favorável? – diz o SENHOR dos Exércitos.” (Malaquias1:7-8)

            Quanto a Malaquias 3, notamos que Deus manda trazer somente “DÍZIMOS” para as câmaras do depósito do templo, para que haja “comida” ( alimento, ou mantimento ) em minha casa. Isto é , mantimento = produtos alimentares (ver dicionário da língua portuguesa)

            O texto mais famoso citado para falar a respeito do devorador é Malaquias 3:11, que diz: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.” Esse texto é a continuação de Malaquias 3:10, o tão famoso texto que fala a respeito de dízimos no Antigo Testamento. os líderes gananciosos dizem que o “devorador” mencionado nesse texto é um demônio que destrói as finanças daqueles que não dão os 10%, ou seja, que não são dizimistas. As pessoas que pregam nessa linha trazem ameaças de destruição financeira aos seus ouvintes se os mesmos não forem dizimistas fiéis.

            O DEVORADOR É MESMO UM DEMÔNIO? A resposta é não! Os que afirmam que esse devorador citado no texto é um demônio, no mínimo, faltaram em algumas aulas de interpretação da Bíblia. A primeira coisa a sabermos é que no Antigo Testamento, a aliança que vigorava era uma aliança baseada na obediência. Se o povo fosse obediente às leis de Deus seriam abençoados. Essas bênçãos eram visivelmente mandadas em forma de paz e boas colheitas e prosperidade. Se fossem desobedientes, seriam amaldiçoados. Falta de paz e colheitas ruins estavam em vista aqui. (Deuteronômio 28). Em uma das ameaças de maldições em suas colheitas, que Deus manda ao povo através do profeta Joel, vemos que: “O que deixou o gafanhoto cortador, comeu-o o gafanhoto migrador; o que deixou o migrador, comeu-o o gafanhoto devorador; o que deixou o devorador, comeu-o o gafanhoto destruidor.” (Joel 1:4). Uma maldição que tinha em vista a destruição da lavoura.

            O texto de Malaquias 3:11 diz a mesma coisa: “Por vossa causa, repreenderei o devorador, para que não vos consuma o fruto da terra; a vossa vide no campo não será estéril, diz o SENHOR dos Exércitos.”. Esse devorador certamente se tratava de um tipo de gafanhoto altamente destrutivo ou outro “bicho” que acabava com as plantações (que eram a base da economia do povo de Israel). A ação devastadora desse “ser” acabava com a prosperidade do povo em pouco tempo atacando suas lavouras. Quando o povo era obediente a Deus e cumpria a Sua lei, que no caso desse texto é a lei de dizimar, Deus abençoava suas colheitas e negócios. Esse é o sentido desse texto. Assim, não faz sentido usar esse texto para afirmar que o devorador era um demônio ou coisa parecida. Nem faz sentido ameaçar as pessoas hoje em dia com esse “devorador”

            “repreenderei o devorador” Versículo 11 (Não é dinheiro que faz isto, é o próprio Deus)

            Devorador, segundo a bíblia, nunca foi demônio, e sim, gafanhotos, que Deus enviava como pragas a terra para castigar o povo, e estes gafanhotos, Deus os chamavam de “O meu grande exercito” (Joel 2:22-27) …”repreenderei o devorador ” significa… espantarei a praga do meio da vossa plantação (gafanhotos), veja também Levítico 11:22 e Naum 3:16.

            Os líderes gananciosos que ensinam que esses “devoradores” são demônios que irão causar doenças na família, o carro vai viver quebrando etc, aproveitam o desconhecimento dos cristãos do verdadeiro devorador ao qual Malaquias se refere, o gafanhoto que devorava as colheitas da nação de israel. Não há confirmação nenhuma no novo testamento de que quem não dizima será vitima desse “devorador”… quando um ladrão quer tomar o dinheiro de uma pessoa, ele a ameaça, pois se pedir provavelmente a vítima não entregará o seu dinheiro, e por conta disso o ladrão usa o recurso da ameaça, para forçá-la, da mesma forma agem esses pastores que insistem em receber dízimos pois usam um texto fora de seu real contexto para ameaçar dizendo que o mesmo “devorador” que viria sobre a nação de israel se não dizimasse virá para aqueles que não entregam seus dízimos a eles.Trata-se portanto de mais um ensino distorcido da bíblia para forçar os cristãos que não estudam a bíblia a dizimarem.

            Hoje em dia, a classe mais pobre é a que mais contribui para beneficência. E, mesmo assim, ela permanece na pobreza. Os dízimos não são uma garantia para alguém enriquecer depressa, em vez da educação, da determinação e do árduo trabalho. Se Malaquias 3:10 funcionasse realmente com os cristãos da Nova Aliança, nesse caso milhões de cristãos dizimistas já teriam escapado da pobreza e se tornado o grupo mais rico do mundo, em vez de continuar sendo pobre. Portanto, não existe evidência alguma de que a vasta maioria dos pobres “pagadores do dízimo” tenha sido abençoada pelo mero fato de o entregar. As bênçãos da Antiga Aliança já não estão em efeito (Hebreus 7:18-19; 8:6-8,13).

            Portanto, não há nenhuma possibilidade de um cristão ser vítima do “devorador” (demônio) por causa de não ser dizimista, pois nenhuma maldição da antiga aliança pode atingir aos cristãos da nova aliança em Jesus ( gálatas 3:13 )

            7º MENTIRA – O DÍZIMO SERVE PARA MANTER A IGREJA FÍSICA HOJE, POIS ELA SUBSTITUIU O TEMPLO JUDAÍCO ONDE SE ENTREGAVAM OS DÍZIMOS.

            Nada poderia estar mais longe da verdade. Trata-se de outro falso ensino os religiosos que exigem dízimos de que os edifícios chamados “igrejas”, “tabernáculos” ou “templos”, substituíram o Templo do Velho Testamento como locais de habitação divina.

