Marcha para Jesus 2010 – saiba tudo sobre o evento

60

Marcha para Jesus São Paulo 2009

Estamos bem perto do dia da maior Marcha Para Jesus 2010 no mundo, um dos maiores eventos gospel. No o Gospel+ realizou uma matéria especial para que você fique sabendo sobre tudo a respeito do evento.

A Marcha para Jesus é um evento internacional e interdenominacional que ocorre anualmente em milhares de cidades do mundo. Um ato pacífico, consciente e excitante do mover de Deus em nossos dias.

A Igreja tem a oportunidade de mostrar que não é restrita aos templos, mas viva e aberta a toda sociedade, além de unir as igrejas cristãs em um ato de expressão pública de fé, amor, agradecimento e exaltação do nome de Jesus Cristo.

O quadro que você vê em uma Marcha – em qualquer parte do mundo – são milhares de cristãos marchando pelas ruas, de todas as idades, raças, nacionalidades e culturas étnicas. Roupas coloridas, bandeiras, faixas, galhardetes e outros adereços apenas complementam o principal: a radiante face dos participantes com a alegria de saber que Deus os ama e está vivo dentro deles !


Fazendo parte do calendário oficial de diversas cidades, a Marcha para Jesus conta com a participação de trios elétricos de diversas comunidades e igrejas cristãs, envolvendo todas as denominações e capturando de forma arrebatadora as mentes e corações de seus participantes.

Além de São Paulo – cidade onde Deus permite que ocorra a maior Marcha do mundo – centenas de cidades, incluindo as principais capitais do país, possuem ou terão em 2009 a sua edição do evento, levando assim milhares de pessoas para as ruas do Brasil.

Proposta Espiritual da Marcha Para Jesus

A Marcha tem como fundamento bíblico as passagens de Êxodo 14, Josue 6 e João 13:35: “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes amor uns aos outros”. Neste evento há uma oportunidade única de viver este momento de comunhão entre irmãos de todas as denominações. A Marcha para Jesus também é um evento que permite expressar ao mundo a comunhão dos cristãos e também da fé em Jesus Cristo.

Todos os anos, a Marcha para Jesus têm revelado – em âmbito mundial – o poder e a misericórdia de Deus aos homens. Milhares de pessoas são curadas, libertas e restauradas. Não perca esta oportunidade de evangelizar convidando pessoas que ainda não conhece a Jesus, ou mesmo levar aquele amigo que têm andado longe dos caminhos do Senhor.

História da Marcha para Jesus

A primeira Marcha para Jesus aconteceu em 1987 na cidade de Londres (Inglaterra), e foi fundada pelo pastor Roger Forster, pelo cantor e compositor Graham Kendrick, Gerald Coates e Lynn Green. No início, a intensão era tirar a igreja das quatros paredes e mostrar que ela estava viva e presente na sociedade. O resultado desse evento foi bastante produtivo.

Em 1989, mais de 45 localidades marcharam juntas em todo o Reino Unido, inclusive em Belfast (capital da Irlanda), onde 6 mil católicos e protestantes se reuniram, num visível sinal de união. Neste dia, 200 mil cristãos estiveram unidos em toda a nação, fato que voltou a repetir em 1990 e 1991.

No Início da década de 90, a Marcha se tornara um evento de proporções continentais, ocorrendo em toda Europa. Em 1992 a Marcha para Jesus já se tornava em um movimento mundial de louvor e adoração a Deus, chegando a outros países da América, África e Asia. No ano de 1993 chega a vez do Brasil realizar a sua primeira edição do evento.

Em 1998, mais de 10 milhões de pessoas em mais de 170 nações, reunindo cristãos de todas as religiões, idade e raças, marcharam para celebrar Jesus. Países como Andorra, Argentina, Austrália, Áustria, Barbados, Bolívia, Botswana, Bulgária, Canadá, Colômbia, Croácia, Cuba, Chipre, Dinamarca, Estados Unidos, Equador, Filipinas, Finlândia, França, Gana, Guiné Bissau, Hong Kong, Itália, Japão, Moçambique, Nepal, Nigéria, Nova Zelândia, Paraguai, Polônia, Porto Rico, Romênia, Rússia, Singapura, e muitos outros, saem todos os anos às ruas para Marchar para Jesus.

ARTISTA NA MARCHA PARA JESUS 2009

  • Third Day
  • Renascer Praise
  • Mariana Valadão
  • Marcelo Aguiar
  • Kleber Lucas
  • Cassiane
  • Denyse Bittencourt
  • Soraya Moraes
  • Regis Danese
  • Ao Cubo
  • Cusm
  • Carlinhos Felix
  • FLG
  • Waguinho
  • X-Barão
  • Dj Alpiste
  • Talita Pagliarin
  • RM6
  • Além do Véu
  • Priscilla Alcantara
  • Toque no Altar
  • Resgate
  • Praise Machine
  • Militantes
  • Perpétua Aliança
  • Banda do PA
  • Katsbarnéa
  • Tempero do Mundo
  • Mara Maravilha

Caravanas para a Marcha para Jesus

A área para desembarque das pessoas este ano é:
Estação do Metrô Luz

As áreas para estacionamento dos ônibus são:
Quarto Comar – Av. Olavo Fontoura – ao lado do Hospital da Aeronática
Av. Gen. Ataliba Lenonel – Laterais
Av. do Estado (entre Marginal e Av. Tiradentes) ou seja aquele pequeno trecho que fica logo em
frente ou atrás dependendo o lugar que estiver na Armênia, em Frente à Sub – Prefeitura da Sé e a Guarda Civil Metropolitana

Trajeto dos ônibus das caravanas:

Caravanas vindas da região norte: devem utilizar a Rodovia Presidente Dutra, entrando na Marginal Tiête, utilizando a Ponte Pequena para assim chegar ao Metrô Luz, desembarcar os passageiros e acessar o bolsão de estacionamento desejado.

Caravanas vindas da região sul: devem utilizar a Avenida Vinte e Três de Maio, desembaracar as pessoas no Metro Luz e seguir em direção a um dos bolsões de estacionamento.

Caravanas vindas da região oeste: devem utilizar a Rodovia Castelo Branco, Anhanguera ou Bandeirantes, entrando na Marginal Tiête, subirem a ponte da Ponte Pequena, desembarcarem as pessoas no metrô Luz e seguirem em direção ao bolsão de estacionamento na Rua Gustav Willy Bordof que fica atrás do Espaço Renascer.

Caravanas vindas da região leste: as caravanas que vierem pela Rodovia Presidente Dutra devem utilizar a região norte como descrito acima, evitando assim o acesso à Radial Leste.

Inscrevendo sua caravana você concorrerá a uma moto.

Clique aqui para inscrever sua caravana para a Marcha para Jesus.

Dúvidas sobre a Marcha para Jesus

Qual será o percurso e horário da Marcha em São Paulo?
A saída acontece às 10 horas da manhã da Estação Tiradentes do Metrô e segue em direção à Praça Heróis da Força Expedicionária Brasileira, na zona norte.

Gostaria de saber se é obrigatório inscrever a caravana, pois eu mesma estou organizando uma com alguns irmãos.
Não é obrigatório fazer inscrição em caravana, mas trata-se de uma forma organizada para grupos de pessoas que vêm juntas à Marcha. Além do que as caravanas concorrem a um prêmio muito legal esse ano, que é uma moto, que pode ser doada ou vendida para reverter a renda para sua igreja. As caravanas também aproveitam o conforto de transporte e estacionamento, já que existe um local autorizado pela prefeitura para estacionar os ônibus, vans e peruas.

Como fazemos para inscrever nossa banda para cantar na Marcha?
As programações são feitas pelas igrejas e líderes participantes e sempre com muita antecedência. O objetivo da organização é contemplar todos os ritmos e estilos musicais, para demonstrar o louvor do povo de Deus, independentemente de sua denominação, como nos ensina o Salmo 150.

É preciso pagar ingresso para assistir aos shows na Marcha?
Não. As apresentações acontecem ao ar livre, na praça Heróis da FEB e são totalmente gratuitas.

Eu queria saber se tem como comprar a camiseta da Marcha para Jesus 2009 pela Internet.
Não. A camiseta pode ser adquirida nas igrejas Renascer em Cristo ou no Bazar Renascer, na Avenida Lins de Vasconcelos, 1210.

Site oficial: http://marchaparajesus.com.br/
Comunidade Oficial no Orkut: http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=22863854
Twitter: http://www.twitter.com/marchaparajesus

O Gospel+ continuará informando sobre a Marcha para Jesus.

Fonte: Marcha para Jesus / Gospel+

60 COMENTÁRIOS

  1. MARCHA PARA GEZUZ
    A INVEJA DO CONCORRENTE

    Preocupa-me profundamente o titulo da matéria: “ARTISTAS GOSPEL SE REUNEM EM MARCHA PARA JESUS” e ai eu pergunto na minha simplicidade, será que Jesus precisa de alguma marcha para a sua auto-afirmação? Será que tal marcha não é apenas POLITICAGEM religiosa ou DEMONSTRAÇÃO de força numérica já que a espiritual está em falta no mercado? Artistas Gospel têm algum fundamento Bíblico? Nos Atos dos Apóstolos há registro de algum artista atuando em prol da pregação do Evangelho? Pelo que me consta a Palavra de Deus é muito clara quanto a este tipo de coisa que andam fazendo em nome da religião, mas poucos estão interessados em se informar sobre estas distorções e estes pecados. Neste caso fica evidente que os lucros de tal espetáculo falam mais alto…

    Vejo que a secularização aliada à vulgarização do Evangelho tomou forma e já não há como combater esta desgraça que se abateu sobre o meio cristão; vejo também que não há qualquer interesse por parte de nossas lideranças, se é que as temos, de levantar uma bandeira para coibir de forma contundente este mercado da fé que se infiltrou nas nossas igrejas causando danos irreparáveis a fé cristã. Os gays criaram a sua “Parada do Orgulho Gay” e os evangélicos, com inveja e para mostrar que também podem se mobilizar para fazer bagunça, tiveram logo a brilhante(?) idéia de lançarem a tal “Marcha Para Gezuz”, ao invés da “PARADA DO ORGULHO EVANGÉLICO”, nome usado para não criarem uma briga com os gays que nada mais é do que uma cópia daquilo que acontece todos os anos na Avenida Paulista e que infelizmente tem se espalhado pelos quatro cantos do Brasil. Mas que a disputa é acirrada isto ninguém contesta! Tal marcha tem exclusivamente a intenção clara de fazer propaganda de tudo, política, comercial, religiosa e vai por ai afora, cada um quer a sua fatia nesta bagunça religiosa OPORTUNISTA que também está sendo manipulada e patrocinada por um bando de espertalhões que encontraram na religião uma forma de se promoverem e desenvolverem seus projetos pessoais. É obvio que o cristianismo Bíblico não tem nada a ver com esta bandalheira e com este movimento, há sim neste movimento uma religiosidade de formas, mas sem conteúdo que procura se firmar e fazer suas propagandas usando este artifício de uma “MARCHA PARA GESUZ” uma vez que a fé genuína anda meio combalida e esquecida nos porões de nossos templos. Os púlpitos preferem a farra para distrair o povão e vamos que vamos… O que há de fato é uma encenação generalizada de uma religiosidade materialista voltada para interesses que contrariam todos os princípios estabelecidos nas Escrituras, assim para não perder espaço para outros segmentos os POBRES evangélicos precisam se movimentar e inventar algo que possa atrair para os seus currais o maior número possível de adeptos pouco importando se são de fatos CONVERTIDOS ou CONVENCIDOS. Aliás, a palavra “CONERSÃO” foi literalmente banida do vocabulário evangélico e hoje não se ouve a sua pronuncia em púlpito algum, o negócio agora é SÓCIO PATROCINADOR que são tratados como tesouro por suas contribuições e recebem até promoções como bênçãos especiais e outras coisinhas mais. Valer ressaltar que os crentes modernos vivem de bobagens e de negociatas com Deus, tudo na base do “É DANDO QUE SE RECEBE” e aí vale tudo, inclusive participar de uma Marchinha barulhenta recheada a muitas hipocrisias numa das avenidas de nossas cidades.

