Obra leva arqueólogos a encontrarem fábrica das jarras usadas para Jesus transformar água em vinho Obra leva arqueólogos a encontrarem fábrica das jarras usadas para Jesus transformar água em vinho

Arqueólogos que trabalham na Galileia descobriram uma antiga fábrica de objetos de pedra com mais de dois mil anos e, dada a localização, os especialistas acreditam que trata-se do local onde foram fabricadas as jarras usadas no casamento em que Jesus transformou água em vinho. “Uma caverna de pedra feita por mãos humanas foi descoberta recentemente entre Nazaré e a vila de Caná”, afirmou Amanda Borschel-Dan para o portal The Times of Israel. “O que é surpreendente nesta escavação é a descoberta de uma oficina de grés (um material feito a partir de argila de grão fino, plástica, sedimentária e

Rabinos treinam para acessar o Santo dos Santos pela primeira vez em 2 mil anos Rabinos treinam para acessar o Santo dos Santos pela primeira vez em 2 mil anos

Os sacerdotes judeus descendentes da linhagem de Arão estão se preparando para subir ao Monte do Templo, em Jerusalém, e entrar no Santo dos Santos, como parte de uma retomada de tradições religiosas e também ações extraordinárias em situações de terrorismo. Recentemente, um terrorista palestino assassinou policiais israelenses no Monte do Templo, e diante dessa situação, o Conselho Rabínico ZAKA optou por treinar, de acordo com a liturgia judaica, os sacerdotes para subir ao local sagrado em caso de necessidade de remoção de corpos. De acordo com informações do Breaking Israel News, o especialista Yaakov Hayman acredita que a tragédia

Arqueólogos revelam ter encontrado local onde Jesus alimentou multidão com pães e peixes Arqueólogos revelam ter encontrado local onde Jesus alimentou multidão com pães e peixes

O local onde Jesus realizou a multiplicação de pães e peixes pode ter sido encontrado por um grupo de arqueólogos israelenses, nos arredores do Mar da Galileia. Os pesquisadores encontraram restos do povoado de Betsaida (Julias), onde viviam os discípulos Pedro, André e Felipe e mesmo local onde Jesus alimentou a multidão, segundo noticiado pela agência de notícias EFE. “Encontramos o que parece ser a cidade dos três apóstolos, onde Jesus multiplicou os pães e os peixes”, afirmou o arqueólogo Mordejai Aviam, do Kinneret College, em Israel, na última segunda-feira, 07 de agosto. Ele trabalha no projeto há três anos.

Arqueológos descobrem restos mortais que comprovam relato bíblico sobre os cananeus Arqueológos descobrem restos mortais que comprovam relato bíblico sobre os cananeus

Um trabalho de pesquisa arqueológica descobriu evidências que comprovam os relatos bíblicos sobre os povos cananeus através do sequenciamento do DNA dos restos mortais de cinco indivíduos sepultados na cidade portuária de Sidon, hoje território libanês. A descoberta permitiu aos pesquisadores desvendar a ascendência dos povos libaneses modernos, já que os restos mortais demonstraram ter 90% de compatibilidade genética, segundo um artigo publicado pela American Journal of Human Genetics. Informações publicadas pelo site da National Geographic apontam que os pesquisadores estimaram a morte dos cinco indivíduos há 3.700 anos. A equipe de estudos teve financiamento do The Wellcome Trust, e

Líder religioso muçulmano pede a Alá o extermínio da “imundície”, referindo-se aos judeus Líder religioso muçulmano pede a Alá o extermínio da “imundície”, referindo-se aos judeus

Um líder religioso islâmico pregou o extermínio de todos os judeus durante um sermão em uma mesquita na Califórnia (EUA), e a repercussão de sua fala vem causando perplexidade ao redor do mundo. Durante uma prece, o imã Ammar Shahin pede que Alá revele o dia do fim de todos os judeus do planeta: “Oh, Alá, nos mostre o dia negro em que tu irá lhes impor, e as maravilhas de sua capacidade. Oh, Alá, conte-os um por um e aniquile até o último . Não poupe nenhum deles”, afirmou. De acordo com informações do portal Jerusalem Post, a reunião

Aiatolá iraniano defensor da destruição de Israel cancela visita ao Brasil após protestos Aiatolá iraniano defensor da destruição de Israel cancela visita ao Brasil após protestos

O polêmico líder muçulmano que viria ao Brasil fazer uma palestra sobre a presença do terrorismo no islamiso decidiu cancelar sua viagem ao país. O anúncio de sua presença havia gerado diversas manifestações de repúdio. O cancelamento da visita do aiatolá Mohsen Araki a São Paulo no próximo dia 29 de julho, sábado, aconteceu na esteira dos protestos, já que a Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (FIERJ) e a secretária de Direitos Humanos do Rio de Janeiro, Teresa Bergher, se manifestaram em protesto. Bergher, inclusive, chegou a enviar ofício aos ministérios da Justiça e das Relações Exteriores

notícias em seu site/blog