Filme “Little Gay Boy” apresenta Jesus Cristo como um homossexual filho de uma prostituta

67

O filme francês “Little Gay Boy: A Triptych” apresentado no Rio Festival Gay de Cinema 2015 faz referências a Jesus Cristo e à virgem Maria de forma deturpada.

No filme, o personagem Jean-Christophe, chamado de JC – uma alusão a Jesus Cristo -, é um homossexual filho de uma prostituta arrogante.

Durante o filme, o anjo que deu a notícia a Maria que ela seria mãe do filho de Deus é representado por outra mulher, com quem a prostituta se relaciona sexualmente.

“Ele se chamará veado, e será cuspido e humilhado, até morrer. Mas não se preocupe: três dias depois, ele vai ressuscitar”, diz o anjo à prostituta, contando que ela será mãe de JC, de acordo com informações do site Adoro Cinema.


Ao longo do filme, o rapaz cresce com desejos por outros homens e encontra seu pai, um empresário com quem passa a se relacionar de forma homossexual e incestuosa.

O roteiro do filme concentra três partes da narrativa bíblica sobre Jesus Cristo, e as deturpa, apresentando a imaculada concepção, a ceia com os discípulos e a crucificação como uma ofensa às tradições cristãs.

As iniciais do título do filme formam a sigla LGBT, e ao longo das cenas, a ideologia das militâncias homossexuais é transmitida de uma forma amplamente agressiva, como forma de incutir a ideia de que o sagrado é, na verdade, profano.

O crítico de cinema Bruno Carmelo afirmou que existem “muitos aspectos questionáveis nesta obra de excessos”, e resumiu o longa-metragem como uma amostra de extremos: “Este filme surpreendente deixa uma porção de imagens fortes na cabeça, uma impressão de estarmos assistindo a uma união de radicalismo político com radicalismo artístico”, escreveu.


67 COMENTÁRIOS

  1. Esperar o que do pai da mentira? Claro que se o diabo fizesse um filme seria assim. Para o mau, o bem é o vilao. Nao percam a paz com este filme irmaos. O público para este filme nao somos nos….

  2. Arte cinematográfica. Só isso. Tem também uma passagem que fala de um jovem que estava com Jesus e saiu correndo apenas com um lençol envolto no corpo nu quando os soldados chegaram para prender Jesus. Há especulações, inclusive em textos apócrifos, sobre esse jovem e o que ele fazia e que não é bom nem tocar no assunto.

    “E certo jovem o seguia, envolto a um lençol, sobre o corpo nu. E lançaram-lhe a mão, mas ele, largando o lençol fugiu nu.” (Mc 14:51:52)

    • Tem uma coisa horrível que falam também sobre Maria – e isso desde os dias de Jesus – ou seja, que ela teria tido um caso com um soldado romano chamado “Pantera” e da relação nasceu Jesus. Então José, já um senhor, apiedado da situação de Maria que era ainda uma menina, se casou com ela e inventou a história do sonho com o anjo.

        • Sandro,o malacraia é muito pior que este filme,pois,trata-se de um falso
          profeta e heresias,blasfêmeas e comercializar a fé já estão incluídos.Mas
          repare que ele é rejeitado por quase todos os evangélicos e pelos restantes
          dos brasileiros,não digo todo,pois existem os incautos,bem como os
          fanáticos que consideram-no ungido do SENHOR.No mundo tem de tudo,viu.

        • Perfeito comentário,Sandro.Eu também creio na santidade de JESUS e de
          maria,a primeira crente,mãe carnal e serva de JESUS.Modelo para as mulheres que se convertem a JESUS.Já Paulo de Tarso é modelo para
          os homens,em especial os pastores – que nem querem saber dele,pois
          estes pentecostais e os neopentecostaos querem os heróis da fé e da guerra
          do velho testamento.De santidade eles fogem,tudo é uma capa.são os loibos
          em pede de cordeiro de DEUS para enganar,se possível até os escolhidos
          de DEUS.Mas os evangélicos sérios tiveram pastore também sérios,de
          igrejas sérias e estes são a grande maioria,graças a DEUS.

  3. Se puder, vou assistir o filme. Jesus ri de filmes blasfemos, como esse e aquele que héteros fizeram, ou seja, “Jesus Cristo Superstar”. Cinema é arte, não é religião.

  4. Há muitos filmes feitos para chocar, mesmo. O pior que já assisti foi “Saló, 120 dias de Sodoma”. O filme é a coisa mais pavorosa que já vi na vida. Tem até escatologia.

