Destaque

Marina Silva em encontro com 800 líderes da Assembléia de Deus: “Religião não tem a ver com conservadorismo”

Comments (24)
  1. Missionária Delair disse:

    O púlpito das Igrejas é para a PREGAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS e não para tratar de assuntos políticos. O altar do Senhor é santo!!!!
    Qualquer reunião para assuntos políticos deve acontecer em outro lugar, menos em cima do altar!!!!

  2. jorge gonçalves disse:

    A IGREJA EVANGELICA ASSEMBLEIA DE DEUS É PENTECOSTAL E NÃO NEOPENTECOSTAL CORRIJAM ISTO POR FAVOR.

  3. agenor pereira mota disse:

    ñ sei em que sentido a senadora se refere ao conservadorismo se foi no sentido politico ela está certa mais se no sentido evangelico concordo com missionaria Delair.
    o pulpto é lugar para pregaçao do evangelho ñ para discurso politico
    entanto vemos uns pastores interesseiros e puxa-saco que assm o fazem em conversa com um destes pastores ele disse que as coisas mudaram e eu acredito mais Deus não muda ésempre o mesmo

  4. Elton disse:

    So uma correção a Assembleia de Deus é a maior denominação PENTENCOSTAL do Brasil e não NEOPENTENCOSTAL como foi divulgado.

  5. petrafan disse:

    a Marina Silva se refereriu a “conservadorismo” no sentido socialista da palavra. ela é socialista, e portanto entende que as tais “forças progressistas” estão do lado do socialismo, e por conseguinte, as outras forças são conservadoras.

  6. Dirceu Silvio disse:

    Não lance suas pérolas aos porcos..Pois eles se voltarão contra você!

    Enquanto a Outra!
    Da assembléia de Deus, direto pro Gramu!!!

    Vestida de branco, como manda a tradição, Dilma Rousseff chegou à igreja às 7h15. Antes de subir as escadarias do templo, tomou um “banho de axé” – folhas de aroeira e pingos de água foram jogados em seu corpo.

    Em seguida, ganhou dez fitinhas do Senhor do Bonfim (todas na cor branca). Ao lado do governador Jaques Wagner (PT), a ministra permaneceu durante toda a cerimônia ao lado do altar.

    Ela cantou parte do hino em homenagem ao Senhor do Bonfim e comungou. Poucos minutos depois do início, o padre Edson Menezes pediu uma “saudação especial pela saúde” da ministra, quando os cerca de 500 fiéis que lotaram as dependências do templo bateram palmas.

  7. Carlos Roberto disse:

    Fico me perguntando que tipo de cristianismo as pessoas defendem hoje e vejo com tristeza que não é o ensinado nas Escrituras Sagradas, antes é um cristianismo genérico onde o que vale é a aparência e não a submissão total ao Senhor Jesus. Querer justificar o apoio a candidatura da senhora Marina Silva a Presidência do Brasil usando o argumento de que ela faz parte da membresia de uma igreja e frequenta regularmente a mesma é no mínimo uma incoerência e uma falta de respeito ao sacrificio de Cristo na cruz, até porque membro de igreja hoje qualquer um pode ser e quando se tem uma posição de destaque na sociedade a coisa fica ainda mais fácil. Só lembrando, pelo que sei nenhum dos Apóstolos ou seguidores de Jesus se envolveram com as corrupções do mundo político de sua época, pelo contrário, muitos abandonaram tudo para seguí-lo. Na verdade a política hoje traz status para a religião e é exatamente isto que os evangélicos buscam hoje, querem a qualquer custo estar em evidência a para isto pouco importa que jogo tenham que fazer ou participar, se há sujeira ou não. Nesta linha ter uma candidata ao cargo maior na política Brasileira é algo perseguido por todos e parece ser uma questão de honra, mesmo que a podridão e a sujeira sejam as marcas comuns deste meio político em nosso país. As igrejas hoje estão repletas de convencidos e não de convertidos e esta é a diferença básica no exercício da fé, e aí eu desafio um destes políticos evangélicos a passar pelo apedrejamento como Estevão passou, será que estariam dispostos a de fato padecer pelo Evangelho? Com certeza, pelo partido político que defendem sim, mas pela fé que professam… Bem, deixa para lá!

    Os defensores da candidata citada deveriam dar uma estudada apurada no Salmos 1 e ver quais as recomendações ali contidas e como aplicá-las na vida cristã até porque o salmista não fez tais recomendações apenas por fazê-las. Quando ele fala sobre de “conselho dos ímpios” eu imagino que tipo de conselho é o dos políticos brasileiros; quando ele fala de “roda dos escarnecedores” eu imagino o escárnio com que a maioria absoluta dos políticos trata a religião e principalmente o Evangelho. Estes pseudo-evangélicos têm mais prazer nos “códigos de éticas” de seus partidos dos que na “Palavra de Deus” e a eles se submetem integralmente e por eles brigam com qualquer um.

    O crescimento dos evangélicos no Brasil não significa que também estejamos crescendo na qualidade da fé que se professa e se pratica, pelo contrário, o que se vê são distorções que são introduzidas nas igrejas para atender aos oriundos de outras religiões para se evitar que estes se dispersem ou abandonem o grupo. Imagino que carta Paulo escreveria às nossas igrejas hoje… As igrejas estão cheias de sujeiras sim, mas por culpa dos próprios crentes que não que não sabem mais como lidar com os invasores que buscam na religião uma maneira de colocarem seus projetos em prática e obterem lucros nas mais variadas áreas, inclusive na política. Os atrativos oferecidos pelo mundo tem seduzido as lideranças evangélicas levado invariavelmente a quase totalidade destas a se sujeitar às regras impostas pelo inimigo fazendo de nossas igrejas verdadeiros quartéis onde o general que dá as ordens não é o Senhor Jesus, mas sim Satanás. Por esta razão é que vemos os crentes, se é que podemos classificar assim, apoiando pessoas de suas comunidades religiosas que se enveredam pelo caminho sujo da política já que agradar a Deus não é mais atrativo uma vez que a oferta do inimigo vem recheada de coisas que satisfazem aos olhos, mas não trazem qualquer benefício para o coração e a alma do cidadão.