            A Palavra de Deus jamais descreve os grupos da Nova Aliança como ”tabernáculos”, “templos” ou “edifícios”. Os cristãos não “vão à igreja”. Eles se “reúnem para adorar”. Também, visto que os sacerdotes do Velho Testamento pagavam o dízimo, então, logicamente, o dízimo não pode continuar. Nesse caso, é errado chamar um edifício de “armazém do Senhor” para receber os dízimos (1 Coríntios 3:16-17; 6:19-20; Efésios 1:22-23; 2:21; 4:12-16; Apocalipse 3:12). Com respeito à palavra “armazém” comparem a 1 Coríntios 16:2 com a 2 Coríntios 12:14 e Atos 20:17, 32-35. Durante vários séculos após o Calvário, os cristãos nem mesmo possuíam um edifício próprio (que chamassem de armazém), visto como o Cristianismo era uma religião ilegal e sofria perseguições.

            Após o sacrifício de Jesus, o véu do santuário se rasgou: “E o véu do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo” (Marcos 15:38) e hoje, cada cristão é um santuário onde habita o Espírito Santo: “Não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus habita em vós?” (I Coríntios 3:16) Não há sequer um Templo ou santuário físico para que os cristãos levem os dízimos pois: “O Deus que fez o mundo e tudo o que nele existe, sendo ele Senhor do céu e da terra, não habita em santuários feitos por mãos humanas” (Atos 17:24). Jesus sequer fundou uma igreja física, pois a verdadeira igreja é espiritual.

            1. Que autoridade nos dá a Palavra de Deus para estabelecermos igrejas denominacionais ou não denominacionais em meio ao testemunho cristão, quando as Escrituras condenam a criação de divisões entre os crentes? (1 Coríntios 1:10; 3:3; 11:18-19)

            2. Com que autoridade vinda de Deus os cristãos denominam suas assim chamadas “igrejas” como Presbiteriana, Batista, Pentecostal, Aliança, Cristã Reformada, Anglicana etc., quando não há na Bíblia instruções para nos reunirmos em qualquer outro nome além do nome do Senhor Jesus Cristo? (Mateus 18:20; 1 Coríntios 5:4)

            3. Será que existe qualquer base na Palavra de Deus para chamar esses edifícios de “igrejas”? A definição bíblica de “igreja” é de uma reunião de crentes que, pelo evangelho, foram chamados para fora, tanto dentre os judeus como dentre os gentios, e são unidos em um único corpo a Cristo, sua Cabeça no céu, pela habitação do Espírito Santo. (Atos 11:22; 15:14; 20:28; Romanos 16:5; 1 Coríntios 1:2; Efésios 5:25)

            4. Onde há no Novo Testamento uma referência mandando os Cristãos construírem templos e chamarem esses locais de “Cada de Deus”, sendo que Deus não habita em templos feito por mãos humanas? (Atos 7:48 e 17:24).

            Dizer que os dízimos são necessários para manter a igreja e sustentar os pastores e líderes não tem fundamentação bíblica neotestamentária, O apóstolo Paulo estava entre os que insistiam em trabalhar com as próprias mãos pelo seu sustento (Atos 18:3; 1Tessalonicenses 2:9-10; 2Tessalonicenses 3:8-14). Embora ele não tenha condenado os que recebiam sustento pela obra em tempo integral, também não ensinou que tal sustento fosse ordenado por Deus, para difusão do Evangelho. (1 Coríntios 9:12). De fato, duas vezes em Atos 20:29, 35 e também em 2 Coríntios 12:14, ele até mesmo encoraja os anciãos da igreja a trabalharem para manter os necessitados da igreja (Eu só queria ver um dos pastores atuais trabalhando para ajudar os pobres da igreja!).

            Para Paulo, a expressão “viver do evangelho” significava “viver segundo os princípios da fé, do amor e da graça” (1 Coríntios 9:14). Conquanto verificasse ter “direito” a alguma ajuda, ele concluía que a “liberdade” de pregar o seu evangelho era mais importante, a fim de cumprir a sua vocação de Deus (1 Coríntios 9:15; 11:7-13; 12:13,14; 1 Tessalonicenses 2:5-6). Enquanto trabalhava como artesão de tendas (atos 18:3), Paulo aceitou uma certa ajuda, porém se gloriava de que o seu pagamento ou salário era o fato de poder pregar livremente, sem se tornar um fardo para os outros (1 Coríntios 9:16-19).

            Em nenhum lugar desde Atos 7:58 (onde Paulo é mencionado pela primeira vez) até suas epístolas, não vemos o apóstolo Paulo orientando alguém a dizimar nem recebendo dízimos dos cristãos, portanto uma prova clara que a igreja primitiva não tinha o dízimo como uma doutrina cristã e inquestionável como se vê hoje nessas igrejas que dizem seguir fielmente as Escrituras.

            Paulo deixou claro que os que pregavam o evangelho tinham todo o direito de serem supridos com as ajudas e doações voluntárias dos cristãos (I Coríntios 9:11 e 14, Filipenses 4:18 ), mas nunca disse que seria dos dízimos! Sequer há mandamento seja do Senhor Jesus ou de seus apóstolos dos cristãos entregarem seus dízimos nos “templos” que hoje conhecemos como igreja, pois Jesus nunca fundou uma igreja física, nem ordenou que se fizessem construções para ali os seus seguidores se reunirem! Se o dízimo fosse tão necessário e importante como esses líderes gananciosos querem fazer parecer, teria o apóstolo Paulo esquecido de mencionar algo tão importante? obviamente que não, pois ele é categórico ao dizer: ” jamais deixando de vos anunciar coisa alguma proveitosa e de vo-la ensinar publicamente e também de casa em casa” e ” porque jamais deixei de vos anunciar todo o desígnio de Deus” (atos 20:20 e 27)… ou seja, tudo que era necessário ele, Paulo, ensinou e o Apóstolo Paulo nunca incentivou ou ensinou os cristãos a dizimarem!

            Portanto comprovadamente os dízimos não são obrigatórios serem entregues, muito menos nas igrejas físicas de hoje.

            8º MENTIRA – “DAR OFERTAS, MESMO ACIMA DE 10% DA SUA RENDA, NÃO TEM O MESMO VALOR ESPIRITUAL, POIS QUEM NÃO DÁ O DÍZIMO ROUBA A DEUS E NÃO SERÁ SALVO POIS ESTÁ DEBAIXO DE MALDIÇÃO”

            Tanto a bênção como a maldição de Malaquias 3:9-11, perduraram somente até o término da antiga Aliança, ou seja, até o Calvário. A audiência de Malaquias havia voluntariamente reafirmado a Antiga Aliança (Neemias 10:28-29. “Maldito aquele que não confirmar as palavras desta lei, não as cumprindo. E todo o povo dirá: Amém” (Deuteronômio 27:26, citado em Gálatas 3:10). E Jesus Cristo deu um fim a essa maldição, conforme Gálatas 3:13: “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro”. Portanto nenhuma maldição proveniente da não observância da lei de moisés (e o dízimo pertencia a ela) atinge aos cristãos. Mas os lideres gananciosos que recebem dízimos escondem isso dos membros.

