Muçulmana se converte ao Evangelho após sonhar com Jesus: “Ele me chamou pelo nome”

19

Um fato curioso e recorrente na conversão de muçulmanos ao Evangelho está relacionado aos sonhos que eles têm com Jesus. E uma nova história com o mesmo enredo foi revelada recentemente.

Uma mulher iraquiana testemunhou que ao longo de vários meses sonhou com Jesus, mas resistia à ideia de abandonar o islamismo, até que um dia, resolveu aceitar a Cristo como Salvador.

“Em uma das noites, quando eu estava na minha cama, eu só sonhava e a Luz estava falando como eu estou falando com você agora. Ele estava falando comigo e chamando meu nome verbalmente e dizendo ‘Venha para mim. Eu vou salvar você. Eu vou salvá-la’”, relatou a mulher, que teve a identidade preservada por questões de segurança, de acordo com informações da emissora de TV Christian Broadcasting Network (CBN).

Atualmente, ela frequenta uma igreja e compreendeu, através da leitura da Bíblia e dos ensinamentos recebidos, que o sonho foi uma forma usada por Deus para se revelar a ela: “Quando chegamos aqui, nos deram uma explicação sobre a vida de Cristo e o Reino de Deus de acordo com o Evangelho. Sentimos que o sonho se realizou e que Jesus estava nos chamando para a Salvação e para nos dar o descanso, para nos dar vida”, comentou.

No entanto, sua decisão de seguir a Cristo é estritamente pessoal e confidencial: “Se eu revelar que sigo Jesus vou sofrer perseguição social pelo meu próprio povo, e o governo, com certeza, vai mandar me executar, porque estou contra a lei dos homens dessa nação. Mas estou feliz porque agora faço parte da família de Cristo e minha pátria não é essa, agora sou uma cidadã celestial”, afirmou a nova convertida.

Na tradição islâmica, os muçulmanos são ensinados que a revelação divina é sagrada e muito rara, e quando eles sonham com Jesus, tomam essa experiência com uma seriedade ímpar, vão atrás de conhecer a Bíblia e se deslumbram com a mensagem do Evangelho.

Os casos de conversões de muçulmanos ao Evangelho após sonhos com Jesus são muito comuns, segundo Fabian, um líder cristão do Curdistão que preferiu manter seu nome completo em sigilo, e disse receber relatos de diversas pessoas, que não se conhecem, sobre as formas como Deus tem se revelado aos muçulmanos.

“Há muitos cristãos em campos de refugiados, e muitos relataram experiências parecidas. Eles não vivem no mesmo lugar e não se conhecem, mas me contaram sobre sonhos e visões que tiveram. É um fenômeno que está acontecendo em todo o Oriente Médio”, afirmou.

19 COMENTÁRIOS

    • Cláudio,

      Disse bem, paranoia.

      Paranoia em face de ser perseguida pelo machismo e o relgisiosismo do islão.

      Paranoia em face de não ter o direito de exercer o livre arbítrio pra escolher o modo de viver.

      Paranoia em face de viver todas essas mazelas citadas numa região de conflito que se estende desde o alçar ao poder da figura de Sadan, tirano que impunha medo nos patriotas e nas nações vizinhas, bem assim ao depois no mundo todo.

      Meu caro, essa mulher deva ter nascido já nessa tortura psicológica, portanto mais que plausível ainda encontrar-se vive, imagine com sonhos de liberdade ainda, tipo o de escolher uma sistemática religiosa pra si, isso chama não resistência nas cinzas, mas no fogo

        • Cláudio,

          Claro que é o mesmo Deus, não os mesmos homens, não a mesma fé, não a mesma doutrina, não o mesmo amor, não as mesmas teses teológicas e não o mesmo intento em perdoar e fazer uso da empatia para com o próximo.

          Ou seja, nada adianta a grandeza de Deus quando ratos dão as cartas, e o que pior, ainda tem imbecil que coloca na conta e cota de Deus. Ora, é tão apenas dos trastes humanos a responsabilidade de tudo, pois bandidos na essência e no rótulo.

        • CLÁUDIO!!
          não sei se você vai concordar comigo, mas em vez de jesus aparecer em sonhos, não daria para ele e o pai dele, marcar uma reunião com maomé e alá?? e firmar um acordo de paz?? para todos os bilhões de seus seguidores??.

          • Em encontro regado àquela fumacinha que sobe dos corpos ardendo em holocausto, que levantam um “cheiro suave ao Senhor” (Gen.)

          • Andreotti.

            Sequer no céu Deus impediu do dema fazer o que queria, imagine impôr a vontade dele aqui na terra.

            Meu caro, não exite meia democracia, ou é ou não democrata, é ou não é livre arbítrio.

            Cê é doido?