    As distorções dentro das igrejas existem, mas são por que nos afastamos dos princípios cristãos estabelecidos na Bíblia e a “Carta Magna” do cristão foi trocada por códigos de conduta estabelecidos por partidos e por pessoas que sequer se preocupam com a morte e o sacrifício de Cristo na cruz, assim é óbvio que a iniqüidade tem caminho aberto para se multiplicar levando pessoas a condenar que quer ver a Bíblia sendo respeitada e a religião voltando às suas origens apostólicas. Por causa do pecado que transforma o coração de carne em um órgão de pedra muitos estão sendo imunizados contra as verdades Bíblicas aceitando como natural este cristianismo genérico e de fachada que vemos dentro de nossas igrejas hoje sendo oferecido a preço de banana do alto de nossos púlpitos.

    Deixo para os cristãos relaxados e adeptos das práticas estabelecidas pelo mundo o texto de Romanos: “ROGO-VOS POIS, IRMÃOS, PELA COMPAIXÃIO DE DEUS, QUE APRESENTEIS OS VOSSOS CORPOS EM SACRIFÍCIO VIVO, SANTO E AGRADÁVEL A DEUS, QUE É O VOSSO CULTO RACIONAL. E NÃO VOS CONFORMEIS COM ESTE MUNDO, MAS TRANSFORMAI-VOS PELA RENOVAÇÃO DO VOSSO ENTENDIMENTO, PARA QUE ESPERIMENTEIS QUAL SEJA A BOA, PERFEITA E AGRADÁVEL VONTADE DE DESU” – Romanos 12 : 1 e 2

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  8. Carlos Roberto disse:

    BRASIL PODERÁ TER PRIMEIRA PRESIDENTE EVANGÉLICA?
    Mais engano à vista!

    Auto lá! EVANGÉLICA VÍRGULA! Tem algo muito podre nesta história e faz-se necessário esclarecer. Definir alguém como evangélico faz-se necessário ainda saber que tipo de evangelho esta pessoa professa uma vez que existem vários sendo pregados por aí como se fossem originais e não são; quais as suas posições e qual o seu comprometimento com a fé que professa. No caso da Ex-Ministra e Senadora é evidente que o evangelho por ela defendido passa longe daquele expresso nas Escrituras, afinal um cristão sincero em hipótese alguma se envolveria com as mazelas e com a podridão da política e as suas sujeiras, isto porque todos sabem que o meio político é um lamaçal onde quem entra jamais sai de lá limpo. No caso específico da senhora Marina Silva não tenho qualquer duvida ou receio em afirmar que ela jamais teve qualquer compromisso com o VERDADEIRO EVANGELHO de Jesus Cristo, e neste caso é aquela história de uma vela para Deus e outra para o Diabo e estamos quites. Causa-me espécie ler uma reportagem desta natureza onde o título não reflete em absolutamente nada a verdade dos fatos além de tentar passar para a população a idéia mentirosa de que tal pessoa representa o segmento evangélico o não tem qualquer sustentação se fundamentada nos ensinos sagrados. Ela é sim uma militante oriunda de movimentos sociais de base com raízes estabelecidas no catolicismo e que tem a sua trajetória política e social apoiada pela igreja católica iniciada no PCR – Partido Revolucionário Comunista, onde teve fortes laços com o deputado José Genoíno do PT. Marina da Silva começou sua carreira política militando nas CEBs (Comunidades Eclesiais de Base), ligada à Igreja Católica. Tinha o sonho de ser freira, mas ele foi derrubado pela militância política. Na universidade, militou em um grupo semi-clandestino que fazia oposição ao regime militar.

    A questão fundamental é que a Assembléia de Deus por motivos que só ela sabe e pode explicar, se enveredou vergonhosamente pelas fileiras políticas fazendo do Evangelho uma fachada para os seus interesses, seus projetos, para as suas realizações e seus negócios. Partindo deste princípio ela passou a aceitar nas suas fileiras qualquer pessoa, mesmo que esta não tenha tido qualquer experiência pessoal e verdadeira com Cristo; mesmo que esta não expresse nas suas ações e atitudes qualquer compromisso com as Escrituras Sagradas, e foi exatamente isto que aconteceu com a Senadora Marina e outros tantos políticos que encontraram na religião bases para garantirem uma votação segura nas disputas eleitorais, pois a igreja se transformou literalmente num CURRAL ELEITORAL onde o voto de cabresto é garantido com promessas de favores e de benefícios para o segmento religioso.

    Lamentavelmente o Evangelho, pelas suas características, tornou-se num instrumento preciosos para aqueles que aspiram um lugar ao sol no meio político, assim com as facilidades de se aliar a uma igreja que não fazem qualquer exigência para os seus militantes, os espertinhos encontraram nos terreiros religiosos uma maneira de se beneficiarem da total falta de cuidado de nossas lideranças religiosas no trato com a fé do povo. E viva a corrupção…

    O fato de a senhora Marina Silva fazer parte do rol de membro de uma igreja Assembléia de Deus, seja ela de qual segmento for, não dá a ela o direito de afirmar que é evangélica e muito menos cristã, ela é sim uma pseudo-evangélica que vive de acender uma vela para Deus e outra para o Diabo sem se importar com o zelo e com o cuidado que o verdadeiro cristianismo exige de seus seguidores. Ela como tantos outros encontraram na religião um meio fácil de implementarem seus projetos uma vez que o numero de pessoas que se declaram evangélicas no Brasil cresce vertiginosamente, sem qualquer critério sério que possa fazer uma seleção razoável dos que buscam a religião como razão de sua verdadeira fé.