    • O filme A ÚLTIMA TENTAÇÃO DE CRISTO é uma blasfêmea e todo herético,pois tem
      embasamento em evangelhos apócrifo rejeitados pela Igreja Católica.Este filme existe
      até hoje, eu mesmo nunca assistir e nem quero.Eu critico as pessoas,mas quando
      estas se corrompem pelo fanatismo e se transformam em fariseus e hereges.Sou
      um defernsou dos evangelhos de JESUS CRISTO como ele é em seus textos e em seus
      contextos,e não em textos e contextos de seitas heréticas,mas nos textos e contextos
      sociais quando se imita JESUS.

    • Você faz uma comparação absurda meu caro!
      .
      O Silas não é representante do evangelho, representa ele mesmo…o filme representa o movimento e é de uma ofensa inacreditável ao sagrado…

      A “fantasia” como você diz molda a realidade…somos formados basicamente por um conjunto de arquétipos que são introduzidos por tudo o que VEMOS e OUVIMOS, além, é claro de fatores ancestrais que a ciência tenta explicar…meu caro, qualquer que olhe um filme desses terá sua alma tão desfigurada que será difícil esquecer, tamanho o grau de desrespeito…eu não quero nem supor a possibilidade de assistir algo dessa baixeza.

      Claro que o Silas não é nenhum santo, mas perto desse filme ele se torna um anjo.

        • Quem está incomodando aqui rapaz? Ou não tens o tutano necessário para contrariar minhas ideias dentro da lógica e decência? Tu és um ser humano ou um animal sem racionalidade? Raciocine garoto, a sociedade precisa de bons elementos para não mais precisar tipos espúrios nas costas.

          • Ele esta certo, Cristão. Se não gostaram, não vejam, ou vão fazer o que os extremistas islâmicos fizeram com os chargistas da França?

      • O filme não representa movimento nenhum, sr. Cristão, a não ser dos atores em performance. Quando é que vocês vão parar com esses delírios de achar que os gays somos um movimento mundial que agimos como um gigantesco exército comandados por um líder mundial? Não avilte sua inteligência e não subestime a das demais pessoas: o filme é obra e responsabilidade de seus idealizadores, autores, financiadores e autores não tendo nada a ver com os gays organizados em luta por direitos civis igualitários. Além disso, o que Malafaia fez é muito pior, pois Mala vende uma promessa de que Deus dará casa a quem dar dinheiro a ele, ou seja, mente e enriquece usando o santo nome de Deus, quando o filme não passa de zoação de cinegrafistas. Pelo jeito ser cristão, para você, é ser sinônimo de alienado. Coisa ridícula!

        • Sandro,o malacraia é muito pior que este filme,pois,trata-se de um falso
          profeta e heresias,blasfêmeas e comercializar a fé já estão incluídos.Mas
          repare que ele é rejeitado por quase todos os evangélicos e pelos restantes
          dos brasileiros,não digo todo,pois existem os incautos,bem como os
          fanáticos que consideram-no ungido do SENHOR.No mundo tem de tudo,viu.

          • É verdade, janio. Entretanto, apesar de Malafaia ser rejeitado, seu ódio contra os gays encontra eco em mentes carcomidas pelo fanatismo e homofobia, lamentavelmente.

        • Não há razão para discutir isso com você, certamente há gays e gaysistas, esses últimos estão todos inseridos no movimento direta ou indiretamente…você ignora que hoje o domínio é no campo mental e comportamental, você nem eu precisamos estar abertamente aliados e qualquer estrategista ou engenheiro social sabe disso…busque informações nos programas da ONU e verá uma unidade muito maior do que você imagina, esse filme é SIM produto de um grupo do movimento e é deliberadamente ofensivo a 5.000 anos de história do judaismo/cristianismo…pensas tu que a sociedade moderna que nos últimos 10 ou 20 anos sofreu uma lavagem cerebral impressionante é maior que toda a tradição de milênios?…se estás duvidando do que digo, leia livros como maquiavel pedagogo, leia Antonio Gramsci e as táticas para destruir as 3 colunas da sociedade ocidental moderna: cristianismo, direito romano e filosofia grega, tu irá chorar com o que estão fazendo pelo mundo afora.