            Mas não é porque o Cristão não seja mais obrigado a dizimar que ele esteja isento de ajudar na propagação do evangelho e em favor dos necessitados pois: “Cada um contribua segundo tiver proposto no coração, não com tristeza ou por necessidade; porque Deus ama a quem dá com alegria” (2coríntios 9:7).

            “Também, irmãos, vos fazemos conhecer a graça de Deus concedida às igrejas da Macedônia; porque, no meio de muita prova de tribulação, manifestaram abundância de alegria, e a profunda pobreza deles superabundou em grande riqueza da sua generosidade.Porque eles, testemunho eu, na medida de suas posses e mesmo acima delas, se mostraram voluntários” (2coríntios 8:1-3) Essa era a prática da igreja de Deus que Cristo estabeleceu.

            Os princípios de dar no Novo Testamento, na 2Coríntios capítulos 8 e 9 são superiores ao dizimar, que não é obrigatório aos cristãos.

            Os seguintes princípios de dar voluntariamente na Nova Aliança estão fundamentados na 2 Coríntios 8 e 9 (1). Dar é uma “graça”. A 2 Coríntios 8 usa oito vezes a palavra “graça”, referindo-se à ajuda aos santos pobres (2). Dar primeiro a Deus (8:5). (3) Dar-se a si mesmo para conhecer a vontade de Deus (8:5) (4) Dar em resposta ao dom de Cristo (8:9 e 9:15). (5) Dar com desejo sincero (8:8, 10, 12 e 9:7) (6) Não dar por causa de mandamento algum (8:8,10; 9:7). (7) Dar além de sua capacidade (8:3, 11, 12) (8) Dar para produzir igualdade. Isso quer dizer que os que têm mais devem dar mais, a fim de suprir a incapacidade dos que não podem dar mais (8:12,14) (9) Dar com alegria (8:2). (10) Dar porque está crescendo espiritualmente (8:3,4,7). (11) Dar porque deseja crescer espiritualmente (9:8, 10, 11). (12) Dar porque está ouvindo o Evangelho ser pregado (9:13).

            9º MENTIRA – “JESUS MANDOU OS CRISTÃOS DAREM O DÍZIMO NO NOVO TESTAMENTO”

            O falso ensino é que Jesus ensinou a dizimar, em Mateus 23:23, dizendo que isso está claro no Novo Testamento.

            Em primeiro lugar, A Nova Aliança (o novo testamento) não teve princípio no nascimento de Jesus, mas na Sua morte (Gálatas 3:19, 24, 25; 4:4). O dízimo não é ensinado na igreja, depois do Calvário. Quando Jesus falou sobre o assunto em Mateus 23:23, Ele estava simplesmente ordenando a obediência às leis da Antiga Aliança, a qual ele endossou e obedeceu até chegar ao Calvário.

            Não existe um único texto do Novo Testamento que ensine a dizimar após o período do Calvário. (Atos 2:42-47 e 4:32-35 não são exemplos para se dizimar, a fim de sustentar os líderes da igreja). Conforme Atos 2:46, os cristãos judeus continuavam a adorar no Templo. E conforme Atos 2:44 e 4:33,34, os líderes da igreja compartilhavam igualmente o que recebiam com todos os membros da igreja (o que hoje os líderes gananciosos que recebem dízimos não fazem).

            Aliás, Jesus sequer é mencionado dizimando ou recebendo dízimos… e porque os líderes gananciosos pedem dízimos em nome de Jesus sendo que o próprio Jesus disse: “em meu nome, expelirão demônios; falarão novas línguas;pegarão em serpentes; e, se alguma coisa mortífera beberem, não lhes fará mal; se impuserem as mãos sobre enfermos, eles ficarão curados” (Marcos 16:17-18)… Ele nunca disse ” em meu nome receberão dízimos…”

            Portanto comprovadamente mais uma mentira desses homens que se dizem ordenados por Deus a exigirem dízimos dos cristãos incautos foi desmascarada! Jesus nunca ordenou que os seus discípulos e futuros apóstolos recolhessem dízimos… e porque esses líderes acham que podem fazer diferente? Bem o Senhor Jesus profetizou sobre esses tipos: “Acautelai-vos dos falsos profetas, que se vos apresentam disfarçados em ovelhas, mas por dentro são lobos roubadores” (Mateus 7:15)

            10º MENTIRA – “JESUS RECEBE DÍZIMOS DOS CRISTÃOS CONFORME HEBREUS 7:8″

            O início do capítulo 7 de hebreus é apenas citação do Antigo Testamento, onde fala do sacerdócio de Melquisedeque. Em Hebreus 7:5 diz: ” E os que dentre os filhos de Levi receberam o sacerdócio tem ordem, segundo a lei, de tomar os dízimos do povo, isto é, de seus irmãos, ainda que tenham saído dos lombos de Abraão”

            A lei foi dada por intermédio de Moisés, ao povo, direcionada aos filhos de Levi, especificamente aos que receberam sacerdócio para trabalhar nas tendas das congregações ( montagem e desmontagem de tendas no deserto), os quais tinham ordem, segundo a lei de receber os dízimos dos seus irmãos. Agora note o relato do versículo 11 e 12:

            Hebreus 7:11: De sorte que, se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (porque sob ele o povo recebeu a lei), que necessidade se havia logo de que outro sacerdote se levantasse, segundo a ordem de Melquisedeque (referindo-se ao Salvador) e não fosse chamado segundo a ordem de Arão? (menção a Moisés, o qual introduziu a lei ao povo).

            Hebreus 7:12: Porque mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também mudança na lei.

            Meditando no texto acima, especificamente nestes versículos, onde a palavra assegura que os sacerdotes Levíticos recebiam os dízimos segundo a lei (Hebreus 7:5), Porque através deles (sacerdotes Levíticos) o povo recebeu a lei (Hebreus 7:11) e mudando-se o sacerdócio, necessariamente se faz também, mudança na lei (Hebreus 7:12), porque se a perfeição fosse pelo sacerdócio Levítico (pelo qual o povo recebeu a lei), qual a necessidade de que enviasse outro Sacerdote? Mudou o Sacerdócio, necessariamente se faz mudança na Lei.

