Brasil

Líder ateísta brasileiro afirma que existe “bullying religioso” nas escolas

Comentários (4)
  1. O CRISTÃO VERDADEIRO, QUE PROCURA SEGUIR A JESUS CRISTO, JAMAIS DEVE OBRIGAR A NINGUÉM A ORAR OU A ACREDITAR EM DEUS. DEVE SIM, DAR EXEMPLO DE FÉ E AMOR PARA COM O SEU PRÓXIMO. QUANTO AOS ATEUS E AGNÓSTICOS, A QUESTÃO NÃO É ACREDITAR EM DEUS, MAS A DUREZA DE CORAÇÃO EM ADMITIR A EXISTÊNCIA DE UM DEUS SOBERANO, CRIADOR E DONO DE TODAS AS COISAS COM PODER INFINITO E ACESSÍVEL AOS QUE "são humildes de coração."

  2. Tayse Souza disse:

    A único problema é que a realidade hoje me parece tomar um rumo completamente diverso a este. Digo isto por conhecimento de causa. Estudo em uma universidade pública renomada e não é segredo para ninguém que estas universidades são, tradicionalmente, de cunho e formação esquerdista. Diariamente me deparo com professores explanando aberta ou veladamente suas inclinações religiosas e posicionamentos diante de assuntos delicados e que em absoluto não competem a suas disciplinas, como aborto etc. Estou no último semestre e ao longo de quatro anos já enfrentei diversos questionamentos e humilhações por ser a única crente da turma. Já tive de ouvir direta, indiretamente ou por meio de terceiros, que sou inteligente demais para ser crente… Já ouvi professor falar que a sociedade brasileira é hipócrita e que se sente protegida por um suposto Deus invocado na constituição e outros absurdos de igual nível. Em uma turma de pouco mais vinte alunos, apenas eu sou cristã praticante, dois são espíritas e os demais ou não se manifestam ou são daqueles que fazem campanhas virtuais divulgando coisas ridículas a respeito do cristianismo.

  3. Tayse Souza disse:

    … interessante que este assunto tenha vindo em pauta hoje. Justamente na minha aula de hoje eu tive de fazer uma explanação (em uma disciplina com um tema absolutamente diverso) sobre como se deu a formação da igreja desde a reforma até chegar aos nossos dias. Isso tudo para justificar a imagem deturpada que eles têm da igreja e os motivos pelos quais tanto criticam, sem o menor conhecimento bíblico, teológico, institucional ou mesmo histórico.
    Me lembro de sofrer este tipo de enfrentamento de palavras e mesmo de apanhar e ser perseguida na rua com pedradas e xingamentos desde a 1ª série. Estas situações tiveram alternâncias de gravidade e intensidade e perdura até hoje.
    Exemplifiquei isso tudo simplesmente para dizer que, se ocorre coerção religiosa, se configura crime. Mas dizer que existe “bulling” contra ateus… isso deve ser em outro país, porque no país onde eu moro os ateus são considerados (ou se auto-consideram) como a nata intelectual. Para mim, o que eu vejo (por favor, não generalizei) muito são psicointelectuais que possuem conhecimento extremamente superficial a respeito do cristianismo e apenas reproduz frases ditas por outros ditos intelectuais.

  4. Isso foi errado. Crença não se pode ser forçada a aceitar. E como esses que se dizem "cristãos" queimam o filme dos que são realmente verdadeiros… impressionante! Continuo afirmando que a uma grande diferença entre ser cristão genuino e religioso. Apenas acreditar em Deus não te faz um cristão! Segui verdadeiramente o Senhor, com o coração renovado, com amor e renuncia ao mundo; Esse sim é o cristão!

  5. Nem todos tem a mesmo tipo de educação, cada um pende para um lado, se o pai é ateu o filho tbm será, isso é natural.O que edifica pra mim e é bom , pode não ser pra outra pessoa, por isso que se precisa uma boa educação.Se os pais não estão despreparados para terem filhos e educa-los , vai gerar vários problemas no futuro.Sem Deus somos influenciados pelo meio em que vivemos.Fiquem na paz.

  6. “bullying religioso” = fato…meu filho (e nós) professamos a fé numa igreja evangélica. Mas, o mesmo estuda numa escola católica, onde foi ensinado ontem (09 de abril de 2012) que a ceia na nossa igreja não passa de um "teatro" e que a primeira igreja oficial é a católica, dando a entender à criança que nossa igreja não vale de nada…(ao menos foi assim que ele chegou a conclusão da aula)….ainda bem que com 10 anos ele está convicto de suas crenças….e mesmo que futuramente queira mudar, o respeitaremos .

    1. Deveria reclamar na coordenação da escola, porque eles não podem fazer isso.

    2. Ruben Antunes disse:

      Absurdo mesmo… você é EVANGÉLICA, matricula o filho em um colégio CATÓLICO… E SE INCOMODA DO CATOLICISMO SER ENSINADO LÁ???? PORQUE O MATRICULOU LÁ ENTÃO, ORAS????

      Que pérola viu…

      Gente sem noção, a gente vê por aqui.