    Volto a afirmar, o porco quando entra num poço de lama jamais sai de lá limpo e na política não é diferente, lá negociatas, imoralidades, conchavos, jogo sujo, tapinha nas costas, corrupção e todo tipo de sujeira são comuns e praticadas livremente coisas que jamais podem fazer parte da vida de um crente em Jesus Cristo. Aliás, se todo cristão observasse os ensinos de Jesus com certeza absoluta teríamos um mundo melhor e sem o domínio da corrupção, não precisaríamos das desculpas esfarrapadas de pessoas que afirmando serem evangélicas iriam fazer diferença no meio sujo da política.

    Lamento que as nossas lideranças religiosas estejam fazendo festa com tamanha hipocrisia e tamanho despropósito religioso, lamento que não saibamos definir com precisão Bíblica o que de fato representa um cristão. Infelizmente e para nossa vergonha os negócios do mundo estão substituindo os do Reino enganando e fazendo vítimas em tosas as partes. Jesus, o exemplo máximo está sendo trocado por negociatas e por interesses contrários aos seus ensinos. Não resta duvidas de que a senhora Marina Silva é mais uma oportunista nesta aventura de destruir o verdadeiro Evangelho estabelecido sobre os princípios básicos do abandono total das mazelas deste mundo.

    Sugiro aos evangélicos um estudo aprofundado e fundamentado nas escrituras sobre a palavra “ÉTICA”, sobretudo tomando como base os ensinos de Jesus. Recomendo ainda confrontar as práticas neotestamentárias com as práticas religiosas do século XXI e ver onde está a ruptura entre ambas.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    crms2casa@hotmail.com

  9. Efraim disse:

    É vergonhoso uma igreja do quilate da Assembleia de Deus (felicito pelos 100 anos em 2010) aceitar que a sra. Dilma fale em seu púlpito. Uma comunista, terrorista, ladra, ateia, abortista e gayzista não pode ter o direito de falar em púlpito e muito menos de usar o nome de Deus em vão, como ela fez.

    Em vez de ouvir um “amém uníssono” deveria tomar uma vaia estridente, ou melhor, um “tá amarrada em nome de Jesus!”

    Já a outra pré-candidata, Marina da Silva, diz que aceitou Jesus, mas ainda continua sendo uma ecoterrorista de carteirinha. Prega a separação de fé e política, mas busca fazer dos púlpitos o seu palanque. Contraditória? Não, dissimulada e burra. Não sabe, por exemplo, que o que ela tanto abomina e chama de conservadorismo é a expressão moral das convicções religiosas propagadas pelo Cristianismo. Ser cristão é ser conservador, ao menos que o cristão não coloque em prática a Verdade expressa pelas Sagradas Escrituras. A prática do Cristianismo nos impõe o Conservadorismo moral, porque este é oriundo daquele.

    A Assembleia de Deus entende muito bem essa relação, porque seus membros, na maioria, são pessoas praticantes das Sagradas Escrituras, e por conseguinte, conservadoras. Marina da Silva, como assembleiana, deveria ser também conservadora. Mas não é. Ou porque desconhece o que diz a Bíblia ou porque que ser politicamente correta e biblicamente incorreta. Com um discurso desses não podemos esperar que Marina da Silva manterá o Brasil livre da pedofilia, do Gayzismo e do Abortismo.

    Marina é um desastre espiritual e político.

    Em tempo, a Igreja Evangélica Assembleia de Deus é uma igreja pentecostal história e não neopentecostal como diz a matéria.

  10. agenor pereira mota disse:

    cada pessoa crente ou não crente tem o direito de votar em quem achar conveniente,mais a igreja como entidade filantropica, nunca deve tomar posição partidaria, o pastor como guia espiritual da igreja, deve conhecer e se portar com conduta digna, ao ser visitado por candidato a cargo eletivo, seja crente ou naõ crente deverá ser recebido com amor, este deverá sentar nos bancos da frente e nunca no pulpito pois ali é lugar sagrado e consagrado a palavra de Deus, não é palanque politico.
    o canditado a cargo eletivo que se intitula de crente tambem devia se tocar pedir voto sim, mais respeitar o pulpito e nao faze-lo de seu palanque.

  11. Rilson disse:

    Estou muito feliz que a senadora tenha falado isso pois realmente o povo acha que os evangélicos no poder vão ser DUROS, mas ainda sim o texto não esclarece se foi uma reunião formal ou um culto, além de que a AE (Agência de notícias) divulgou que a Assembléia de Deus era uma das maiores denominações neopentecostais do país, na verdade a maior protestantes e não é neopentecostal e sim PENTECOSTAL, lembrem-se o neopentecostalismo nasceu com a chegada das igrejas que exigem o dízimo. O neopentecostalismo é apenas um grupo de EMPRESÁRIOS (ou bispos como costumam ser chamados) que pregam a Teoria da Prosperidade

  12. Claudenir disse:

    TBM NAO CONCORDO QUE A IGREJA APONTE CANDIDATOS PARA SEUS MEMBROS, MAS TBM NAO ACHO Q A ASS. DE DEUS DEVA SER CRITICADA POR TER OUVIDO AS CANDIDATAS, E ESSA CRITICA NAO PODE SE ESTENDER A AD COMO UM TODO POIS TENHO CERTEZA Q A GRANDE MAIORIA DOS ASSEMBLEIANOS NAO TRAZEM CANDIDATOS AO PULPITO DE IGREJA E NAO CONCORDAM CM AQUELES Q TRAZEM.

    QUANTO À MARINA NAO SEI A SITUAÇAO ESPIRITUAL DELA PORTANTO NAO POSSO JULGA-LA MAS SEI Q DENTRE OS DEMAIS CANDIDATOS ELA É A UNICA Q TEM PRINCIPIOS ETCOS QUE DEIXARIAM A NAÇAO CM UMA NOVA VISAO DE MUNDO.

