Ministério Público vai investigar se “Gladiadores do Altar”, da Universal, praticam intolerância religiosa

29

Os “Gladiadores do Altar” da Igreja Universal do Reino de Deus serão alvo de um protesto de adeptos de religiões afro-brasileiras de seis estados brasileiros.

O grupo de jovens com uniforme e postura militar da denominação fundada pelo bispo Edir Macedo vem sendo alvo de inúmeras críticas, e sofrendo acusações de ser uma organização paramilitar com o objetivo de perseguir adeptos da umbanda, candomblé, entre outras.

O deputado Jean Wyllys (PSOL-RJ), chegou a dizer que teme que os “Gladiadores do Altar” se armem e ajam como o Estado Islâmico em perseguição às minorias religiosas.

Segundo o jornal O Dia, representantes de religiões afro-brasileiras farão ato de protesto e se reunirão com o Ministério Público Federal (MPF) para pedir que a Igreja Universal seja investigada.


“Sabemos do histórico de perseguições e violência contra centros espíritas e integrantes de religiões afro-brasileiras, praticadas por membros da Igreja Universal em todo o país. Líderes da umbanda e do candomblé estão preocupados com o que pode vir a ser esse novo grupo”, afirmou o advogado Luiz Fernando Martins da Silva, responsável por elaborar a petição feita ao MPF.

Baseados na Lei de Segurança Nacional (LSN), que proíbe a formação de grupos paramilitares e a propagação de conceitos discriminatórios de raça, de violência entre as classes sociais e de perseguição religiosa, os representantes das religiões afro querem que o MPF esclareça os propósitos do grupo, que é doutrinado a partir de um discurso repleto de termos dúbios, como “tomada de território”, por exemplo.

Há queixas, inclusive, pelo uso do hino “Os Guerreiros se Preparam”, número 212 da Harpa Cristã, durante as apresentações dos “Gladiadores do Altar” nas reuniões da Igreja Universal. Versos como “Os guerreiros se preparam para a grande luta; É Jesus, o Capitão, que avante os levará; A milícia dos remidos, marcha impoluta; Certa que vitória alcançará”, ganharam ares literais para os adeptos de religiões afro.

Porém, no meio evangélico, sabe-se que tanto os termos, quanto os versos do hino composto no século passado, fazem parte de uma linguagem ilustrativa e alusiva ao mundo espiritual.

O pastor João Soares da Fonseca, da Primeira Igreja Batista do Rio de Janeiro, comentou o fato e afirmou que não se pode julgar antes de saber os propósitos dos “Gladiadores”, e ressaltou que é comum da Igreja Universal usar artifícios que tragam publicidade para suas ações. “A Universal gosta muito de marketing arrojado, sensacionalista. Talvez seja mais um lance espetacular de publicidade. Acho que, por enquanto, o medo não é justificado”, opinou.

Nesse cenário, o MPF da Bahia já avisou que irá apurar se há indícios de intolerância religiosa por parte dos “Gladiadores do Altar”: “Nossa obrigação constitucional é proteger os pilares da integridade religiosa. A representação será protocolizada, distribuída, vai receber um número e um procurador da República será designado para atuar no caso” disse o procurador-chefe Pablo Barreto, de acordo com informações do Correio do Povo.

29 COMENTÁRIOS

  1. Pergunto será que o evangelho de cisto preciso necessariamente de uma aberração desta gladiadores., será que uma representação de exército e o fundamento., não seria melhor promover a paz entre os povos e seguir o caminho do diálogo., não e o que vemos entre membros desta seita há pouco estes fanaticos entraram em uma igreja e quebraram tudo., aliás já fizeram isto em várias outras ocasiões., precisamos entender que várias outras seitas começaram nesta linha de organização e hoje temos o bokoharan., estado Islãmico.. Entre outros., é preciso que as leis fiquem de olho nesta seita …

  2. É bom mesmo o mpf investigar esse negócio de gladiadores do altar da iurd, pois a organização de edir macedo é conhecida por perseguir católicos (episódio do chute na santa), praticantes de religiões afro (diversos videos no youtube mostram isso) e até mesmo denominações concorrentes (pentecostais e mundial).

    Esses gladiadores do altar, na época de eleições serão cabos eleitorais… já vi aspirantes a obreiros fazerem esse serviço lá, distribuindo santinhos de candidatos da iurd.

    Esse grupo pode começar a perseguir até os cristãos… a iurd odeia os cristãos pq eles falam a verdade e causam prejuizo a organização.

    • você é um que se auto declarou CRISTÃO.

      MAS NÃO TEM PALAVRA, Por isso nada tem de cristão.

      NEM ENCONTRO COM DEUS VOCÊ TEM..
      Graças a DEUS, que nada de cristão você tem.

      POIS ASSIM NÃO CAUSA VERGONHA PARA O REINO DE DEUS.

      • Cesra, era só o que faltava, disse:
        “POIS ASSIM NÃO CAUSA VERGONHA PARA O REINO DE DEUS”
        Nunca vi tamanha burrice, quem é o idiota para achar que alguém possa causar vergonha a Deus?
        Deus é supremo e santo…, jamais tem ou terá ressentimentos pela natureza humana. Até parece vc, não saber que: Deus é Criador e o homem criatura.