          • você entendeu o que escrevi?? seu óculos aumentou o grau?? é isso??
            onde você leu, que eu pedi para deus impor a vontade dele aqui na terra??

            eu escrevi para o Cláudio, que gostaria muito que tivesse uma reunião entre jeová, alá, jesus e maomé, e que entre um drink e outro eles chegassem num acordo de paz.
            você vai conversar com jeová hoje?? por favor pede pra ele, quem sabe!!, todos os dias vocês pagadores de dízimos pedindo; ele não atende?? mas pede pra jeová fazer uma fotografia, registrando esse encontro histórico!!! kkkk.

          • CLÁUDIO
            eu acho que jeová é carnívoro, não sei se o filhinho dele puxou o pai, né!!
            nos primeiros episódios, ele teve a cara de pau, de dizer para Caim, que a oferta de legumes e frutos dele era uma B……., e que a oferta de Abel, cheia de animais mortos e ensanguentados, era da hora!!!!.

          • Andreotte,

            Fui direto para a segunda parte, pois comum aos ateus considerarem Deus alheio ao sofrimento e às comiserações humanas.

            No caso vc atribuiu a Deus uma omissão, qual seja, de não ter se sentado ainda visando um pacto, e certamente embutido nesse teu comentário, o apelo para a força, se realmente Deus fosse, se existisse.

            Quanto a ser carnívoro. Meu caro, Deus fez consideração à oferta de Caim em face da qualidade não por conta da natureza vegetal, mas sim por estar a doação bichada, fraquinha, sem jeito, o que estava sobrando e boiando de dias, Caim trouxe como se fosse o melhor. Melhor ter dito que era mesquinho, e que entendia ante sua mesquinhez de dar apenas o resto, mas nunca vir com mentirinhas como se Deus fosse bobo. Ou seja, quer enganar justamente a quem? A Deus?

            Vai aplicar 171 contra outrem, não o criador do universo, o que tudo vê.

          • “nos primeiros episódios, ele teve a cara de pau, de dizer para Caim, que a oferta de legumes e frutos dele era uma B……., e que a oferta de Abel, cheia de animais mortos e ensanguentados, era da hora!!!!”

            Robyson, a oferta era uma expiação substitutiva, lemos em Hb 11:4 “Pela fé Abel ofereceu a Deus um sacrifício melhor do que Caim”. Quando Abel realizou a oferta, foi pela fé que ele o fez, ele levou “partes da gordura de alguns dos primogênitos do seu rebanho” Gn 4:4. O Senhor olhou com agrado para Abel e sua oferta, e foi aceita.

            Da mesma forma quando Deus pediu a Abraão o sacrifício de seu único filho é uma tipologia do sacrifício que Deus fez por nós, dando o seu único filho em nosso favor e recebendo-o dentre os mortos, como fez simbolicamente com Isaque (Hb 11:19) “Abraão levou em conta que Deus pode ressuscitar os mortos; e, figuradamente, recebeu Isaque de volta dentre os mortos”.

            Quando Jesus morreu na cruz, Ele se tornou o sacrifício substitutivo pelos nossos pecados. Ele morreu em nosso lugar, e ressuscitou dos mortos para que pudéssemos ter a vida eterna com Deus. Como Abel fez o seu sacrifício pela fé, aceitamos a morte de Jesus pela fé, como sacrifício definitivo.

  1. Quando criança, contando dez anos de idade, tive dois sonhos que me marcaram muito, pois nessa época eu desejava intensamente ser batizado e, curiosamente, na Igreja Católica. No primeiro sonho, havia uma larga, alta e bela escada e por onde subi em visão. A escada terminava em um amplo quarto e onde, sobre uma cama como dessas orientais, ou seja, com um cobertura de tecido, eu me vi deitado e, em seguida, sendo despertado por dois belíssimos anjos, os quais tinham longas e alvas asas, a pele rosada, os cabelos louros e compridos; suas vestes eram muito brancas e tão leves como nada que se pode ver neste mundo. Eram altos, com bem mais de dois metros de altura. Esses anjos me entregaram, então, uma grande chave, do tamanho mais ou menos dessas Bíblias tamanho família. A chave era muito bela, com brilho de pedras preciosas.

