Jonathan Nemer se posiciona contra ideologia de gênero: “Sociedade está se curvando a uma minoria”

50

A ideologia de gênero, em suas diversas formas, vem influenciando a sociedade de maneira sutil e abrangente, e uma situação cotidiana impulsionou o humorista Jonathan Nemer a publicar um vídeo se posicionando de forma veemente contra essa linha de pensamento.

Ao preencher uma ficha de renovação de passaporte na página da Polícia Federal na internet, Nemer notou que as expressões “Pai” e “Mãe”, no campo de filiação, foram substituídas por “Genitor 1” e “Genitor 2”, o que o incomodou bastante.

“Eu estava preenchendo a ficha de inscrição da Polícia Federal e, logo na primeira página, eu me surpreendi com o campo ‘pai’ e campo ‘mãe’. Desta vez havia o campo ‘genitor 1’ e ao final do campo, as opções ‘masculino’ e ‘feminino’, e no ‘genitor 2’, a mesma coisa. Eu preenchi lá, mas comecei a pensar que já que existe este leque de possibilidades, dá para colocar dois ‘genitores’ masculinos. Mas se são dois homens, obviamente não serão dois genitores, porque homem com homem não procria, não reproduz, não gera vida”, pontuou.

A partir desse ponto de obviedade, Nemer destacou que não se trata de não reconhecer que existem casos de pessoas criadas por casais homossexuais, mas sim, de super dimensionar uma questão de forma que reduza os direitos da maioria.


“Eu não estou aqui falando contra os homossexuais. Eu estou querendo dizer que, aos poucos, a sociedade está se curvando a uma minoria, talvez inferior a 1%. Eu tenho amigos homossexuais, já questionei com eles sobre isso e eles acharam um absurdo ter que tirar da Certidão de Nascimento os termos ‘pai’ e ‘mãe’, porque eles sabem que têm um pai e uma mãe. Eu acredito que a sociedade não pode ficar refém disso”, frisou.

Assista ao depoimento de Jonathan Nemer neste link.


50 COMENTÁRIOS

  1. Nemer tb deveria usar essa logica para si proprio.
    nao pode se autodeclarar humorista.
    nao existe graca alguma em suas piadas e esquetes.
    a unica coisa que faz eh proselitismo religioso.

  2. Falou alguma coisa que presta desta vez!
    Realmente é muito estranho essa obsessão desta minoria querendo está acima da maioria,por um acaso eles não vieram de um pai e uma mãe?Mesmo que tenham sido abandonados,não se tem outra forma de procriação!
    Homem com homem não procriam,nem mulher com mulher!

    • imagine o lixo desta sociedade, aquilo que deu errado, mandando no certo, o torto dizendo para o reto que esta errado, a mentira contestando a verdade, o avesso dizendo para o correto que o certo é o errado, putz é o fim da picada, concordo que como cidadão tenham direitos iguais a serviços como todos saúde educação e segurança, mas nunca acima dos cidadãos comuns.

        • Acho que o registro de nascimento tem que ser opcional quem quer pai e mãe ou quem quer responsável 1 ou 2, etc…. como hoje em dia o a mulher não precisa herdar o nome do marido no casamento, é opcional.
          Ex: mãe com 53 anos e filha com 25, adotam uma criança de 1 ano, e não sabem do pai. colocaria na identidade responsável 1 e responsável 2, já imaginou o constragimento da criança depois de adulto ter na carteira pai desconhecido ??

          • Antonio Henrique disse: 29 de setembro de 2015 ás 10:26 am
            Paulo Agnostico,chamou-me atenção a sua expressão:Ex: mãe com 53 anos e filha com 25, adotam uma criança de 1 ano, e não sabem do pai. colocaria na identidade responsável 1 e responsável 2, já imaginou o constrangimento da criança depois de adulto ter na carteira pai desconhecido ?? .Mas esta mesma criança depois,de adulto perguntar quem é o pai ou a mãe dele,terá como resposta isto é coisa do passado é um lenda antiga,vou lhe contar a sua história,nos fomos ao banheiro de repente deparamos com você no cantinho da lixeira,ao lado do vaso pegamos você e cuidamos com muitíssimo amor e carinho cercado de todos os mimos,por isso você é nosso filhos,ou ao invés do banheiro,pode troca o local,no jardim,que em um certo dia passeando pelo jardim,vimos algo como se fosse o montinho,ao verificar,o que estava brotando ali era você,e nos pegamos cuidamos como já disse anteriormente,você você é igual o cachorrinho,o gatinho,nos chamamos eles de filhos,não precisa saber quem gerou basta saber quem os criou,tanto que aquela questão de DNA,dos que o conceberam,acabou,o DNA,é de quem criou,pode o fazendeiro,se mandar fazer exame de sangue em seus animais,bois,vacas,cavalos,jumentos,porcos,galinhas e demais animais o DNA é o mesmo,quando ele,vende o doa a alguém,automaticamente o DNA ,muda passando a ser o daquele outro que esta cuidando,então esta é a sua história,tanto se Jesus Cristo viesse hoje,seria filho de José, e não filho de DEUS por obra do Espirito Santo,porque foi José quem cuidou dele,desde pequenino,lavou suas fraldas,deu comida,banho,e cuidou até a fase adulta,em definitivo para você pai e mãe é quem cria e não quem fez. Agora eu digo ou vontade fora do comum,que satanás tem de desfazer as obras de DEUS,mas soprando nos ouvidos,dos incautos,fazem eles acreditar,que só porque falaram,que não existe pai ou mãe,é verdade,isto chama-se desconhecimento da verdade. Isto e de envergonhar até os burros de quatro patas,que vivem conforme a criação. Deveriam se envergonhar de suas atitudes,mas se tivessem vergonha não seriam o que são. UMA PERGUNTA AOS QUE CONCORDAM COM ELES,SERÁ QUE A HISTÓRIA DE VOCÊS É ESTA? E PENSE NISTO.

