Evangélico pode participar do 1º de Abril? Gospel+ propõe discussão sobre as brincadeiras do dia da mentira

5

O dia 1º de Abril é conhecido internacionalmente como Dia da Mentira ou Dia dos Bobos. Contudo, uma polêmica assola os cristãos todos os anos: está certo comemorarmos estes dias, fazendo brincadeiras com todos?

Origem do Dia da Mentira

A origem provável está na França, após a adoção do calendário gregoriano em 1564. O ano novo era comemorado em 25 de março em festas que duravam uma semana, terminando no dia 1º de Abril. O novo calendário, entretanto, estabeleceu o ano novo no dia 1º de Janeiro – mudança essa que não foi aceita por muitos franceses, que continuavam com a festividade na data antiga. Pessoas então passaram a ridicularizá-los, enviando presentes estranhos e convites para festas falsas.

O Pecado da Mentira

Ao pesquisar na Bíblia (NVI) podemos encontrar a citação da palavra “mentira” ou seus sinônimos 114 vezes. Um dos mais famosos versículos que cita a mentira é João 8:44:

“Vocês pertencem ao pai de vocês, o diabo, e querem realizar o desejo dele. Ele foi homicida desde o princípio e não se apegou à verdade, pois não há verdade nele. Quando mente, fala a sua própria língua, pois é mentiroso e pai da mentira.”

Em todas as referências bíblicas, a mentira é algo que aquele que busca a Deus deve afastar-se.

O Dia da Mentira e o Cristão

Havendo então uma previsão bíblica que devemos nos abster da mentira, a brincadeira (por mais inocente que seja) do dia 1º de Abril é conveniente ao cristão?

Questionados através do Twitter oficial do Gospel+, diversos cristãos manifestaram suas opiniões acerca do assunto.

Alguns manifestaram-se afirmando que, sendo apenas uma brincadeira, não é algo proibido ao cristão. “Não dá pra ser ignorante e sair demonizando como alguns fazem, e dizem que mentir nem de brincadeira, poxa é uma brincadeira!!!, disse Bruno Ananias. “Axo q tem nada de mais… Essa mentira q a bíblia fala é a permanente, q se aproveita para enganação”, disse Lúcio Guaratto. “A brincadeira de hoje (mentir e depois contar a verdade) não é mentira, é apenas uma brincadeira. #xômentira”, disse ainda o representante do Blog Razoável.

Outros manifestaram-se radicalmente contra a mentira, mesmo que seja apenas uma brincadeira – posição essa que alcançou a maioria. Ju Scancari disse: “Não acho apenas uma brincadeira,concordo que o diabo é o pai da mentira,e nós como cristãos não devemos nos espelhar nele!!!”. Alberto Duarti afirmou: “Mentira é mentira, independente de pequena, grande ou de brincadeira… é mentira e vem do inimigo”. Rogerio Macedo, por sua vez, falou: “Não devemos fazer a vontade desse mundo, mas a de Deus, e Ele próprio disse que os mentirosos não entrarão em Seu Reino.”.

Entretanto, alguns dos usuários do microblog levantaram um questionamento interessante. Helder A. Silva disse “Um enigma: Jose (do Egito) mentiu ao dizer q a taça havia sido roubada pelo seu irmão, encenou tudo, e Deus se agradou no fim :)”; André Marques falou: “Sansão também mentia a respeito de onde vinha sua força”; e também Lúcio Guaratto, que lembrou “Toda mentira é reprovada? E a mentira de Raabe?”.

Então, qual a sua opinião? Manifeste-se nos comentários desta notícia se você acha certo o cristão participar da brincadeira do Dia da Mentira ou não.

Fonte: Gospel+

5 COMENTÁRIOS

  1. Quando Jesus veio Ele nos ensinou a verdade, Cristão que é cristão sabe que a mentira é algo que DEUS abomina. Vejam as consequências depois. Raabe, José tiveram direção do altíssimo , mas sansão, veja o que aconteceu com ele! Sansão morreu junto com seus inimigos.
    mentira tem suas consequências. e o inimigo quer usá-las em uma simples brincadeira.

  2. A comemoração ao dia da mentira é uma zombaria a um calendário que foi iguinorado por motivos pagãos, como por exemplo: O 1 de Abril que foi substituido pelo 1 de Janeiro, devido a festa de revellon, que nada mais é do que uma homenagem a um “deus”, chamado Janos, que os pagãos de Roma, prestavam horras a ele, com festas envolvendo bebidas e mesagens de prosperidade com muito dinheiro e outras coisas mais, que caracterizou a conhecida, virada do ano para o dia 1 de Janeiro como um culto de celebração dos pagãos em relação, sendo que este é que deveria ser o verdadeiro dia da mentira, mas que se popularizou ao longo dos tempos.

    • Você é o sabichão sobre o dia da mentira. Mas precisa aprender Português para não matar a língua-Pátria. “Iguinorado” revela ignorância. Escreve-se, num bom português, “Ignorado.” Escreve-se “Honra” e não “Horra”. E tem mais, muito mais.

  3. A FARSA:
    A comemoração ao dia da mentira é uma zombaria a uma data de um calendário que foi iguinorado por motivos pagãos, como por exemplo: O 1 de Abril que foi substituido pelo 1 de Janeiro, devido a festa de revellon, que nada mais é do que uma homenagem a um “deus”, chamado Janos, que os pagãos de Roma, prestavam horras a ele, com festas envolvendo bebidas e mesagens de prosperidade com muito dinheiro e outras coisas mais, que caracterizou a conhecida, virada do ano como um culto de celebração pagã, cuja data é que deveria ser o verdadeiro dia da mentira, mas que se popularizou com muita expectativa e aplausos ao longo dos tempos.

DEIXE UMA RESPOSTA