Antes de morrer, Nara Almeida expressou paz e levou milhões a refletirem sobre fé nas redes sociais Antes de morrer, Nara Almeida expressou paz e levou milhões a refletirem sobre fé nas redes sociais

A morte da modelo e digital influencer Nara Almeida, após perder uma batalha contra um tipo raro de câncer no estômago, tem levado grande parte de seus seguidores a refletirem a respeito da fé que a acompanhou em seus últimos momentos de vida. As últimas publicações de Nara Almeida no Instagram, sua rede social de maior abrangência, evidenciaram que a jovem de 24 anos havia se deparado com a paz que excede a todo entendimento. No dia 04 de maio, quando fez sua última publicação, escreveu: “Que nenhum medo seja maior que minha fé na vida e em Deus”. Na

Universidade no RJ proíbe encontros de alunos cristãos, que se reúnem na clandestinidade Universidade no RJ proíbe encontros de alunos cristãos, que se reúnem na clandestinidade

A Universidade Federal Fluminense UFF) tomou uma medida parcial para pôr fim ao clima de hostilidade que vinha ocorrendo de forma recorrente no campus da instituição e, na prática, proibiu os encontros de alunos cristãos que eram realizados pelo Movimento Cristão Universitário (MCU). Oficialmente, a UFF não proibiu os encontros, mas uma medida dos institutos de Psicologia, História e Filosofia e Ciências Sociais, que baniram os encontros em seus espaços, que inviabilizou as reuniões dos alunos cristãos. Todo o imbróglio começou quando alunos simpatizantes de movimentos de esquerda passaram a hostilizar os cristãos. Em grande parte, a animosidade se deve

Na companhia de Kleber Lucas, padre Fábio de Melo se desculpa com babalaô por piada sobre “macumba” Na companhia de Kleber Lucas, padre Fábio de Melo se desculpa com babalaô por piada sobre “macumba”

Uma declaração do padre Fábio de Melo sobre o cristão não temer a “macumba” rendeu enorme polêmica, e o sacerdote católico pediu perdão a um dos principais representantes das religiões afro-brasileiras, o babalaô Ivanir dos Santos. O encontro, realizado no último domingo, 20 de maio, foi intermediado pelo cantor gospel e pastor Kleber Lucas, figura que tem sido um nome constante nas questões envolvendo as religiões afro no Rio de Janeiro. Em toda a grande mídia, o sermão do padre foi tratado como um sarcasmo em relação às religiões afro. “Se você achar, se você de fato acredita que uma

notícias em seu site/blog