          • Antônio
            ANTONIO não sei se vc sabe, solteiros podem adotar, senhores, senhoras, jovens…. então teríamos que colocar o nome de pai e mãe ausentes?? e os direitos da lei?? quem adota é o pai ou mãe da criança. no caso da pessoa que adota e é solteira como esta senhora que falei que é minha vizinha, só ficou com o nome dela, o jovem hoje se sente constrangido, por não ter o nome do pai

  3. O que acontece aqui são dois erros graves que geraram um exagero por parte da comunidade LGBT.

    O primeiro erro é a cisma de determinados grupos radicais fundamentalistas em usar os termos pai e mãe para DISCRIMINAR pessoas por suas orientações sexuais. Olha ia o que vcs estão arrumando…Tá chegando no extremo de se lutar pela remoção desses termos para que assim, vocês enfim CALEM SUAS BOCAS PODRES E IMUNDAS DE PRECONCEITOS. Toda vez que vc pensar em usar pai e mãe para promover qualquer ato de intolerância, pense que ele pode um dia ser removido para garantir o respeito ao próximo. Portanto, NÃO FAÇA, Seja GENTE.

    E o segundo erro é que tanto se critica a ideologia de gênero, que pode ou não ter certos exageros. Mas CADÊ AS IDEIAS ALTERNATIVAS? Continuo sem ver os que reclamam da ideologia, propor algo que ajude na garantia do respeito e da tolerância em nossa sociedade. Já houve várias ideias do chamado ativismo com as quais eu nunca concordei. Porém, sempre que vou me colocar contra essas ideias, faço questão de apresentar ideias diferentes e mais sensatas que poderiam ajudar na conquista dos direitos, do respeito e da tolerância.

    NUNCA VI UM EVANGÉLICO SEQUER APRESENTAR PROPOSTA ALGUMA NESSE SENTIDO. E olha que quando vcs xiaram pela retirada do tal Kit Gay, foi PROMETIDO da parte de vcs, ajudar a acabar com a HOMOFOBIA NAS ESCOLAS. O que vcs elaborada nesse sentido desde então? Sabe o que fica parecendo? Que vcs querem que haja discriminações e segregações.

    Esse pápinho de que tem amigo gay não cola mais. Faça alguma coisa para que ele possa ser um CIDADÃO na sociedade.

    Se o evangelismo não quer fazer isso…Vou deixar bem claro agora…NÃO MERECE NENHUM RESPEITO.

    Não respeito segregacionista.
    Façam um grande favor a humanidade e sigam o exemplo de seu grande lider, Adolf Hitler. SE MATEM.

    • Será que para eu respeitar o meu semelhante é necessário que nos identifiquemos como homem ou mulher? Acaso estão propondo a robotização da espécie humana?
      Esse pessoal não tem mais o que inventar! Quer saber, vão para Marte difundir suas ideias, pelo menos de sede não morrerão, lá tem água!

        • Acho que o registro de nascimento tem que ser opcional quem quer pai e mãe ou
          quem quer responsável 1 ou 2, etc…. como hoje em dia o a mulher não precisa herdar o nome do marido no casamento, é opcional.
          Ex: mãe com 53 anos e filha com 25, adotam uma criança de 1 ano, e não sabem do pai. colocaria na identidade responsável 1 e responsável 2, já imaginou o constragimento da criança depois de adulto ter na carteira pai desconhecido ??

          • Paulo Agnostico,chamou-me atenção a sua expressão:Ex: mãe com 53 anos e filha com 25, adotam uma criança de 1 ano, e não sabem do pai. colocaria na identidade responsável 1 e responsável 2, já imaginou o constragimento da criança depois de adulto ter na carteira pai desconhecido ?? .Mas esta mesma criança depois,de adulto pergutar,p

          • Paulo Agnostico,chamou-me atenção a sua expressão:Ex: mãe com 53 anos e filha com 25, adotam uma criança de 1 ano, e não sabem do pai. colocaria na identidade responsável 1 e responsável 2, já imaginou o constrangimento da criança depois de adulto ter na carteira pai desconhecido ?? .Mas esta mesma criança depois,de adulto perguntar quem é o pai ou a mãe dele,terá como resposta isto é coisa do passado é um lenda antiga,vou lhe contar a sua história,nos fomos ao banheiro de repente deparamos com você no cantinho da lixeira,ao lado do vaso pegamos você e cuidamos com muitíssimo amor e carinho cercado de todos os mimos,por isso você é nosso filhos,ou ao invés do banheiro,pode troca o local,no jardim,que em um certo dia passeando pelo jardim,vimos algo como se fosse o montinho,ao verificar,o que estava brotando ali era você,e nos pegamos cuidamos como já disse anteriormente,você você é igual o cachorrinho,o gatinho,nos chamamos eles de filhos,não precisa saber quem gerou basta saber quem os criou,tanto que aquela questão de DNA,dos que o conceberam,acabou,o DNA,é de quem criou,pode o fazendeiro,se mandar fazer exame de sangue em seus animais,bois,vacas,cavalos,jumentos,porcos,galinhas e demais animais o DNA é o mesmo,quando ele,vende o doa a alguém,automaticamente o DNA ,muda passando a ser o daquele outro que esta cuidando,então esta é a sua história,tanto se Jesus Cristo viesse hoje,seria filho de José, e não filho de DEUS por obra do Espirito Santo,porque foi José quem cuidou dele,desde pequenino,lavou suas fraldas,deu comida,banho,e cuidou até a fase adulta,em definitivo para você pai e mãe é quem cria e não quem fez. Agora eu digo ou vontade fora do comum,que satanás tem de desfazer as obras de DEUS,mas soprando nos ouvidos,dos incautos,fazem eles acreditar,que só porque falaram,que não existe pai ou mãe,é verdade,isto chama-se desconhecimento da verdade. Isto e de envergonhar até os burros de quatro patas,que vivem conforme a criação. Deveriam se envergonhar de suas atitudes,mas se tivessem vergonha não seriam o que são. UMA PERGUNTA AOS QUE CONCORDAM COM ELES,SERÁ QUE A HISTÓRIA DE VOCÊS É ESTA? E PENSE NISTO.

          • ANTONIO não sei se vc sabe, solteiros podem adotar, senhores, senhoras, jovens…. então teríamos que colocar o nome de pai e mãe ausentes?? e os direitos da lei?? quem adota é o pai ou mãe da criança. no caso da pessoa que adota e é solteira como esta senhora que falei que é minha vizinha, só ficou com o nome dela, o jovem hoje se sente constrangido, por não ter o nome do pai

      • Quem está robotizando a espécie humana é o pentecostalismo. Que não aceita a diversidade, querendo se manter em uma visão fechada e antiquada de mundo.