            A lei dos dízimos foI direcionada especificamente aos filhos de Levi, aos que receberam o sacerdócio e não havendo mais “Levitas”, nem “templo”, nem sacerdote a oferecer sacrifícios, pois O Salvador já o fez, logo,se aplicada aos crentes hoje, ela torna-se intempestiva e ilegítima, porque os “pastores” de hoje não são levitas nem foram proibidos de trabalhar, nem menos tiveram promessas de herança de dízimos para sustento por não ter tido herança nas distribução de terras prometidas ao povo israelita por herança.

            Outra particularidade, no capítulo 18 do livro de Números, o Senhor Deus adverte aos sacerdotes levitas dizendo: Na sua terra, possessão nenhuma terás, e no meio deles nenhuma parte possuirás; eu sou a tua parte e a tua herança no meio dos filhos de Israel.

            Gostaria de recomendar aos pregadores contemporâneos (os que querem se assemelhar aos sacerdotes levitas que recebiam dízimos), seria bom que guardassem os mandamentos do Senhor para aquela tribo, os quais não possuíam bens materiais, pois o Senhor era a herança dos sacerdotes levitas.

            Recapitulando: Hebreus 7 apenas faz a menção pós-Calvário de dizimar, numa explanação de porque o sacerdócio levítico deve ser substituído pelo sacerdócio de Cristo, porque o sacerdócio levítico era fraco e ineficiente. Estude Hebreus 7 e sigam a progressão do versículo 5 ao versículo 12 e ao versículo 19.

            Porém, líderes gananciosos insistem em apenas mostrar hebreus 7:8 aos membros, onde segundo eles, Jesus receberia dízimos dos cristãos: “Aliás, aqui são homens mortais os que recebem dízimos, porém ali, aquele de quem se testifica que vive” (hebreus 7:8)

            Apenas mostrando esse versículo isoladamente aos membros desavisados, querem dar a entender que esse versículo manda os cristãos ainda dizimarem, sem ler todo o real contexto do capítulo 7 de hebreus.

            Portanto hebreus 7:8 não fala de Jesus recebendo ainda dízimos dos cristãos, pois o contexto do capítulo 7 de hebreus fala na verdade da superioridade do sacerdócio de melquisedeque em relação ao levítico que era sustentado pelos dízimos. Cristãos não tem o mandamento bíblico de dizimarem.

            Considerações finais:

            Em Hebreus 7,8,9 e 10, neste 4 capítulos deixa bem claro a questão do sacerdócio perfeito, que, quando mudado o sacerdote Levítico, veio o Cristo, e mudando o sacerdócio se muda a lei ( Hebreus 7:12 ) portanto, notamos, que no novo testamento, não há ninguém dando dizimos em dinheiro, sendo que já existia, porque, Jesus foi traído por moedas, e a viúva ofertou moedas, mas dízimos, foi mencionado em alimentos, hortaliças ( Mateus 23.23 ) jamais em dinheiro, e o próprio Senhor Jesus, relatou que o dízimo era da lei para o povo de Israel , …”o mais importante DA LEI “. (Mateus 23:23)

            Paulo não mencionou dízimos, nem outro apóstolo qualquer deixou exemplo de tal prática. Em Corintios 9, Paulo pede donativos para suprir necessitados e não para manter despesas de instituições religiosas. Em Atos 4:32 em diante, notamos a generosidade dos irmãos,vendendo tudo e depositando aos pés dos apóstolos, para que se fosse feita DISTRIBUIÇÃO AOS NECESSITADOS, de forma a não haver necessitados entre eles ( esta é a justiça que excede a dos fariseus religiosos que apenas punham seus dízimos das hortaliças e achavam que estava, cumprindo sua parte) em Mateus 23:23 e Lucas 18:12. Tal prática dos fariseus, mostra religiosidade e eles não praticavam a fé, de fato, que , quem diz que dizimar é um ato de fé, é engano, porque os fariseus dizimavam , mas não praticavam a fé. O jovem rico, não foi indicado por JESUS a dizimar, e sim, vender e REPARTIR com os pobres. Jó nunca dizimou, e mesmo assim era próspero.

            Abraão só deu o dízimo uma só vez, e não foi em dinheiro, foi despojos, sobras de conquistas de guerra, dizimo de sangue, após matar os reis e tomar seus bens.

            Jacó prometeu dar o dízimo, ( um voto particular dele ) em Gênesis 28:20-22 , mas a bíblia não fala que ele cumpriu…

            Abraão não foi a “suposta” casa do tesouro ( igreja ) mas Melquisedeque lhe saiu ao encontro para receber sua parte, devido ser rei de Salém e receber por que passava em tal parte, imposto semelhante ao que Jesus nos ensinou a pagar a César (Mateus 22:21). Isto é, JESUS mandou sermos fiéis ao estado e não sonegar impostos.

            Os cobradores de impostos ao se converter, restituíram 4 vezes mais aos que haviam defraudado, e foi nisto que Jesus afirmou: “hoje houve salvação nesta casa” (Lucas 19:9)Repare que o Salvador não o mandou dar dízimos.Todas as vezes que você quiser dar algo á Deus, e restituir a Deus com gratidão, faça isto dando ao seu próximo, pois assim,estará cumprindo a palavra na íntegra, conforme Mateus 25 deixa bem claro esta questão.

            No sétimo ano, Israel, não trazia dízimos, devido ser o ano sabático,a terra descansava (Levítico 25:4) Mas e será que a igreja atual faz isto? Fica sem receber dizimos no sétimo ano?

            O DÍZIMO era vendido POR DINHEIRO,devido a distância de levar onde o Senhor escolhera, para santificar seu nome, e o próprio dizimista COMIA DOS SEUS DÍZIMOS, administrava o dízimo, hoje em dia quem come dos dízimos são os pastores, que administram os dízimos, dando ordem quê e no que será empregado os dízimos do povo. Estes ditos “sacerdotes” ( pastores) não são levíticos, nem exercem função sacerdotal superior a qualquer irmão que seja, e muito menos têm eles o direito de administrar o dízimo pessoal de cada um.

