Brasil

Igrejas evangélicas organizam eventos de evangelização durante o carnaval de 2013

Comments (9)
  1. PHEDRO disse:

    Meu Deus,um cego querendo guiar o outro rs

  2. Igor disse:

    Me desculpe, mais eu acho que carnaval não é coisa de Deus, acho hipócrita os cristãos fazer carnaval evangélico.

  3. Igor disse:

    Essas igrejas que falam mal do carnaval são hipócritas.

    1. PAI DAS SAFADEZAS disse:

      quem é voce quero saber se não é meu filho?

  4. Igor disse:

    Olha a roubalheira ai genteeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee

  5. Felipe disse:

    Legal, acho legal a dinãmica que usam para levar as pessoas a “adorarem a Deus“ – para trazer os capoeiristas se vestem de capoeirista, para trazer os funkeiros criam “funk evangélico“, e agora para os carnavalescos criaram um “bloco evangélico, muito interessante – e para os homossexuais e as prostitutas, quem será o varão que vai colocar uma sainha e uma bolsinha? e as varoas, qual de voces ira por uma mini-saia e roda a bolsinha na esquina? precisa se parecer com o mundo para poder evangelhisar ele? Tem um versículo que diz: não vos conformeis com este mundo. Pense – reflita – não preciamos ser igual ao mundo, ao contrário, devemos ser diferente.

  6. antonio carlos disse:

    ESSE NEGOCIO DE EVANGELIZAR NO CARNAVAL E EXTRATEGIA DE CRENTE CARNAL E QUEM VIVE NA CARNE NÃO É DE DEUS.OS QUE SAÕ DE DEUS OS ESPIRITUAIS NO MINIMO FAZ UM RETIRO. CUIDADO COM ESSAS IGREJAS DE PORTA LARGA.

  7. O Carnaval é uma festa com todos os requintes de obscenidades, devassidão, adultérios, prostituição, leviandade, alcoolismo, drogas, violência e coisas afins. As igrejas que desejarem evangelizar no carnaval, devem pensar nas estratégias mais racionais, éticas e objetivas possíveis, mas, jamais criar um “bloco carnavalesco composto de crentes”. Isso é ridículo, estúpido, antibíblico e uma demonstração de limitação e falta de comunhão com Deus. Por que? Observe: Se uma pessoa está em Cristo, nova criatura é, as coisas velhas (carnaval, etc) já passaram, eis que tudo se fez novo. Porventura, é sabedoria plagiarmos festas carnavalescas para atrair os pecadores? Os pecadores devem ser atraídos por algo diferente do que eles fazem. Se esse raciocínio de imitá-los para ganhá-los estiver correto, então deveremos atuar do mesmo modo em todas as esferas, imaginem quantas atitudes semelhantes teremos que tomar? Essa estratégia não tem apoio na sabedoria Divina, na bíblia e nem no bom senso cristão. Observe: II Co 6.14 Não vos ponhais em jugo desigual com os infiéis; porque que sociedade tem a justiça com a injustiça e que comunhão tem a luz com as trevas.

  8. Tadeu de Araújo disse:

    Distintos irmãos, graça e paz!
    Com todo o respeito que temos à iniciativa dessas “denominações” que tentam evangelizar durante o carnaval com blocos carnavalescos de “evangélicos”, no entanto, discordamos em absoluto.
    Esses “líderes” e esses “fiéis”, que se ultilizam desse mecanismo para tentar resgatar almas para o Reino de Deus, a nosso ver, precisam ser resgatados mais uma vez.
    Ora, que tipo de sal e luz está sendo esse pessoal, à luz de Mateus 5.13-16?
    Além do mais, onde está a diferença, conforme Malaquias 3.18?
    Parece-nos que os bem- intencionados meninos estão fazendo eisegese e não exegese do texto de 1 Coríntios 9.22.
    Assim pensamos, tendo em vista à necessidade que eles têm de sair em blocos para evangelizar.
    Do nosso ponto de vista, esses “pastores” que comandam os “passistas gospel”, se encontram enquadrados 1 Coríntios 13.11; 14.20; Hebreus 5.12.
    Oremos por essa criançada que precisa amadurecer, tanto na graça quanto no conhecimento, conforme 2 Pedro.3.18.
    Em Cristo,
    Tadeu de Araújo

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *