Monte onde judeus pretendem erguer o Terceiro Templo é local de disputa com muçulmanos

14

A construção do Terceiro Templo em Jerusalém esbarra em uma questão muito delicada: o local onde os templos anteriores foram erguidos hoje é ocupado por palestinos, e há mesquitas em funcionamento na área. E a disputa por espaço tem gerado conflitos entre judeus e muçulmanos.

O chamado Monte do Templo abriga, o que é hoje, o terceiro lugar mais sagrado para o islamismo depois de Meca e Medina: a mesquita de Al-Aqsa (foto).

No final de julho, durante o Tishá Beav, um confronto entre palestinos e israelenses precisou da intervenção da Polícia local, que usou bombas de efeito moral para dispersar o tumulto.

Tishá Beav é o dia do calendário judaico escolhido para chorar a destruição dos Templos Sagrados, o primeiro no ano 586 A.C., pelas mãos dos babilônios, e o segundo, no ano 70 D.C., pelos romanos.


A violência eclodiu depois que um grupo de judeus visitou o local onde os templos sagrados foram erguidos milênios atrás, como parte da celebração do Tishá Beav. Como o local hoje abriga uma mesquita, o confronto foi inevitável.

Novos conflitos não estão descartados, uma vez que rabinos ortodoxos ligados ao Instituto do Templo vêm arrecadando fundos para construção do chamado Terceiro Templo, e pretendem obter autorização das autoridades israelenses para levar o projeto adiante, o que implicaria na demolição da mesquita de Al-Aqsa.

Hoje, no local, resta apenas uma parte do muro que guardava os templos destruídos, e o local é o famoso Muro das Lamentações, onde judeus vão fazer suas orações, e turistas, suas fotos.

Desde 1967 os judeus são proibidos de fazer orações no local. Na época, após a Guerra dos Seis Dias, Israel retomou o controle de Jerusalém, mas teve que concordar com a entrega do controle do Monte do Templo à Jordânia, para impedir que a mesquita fosse destruída.

Recentemente, em prevenção a conflitos religiosos, Israel proibiu que homens muçulmanos com idades entre 16 e 60 anos acessassem o local.

Se para os judeus é o local é importante pela localização do Templo, onde era guardada a Arca do Tesouro, para os muçulmanos é sagrado pela crença de que o profeta Maomé tenha ascendido ao céu a partir de uma rocha no local, que hoje é conhecido pela dourada “Cúpula da Rocha”, construída em 685 D. C.


14 COMENTÁRIOS

  1. Disse e volto a dizer.

    Deus não se encontra estacionado nesse monte esperando confusões;

    Qualquer lugar deve ser local do templo;

    O que importa não é o lugar, sim o templo;

  2. A partir do momento que esse templo for construido, ficar pronto, cumpre-se o que esta escrito na Bílblia, aproxima-se a volta de JESUS, JESUS voltará, já não falta mais nada para JESUS buscar sua Igreja, aliás , só falta a construção do templo em JERUSALÉM .

    • Mais fácil a galinha criar dentes, uns 12milhões de Judeus estão cercados por mais de 200 milhões de mulçumanos, que invadirão israel por terra,

    • CESARR7 o Tema não sou eu, é este ridiculo mito judeu, e a criação de um estado artificial criado para mandar embora judeus da Europa Cristã, e a maioria destes nem descendem da tribo de Abraao, não tem nem sangue semita, é a famosa volta dos que não foram.

    • CESARR7 o Tema não sou eu, é este ridiculo mito judeu, e a criação de um estado artificial criado para mandar embora judeus da Europa Cristã, e a maioria destes nem descendem da tribo de Abraao, não tem nem sangue semita, é a famosa volta dos que não foram.



      Assine o Canal
  3. OS JUDEUS VIVEM PERIGOSAMENTE EM JERUSALÉM.

    Seu maior problema não são os muçulmanos, mas a ALINAÇA quebrada com o Deus de Abraão.

    O povo de Israel na Palestina com a ALIANÇA ROMPIDA, se compara ao crente tomando a Céia do Senhor em pecado. Para quem conhece a Jesus sabe o que isso significa.

    Os judeus rejeitaram a Jesus como o Messias, terão Satanás como o Messias. Triste irônia. Satanás, incorporado no anti-Cristo vai pedir a adoração dos judeus.

    Será o “inicio do fim” de 90% da geração dos judeus que inaugurarem o Templo;

    O preço de rejeita a Jesus é muito alto para todos, inclusive para os judes.

    Falemos de Jesus para eles!

    • Besteira, os judeus já viviam dispersos pelo mundo mesmo antes do seu deus morto existir.

      Jesus falou que todos os sinais e o fim seria na geração dele, todos sinais antes da destruição do segundo templo por volta do ano 70 DC, passaram quase 2000 anos e nada rsrs

      • Paulo,

        Ele falou que a ciência se multiplicaria. Duvida que a ciência deu um salto extremo nesses últimos 150 anos?

        Duvida que nunca houve tantos terremotos e em tão grandes escalas como nesses anos citados acima?

        Drogas sempre existiram, mas a proliferação como a de agora já existiu?

        Por causa dessas drogas, você viu uma humanidade mais sem amor que a dos drogados, a ponto de matarem os pais, as autoridades, os amigos, a si próprios como nunca ocorreu antes?

        Você viu tantos fenômenos e registrados em vídeo como no presente, tipo queimadas sucessivas, calores extremos se repetindo dia a dia, furacões, vulcões, terremotos, maremotos, carnificinas em quantidade como nunca, guerras mundias na quantidade de três(desde 2001 tem a guerra declarada dos terroristas contra o mundo todo), a igreja católica em destruição moral em face das descobertas contra ela, o teu comunismo que não agiu dignamente tendo matado milhões e milhões pra implatantar uma ideologia(a falta de amor citada acima), as enfermidades e surtos (cañcer, aids, ebola, febre amarela, gripe espanhola…)

        Você é aluarado? Ora, todos os que fazem a ciência declaram publicamente: o que está havendo com o clima? Não bastasse, Cristo falou de sinais nos céus, coisa que está muita gente falando sobre OVNI, chupa cabra…

        Cuidado com esse último, quem sabe se não aparece aí em breve um chupa incrédulo? Um chupa Tomé? Aliás, Tomé uma vírgula, esse daí depois que tocou, acreditou. Tu tá vendo, topando, sentindo, mas permanece com essa cara de joão bobo, joao sem braço, tá feio mesmo. Mandar partir a cabeça com uma machadada, depois introduzir o que você faz questão de deixar fora dela. Nem jumento, meu caro.

DEIXE UMA RESPOSTA