            Quanto a sacerdotes, sabemos todos nós somos, depois de Cristo nos fazer um sacerdócio real, nação santa , povo eleito de DEUS, passamos a ter livre acesso ao Pai através de CRISTO que , na sua morte, o que nos separava foi rasgado do alto abaixo, a saber o véu que separava o lugar santo,( local onde entravam os sacerdotes) do lugar santíssimo (onde só entrava o sumo sacerdote 1 vez por ano para pferecer acrificio pelo pecado do povo).

            Paulo recebeu muitas vezes ajuda da igreja, mas era para se manter, e não era salário mensal como se estivesse numa empresa. Paulo trabalhava (atos 18:3) , e em nada pesava os irmãos e a igreja.

            Se Paulo disse: “sede meus imitadores como eu sou de Cristo”, será que nesta parte, os pastores que exigem dízimos imitam à Paulo? Vemos Jesus ou Paulo recolhendo ou ensinando sobre dízimos?Em 2Coríntios 9:9, Paulo cita o salmo 112:9, onde fala da generosidade com os mais pobres: “Conforme está escrito: Espalhou, deu aos pobres; A sua justiça permanece para sempre”. (2 Coríntios 9:9)

            Nada falou de dízimos em dinheiro, e sim, contribuições voluntárias , para “suprir” os que não tem, algo que, é totalmente visto por Deus. Paulo faz uma coleta para “DISTRIBUIR”, hoje em dia se faz uma distribuição (de envelopes) para ajuntar, não para os pobres, mas, para os cofres de uma instituição, que se preocupa mais com a posição social, status, templos, fama, nome, competição, horários de TV, rádios, sites, eventos, shows, viagens, lazer para líderes, carrões, mansões, aviões, e ainda se diz que é expansão da obra de Deus…

            Cada dia os patrimônios religiosos estão ainda maiores, e o evangelho mais distante do que a igreja primitiva pregava e vivia, tudo por causa de dinheiro. A biblia fala para não reter e sim dar. Será que a igreja faz isto? Ou antes retém,para construir seu império e se fortalecer mais e mais, visando dominar a maior parte possível do globo terrestre, e arrebanhar o maior número de pessoas possível, como se tudo fosse uma partida de competição: “Quem tiver mais membros é o vencedor”

            Paulo afirma: “Porque nós não estamos, como tantos outros, mercadejando a palavra de Deus; antes, em Cristo é que falamos na presença de Deus, com sinceridade e da parte do próprio Deus” (2Coríntios 2:17)

            Deus abençoe a todos que leram este estudo e que o Espírito Santo tenha conduzido a leitura e o entendimento para compreender que dízimos não são mais obrigatórios.

            “Antes, crescei na graça e no conhecimento de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. A ele seja a glória, tanto agora como no dia eterno” (2Pedro 3:18)

          • Malaquias 3:10

            Eu, o Senhor Todo-Poderoso, ordeno que tragam todos os seus dízimos aos depósitos do Templo, para que haja bastante comida na minha casa. Ponham-me à prova e verão que eu abrirei as janelas do céu e farei cair sobre vocês as mais ricas bênçãos.

      • MARCOS
        NÃO TENHO NENHUM INTERESSE PARTICULAR NA IURD, E MUITO MENOS EM EDIR MACEDO, MAS VEJA, SÓ NOS LIVROS PUBLICADOS E NOS MILHÕES DE CDS E DVDS DELE, CERTAMENTE ARRECADOU ALGUNS MILHÕES, E FORA DO PAIS EM OUTRAS CENTENA DELE LA FORA, NÃO SABERIA DIZER, ENTÃO SE ELE É RICO DEVE TER SEUS MÉRITOS, NÃO SABERIA ATÉ ONDE PODE HAVER JUSTIÇA EM CHAMA-LO DE LADRÃO

        • Essa desculpa que os lideres evangélicos são ricos por causa dos livros/cd’s/dvd’s que fazem é a maior furada…

          Só uma questão já derruba essa tese… Eles usam a estrutura da denominação para vender seus produtos, ou seja, de uma forma ou outra, usam a “igreja” para terem exito.

  13. Ma$$edão tá querendo convencer a quem???? Kkkk

    SE diz:
    “responsabilidade social é assunto do governo”

    ENTÃO
    Por que o ma$$edão
    “Na sequência, pondera sobre o assunto e lista as ações da Universal na área social”.????

    só rindo kkkk kkkk kkkk kkkk

  14. O Edir é um grande Empresario, admiro a capacidade dele de usurpar sem ser notado, suas ovelhas lambem seus pés se ele assim solicitar. Vejam, nos comentários de “cesarr7” por exemplo, como as ovelhas o defendem, é uma lavagem cerebral sem tamanho, eles não percebem que estão sendo enganados, simplesmente aceitam seu destino, jogam fora a razão, não pensam por si, não adianta argumentar com uma pessoa desta, é como medicar um morto. Isso não vai acabar por agora, espere mais uns seculos e toda essa ignorância irá desaparecer, assim espero, mas por enquanto, vamos assistir de camarote as ovelhas sustentarem mais e mais estes pastores.

  15. Todas as igrejas fazem obras sociais, evangélicos e católicos, tirando as pessoas do vício, as obras sociais dos evangélicos, vem dos dízimos e ofertas dos fiéis, a católica são de doações de pessoas físicas, jurídicas e do governo, por exemplo a pastoral da criança. Todas se assemelham ao bolsa-família que o governo tira do contribuinte, de maneiras que são poucas as pessoas que fazem obras sociais com recursos próprio, normalmente as pessoas que fazem essas obras com recurso próprio ficam no anonimato.

    Quem faz doação é por fé, amor ou interesse, os líderes que recebem, seja dízimo ou doações não sei até que ponto são sinceros.

    • Isto que você falou pode ter respaldo no macedogelho mas não das palavras do Salvador que suas palavras do Criador dos céus e da terra, que tem as palavras que são para a vida eterna.

      Lucas 9:23-24 E dizia a todos: Se alguém quer vir após mim, negue-se a si mesmo, e tome cada dia a sua cruz, e siga-me. Porque, qualquer que quiser salvar a sua vida, perdê-la-á; mas qualquer que, por amor de mim, perder a sua vida, a salvará.

  16. Nossa, se a igreja não tem compromisso com o social, então porque arrecada tanto dinheiro…os helicópteros sempre saem lotados de malas de dinheiro.
    Será que ele manda para o céu…. deve ser…..

  17. Engraçado esta igreja pregar fortemente o enriquecimento das pessoas que se entregam à crença dela.
    O Deus que eu conheço não prioriza a riqueza e sim a paz e a caridade, no entanto na Universal o discurso maior é sobre dinheiro, crescer, prosperar….
    Conheço gente que segue fielmente, se entrega total, mas não sai da miséria, dá o dízimo mesmo fazendo falta em casa, como podem fazer uma lavagem cerebral deste tamanho, HIPÓCRITAS!!!!

  18. STARDUST TE DESAFIO EM PUBLICO PARA QUE PROVES O QUE É IGREJA E COMO ELA DEVE PERMANECER, AQUI POSTO O QUE ELA É PARA MIM, depois poste o que é igreja para ti, para que todos vejam tua vergonha anti-Cristo.
    O mundo religioso tem seu mais novo personagem: o evangélico não praticante. A informação aparece nos resultados das últimas pesquisas realizadas pelo Centro de Estatísticas Religiosas e Investigações Sociais (Ceris) e pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgadas pela reportagem O novo retrato da fé no brasil

    Os evangélicos não praticantes são definidos como “os fiéis que creem mas não pertencem a nenhuma denominação”, sendo cada vez maior o número de pessoas que “nascem em berço evangélico – e, como muitos católicos, não praticam sua fé”. Os dados revelam que “os evangélicos de origem que não mantém vínculos com a crença saltaram, em seis anos, de 0,7% para 2,9%. Em números absolutos, são mais de 4 milhões de pessoas nessa condição”.

    As pesquisas apenas confirmaram uma tendência há muito identificada, a saber, o crescente número de pessoas que buscam espiritualidade sem religião, e deseja a experiência da fé sem a necessidade de submissão às instituições religiosas. É o fenômeno da fé privatizada, em que cada um escolhe livremente o que crer, retirando ingredientes das prateleiras disponíveis no mercado religioso.

    O novo cenário faz surgir perguntas que exigem respostas urgentes: Para que serve a igreja? Qual a função da comunidade cristã na sociedade e na experiência pessoal de peregrinação espiritual?

    A experiência dos cristãos no primeiro século, no dia seguinte ao Pentecostes, narrada no livro dos Atos dos Apóstolos [2.42-47; 4.32-35], serve de referência para a relevância da vivência em comunidade.

    Para que serve a igreja? A igreja serve para manter viva a memória da pessoa e obra de nosso senhor Jesus Cristo: “Eles se dedicavam ao ensino dos apóstolos”. Em tempos chamados pós modernos, quando as crenças são desvalorizadas e as verdades se tornam subjetivas e particulares, é importante saber não apenas em quem se crê, e os cristãos compreendem a fé como confiar em uma pessoa, Jesus Cristo, mas também saber o que se crê, e por isso os cristãos chamam de fé também um conjunto de crenças e afirmações a respeito do Deus em quem crêem–confiam. O Evangelho é uma boa notícia, e os cristãos devem saber qual é essa notícia. A igreja é a comunidade que preserva a memória de Jesus, sua pessoa e obra.

    Para que serve a igreja? A igreja serve para manter viva a esperança que se fundamenta na abertura para o mistério divino: “Todos estavam cheios de temor, e muitas maravilhas e sinais eram feitos pelos apóstolos […] com grande poder os apóstolos continuavam a testemunhar da ressurreição do Senhor Jesus”.

    Em tempos de banalização do sagrado, as pessoas perdem a noção do que Rudolf Otto chama “mysterium tremendum”, isto é, já não têm na alma o temor que coloca o homem de joelhos diante da manifestação do divino e nem mesmo esperam que tal aconteça. A igreja é a comunidade que preserva a expectativa de que o céu se abra, de que o favor divino se derrame sobre a terra.

    Enquanto o mundo vai se tornando cada vez mais frio e fechado, condenado às estreitas possibilidades da racionalidade e dos limites do poder humano, a igreja fala do milagre como possibilidade real e os cristãos se dedicam às orações.

    Para que serve a igreja? A igreja serve para manter viva a oferta do amor de Deus em resposta à solidão humana: “Eles se dedicavam à comunhão, ao partir do pão […] Todos os que criam mantinham se unidos e tinham tudo em comum. Vendendo suas propriedades e bens, distribuíam a cada um conforme a sua necessidade […] Da multidão dos que creram, uma era a mente e um o coração. Ninguém considerava unicamente sua coisa alguma que possuísse, mas compartilhavam tudo o que tinham.

    Não havia pessoas necessitadas entre eles, pois os que possuíam terras ou casas as vendiam, traziam o dinheiro da venda e o colocavam aos pés dos apóstolos, que o distribuíam segundo a necessidade de cada um”. Em tempos de individualismo, egoísmo, segregação, e competição darwinista, a igreja é a comunidade da fraternidade, da partilha, da solidariedade e da generosidade. A igreja é a comunidade da aceitação, do perdão e da reconciliação. É na igreja que se concretiza a oração de Jesus a respeito de Deus e os homens: “que sejam um”.

    Para que serve a igreja? A igreja serve para manter vivos os sinais do reino de Deus na história: “grandiosa graça estava sobre todos eles”. Conforme Jung Mo Sung, “a igreja é o povo de Deus a serviço do testemunho da presença do Reino de Deus”, que se completa com a afirmação de Ariovaldo Ramos: “a igreja deve viver o que prega para poder pregar o que vive”. A igreja é a comunidade em que o anúncio da presença do Reino de Deus entre os homens é seguido do convite desafio: “Vem e vê”, pois o Evangelho de Jesus Cristo não é apenas uma mensagem em que se deve crer, mas principalmente um novo tempo em que se deve viver.

    Para que serve a igreja? A igreja serve para manter viva a esperança da ressurreição: “Com grande poder os apóstolos continuavam a testemunhar da ressurreição do Senhor Jesus”. Quando o lacre romano do túmulo de Jesus foi rompido no domingo da ressurreição, a vida afirmou sua vitória sobre os agentes promotores e mantenedores da morte, sobre os processos de morte, que serão enfrentados pela esperança de que um dia a própria morte, último inimigo, cairá de joelhos diante do Senhor da vida.