    Perdoem-me, mas Evangelho é coisa séria e não merece ser tratado da forma como estão tratando os espertalhões religiosos, é preciso compromisso, mas acima de tudo de testemunho sincero e verdadeiro com uma vida que de fato possa expressar a presença de Deus dominando em todas as áreas. O que vemos são líderes(?) preocupados a cada ano em aumentar o número de participantes na tal Marcha e assim se a concorrência leva três milhões os pobres evangélicos têm de alguma forma conseguirem ir além, e neste caso vale tudo e aceita-se a participação de qualquer seguimento religiosos desde que se denominem por algum motivo, cristãos. Além dos transtornos, do Barulho, do incomodo geral, do comércio de toda natureza, da balburdia generalizada e dos prejuízos para o autêntico cristianismo que benefícios para o exercício da fé esta “Marcha Para Gezuz”.

    Se de fato as afirmações ali feitas fossem verdadeiras, com o Brasil sendo do Senhor Jesus, não teríamos tanta corrupção, tanta imoralidade, tanto crime, e tanta injustiça sendo praticadas abertamente; não teríamos também tantos evangélicos contribuindo para isto como fazem os que se enveredam pelo caminha da política em nosso Brasil. Se fossemos uma nação do Senhor Jesus poderíamos andar, deitar e levantar sem termos que nos preocuparmos com o criminoso que anda aterrorizando a vida da população… Se o Brasil é mesmo do Senhor Jesus há algo errado com as nossas igrejas porque até elas de alguma forma transformaram a religião em um negócio lucrativo distorcendo-a de seus princípios originais… Não, o Brasil não é do Senhor Jesus, no entanto querem os evangélicos hastear esta bandeira por comodidade e por esperteza, para verem os seus lucros e suas igrejas crescerem numericamente – tal qual o rabo de cavalo – mas, sem espiritualidade ou compromisso algum com os ensinos do Mestre. O Salmista ao afirmar que: ”DO SENHOR É A TERRA E A SUA PLENITUDE, O MUNDO E OS QUE NELE HABITAM” – Salmos 24:1, não estava afirmando de forma alguma com isto que este ou aquele país poderia ser definido como do Senhor Jesus, até porque todo o universo pertence a Deus. O que precisamos entender é que uma nação como o Brasil, envolta em misticismos, em sincretismos religiosos e em uma profunda distorção dos ensinos Sagrados jamais poderá ser tratada como sendo uma nação do Senhor Jesus, isto é uma utopia que as nossas lideranças preferem não ver. Por outro lado a Bíblia afirma sim: “Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o Senhor, e o povo que ele escolheu para sua herança” – Salmos 33:12, fato que não nos serve de base para declararmos o Brasil como escolhido do Senhor nem como sendo do Senhor Jesus.

    A marcha do cristão não deve ser por avenidas perturbando a ordem e a paz da população, também não deve ser uma concorrência contra outras forças, o cristão deve sim marchar contra o mundo com testemunho sincero, verdadeiro e honesto, com uma vida de mostre realmente com que ele foi crucificado, que expresse com ações e atitudes que ele foi realmente transformado pelo poder de Deus. Assim, não precisaremos ir para as ruas gritar e incomodar para provar que somos um povo diferente, pois estaremos dominados nas nossas ações e nos nossos atos pelo Espírito Santo de Deus. O que falta na verdade é seriedade nas práticas cristãs com o evangelho voltando às suas raízes pregadas nos Atos dos Apóstolos e nos exemplos ali escritos.

    É preciso entender uma coisa e deixá-la clara, o evangelho não precisa de “MARCHA” até porque não há resplado Bíblico para tal movimento, antes, precisa de “TESTEMUNHO” e não será através de barulho, movimentação de multidões, shows e spetáculos que estes testemunhos acontecerão, eles só serão possíveis numa vida consagrada inteiramente a Deus e aos seus propósitos eternos. Como disse, a tal “MARCHA PARA GEZUS” nada mais é do que uma competição com outros segmentos, mas em nada acrescenta ao cristianismo, pelo contrário, em função dos incômodos que provoca causa sim um desgaste ainda maior para ele.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  2. MARCHA PARA GEZUZ II
    A INVEJA DO CONCORRENTE

    No sermão do monte Jesus nos dá uma noção precisa e exata deste cristianismo rotulado de “EVANGÉLICO” que vivemos em nossos dias quando ele diz: “Acautelai-vos, isto é, tende cuidado, porém, dos FALSOS PROFETAS, que vêm até vós vestidos como OVELHAS, mas interiormente são LOBOS devoradores… Assim, nem todo o que me diz: Senhor, Senhor, entrará no reino dos céus, mas somente aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus” – Mateus 7 : 15 e 21. E aí você pergunta, qual é a vontade de Deus? Deixo a BÍBLIA responder: “Porque esta é a vontade de Deus, a vossa SANTIFICAÇÃO” – I Tessalonicenses 4 : 3. Com absoluta certeza não é promovendo eventos desta natureza que estaremos buscando a santificação, pois ela se dá numa vida de submissão e entrega total do ser humano ao domínio do Espírito Santo. A “MARCHA PARA GEZUS” nada mais é do que uma oportunidade para que líderes busquem as suas afirmações e o triunfalismo dentro de suas comunidades e no cenário nacional, serve para fazer sim, propaganda de grupos religiosos que em muitos casos têm as suas práticas religiosas questionáveis do ponto de vista Bíblico. Ela é ainda um evento exclusivamente COMERCIAL, onde os produtos da grife “GOSPEL” são anunciados e vendidos livremente como “PRODUTOS CRISTÃOS” o que é um grande engodo e um grande erro religioso. A “MARCHA PARA GEZUS” é também uma oportunidade impar para os “POLÍTICOS EVANGÉLICOS” defraudarem as suas bandeiras na conversa de que se eleitos irão defender as causas do Reino. Eu pergunto, de que reino? Obviamente que não é o dos Céus ou então é do céu da boca da onça.

    È notório que os interesses são muitos e às vezes até escusos, não há nesta tal “MARCHA PARA GEZUS” qualquer fato que possa me convencer de que tudo não passa de um oportunismo religioso com fins meramente populista de fazer propaganda de denominações e entidades que por suas práticas, se definem como igrejas. No Sermão do Monte, no mesmo capítulo Jesus disse que: “Pelos frutos os conhecereis” – Mateus 7 : 20, e eu pergunto, que frutos esta bagunça religiosa está trazendo para o Evangelho e para o cristianismo? Nenhum! Absolutamente nenhum, apenas o incômodo para a população, o incentivo à concorrência entre as denominações, o orgulho, a vaidade, a arrogância e outras coisas mais que não produzem efeitos na vida do crente em Cristo Jesus. Pedro recomenda: “Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém” – II Pedro 3 : 18 . Por que temos que crescer na graça e no conhecimento antes de qualquer outra coisa? Para que não sejamos envolvidos pelo nosso eu, pelo homem carnal que quer a todo custo nos dominar e nos fazer reféns do MATERIALISMO religioso e não de uma vida espiritual consciente e integra na presença de Deus.

    Cresça antes que você seja envolvido pelo festival teológico que andam pregando; Antes que você seja envolvido pelas inverdades; Cresça na graça e no conhecimento da Palavra de Deus, pois crescer na graça e no conhecimento é uma vacina contra as heresias. Crescer na graça e no conhecimento de Jesus Cristo serve para que não possamos passar por um crescimento deformado que comprometa a nossa estrutura espiritual de tal forma que nos obrigue a andar com as MULETAS RELIGIOSAS criadas para iludir as pessoas nas suas enfermidades religiosas e nas doenças da fé. E como tem pessoas vendendo muletas no meio religioso!

    Vangloriar-se, fazer publicidade religiosa, buscar a autopromoção não é um modo de ser do Novo Testamento, porque deveria ser nosso hoje? Se você me perguntasse como avalio o cristianismo hoje numa escala de 0 a 10 eu diria sem sombra de dúvidas que minha nota seria 1. Estatísticas não são necessárias, e “MARCHA” também não, Deus não tem nada a provar, principalmente usando artifícios que induzem a competitividade nos assuntos que envolvem fé e religião. Quando o assunto é evangelizar, há mais espaço para o testemunho do que para a comunicação ou para as festas, mas o problema é que o carrossel evangélico nestes dias é movido exclusivamente por badalações, shows e espetáculos, nada mais! Fato é que ninguém percebe que o vazio do coração e da alma não se preenche com coisas desta natureza, pois elas são passageiras e apenas massageiam o ego enchendo as pessoas de orgulho e de vaidade. “Enchei-vos do Espírito”, recomenda Paulo, no entanto o povo está sim, transbordando em atividades voltadas para atender ás paixões da carne e aos anseios dos olhos, querem agradar nas aparências, mas o invisível, o interior está completamente vazio e sem perspectivas. Para sermos cheios é necessário que nos esvaziemos de nossas paixões e de nossos desejos carnais, que não deixemos o nosso eu aos pés da cruz, mas cravado nela. Já estou crucificado com Cristo e não dependo mais de fazer propaganda de minha crença ou de minhas ideologias, de ser agente secreto misturado numa multidão, agora eu passei a ser testemunha da graça redentora de Cristo e esta diferença não sou eu quem prego, são as pessoas que as enxergam nas minhas ações e atitudes. A verdade é que se o Espírito Santo não pode ser SOBERANO, ele prefere se retirar e em muitos casos eu imagino que se uma igreja tem uma lista de pessoas ausentes, ele é o primeiro da lista.

    A graça da salvação nos livra de termos que buscarmos em obras – MARCHAS – as justificativas para a fé que professamos, as obras hão de ser conseqüência NATURAL da fé que depositamos em Deus. A grande questão é que o VERDADEIRO EVANGELHO anda tão em baixa, tão comprometido com os valores deste mundo e com a politicagem que as lideranças precisam arranjar formular mágicas para entreter e prender a atenção dos fiéis, assim a “MARCHA PARA GEZUS” não passa de um divertimento religioso, se é que há algo de religiosidade nela, até porque há muita forma, mas nenhum conteúdo nos seus propósitos. Há interesses, isto é inquestionável! As lideranças desta MARCHA ainda não se deram conta de que nenhuma atividade é tão vazia em seus resultados, e tão mortal nos seus efeitos sobre a alma, do que a inveja, o orgulho e a concorrência no tocante as coisas de Deus. Estas Três minam a resistência de qualquer segmento religioso fazendo-o refém de pessoas movidas por sentimentos e desejos pessoais e não pelo Espírito Santo. Estas pessoas vivem de erguer ANDAIMES RELIGIOSOS como a tal “MARCHA PARA GEZUS”, mas não percebem que a distância entre o homem e Deus permanece tão vasta como sempre foi.

    Paulo no AREOPÁGO disse que aos Atenienses que “Deus criou os seres humanos para que buscassem a Deus, se, porventura, tateando o pudessem encontrar, o qual, todavia, não está longe de cada um de nós” – Atos 17 : 27, assim, nós estamos tateando com as mãos, pelas avenidas e pelas MARCHAS, à procura de Deus sem nos darmos conta de que ele está mais perto do que possamos imaginar. Isaías fala que devemos ser vasos quebrados na mão do oleiro, mas o que se vê com freqüência são vasos dobrados por conversas e por ofertas de facilidades na vida cristã. Só lembrando, um ovo, para ter alguma utilidade, precisa ser quebrado, inteiro ele vai apodrecer e contaminar muita gente com seu odor desagradável. Até para produzir vida em um novo pintinho o processo é o mesmo, desta forma crente precisa também ser quebrado e moldado pelo Espírito Santo se quiser gerar algo que seja útil na sua vida cristã neste mundo.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  3. Sair as ruas em uma grande marcha é a oportunidadse que os sevos do Senhor tem para declarar a vitória sobre a cidade, gostaria que os pastores de itaituba pará cidade que moro realizacem tambem,mas creio que que logo isto acontecerá aqui. pois esse movimento mudará o Brasil.