        Acho que poderíamos discutir formas de fomulários e fichas que englobasse TUDO, para que assim ninguém ficasse excluido e sujeito a ser vitima de discriminações. Deixe eu ver….

        E se em vez de genitor, colocassem tutor ou tutores?

        Um tutor pode ser o pai e a mãe biologico ou qualquer outra pessoa que cuide da criança e que seja entendido como sendo a sua familia.

      • SANDRO ROQUE JANIO STARBUST DA SILVA

        “Parabéns pelo comentário, Slash! Você é inteligente, sensato, ponderado, sensível, justo, uma pessoa que enriquece enormemente os debates aqui no Gospelmais.”

        Eu nem me espanto mais com suas palavras.
        A argumentação furada, a defesa do indefensável…
        Só é inteligente você e simpatizantes…
        Eu sou muito mais inteligente e não preciso dar o CU, que nem é órgão sexual.
        Vá visitar a Coreia do Norte, onde des-governa o ditadorzinho Kim Jong Pum, que também é gay e logo vai obrigar todo homem a se relacionar com homem.
        Ele não gosta de igrejas e lá a Bíblia é proibida.
        Não há a internet para falar “mal” dos gays.
        A censura lá é total, só divulgam o que Pum aprova.
        Pode ser a mentira mais mentirosa, mas divulgam como verdade.
        Se o país fosse cristão, Pum faria sua própria versão, a Bíblia Gay.
        Vive falando M-E-R-D-A-S e todo mundo tem de dizer: “OOOOOHHHH, que sabedoria, que líder, é um deus!!”.
        E ai de quem discordar, vai parar num campo de concentração igualzinho aos que os nazistas mantinham.
        É num lugar assim que os ativistas gayzistas gostariam de colocar qualquer um que seja contra o homo sexualismo.
        Todos os filmes, músicas e livros, enfim tudo é sobre ele, assim como aqui os ativistas gayzistas bem gostariam de que tudo tivesse o tema gay.
        O primeiro filme produzido seria O Belo Adormecido.
        Você elogiando esse Slash me lembrou os pobres coreanos louvando o ditadorzinho Kim Jong Pum, elogios vazios a quem não merece.
        Ficou idêntico, é só trocar a Coreia pelo Brasil e trocar Kim Jong Pum por qualquer ativista / gayzista / extremista.
        Você vai gostar tanto de lá que vai pedir a cidadania norte-coreana.
        E o ditadorzinho Kim Jong Pum vai ter só elogios a você, assim como você só tem elogios a qualquer pessoa que fala bem do homo sexualismo.
        E poderá mudar o nome para Kim Jong Sandro-Roque-Janio…
        Vocês parecem morcegos, vivem nas trevas e acham “maravilhoso”.
        PRINCESA MARIANA 3 X 0 SANDRO MAURO STARDUST JANIO DA SILVA

        ass. a princesa

          • Aliás, é impressionante como de sua lavra pode sair tanta parvoice.

            Gostaria, entretanto, de reafirmar algo que já lhe disse antes:

            Os termos “gayzista”, “gayzismo”, são na realidade neologismos criminosos utilizados por mentes tacanhas, beligerantes, raivosas, discriminadoras e que tentam, inutilmente, fazer parecer que os gays, que sofremos e fomos mortos por Hitler, somos nazistas, quando se dá exatamente o contrário, pois nazista é quem quer nos colocar de volta no gueto, nos isolar da sociedade, negar nossos direitos, quando não nos torturar e assassinar. Seja sincera e tenha discernimento para ver quem aqui manifesta pensamento nazista.

            Posso até imaginar sua fisionomia e seu corpo enquanto escreve: face vermelha, olhos arregalados, lábios tremendo de ódio, a boca babando de tanta raiva, a respiração ofegante, entre uma digitada e outro cerra os punhos com vontade de dar socos no teclado. Para você, Mariana, a desqualificação do oponente, os xingamentos, a ira, são o que há de mais lindo, importante, estratégico em um debate.

      • Criatura Abominável,algum tempo atrás era assim que você falava dele, agora com esta tamanha falsidade hipócrita,dissimulado,é tão falso que não sabe nem mesmo as mentiras que contou e a quem, tudo isto para ver se consegui um apoio,tem que ficar bajulando paparicando,os outros que é para ver se apanha menos,gostaria de lhe mandar tomar vergonha,mas em você não faz efeito.

          • Criatura Abominável,frutos de lábios impuros,é hipocrisia,que só faz jus,aos hípocritás,que com suas falsas palavras que querendo mostra-se simples e humildes e solidários, usam de bajulações,para serem confundidos como piedosos,e que tem amor ao próximo,arrange outra

  4. Para quem não entendeu a ideologia de gênero (quase todos os que comentam neste site):

    Para esta ideologia não existe o homem e a mulher como seres inatos mais como construtos sociais. Isto é, o que chamamos de “homem” e “mulher” são coisas artificiais: não se nasce homem ou mulher. Assim sendo, “homem” e “mulher” são apenas dois gêneros BINÁRIOS entre infinitos gêneros possíveis.

    Um dos principais objetivos dos que propagam esta ideologia é, precisamente, destruir estas duas identidades binárias: o homem e a mulher.

    E para atingir este objetivo, por mais surreal que seja, pretendem desconstruir todas as instituições binárias que – acreditam os ideólogos – mantém esta estrutura.

    Exemplificando:
    Desconstruir a noção de “pai” e “mãe”.
    Desconstruir a noção de “marido” e “esposa”.

    Por isso a mudança no passaporte elencada na matéria desta página; por isso o Estatuto da Diversidade Sexual determina a retirada das expressões “pai” e “mãe” de TODOS os documentos de identificação; por isso em algumas escolas dia das mães foi substituido pelo dia do “cuidador”; por isso nos Estados Unidos esquerdistas querem retirar das leis menção as palavras “esposo” e “esposa”.

    Outro detalhe: aqui falam muito em movimento gay, mas esta ideologia é, principalmente, do movimento feminista.

  5. Contra os argumentos daqueles que analisam o tema, não da perspectiva dos fatos observados e comprovados pela ciência, mas do ponto de vista de seus preconceitos, aqui vai uma boa referência para início de estudos sobre a questão de gênero:



    Assine o Canal
  6. Por que uma ideologia?

    Segundo estudiosos, o conceito de ‘gênero’ está sendo sugerido em muitos lugares como uma verdade científica, mas esconde uma teoria político-social, cujas raízes estão na filosofia marxista de luta de classes, na qual, segundo o filófo alemão Frederick Engels, na sua obra “A Origem da Família, da Propriedade e do Estado”, escrita em 1884, “O primeiro antagonismo de classes da história coincide com o desenvolvimento do antagonismo entre o homem e a mulher unidos em matrimônio monogâmico; e a primeira opressão de uma classe por outra, com a do sexo feminino
    pelo masculino”.

    Na gênese da ideologia de gênero, está o movimento feminista radical dos anos 60 e 70, que, apoiado na filosofia marxista citada acima e nas ideias da filósofa francesa Simone de Beauvoir – a qual disse: “ninguém nasce mulher, mas sim torna-se mulher” -, chegou até as conferências da ONU (Organização das Nações Unidas) sobre a mulher no Cairo (1994) e em Pequim (1995).

    Um documento da Conferência Episcopal Peruana (leia o documento) – talvez o mais completo realizado sobre este tema
    em termos eclesiais – revela que por trás desta ideologia está uma estrutura de desconstrução social.“Está claro, portanto, que a meta dos promotores da ‘perspectiva do gênero’, fortemente presente em Pequim, é o de atingir uma sociedade sem classes de sexo. Para isso, propõem desconstruir a linguagem, as relações familiares, a reprodução, a sexualidade, a educação, a religião, a cultura, entre outras coisas”, cita o documento.

    Primeiro alvo: a família

    O documento da Conferência Episcopal Peruana também
    chamou a atenção para algumas ideias de intelectuais feministas de grande prestígio em universidades americanas e inglesas. Uma delas, Alison Jagger, autora de vários livros sobre a perspectiva de gênero, vai dizer:

    “A destruição da família biológica que Freud jamais vislumbrou permitirá a emergência de mulheres e homens novos. (…) a própria ‘instituição das relações sexuais’, em que o homem e a mulher desempenham um papel bem definido, desaparecerá.”

    Para o médico Dr. Christian Schnake, já é possível ver os
    resultados desastrosos desta ideia de desconstrução da família. “Nós vemos, hoje, os jovens confusos no que se refere à sua identidade sexual, ou seja, usando a sexualidade de qualquer maneira, de forma utilitarista, sem contar o próprio conceito de ‘pai e de mãe’ que fica cada vez mais distante de ser um referencial para esta juventude”, diz o especialista.

    Para o bispo auxiliar da arquidiocese de Aracaju (SE), Dom Henrique Soares, a equiparação das uniões homoafetivas à condição de família seria um desvirtuamento do que a Igreja considera como a base da sociedade. “Nada contra os
    homossexuais, nada contra as uniões estáveis deles, mas tudo contra ao fato de que isso seja considerado família e que venha, a partir daí, adoção de filhos e, assim, o conceito familiar seja tão dilatado”, afirma o bispo.

    O movimento gay

    Um outro fenômeno que tem suas bases na ideologia de gênero é o movimento gay. Segundo o documento da Conferência Episcopal Peruana, várias cartilhas e panfletos circularam em Pequim,
    em 1995, com “alguns textos empregados pelas feministas do gênero, professoras de reconhecidos colégios e universidades dos Estados Unidos” dentre os quais diziam:

    “Os homens e as mulheres não sentem atração por pessoas do sexo oposto por natureza, mas sim por um condicionamento da sociedade”, e “existem diversas formas de sexualidade – inclusive homossexuais, lesbianas, bissexuais, transexuais e travestis – que são equivalentes à heterossexualidade.”

    Para padre Paulo Ricardo, é preciso
    diferenciar o movimento gay da pessoa homossexual. “Homossexual é uma pessoa que sente atração pela pessoa do mesmo sexo, o gay é alguém que adotou uma postura política, expressiva e militante” diz o sacerdote.

    Homossexualidade e a moral cristã

    No Catecismo da Igreja Católica (CIC) podemos ler:

    “Apoiando-se na Sagrada Escritura, que os apresenta como depravações graves, a tradição sempre declarou que ‘os atos de homossexualidade são
    intrinsecamente desordenados’. São contrários à lei natural. Fecham o ato sexual ao dom da vida. Não procedem de uma complementaridade afetiva e sexual verdadeira. Em caso algum podem ser aprovados” (CIC – 2357)

    Vale lembrar que a Igreja faz uma distinção muito clara entre a tendência homossexual e os atos homossexuais. “A Igreja diz que uma pessoa homossexual pode ser santa se viver a castidade. Homofobia seria dizer ‘santidade é só para os héteros’, mas não, a espiritualidade cristã é inclusiva e chama todos a carregar a sua cruz”, diz padre Paulo Ricardo.

    Resta claro que estamos diante de uma engrenagem que tenta mudar, a todo custo e de forma velada, a estrutura da sociedade como a conhecemos hoje. A pergunta que nós cristãos fazemos é: o que podemos esperar do futuro? Como será a educação dos nossos filhos? Como resistir a mais uma ideologia que quer minar a moral cristã? Talvez não tenhamos as repostas agora, mas recordamos a palavra de Bento XVI quando ainda era professor universitário em 1968: “O futuro da Igreja, também nesta ocasião, como sempre, ficará marcado de novo com o selo dos santos”.

    FONTE:CANÇÃO NOVA.

  7. Eu ja preenchi essa ficha também, e sinceramente, não vi nada demais em relação aos genitores 1 e 2, é só responder e pronto, não afetou minha sexualidade e nem a sexualidade de meu pai e minha mãe. Esse povo se encasqueta com bobagem. Agora no sentido prático, sendo realidade a mudança do padrão família hoje em dia, se um cidadão foi criado por duas mulheres, sem pai, quando for preencher esse formulário, ele vai ser obrigado a se decidir qual vai ser a mãe informada? E antes que digam, “mas é genitor?” duas mulheres e dois homens não procriam, fato. Mas se usar esse argumento, quem foi adotado por um casal hétero, também não pode preencher essa ficha, visto que seus pais, não são os genitores. Cada um tem é que cuidar de si, porque da mesma forma como heterossexualidade não é ensinada, a homossexualidade também. Acho que quem se incomoda com isso, tem algum desejo reprimido.

    • Sandro, você de novo?
      Não consegue ficar longe da princesa?
      Olha, aquele-de-muitos-nomes, eu desaprovo e não tenho nada de desejo reprimido.
      Isso não passa de achismo de vocês.
      Alguns contrários à hom0ssexualidade realmente são enrustidos, mas não todos.
      Clássica falácia, a de confundir a parte com o todo.
      Em caso de adoção, os adotantes passam a ser o pai e a mãe.
      Em caso de alguém ser criado sem pai por duas mulheres, sabendo-se quem é o pai ele é responsabilizado, colocando-se seu nome, se não for sabido, fica em branco o campo.

      • Mariana, a deslumbrada com o usurpado título majestático “princesa”:

        diferentemente de você, eu me apresento com meu próprio nome (SANDRO), tenho personalidade e não me passo por quem não sou, nem adoto nomes ou títulos que não me pertencem. Agora, você não tem personalidade, pois até seu pseudônimos é falso.

        • Criatura Abominável, você só abre a boca para mentir,veja o que você postou:Sandro disse: 29 de setembro de 2015 ás 7:54 pm
          Mariana, a deslumbrada com o usurpado título majestático “princesa”:
          diferentemente de você, eu me apresento com meu próprio nome (SANDRO), tenho personalidade e não me passo por quem não sou, nem adoto nomes ou títulos que não me pertencem. Agora, você não tem personalidade, pois até seu pseudônimos é falso.
          Você nasceu uma coisa,quer ser outra ,porque ninguém nasce sendo o que você pretende,explique-se melhor esta frase;(SANDRO), tenho personalidade e não me passo por quem não sou, nem adoto nomes ou títulos que não me pertencem. Onde entra personalidade? Ao que podemos ver as sua atitudes é de inveja das mulheres e falta de personalidade,certo) Refita nisto,quem sabe pode lhe ajudar você,passar a ter personalidade. Melhor é você, por amor à verdade, permanecer de pé contra todos, ser por todos desprezado e abandonado, e ficar sozinho,
          do que ter o apoio de toda a multidão, mas não ter a verdade. OBS: Não se esquecendo Á verdade.

        • SANDRO

          Isso é um nickname, não um título.
          Nunca disse que era princesa filha de rei…tu é burr0 demais da conta se acreditou.
          Uai, e o pseudônimo precisa ser verdadeiro?
          Aqui no G+ (veja bem que é “Gospel Mais”, e não “Gay Mais”) existem o Clamando, o Servo, o Cristão, o Agnóstico, o Nosferatu e outros.
          Será que na certidão de nascimento deles há esses nomes?
          São apelidos, conhecidos como nicknames, não os nomes e títulos reais.
          Será que os acima citados vão ter de trocar de nome?
          De todas as tuas asneiras, essa é a pior e olha que o páreo é duro…
          Se pr0vocassem terremot0s, esta cravaria 8 na escala Richter.

      • Princesinha, eu sou Bruno e não o teu amado Sandro, que aliás ja tivemos diversos embates aqui. A minha opinião é minha, assim como a sua é a sua e pronto. Tu vai morrer por causa disso? Tu vai perder dindin por causa disso? Vai ficar feia, aleijada, burra por causa de minha opinião contrária a sua? Acho que não né?! Então volta lá pro teu castelo de grayskull e me deixe com minha humilde e pequenininha opinião, e por favor não cometa esse terrorismo de me chamar de Sandro, outro que nem você que só caga pela boca. Bom dia.

  8. Paulo Agnostico, eu já recebi animais por adoção,mas nunca fui colocado como pai,ou mãe,de nenhum deles,tem o meu nome como como recebedor da doação e responsável pelo que mim foi doado,toda vida sempre existiu doação,adotar,que é cem por cento diferente,de pais desconhecidos ou ausentes,no caso de filhos podem ser de mãe solteira,os registros eram feitos,como pai desconhecido,que poderia ser fruto,de uma gravides,indesejada,estrupo,o mesmo por algum motivo,não quis que consta-se o nome do pai,pode morrido logo após a concepção,mas existiu o pai,que nunca será substituído por aquele,ou aquela que vier a cuidar,independente do que possa favorecer.Você pode dar o seu nome até para o seu cachorro,o seu gato,o seu papagaio só que que você nunca será o pai deles e sim provedor deles,que é muito diferente,se o pai for uma pessoa irresponsável,pode ser cobrada a responsabilidade,mas nunca a paternidade,não vai ser, porque que um juiz escrever em uma folha de papel,que vai mudar em alguma coisa as determinações de DEUS,pode até tentar,e vai tentando,tentando,tentando…………….

    • É mesmo? Conceito raso, limítrofe, superficial, mesquinho e egoísta por excluir todas as outras configurações de família que não se enquadram em limites tão estreitos. Observe:

      Pai e mãe + filhos = família
      Pai viúvo ou solteiro + filhos = família
      Mãe viúva ou solteira + filhos = família
      Tio e tia, ou apenas um deles +filhos = família
      Avó e avô, ou apenas um deles + netos = família
      Irmãos órfãos que vivem unidos no lar = família
      Casal homoafetivo + filhos adotados = família

      “Abra sua mente, gay também é gente”

      • Criatura Abominável,todos os que formam famílias,tem laços sanguíneos,só vocês não tem e querem ser,entende o conceito de família de vocês a divisão de grupos de animais e plantas,temos um grande grupo de plantas que é da família das trepadeiras,isto inclui samambaias e outras,família dos felinos,inclui,leão tigre,leopardo,onça,gato jacaré macaco,opa,opa jacaré e macaco o que tem haver,não importa eles querem ser e acabou,então jacaré e macaco passam a pertencer ao mesmo grupo,e podem dizer que são uma família;será que funciona assim mesmo!

        • Qual a necessidade de me chamar de “Criatura Abominável”? Em que isso o torna um cristão melhor? Não pense que fico abalado, mas é que não consigo entender como um crente pode proceder assim.

          Meu caro, se laços sanguíneos fossem essênciais em uma família, então crianças adotadas não seriam parte da família que as acolheu?