    DIA APOS DIA A EDUCAÇAO BRASILEIRA PASSA A ENCINAR AS TEORIAS CIENTIFICAS PRINCIPALMENTE O EVOLOCIONISMO CM SE FOSSE UMA LEI, E AS PESSOAS ESTAM SENDO ENGANADAS, E MARINA É DEFENÇORA DO ENSINO CONJUNTO DE TEORIAS INCLUSIVE O CRIACIONISMO.

    AS VEZES TENHO MEDO DE Q UM EVANGÉLICO VENÇA UMA ELEIÇAO PRINCIPALMENTE PREZIDENCIAL E ENVERGONHE O EVANGELHO MAS EM ANALISE AOS DEMAIS CANDIDATOS SE A MARINA NAO PUDER FAZER NADA QUEM PODERÁ?

  13. À Assembléia de Deus,não é uma das maiores igrejas neopentecostal como diz a metéria acima,e sím a maior igreja Pentecostal do país, e uma das maiores do mundo,pois sempre quando se fala em Assembléia de Deus,computam – se as igrejas e menbros da CGADB,mas existem outras convenções que com o passar dos anos estão ficando maiores do que a CGADB,como a CGIADB e a internacional CMIAD;Quanto a irmã Marina que DEUS a proteja em sua caminhada.

  14. Felipe disse:

    O MEU MAIOR SONHO É TER UMA POLITICA MINISTERIAL NO BRASIL

  15. Fábio José disse:

    Ela começou sua carreira política militando nas comunidades eclesiais de base, a ala mais marxista Igreja Católica, tendo a Teologia da Libertação como referencial de sua vida. Mesmo assim, agora ela apresenta-se como candidata dos evangélicos, pintando-se como “moderada”

    Todos os eventuais candidatos à Presidência da República em 2010 são de extração marxista. José Serra, que hoje posa de tucano liberal, foi um dos fundadores da Ação Popular (AP), um dos braços marxistas da Igreja Católica. Dilma Roussef, hoje petista, foi terrorista dos quadros do COLINA e da VAR-Palmares. Já Ciro Gomes, que declarava em meados de agosto estar pessoalmente decidido — “eu já escolhi. Sou candidato à Presidência” — fez percurso inverso. Iniciou sua carreira na Aliança Renovadora Nacional, a famigerada Arena que deu sustentação à ditadura militar, girou bolsinha no PPS, atual nome de guerra do antigo Partido Comunista Brasileiro e hoje faz ponto no PSB, também de origens marxistas.

    Surge agora Marina Silva que, em entrevista à revista Veja, evoca seu passado igrejeiro, mas parece ter sido acometida de amnésia: nenhuma palavrinha sobre sua militância no Partido Revolucionário Comunista (PRC), ligado ao PT, sob o comando dessa figura impoluta da política nacional, o deputado José Genoíno. Pelo jeito, o tal de pensamento liberal — hoje dito neoliberal — não conseguiu gerar sequer um líder para enfrentar o marxismo ainda vigente neste país.

    Embora não aluda à sua militância no PRC — a palavra comunista virou palavrão — para bom entendedor a morena Marina deixa clara sua filiação ideológica: “Minha geração ajudou a redemocratizar o país porque tínhamos mantenedores de utopia. Gente como Chico Mendes, Florestan Fernandes, Paulo Freire, Luiz Inácio Lula da Silva, Fernando Henrique Cardoso, que sustentava nossos sonhos e servia de referência. Agora, aos 51 anos, quero fazer o que eles fizeram por mim. Quero ser mantenedora de utopias e mobilizar as pessoas”.

    Como candidata que reivindica a influência dessa gente, sai da frente. Ainda bem que não tem chances de eleger-se. Se bem que tanto faz como tanto fez. Os demais candidatos tampouco negariam a excelência daquela “gente”.

    Após 30 anos de militância no PT migrou para o PV. Mas mantém suas simpatias pelo partido corrupto. Afinal, precisa de votos: “Os erros cometidos pelo PT foram graves, mas estão sendo corrigidos e investigados. Quando da criação do PT, eu idealizava uma agremiação perfeita. Hoje, sei que isso não existe. Minha decisão não foi motivada pelos tropeços morais do partido, mesmo porque eles foram cometidos por uma minoria”.

    Estranho conceito de minoria. Os petistas todos estão afogados até o pescoço em suas falcatruas e no apoio a falcatruas alheias — vide a affaire Sarney — e a morena Marina fala em tropeços de uma minoria. Insiste em afirmar que não rompeu com o petismo. “De jeito nenhum. Tenho um sentimento que mistura gratidão e perda em relação ao PT. Sair do partido foi, para mim, um processo muito doloroso. Perdi quase três quilos”. Ora, se romper com a corrupção emagrece, desconfio que todo petista optará pela obesidade.

    Quanto às mentiras recorrentes de sua rival à Presidência da República, nenhuma palavrinha. Ou melhor, uma palavrinha. Mas de adesão: “Não vou me colocar numa posição de vítima em relação à ministra Dilma. Quando eu era ministra e tínhamos divergências, era o presidente Lula quem arbitrava a solução. Não é por ter divergências com Dilma que vou transformá-la em vilã”.

    Santa Dilma, então! Curiosa lógica: se tenho divergências com alguém, não posso acusá-lo de nada. Adelante! A ex-ministra do Meio Ambiente, que sempre opôs dificuldades à construção de hidrelétricas na Amazônia, particularmente as de Jirau e Santo Antônio, no Rio Madeira, afirma agora que não era bem assim: “No Brasil, quando a gente levanta algum ’porém’, já dizem que somos contra. Nunca me opus a nenhuma hidrelétrica. O que aconteceu naquele caso foi que eu disse que, antes de construir uma usina enorme no meio do rio, era preciso resolver o problema do mercúrio, de sedimentos, dos bagres, das populações locais e da malária”. Ou seja, no que depender das marinas morenas da vida, o Brasil precisará encontrar rios sem peixes fluviais se quiser desenvolver-se.