  4. A OUTRA FACE DA MARCHA PARA JESUS

    Que maravilha! Somente no país tupiniquins que isso poderia acontecer. Não acho correto dizer que é um dia histórico para o cristão brasileiro, melhor seria dizer que é um dia histórico para o evangélico brasileiro. Nem sempre, ou quase nunca há relação entre os dois grupos. Tão logo os religiosos infratores chegaram ao Brasil e seus projetos eleitoreiros são bem vistos pelos políticos da terrinha maravilhosa. É uma aberração passeatas para fazer apologia ao homossexualismo. Porém, maior aberração que esta é usar o nome de Jesus para alianças com este mundo. O dia 03 de setembro de 2009 é uma marca importante sim, mas com um caráter introspectivo para aqueles que esperam o dia do Senhor e ainda falam sobre o arrebatamento, os verdadeiros adoradores. Estes que assim buscam a Deus e esperam com alegria o retorno de Cristo.

    Assim acontece a tal marcha para Jesus, em que a pessoa perde o senso de individualidade e se entrega a uma completa histeria coletiva. O banquete está pronto e todos ficam “felizes” no final, vejamos como funciona: o povo marcha para seus líderes; até creio que alguns realmente marcham para louvar a Deus, os políticos marcham com seus votos para os cargos públicos e os líderes religiosos marcham com suas propinas para os paraísos fiscais. E assim o evangelho vai sendo anunciado, o povo vai sendo enganado e o nome de Jesus vai sendo banalizado. Uma profanação apóstata como este casamento entre o secular e a “igreja de Cristo”, só servem como cumprimento das profecias de que em breve estaremos com o Senhor na glória de nosso Deus. Que assim seja! Amém.

  5. Esses caras nao tem o que fazer, vai ser snatarrao assim lá no “quinto dos infernos”, nao sabe de anda fica ai falando as coisas, deixa o povo de Deus se reunir e marchar, quem dera se nao Brsil inteiro tivesse Marcha pa Jesus.

  6. MARCHA PARA GEZUZ III
    A PASSARELA DA “MODA” RELIGIOSA

    “Porque clamas a mim? Dize aos filhos de Israel que “MARCHEM” – Josué 14 : 15

    “Ora, quando Faraó deixou ir o povo, Deus não o conduziu pelo caminho da terra dos filisteus, se bem que fosse mais perto; porque Deus disse: Para que porventura o povo não se arrependa, vendo a guerra, e volte para o Egito; Mas Deus fez o povo rodear pelo caminho do deserto perto do Mar Vermelho, e os filhos de Israel subiram armados – arregimentados – da terra do Egito” – Êxodo 13:1 e 18.
    .
    A marcha do povo de Israel pelo deserto mostra com exatidão a ação do poder de Deus na sua intenção de conduzir o povo à TERRA PROMETIDA. Para levar o povo a Canaã ele escolheu Moisés, um homem especial desde o seu nascimento. Durante a “MARCHA” era evidente nos fatos e acontecimentos a presença literal de Deus junto ao povo. Questionado quanto ao sucesso de sua missão Moisés responde: “O Senhor pelejará por vós, e vos calareis” – Êxodo 14 : 14.

    Depois da morte de Moisés, Josué seu substituto reúne o povo e orienta a como deveriam proceder durante a “MARCHA”: “…prudentemente te conduzas por onde quer que andares” – Josué 1 : 7, ele ainda conclama o povo a mudança de vida: “Santificai-vos, pois amanhã o Senhor fará maravilhas no meio de vós” – Josué 3 : 5.

    Durante a jornada ou a “MARCHA” pelo deserto, fatos curiosos e relevantes foram se sucedendo e o povo experimentava a glória de Deus, tudo isto porque eram escolhidos para aquela missão. Desafios foram superados, lugares difíceis e inóspitos; e o mais temido, o deserto. Aquela “MARCHA” tinha objetivos definidos, chegar a Canaã; Tinham um único líder, ora Moisés, ora Josué; Tinham identidade, eram o “POVO DE DEUS”; Havia unidade de propósitos e se houve ESPETÁCULO ou SHOW foi a manifestação do poder de Deus provendo proteção total aos seus escolhidos. Entre eles não havia “ARTISTAS” nem tão pouco “ASTROS”; Não tinha “TRIO ELÉTRICO”; Não havia comércio e nem oportunistas querendo tirar proveito da situação! Deus era o CENTRO das atenções e assim foi durante os anos de sufoco passados no deserto desafiando o impossível. Moisés e Josué transmitiam o recado de Deus ao povo, hoje homens transmitem os seus PRÓPRIOS RECADOS á multidão extasiada com a festança.

    O “EXODO” foi o cerne do Velho Testamento, Deus não conduziu o povo pelo caminho mais fácil aos olhos deles, mas pelo mais eficiente e seguro, pelo mais produtivo nas questões espirituais, pelo DESERTO. Diante de nossa tendência à busca das coisas fáceis, Deus nos empurra para as coisas como elas são, densas, tensas, sérias, difíceis, profundas. Só assim compreenderemos a vida como ela é. Deus sabe que buscamos evitar as lutas, como no caso do Êxodo. Deus sabia que ao ver a guerra a ser travada, o povo Hebreu sentiria a tentação do fácil, a volta para o Egito, esquecido da tragédia que foi sua vida lá. Gostamos de sermos protegidos das coisas como elas são, e quando elas vêm, acabamos derrotados por elas. As experiências verdadeiras nos tornam mais próximos do Deus verdadeiro, não dos deuses feitos à nossa imagem e semelhança; dos outros, como eles são, e de nós mesmos, como nós somos. A “MARCHA” do povo pelo deserto deveria ser o modelo para a nossa jornada hoje.

    O que vemos no século XXI é uma INCREDULIDADE Bíblica e uma CREIDIBILIDADE exacerbada em homens que arquitetam planos, dizem ser de Deus e conduzem a multidão ao caminho do deserto. Sem preparo espiritual, sem compromisso verdadeiro com Deus, eles transformam as Avenidas em passagens para as suas “TERRAS PROMETIDAS” imaginárias sem se dar conta de que não chegarão à lugar nenhum. A caminhada denominada “MARCHA PARA JESUS”, dele mesmo não tem absolutamente nada, até porque ele jamais autorizou tal movimento, além de ser regada a muito barulho, fantasias, adereços, gritos de guerra, palavras de ordem, tudo ao som IMPORTADO DO INFERNO. É a MARCHA dos soldados que não sabem o que é fidelidade, também não obedecem às ordens do General Supremo, Cristo Jesus. São os ATIVISTAS religiosos, os PACIFISTAS, os MANIFESTANTES e os PROTESTANTES adotando a onda de grupos sociais que utilizam tais táticas para chamarem a atenção das autoridades para os seus argumentos e suas propostas. É indubitavelmente o resultado do famigerado “MOVIMENTO GOSPEL” que em nome de Deus, faz qualquer negócio, inclusive com o inimigo, adotando as suas táticas de guerrilha contra o cristianismo.

    O pior de tudo é que ainda cantam entusiasmados: “O NOSSO GENERAL É CRISTO, SEGUIMOS OS SEUS PASSOS, NENHUM INIMIGO NOS RESISTIRÁ!”, mas o que percebemos com clareza é que o inimigo está sim indo de vento em polpa nas suas ardilosas ciladas armadas para enganar os crentes modernos. Um soldado tem “DICIPLINA”, prima pela lealdade ao seu superior; Ele não é soldado apenas no quartel. Hoje muitos são militares apenas nos templos ou igrejas, da porta para fora deixam as patentes de lado. Orgulho e vaidade são marcas registradas da grande maioria das denominações e elas fazem questão de anunciarem aos quatro cantos os seus feitos e as suas conquistas materiais, são veradeiras fortalezas protegidas por SIGILOS a unhas e dentes.

    As avenidas se transformam em “PASSARELAS DA MODA RELIGIOSA” num desfile suntuoso de costumes e conceitos que andam na contramão daquilo que nos ensinou Jesus e seus Discípulos. Em Tessalônica o povo levou Jáson e alguns irmãos à presença das autoridades e os acusaram de causarem perturbação à ordem com o que pregavam: “…ESTES QUE ALVOROÇARAM O MUNDO, CHEGARAM ATÉ NÓS” – Atos 17 : 6. A fama corria não por serem ATIVISTAS EVANGÉLICOS, mas por darem TESTEMUNHO da graça redentora e do amor de Deus. Não me lembro de Paulo promovendo eventos de qualquer natureza para tornar o Evangelho conhecido, pelo contrário, ele pregava com ousadia em qualquer lugar e em qualquer tempo e chegou a afirmar: “Combati o bom combate, acabei a carreira e guardei a fé” – II Timóteo 4 : 7.

    A nossa jornada neste mundo, pelo que me consta, não inclui “MARCHAS” até porque já estamos numa jornada santa que nos conduzirá ao Lar Celestial, antes, requer que “TESTEMUNHEMOS” daquilo que Deus tem feito nas nossas vidas neste deserto insólito em que caminhamos neste mundo. Assim como Deus não levou Jesus para a glória sem antes fazê-lo passar pelo GÓLGOTA e pelo sepulcro, Deus nos faz caminhar pelo deserto. Ao mandar Seu povo para o deserto, onde peregrinaria por quadro décadas, antes da chegada ao destino, Deus não estava brincando ou mostrando o Seu poder. Ele estava ensinando seu povo a viver. Ainda assim, poucos entraram em Canaã!!!

    Lembre-se, mesmo que você esteja andando em círculos, há um propósito de Deus preparado para você, basta que você esteja disposto a obedecer às ordens dadas por Ele, o General da verdadeira “MARCHA PARA JESUS”, a quem um dia veremos face a face nas Mansões Celestiais.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  7. A marcha no Brasil existe bem antes da parada, gente ridicula que critica por criticar, não sabe nem pesquisar antes de falar besteira…
    Vai tudo queimar sabe onde se não cuidar da lingua diabólica…

    EU VOUUUUUUUUUUUUUUU :)

  8. è só para os religiosos?
    Um chamado por Yahveh, seguidor de Yeshua pode ir ?
    Pode levar a BIBLIA ?

    Mateus
    22:8) – Então diz aos servos: As bodas, na verdade, estão preparadas, mas os convidados não sâo dignos.
    (Mateus
    22:9) – Ide, pois, às saídas dos caminhos, e convidai para as bodas a todos os que encontrardes.
    22:10) – E os servos, saindo pelos caminhos, ajuntaram todos quantos encontraram, tanto maus como bons; e a festa nupcial foi cheia de convidados.
    22:11) – E o rei, entrando para ver os convidados, viu ali um homem que não estava trajado com veste de núpcias.
    22:12) – E disse-lhe: Amigo, como entraste aqui, não tendo veste nupcial? E ele emudeceu.
    22:13) – Disse, então, o rei aos servos: Amarrai-o de pés e mãos, levai-o, e lançai-o nas trevas exteriores; ali haverá pranto e ranger de dentes.
    22:14) – Porque muitos são chamados, mas poucos escolhidos.

  9. MARCHA PARA GEZUZ IV
    UM TESTE FÁCIL E INFANTIL

    Responda marcando com um “X” a resposta certa

    ___ Marcha Para Jesus

    ___ Marcha Com Jesus

    Se você marcou a segunda opção, você sabe o que quer na sua conduta cristã e quais as atitudes que deve tomar para que você possa ser conduzido neste mundo pelo Espírito Santo. Precisamos “MARCHAR COM JESUS” em todos os momentos de nossa vida e não apenas durante alguns kilômetros por uma avenida qualquer numa barulhenta “MARCHA PARA JESUS”. A nossa subserviência a Deus deve ser de tempo integral, nossas atitudes devem, nas vinte e quatro horas do dia, serem voltadas para agradarmos e adoramos a Deus.