    A igreja é a comunidade dos que se rebelam contra a morte em todos os lugares e todas as dimensões, e contra ela lutam com todas as forças que recebem do doador da vida.

    A igreja é a comunidade dos que já não vivem com medo da morte (Hebreus 2.14), dos que anunciam e vivem dimensões da vida, e dos que profetizam a ressurreição até o dia quando, aos pés do Cristo de Deus, celebrarão a vitória daquele que no Apocalipse diz: “Não tenham medo. Eu tenho as chaves da morte e do inferno”, pois “Eu sou o Alfa e o Ômega, o primeiro e o último. Sou aquele que vive. Estive morto mas agora estou vivo para todo o sempre!”. Amém.

    • Somente um tll para aceitar estas blasfêmias ensinadas, todas contrárias aos ensinos do Salvador relatadas na escritura.
      O Salvador, ensinou a orar de forma humilde “… seja feita vossa vontade… assim na terra como no céu”… e blasfemar em dar ordens ao criador.
      Satanás ‘tentou’ o Salvador oferecendo os reinos da terra para que ele blasfemasse…. Realmente ele é o príncipe dos ares, deste mundo, por isso o Salvador foi crucificado, afirmando meu reino não é deste mundo.

      Muita gente, por Moedas de prata, traem o salvador, blasfemando tudo que ensinou e seguindo pilantras que saffads.. que ensinam estas blasfêmias.

  19. Como alguém pode nascer da água (palavra) se odeia suas palavras e aceitar as palavras de outro que vem em seu próprio nome?

    João 12:48 Quem me rejeitar a mim, e não receber as minhas palavras, já tem quem o julgue; a palavra que tenho pregado, essa o há de julgar no último dia.

    O compromisso do verdadeiro Salvador são com suas palavras:
    João 8:51 E verdade, em verdade vos digo que, se alguém guardar a minha palavra, nunca verá a morte.

  20. Fala pastor. Que sacrifício para justificar o injustificável!
    Me explica uma coisa. Se o dizimo foi dado ao povo de Israel e quem recebia era a tribo de levi que deveria cuidar do templo, quem tem autoridade para se fazer tribo de levi hoje e quem lhe deu esta autoridade de se auto em titular a tribo de levi e cobrador de dízimos de deus? Os seminários humanos que formam mestres? Ou qualquer um pode reivindicar para si esta posição basta abrir uma ‘igreja’? Ou tem que ser dada por um líder? Então quem é este líder que pode passar esta autoridade de ser cobrador de impostos de deus na terra? Lutero? Se foi Lutero quem deu a Lutero? A igreja católica? quem deu à igreja católica? o papa? Ou quem deu aos papas? Constantino?

  21. Se o Macedo, é realmente o que muitos dizem dele, tá é frito. Também pudera, um “bispo” que é a favor de um crime hediondo? (aborto), crime hediondo basicamente é aquele praticado sem a defesa para vítima, existe um indefeso maior do que um feto de zero a nove meses no ventre da mãe? Será que ele não sabe que a vida começa no momento da concepção? Não julgo, Mat. 7:1-2, mas a bíblia diz, “Deixai crescer ambos juntos até à ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro o joio, e atai-o em molhos para o queimar; mas, o trigo, ajuntai-o no meu celeiro” Mateus 13:30.
    Que o Senhor Deus em nome de Jesus nos perdoe a nós e ao Macedo.

  22. Acho que ele poderia ter construido um mega hospital com a logomarca da universal,te-lo equipado bem e entao ainda sobraria dinheiro para pagar funcionarios por algum tempo.Iria ter a “gloria”sim para a denominaçao. Deus deve ser cultuado primeiramente dentro de nos.E havera momentos que tudo isso sera derrubado, e entao nos o adoraremos em espirirto e em verdade.o o que dizer das naçoes e povos nao alcançados,? o governo tem responsabilidade social?sim ele tem,mas nos se tivermos amor as pessoas que Jesus ama teremos muito mais, pois devemos agir em amor.Mas nun ca e tarde pra se arrepender.

  23. Vendo a publicação de vcs… Acho que vcs sairam desse ambito espiritual para o carnal. Não interessa se ele fez megatemplos, ou não. Se ele gasta dinheiro ou não.O nosso unico objetivo hoje é ganhar almas para o nosso grande Deus… Então por favor…. parem com isso e vamos evangelizar.. No grande dia é isso que será cobrado((((Almas para Deus)))))

  24. Fala pastor. Que sacrifício para justificar o injustificável!
    Me explica uma coisa. Se o dizimo foi dado ao povo de Israel e quem recebia era a tribo de Levi. Quem tem autoridade para se fazer tribo de levi hoje e quem lhe deu esta autoridade de se auto em titular a tribo de levi e cobrador de dízimos de deus? Os seminários humanos que formam mestres? Ou qualquer um pode reivindicar para si esta posição basta abrir uma ‘igreja’? Ou tem que ser dada por um líder? Então quem é este líder que pode passar esta autoridade de ser cobrador de impostos de deus na terra? Lutero? Se foi Lutero quem deu a Lutero? A igreja católica? quem deu à igreja católica? o papa? Ou quem deu aos papas? Constantino?

  25. a ong da iurd ONG Fazenda Nova Canaã
    de não governamental NÃO tem nada kkkk

    ” A ISTOÉ afirma que a ONG Fazenda Nova Canaã tem o apoio da Superintendência do Ministério da Pesca na Bahia e da Secretaria Estadual de Agricultura “

  26. É engraçado mesmo, o sabichão funda uma igreja, anuncia a fidelidade dos dízimos, os fiéis pagam por fé, são abençoadas, agora, o que não sabemos é até que ponto vai a seriedade do sabichão, como nós não somos oniscientes, procuremos ter discernimentos, tem muitas igrejas sérias e homens de Deus a frente.

    • Quem é abençoado? Só se for os bispos! O mega-templo é equipado com vários apartamentos , para ele, afamilia e a para os seus bispos. No total há 50 apartamentos.
      Conheço gente que comprava todos os ‘amuletos’ vendidos pela igreja com grande sacrifício e morreram na miséria, sem ajuda nenhuma da igreja.