    3. Ruben Antunes disse:

      Alexandre Mello Ferreira Reclamar o escambau… claro que podem fazer, a escola é vocacional ora bolas! Se a família é evangélica, porque matricular numa escola católica?

      Ou você acha que em uma escola católica não deve ser ensinado o catolicismo?

      AI MEU DEUS! Outra pérola!

      Gente sem noção, a gente vê por aquie – parte 2.

    4. Ruben Antunes Não seja ignorante. Ensinar o catolicismo não tem nada a ver com ofender o menosprezar a religião dos outros! Também temos Colégios Batistas e nunca soube que os católicos que lá estudam tenham sido menosprezados ou diminuídos. Este professor ou professora, perdeu uma excelente oportunidade de ficar calado ou de demonstrar amor às crianças de sua turma de uma forma geral!

    5. Ruben Antunes disse:

      Marcia de Paula Não me venha com papinho, se a posição da Igreja Católica ofende aos evangélicos, a solução é simples: NÃO COLOQUEM SEUS FILHOS EM COLÉGIOS CATÓLICOS.

      Esse professor não perdeu uma excelente oportunidade, e sim aproveitou uma ótima oportunidade pra ensinar o que uma escola católica deve ensinar. Incomodou? Repito: não matricule o filho em um colégio católico. Que procurem um bom colégio batista, presbiteriano, etc…

      Sinto muito minha cara… não adianta tentarem argumentar, nessa caso vocês estão errados. Sejam humildes e admitam isso.

    6. Ruben Antunes disse:

      Marcia de Paula E sobre ofender e menosprezar a religião dos outros, vocês "evangélicos" são PHD nesse assunto! É só perguntar pra qualquer não-protestante, especialmente católicos.

    7. Ruben Antunes ,o nosso incômodo não é do catolicismo ser ensinado….e sim não colocar em prática o respeito ao próximo, independente da escolha que fazem; creio que eles até podem ensinar a crença da qual é a proposta da direção…mas pq ensinar que só um lado é a verdade absoluta? Pq não se ensinar o correto conforme aprendemos nos seminários chamado "Religiões Comparadas"…ou seja, "Alunos, o que cremos é X mas se vcs creem em Y, respeitaremos"…na aula de ciências é ensinado que somos frutos da evolução (como determina a secretaria de educação), mas na aula de religião é ensiado que somos fruto da criação…(que o que cremos)…ele entendeu (e eu expliquei também) que na prova, ele deve responder sobre a evolução (para não perder ponto), deve responder em religião que Maria é a "mãe" de Jesus (para não perder ponto) e que isso em nada abalaria suas crenças, etc, etc…Em segundo lugar, excluindo essa filosofia de bullying religiosa, ainda é uma das escolas particular mais barata da Zn Sul do Rio…e a escola evangélica que gostaríamos fica um bairro distante de onde moramos. Terceiro, não creio que ele tenha que viver numa redoma, protegendo-o de outras filosofias…até pq o time dele não seja da mesma crença, o futuro trabalho ainda não seja da mesma crença, ensinamos que ele tem que respeitar…

    8. Abdula Hassan Cara inteligente… Mas não adianta discutir com alguém como o Ruben Antunes… é jogar sabedoria fora…

    9. Ruben Antunes Se fosse ao inverso, você não estaria com esse discurso, você estaria, esbravejando e falando asneiras contra os evangélicos, esse discurso de os "incomodados que se mudem" e antigo meu caro, e e bem parecido com esse seu ai de não matricule em colégio católico, Com esse discurso seu, da a conotação de preconceito; e PHD nesse assunto uma virgula meu caro, não venha tentar desqualificar e generalizar a ação impensada de um ou outro evangélico julgando a todos,para justificar um erro, seria como se dizermos que todo padre e pedófilo, e na verdade não é, assim como todo Pastor fosse ladrão e não é, e todo Ateu e agnóstico são intolerante, e não é, agora os Idiotas pensam que são, temos nesses casos tratar caso a caso de forma particular, mesmo porque as instituições religiosas não podem responder pelos atos de seus fieis ou adeptos como queira, porque tanta uma como a outra prega o amor e o respeito ao próximo, ou a sua prega diferente? acho que não; Se queremos igualdade de direitos na sociedade, temos que aprender a conviver com as mais diversas culturas religiosas, e outra coisa aprenda você a diferenciar as diversas correntes evangélicas existentes, vocês fazem a maior confusão com Protestante, Pentecostal, neopentecosta Etc…Ninguém e obrigado a saber isso, mas pra falar e querer julgar, tem no minimo saber do que esta se falando. Mas, fique na paz.

