Ministério Público pede a proibição da oração do Pai Nosso em escolas públicas e gera revolta

48

A oração ensinada por Jesus a seus discípulos – e compartilhada por todos os cristãos, independentemente se católicos ou evangélicos – foi proibida nas escolas públicas do estado do Mato Grosso do Sul.

A proibição foi definida após o Ministério Público Estadual (MPE-MS) emitir um parecer recomendando que a prática fosse encerrada, devido à reclamação de um pai de aluno, provavelmente ateu.

A Secretaria Municipal de Educação explicou, através de nota, que a decisão foi tomada para evitar uma ação civil pública da Promotoria de Direitos Humanos, que pedia a interrupção de todas as manifestações de cunho religioso no ambiente escolar.

Em entrevista ao telejornal Bom Dia MS na manhã da última segunda-feira, 04 de abril, o promotor de Justiça, Luciano Loubet, se manifestou favorável à decisão: “A recomendação tem dois fundamentos: pela Constituição Federal o Estado é laico, ou seja, um Estado que não tem religião, e o segundo é pela liberdade de religião. Não foi uma decisão imposta às escolas católicas ou evangélicas, mas uma decisão para escolas públicas que são pagas pelos impostos de todos”, argumentou Loubet.


No entanto, a postura do MPE-MS foi rebatida pelo promotor Sérgio Harfouche, da Vara da Infância, Juventude e Educação. Segundo informações do G1, ele entrou com um pedido de reavaliação do posicionamento da instituição: “Se é interesse de alguém não participar, que assim o faça. Mas, eu tenho uma esmagadora maioria de pais nas escolas querendo que seus filhos tenham essa liberdade de expressão. Ninguém vai ser obrigado a crer ou não crer. Ninguém vai ser beneficiado por crer e nem punido por não crer. Impedir que as pessoas, assim tenham, como se tradicionalmente se tem na escola, me parece que isso é uma violação maior do que a que se pretende proteger”, ponderou o promotor.

Para a mãe Elaine Martinez Brito, que trabalha como agente de saúde, “a oração não deve ser proibida”, pois oferece uma palavra boa para as crianças.

A pressão de militantes ateus na sociedade vem aumentando. Nos Estados Unidos, diversos casos semelhantes são registrados anualmente, e no Brasil, ações equivalentes também já foram noticiadas. Em algumas cidades, ações na Justiça obrigaram a retirada de crucifixos das repartições públicas. O caso mais extremo foi a tentativa, anos atrás, de remover a frase “Deus seja Louvado” das cédulas do real.

48 COMENTÁRIOS

  1. Já que a mãe da criança supostamente ateia não gosta da oração do Pai Nosso, ela poderia ser mais decente e respeitar as que gostam. Poderia fazer o seguinte: deixar a sua criança entrar depois da oração, assim não incomodaria ninguém e não se sentiria incomodada.

    • Emanuelle ocorre que no Brasil tá uma bagunça terrível., hoje já podemos verificar que em uma família já se encontra catolicos , espíritas, protestantes , etc., nós brasileiros estão perdidos na fé .,.
      É só aparecer um fanfarrão que se auto denomina apóstolo do Brás ., vendendo um tal de óleo Jeová jire., que a negada corre e compra até a última gota.,.

      Aí aparece outro vendendo meias , lençóis , e buchigangas do Brás , que o povao muda de seitas e correm pra lá .,

      Então as pessoas ficam preocupadas se os filhos devem seguir tais seitas e religiosos.

      O fundamentalismo e os seguidores de seitas estão infestando o nosso Brasil ., e o povo são como gados ., ficam perdidos na fé .,

      Isto antes não acontecia nas escolas pois o povo era mas simples e temente a Deus

        • Emanuelle, disse: “O protestantismo é assustador”
          “A palavra de Deus, diz: “E uma pedra de tropeço e rocha de escândalo, para aqueles que tropeçam na palavra, sendo desobedientes; para o que também foram destinados” 1 Pedro 2:8.
          Nós os crentes em Jesus, imitamos os protestantes, ou seja, os profetas do velho e novo testamente, todos os escritores da bíblia, eram protestantes e o primeiro deles foi Moisés, êxodo 20:4.