          Não preciso dizer mais nada. Preciso?

          • Criatura Abominável,o cristão não é melhor,ou pior que ninguém,ele é diferente,ele tem um rumo,tem zelo pela palavra do Criador,faz de forma que possa estar de acordo com a vontade do seu Criador,tem como errado tudo aquilo que vai contrário a palavra do seu Criador,tanto que aqueles que fazem contrário a vontade do seu Criador não fazem parte desta família do Criador,que tem DEUS como pai,os que não aceitam fazem parte da outra família,que são os filhos do diabo,como alguém pode fazer parte de uma família que ele é contrário? então tem fazer parte daquela que se enquadra com as suas vontades. Não confunda agrupamento de pessoas,com laços sanguíneos,os homens podem fazer leis, podem escrever,mudando o que quiserem,mas o conceito de família,este não foi dado pelos homens e sim por DEUS,justamente por o homem,ser falho,muda de opinião conforme o vento basta,que venha favorecer de alguma forma,negando a verdade,por o que vem de é isto e acabou. Você quer entender como um crente age assim. Fácil: 1 Tessalonicenses 5:17-24 – Orai sem cessar.
            Em tudo dai graças, porque esta é a vontade de Deus em Cristo Jesus para convosco.
            Não extingais o Espírito.
            Não desprezeis as profecias.
            Examinai tudo. Retende o bem.
            Abstende-vos de toda a aparência do mal.
            E o mesmo Deus de paz vos santifique em tudo; e todo o vosso espírito, e alma, e corpo, sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.
            Fiel é o que vos chama, o qual também o fará.
            2 Coríntios 6: 14-18 – Não vos prendais a um jugo desigual com os infiéis; porque, que sociedade tem a justiça com a injustiça? E que comunhão tem a luz com as trevas?
            E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel?
            E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos? Porque vós sois o templo do Deus vivente, como Deus disse: Neles habitarei, e entre eles andarei; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.
            Por isso saí do meio deles, e apartai-vos, diz o Senhor;E não toqueis nada imundo,E eu vos receberei;
            E eu serei para vós Pai,E vós sereis para mim filhos e filhas, Diz o Senhor Todo-Poderoso.
            Melhor é você, por amor à verdade, separar-se até mesmo de um irmão (ou uma igreja, ou um grupo de igrejas) que, depois de suficientemente instruído, teima em ser contra um claro ensino da Bíblia,
            do que manter-se ligado a ele e, portanto, ao seu erro;
            É assim que um crente deve se portar diante do seu Senhor,e não querer que o seu Senhor se porte conforme a vontade dele,o que se diz,servo,crente,evangélico e outras coisas mais.

        • ANTONIO HENRIQUE

          Abominável não é a pessoa, e sim suas práticas.
          Por exemplo, não existe sex0 a-nal, pois ânus não é órgão sexual.
          Eu nunca fiz essa n0jeira e todas as mulheres deviam também se recusar.
          Isso é aviltar a mulher.
          Falam mal da vagin@, por causa da menstruaçã0, mas são só uns dias no mês, enquanto o “órgã0” deles é suj0, imund0 e nojent0 o mês todo, 24h/dia.
          Dizem que o homem fazer o a-nal é indicativo de h0m0ssexualid@de oculta, pois ele desejaria que ali na frente dele na cama estivesse outro homem.
          Eu jamais farei algo que me iguale a um homem !!
          Afinal, para isso não é necessária a mulher.
          Dizem ainda que caíram as barreiras de gêner0, agora qualquer um pode fazer sex0 com qualquer um, concorda com isso?
          E atribuem ao de-pu-ta-do Jean Wllis a afirmação de que não há nada de errad0 em um menin0 ter sua iniciaçã0 sexu@l com um homem adulto.
          Me diga: sex0 com cri@nças é o quê?

          • Princesa de Arendelle,falaste certo.sim;verifique que eu mim refiro (Criatura Abominável) Criatura, o ser, a pessoa, abominável a pratica,e abominação Tudo aquilo que deve ser rejeitado por ser IMPURO, reprovável, nojento e maldito.

  9. SANDRO O-DE-MUITOS-NOMES
    ———————————————————————————————————
    “Aliás, é impressionante como de sua lavra pode sair tanta parvoice.”

    Da tua sai muito mais e você nem percebe.
    ———————————————————————————————————
    “Os termos “gayzista”, “gayzismo”, são na realidade neologismos criminosos utilizados por mentes tacanhas, beligerantes, raivosas, discriminadoras e que tentam, inutilmente, fazer parecer que os gays, que sofremos e fomos mortos por Hitler, somos nazistas, quando se dá exatamente o contrário, pois nazista é quem quer nos colocar de volta no gueto, nos isolar da sociedade, negar nossos direitos, quando não nos torturar e assassinar. Seja sincera e tenha discernimento para ver quem aqui manifesta pensamento nazista.”

    As vítimas do nazism0 não foram só h0m0ssexuais, apesar do c0itadism0.
    Muitos héteros m0rreram também, especialmente eslavos (p.ex. russos, os que quando capturados recebiam os pi0res tratament0s).
    Enfim, qualquer um que disc0rdava do regime era “silenciad0”, não importando com quem ele fazia sex0.

