Trump cumpre promessa e anuncia saída dos EUA da Unesco por negar ligação de judeus com Jerusalém Trump cumpre promessa e anuncia saída dos EUA da Unesco por negar ligação de judeus com Jerusalém

Os Estados Unidos anunciaram na última quinta-feira, 12 de outubro, que deixarão a Organização das Nações Unidas para a Ciência e a Cultura (UNESCO), citando considerações financeiras, a necessidade de reforma, e o “constante viés anti-Israel” da organização. Essa é uma resposta do presidente Donald Trump à islamização da entidade. A porta-voz do Departamento de Estado, Heather Nauert, disse que a decisão “não foi tomada de forma leve e reflete as preocupações dos EUA com o aumento das dívidas na UNESCO, a necessidade de reformas fundamentais dentro da organização e o viés anti-Israel” que impera na entidade. Nos últimos meses,

Ministra israelense diz que é preciso dar um “basta” ao politicamente correto e pede que se siga a Bíblia Ministra israelense diz que é preciso dar um “basta” ao politicamente correto e pede que se siga a Bíblia

A ministra israelense de Igualdade Social, Gila Gamliel, recebeu em nome de seu governo uma manifestação de apoio de deputados de 15 países que se opõem às tentativas da Organização das Nações Unidas (ONU) em deslegitimar a presença dos judeus em seu próprio território, e afirmou que é tempo de ser “biblicamente correto”. Gila Gamliel agradeceu a manifestação dos parlamentares dizendo que é importante lutar contra organizações que tentam reescrever a história a partir do pensamento pós-moderno: “Eu digo que já basta de sermos politicamente corretos, vamos ser biblicamente corretos Vocês estão do lado certo nesta história”. A ministra

Obra leva arqueólogos a encontrarem fábrica das jarras usadas para Jesus transformar água em vinho Obra leva arqueólogos a encontrarem fábrica das jarras usadas para Jesus transformar água em vinho

Arqueólogos que trabalham na Galileia descobriram uma antiga fábrica de objetos de pedra com mais de dois mil anos e, dada a localização, os especialistas acreditam que trata-se do local onde foram fabricadas as jarras usadas no casamento em que Jesus transformou água em vinho. “Uma caverna de pedra feita por mãos humanas foi descoberta recentemente entre Nazaré e a vila de Caná”, afirmou Amanda Borschel-Dan para o portal The Times of Israel. “O que é surpreendente nesta escavação é a descoberta de uma oficina de grés (um material feito a partir de argila de grão fino, plástica, sedimentária e

Rabinos treinam para acessar o Santo dos Santos pela primeira vez em 2 mil anos Rabinos treinam para acessar o Santo dos Santos pela primeira vez em 2 mil anos

Os sacerdotes judeus descendentes da linhagem de Arão estão se preparando para subir ao Monte do Templo, em Jerusalém, e entrar no Santo dos Santos, como parte de uma retomada de tradições religiosas e também ações extraordinárias em situações de terrorismo. Recentemente, um terrorista palestino assassinou policiais israelenses no Monte do Templo, e diante dessa situação, o Conselho Rabínico ZAKA optou por treinar, de acordo com a liturgia judaica, os sacerdotes para subir ao local sagrado em caso de necessidade de remoção de corpos. De acordo com informações do Breaking Israel News, o especialista Yaakov Hayman acredita que a tragédia

Arqueólogos revelam ter encontrado local onde Jesus alimentou multidão com pães e peixes Arqueólogos revelam ter encontrado local onde Jesus alimentou multidão com pães e peixes

O local onde Jesus realizou a multiplicação de pães e peixes pode ter sido encontrado por um grupo de arqueólogos israelenses, nos arredores do Mar da Galileia. Os pesquisadores encontraram restos do povoado de Betsaida (Julias), onde viviam os discípulos Pedro, André e Felipe e mesmo local onde Jesus alimentou a multidão, segundo noticiado pela agência de notícias EFE. “Encontramos o que parece ser a cidade dos três apóstolos, onde Jesus multiplicou os pães e os peixes”, afirmou o arqueólogo Mordejai Aviam, do Kinneret College, em Israel, na última segunda-feira, 07 de agosto. Ele trabalha no projeto há três anos.

Arqueológos descobrem restos mortais que comprovam relato bíblico sobre os cananeus Arqueológos descobrem restos mortais que comprovam relato bíblico sobre os cananeus

Um trabalho de pesquisa arqueológica descobriu evidências que comprovam os relatos bíblicos sobre os povos cananeus através do sequenciamento do DNA dos restos mortais de cinco indivíduos sepultados na cidade portuária de Sidon, hoje território libanês. A descoberta permitiu aos pesquisadores desvendar a ascendência dos povos libaneses modernos, já que os restos mortais demonstraram ter 90% de compatibilidade genética, segundo um artigo publicado pela American Journal of Human Genetics. Informações publicadas pelo site da National Geographic apontam que os pesquisadores estimaram a morte dos cinco indivíduos há 3.700 anos. A equipe de estudos teve financiamento do The Wellcome Trust, e

notícias em seu site/blog