          • Não é à toa que o demônio no leito de morte de Lutero agradeceu pessoalmente a Lutero pela divisão e confusão que ele causou no Cristianismo, e por isto ele pede a sua mãe que permaneça na única igreja de cristo: A Católica. ( Mateus 16,18)
            Foi Martinho Lutero quem começou com as “igrejas” protestantes, que deram origem às “igrejas evangélicas” de hoje. Mas o que ele pensava é seguido apenas em parte pelos “evangélicos” de hoje. Eles seguem somente os princípios “Só a Bíblia” e “Só a Fé”. Embora Lutero seja o fundador de todas as igrejas evangélicas que existem hoje, por que não são todos luteranos? Na verdade, isso seria bem menos pior…
            Por outro lado, se reconhecem que Lutero é um homem falível, como é possível a um “evangélico” ter tanta certeza de que os princípios que ele inventou sejam dignos de confiança absoluta? Mais do que o que ensina a única Igreja que tem 2.014 anos e foi instituída diretamente por Jesus Cristo?
            Mais: o próprio Lutero contestou o Papa e decretou que não se deve confiar num sacerdote. Mas ele mesmo era um ex-sacerdote católico. Então, se ele mesmo se descarta como pessoa confiável, quem é tolo o suficiente para dar crédito ao que ele disse ou escreveu?

          • Engano seu:
            1) O protestante é aquele que segue a revolta iniciada contra a Igreja Católica em 1517. É seguidor de várias doutrinas que surgiram 1500 anos depois da era Apostólica.
            2) O protestante é aquele que protesta contra a Igreja Católica, usa a Bíblia, porém, não possui nenhuma autoridade superior, infalível, para declarar que uma palavra tem tal sentido, e exprime tal verdade.
            3) O protestante tem sua fé alicerçada na emoção. A religião, para ele, resume-se em um estado de espírito agradável, em uma sensação que forçosamente um dia irá passar. O protestante toma uma experiência emocional por uma revelação, e um estado emocional pela graça de Deus. A fé edificada sobre a emoção não é fé verdadeira, mas mera busca de recompensa rápida, tão pouco profunda e ineficiente.
            4) O protestante gosta de apoiar-se em ameaças de castigos e de fim de mundo, usando trechos da Bíblia. Acredita ter uma iluminação direta do Espírito Santo, sem intermediários, ou seja, sem a Igreja. No fundo, cada protestante se julga juiz da Bíblia.
            5) O protestante se afirma salvo, porém, crê em um Jesus diferente, sendo que o Jesus dos Batistas parece ser diferente do Jesus dos Metodistas , que parece ser diferente do Jesus dos Adventistas, que também parece ser diferente das demais igrejas protestantes.
            6) O protestante adota uma interpretação particular da Bíblia como única norma de vida. Seu texto se converte em arma de ataque e de defesa frente a estranhos. Costuma Memorizar “versículos-chave” para tanto. Não se preocupa muito com o contexto das citações e nem com a verdade histórica de suas afirmações.
            7) O protestante costuma desenvolver uma mentalidade de natureza fundamentalista. Seu fervor religioso nasce como reação a um mundo complexo e hostil que ameaça certos princípios qualificados como “intocáveis”. Exclui o uso da razão de sua compreensão bíblica e cai facilmente na irracionalidade total. Sua argumentação freqüentemente espelha medo e incerteza, desconhecendo o diálogo lógico e racional.
            8) O protestante vive num ambiente de “supostos fiéis do povo escolhido”. Segundo tal, o mundo os persegue porque somente eles têm permanecido fiéis ao que Deus quer. Isto provoca uma profunda suspeita frente ao mundo. Cria a idéia de que a salvação dos homens será possível apenas dentro dos estreitos limites das igrejas protestantes.
            9) Os líderes fazem o possível para ocupar todo o tempo livre dos membros. Abarrota-lhes de reuniões, serviços, estudos e outras atividades que fazem com que a vida diária do adepto gire em torno das supostas igrejas?. Costumam proibir categoricamente qualquer contato com culturas diferentes, avanço científico, literatura ou programas que não estão explicitamente escritos na Bíblia.
            10) Sem exceção, ditam um código moral estreito que afetam todos os aspectos da vida de seus membros, a forma de vestir, a abstinência da dança, da música (não evangélica) etc. Tudo isso serve para separar do mundo os membros, dar-lhes uma identidade externa inconfundível, criar neles uma mentalidade de superioridade moral e reforçar em suas mentes a legitimidade da determinada igreja protestante.
            11) Os líderes criam uma forte expectativa em seus membros quanto ao fim do mundo e a segunda vinda de Cristo. Esta postura de milenarismo ou adventismo resulta em um fanatismo dificilmente compreensível para aqueles que não compartilham da visão do fim iminente.
            12) Já, os grupos de espiritualidade pentecostal, dão muita importância aos sinais exteriores como o falar em línguas, o transe místico, as visões, as choradeiras, etc… Algumas igrejas protestantes exercem uma sugestão poderosa sobre os seus para que se produzam estas manifestações de forma contínua nas reuniões dos adeptos.
            13) Certas igrejas protestantes obrigam seus membros a uma ação direta de proselitismo de porta em porta, pelas ruas, etc… Distribuindo mensagens como forma de ganhar novos adeptos e de fortalecer a convicção dos membros. Frequentemente controlam os resultados do proselitismo de forma pública dentro da comunidade, o que serve de pressão aos membros menos inclinados a estar molestando estranhos com suas crenças particulares.