    A “MARCHA PARA JESUS” nada mais é do que uma atividade festiva movida e regada a interesses do MUNDO GOSPEL, coisas da moda religiosa moderna que dita o mercado da fé hoje em todo o mundo. Se não for “GOSPEL” tá por fora, é careta, é velho, é crente quadrado ou descontextualizado, os ligados ao GOSPEL pelo contrário, são os sabichões que conhecem tudo sobre os assuntos pertinentes à fé, à religião, ao cristianismo e principalmente a Deus. Os ativistas defensores do “MOVIMENTO GOSPEL” são os grandes mentores de todos estes absurdos que permeiam o cristianismo, eles são capazes, de em nome do “SUCESSO” aceitarem qualquer proposta desde que haja lucratividade para as comunidade e as entidades que defendem e definem como igreja. Este movimento, desde o seu surgimento vem causando danos ao Evangelho por causa de sua relação de intimidade e de promiscuidade com as coisas deste mundo, coisas que em alguns casos são vergonhosas como por exemplo, a “MONTAGEM DE RING DE VALE TUDO” nos terreiros da RENASCER EM CRISTO! Eu pergunto: “Que renascimento é este? O nome já diz que vale qualquer coisa, inclusive matar que é o que se vê nas brigas dos profissionais desta categoria esportiva mostrada nas televisões durante a madrugada. É este MOVIMENTO GOSPEL que está sendo alimentada pelas paixões exacerbadas, pelas paixões carnais e ai, com a fragilidade espiritual que domina o meio religioso, fica fácil para que os hereges e os oportunistas implantem sem serem incomodados os seus planos e seus projetos. Outro exemplo, a cantora Carlo Peres é aceita como evangélica, assim como a cantora Joelma, da Banda Calypso o que é um tremendo despropósito e uma falta de respeito ao cristianismo e ao sacrifício da cruz.

    A santidade é recomendada como modelo expresso de vida segundo a Bíblia: “Sede santos, porque Eu sou santo” – I Pedro 1 : 15, diz mais: “Assim que, se alguém está em Cristo, NOVA CRIATURA é, as coisas VELHAS já passaram, eis que TUDO se fez novo” – II Coríntios 5: 17. Há ainda um texto que caiu no esquecimento, por interesses ou por comodidade, mas que é de uma profundidade impressionante: “Porque vós, irmãos, fostes chamados à LIBERDADE. Portanto, não useis então da mesma liberdade para dar ocasião à carne” – Gálatas 5 : 13, isto quer dizer que não devemos, em hipótese alguma, ceder às pressões e às paixões da carne, que quase sempre são doentias na sua espiritualidade e nos seus objetivos. É esta guerra entre a “CARNE” e o “ESPIRITO” que os pretensos evangélicos “GOSPEL” não sabem ou não querem diferenciar nas suas posições quanto à fé que professam. Como todos sabem, o Movimento Gospel transformou-se no caminho mais curto para a implantação do “ECUMENISMO” diabólico voltado para a confusão e a distorção dos conceitos de cristianismo ensinados nos livros Apostólicos.

    E o que é a “MARCHA PARA JESUS” senão um movimento ecumênico? Basta fazer um levantamento superficial e veremos que há a participação de vários segmentos que se definem como evangélicos, mas que por trás de suas práticas não existem nenhuma relação com aquilo que ensinou-nos Jesus. Isto sem falar no que declaradamente se definem como evangélicos, mas que passam longe daquilo que é estabelecido nas Escrituras como regra básica no exercício da fé cristã. Nesta direção há os que vivem e se alimentam de “correntes”, “rosas consagradas”, “banhos das sete águas”, “copo com água”, “lenço benzido” e mais um caminhão de amuletos que não tem aparo legal nem moral nas Escrituras Sagradas. E ai, vai todo mundo para a avenida e em nome de Jesus o vale tudo é aceito já que a “MARCHA É PARA JESUS”, e para ele QUALQUER COISA SERVE!!! Ia me esquecendo, tem ainda os “PREGADORES DA PROSPERIDADE” que parecem não conhecer a história de Paulo quando ele diz sem medo de cometer heresia: “Sei estar ABATIDO, e sei também ter ABUNDÂNCIA; em toda a maneira e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter FARTURA, como a PADECER necessidade” – Filipenses 4 : 12. Estes hoje são maioria absoluta, encabeçados pelos líderes que andam adornados de anéis de ouro, carros importados, aviões particulares e mais um caminhão de mordomias, e fazem de tudo para que esta teoria Diabólica seja aceita como “BENÇÃO DE DEUS” para as suas vidas. Para estes o texto do Sermão do Monte não faz o menor sentido quando diz: “Olhai para os lírios do campo… Mas o senhor cuida deles. Mas, buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça, e todas as outras coisas vos serão acrescentadas” – Mateus 6 : 26 e 33. Este texto causa urticária nos TEOLOGISTAS da prosperidade!!! Voltando a “MARCHA PARA JESUS”, o que vemos são tipos assim que dominam as multidões, que por falta completa de informação e de conhecimento da Palavra de Deus, deixam se levar por filosofias vazias e sem nenhum sinal que possa comprovar as suas origens e a eficácias das mesmas no crescimento espiritual do cidadão. Portanto, saiba diferenciar entre “MARCHA PARA JESUS” e “MARCHA COM JESUS”, e boa sorte na sua vida cristã. A segunda preenche os vazios dão coração e da alma!!!

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  10. Relaxa pessoal, esses que criticam são minoria !!!

    a maioria estarão lá dia 2 de novembro, deixa esses religiosos aí falando mal pela internet enquanto a gente engrandece o nome de Jesus !

  11. MARCHA PARA GEZUZ V
    ALTERNATIVAS MAIS EFICAZES E BÍBLICAS

    Vou dar algumas sugestões para os que querem alternativas à MARCHA PARA GEZUS, veja o que você pode fazer de mais relevante do que desfilar perturbando a ordem e a paz da sociedade:

    – Vá a uma favela e TESTEMUNHE de Cristo a pelo menos uma pessoa.

    – Vá a um asilo e ajude a cuidar de pelo menos um velinho falando da transformação que Deus fez em sua vida.

    – Vá a um presídio e leve pelo menos um folheto que fale sobre pecado, salvação e restauração da alma e do coração.

    _ Quem sabe você não tenha um amigo que tenha SEDE DE DEUS. Aproveite o dia para apresentar o seu Deus a ele.

    – Vá a uma das esquinas movimentadas e fale, como Paulo, do que Deus representa para você e do que ele pode fazer na vida das pessoas.

    – Vá a uma pequena igreja de sua cidade e pergunte o que você pode fazer por ela com um dia inteiro de serviço.

    – Vá debaixo de uma marquise, de um viaduto ou de uma construção abandonada e leve além da Palavra, alimentos e utilidades para os desabrigados.

    – Esta é fácil, vá ao seu vizinho e fale do amor de Deus para ele. Meu medo nesta indicação é o constrangimento…

    – Vá a um hospital e escolha aleatoriamente um doente ali internado e veja como pode ser útil por um dia na vida dele.

    – Vá a uma estação de metrô ou a um terminal rodoviário e lá fale ousadamente do que Deus tem feito na sua vida a alguém.

    – Junte o que você irá gastar com a MARCHA e doe a família de uma criança carente. Deve dar para alguma coisa!

    – Procure na lista da sua igreja um irmãozinho carente e veja no que ele pode ser ajudado, quem sabe uma boa conversa sobre Deus possa dar uma força nos problemas que ele estiver enfrentando.

    – Sugira aos organizadores que ao invés da MARCHA, façam uma coleta de tudo que será gasto com o evento e distribuem em cestas básicas para os pobres. Som, Trio Elétrico, Camarins, Palcos…

    Só lembrando, estas eram as práticas da igreja APOSTÓLICA, eles não tinham necessidades, tinha sim tudo em comum, segundo Paulo. Hoje, o que é meu, é meu, e o que é seu também quero para mim! É assim que as igrejas vivem, as atenções estão voltadas para o bolso e não para o coração e a alma de ninguém.

    Eu coloquei apenas coisas simplórias para não dificultar e mostrar que se todos que participam deste “DESFILE IDEOLOGICO EVANGÉLICO”, uns poucos dois milhões de pessoas, fizessem uma destas atividades no mesmo dia, dá para imaginar o resultado que o Reino de Deus teria. Ai sim, seria de fato uma verdadeira “MARCHA PARA JESUS” sem precedentes na história da igreja. Você consegue pensar nisto? Lembrando, as tarefas citadas devem ser realizadas sob a tutela do Espírito Santo, desvencilhadas de vaidade, orgulho, espírito de competição, sustentada no testemunho verdadeiro da mudança que a presença de Deus provocou na vida de quem for executá-las.

    Acho difícil que alguém abra mão da PASSARELA, até porque os desfiles religiosos regados a muito SHOW e muito ESPETÁCULO são mais atraentes e satisfazem mais ao ego. É preciso extravasar as energias e com certeza, uma caminhada descontraída e descomprometida pela avenida empunhando uma bandeira ou um estandarte, quem sabe até uma faixa com uma frase de efeito ajude a tratar o stress do dia a dia, provocado pela responsabilidade de ser TESTEMUNHA durante restante do ano. Ia me esquecendo, tem ainda os turistas que convergem para estes eventos, que preferem a festança, a se doarem de coração para serem úteis ao reino de Deus. Este é o Evangelho do século XXI, festivo e barulhento que causa alvoroço pela confusão e pelos incômodos que causam e não pela mensagem que pregam como faziam os Apóstolos do primeiro século. Eles eram “CRISTÃOS” e não “crentes”, não eram evangélicos, mas viviam em função do Evangelho, não precisavam protestar ou manifestar nada por meio de passeatas, a vida e as ações deles movia a igreja a um CRESCIMENTO e não a um INCHAMENTO doentio. Eles iam aos Tribunais, eram “PERSEGUIDOS”, presos, e sofriam açoites e nem por isto faziam MARCHAS de protestos ou manifestação para exigirem ou provarem alguma coisa. O “TESTEMUNHO” deles era a prova irrefutável do que Deus podia fazer por eles e para eles, havia FIDELIDADE e submissão por parte deles.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  12. Dia de Jesus Marchemos
    Dia de Jesus Cantemos
    Dias de Jesus Vamos Todos Celebrar !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  13. SER PROFETA DE VERDADE NÃO É FÁCIL PORQUE, COMO ISAÍAS, POR EXEMPLO TERIAMOS QUE STAR DISPOSTOS A SERMOS SERRADOS AO MEIO. AGORA CRÍTICOS É MUITO FÁCIL SER PRINCIPALMENTE OS GÉLIDOS NA FÉ EXEMPLIFICANDO 2+2=4 SERÁ QUE É =4 MESMO.RACIONAIS DEMAIS.