    “Marina, você se pintou”. Era vermelha e virou verde. Pelo menos por fora. Por dentro, continua vermelha.

    Mesmo tendo algumas posições éticas corretas, a visão predominante de Marina Silva é profundamente marxista e sua vitória, assim como a vitória dos outros candidatos vermelhos, implica na continuação da possessão vermelha que oprime hoje o Brasil.

    Adaptado do texto “Marina Morena Marina, Você Se Pintou” do ateu Janer Cristaldo.
    Fonte: juliosevero

  16. Carlos Roberto disse:

    PORQUE NÃO VOTO EM EVANGÉLICO
    EM HIPÓTESE ALGUMA!

    Às vezes pensamos que apenas as coisas que são rotuladas pela religião como “pecado” é que podem destruir a vida de uma pessoa e distanciá-la de Deus. Dentre estas podemos citar as mais comuns e que são a dor de cabeça de muitas igrejas hoje como o uso de bebidas, sexo fora do casamento, drogas, o fumo e mais algumas coisas que agridem o corpo do cidadão. Concordo que estas práticas precisam ser combatidas não só nos meios religiosos, mas em toda a sociedade, pois os prejuízos causados por estes males têm feito com que milhões em dinheiro sejam gastos no tratamento das enfermidades que eles provocam no ser humano.

    Existe, porém um mal maior que tem causado estragos irreparáveis na sociedade, mas que as entidades religiosas tem feito “vistas grossas” para ele, isto quando não procuram tirar proveito do mesmo. Este tipo de doença é pior do que qualquer outra forma de moléstia que tem atingido o homem na face da terra, pois ela atua de forma devastadora em todos os segmentos da sociedade e quase sempre seus estragos são irreparáveis. O seu poder de destruição é tamanho que mesmo os mais bem intencionados, quando infectados por ela não resistem e acabam se sucumbindo. Refiro-me à “política”, este mal que infelizmente temos que conviver com ele. A anemia moral, provocada pela disputa político-partidária tem causado danos não só á imagem dos que militam nos diversos ramos da vida publica como ao povo, pois os problemas sociais que minam a resistência da população são colocados de lado em benefício de disputas pessoais ou partidárias.

    Vivemos neste momento em nosso País a pior crise de corrupção que a história já pode registrar, com a imoralidade política corroendo indiscriminadamente todos os segmentos da sociedade. Num passado não muito distante só pastores(?) denunciados pela “Máfia das Sanguessugas” foram vinte e nove (29) segundo o jornal “A Folha de São Paulo”.

    A cada instante surge um novo caso de crime contra a ordem pública, consagrado como “corrupção”, e quase sempre temos evangélicos envolvidos diretamente ou sendo coniventes com este tipo coisa. A religião tornou-se num trampolim para que pessoas sem escrúpulos possam arquitetar e colocar em práticas os mais absurdos planos. Para a vergonha do evangelho estas pessoas, pela liberdade religiosa que temos em nosso Brasil, firmam fileiras em nossas igrejas já com intenções bem definidas, e uma vez acomodados dentro de uma comunidade religiosa qualquer, elas farão de tudo para alcançarem seus objetivos, que na maioria das vezes são escusos. O alto grau de comprometimento de pseudo-evangélicos que exercem algum cargo público com projetos duvidosos é alarmante, a todo o momento a mídia expõe nomes que vão se somando aos já acostumados a fazerem parte da lista dos que usam as benesses do cargo que ocupam para aferir lucros para si mesmos. Ao menor descuido das autoridades eles atacam sorrateiramente e por debaixo dos panos cometem os mais bárbaros crimes contra o patrimônio publico.

    Em nossa cidade, onde o Prefeito se diz cristão – Ipatinga – é fácil perceber a quantidade de evangélicos(?) que estão apadrinhados pela Administração Pública Municipal. São Pastores(?), Líderes de igrejas e um enorme número de pseudo-evangélicos exercendo cargos nas mais diversas áreas do executivo do município. Para mim, como cristão que sou, é algo vergonhoso conviver com situações desta natureza, pois elas ferem os princípios básicos do cristianismo ensinado nas Escrituras Sagradas. Usar um cargo, seja ele publico ou não, para beneficiar ou apadrinhar pessoas sem que estas passem pelo crivo de uma escolha democrática onde todos tenham direitos iguais é IMORAL. Aliás, é roubo!

    Esta história de se fazer orações em qualquer reunião por parte do ocupante de um cargo Publico é conversa pra boi dormir. É, antes de tudo, uma exploração imoral da fé e dos princípios da religião. É querer tirar proveito do despreparo de muitos que se julgam evangélicos quando na verdade são apenas meros freqüentadores de igrejas, pois afinal a massa é facilmente manipulada. Acende-se uma vela para Deus e outra para o Diabo. É só lembrar de Pilatos e as suas artimanhas para condenar Jesus…

    A banalização do respeito pelas coisas que envolvem o poder na sua essência alcançou limites insustentáveis para aqueles que lutam pela manutenção dos valores éticos que permitem a construção e uma sociedade mais justa e ordeira.