          • o protestante tem liberdade que nenhum outro sistema possui pode dirigir-se diretamente ao senhor sem passar pela burocracia clerical farisaica inventada por homens pode ter uma vida cristã ativa independente de onde esteja e ninguem é obrigado a nada.

          • é impossivel provar seja pela biblia pela historiografia pela arquiologia ou qualquer outra coisa que a igreja catolica foi fundada por cristo ha 2014 anos essa afirmação é simplesmente um disparate.

    • EMANUELLE

      É a minoria querendo mandar na maioria, a ditadura gay.
      A pretexto de defender seus direitos, tentam avançar sobre os nossos.
      Principalmente (mas não limitados a) homossexuais.

      Sabe o caso da professora lésbica que não deixou seus alunos (crianças) assistirem ao desenho da Branca de Neve?
      Ela alegou que a citada obra da Disney é “muito heterossexual”.
      Falar o que pruma desmiolada dessas?
      E quem reclama é taxado de “homofóbico”!!!

      Alguém proibiu essa professora de ser lésbica?
      Não.
      Alguém discriminou a mesma?
      Não.
      Alguém pediu a demissão da professora sapata?
      Não.

      Agora troque o caso dessa lésbica pelo caso da oração do pai nosso.
      Alguém proibiu o ateu de ser ateu?
      Não.
      Alguém o obrigou a crer em Deus?
      Não.
      Se não concorda, não participe!!!

      Então, porque a pessoa não gosta de algo, esse algo tem de desaparecer?
      O homem que trepa com homem que vão viver suas vidas, mas não tentem empurrar pra nós seus costumes, bem como tentar “doutrinar” nossas crianças.
      Nem muito menos zurrar que o sexo entre homem e mulher é errado, pois o cara é homem e gosta de homem ou a mulher é mulher mas gosta de mulher.

      Eu sou mulher hétero original XX, e sou (muito) feliz como sou, então não venham esses gays aqui no G+ me xingar, que terão resposta…
      Ah, é homem e gosta de fazer sexo com homem?
      Então que vá fazer o que acha certo e deixe os héteros em paz!

      Que esses ativistas radicais consigam da ONU um território (como ela fez pra fundar Israel) e fundem ali a cidade de Gayopolis ou o país de Gayland, já que não conseguem conviver com os héteros sem exigir privilégios, tratamento diferenciado ou condições especiais.
      Prometo não ir nunca lá pra incomodar.

      Teve uns ativistas gay aí que tentaram tirar dos documentos oficiais as palavras “pai” e “mãe”, bem como tentaram proibir a comemoração do Dia dos Pais e do Dia das Mães, foi num projeto de lei (ainda bem que foi só projeto) que não passou na Câmara.
      Os gays tão esperneando até hoje.

  2. por que não se ocupam das drogas da violencia da corrupção nas diretorias dos que estão ali só para receber bolsa e não aprendem nada etc…?ah ja sei!! é por que quanto mais ignorancia pobreza marginalidade houver mais o pt permanecera no poder!!