        • cesarr7, na verdade, você não tem culpa, eis apenas uma vitima dessa quadrilha que acertou quando descobriu que usar a fé como arma é uma boa fonte de renda. Os pobres foram esquecidos pela religião ha centenas de anos! Só lembram deles quando dizem q irão queimar no inferno pela eternidade se usarem preservativos ao fazer sexo. “Crescei e multiplicai-vos”, encham esse planeta de pobres e ignorantes que as igrejas agradecem! As igrejas vendem coisas que nào podem dar, como progresso imediato, salvação eterna e até vingança divina em troca de humilhação e dízimos, eliminando assim muitas iniciativas e virtudes do ser humano em prol de uma obediência cega a leis e dogmas totalmente sem sentido.

  27. “Por que jogar isso nas costas da Igreja?”
    De que me serve a mim a multidão de vossos sacrifícios, diz o Senhor? Já estou farto dos holocaustos de carneiros, e da gordura de animais cevados; nem me agrado de sangue de bezerros, nem de cordeiros, nem de bodes.
    Quando vindes para comparecer perante mim, quem requereu isto de vossas mãos, que viésseis a pisar os meus átrios?
    Não continueis a trazer ofertas vãs; o incenso é para mim abominação, e as luas novas, e os sábados, e a convocação das assembléias; não posso suportar iniqüidade, nem mesmo a reunião solene.
    As vossas luas novas, e as vossas solenidades, a minha alma as odeia; já me são pesadas; já estou cansado de as sofrer.
    Por isso, quando estendeis as vossas mãos, escondo de vós os meus olhos; e ainda que multipliqueis as vossas orações, não as ouvirei, porque as vossas mãos estão cheias de sangue.
    Lavai-vos, purificai-vos, tirai a maldade de vossos atos de diante dos meus olhos; cessai de fazer mal.
    Aprendei a fazer bem; procurai o que é justo; ajudai o oprimido; fazei justiça ao órfão; tratai da causa das viúvas.
    Vinde então, e argüi-me, diz o Senhor: ainda que os vossos pecados sejam como a escarlata, eles se tornarão brancos como a neve; ainda que sejam vermelhos como o carmesim, se tornarão como a branca lã.
    Se quiserdes, e obedecerdes, comereis o bem desta terra.
    Mas se recusardes, e fordes rebeldes, sereis devorados à espada; porque a boca do Senhor o disse.
    Isaías 1:11-20
    O templo de Salomão sem dúvida é uma grande obra perante os olhos humanos, mas aos olhos de Deus, maior obra seria pegar R$680 milhões e ajudar as viúvas, os orfãos, os desabrigados, etc.
    Aliás era isso que diferenciava a igreja de Cristo das demais religiões inclusive a judaica.
    E todos os que criam estavam juntos, e tinham tudo em comum.
    E vendiam suas propriedades e bens, e repartiam com todos, segundo cada um havia de mister.
    E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração,
    Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar.
    Atos 2:44-47

  28. Outro dia olhando a terra (dados científicos), em relação aos outros Planetas do nosso sistemar Solar, a nossa terrinha, comparada ao Júpiter é muito insignificante, a massa do Júpiter é 318 vezes ao da terra. Para se ter uma ideia, poucos anos atrás caiu alguns meteoros no Júpiter, o buraco deixado por estes, se fosse jogar toda terra dentro da cratera, ainda assim, não daria para encher.
    Vejam o que diz a palavra de Deus, “Eis que as nações são consideradas por ele como a gota de um balde, e como o pó miúdo das balanças; eis que ele levanta as ilhas como a uma coisa pequeníssima” Isaías 40:15
    O que é a Terra e sua população diante de Deus? Nada!!!
    Muitas das vezes questionamos os valores gastos em construções de igrejas, e principalmente esse Templo, agora construído pelo Macedo, gastando R$ 680 milhões, nos resta saber até onde vai a seriedade desse líder, a bíblia diz, ” Verdade é que também alguns pregam a Cristo por inveja e porfia, mas outros de boa vontade” Filipenses 1:15, como não somos onisciente, eis a nossa dúvida, se porfia ou de boa vontade.
    Verdade é: ainda que seja um porfiador ou de boa vontade, toda e qualquer igreja, faz um bem imensurável a comunidade, afastando muita gente dos vícios, convertendo-as a Deus, assim, tirando do pecado e conservando a unidade familiar. Em termos físicos, pode ser mais lucrativo e satisfatório do que mesmo um grande Hospital.
    Paz de Jesus…

  29. O Nível de raciocínio humano é muito limitado. Infelizmente o ser humano é manipulável, iludível, e pilantras encontram um caminho muito fácil de enganar pessoas desesperadas que estão a procura do criador e não sabem onde procurar, acabam caindo nas mãos de pilantras… Usam a bíblia, pegam vários textos desconectados, de uma outra época, dado a uma nação específica, e se outorgam o caixa de cobrança de deus aqui na terra.
    Qualquer um, pode abrir um CNPJ, e se auto intitular ‘os levitas atuais do novo testamento’ inventar estorias, e cobrar dízimos, ofertas, sacrifícios, etc, etc.

  30. OS DISCÍPULOS REPARTEM SEUS BENS.

    32 Da multidão dos que creram, uma era a mente e um o coração. Ninguém considerava unicamente sua coisa alguma que possuísse, mas compartilhavam tudo o que tinham. 33 Com grande poder os apóstolos continuavam a testemunhar da ressurreição do Senhor Jesus, e grandiosa graça estava sobre todos eles. 34 Não havia pessoas necessitadas entre eles, pois os que possuíam terras ou casas as vendiam, traziam o dinheiro da venda 35 e o colocavam aos pés dos apóstolos, que o distribuíam segundo a necessidade de cada um. PORQUE SERÁ QUE HOJE EM DIA AS ¨IGREJAS¨NÃO VIVEM ASSIM,SÓ PEDE MAIS NÃO REPARTE. PENSE NISSO! OBS; COLOCAVAM AOS PÉS DOS APÓSTOLOS E NÃO NO BOLSO.

  31. O Messias somente consumou o fim da lei após o sacrifício. Jesus foi o sumo sacerdote que consumou e finalizou os tabernáculos. Segundo a Lei somente a tribo de Levi os sacerdotes poderia receber o dizimo. O dizimo era apenas 1 dos mais de preceitos da Lei.
    Onde está hoje a tribo de LEVI para receber dízimos?

DEIXE UMA RESPOSTA