  14. SINAL DE ALERTA!!!
    E CONHECEREIS A VERDADE…

    “Porque há muitos DESORDEIROS, faladores, vãos e enganadores. Aos quais convém tapar a boca; São homens que transtornam cidades inteiras ENSINANDO o que não convém” – Tito 1 : 10 e 11

    É a Bíblia que categoricamente taxa de DESORDEIROS os que perturbam a ordem publica tentando, com forma não convencionais e não cristãs, IMPOR as suas, que na sua totalidade são distorcidas dos ensinos de Jesus. Ela vai além, veja: “Não vos deixeis levar em redor por DOUTRINAS VÁRIAS e distorcida, estranhas ao cristianismo, porque bom é que o coração se FORTIFIQUE com graça, e não com as coisas do mundo, que em nada aproveitam aos que a elas se entregam” – Hebreus 13 : 9. Novamente, é a Bíblia e não eu! Vou além: “E sede CUMPRIDORES da Palavra, e não somente ouvintes, ENGANANDO-VOS com falsos discursos” – Tiago 1: 22. Quer mais? Ai vai: “Se alguém vier ter convosco, e não prega esta Palavra da verdade, não o recebais em casa, nem o saudais” – II João 1 : 10. Vai ai mais um texto DESPREZADO pelos crentes e distorcido pelos crentes modernos, mas que como a Bíblia não muda – as pessoas por interesses sim – ele continua atualíssimo: “Rogo-vos pois, irmãos, pela compaixão de Deus, que apresenteis os vossos corpos em sacrifício vivo, santo e AGRADÁVEL a Deus, que é o vosso culto RACIONAL, e não vos CONFORMEIS com este mundo, mas TRANSFORMAIS-VOS pela renovação da vossa mente, para que experimenteis a boa, perfeita e agradável vontade de Deus” – Romanos 12 : 1 e 2. Não acabou, vai mais um: “Portanto, convém que atentemos com toda a diligência para as coisas que já temos ouvido, para que em tempo algum sejamos enganados e nos DESVIEMOS delas” Hebreus 2 : 1. Olha este aqui: “Pois mudaram a verdade de Deus em mentira e serviram mais aos homens do que ao Criador” – Romanos 1 : 25. O que dizer desta pérola de Paulo: “Porque eu sei que depois de minha partida, ENTRARÃO NO MEIO DE VÓS LOBOS CRÉIS, que não perdoarão o rebanho, que dentre vós mesmos se LEVANTARÃO homens que falarão coisas perversas e erradas, para ATRAÍREM as multidões após si” – Atos 20 : 29 e 30. Palavras de Jesus: “Mas a hora vem, e é agora, em que os VERDADEIROS adoradores adorarão ao Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura os tais que assim procedem” – João 4 : 23. Tem mais: “Como podeis vós crer, recebendo honra de outros, e não buscando a honra que só vem de Deus?” – João 5 : 44. Eu poderia continuar, mas… Recomendo apenas a leitura desprovida de conceitos dos Salmos 1, que pode esclarecer muita coisa.

    Quando Jesus disse “Eu sou o caminho, a VERDADE e a vida”, ele restabeleceu a ordem no mundo. Até então, como acontece hoje, havia várias VERDADES sendo pregadas e aceitas pelas multidões, todos lançando as suas idéias na intenção clara de subverter e convencer o povo de que estavam com a razão naquilo que pregavam. Mas, Jesus não permitiu que isto se consumasse, antes de permitir que vários grupos – como hoje – se levantassem dizendo ao povo para crer neste ou naquele ponto da Bíblia, ele reduz este número a dois: AQUELES QUE CRÊEM NELE e os que NÃO CRÊEM NELE. A racionalidade invocada por Paulo em Romanos requer que concluamos que, se cremos que Jesus é a verdade, tão somente podemos aceitar como verdadeira a sua afirmação sobre as Escrituras, assim, devemos adotá-la como regra de fé e prática para a nossa vida, desprezando as meias verdade e as mentiras ensinadas por homens. Jesus disse a Satanás: “Está escrito!”. Será que podemos dizer o mesmo quanto as nossas convicções religiosas?

    Hoje as autoridades eclesiásticas, se é que têm alguma autoridade, estão ensinando e pregando heresias que violam brutalmente aquilo que ficou escrito como regra única para que o Evangelho pudesse alcançar os seus propósitos de serem BOAS NOVAS para o homem neste mundo. Deus nos deu o mapa, marcou nele os obstáculos e as correntezas ocultas da vida, tanto quanto os caminhos sem obstáculos. Mas, o homem desprezou este guia e estabeleceu o seu próprio roteiro, e o resultado tem sido desastroso. A BÍBLIA e só ela, é a nossa bússola, nosso mapa, que nos conduz através da vida e nos leva a salvo ao destino final. Mas, nós a ignoramos, e como tem pessoas passando por cima de seus ensinos, e ai está o perigo, pois são multidões que estão sendo arrastadas para caminhos tortuosos e inseguros, longe dos que o Senhor deixou para que andássemos neles.

    O grande problema hoje é que no mundo religioso, onde as pessoas transacionam com CIFRAS e não com vidas ou almas, a autoridade da palavra de Deus é muito fraca. Charlatões e impostores têm reduzido a reputação da Bíblia, enquanto outras doutrinas estão sendo postas em circulação, sendo aceitas pelo povo que anda míope, sem saber distinguir entre a verdade e as mentiras que se espalham no meio religioso. A crise de autoridade da Palavra de Deus, na vida moderna, é resultado do esforço do homem em criar uma religião secular, onde a igreja precise se adaptar as regras e costumes deste mundo para que possa crescer. Não lembram estes lideres incircuncisos que não é a igreja que precisa crescer, mas sim as pessoas, como afirma a Bíblia: “Antes, crescei na GRAÇA e no CONHECIMENTO de nosso Senhor Jesus Cristo” – II Pedro 3 : 18. A Bíblia nos mostra como viver no mundo, ela nos ensina a nos LIBERTARMOS do pecado e sermos cheios do Espírito Santo e de amor. Ensinas-nos a como segurar o desapontamento e como enfrentarmos a adversidade, a doença e até a morte. Veja o que diz o salmista: “Preciosa é à vista do Senhor, a morte de seus santos” – Salmos 116 : 15. O Evangelho não compactua com espetáculos nem com shows que buscam apenas exaltar o homem e os seus dotes e não busca glorificar a Deus pela sua santidade e pelo seu poder. Rotulados de evangélicos, está ai causando todo o tipo de estragos e danos ao Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo, são os cristãos ELITIZADOS que vivem da soberba da carne e de grandes eventos e movimentos, mas que na realidade estão pobres e reduzidos a nada na vida espiritual. Vivem de CANECÃO em CANECÃO – Casa de shows mundanos no Rio de Janeiro – ao invés de irem aos perdidos da casa de Israel que estão presos nas trincheiras das favelas e dos rincões e bolsões de pobreza deste nosso Brasil. O CANECÃO é símbolo de status, a favela símbolo de pobreza e ai está a diferença entre este e aquele evangelho, o GEZUS de hoje e o Jesus de ontem, o da cruz.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  15. AS GRANDES CONQUISTAS N A CÂMARA E NO SENADO POR PARTE DOS HOMOXESSUAIS VIERAM EXATAMENTE DE MOVIMENTOS COMO PARADA GAY ONDE MOSTRARAM SUA FORÇA.E HOJE, TRAMITA NO SENADO LEIS QUE PODEM IMPOR RESTRIÇÕES AS VERDADES BÍBLICAS PORQUE ELES SE REUNIRAM E MOSTRARAM QUE TINHAM FORÇA.APESAR DE SERMOS TIDOS COMO DISCRIMINANTES DESTES GRUPOS, NÓS SOMOS MUITOS MAIS DISCRIMINADOS DO QUE QUALQUER CLASSE QUE SOFRA PRECONCEITO.ENQUANTO ESTES GRUPOS AVANÇAM EM LEIS QUE COAGEM ,CADA DIA MAIS O POVO DE DEUS, FICAMOS DE BRAÇOS CRUZADOS, NÃO MOSTRAMOS NOSSA CARA E VONTADE A FAVOR DA VERDADE, ASSISTINDO DE CAMAROTE A CONQUISTA DO MAL.MUITAS VEZES , DESCANSAMO EM VERSÍCULOS COMO: SE DEUS É POR NÓS QUEM SERÁ CONTRA NÓS. CREIO NISTO.MAS PAULO REENVINDICOU SEU DIREITO DE CIDADÃO ROMANO QUANDO SERIA CHICOTEADO, AO INVÉS DE FICAR QUIETO.A MARCHA PARA JESUS, AINDA QUE VENHAM TER ALGUNS QUE A FAÇAM POR OUTROS MOTIVOS, É UMA FORMA DE MOSTRAR AO MUNDO QUE NÃO SOMOS MAIS AQUELE POVINHO PEQUENO E DESPREZÍVEL.VALE TABÉM MEU ALERTA: QUE NÃO FIQUE SOMENTE NA MARCHA PARA JESUS O DESEJO DE MOSTRAR-SE COMO CRISTÃOS.MAS NA CONDUTA DIÁRIA, SEJA NO SERVIÇO, EM CASA, NA ESCOLA ETC…MARCHANDO SEMPRE EM DIREÇÃO AO ALVO PRINCIPAL QUE É JESUS CRISTO……………..MARANATA VEM SENHOR JESUS

  16. O TRATO COM A PALAVRA
    O EXEMPLO DO SALMISTA

    “Lâmpada para os meus pés, é a tua Palavra, e luz para o meu caminho” – Salmos 119 : 105

    Durante um longo tempo, li o Salmos 119 como mais um capítulo das Escrituras, uma leitura comum sustentada no meu conceito de que ele era como uma espada, “cumprido e chato”. Ninguém gosta deste capitulo, a não ser do verso 105, que, aliás, é o ponto central da mensagem que o autor nos transmite. Mas, o Espírito Santo me levou a fazer um tipo diferente de análise, e só então me deparei com algo profundo e intrigante. Em Todos os livros da Bíblia, jamais encontrei alguém com tamanha sede de se alimentar, cumprir e viver conforme a Palavra de Deus. Ele inicia dizendo: “BEM-AVENTURADOS os que trilham caminhos retos, e andam na palavra do Senhor” – Salmos 119 : 1, mostrando qual a extensão e a profundidade do respeito que ele tinha pela lei do Senhor. Este texto é um tratado sobre a excelência dos mandamentos e da lei de Deus para o sucesso do homem neste mundo quando este procura observá-la como mandamento. Partindo deste Salmos e de sua compreensão, fica mais fácil entender e praticar o que a Bíblia nos coloca como regra para o exercício da fé cristã.

    O autor reconhece o valor deste livro quando afirma: “Tu ordenaste os teus mandamentos, para que DILIGENTEMENTE os observássemos” – Salmos 119 : 4, ele continua a sua saga de estabelecer parâmetros sobre a sua conduta e pergunta: “Como PURIFICARÁ o jovem o seu caminhos? Observando, guardando-o, conforme a tua Palavra” – Salmos 119 : 9. Esta deveria ser a preocupação de todos os crentes hoje, a purificação de seus caminhos, no entanto isto tem sido algo que não faz parte mais da vida cristã, aliás, estão buscando sim a purificação em Banhos ou em produtos que possam materializar a fé. Segundo a palavra, nem pensar! Dá muito trabalho ter que ler freqüentemente a Bíblia. Na seqüência ele fala: “Escondi a tua Palavra no meu coração, para eu não pecar contra Ti” – Salmos 119 : 11, mas o que os cristãos deste tempo estão escondendo no coração? Talvez vaidade, orgulho, inveja, raiva, picuinhas, incredulidade e mais um punhado de coisas que não produzem edificação na alma e nem no coração. Os crentes hoje andam segundo a palavra de seus líderes, que bem sabemos, estão sustentadas em interesses duvidosos, que buscam construir um cristianismo quantitativo e não qualitativo.

    A Bíblia foi literalmente deixada de lado naquilo que não agrada a estes líderes, a estes interessa apenas os textos que possam contribuir diretamente no sucesso de seus projetos, partindo disto, a igreja deixou de ser uma agência do “Reino de Deus” para se transformar numa “Agência de Negócios”, muitas vezes duvidosos, num teatro, muitas com espetáculos grosseiros e humilhantes patrocinados por artistas de quinta categoria. Muitas, literalmente, transformaram-se em extensão do inferno, onde o Diabo deita e rola, impondo as suas novidades que na verdade são apenas truques antigos em roupagens novas. Estas igrejas são os CAMALEÕES, mudam as táticas conforme a aceitação ou a rejeição do mercado. São falsificações grosseiras, é a tática do Diabo para confundir e distorcer os ensinos contidos nas Escrituras. Vale ressaltar que ele detesta ser CONFRONTADO, e suas ações são sutis, elas têm um poder de convencimento impressionante.