  3. agora tendo em vista que o estado é laico e deve governar para todos certamente proíbir a oração do pai nosso é um direito, assim como o nosso de impedir que gays frequentem a mesma escola que heteros, vai contra nossos principios de moral e ética, logo que gay e ateu tenham escolas só para eles é seu direito

    • Acho que proibi-los de frequentarem ESCOLAS PARTICULARES CONFESSIONAIS, pode até ser válido. Assim como orações e ensino religioso cristão, tb não devem ser impedidos em tais escolas.

      Mas estamos falando de ESCOLAS PUBLICAS. Queriam vcs aceitar ou não, o gay, o ateu e o não cristão, SÃO CIDADÃOS. Logo, devem ter seu ESPAÇO PUBLICO devidamente RESPEITADO.

      • Acho que proibi-los de frequentarem ESCOLAS PARTICULARES CONFESSIONAIS, pode até ser válido. Assim como orações e ensino religioso cristão, tb não devem ser impedidos em tais escolas.

        Mas estamos falando de ESCOLAS PUBLICAS. Queriam vcs aceitar ou não, o gay, o ateu e o não cristão, SÃO CIDADÃOS. Logo, devem ter seu ESPAÇO PUBLICO devidamente RESPEITADO.
        da mesma sorte como não querem aceitar que a maioria 99,5% da população que é cristã façam suas orações e seus pais são cidadãos pagadores de impostos, porque aceitar algo que para nós é uma aberração não é natural e sim de escolha, assim como a fé os gays resolveram ser gays, direito deles? sim e de não querer a oração direito deles? sim
        também nós cidadãos Cristãos pagadores de impostos em espaços públicos podemos exigir que a opção sexual que fizeram se restrinja aos lugares das reuniões deles.
        é simples se eles tem direito como cidadão de não fazer não ver nossa opção pela fé em JESUS.
        NÓS TEMOS O DIREITO DE NÃO PARTICIPAR E NÃO VER A OPÇÃO DELES DE SEREM GAYS. AFINAL O ESTADO É LAICO E SE É PARA UM É PARA TODOS CORRETO.

    • Na última semana passou uns evangegues aqui no bairro., e quando viu o crucifixo na minha residência se manifestaram padecia estar possuído pelo cabrunco pediram para retirar a Santa Cruz de Cristo .,
      O mundo está de ponta cabeça ., minha mãe fez o sinal da cruz e rezou para que Deus toque no coração daqueles evanjegues fundamentalistas do Brás .,.e que tenham a paz de Cristo., em seus corações .,.

      Pois eles estavam com o clamunhao no couro., ao ver a santa imagem sagrada do Cristo do maior sacrifício redentor da humanidade que jamais deve ser esquecido.,

      Assim caminha os fundamentalistas do Brás .,.trocam a Santa Cruz de Cristo por bugigangas gospel ., tipo óleo de Jeová jireh., lenços cágados., e meias de chulé unxidas , etc

      • A cruz não é santa, Santo é aquele que nunca pecou e morreu crucificado nela.
        “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” João 3:16.
        Veja bem, n’Ele crê, não nela e nem neles.

        • Por que o demônio e alguma seitas protestantes TEMEM USAR A CRUZ DE CRISTO?

          “Do mesmo modo como Moisés levantou a serpente no deserto,
          assim é necessário que o Filho do Homem seja levantado,
          para que todos os que nEle crerem tenham a vida eterna”
          (Jo 3,14-15)

          A cruz recorda o Cristo crucificado, o sacrifício de sua Paixão, o seu martírio que nos deu a salvação. Por isso é que, desde tempos antiqüíssimos, a Igreja passou a celebrar, exaltar e venerar a Cruz, inclusive, como símbolo da árvore da vida que se contrapõe à árvore do pecado no paraíso, e símbolo mais perfeito da serpente de bronze que Moisés levantou no deserto para curar os israelitas picados pelas cobras porque O Filho do Homem nela levantado cura o homem todo e todos os homens, o corpo e a alma dos que nEle crêem e lhes dá a vida eterna.

          Jesus retoma esses símbolos do passado bem conhecidos pelo povo (serpente, árvore, pecado, morte) para dizer no Evangelho da Liturgia da festa (Jo 3,13-17) que no lugar da serpente de bronze pendurada no alto de um poste de madeira Ele mesmo é quem seria levantado no lenho da cruz. Se o pecado e a morte advieram da insídia e veneno do demônio, nos símbolos da árvore proibida e da serpente do paraíso e do deserto, a bênção, a salvação e a vida eterna advêm do Cristo levantado no alto da cruz de onde Ele atrai a si os olhares de toda a humanidade.

