Pressão da bancada evangélica põe fim a medida de privilégio à “cultura LGBT” Pressão da bancada evangélica põe fim a medida de privilégio à “cultura LGBT”

A militância LGBT sofreu uma derrota em sua tentativa de monopolizar os recursos destinados à Política Cultural de Ações Afirmativas da Secretaria de Cultura do Distrito Federal, após uma intervenção – através de ofício – dos parlamentares da bancada evangélica na Câmara Legislativa. Uma portaria anterior destinava os recursos desse novo programa exclusivamente para ações voltadas a gays, lésbicas, bissexuais e transexuais, excluindo heterossexuais das programações. Os parlamentares pressionaram, e a Secretaria de Cultura publicou uma nova diretriz, abrangendo todos os grupos sociais. A anulação da portaria 227, de acordo com informações do jornal Correio Braziliense, foi feita após a

Revista internacional prevê crescimento ainda maior dos evangélicos e Bolsonaro bem-sucedido Revista internacional prevê crescimento ainda maior dos evangélicos e Bolsonaro bem-sucedido

As propostas de reforma política no Brasil são vistas por observadores internacionais como facilitadoras para o crescimento da representação evangélica no Poder Legislativo e o aumento da influência desse setor da sociedade nas decisões, assim como a ascensão de políticos conservadores, como Jair Bolsonaro (PSC-RJ). A revista britânica The Economist produziu uma reportagem sobre os possíveis impactos que a reforma política brasileira terá na sociedade. A matéria destaca que a Operação Lava-Jato trouxe à tona a corrupção causada pelo financiamento empresarial de campanha e isso resultou na proibição das doações de Pessoa Jurídica na legislação atual. Dessa forma, a revista

Abílio Santana diz que Jean Wyllys é usado pelo diabo em vídeo resposta ao deputado Abílio Santana diz que Jean Wyllys é usado pelo diabo em vídeo resposta ao deputado

O pastor Abílio Santana, que está sendo processado pelo deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), gravou um vídeo para enviar um recado ao parlamentar e afirmou que não recuará em suas posição de denunciá-lo como defensor da pedofilia e sugeriu que o ex-BBB está sendo usado pelo diabo. Wyllys, que costuma criticar a isenção fiscal das instituições religiosas, incluindo igrejas, foi confrontado por Santana no vídeo. O pastor assembleiano afirma que “nós evangélicos, somos pagadores de impostos sim!”, pois a isenção se refere à instituição, o que não altera o fato de que, enquanto cidadão, todo fiel paga seus impostos. Mais

Crivella anuncia que não destinará verbas para Parada Gay no Rio e irrita militância LGBT Crivella anuncia que não destinará verbas para Parada Gay no Rio e irrita militância LGBT

O prefeito Marcelo Crivella (PRB) despertou a fúria dos movimentos LGBT do Rio de Janeiro ao anunciar que a prefeitura não destinará verbas para a organização da Parada Gay na cidade por causa da crise econômica. A decisão gerou acusações de que Crivella – que é bispo licenciado da Igreja Universal do Reino de Deus – tem “preconceito contra cidadãos LGBTs”, de acordo com informações da Rádio Nacional. “O Executivo do Rio de Janeiro tem sido criticado pela decisão de não patrocinar as paradas do orgulho LGBT e com a falta de dinheiro a festa em Copacabana não tem data

Bolsonaro diz que “a cruz é pesada demais”, mas recebeu “missão de Deus contra o pessoal do mal”; Assista Bolsonaro diz que “a cruz é pesada demais”, mas recebeu “missão de Deus contra o pessoal do mal”; Assista

O deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ), presidenciável segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto, afirmou que o apoio que recebe dos brasileiros conservadores em sua tentativa de chegar ao Palácio do Planalto é uma “missão de Deus”. O discurso, que durou mais de uma hora, foi feito na cidade de Deerfield Beach, na Flórida (EUA), para uma plateia de aproximadamente 300 brasileiros. Antes do evento, uma fila de interessados se formou do lado de fora da churrascaria que sediou a palestra do “mito”, como o chamam seus seguidores. “O que acontece é conosco é uma missão de Deus. A

“Quero que me respeitem como se eu fosse o demônio”, diz Lula durante comício “Quero que me respeitem como se eu fosse o demônio”, diz Lula durante comício

O ex-presidente Lula (PT), condenado a 9 anos e seis meses de prisão, vem percorrendo o Brasil em uma espécie de campanha aberta à eleição presidencial de 2018, e afirmou durante um discurso em Brasília que deve ser respeitado como se fosse o próprio satanás. “Eu não tenho cara de demônio, mas quero que me respeitem como se eu fosse”, afirmou o ex-presidente, fazendo referência ao fato de que, nos anos 1980, o prédio da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) fechava as portas quando haviam manifestações petistas na região. “Eles sabem que, comigo, a economia brasileira não vai

notícias em seu site/blog