Pastor faz reflexão sobre ministério e desafios, e explica porquê pastores cometem suicídio Pastor faz reflexão sobre ministério e desafios, e explica porquê pastores cometem suicídio

A recente morte de dois pastores evangélicos pentecostais por suicídio chocou o meio cristão brasileiro, levantando inúmeros debates a respeito do tema e questões que cercam tais áreas. A respeito disso, o pastor Wesley Carvalho produziu um artigo falando sobre o que significa o sacerdócio por trás das cortinas. A vida de um pastor, afirma Carvalho, é cercada de situações comuns a qualquer ser humano, com as alegrias e angústias que cercam a todas as famílias. Porém, destaca o autor, há sempre a expectativa que a conduta de um pastor seja inabalável e impecável, que os fiéis não tomem conhecimento

Patrícia Lélis acusa deputado do Psol por agressão física e intimidação e registra B. O. Patrícia Lélis acusa deputado do Psol por agressão física e intimidação e registra B. O.

Patrícia Lélis volta ao noticiário político nacional com mais uma acusação de violência contra um parlamentar. Após afirmar que o pastor Marco Feliciano (PSC-SP) a havia estuprado, agora a jornalista diz que o deputado Glauber Braga (PSOL-RJ) a teria agredido fisicamente e ameaçado com a divulgação de fotos e vídeos íntimos. Usando as redes sociais, Patrícia Lélis publicou imagens de um boletim de ocorrência (B.O.) reigstrado por ela na Delegacia Especial de Atendimento à Mulher de Brasília (DF) contra o deputado do PSOL, partido que abriga um dos principais adversários políticos de Feliciano, Jean Wyllys (RJ). Nas publicações de Patrícia

Suicídio de pastor assembleiano choca fiéis e reacende debate sobre o tema entre evangélicos Suicídio de pastor assembleiano choca fiéis e reacende debate sobre o tema entre evangélicos

O suicídio é uma questão complexa, que envolve inúmeros fatores e, teologicamente, não há consenso entre os grandes estudiosos da Bíblia Sagrada. Tudo isso à parte, a notícia do suicídio de um pastor assembleiano na última terça-feira, 12 de dezembro, reacendeu o debate sobre os casos de depressão entre os sacerdotes evangélicos. O pastor Júlio César Silva, ex-presidente da Assembleia de Deus Ministério de Madureira na cidade de Araruama, região dos lagos no estado do Rio de Janeiro, cometeu suicídio em sua casa, em um condomínio de alto padrão onde vivia. Ele era casado e tinha duas filhas. De acordocom

“Não entendo o desejo do Senhor”, desabafa Elaine Martins após morte de seu bebê recém-nascido “Não entendo o desejo do Senhor”, desabafa Elaine Martins após morte de seu bebê recém-nascido

A morte do filho recém-nascido da cantora Elaine Martins ainda causa muitas perguntas, mas ela usou as redes sociais para enfatizar que o outro bebê, Joabe, está bem e que confia na soberania de Deus a respeito da situação. Nas redes sociais, muitos fãs levantaram questões a respeito da responsabilidade pela morte de João, um dos gêmeos que a cantora deu à luz no dia 28 de novembro. Para Elaine Martins, no entanto, nada disso importa. “De quem será a culpa? Da Obstetra? Das Pediatras que assistiram o parto? Será que a culpa é dos profissionais de plantão da UTI

Após abandonar carnaval, Angela Bismarchi se dedica a estudar teologia: “Vou pregar o Evangelho” Após abandonar carnaval, Angela Bismarchi se dedica a estudar teologia: “Vou pregar o Evangelho”

A ex-modelo e dançarina Angela Bismarchi revelou que tem se dedicado ao estudo da teologia ao lado de seu marido, Wagner de Moraes, e que não descarta seguir o caminho do ministério pastoral. Convertida ao Evangelho, ela abandonou o carnaval e foi batizada nas águas. O empenho em aprender mais sobre a Bíblia Sagrada tem levado a antiga musa do Carnaval carioca a estudar de forma intensa: “Estou fazendo com o meu marido o curso de teologia pela Escola Bíblica do Brasil. Terminamos ano que vem, mas isso não é nada em relação ao estudo individual que nos fazemos em

“Se eu fosse presidente, reconheceria Jerusalém como capital de Israel”, afirma Jair Bolsonaro “Se eu fosse presidente, reconheceria Jerusalém como capital de Israel”, afirma Jair Bolsonaro

O reconhecimento de Jerusalém como capital de Israel da parte do Brasil não vai acontecer durante o governo do presidente Michel Temer (PMDB), uma vez que o Ministério das Relações Exteriores não expressou apoio à iniciativa do norte-americano Donald Trump. No entanto, a partir de 2019 esse cenário poderá mudar se o deputado Jair Bolsonaro (PSC-RJ) vencer as eleições presidenciais. Em uma entrevista à jornalista Fernanda Salles, do portal Terça Livre, o deputado afirmou que sua postura seria semelhante à de Trump se fosse ele o mandatário no Palácio do Planalto. “Se eu fosse presidente, eu também reconheceria Jerusalém como

notícias em seu site/blog