  5. Atacar os gays por causa de um filme em particular, é o mesmo que atacar os héteros por filmes que blasfemam de Jesus em contexto de heterossexualide. Além disso, o fato do filme fazer alusão a lgbt não quer dizer nada, da mesma forma que um pastor criminoso fazendo alusão a Jesus também não tem nenhum significado. Não generalizem!

    • Sempre existe uma “justificativa” seja por um lado ou por outro, para se aceitar a intolerância.

      Infelizmente as suas justificativas não convencem…

      • Youth Against Satan, observe que seu nome “Satan” é uma ofensa aos cristãos. Assim, o que é que você tá reclamando aqui, meu brother? Eu sei que a provocação sua com o seu “Satan” é lúdica, pois não creio que você seja um adorador de Satanás, mas um cristão abominaria seu gesto de escolher esse sobrenome. Então entenda uma coisa: um filme, um livro, uma escultura são ARTE e, porntanto, não têm que ser criticadas como radicais islâmicos e pentecostais fazem. Entenda isso, cara, e pare de mimimi. Daqui a pouco vai ter evangélico quebrando estátuas de deuses gregos, destruindo estudios de filmes pornos e imitandos o ISIS.

        • Sandro, eu imagino que você saiba a tradução, pois é um inglês básico.

          Mas para desencargo de consciência: “Youth Against Satan” = JUVENTUDE CONTRA SATANÁS.

          Quanto ao restante do seu comentário, até agora a única coisa que eu vi foram apenas críticas ao filme.

          Até onde eu saiba ninguém do elenco ou da produção foi morto por algum “ativista” cristão.

          Se ninguém nesse mundo está imune à críticas, por que vocês estariam?

          Como eu disse no inicio; suas justificativas não convencem…

          • A referência que fiz ao “satan” de seu pseudônimo é no sentido em que o mesmo é lido e interpretado por crentes medíocres intelectuais e que só veem a superfície, a aparência das coisas, nunca a essência ou fundamento das mesmas. E no tocante ao filme, insisto neste fato: trata-se de um FILME, uma expressão de arte, pelo qual respondem apenas seus autores e talvez atores, e não constitui iniciativa dos gays contra os cristãos. Não seja desonesto intelectual insistindo no contrário.

      • Dias, o maior desrespeito a Jesus não são tolices de cinegrafistas, mas o tomar o nome de Cristo para espalhar falsas doutrinas, ódios e discriminações. Em nenhuma de Suas falas Jesus referiu cinegrafistas blasfemos, mas disse muito a respeito de falsos crentes, de gente que faz o mal e odeia o próximo.

  6. o mesmo lixo de sempre. aberrações gays não produzem nada que preste porque são seres sem cerebro e que tem a mente voltada para o odio , doenças, promiscuidade , e todo tipo de mal. não lamento o que eles fazem porque são lixo e lixo as pessoas normais não se importam. apenas jogam fora ou ateiam fogo para serem destruidos.

    • “Aberrações gays” estão por trás de grandes invenções e realizações da humanidade, como por exemplo o pc que você usa para destilar o veneno de seu ódio, ser ignoto.

      • aberração gáy não inventou nada, com certeza copiou a ideia de alguém. já viu alguem que bebe esperma e dá o ku pensando que é mulher ter cerebro?

        • Você só está escrevendo essa comentário homofobico graças ao pai dos computadores Alan Turing, que desenvolveu o primeiro computador durante a segunda guerra mundial, fez com que a guerra durasse dois anos a menos e salvou milhoes de pessoas ao desenvolver um quebrar do codigo alemão. Sua ignorância não te faz melhor que ninguém, você não tem a metade da inteligência da maioria dos homossexuais, não é ninguém pra julgar o certo e o errado, mal sabe escrever. Além de gay, ele era ateu. Faça um favor pra humanidade e boicote os computadores.

  7. Não acredito que seja pior que Saló: 120 dias de Sodoma. É só mais um filme de gente ateu (a toa) que se acha mais inteligente que a maioria porque deturpa e blasfema a Cristo. Já o outro filme (Saló) foi baseado em fatos verídicos que aconteceram na Itália facista.

  8. essa Interpretação é a mais pura verdade se tratando de que os filhos de prostituição e adultério são os mais provável serem homossexuais mais comparar a Jesus é um grande pecado, pois todos sabemos que Jesus nasceu de um mulher virgem o que que considera ser verdade os filhos impuros são de origem de pecado e Cristo foi o único a nascer de uma virgem.

DEIXE UMA RESPOSTA