  3. Gladiadores eram guerreiros escravos treinados na Roma Antiga. O nome se origina de uma das armas que eles usavam (Gládio). Eles lutavam e se matavam para entreter o público, e não por alguma causa nobre. O que isso tem de cristão?

    • Perfeito, Eduardo Nobre! Em outra matéria, porém sobre o mesmo tema, fiz algumas observações semelhantes a essas que você publica. Acrescentei o caráter pacifista de Cristo e sua oposição a tudo quanto tenha relação ou lembre militarismo.

  4. O motivo para tantos se incomodarem com esse grupo de jovens criado pela IURD, é sem dúvida, o seu nome – Gladiadores do Altar. Gladiador no dicionário:
    gla·di·a·dor |ô|
    substantivo masculino

    1. Homem que, na arena dos anfiteatros, combatia contra outros homens ou contra feras.

    2. [Por extensão] Lutador.
    adjetivo

    3. Em que se peleja com espada.

    Não poderiam achar outro nome que não lembrasse guerra, peleja, luta? Um nome que mencionasse o de Cristo! Já que gostam do militarismo, porque não preferem ser chamados de soldados de Jesus? Tem até um hino que lembra esse nome.
    Soldado Infantil
    Cantor Cristão

    Sou um soldado de Jesus Cristo,
    Na luta insisto e tenho valor;
    Eu sou pequeno, mas a meu lado
    Vai meu amado Rei, meu Senhor.

    Hostes ferozes dos inimigos,
    Eu as persigo e posso vencer;
    Luto por Cristo, o Rei poderoso,
    Nele acharei a força e poder.

    Para o combate vou preparado,
    E meu escudo carrego já;
    Sua Palavra serve de espada.
    Foi-me doada por Deus, Jeová.

    Marcho ditoso com estas armas,
    Pois a vitória eu alcançarei;
    E são e salvo, cheio de vida,
    Na santa causa me gastarei.

    Todos marchemos para a peleja,
    Tendo em combate trombeta e luz;
    Firmes, avante, pois que a vitória
    É para a glória do Rei Jesus.

      • São fantasias da IURD.
        Essa ação é só perda de tempo, basta enviar um oficio pedindo esclarecimentos em vez de ocupar o MP.
        Há ameaças maiores que isso aí.

        • henrjk, com o terrorismo religioso correndo solto pelo mundo, é dever das autoridades investigarem qualquer movimento que misture religião com miliatarismo, até para demonstrar que nã aceitarem isso no Brasil.

          • Para mim é preciosismo de ambas as partes.
            Eu não morro de amores pela IURD ou outras do gênero, mas prefiro aguardar e ver qual a finalidade desse movimento.
            Para mim é mais figurativo como as outras formas que eles fazem sempre .

          • Henrjk, de qualquer forma, nós pagamos, com nossos impostos, os salários dos servidores públicos da nação. Então que trabalhem nesse caso também. Ora, se da investigação restar comprovada a inocência do movimento glaidadores, melhor para a Universal e melhor para todos.

  5. E por que não investigar? Tem que investigar, sim. Se não houver problema, tudo bem; se ouver, vamos às soluções. O que não pode é, nestes dias de fanatismos religiosos que só matam e destroem, deixar de investigar organizaçõs que misturem religião e militarismo.

    A propósito, não deixem de assistir a esse vídeo do Reverendo Caio Fábio sobre a IURD:



    Assine o Canal
  6. Matéria publicada no site pragmatismo político alerta para a formação de uma milícia evangélica. Observe o que escreveu, a respeito, o cartunista Tiago Teixeira, em relação ao qual esta havendo tentativa de censura sobre o mesmo:

    “O desenho foi feito no intuito de alertar a população, especialmente as religiões de matriz africana, da ilegalidade e do perigo que é a criação de uma milícia evangélica”, disse Teixeira em entrevista à Fórum.

    “Me senti intimidado com o comunicado deles. Não apenas temi pela minha liberdade de pensamento, como pela minha integridade física, já que agora eles possuem um ‘exército’”, declarou ainda o cartunista.

    http: / /w ww. pragmatismo politico. com. br /2015/03/ igreja- universal- tenta- censurar-cartunista- por- charge- do- gladiadores- do- altar. h tml

  7. Sandro não é bem por aí.
    Não significa que ao pagarmos impostos e que funcionários públicos devam trabalhar de qualquer forma.
    Ao desviar a atenção para determinadas fanfarronices que terminariam em nada, muitas coisas sérias dignas de investigação seriam prejudicadas por menos atenção.
    As igrejas sérias também poderiam ser alvos desse movimento, mas nem por isso haveria motivos para se pedir uma investigação ocupando servidores que poderiam estar trabalhando em casos que realmente mereçam ser investigados.
    Basta apenas o órgão competente pedir explicações e pronto.

  8. NÃO MISTUREM RELIGIÃO COM GUERRA E POLÍTICA. NÃO TRANSFORMEM NOSSO PAÍS EM UM ORIENTE MÉDIO. RELIGIÃO É ALGO PARA A PAZ, PERDÃO E A COMPAIXÃO, E NÃO PARA A GUERRA.

DEIXE UMA RESPOSTA