    Na verdade ( e você já sabe, embora finja que não) o que detest0 não é o próprio homo sexualism0.
    Já falei que tô me lixand0 para o uso que fazem do seu “órgão”.
    O inaceitável é o gayzismo, que é a exigência de privilégi0s, direit0s especiais e tratament0 diferenciado, tipo cotas para gays em concurs0s e vestibulares, e como o candidato ia provar que era gay?
    As empresas não poderiam demitir funcionários gays, não importando se o mesmo trabalha direito ou é vagabund0, ou se pudessem haveria uma altíssima multa.
    A própria Bíblia seria censurada, retirando versículos “incômodos”.
    Todos os contos de fadas seriam tes0urados, substituindo-os por versões gays, como O Belo Adormecido, Alice no País do Arco-Íris, O Branco de Neve e os Sete Anões Gays…
    Desapareceriam o Dia dos Pais e o Dia das Mães, bem como as respectivas palavras nos documentos oficiais.
    Não disse que gays são nazistas, mas que alguns entre vocês tem ideias parecidas, no que consiste na discriminação dos não-gays, até como exemplo citei a Coreia do Norte, des-governada por um ditadorzinho (que dizem que é gay) e onde qualquer discordância é punida brut@lmente.
    Alguns eles matam, mas o pior são os lugares fechados e vigiados por guardas armados, onde são reunidos os “subversivos”, “traidores” e “inimigos da pátria”, que nenhum crime cometeram, assim como os gays foram perseguid0s injustamente pelo nazismo.
    Esses lugares tem outro nome, mas são como os maldit0s “camp0s de c0ncentraçã0”, cometem-se ali as pi0res atr0cidades com os prisi0neir0s, que nem prisi0neir0s são, porque nada fizeram para estar ali, onde não há só gays mas héteros também, como nas prisões nazistas.
    Ali os cruéis e sádic0s guardas não perguntam com quem a pessoa faz sex0.
    ———————————————————————————————————
    “Posso até imaginar sua fisionomia e seu corpo enquanto escreve: face vermelha, olhos arregalados, lábios tremendo de ódio, a boca babando de tanta raiva, a respiração ofegante, entre uma digitada e outro cerra os punhos com vontade de dar socos no teclado. Para você, Mariana, a desqualificação do oponente, os xingamentos, a ira, são o que há de mais lindo, importante, estratégico em um debate.”

    Essa “fisionomia” só existe na tua cabeça.
    Face vermelha, respiração ofegante, cerra os punh0s, dá murr0s no teclado?
    Boca baband0, lábios tremend0 de ódio?
    É piada, só pode ser brincadeira.
    Eu nunca fiz essas coisas nem fiquei desse jeito, não há m0tivos para isso.
    Sandro, o que você descreve neste parágraf0 não é um hom0fóbico, é um maníac0 psic0pata !!!!!!!
    E você mesmo reconhece isso, quando diz “posso até imaginar”.
    Isso indica incerteza e imagin0u errad0, porque eu não sou assim.
    Tem uns comentaristas aí que falam “aberraçã0 gay”, “devem m0rrer” e outras coisas e eu jamais escreveria isso, sou contra a vi0lência e nunca desejei a m0rte de ninguém.
    Se fizesse essas coisas, até p0deria escapar da justiç@ dos h0mens, mas não de Deus.
    Resumindo: o que tenho medo e raiva é de uma possível “ditadura gay”, uma “heterof0bia”, onde a situaçã0 se inverteria, os héteros é que seriam perseguidos e discriminados.
    O que você faria numa s0ciedade onde 90% da população fossem hom0ssexuais?
    Conviveria pacificamente com os não-gays ou o que faria?
    Olha uma boa comparação sobre discriminaçã0.
    Gays sempre foram discriminad0s e negr0s sempre foram vítimas do racism0, desde que existe o Brasil.
    Hoje (maioria, felizmente!) há negr0s que defendem a convivência pacífica com os branc0s e gays que querem a convivência pacífica com héter0s.
    Mas há alguns negr0s que querem vinganç@ pela escravidã0 (que acab0u em 1888) e pelas décadas de racism0.
    E gays que querem vinganç@ por décadas de hom0fobia.
    Vinganç@ não leva a nada bom e poderia levar a uma espécie de “discriminaçã0 reversa”, onde os branc0s e héter0s é que seriam discriminad0s, como os negr0s e gays são ainda hoje.
    Eu também nesse ponto defend0 a convivência pacífica, sem ninguém melhor ou pior.
    Entendeu agora?

        • SANDRO

          Imagino o porque meus textos são sono.
          Você só lê gibis da Turma da Mônica, de altíssim0 nível…
          Escrevi e você não respondeu, inclusive partindo para o ataque “ad hominem”.
          Sabe que eu tenho razão, não há como negar, então resolve ignorar.
          Porém, existem os ditados:

          QUEM CALA, CONSENTE

          QUEM NÃO NEGA, CONFESSA

          Responda, se não for o Rei dos C0vardes.
          Saia dessa agora, eu quero ver…

          • A questão é que você não debate como adulta, mas como a infante que é em seu reino fantasioso, com todo o respeito, obviamente, pelas crianças, porque enquanto essas revelam a pureza da infância, você revela apenas sua ignorância e limítrofe capacidade intelectual. Veja esses comentários seus, não há neles nada de relevante, só tolices.

    • Agora igualidade de direitos no estado virou sinônimo de privilégios. Não dá pra entender essa gente não. Sério.

      Vcs não tem o menor preparo e nem cabeça pra viver no PRIMEIRO MUNDO. Lá, não tem nada disso.

      Convivência pacificia só vai ser possível quanto deixarem que essas pessoas sejam cidadãs. Infelizmente, muitos acham que criminalizar a homofobia é o mesmo que aprovar a PL 122. Nada mais longe da verdade pq há outras formas de se fazer isso, como por exemplo, alterar a lei 7,716 para que ela possa ser usada para combater a discriminação contra os LGBTs. E neste caso, não seria criar uma lei nova mas sim ampliar uma lei que já existe.

      Casamento CIVIL, o nome já diz. Seria um casamento NOS CARTÓRIOS que é de autoridade DO ESTADO. Nunca vi um gay exigir casamento NO RELIGIOSO e saibam vcs que, no dia em que me deparar com isso, vou expor uma argumentação mostrando o quão incoerente esse pedido é. A laicidade do estado não é apenas a defesa parcial das coisas. Muito pelo contrário, em nome dessa laicidade, eu já critiquei os ataques sofridos por religiões que usam imagens e tiveram suas imagens quebradas por radicais evangélicos. E deixei claro que, se uma pessoa quer rezar para uma imagem, o problema é dela. E vendo a atual situação, acho até mais válido orar para uma imagem do que ficar ouvindo determinados pastores e suas ideologias teocráticas nazistas.

      Vc reclama e expõem um medo de revanchismo. Saiba que a única forma de evita-lo é SE ABRIR PARA O DIALOGO com os diferentes. Se vc SE FECHAR EM UMA CONCHA e ignorar os problemas deles, vai justificar tudo o que eles quiserem fazer com vc.

      Chegamos a isso pq infelizmente não houve dialogo quando deveria. Reclamam que os LGBTs foram manipulados pelo ativismo. Mas que escolha eles tinham quando uma faceta FUNDAMENTALISTA colocou na cabeça que MARGINALIZA-LOS ERA CERTO E ATÉ CULTURAL. Diz ai?