    10. Gilson Guinter Garcia , concordo em gênero, número e grau…Graça e Paz.

  7. Primeiro os gays, agora os ateus…e o alvo é sempre o mesmo:os cristãos.Pelo erro d um, todos pagam.

  8. Cleo Fante disse:

    Precisamos tomar muito cuidado, nem tudo é bullying. Não podemos generalizar. O caso ocorrido com esse estudante não pode ser considerado bullying. Ele foi exposto à humilhação e constrangimento por parte da professora, ferindo o artigo 232 do ECA. O fato repercutiu tanto na escola como fora dela, por também ferir a Constituição e provocar discussões na sociedade, nos fazendo pensar que outros estudantes também passam por situações semelhantes. É bom lembrar que uma ação deve ser considerada bullying quando se identifica a intencionalidade e a repetição das agressões contra o mesmo alvo ( não foi isso o que ocorreu), o desequilíbrio de poder ou de forças, a ausência de motivos e os prejuízos causados. O que houve foi uma ação pontual, onde o estudante saiu-se muito bem, não se deixando intimidar ou dar prosseguimento à situação. Portanto, os critérios de identificação não foram preenchidos e o bullying ocorre na relação entre pares estudantes!

  9. O problema é que muitos cristãos tem mania de achar que o mundo gira em torno da fé deles e que quem for contra a fé deles, tem que ser satanizado e demonizado.

  10. Na verdade o pais esta experimentando a síndrome do bullying, em todos os níveis quer religioso ou não, o que acontece em outros países, nos países de predominância islâmica contra cristãos e ateus, aqui contra ateus e religiões afros e também contra Cristãos, e entre Cristãos nas diferentes denominações e segmentos, o grande problema e evidente, em si só a falta de respeito entre os seres humanos já e terrível para a convivência, o Cristãos querendo ser superior em suas convicções ao Ateu e vice versa, a arrogância principalmente de seus lideres, e quando cito Cristãos e ateus eu cito também os demais segmentos religiosos, incluindo ateus e agnósticos que não são religião, são convicções; Grande parte da culpa atribuída aos fieis e seguidores das mesmas que julgando-se sábios nos seus procedimentos, querem a todo custo fazer valer o seu crer e suas convicções, e enfiar goela abaixo dos outros aquilo que ele acha correto: Sendo assim como Cristão evangélico que sou, me dirijo agora, a nós Cristãos Evangélicos, temos ainda um pouco de ranço, que quer aceitemos ou não herdados de um passado onde eramos perseguidos e maltratados e agora com o advento e crescimento dos evangélicos no Brasil não estamos tomando o devido cuidado com o Evangelho de Cristo, que nos ensina a amar ao próximo, principalmente nossos inimigos, e ainda vemos os que não pensam como nos como inimigos, e para isso Jesus disse:Mateus 5:43-44 "Ouvistes que foi dito: Amarás o teu próximo, e odiarás o teu inimigo. Eu, porém, vos digo: Amai a vossos inimigos, bendizei os que vos maldizem, fazei bem aos que vos odeiam, e orai pelos que vos maltratam e vos perseguem; para que sejais filhos do vosso Pai que está nos céus";
    Queremos, por falta de preparo, que deveria nos ser dada por nossos lideres, mas como estão na sua maioria preocupados com o quando vai entrar de oferta, e gastam setenta por cento do culto falando e pedindo dinheiro,(não são todos) o povo perece e padece. Oséias 4:6a "O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento",…, e por falta de conhecimento se expõem, sofrem e cometem erros de toda a natureza.
    E triste saber que temos educadores Cristãos Evangélicos, que não sabem, que o estado e laico, ou sabem e desrespeitam por teimosia e tentam enfiar goela abaixa dos outros sua fé, "a titulo de fazer missões ou ganhar almas" e por despreparo escandalizam a obra, e o mais triste ainda e que não conhecem direito aquilo que dizem aos quatro ventos que e sua regra de fá e a Bíblia, que diz : Zacarias 4:6 "… Não por força nem por violência, mas sim pelo meu Espírito, diz o SENHOR dos Exércitos". Jesus mesmo avisou que nós estaríamos no meio de lobos; Mateus 10:16, "Eis que vos envio como ovelhas ao meio de lobos; portanto, sede prudentes como as serpentes e simples como as pombas." e mesmo assim avisados e alertados fazemos essas barbaridades, Jesus disse que e inevitável que aconteça os escanda-los , mas ai daqueles que provocam os escanda-los, Lucas 17: 1,6.
    Prudencia e sabedoria quanto aos lobos, isso e que nos falta, e nada justifica a ofensa hoje chamada também de Bullying, contra o próximo seja qual for a fé ou posição que ele tenha, e saiba que qualquer que seja Deus assim mesmo o ama, pois e sua criatura.
    Shalon..
    Responder · Curtir · Parar

  11. lucielane disse:

    Acho que se os pais ensinassem e pusessem limites aos seus filhos,ensinando-os a respeitarem
    ao seu próximo para serem respeitados e dessem bons exemplos,evitariaa -se muitissímo esses
    tipos de agressões.

    Lucielane Vasconcelos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

As principais notícias gospel do Brasil e do mundo no portal pioneiro; Saiba tudo aqui sobre música gospel, evangélicos na política, ações missionárias e evangelísticas, projetos sociais, programas de TV, divulgação de eventos e muito mais.

No ar desde 2006, o canal de notícias gospel do portal Gospel+ é pioneiro no Brasil, sempre prezando pela qualidade da informação, com responsabilidade e respeito pelo leitor.

ANÚNCIO
ANÚNCIO
ANÚNCIO