          Até o Calvário, a cruz fora tida como sinal de vergonha, maldição, execração. Com a crucifixão de Cristo, desde então, ela se tornou símbolo de triunfo e vitória. Se da cruz vinha a maldição e a morte, agora, da cruz vem todo o bem e toda a graça.

          A cruz não é uma divindade, um ídolo, feito de madeira, barro, bronze, mas ela é para nós santa e sagrada, porque dela pendeu o Salvador do mundo. Ela é o símbolo universal do cristão. Com orgulho e devoção ela é a nossa marca, o sinal de nossa identidade, usada nas igrejas Cristãs tanto Católicas, Ortodoxas como em algumas protestantes.

          Traçando o sinal da cruz em nossa fronte, a todo o momento, nós louvamos e bendizemos a Santíssima Trindade, Pai e Filho e Espírito Santo, agradecendo o tão grande bem e amor que pela Cruz o Senhor continua a derramar sobre nós.
          Filipenses 3,18 – Porque há muitos por aí, de quem repetidas vezes vos tenho falado e agora o digo chorando, que se portam como inimigos da cruz de Cristo.

          “Pregando a Verdade e confirmando os irmãos na verdadeira fé, com a graça de Deus construo Catedrais nas almas para que nelas possam habitar o Espírito Santo de Deus” ( Pierry de Craon).

          • Emanuelle, disse: “Por que o demônio e alguma seitas protestantes TEMEM USAR A CRUZ DE CRISTO?”
            Nós os crentes em Jesus, (protestantes), não tememos a cruz de Cristo, nela Ele pagou o preço de salvação. Jesus, é santo…
            A cruz é símbolo de maldição e quando a usamos é vazia (sem imagem). Jesus, há 2 mil anos esteve nela, agora está a destra de Deus. A bíblia, narra Jesus, antes e depois da cruz, respectivamente Isaías 53:3 e Apoc. 1:12-18.
            “Cristo nos resgatou da maldição da lei, fazendo-se maldição por nós; porque está escrito: Maldito todo aquele que for pendurado no madeiro” Gálatas 3:13.
            O diabo, não temeu nem a Jesus, iria ele temer a cruz? “Mateus 4:1-11, esse negócio de dizerem que o diabo tem medo da cruz, é para gente ignorante. O diabo, reconheceu a Jesus, depois da ressurreição. Quem é um comedor de feijão para contestar os mandamentos de Jesus? Pena que tem aqueles, mesmo sabendo quem é o Cristo ressurreto, ainda usam de ingratidão, fazem suas esculturas, veneram (adoram), num gesto, como se Jesus, não fosse capaz de fazer tudo o que lhe apraz, independente de ajudas humanas.
            Jesus, depois da ressurreição, não recebeu do Pai, apenas um pedacinho do poder, mas todo!!!
            Ele disse: “É-me dado todo o poder no céu e na terra.” Mateus 28:18

        • POR QUE O DEMÔNIO E SEUS SEGUIDORES TEMEM A CRUZ DE CRISTO ?

          1)-Mateus 16,24- Em seguida, Jesus disse a seus discípulos: Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me.
          2)-I Coríntios 1,17- Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o Evangelho; e isso sem recorrer à habilidade da arte oratória, para que não se desvirtue a cruz de Cristo.
          3)- I Coríntios 1,18 – A linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas, para os que foram salvos, para nós, é uma força divina.
          4)-Gálatas 2,19 – Na realidade, pela fé eu morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou pregado à cruz de Cristo.
          5)-Gálatas 5,11 – Se é verdade, irmãos, que ainda prego a circuncisão, por que, então, sou perseguido? Assim o escândalo da cruz teria cessado.
          6)- Gálatas 6,14 – Quanto a mim, não pretendo, jamais, gloriar-me, a não ser na cruz de nosso Senhor Jesus Cristo, pela qual o mundo está crucificado para mim e eu para o mundo.
          7)-Efésios 2,16 – e reconciliá-los ambos com Deus, reunidos num só corpo pela virtude da cruz, aniquilando nela a inimizade.
          8)-Filipenses 2,8 – E, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz.
          9)-Filipenses 3,18 – Porque há muitos por aí, de quem repetidas vezes vos tenho falado e agora o digo chorando, que se portam como inimigos da cruz de Cristo,
          10)-Colossenses 2,14 – cancelando o documento escrito contra nós, cujas prescrições nos condenavam. Aboliu-o definitivamente, ao encravá-lo na cruz.
          11)-Colossenses 2,15 – Espoliou os principados e potestades, e os expôs ao ridículo, triunfando deles pela cruz.
          12)-I Coríntios 1,23 – mas nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos;
          13)-I Coríntios 2,2 – Julguei não dever saber coisa alguma entre vós, senão Jesus Cristo, e Jesus Cristo crucificado.
          14)-Gálatas 3,1 – Ó insensatos gálatas! Quem vos fascinou a vós, ante cujos olhos foi apresentada a imagem de Jesus Cristo crucificado?

