Reverendo Augustus Nicodemus é eleito como vice-presidente da Igreja Presbiteriana do Brasil

3

No último final de semana o reverendo Augustus Nicodemus Lopes foi eleito como vice-presidente da Igreja Presbiteriana do Brasil. Em seu primeiro mandato ao cargo, Nicodemus foi eleito ao lado do reverendo Roberto Brasileiro, que foi reeleito como presidente nacional da denominação pela quarta vez.

A eleição dos novos líderes da denominação aconteceu em reunião do Supremo Concílio da IPB que está acontecendo em Natal (RN) entre os dias 19 e 26 de julho. Dentro da hierarquia da Igreja Presbiteriana, o Supremo Concílio (também chamado Assembleia Geral) é o órgão responsável por administrar a vida eclesiástica da denominação em todo o território nacional. Os membros do Supremo Concílio da IPB são pastores e presbíteros eleitos para tal fim, representando seus Presbitérios (ou, no caso de algumas Igrejas, os seus Sínodos).

O Rev. Roberto Brasileiro inicia o seu quarto mandato à frente da denominação, já o Rev. Augustus Nicodemus foi eleito pela primeira vez para o cargo.

Augustus Nicodemus foi chanceler da Universidade Presbiteriana Mackenzie até 2012, quando foi sucedido pelo rev. Dr. Davi Charles Gomes. Agora ele está se mudando para Goiás, onde servirá na Primeira IP de Goiânia.


3 COMENTÁRIOS

  1. Triste de ver essa composição com uma pessoa que roubou descaradamente a Igreja por meio de cargo na Universidade Mackenzie. Roubou muito, liderando um grupo todo que roubou, e roubou em duas gestões. A igreja e o Mackezie tem provas disso, mas preferiram abafar as coisas do que realmente mostrar a verdade sobre o que fizeram.

  2. Fiquei feliz em ler essa noticia, pois é merecido por tudo que tem feito pela propagação do evangelho, e com total certeza continuará a fazer e ajudará todo o concílio, creio que ele tem projetos para o crescimento da igreja no nosso país

  3. Esta informação está, em parte, errada. O Rev. Augustus não foi eleito como vice-presidente da IPB, pois a IPB não tem presidentes como as igrejas pentecostais. A IPB possui um Supremo Concílio composto por cerca de 1000 homens entre presbíteros e pastores. Este Supremo Concílio é dirigido e presidido pelo presidente e seu vice. Contudo, as decisões referentes a administração e doutrina/teologia da igreja são tomadas em conjunto e não por um homem apenas.

DEIXE UMA RESPOSTA