    É neste contexto desolador que encontramos os políticos que se identificam como “evangélicos”, cometendo as maiores barbaridades nos mais variados setores da sociedade. Tem um ditado que é muito usado quando as coisas fogem do controle que é interessante, “a vaca foi pro brejo”, dizem as pessoas. Nesta questão de envolvimento de políticos evangélicos com toda esta podridão que se instalou, não foi a vaca, mas o rebanho inteiro atolou num verdadeiro mar de lama e de todo tipo de imoralidade. Não tem brejo que comporte tantas vacas de uma só vez. De um lado um sem número de pseudo-evangélicos que militam na política estão sendo alvos de investigação pelos Órgãos Públicos Federais, Estaduais e Municipais. Do outro lado da ponta estão os meios de comunicação, que no afã de verem a religião sendo exposta na mídia e explorada como fatores de desmoralização, usam os mais variados meios para tornarem os escândalos ainda maiores. Assim, qualquer deslize é aproveitado como matéria de capa para qualquer reportagem. Os programas humorísticos nunca tiveram tantos subsídios para montarem seus roteiros de programação. As piadas envolvendo evangélicos nunca alcançaram tanto ibope e até as novelas estão deitando e rolando com interpretações que causam arrepios nos que verdadeiramente prestam culto a Deus.

    É embasado em de todo que relatei acima que fundamento a minha posição de que se quisermos destruir um evangélico basta votar nele. Não existe agente corruptor maior do que a política, e a maioria das pessoas que se aventuram em se envolver com ela acabam por deixarem se levar pelas mazelas pelas quais ela esta impregnada. As variáveis que ela apresenta são muitas e abrange todos os setores da sociedade permitindo com isto que os crimes sejam praticas em locais que nem sempre desperta a atenção das autoridades. As pessoas, por mais bem intencionadas que possam parecer dificilmente não se deixam seduzir pelas ofertas de lucro fácil que existem nos meios políticos, o leque de oportunidades mexe com os valores e a pessoa acaba cedendo aos encantos e as pressões que são feitas sobre ela.

    Votar em evangélico é muito complicado, pois as experiências mostram que os estragos oriundos do mandato exercido de forma interesseira por estes são muito grandes. A religião transformou-se em objeto de trocas e negociatas. Toca-se por ônibus, cesta básica, ambulâncias, emprego, patrocínios, dentaduras, óculos, e por mais uma infinidade de coisas, tudo para atender a clientela.

    O cristianismo tem pago um alto preço por tudo isto e não vejo num horizonte próximo qualquer maneira de mudarmos este quadro. Mesmo assim quero fazer algumas considerações que acho ser importante na definição daqueles que serão os nossos representantes nas diversas áreas de administração de nosso País.

    A primeira delas é que há uma infinidade de outras coisas que um cristão verdadeiro pode fazer em benefício da sociedade sem ter que se envolver com a política.

    A política da forma como está destrói valores e se ele é um evangélico deve zelar pela manutenção destes, é obvio que política não é lugar dele.

    O exercício de um cargo público eletivo muitas vezes é usado como troca de favores na relação candidato/eleitor. E se safar desta forma sutil de corrupção é muito difícil, por isto qualquer cidadão de bem deve evitar este tipo de coisa, principalmente se for evangélico.

    Infelizmente a grande maioria dos evangélicos envolvidos na política, quer no fundo é arranjar uma forma mais prática de ajeitaram a vida. O evangelho não precisa de representantes, precisa sim de TESTEMUNHAS!

    A relação estado/igreja nos moldes que temos hoje é uma ameaça ao verdadeiro cristianismo, assim quanto mais distância melhor.

    Ter líderes evangélicos exercendo cargo eletivo não é um bom remédio para nada no que diz respeito à religião, pelo contrário acaba-se por criar uma dependência recíproca de ambos. Cria-se a indústria do quebra-galho que faz qualquer coisa para garantir a vontade de quem depende de seus favores. Afinal, a máxima é “é dando que se recebe”.
    Precisamos de crentes politizados e nunca de crentes na política. Se cada um evangélico se dispuser a exercer a política na sua profundidade, não se acomodando com os desmandos e os crimes cometidos por políticos, só ai estaremos dando um corte pesado na corrupção.

    Lugar de Pastor é na igreja. Câmara, Prefeituras, Senado, Assembléias não combinam com homens de Deus que estão a serviço Dele aqui no mundo. Infelizmente todo tipo de negócio é feito no meio político, e muitos com as suas ações comprometem a fé que professam.

    Qual a importância de um político para a igreja? Até onde consigo enxergar, nenhuma. Até porque os argumentos usados de que se eleito ele vai trabalhar pelos evangélicos é uma armação. O corporativismo religioso é um mau que precisamos exterminar dos meios evangélicos. Qualquer ocupante de um cargo eletivo deve trabalhar pela comunidade e não para grupos definidos pelas suas relações e amizades.

    É muito fácil para um Pastor querer ocupar uma vaga onde o mandato pode durar vários anos, com todas as regalias possíveis. Mande-o passar apenas quatro anos lá no meio da caatinga no Sertão Nordestino, enfrentando todas as adversidades possíveis. Duvido que ele vá. Se seu Pastor estiver envolvido com política, desconfie dele, questione-o e não se deixe levar por qualquer conversa fiada. Com certeza absoluta há outros interesses por trás disto.

    Nesta próxima eleição vamos dar um basta nesta farra religiosa, vamos colocar os evangélicos em outro lugar, menos na política. Chega de ver o cristianismo sendo maculado por homens comprometidos com interesses menos nobres, buscando na religião uma forma de arranjar a vida. Pelo amor de Deus, não vote em evangélico nem que ele seja a última opção. Se for Pastor, desconfie mais ainda, pois um homem segundo o coração de Deus em hipótese alguma se envolveria com coisas desta natureza, afinal o ministério não pode servir de trampolim e ele Pastor, deve sim cuidar de suas ovelhas e de seu aprisco e não de Partidos Políticos e seus filiados. Sinto-me envergonhado com esta industria da fé instalada no Brasil onde a religião está sendo colocada a serviço de segmentos sem qualquer compromisso com o Rei da Glória, Cristo Jesus, com pessoas investindo na igreja não como uma agência de redenção do homem das mazelas do pecado, mas de olho no que os que ali congregam possam lhe render como resultado de suas astucias e de suas manobras políticas.