        • Protestantes divergem muito a respeito da imagem da Cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo. Um ramo do protestantismo utiliza a cruz, mas vazia; outras, nem isso o fazem. A justificativa seria a de que Cristo não está morto, mas ressuscitado. Francamente, como se a Igreja Católica tivesse nascido ontem e não soubesse disso.
          Mas enfim, o próprio Cristo disse que não há ressurreição se não passar pela cruz antes, e que quem quisesse O seguir, deveria renunciar a si mesmo, tomar a sua cruz e depois, segui-Lo. A mensagem da cruz é muito mais profunda do que se imagina.
          O apóstolo Paulo, em suas cartas, pregava Cristo crucificado. Vejamos:
          “Nós, porém, pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os pagãos, mas para os que são chamados, tanto judeus quanto gregos, ele é Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus”. (I Coríntios 1, 23-24).
          Será que Paulo não sabia que Jesus tinha ressuscitado? Segundo os protestantes, Paulo não devia estar inspirado pelo Espirito Santo. Ora, Paulo sabia muito bem do que estava falando, e se hoje estivesse vivo, diria ainda: “… escândalo para os judeus, e loucura para os pagãos e protestantes”.
          Mas por que será que o apóstolo disse que pregava Cristo crucificado, e não ressuscitado? São Paulo explica a linguagem da cruz e seu significado:
          “Com efeito, a linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas para os que estão sendo salvos, para nós, ela é poder de Deus. Pois, está escrito; eu destruirei a sabedoria dos sábios e aniquilarei a inteligência dos inteligentes”. (I Coríntios 1, 18-20).
          Viram? Ela é poder de Deus. Satanás teme a cruz do Senhor, porque ela é o próprio Jesus, que derrotou o pecado e a morte. Foi pela cruz que Jesus nos redimiu do pecado e nos deu a salvação. Antes era sinal de maldição, agora é sinal de poder de Deus, de vitória sobre o diabo.
          E vai mais além: “Eu, por mim, nunca vou querer outro titulo de glória que não seja a cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, por ela, o mundo está crucificado para mim, como eu para o mundo”. (Gálatas 6, 14).
          A cruz é a expressão monumental do triunfo do glorioso cristianismo e o logotipo da santíssima fé vitoriosa. A cruz é o marco central do amor da redenção humana pela graça do bom Deus. A mensagem mais poderosa do mundo é a proclamação da cruz de Cristo. É o maior escândalo e a maior loucura para os incrédulos.
          “Quem não procura a cruz de Cristo, não procura a glória de Cristo”. São João da Cruz (1542-1591)

          Irmãos protestantes, não fujam da Cruz de Cristo, nem de Cristo crucificado (foi o próprio apóstolo Paulo quem pregou-O assim), pois quem foge da Cruz é o diabo, porque ele foi derrotado por ela!