    O distanciamento dos cristãos das Escrituras abriu espaço para o surgimento de um evangelho movido a CONCORRÊNCIA, com a competitividade dominando as propagandas de quem faz mais milagres, quem é a maior no mercado, quem tem mais tempo de exposição na mídia e vai por ai. Há uma quantidade absurda de milagres, que na maioria das vezes não passa de sonegação da fé e de enganação, mas não se busca a mesma quantidade no numero de pessoas que queiram, de verdade, trilharem nos caminhos santos do Senhor. O objetivo não é vida transformada, mas vidas conformadas com as bênçãos materiais que andam recebendo nestas instituições de comércio da fé espalhadas pelo Brasil.

    Quando o Salmista afirma com toda a segurança: “Lâmpada para os meus pés é a tua Palavra, e luz para o meu caminho” – Salmos 119 : 105, ele está dizendo que a Lei de Deus é o esteio de seus projetos e de suas realizações, e ele vai além, ele clama a Deus por isto. Ele incorpora o fato de que quem ama a Deus, faz o impossível para obedecê-la e cumpri-la. Conforme a Bíblia afirma, o amor é o distintivo pelo qual o povo de Deus é reconhecido neste mundo, ou pelo menos deveria ser. Anos depois, Jesus diz: “Nisto conhecerão todos que sois meus discípulos, se tiverdes AMOR uns para com os outros” – João 13 : 35, daí concluo que o amor é o marco da igreja, e não milagres ou curas, e que onde não há amor, não há uma verdadeira igreja. A congregação transforma-se tão somente num conglomerado religioso improdutivo nas questões espirituais, a religião então passa a fornecer meios para cultos de auto-aperfeiçoamento narcisista.

    Hoje a religião tem trocado a luz emitida pela Palavra de Deus por lamparinas, lanternas, velas, e tochas da prosperidade, da vaidade, do orgulho da ganância e da grandeza, tudo sob os efeitos especiais do midiatismo que transformou o cristianismo num grande negócio para os mais espertos e inteligentes. O grande erro é que há muita gente classificando este espetáculo como “AVIVAMENTO”, achando que há uma manifestação sobrenatural do Espírito Santo nos nossos dias, ledo engano! Paulo disse a Timóteo: “SOFRE comigo, como bom soldado de Cristo Jesus” – II Timóteo 2 : 3. Nos dias de hoje, pouco sei sobre o que é sofrer por causa do Evangelho de Cristo. Sofrer a ignomínia? Meus ossos serem expostos á agonia mortal? Por Jesus? Bem, esquece…

    Voltando ao Salmos 119, ele precisa ser melhor estudado e praticado para que a igreja volte ao primeiro amor, às suas raízes neotestamentárias, praticando um cristianismo que viva em função exclusiva da alma e do coração do pecador, e não do que ele pode doar para sustentar as mordomias de lideres e entidades que incha a religião neste tempo.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@otmail.com

  17. MARCHA PARA GEZUZ…

    Não precisamos medir força pela força, mas pela inteligência e pelo TESTEMUNHO. Conheço a BÍBLIA de ponta a ponta e não sei de nenhum comportamento que indique que os cristãos do primeiro século precisassem usar de MARCHAS ou algo semelhante para sensibilizar autoridades, nem tão pouco para mostrar que tinham forças, quando agrupados. Esta passeata nada mais é do que uma medição baixa e ridícula de forças, tudo pela falta de espiritualidade e de TESTEMUNHO do povo que se diz evangélico hoje. É mais cômodo ir para as avenidas e perturbar a ordem com Barulho dos que enfrentar as autoridades com uma palavra sincera e honesta contra a falta de ética, contra a imoralidade, contra a corrupção entre outras coisas, que infelizmente são reinantes nos meios religiosos hoje.

    Os Discípulos não mostravam a cara, mostravam a dependência de Deus, através de TESTEMUUNHO autêntico e sem medo de serem contestados na fé que professavam. Não, não somos um povinho, somos um povão metido a grande na aparência, mas que na espiritualidade anda longe das propostas encontradas nas Escrituras. É um povão, medíocre que precisa ir as ruas e avenidas incomodar o povo com barulho e transtornos, mas que não possuem uma mensagem que consiga convencer o pecador de seus pecados e da necessidade de voltar-se para Deus.

    Paulo reivindicou o direito como cidadão romano, pois a lei lhe permitia, era uma questão de legalidade. Ele era cidadão Romano de nascimento, o que lhe permitia desfrutar das leis que regiam o Império. Comparar ou usar este fato para justificar badernas ou perturbação da ordem, é no mínimo, falta de conhecimento das Escrituras Sagradas. E pensar que o direito do cidadão iria ser usado para justificar e fundamentar erros… Ele defendeu a vida e não IDEOLOGIAS. As Leis do cristão estão estabelecidas na Carta Magna do cristianismo, a Bíblia, ou pelo menos deveriam estar, e nela não encontramos qualquer resquício que nos permita afirmar que Jesus precise de MARCHA para que o seu Evangelho seja estabelecido ou reconhecido na face da terra. Infelizmente, por interesses, por preguiça, por falta de compromisso, por falta de experiência e de domínio do Espírito Santo os crentes hoje preferem usar artifícios vazios para justificar a sua crença, do que se sujeitar as exigências das Escrituras. É mais fácil, é mais divertido, tudo festa, é menos trabalhoso… Testemunho? Bem… É… Vamos falar disto depois… Dá um tempo…

    Lamentavelmente, os crentes têm sido parte determinante desta confusão e desta bancarrota moral que se instalou no Brasil, basta dar uma olhadinha nos chamados “POLITICOS EVANGÉLICOS”(?), e ver qual tem sido o comportamento deles, só isto é o suficiente para provar que há algo errado nas práticas religiosas hoje. O cristianismo moderno está sendo movido a BARULHO, o combustível produzido nas refinarias do inferno que abastece a vida e a mente dos que andam praticando uma religião de fachada. São os cristãos FLEX, que misturam o “sagrado” e o “profano” num só tanque, sem darem conta de que o desempenho e a qualidade são completamente comprometidos. O combustível original, a Palavra de Deus, os crentes modernos não querem usar, mesmo que a sua qualidade esteja garantida pelo QUIMICO maior, Cristo Jesus, o dono do único posto de abastecimento disponível deste produto.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@otmail.com

  18. MARCHA PARA GEZUZ VI
    JUSTIFICATIVAS VAZIAS

    Não precisamos medir força pela força, mas pela inteligência e pelo TESTEMUNHO. Conheço a BÍBLIA de ponta a ponta e não sei de nenhum comportamento que indique que os cristãos do primeiro século precisassem usar de MARCHAS ou algo semelhante para sensibilizar autoridades, nem tão pouco para mostrar que tinham forças, quando agrupados. Esta passeata nada mais é do que uma medição baixa e ridícula de forças, tudo pela falta de espiritualidade e do TESTEMUNHO do povo que se diz evangélico hoje. É mais cômodo ir para as avenidas e perturbar a ordem com Barulho dos que enfrentar as autoridades com uma palavra sincera e honesta contra a falta de ética, contra a imoralidade, contra a corrupção entre outras coisas, que infelizmente são reinantes nos meios religiosos hoje.

    Os Discípulos não mostravam a cara, mostravam a dependência de Deus, através de TESTEMUUNHO autêntico e sem medo de serem contestados na fé que professavam. Não, não somos um povinho, somos um povão metido a grande na aparência, mas que na espiritualidade anda longe das propostas encontradas nas Escrituras. É um povão, medíocre que precisa ir as ruas e avenidas incomodar o povo com barulho e transtornos, mas que não possuem uma mensagem que consiga convencer o pecador de seus pecados e da necessidade de voltar-se para Deus.

    Paulo reivindicou o direito como cidadão romano, pois a lei lhe permitia, era uma questão de legalidade. Ele era cidadão Romano de nascimento, o que lhe permitia desfrutar das leis que regiam o Império. Comparar ou usar este fato para justificar badernas ou perturbação da ordem, é no mínimo, falta de conhecimento das Escrituras Sagradas. E pensar que o direito do cidadão iria ser usado para justificar e fundamentar erros… Ele defendeu a vida e não IDEOLOGIAS. As Leis do cristão estão estabelecidas na Carta Magna do cristianismo, a Bíblia, ou pelo menos deveriam estar, e nela não encontramos qualquer resquício que nos permita afirmar que Jesus precise de MARCHA para que o seu Evangelho seja estabelecido ou reconhecido na face da terra. Infelizmente, por interesses, por preguiça, por falta de compromisso, por falta de experiência e de domínio do Espírito Santo os crentes hoje preferem usar artifícios vazios para justificar a sua crença, do que se sujeitar as exigências das Escrituras. É mais fácil, é mais divertido, tudo festa, é menos trabalhoso… Testemunho? Bem… É… Vamos falar disto depois… Dá um tempo…

    Lamentavelmente, os crentes têm sido parte determinante desta confusão e desta bancarrota moral que se instalou no Brasil, basta dar uma olhadinha nos chamados “POLITICOS EVANGÉLICOS”(?), e ver qual tem sido o comportamento deles, só isto é o suficiente para provar que há algo errado nas práticas religiosas hoje. O cristianismo moderno está sendo movido a BARULHO, o combustível produzido nas refinarias do inferno que abastece a vida e a mente dos que andam praticando uma religião de fachada. São os cristãos FLEX, que misturam o “SAGRADO” e o “PROFANO” num só tanque, sem darem conta de que o desempenho e a qualidade são completamente comprometidos. O combustível original, a Palavra de Deus, os crentes modernos não querem usar, mesmo que a sua qualidade esteja garantido pelo QUIMICO maior, Cristo Jesus, o dono do único posto de abastecimento disponível deste produto.

    A menos que estejamos preparados para receber Jesus como nosso Senhor e Salvador, procurando servi-lo observando os seus ensinos e seguindo o seu exemplo todos os dias, seria melhor e mais honesto que nos afastássemos do meio cristão, para que não profanemos com as nossas confusões religiosas. O que falta é sinceridade e honestidade daqueles que estão em nossas igrejas, mas que em momento algum procuram manter os seus procedimentos e as suas praticas de adoração, embasados nas Escrituras. Como afirmei, a Bíblia tornou-se em mais um livro de referência para a história da igreja, do cristianismo e nada mais. Aliás, só lembrando, a quantidade absurda de versões é us despropósito e uma prova evidente da indústria que se transformou a religião. O que me chama a atenção é que com este volume tão grande de versões, pouquíssimos crentes tem tido a coragem suficiente para adotar uma delas como regra de fé e prática.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@otmail.com

  19. Por falar… em JESUS!

    (II Pedro 3:9) – O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns a têm por tardia; mas é longânimo para conosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.

    27/10/2009

  20. Esse Sr. Carlos Roberto Martins de Souza, deve ser uma pessoa muita amargurada da vida que fica em frente ao micro, digitando textos enormes sem fundamento algum, se não gosta da MARCHA ou do seu propósito não entre no site, ou vc é contratado da REDE GLOBO, pq só ela pra falar tanto mal assim, meu caro, aceite JESUS vá a uma igreja e deixe JESUS tomar o rumo da sua vida, do vazio ELE transformará em rios de águas puras e cristilinas….

    AO POVO ESCOLHIDO DO SENHOR, ESTAREMOS REUNIDOS NO DIA 02/11, A MARCHA É UMA PRÉVIA QUE SERÁ NO CÉU UM POVO REUNIDO ADORANDO O ÚNICO DIGNO O REI JESUS…..

  21. Carlos Roberto até concordo em partes contigo, mas a parada do orgulho gay começou acontecer aqui no Brasil em 1997, já a Marcha para Jesus em 1993. Por que então o senhor diz que copiaram?