    05 de outubro está chegando e se você é “evangélico de verdade”, comprometido com os valores estabelecidos pelas ESCRITURAS SAGRADAS recuse qualquer proposta para eleger alguém que se defina como evangélico, seja para que cargo for nas esferas públicas de nossa Pátria. Fugi da “APARÊNCIA” do mal, é a recomendação de Paulo. Portanto, ao depositar o seu voto na urna, faça-o na certeza de que não está conduzindo um “evangélico” para o lamaçal da corrupção e das negociatas que maculam os princípios deixados por Cristo como regra de fé e prática para as nossas vidas.

    Carlos Roberto Martins de Souza
    Crms2casa@hotmail.com

  17. Olá, sou completamente a favor da Senadora Marina Silva a Presidencia da Republica , assim nós vamos ter um Paiz com a verdadeira Democrácia , na minha opinião devemos ter bons representantes na politica para representar os Evangélicos no poder Legislativo , Executivo , Judiciári , quando nós lemos a Biblia vemos que muitos homens de Deus alcançaram o poder politicos e deram conta do recado na sua vida pública , leia Genesis 41 V.38 a 45 / Daniel 2 V.48 /Mateus 27 V.57 a 60 / Marcos 15 V.42 a 47 / por isso que estou orientando os irmãos a votarem em candidatos Evangélicos , eu já citei para muitos irmãos que nós não vamos votar nestes politicos que foram eleitos e hoje estão no poder que votarm a favor da união civil de pessoas de mesmo sexo , e também aqueles politicos que não se manifestaram esses politicos não adianta me pedir voto porque eu não voto neles e oriento os irmãos também não vatarem neles , por isso que eu acho na minha opinião que a Sra. Senadora Marina Silva é uma exelente candidata a Presidencia da República , por isso ela que tem o meu apoio totalmente , e ai vai acabar com esse preconceito dos Cristão , os Crentes sempre sfreu pressão preconcetuosa e ainda continua sofrendo desde o primcipio da igreja , porque? alguns politicos querem por regras na igreja e nos Pastores querendos que eles venha torcer a Biblia aceitarem as pessoas de qualquer maneira sem mudança de vida ou da maneira que estão vivendo no pecado , tem que ter uma lei nos trez poderes que a igreja já tem o Regimento interno basiado na Biblia tem ser respeitado ,eu Pastor Valdeir de Souza continuo deixando ciente sou totamente contra a união civil de pessoas de memo sexo (PLC 122) porque é uma afronta a Deus , Levitico 18 V.22 a 26 Levitico / Genesis 19 V.5 / I. Reis 22 V.47 / Romanos 1 V. 18 a 32 / I. Corintios 6 V.9 -10 / 2. Corintios 5 V.17 / Jeremias 23 V.10 – 19 / Isaias 10 V.1 – 2 / Isaias 24 V.5 -6 / Apocalips 22 V.15 , a Biblia diz que Deus criou macho e femean ou ( homem e mulher)para se casarem e gerarem filhos e ser muito feliz e até que a morte separem , O Governo deve também respitar o meus direitos de Ministro do evangelio , porque não vou me calar , e luto pel Democrácia dos Evangélicos não a Ditadura dos Evangélicos , me sinto muito honrrado de ser Brasilero de verdade amo a minha Patra de verdade , então irmãos Evangélicos e todos Religiosos que quer ver o Paiz decente , meu email – pastor valdeirsouza@hotmail.com – a paz do Senhor Jesus .

  18. José de Magalhães Heringer disse:

    Que vergonha, e tanta gente escrevendo baboseira, e olha tem coragem de escrever uma pagina inteira,………

    que vergonha o comentário do despreparado. e acho pastor por conta própria, sem chamado porque se tivesse chamado teria dircenimento,

    você já ouviu ela dizer que nunca defendeu os interesses dos evangélicos no senado? ela é aquele tipo de Cristão que leva a bíblia escondida na bolsa, ela tem vergonha de carregar a bíblia porque sabe que vai ser rotulada e isso vai fazer ela perder votos, abra o olho moço pede sabedoria a Deus em vez de ficar falando asneira ……..

  19. petrafan disse:

    Marina Silva foi do PT por 30 anos. mesmo depois de se converter, continuou apoiando e assinando embaixo de todas as propostas e programas antibíblicos do PT.

  20. Cleanto disse:

    Igrejas evangélicas não deveriam receber candidatos políticos. Marina Silva – que se diz evangélica – fez parte do PT por décadas, e continuou no partido mesmo durante as denúncias de corrupção no escândalo do mensalão. E é socialista. O Socialismo é imcompatível com os princípios bíblicos. E Deus não precisa de evangélicos na política; aliás, Deus não precisa dos homens. Ele faz o que Lhe apraz, sem a necessidade de ajuda humana. Para os evangélicos que apóiam essa corja de políticos:

    “Assim diz o Senhor: Maldito o homem que confia no homem.” (Jeremias 17:5)

  21. levi varela disse:

    Vejo algumas pessoas que manifestaram suas opinîões acima,totalmente equivocadas. Repito, totalmente equivocadas quando são contra a figura do político.

    Primeiro, desde que este País passou a ter governo sempre, sempre mesmo, os líderes vieram das alas católicas, portanto, se o Brasil está como está, ou seja, atrasado, abarrotado de sistemas de corrupção, com todo o respeito os evangélicos para nada contribuiram, afinal foi e é regido por católicos, exceto em alguma excessões, que sequer merece ser enumerado.

    Agora tem outra coisa, vejo gente aqui querendo ser melhor que Deus quando critica veementemente a figura do político.

    Senhores, não esqueçamos, como ocorreu com internauta Carlos Roberto, que foi Deus quem autorizou a um mesmo profeta ungir a dois reis,sendo um deles, o salmista Davi, objeto da citação do internauta.

