Evangélicos protestam contra muçulmanos e dizem que Corão é “guia de estupros e assassinatos” Evangélicos protestam contra muçulmanos e dizem que Corão é “guia de estupros e assassinatos”

Um grupo de evangélicos realizou um protesto no Rio de Janeiro contra o islamismo e os ensinamentos do Corão, classificando o livro sagrado dos muçulmanos como “guia de estupros e assassinatos”. O grupo, liderando pelo polêmico pastor Tupirani da Hora Lores, é membro da Igreja Pentecostal Geração Jesus Cristo, e atraiu atenção da grande mídia, que classificou o ato como “preconceituoso”. O jornal O Globo, por exemplo, contrapôs o protesto dos evangélicos ao linchamento do refugiado sírio Mohamed Ali, agredido enquanto vendia esfirras. Os manifestantes pentecostais portavam cartazes com frases que descreviam os seguidores do islamismo como “assassinos, sequestradores e

“O futuro a Deus pertence”, diz João Doria sobre possibilidade de se candidatar a presidente “O futuro a Deus pertence”, diz João Doria sobre possibilidade de se candidatar a presidente

João Doria (PSDB) já recebeu manifestações de intenção de apoio de diversas lideranças evangélicas diante da possibilidade de disputar a presidência da República em 2018. Mas, o prefeito de São Paulo afirmou em entrevista recente que “o futuro a Deus pertence”. O empresário que venceu as eleições em 2016 para a prefeitura paulistana no primeiro turno foi introduzido na política pelo governador do estado, Geraldo Alckmin (PSDB), que também ambiciona disputar uma nova eleição para presidente. Em 2006, ele foi ao segundo turno, mas terminou derrotado por Lula (PT). Criticado porque tem feito viagens para diversas cidades importantes do Brasil

Malafaia nega que tenha decidido quem apoiará nas eleições 2018 e repudia boatos: “Coisa de bandido” Malafaia nega que tenha decidido quem apoiará nas eleições 2018 e repudia boatos: “Coisa de bandido”

As eleições de 2018 serão marcadas pelo grande número de candidatos à presidência, de diversos partidos. Os aspirantes já fazem negociações nos bastidores e, outros, começam a disputar o apoio público de lideranças evangélicas. Nesse contexto, o pastor Silas Malafaia veio a público para negar que tenha decidido quem apoiará. A postura de Malafaia foi uma forma de desmentir um texto que circula nas redes sociais, usando seu nome para apoiar ideias de extrema direta. O líder da Assembleia de Deus Vitória em Cristo (ADVEC) frisou que ninguém é, ainda, oficialmente candidato a presidente. “Já começou a onda de boataria

Autoridades demonstram preocupação e dizem que igrejas têm sido usadas para fins eleitorais Autoridades demonstram preocupação e dizem que igrejas têm sido usadas para fins eleitorais

O Brasil atravessa uma crise política sem precedentes e as eleições 2018 serão uma oportunidade para que a população escolha candidatos que não estejam envolvidos com corrupção. No entanto, a Procuradoria-Geral Eleitoral teme que candidatos ligados a igrejas tenham vantagens, pois considera que as denominações têm sido usadas para fins eleitorais. O vice-procurador-geral eleitoral, Nicolao Dino, disse que a PGE tem “extrema preocupação” com a disputa das eleições no próximo ano. “Em linhas regrais é um fenômeno que tem se revelado muito frequente”, afirmou, fazendo referência às denúncias por abuso de poder religioso. Informações publicadas pelo portal Uol apontam que

notícias em seu site/blog