  22. O CRISTIANISMO BOMBRIL
    E SUAS FUTILIDADES

    O cristianismo “BOMBRIL” – e ninguém está me pagando para fazer propagando do produto – é assim, vive das “MIL E UMA FUTILIDADES”, isto mesmo, FUTILIDADES. A MACHA PARA GEZUS nada mais é do que uma das “mil e uma utilidades” da religião moderna para permitir que o povão possa ter um divertimento a mais, que também possa extravasar as suas frustrações e compensar as deficiências espirituais que dominam as igrejas neste século. O pior de tudo é que tanto crentes – não cristãos que é outra coisa – como Pastores, Bispos, Apóstolos e Missionários, andam todos com a vida espiritual capenga, corroída pelo modelo ANTI-BÌBLICO de brincar de igreja que precisam inventar novidades para tentar convencer o povo de suas ideologias religiosas vazias e inócuas. Além de perturbarem a ordem publica e de causarem incomodo a milhares de pessoas, esta bagunça religiosa promovida por militantes da libertinagem religiosa não trás qualquer acréscimo na estrutura espiritual de ninguém.

    Infelizmente a igreja foi invadida por pessoas que viram do mundo, mas que não abandonaram as suas prática e os seus costumes, são pessoas que defendem um cristianismo barato, sem se lembrarem que “GRAÇA BARATA, NÃO É GRAÇA”. Ninguém aceita discutir estas distorções, não querem fazem um paralelo entre as VANTAGENS e os PERIGOS desta obsessão doentia dos cristãos por movimentos ativistas que não são respaldados pelas Escrituras. Digo isto, porque só eu sei o que estou enfrentando por combater esta religiosidade de FORMAS, mas que não possui qualquer CONTEÚDO que possa atender aos desejos e anseios da alma e do coração.

    O Salmista, num momento de angustia e de profunda tristeza afirmou: “Espera somente em DEUS, pois ainda o louvarei, a Ele que é o meu socorro, e o meu Deus” – Salmos 43 : 5. Ele estava vivendo os piores momentos de sua vida e nem por isto recorreu a métodos “extra BÍBLIA” para mostrar a sua revolta e a sua preocupação como aquele momento de sua vida. A resposta dele e para ele foi, “espera em Deus”, um exercício de paciência que não faz parte da vida cristã de ninguém hoje, assim, é mais fácil agitar o povão numa marcha sem pé nem cabeça ater que esperar pela ação de Deus no seu tempo. Desta forma, no campo do jogo espiritual, o inimigo tem batido todos os recordes. De algum modo, as nossas igrejas estão num vale de lágrimas, caminhando sobre um deserto espiritual perigoso, muitas são uma servil imitação do mundo, e não passam disto!

    Em nossa vida agitada, podemos prantear e lamentar, ser impulsionados para trás e para frente, sob os assaltos do opressor, até estarmos quase derrotados, podemos nos queixar de que Deus nos esqueceu, mas nem por isto devemos recorrer a ações que contrariem o que estabelece a BÍBLIA como regra para o exercício da fé cristã. Tem muita gente “MARCHANDO ARA JESUS”, no entanto estão muito distante dele, marcha com o cordão umbilical ainda agarrado ao mundo. E ai, quando alguém faz um alerta, ele é metralhado sem nenhum sentimento cristão. Mas qual é o resultado prático de tudo isto? Qual é a aplicação na vida espiritual do povo? Que contribuição efetiva este movimento traz para a história da igreja? Jesus participaria de um evento desta natureza e com estes propósitos? Ou será que os fins justificam os meios? Eu fico, sem vacilar, com a última opção!

    Estamos atraindo o povo para a religião através de uma “MARCHA PARA JESUS”, mas não estamos conduzindo este mesmo povo a Deus por meio de nosso TESTEMUNHO. Causamos incomodo por perturbar e não por TESTEMUNHAR, e este é o ponto principal de tudo. Testemunhar dá trabalho, exige abstenção de muitas práticas e requer submissão a Deus, já a marcha, pelo contrário, as pessoas são submissas a LÍDERES que tem as suas intenções e as suas ideologias, que é notório, são distorcidas para satisfazer aos desejos das massas e de seus impérios religiosos. A “MARCHA PARA O CÉU” não depende de manifestações ideológicas, depende sim, de sermos FIÉIS aos ensinos de nosso Senhor e Salvador JESUS CRITO.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  23. Mas a importância dessa marcha não pára por aqui. Ela ocorrerá no ano em que o Pr. Pai Dinah Morris Cerullo, com a conivência e total apoio do Pr. Silas Malafaia, lançou a profetada da unção financeira dos R$ 900,00. Nesse ano outros líderes também se utilizaram de numerologia para aumentar a arrecadação e aprisionar os fiéis em suas denominações, com promessas de bênçãos sem fim. O Pr. Marco Feliciano, por exemplo, lançou a campanha da oração dos 7 minutos antes da meia-noite, com oferta de R$ 7,00 (cada líder usa o número que acha mais bonitinho).

    Esse está sendo o ano da vitória financeira para muitos ministérios. O Paipóstolo Terra Nova, por exemplo, conquistou seu aviãozinho particular, e o Bispo Edir Macedo continua faturando muito com sua igreja, inclusive tendo que responder à várias denúncias, entre as quais a da injetar dinheiro dos fiéis para alavancar sua Rede Record.

    Esse foi mais um ano em que a Igreja se deixou levar pelas promessas de satanás, que disse a Jesus em Mt 4.9: “Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares”. Mais uma vez nos curvamos a doutrinas espúrias e ao gnosticismo. Novamente a igreja se deixou levar pelas promessas de facilidades para quem se sujeita a um deus que dizem se chamar Cristo, mas que não corresponde à descrição que Lhe é feita na Palavra de Deus. Continuamos buscando as igrejas não para obter salvação, mas sim a solução de nossos problemas financeiros, de saúde, realização dos nossos sonhos, reconhecimento acima dos demais. Em nossa cegueira não buscamos mais a Jesus, mas aos homens que dizem intermediar essa relação através de copos com água, lenços suados, amuletos de toda a sorte. E marchamos não para Cristo, mas para que essas lideranças todas sejam glorificadas, afinal graças a elas e suas mega-igrejas é que há tantos que se dizem evangélicos na marcha (convencidos sim, convertidos apenas muito poucos).

    Segundo profetada do líder da Renascer e seus asseclas, este é o Ano Apostólico de Davi. Pensando bem, de repente seja uma profecia verdadeira…

    Davi era um homem com um coração agradável a Deus. Era o menor dentre seus irmãos, mas foi o escolhido por Deus para reinar em Israel. Pequeno, franzino, venceu o gigante Golias com uma funda e uma pedra, motivado pela ira santa ao ver o nome de Deus sendo afrontado. Foi perseguido por anos antes de se tornar rei, e mesmo depois, até pelos de sua própria casa. Mesmo quando pego em erro, teve a humildade de reconhecê-lo e de se arrepender publicamente. Mais do que um rei, Davi foi um inconformado com esse mundo.

    Segundo os Hernandes (que simbolizam bem o culto a Mamom praticado sutilmente por muitas igrejas evangélicas brasileiras), este é o ano de Davi. Como Davi, nós, povo cristão que não suporta mais ouvir o nome de Deus ser afrontado pelos “Golias” da fé, temos que fazer alguma coisa. Nossa funda e nossa pedra são a nossa indignação, expressa em mensagens em camisetas e faixas, à vista de todo o exército filisteu ao nosso redor.

    Dia 2 de novembro de 2009 pode ser um dia histórico para a Igreja evangélica brasileira. Pode ser histórico por confirmar a vitória dos líderes e profetas de Mamom, que se utilizam de Deus e do povo sem esperanças para que seus objetivos espúrios sejam realizados. Pode ser histórico por sepultar de vez todas as vozes contrárias à essas lideranças, que demonstrarão todo o seu poderio e prestígio através do grande número de ingênuos participantes usados como massa de manobra religiosa e política. Pode ser histórico por enterrar de vez todas as acusações contra esses líderes, afinal a grandeza do evento mostra que Deus está com eles e que jamais se deve sequer ousar em pensar algo contra um ungido do Senhor, levando assim mais e mais pessoas à escravidão mental e espiritual.

    Mas o dia 2 de novembro de 2009 pode ser histórico por ser a data em que centenas e até milhares de cristãos, que estavam escondidos em cavernas por serem impedidos de pensar contrariamente aos ensinos de qualquer liderança religiosa, por mais absurdos que fossem, sairão às ruas em meio ao exército filisteu e, como Davi, bradarão:

    “Quem são, pois, esses adoradores de Baal e de Mamom, para afrontar os exércitos do Deus vivo?” (adaptação livre de 1 Sm 17.26)

    A escolha é nossa. Poderemos assistir à Marcha para Jesus confortavelmente em nossas poltronas, escondidos em nossas cavernas, e tudo continuará como sempre. Mas poderemos também estampar nossa indignação em nossas camisetas e faixas, e mostrar ao Brasil e ao mundo que há uma verdadeira Igreja, formada por cristãos de diversas denominações, irmanados pelo amor de Cristo e pela observância de Seus ensinamentos, que se resumem no amor à Deus e ao próximo, à busca do Seu Reino e da Sua Justiça, mesmo que isso signifique sofrer perseguições, passar fome, frio, necessidades. Já dizia o escritor do livro de Hebreus:

    “Pela fé Moisés, sendo já grande, recusou ser chamado filho da filha de Faraó, escolhendo antes ser maltratado com o povo de Deus, do que por um pouco de tempo ter o gozo do pecado; tendo por maiores riquezas o vitupério de Cristo do que os tesouros do Egito; porque tinha em vista a recompensa”. Hb 11.24-26

    “E que mais direi? Faltar-me-ia o tempo contando de Gideão, e de Baraque, e de Sansão, e de Jefté, e de Davi, e de Samuel e dos profetas, os quais pela fé venceram reinos, praticaram a justiça, alcançaram promessas, fecharam as bocas dos leões, apagaram a força do fogo, escaparam do fio da espada, da fraqueza tiraram forças, na batalha se esforçaram, puseram em fuga os exércitos dos estranhos. As mulheres receberam pela ressurreição os seus mortos; uns foram torturados, não aceitando o seu livramento, para alcançarem uma melhor ressurreição; e outros experimentaram escárnios e açoites, e até cadeias e prisões. Foram apedrejados, serrados, tentados, mortos ao fio da espada; andaram vestidos de peles de ovelhas e de cabras, desamparados, aflitos e maltratados (dos quais o mundo não era digno), errantes pelos desertos, e montes, e pelas covas e cavernas da terra”. Hb 11.32-38

    Poderemos ser centenas ou milhares no dia 2 de novembro, proclamando o retorno da Igreja brasileira à ética cristã, ao Evangelho puro e simples, escancarando os falsos cristos e falsos profetas e proclamando a salvação em Cristo Jesus.

    Não sei quantos seremos ou o que poderá surgir a partir disso. Só posso garantir uma coisa: pelo menos uma faixa de indignação aos profetas de Baal e de Mamom haverá naquele evento, sustentada por um casal de cristãos sem “igreja”, sem títulos, sem honras ou glórias eclesiais, mas apenas uma grande ira santa e temor e amor por Deus. Estarão vestindo camisetas pretas com os seguintes dizeres: “Marcha pela Ética Evangélica Brasileira – O $how tem que parar!” (frente) e “O amor ao dinheiro é a raiz de todos os males, e alguns, nessa cobiça, se desviaram da fé” – 1 Tm 6.3-10 (costas).

    Mas creio que, pela Graça e misericórdia de Deus, não haverá apenas um casal, mas todo um exército contra a afronta babilônica à Noiva de Cristo, cada qual com sua mensagem de indignação e disposição para apanhar dos mais “apostólicos”, dos que morrem por suas denominações mas não têm coragem de morrer em seu orgulho, ganância e vaidade pelo Verdadeiro Cristo.