    No segundo sonho, apareceram diante de mim, gravadas em letras legíveis, o quarto mandamento do decálogo e que falava sobre a observância do sábado bíblico. Após o sonho, eu me lembrava claramente das palavras e até mesmo da citação bíblica, encontrada em Êxodo 20, fato que me levou a procurar, em uma velha Bíblia da família, se havia mesmo aquela passagem, o que verifiquei com assombro. Esses sonhos me levaram a unir-me a Igreja Adventista do Sétimo Dia, denominação na qual recebi o batismo por imersão e pratiquei meu cristianismo por alguns anos. De tudo isso ficou sempre marcada em minha mente, como um enigma, o porquê de minha vida espiritual ter iniciado assim considerando a minha orientação sexual. Eu sempre me perguntava: como pode Deus ter me conduzido assim sendo eu um gay? Por que não me fez hétero, se sabia de minha vontade tão grande e tão pura de segui-lo naquela igreja e após aqueles sonhos? Hoje tenho visões mais amplas do mundo, do ser, da espiritualidade, de Deus, mas a memória daqueles sonhos esta bem viva em minha mente, bem como a inenarrável impressão que eles causaram em meu ainda tão jovem espírito, o espírito de uma criança que amava muito a Deus, uma criança que ainda trago dentro de mim, pois no adulto que hoje sou ainda há um lugar para aquela criança.

  2. Jesus é o mestre espirital supremo dos que praticam a religião abraâmica, sendo que, nessas três religiões (cristianismo, islamismo e judaísmo) só se chega a DEUS, o SER SUPREMO, através do mestre espiritual Jesus. Dessas três religiões, o cristianismo é a que mais valoriza os ideais que o mestre espiritual Jesus proclamou, sendo que Ele conduz para o cristianismo todos quantos entende que nessa religião deverão desenvolver a espiritualidade visando chegar a Deus.

    Não que DEUS, o SER SUPREMO não salve os que O servem em outras religião, absolutamente, pois cada religião fidedigna tem seu mestre espiritual por excelência para levar os devotos para DEUS, mas nas religiões abraâmicas Jesus têm a muitos levado para o cristianismo, sendo o caso dessa senhora um desses exemplos, pois Jesus viu que para ela seria melhor o cristianismo.

  3. Pessoal,deixem de heresias, o ser humano quer forçadamente submeter deus a submissão. Deus é soberano..de que se queixa o homem,se não dos seus próprios pecados.o que é abominável aos olhos de deus,ninguém pode mudar.é necessário nascer de novo. O povo vive de todo feito,e da as costas a santificação de suas vidas….

  4. Robsony, reunião c/ drinks, Jeová carnivóro,etc, etc, pelo perfil dos teus comentário chulos, nota-se, o quanto és leigo, néscio e desprovido totalmente de inteligência e de hermeneutica Biblica, para comentar assuntos tais como deste post. e isto em pleno século 21 , lamentável !

  5. Recomendo aos queridos amigos ateus, a leitura do livro “Deus não esta morto – evidências científicas da existência divina”, do grande cientista Amit Goswami (PHD em física nuclear pela universidade de Calcutá). O autor aborda a questão da existência de Deus a partir da física quântica.

  6. LEVI VARELA

    “não por conta da natureza vegetal, mas sim por estar a doação bichada, fraquinha, sem jeito, o que estava sobrando e boiando de dias, Caim trouxe como se fosse o melhor.”

    Deus não precisa de sacrifícios materiais, nem de dinheiro, nem de animais, nem de plantas.
    Nem sacrifícios que deixam o chão enlameado de sangue, muito menos o “fedor suavíssimo” de carne queimada.
    E aposto que os sacerdotes nem sequer limpavam o altar, pois “todo o sangue é do Senhor”.
    Sangue podre fede como carne podre.

    E que história é essa de “Caim trouxe o melhor”?
    Conversa de pastor de igreja neo-penteBostal adepto da Teologia da Pro$peridade, sendo que o otário fiel fica com a teologia e a igreja com a pro$peridade.
    Arrisco-me a te classificar como um pa$tor da $eita do Ma$$edo, a IURD – Inganação Unifernal dos Rios de Dinheiro.

    Ou a seita do chorão chapeludo fazendeiro aBóstolo Valdevino Sandiabo, aquele que vende caríssimo lencinhos nojentos sujos de suor e também a toalhinha mágica que é só esfregar na porta do banco e…milagre…a dívida sumiu !!

    Pergunta: dá para passar a toalhinha mágica na porta da casa dum agiota?
    Porque essa atitude pode causar envenenamento por chumbo…
    E se eu passar na porta da empresa onde trabalho, some o desconto do Imposto de Renda Retido na Fonte?

    Deus não precisa de dinheiro, Deus nunca pediu dinheiro, então pare de enganar fiéis otários dizendo que aquele valor é para Deus.
    Se fosse realmente para Deus, eu até daria…só que não é.
    A tua seita não descansa enquanto não vê o último centavo do fiel, levando até bilhete de ônibus, o dinheiro do pão e do leite das crianças.

    Só falta mandar o fiel mostrar a carteira na entrada, para provar que tem $$$$$.
    E se der tempo, pare com a mentira do dízimo, que nunca foi dinheiro e essa obrigação perdeu a validade com o sacrifício de Jesus, o qual nos libertou da Antiga Lei.

    Vade Retro, servo de Mamon !

DEIXE UMA RESPOSTA