        • O erro protestante do crucifixo sem Cristo
          Os protestantes, aparentemente, honram mais a São Paulo que a São Pedro. Então, por que são mais negligentes em seguir os ensinos referentes ao crucifixo?
          O crucifixo é negado pelos protestantes; de todo modo, São Paulo ensinou:
          – “Mas nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os judeus e loucura para os pagãos” (1Coríntios 1,23).
          Como alguém pode pregar um Cristo crucificado com um crucifixo vazio, sem Cristo?
          – “Julguei não dever saber coisa alguma entre vós, senão Jesus Cristo, e Jesus Cristo crucificado” (1Coríntios 2,2).
          – “Ó insensatos gálatas! Quem vos fascinou a vós, ante cujos olhos foi apresentada a imagem de Jesus Cristo crucificado?” (Gálatas 3,1).
          – “Em seguida, Jesus disse a seus discípulos: Se alguém quiser vir comigo, renuncie-se a si mesmo, tome sua cruz e siga-me. (Mateus 16,24)
          “Absolutamente nada pode ser identificado com uma cruz vazia, pois nenhum de nós fomos ressuscitado dentre os mortos” (Padre Benedict Groeschel).
          Não há Cristo sem cruz e não há cruz sem Cristo.

          • Deuteronômio 5:8,9
            “8- Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra;
            9- Não te encurvarás a elas, nem as servirás;…”

          • Emanuelle é muito tapadinha espiritualmente , é completamente cega das coisas espirituais . Vejo os comentários dela , é sem nexo descontextualizados …Pra dizer a verdade é muito ignorante do reino de Deus , Mas; sábia em história da Icar , deve ser professora de catecismo e uma adoradora da intercessora Maria … estes Marianos viu !!!

          • emanuelle você é uma aberração, tentando explicar coisas que não entende,fala cada asneira, imagino Deus olhando para você na sua arrogante soberba falando daqueles que conhecem o Deus verdadeiro…Emanuele o seu deus é um deus morto…Quem dera você pudesse conhecer o Deus vivo dos crentes, quem dera você um dia saia desse seu racionalismo imbecil e se humilhe debaixo da potente mão de Deus, para que ele se revele para você..

  4. em escola publica não pode haver orações em virtude de ser um espaço destinado à várias crenças diferentes.
    o estado não pode defender uma religião específica, no caso o catolicismo.

    • só um detalhe: O Pai Nosso assim como o sermão do monte não pertencem a nenhuma denominação digamos materializada., é emanação espiritual….

      • isso pouco interessa na verdade.
        a pluralidade de crenças faz com que o pai nosso seja considerado por poucos.
        alunos podem se reunir, fora do horario das aulas, para rezar.
        dentro da aula, nao.

  5. Ser Laico não significa ser ateu.
    A laicidade vai muito além de uma simples oração que é o desejo da maioria quase unânime da sala de aula.
    O Estado Laico deve defender a escolha do cidadão e nunca priva-lo. E o estado proibindo a oração dentro da sala de aula, estaria privando essa confissão da maioria.
    Não há prejuizo em recitar a oração, prejuizo haveria se houvesse perseguição, o que não é o caso.
    A oração dentro da sala de aula é o desejo de todos o pais de alunos que vêem essa atitude como positiva, afinal os pais são os seus responsáveis.
    Àqueles que não concordam com a oração cabe a opção de não participar e nunca de proibir.

  6. henrjk, papagaio de pastor. Se você fosse uma pessoa honesta e inteligente não nos faria acusações. Uma pessoa inteligente sabe muito bem que os católicos não são idólatras. Eu já comentei nesse site muitas vezes. Herege! Filho e seguidor do apóstata e herege Lutero!

    • Deuteronômio 5:8,9
      “8- Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra;
      9- Não te encurvarás a elas, nem as servirás;…”

    • Não sou pastor e nem pretendo ser.
      Deuteronômio 5:8,9
      “8- Não farás para ti imagem de escultura, nem semelhança alguma do que há em cima no céu, nem em baixo na terra, nem nas águas debaixo da terra;
      9- Não te encurvarás a elas, nem as servirás;…”

  7. O Brasil é hoje uma nação inteira debaixo da ira de Deus e a cada dia somos surpreendidos com atitudes e decisões que nos afastam mais e mais da desejada paz que somente Deus, e mais ninguém, pode nos conceder. Repetir a oração do Pai Nosso não pode, mas vender drogas nas portas das escolas, pode, deixar os alunos em ambientes fétidos, sujos, mofados, sem banheiros higienizados, pode. Falta de material escolar, pode; quadrilha que rouba a merenda escolar e deixa alunos carentes com fome, pode. Crianças desprotegidas indo para a escola de pau-de-arara em estradas esburacadas pode! Ora, seu Ministério Público, vá…
    ;

DEIXE UMA RESPOSTA