    “E não sede conformados com este mundo, mas sede transformados pela renovação do vosso entendimento, para que experimenteis qual seja a boa, agradável, e perfeita vontade de Deus”. – Rm 12.2

  24. Não sou profeta e tenho as minhas duvidas sobre isto, mas Sodoma e Gomorra que nos espere, nós evangélicos, da forma como estamos agindo chegaremos lá em breve. A MARCHA é o primeiro sinal da BESTA e dos bestas que afirmam que ela é uma MARCHA PARA JESUS, o que para mim não passa de uma caminhada para o GENÉSIO.
    Ideologias, perturbação da ordem, trios elétricos, baderna não constam do que aprendí com as Escrituras e com os Apóstolos.
    Aliás, esta hitória de apóstolo hoje virou piada e de mal gosto. Os camaradas querem com estes espetáculoa apenas encanarem as pernas de seus projetos e de suas igrejas, ninguém está de fato preocupado com as coisas da alma e do coração. É a balburdia religiosa a serviço do inferno e todo mundo vai atrás acreditando que JESUS está se agradando deste descalabro com a fé do povo. Com certeza absoluta, se ele estivesse aqui hoje, ele entraria com o chicote, e como fez no templo, daria chicotada no que encontrasse pela frente, já que para ele nada daquilo se aproveita.
    Ia ser coro comendo para todo lado, e a vergonha seria estampada e inevitável. O negócio não é MARCHA PARA JESUS, mas MARCHAR COM JESUS e ai a coisa complica, ninguém está disposto a isto. Agora, fazer bagunça em nome de Deus é com os evangélicos, eles são especialistas no assunto!É o balaio de gato Gospel e seus produtos pirateados do inferno divertindo o povo e incomodando a população.

    Carlos Roberto
    crms2casa@hotmail.com

  25. EsseS caraS CARAS são doidos ou são MALUCOS …RSRSRSRSRS
    Doido eles não são e nem malucos…porque um cara que vai contra um movimento desse não tem nada com o cristianismo e Deus não faria deles loucos….Porque Deus não cumpriria a palavra dele em alguem que TOMA O LUGAR DE DEUS PARA JULGAR……FOI MAU AI deuses de carne!!!!!

  26. Boa Carlos Roberto

    Nenhum deles acho que estudaram o livro de êxodo que fala dos dez mandamentos. de guardar o sábado nenhuma destas igrejas os guardam mais sim esconde, os mandamentos procurei em varias igrejas evangélicas respostas. mais não obtive e formei minha opinião ( são todas filhas da meretriz mais conhecidas como babilônia )- vamos parar um pouco pra pensar gente. será que realmente estamos no caminho certo. vcs não são diferentes das igrejas que adoram imagens se exaltam homens.

    vamos parar e pensar com a razão Jesus era Judeu faça uma pesquisa da cultura judaica e para fazer relação com estes festeiros que fazem.

    a unica igreja evangélica que me fez ver com a razão foi a Adventista.

    e mesmo assim eu procuro ler a bíblia e não acreditar nos que as pessoas falam.

    façam o teste pegue um versículo no qual tenha duvida pergunte para um pastor de uma igreja depois faça mesma pergunta para outro de outra congregação.

    façam isto e teram idéia do que estou falando.

    Creiam mais em Deus

    e não acreditem em tudo o que homens dizem a muitos falsos profetas.
    que usam a bíblia para criar ilusões em suas mentes eles distorcem tudo o que é real para tornam em ofertas para suas contas correntes.

    então se informem mais sobre a bíblia busquem conhecimento.

    e assim não serão enganados.

  27. eu fico pasma com uma pessoa que tem a coragem de chamar o filho de Deus de ( Gezus)depois ainda tem a cara de pau de chamar o povo de Deus (povo que sai as ruas sem medo e nem vergonha de mostrar a cara e dizer o quanto ama, adora e ama o filho de Deus Emanoel(JESUS)bardeneiros são pessoas que saem sujando as ruas, que sai pixando paredes dos outros, que rouba, que mata, que enche a cara de bebida alcoolica e sai ai matando pessoas inocentes e depois ainda paga uma fiança de num valor ridiculo , e depois sai com seu carro queimando pneu, com o som no ultimo volume, e dando risada das dor dos outros… isso sim meu amado e querido e baderna, agora eu tenho certeza que vc nunca foi a uma marcha pra Jesus, e olhar no fundo dos olhos de cada cidadão brasileiro e ver o olhar de Fé, de amor , de esperança que cada um sai as ruas orando, louvando, adorando o nome do filho de Deus!! JESUS!para vc eu desejo que a Paz que somente aquele que conhece verdadeiramente Jesus! tem no coração!!que vc venha ter!o amor que Jesus nos ensina! que seu coração possa ter amor, para sua mente se abrir e não ficar julgando os outros desta forma tão cheia de odio e rancor. de vc infelismente eu só tenho pena!! mas creio que um dia JESUS vai alcançar seu coração!Deus o abençõe….

  28. amado roberto,vc por acaso ja participou da marcha??Antes de falar tanta coisa de qual nao tem conhecimento,participe,tenho certeza de q saira do conhecimento de letras para experimentar o vdd poder de Deus e mudara de opiniao,ahhh,e antes q eu me esqueça.nao julgueis para q nao sejais julgados,cuidado com o q vc fala amado,e um terreno perigoso falat daquilo q Deus tem operado tanto,e se tem continuado e crescido em numero e em poder,e pq Deus esta no negocio,abçs

  29. Ao colega Carlos Roberto:
    Vc realmente é uma kara mto amargurado, hein… primeiro, ser claro e objetivo de vez em quando é bom, viu colega, e vc q se mostra tão entendido deveria saber disso, pois a palavra do cristão deve ser “sim, sim.. não, não”… vc acha q escrever um “livro” ofendendo outros irmãos vai trazer edificação pra alguém? Svc qria convencer alguém de q a Marcha é um “sacrilégio”, já errou na maneira como se expressou e no tanto q ofendeu. Lembre do que Jesus disse, sabichão: “Aprendei de mim q sou manso e humilde de coração”… Humildade e mansidão são “atributos divinos” (isso vc deve ter aprendido na graduação de Teologia qvc deve ter feito, não é?????????)

    Ao colega Adventista:
    Amigo… acho qvc foi outro q faltou na aula q falava sobre “dispensação”, não é????? Sabe oq é isso????? Pega o dicionário e pesquisa, amigo!!! A palavra grega significa literalmente “administração de uma casa”, e “economia” sendo, portanto, uma certa maneira de Deus tratar com o homem, na administração variada dos Seus desígnios em “diferentes épocas”. Já passamos por algumas dispensações, dentre elas, a Dispensação da Lei, mas agora estamos na Dispensação da Graça. Vários costumes que se tinham na dispensação da lei, hj não temos mais, pois estamos na dispensação da graça (se é qvc acredita q com o nascimento de Jesus e seus ensinamentos, iniciou-se um novo período, como ele mesmo afirma, não só com ensinamentos, mas tbm com sinais), portanto, não faz sentido esse negócio de guardar o sábado, e outras questões mais q no momento não dá pra entrarmos em detalhes. Abra sua mente, pesquise, estude, não fique vivendo somente de ensinamentos tendenciosos. Os judeus continuam naqueles mesmos rituais do antigo testamento, pq não reconheceram q Jesus era mesmo o filho de Deus (a bíblia diz: “Veio para os seus, e os seus o rejeitaram, mas todos qtos o receberam, deu-lhes o poder de serem chamados filhos de Deus”), continuam esperando, e por esse motivo, acham que ainda estão na mesma dispensação, a da lei, e Deus tratará com eles no momento certo. Mas nós reconhecemos Jesus como filho de Deus, e reconhecemos todos os seus ensinamentos. E Ele foi mto criticado, pois os judeus não reconheceram esses ensinamentos, pois achavam q estava indo contra a lei e não entenderam essa mudança de período. Pesquise mais sobre isso, ok. Qlqr coisa, eu te dou umas dicas de uns sites legais para estudo.

    Ótima noite a todos, abraços!

  30. É uma das maiores bênçãos mundiais… Pareticipar da MArcha para Jesus, seja de qualquer forma, é uma demosntração de amor Àquele que merece todo o louvor…Deus abençoe infinitamente mais e mais, todos aqueles que contribuirem p/ a realização da Marcha para Jesus 2010…

  31. Carlos Roberto.

    Tu és muito entendido como tu mesmo falas “conhece a bíblia de ponta a ponta”.Todos nós precisamos além do conhecimento de AMAR. Mesmo que as verdades sejam necessárias para alertar, para resgatar, precisa ser no Amor. Parece que voce usa verdades como arma. Podes ser vítima dela. Cuidado.

    Antoniel

  32. Para a Simone. e outros.

    Acho linda a passagem que citaste “Aprendei de mim que sou manso e humilde de coração”. Mas apenas um questionamento: Jesus é o nosso mestre. Certo? Mestre é o que nos ensina e portanto é aquele a quem devemos imitar, quer seja nos seus atos ou omissões.
    Será que é errado imitarmos o comportamento do nosso mestre também quando Êle tomou um chicote e expulçou os mercenários do templo? E quando Êle se virou para Pedro e disse: Para trás de mim, satanás.Será que é errado se fizermos isto com alguém? E quando Jesus chamou os fariseus de hipócritas, sepulcros caiados; será que podemos por em prática o “aprendei de mim” também neste caso?
    Hoje em dia está em moda o POLITICAMENTE CORRETO que nada mais é do que a oficialização da hipocrisia, e nós evangélicos estamos entrando nesta. Já não podemos mais apontar nada que possa milindrar alguém. Temos que aceitar passivamente “as diferenças”, não importa se elas conflitam com os ensinos de Jesus, pois logo nos dirão: “cada um dará conta de si mesmo”, mas esquecem que Deus cobrará de nós o sangue daqueles que deixamos de apontar-lhes os seus erros.

    Hoje está em prática o VALE TUDO no meio evangélico. Ninguém tem nada a ver com o que eu faço ou deixo de fazer. Se for assim, não podemos mais anunciar a Cristo para ninguém, pois não temos nada que nos meter na vida dos outros, afinal, “cada um tem a sua própria religião”. Não é isto que ouvimos sempre que falamos de Jesus para alguém?
    Aprendi a admirar as postagens do Carlos, exatamente pela coragem de apontar as discrepâncias, os desmandos e a baderna que se instalaram no nosso meio. Já temos “boate gospel” (mas é claro: sem drogas). Já temos igrejas onde o salão de entretenimente é maior do que a nave da mesma. Aqui onde eu moro-Caxias do Sul- há pouco uma comunidade que se diz evangélica, fundou um CTG (centro de tradições gaúchas) ao lado ou dentro do templo. Já havia uma pista de skate e algumas mesas de snooker, tudo para poder manter os moços na “comunidade” evangélica, pois só JESUS já não os satisfaz mais.
    Vá em frente Carlos. A bíblia diz que não devemos remover os marcos que foram implantados por nosso pais.
    Hoje, pertencer a uma igreja conservadora, é sinônimo de atrazo, é ser retrógrado. Uma pergunta: Afinal: Jesus mudou ou não? A sua palavra é mutável ou imutável? Então porque tantas “novidades”? Será que é porque estamos recebendo “novas luzes” como as Testemunhas de Jeová dizem receber, o que as autoriza a irem adaptando suas crenças e seus comportamentos sempre que necessário?

    JESUS DEVE SER NOSSO MESTRE EM TUDO E NÃO SÓ NAQUILO QUE NOS AGRADA

  33. Eu iria falar, mas o Alfeu já disse tudo!
    A verdade indissolúvel é que atualmente as pessoas querem moldar “O SER CRISTÃO” a seu bel-prazer, tornando irrelevante as Verdades bíblicas.

    Abraço a todos, e que Jesus nos conduza.

  34. Carlos Roberto eu nem li oq vc escreveu mas pelo jeito vc se acha um grande sabio.ai parabens vc tem uma lingua muito grande e eu acho q a palavra de Deus aprova isso neh!!! oq vc me diz? ai Jesus te ama filho

DEIXE UMA RESPOSTA