      Não adianta negar seus erros. Não adianta recusar o progessismo da sociedade. SAIBAM LIDAR COM ELE.

      • Parabéns, Slash, pelo comentário esclarecedor, ponderado, lúcido. Desejo fazer, todavia, uma observação: homoafetivos evangélicos podem se casar, desejando, nas igrejas inclusivas, as quais estão de portas abertas não só para casar, mas para receber os cristãos e cristãs homoafetivos em pleno amor, carinho, respeito, aceitação. De vez em quando eu e meu namorado participamos de celebração eucarística na Igreja Anglicana, onde os gays participam não só do corpo e do sangue do Senhor, mas das atividades em geral. Nessa igreja, como em outras denominações inclusivas, os gays somos recebidos, acolhidos e amados. Onde o desamor fechou portas de igrejas para os gays, o Senhor tem aberto muitas outras para nos acolher.

        • Sandro,

          Onde eu congrego, e não é uma igreja inclusiva, você seria muito bem recebido.

          Nós não somos juízes e, portanto, não podemos julgar pessoas, ou impedi-las de entrar para ouvir uma Palavra.

          Existem “templos” onde de fato algumas pessoas sequer podem entrar, mas esses locais deveriam ser abertos à visitação de todos, pois o Senhor Jesus Cristo é o dono da igreja.

          Todos devem ser bem recebidos, com amor, mas devidamente orientados segundo as Escrituras Sagradas, com toda longanimidade, mansidão e doutrina. Pela sã doutrina, eu te digo que a Palavra de Deus condena várias práticas humanas, dentre as quais o homossexualismo.

          Mas se alguém não quer ser uma nova criatura, abandonar os velhos costumes condenados pelas Escriturad, essa pessoa não vai procurar uma igreja séria, mas sim os falsos doutores que não denunciam o pecado, como está escrito:

          “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;” (2 Timóteo 4:3)

          Igreja inclusiva é o típico exemplo de cumprimento da profecia acima. Na verdade, a igreja inclusiva é apenas um reduto de Satanás, local de aprisionamento de vidas que ainda estão presas à velha natureza. Mas Cristo tem uma resposta muito simples e de fácil entendimento até mesmo para o mais simples homem:

          “(…) se não vos arrependerdes, todos de igual modo perecereis.” (Lucas 13:3)

          “E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade.” (Mateus 7:23)

          Deus nos dá muito tempo para que nós nos arrependamos e o busquemos. O desejo de mudança deve partir de cada um, mas se alguém não crê na Palavra de Deus como ela é (em sua totalidade), como essa pessoa irá chegar a conclusão de que é pecadora e de que precisa mudar?

          • Hubner,

            em sua igreja os homoafetivos podem participar como membros em igualdade de direitos ou apenas podem se sentar e ouvir sermões e dar dinheiro para os pastores?

            A questão não se resume a assistir cultos, meu caro, mas em ter os mesmos direitos dos demais membros, até porque com os crentes a coisa é assim: todos os pecadores podem permanecer na igreja e ir deixando seus pecados ao longo, muitas vezes, de uma vida inteira, e da igreja podem participar plenamente, mas os gays precisamos antes nos purificar, dar todas as provas cabais de que já deixamos nossos pecados e nos purificamos. Existe claramente preconceito e discriminação contra os gays ns igrejas não inclusivas.

      • SLASH

        Me responda essa, que ninguém responde.
        Quando pergunto, a resposta (quando há) são grosserias e ofensas.
        E aquele Projeto de Lei cheio de coisas ridículas?
        Eliminar o Dia dos Pais e o Dia das Mães.
        Retirar as palavras “pai ” e “mãe” dos documentos oficiais.
        Banir até contos de fadas e substituí-los por versões gays.
        Já imaginou “O Belo Adormecido”, Alice no País do Arco-Iris e o Branco de Neve?
        Já tentaram empurrar às crianças um Kit Gay disfarçado como Kit Anti-homofobia, supostamente para mostrar a elas que todos são iguais.
        Mas o que queriam na verdade era impor a ideologia de gênero, segundo a qual não existe mais homem e mulher e cada um pode ser o que quiser, afinal crianças são mais fáceis de enganar.
        ————————————————————————————————-
        “Vc reclama e expõem um medo de revanchismo. Saiba que a única forma de evita-lo é SE ABRIR PARA O DIALOGO com os diferentes. Se vc SE FECHAR EM UMA CONCHA e ignorar os problemas deles, vai justificar tudo o que eles quiserem fazer com vc.”

        Isso é muito bonito em palavras.
        Mas muitas pessoas se recusam ao diálogo, inclusive gays.
        Eles querem vingança mesmo e não querem saber de diálogo.
        Como dialogar com pessoas que recusam o diálogo?
        E alguns não escondem o desejo assumido de ter direitos especiais, privilégios e tratamento diferenciado.
        Como cotas em concursos e vestibulares, sem falar como o candidato vai provar a homossexualidade.
        Eles mesmos dizem que são inteligentes, então pra que cotas?
        Não são capazes de chegar lá sozinhos?
        Diálogo bom é aquele da professora lésbica que não deixou as crianças assistirem ao desenho da Branca de Neve, alegando que era “agressivamente heterossexual”.
        Portanto, segundo ela, seria “ofensivo” aos h0m0ssexuais.
        Banir as histórias infantis, segundo eles, é a solução.
        Você concorda com ela?

  10. vivemos os últimos dias, jesus esta voltando, as pessoas não querem mais ouvir a verdade que a bíblia diz, querem ultrapassar o uso natural da criação de Deus ,se é que vocês acreditem, “Deus criou o homem a sua imagem e semelhança, criou macho e fêmea” gênesis 1.27 , não quero ferir ninguém mais apenas dizer o que a bíblia fala, então não adianta discussões filosóficas a palavra de Deus diz que e errado e ponto, mais engraçado e que ate a palavra de Deus eles querem mudar, um livro que foi escrito a mais de 3000 anos por quarenta autores em tempos diferentes e lugares diferentes , a bíblia fala que Sodoma e Gomorra foi destruída por causa destas pratica, leia a biblia e vcs encontrarao a verdade.

DEIXE UMA RESPOSTA