    Ora, se Deus que é Deus, em dois acertou apenas em um, Davi, imagine nós.

    Deus quer bons governantes, todavia não vai ficar delegando aos profetas a missão de ungí-los, com todo respeito cabe a nós escolhermos os nossos líderes. Ou será que é melhor o governo derivado da força brutal? Como ocorre ainda em muitos paises, onde o poder do fuzil é que impera.

    Quem deve estar se lamentando da classe política pátria são os católicos, como tambem muitos protestantes choram seus políticos, sendo que a principal diferença é que o pouco que os políticos americanos, talvez pelo viés evangélico, fizeram, foi o suficiente para diminuir a diferença social, é um pais mais equilibrado financeiramente.

    Importa que se escolha bem o candidato a candidato, daí um bom político. Importa, também, que os evangélicos não fiquem exigindo dos da mesma religiosidade benécias que resultem na corrupção do seu político.

    Importa que as Igrejas abram as portas e estabeleçam regras quanto a oportunidade de oitiva dos candidatos, ou seja, garantindo a todos de igual modo. afinal ninguém ainda está no céu ainda, ou melhor, somos espírito e somos carne, precisamos de políticos honestos para resolver os problemas mais básicos, os que são inerentes à terra.

    Pode parecer que não seja boa coisa, mas é preferível isso, vez que Deus sabe respeitar nossas regras de convivência mundana, tanto que Ele próprio escolheu os dois primeiros reis de Israel, bem como interviu em governos outros.

    Vejo que muitas pessoas costumam julgar as pessoas nesse blog, em especial os que si dizem cristãos, coisa não orietanda pelo filho de Deus, o julgamento.

    Se os candidatos nasceram no berço da esquerda qual o mal que há nisso? Quantas pessoas tinham medo do lula em face do seu passado de esquerda, todavia está terminando o governo sem que nada tenha feito que um centrista e um da direita o não o fizesse também.

    Sabe o motivo de muitos escândalos com os políticos evangélicos? É a ausência da escolha do candidato a candidato, é também o lavar as mãos de muitos evangélicos que preferem serem declarados, decretados santos aqui na terra.

    Estamos nessa terra, podre em sua natureza, para demonstrar ao criador que não somos perfeitos, daí fazer o que tem de fazer, todavia sempre procurando ter atitudes mais proxima possível da correta.

    Ser correto onde só existe coisas corretas, isso todos nós conseguimos, basta quando ao céu acessar. Raça, qualidade de cristão, essas nós devemos demonstrar, com a fé em Deus, aqui, meus caros, no lixo, no lodo, no lamançal.

    Veja que a candidata que muitos aqui criticaram até agora nada foi descoberto em seu desfavor enquanto parlamentar e como ministra por 06/07 anos.

    Tal deve ser objeto de exalatação a Deus, de agradecimento a Deus, e de apelo para que Deus a sustente assim, bem como ela procure, guerreie para sempre se manter de pé, Carece de oração, isso sim, afinal viver entre os lobos não é fácil, basta vê que políticos e religiosos atentaram contra Cristo, o filho de Deus, imagine uma pobre senhora.

  22. SAMIR SOARES DE SOUZA disse:

    DOU GRAÇAS A DEUS POR TERMOS UMA REPRESENTANTE CRISTÃ PARA PRESIDENCIA DO BRASIL. SOU TOTALMENTE A FAVOR DE UM PRESIDENTE EVANGÉLICO, SOU DA ASSEMBLEIA DE DEUS EM MATO GROSSO DO SUL E VOU VOTAR NA SENADORA MARINA SILVA A PRESIDENCIA DA REPUBLICA, A SENADORA PODE CONTAR COM MINHAS ORAÇÕES E O MEU VOTO NA ELEIÇÃO A PRESIDENTE DA REPUBLICA DESEJO BOA SORTE PARA ELA E UMA CAMPANHA DESTEMIDA E VITORIOSA, FELIZ É A NAÇÃO CUJO O DEUS É O SENHOR.

  23. PASTOR NONATO disse:

    lA Gloriosa Paz do Senhor Jesus Cristo.

    Estou no Chile e quero convocar os verdadeiros servos de Deus, os santos do Altíssimo… e até os satanistas que se converterão ao Senhor Jesus… A cerrar fileiras em oração pelos jovens chilenos. Por quê? Porque vi duas coisas nas ruas de Santiago que me estarreceu:
    a) O número dos que fumam é assustador, especialmente as mulheres jovens entre 12 e 27 anos. Dar nojo e ao mesmo tempo parte o nosso coração como o de Paulo em Éfeso em face da idolatria. Eles fumam em todos os lugares. Não tem ética. Algo diabólico.
    b) A enorme quantidade de jovens envolvidas com o satanismo, em fase de recrutamento subjetivo por meio do “rock”. As camisas negras com os slogans do “KIZZ” = kull in satans service= cavaleiros a serviço do satanás; iron maiden, e outros filhos da s tRevas a serviço do inimigo.
    OREMOS PELOS JOVENS DO CHILE… LEMBREM-SE; JESUS JÁ VENCEU

    EM CRISTO QUE UNE OS SERVOS DO ALTISSIMO

    PASTOR NONATO,
    SEMPRE EM DEFESA DO EVANGELHO E CONTRA SATANÁS E SEUS ASSECLAS, inclusive CONTRA os infiltrados que postam neste sitio e que se apresentam com vários nomes, inclusive disfarçados de mulher.
    MARANATHA, ORA VEM SENHOR JESUS

  24. fabio rocha disse:

    Pesoal felismente,ou infelismente presisamos de um lider como ( Jose do egito ) no poder deste Pais Vamos votar num Evangelico sera bem menos as perseguição contra o nosso povo!!!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *