Papa Francisco se encontrará com pastores Rick Warren e Russel Moore no Vaticano

101

Dois líderes evangélicos se encontrarão com o papa Francisco no Vaticano durante a Conferência sobre o Matrimônio e a Vida Familiar, que pretende abordar temas inerentes à família tradicional.

O famoso pastor Rick Warren, líder da megaigreja Saddleback, e o pastor Russel Moore, teólogo especialista em ética do Seminário Batista do Sul se encontrarão com o pontífice católico no evento, que contará ainda com representantes judeus e muçulmanos que debaterão o tema proposto.

O portal Christian Headlines destacou que a conferência sobre casamento e vida familiar vem em sequência da 3ª Assembleia Geral Extraordinária do Sínodo dos Bispos sobre a Família, realizada recentemente pelo Vaticano. Na ocasião, uma teóloga evangélica francesa foi convidada a participar das discussões.

Durante a assembleia do Sínodo, foi ensaiada uma abertura maior aos homossexuais na comunidade católica, mas a pressão dos conservadores terminou por ressaltar a ênfase na família tradicional.


Os organizadores dizem que a nova conferência vai mostrar que, embora a hierarquia católica esteja dividida sobre como lidar com os desafios contemporâneos para a vida matrimonial e familiar, a igreja ainda pode buscar um terreno comum com os líderes religiosos fora do Vaticano.

“Estou disposto a ir a qualquer lugar, quando solicitado, a dar testemunho de que nós, como os protestantes evangélicos acreditam no casamento e no Evangelho, especialmente em tempos em que o casamento é culturalmente colocado em risco”, disse Moore, que lidera a Comissão de Ética e Liberdade Religiosa da Convenção Batista do Sul.

O encontro será promovido pela Congregação para a Doutrina da Fé, com apoio dos conselhos Pontifício para a Família, o Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-religioso, e do Pontifício Conselho para a Promoção da Unidade dos Cristãos.


101 COMENTÁRIOS

    • Vc acha que a terra gira em função da causa gay ? procuram relacionarem tudo em suas causas , não importa o assunto , se tem evangelico no foro , la vem os gays enfiando o bedelho ; isto é os ativistas… querem que os filhos de Deus o aceitam mesmo na pratica do pecado , os que escrevem aqui sabem que este pecado é abominável pra Deus , porque foram ” crentes ” basta ler o que escrevem, com muitas informações e com vocabulário que só crente entende !

    • Normal cara, católicos queriam queimar quem falasse que a terra girava em torno do sol, agora os evangélicos são quem queimam hoje por dizer que a terra não tem apenas 6000 anos.

      • amigo Rubem, essa estória de “católicos queimarem quem falasse que a terra girava em torno do sul” não é verdadeira.

        Mas o restante a respeito dos 6000 anos, estamos vendo acontecer nos dias de hj.

        • amigo Rubem, essa estória de “católicos queimarem quem falasse que a terra girava em torno do sol” não é verdadeira.

          Mas o restante a respeito dos 6000 anos, estamos vendo acontecer nos dias de hj.

      • amigo Rubem, essa estória de “católicos queimarem quem falasse que a terra girava em torno do sol” não é verdadeira.

        Mas o restante a respeito dos 6000 anos, estamos vendo acontecer nos dias de hj.

        • Reinaldo,

          Fontes que comprovem os evangélicos condenando ou matando quem apregoa mais tempo à terra, do que sei existe uma discussão em face da interpretação do tema por alguns ao pé da letra.

          Cadê suas fontes, já que você vive à busca, mais parecendo quem está com sede. fonte, fonte, onde está você?

          • Pois é Levi.

            não tenho fontes.

            acho que exagerei mesmo.

            mas veja.. tenho ombridade de reconhecer o exagero.

            para trazer fontes teria que mostrar uma matéria de algum jornal falando a respeito. sei que já ouve grandes discussões, até aqui no site mesmo.. mas prefiro me abster disso por enquanto.

            mas façamos assim.

            reconheço que exagerei, e que os evangélicos não matam as pessoas por conta dos tais 6000 anos.

            e ficamos no aguardo das fontes de informações de que a Igreja Católica assassinava quem dissesse que a terra era redonda.

          • Reinaldo,

            Tá doido, homem de Deus?

            Se eu disse as fontes, a igreja vai mandar me matar.

            Digo não. Prefiro viver como mentiroso, a ser morto por ser verdadeiro. Com tua igreja não se brinca, pois pra ela pau é pedra e pedre também é pedra. Nada de brincadeiras, escreveu e não leu, apedrejam herege.

            Sou herege desde pequeninho, igualzinho o coitado que disse insistiu em dizer que a terra era redonda, vou pra casa e me calo. Tá doido, nem mato e nem morro, apenas falo palavras ao vento. Se ouvirem e acreditarem, tudo bem. Mas se não acreditam, deixe quieto, depois o Espírito Santo convence. Prefiro ser, repito, covarde vivo a herói morto.
            O único morto é Cristo, o que se entregou em último sacrifício humano. Ele quer a gente prudente como a serpente: sem rastros, sem barulho, sem enxergar, sem ser visto, sem pirotecnia, alardes e exibicionismo.

          • Levi.. não cobrei as fontes de vc..

            mas se vc realmente afirma algo assim, seria interessante que mostrasse..

            não de desculpinhas que tem medo de morrer Levi..

            se tem medo de morrer é porque essas suas mentirinhas estão te jogando no inferno kkkk

          • Reinaldo,

            Eu não disse que tenho medo de morrer, mas sim que não quero ser encontrado no livro de supostos mártires.

            Quero e sou igual a Cristo e Paulo, pois muitas vezes fugiram de ações que se tivesse enfrentado, teriam sido mortos, portanto com suposto medo da morte, o que não era, completaram a saga a que se propuseram, ou seja, nada de ser antes do tempo.

          • Reinaldo,

            Desculpas fundadas na bíblia, aliás, no centro dela, Cristo. Foi ele que nos ensinou a falar e a calar a seu tempo.

            O tolo vê o abismo vai em sua busca, o sábio se desvia dele. Procure essa orientação em provérbios, meu caro, e entenda as razões do emudecer e do falar em consonância com os fatos que nos ladeiam. Há se todos compreendessem a verdade dessa sabedoria.

          • desculpas fundadas na biblia?

            seja mais honesto Levi.

            desculpas fundadas na sua interpretação “pessoalíssima” da biblia.

            e claro, manipulada para dar razão aos seus achismos e ego pessoal.

            kkkkk

            mas de qualquer maneira. a desculpa foi boa.

          • Reinaldo,

            Calma, meu caro, pois sou mais católico que você.

            Eu e a católica, se bem que ela mais que eu, interpretamos livremente a bíblia.

            Já você, parece um evangélico, ao pé da letra.

            Então, meu caro, respeite a minha pessoa e da igreja católica, pois interpretamos a bíblia de acordo com nossas convicções, tradições e etc.

          • Reinaldo,

            Enquanto disputar, tal é normal. Anormal é matar como a católica fez.

            Aprenderam com a católica quanto a dinheiro, que recebia terras, propriedade, casas dos católicos. É difícil os maus exemplos, aqui a e acola são seguidos, basta vê que tem um padre preso com 43 milhões de euros, um aqui no Galeão carregando o dinheiro da igreja…

            Quer dizer que casar é pecado?

            Ora, pode até ser estranho o fato de eu dizer que Cristo se casou, mas do que sei, tal não é pecado, por favor, mude a metralhadora pra outro lado, em especial essa história de alguém lê minhas ilações e você se sentir culpado por puxar e esticar uma conversa “herética”.

        • Reinaldo,

          Eu sou tão egoísta quanto Cristo o foi ao não querer o trabalho dos casados.

          Cristo não quer um pouquinho de um, outro pouquinho de outro, somente quer 100%.

          Quem quer ser líder na igreja tem que se dar o máximo. Veio à cabeça o casal da igreja primitiva que chegou com uma oferta pela metade, mas dizendo que era o todo.

          Cristo aceita qualquer percentual, desde que com coração.

          A prova disso são as igrejas evangélicas crescendo a mil por hora, ou seja, eficácia do trabalho dos casados, nada de solteirinho de meia tigela não.

          Ou seja, super homens tais pastores, pois além de cuidarem da própria família, afinal homens e matéria, ainda cuidam das coisas de Deus, a do espírito.

          Esses sim, aliás, igual a Pedro, que deixava a mulher e família em segundo plano, para trabalhar pra Deus, aí sim o deixar de lado.

          Veja bem, não é abandonar, sim tomar a cruz e seguir, pois deixar a família é abandonar parte da cruz, e pra entrar no céu, tem que ter a cruz como um todo, sem faltar pedaços.

          • kkkk

            igrejas evangélicas crescendo a mil por hora kkk

            e numa disputa incansável, umas contra as outras, chegando ao absurdo de se atacarem mutuamente para ver quem vence kkkk

            “super pastores” que cuidam da familia com o dinheiro das viuvas e das criancinhas kkkk

            parabéns Levi.

            Super Pastores que para pregar o evangelho recebem salários vindo do dinheiro arrecadado da Igreja, e veja.. quanto mais arrecada mais ganha.

            mas tudo bem Levi, não estamos aqui para falar dos super pastores.

            Levi…

            suas interpretações sao só suas meu caro…

            Deus que erra.

            Deus que manda o filho unico para consertar seu erro.

            Cristo que casa;

            Cristo que tem filhos;

            Cristo que nasceu em Belém do Pará/Br

            Apóstolos que erram ao se sacrificarem por amor a Cristo…

            Levi.

            digamos que vc tem razão…

            afinal.. se continuar nessa conversa, vão aparecer novas interpretações suas..

            vai que alguém lê.. o diabo “atenta” e a pessoa acredita não é?

            ai como fui eu quem dei corda pras suas sandices, eu terei parte na condenação da pessoa.

            abçs. Levi.

          • kkkk

            igrejas evangélicas crescendo a mil por hora kkk

            e numa dispu ta incansável, umas contra as outras, chegando ao absurdo de se atacarem mutuamente para ver quem vence kkkk

            “super pastores” que cuidam da familia com o dinheiro das viuvas e das criancinhas kkkk

            parabéns Levi.

            Super Pastores que para pregar o evangelho recebem salários vindo do dinheiro arrecadado da Igreja, e veja.. quanto mais arrecada mais ganha.

            mas tudo bem Levi, não estamos aqui para falar dos super pastores.

            Levi…

            suas interpretações sao só suas meu caro…

            Deus que erra.

            Deus que manda o filho unico para consertar seu erro.

            Cristo que casa;

            Cristo que tem filhos;

            Cristo que nasceu em Belém do Pará/Br

            Apóstolos que erram ao se sacrificarem por amor a Cristo…

            Levi.

            digamos que vc tem razão…

            afinal.. se continuar nessa conversa, vão aparecer novas interpretações suas..

            vai que alguém lê.. o diabo “atenta” e a pessoa acredita não é?

            ai como fui eu quem dei corda pras suas sandices, eu terei parte na condenação da pessoa.

            abçs. Levi.

  1. Esse é o papa mais evangelico que ja teve na historia da igreja.eu ja tinha dito antes,fale mal dele mais não fale mal dos evangélicos perto dele.ele tem um amigo pastor argentino confidente que em segredo vai ao vaticano a pedido do papa para aconselhalo.é sinal que ele não confia nos seus nas suas decisões.

    • kkk……Este Papa é muito esperto. O que ele esta fazendo é enrolando os pastores e, pelo seu comentário, está conseguindo……Este Papa não segue o conselho de ninguém…a não o dele mesmo. Jesuítas são mestres em estratégia do tipo que se fingem de mortos para atacar quando o inimigo menos espera.

  2. As religiões têm cegado os homens e mantido-os na ignorância, impedindo-os de serem salvos pela graça e misericórdia do Criador. A bíblia diz como pode um cego guiar outro cego? O Vaticano sempre foi contra a palavra de Deus ao criarem e praticarem o “celibato”, o mesmo acontece com as imagens de escultura, as sagradas escrituras nos ensina a não fazer e muito menos adorar ou prestar culto a elas. Sobre a questão do casamento o Vaticano não tem moral para defender algo que nunca vivenciou, todos sabemos que na realidade Deus criou homem e mulher para poder multiplicar a espécie humana e povoar a terra, essa é a instituição da família. Percebeu como as religiões criada por homens estão sendo incoerentes e perderam o foco do verdadeiro evangelho? Que deveria ser: apresentar o Reino de Deus aos homens e fazê-los decidir pelo livre arbítrio entrar ou não nesse Reino através do Rei Jesus Cristo que é o único que pode salvar o espírito do homem e reconciliá-lo com o Pai e assim concedê-lo a vida eterna.

    • vixi…

      São Paulo então também era contra Deus, afinal, apesar de orientar que os sacerdotes tivesse uma só esposa etc…

      ele era celibatário.

      Jesus Cristo, também devia ser contra o pai dele, afinal.. o próprio Jesus era celibatário. não se casou. não teve filhos e não há relatos de ter tido esposa ou qualquer tipo de “afair”…

      a verdade meu amigo… é que a Igreja Católica está indo somente contra A SUA INTERPRETAÇÃO PESSOAL DA BIBLIA…

      e não contra a biblia.

      • Reinaldo,

        `Pra ser um verdadeiro adorador de Deus tem que ser solteiro?

        Se é assim vamos desestimular o casamento.

        Doravante ninguém mais casa, pois somente o celibato é perfeição. Vamos nos separar das esposas,

        Paulo não teria tocado nesse assunto se não tivesse importância, e se ele mandou que casasse, é pra casar.

        Epa, o papa francisco também disse que o celibato é dogma católico.

        Se não é pra casar, então pra que proibir os gays de casarem?

        • Etta, ia esquecendo.

          Deus não tem mulher, os anjos também não.

          O diabo não tem mulher, os secretários dele também não.

          Vamos todo mundo se separar, não mais casar.

          Epa, mas como foi que o diabo sendo solteiro ao invés de servir a Deus, serve a ele próprio, será que é justamente isso que comprova o equívoco da teoria, pois muitos solteiros passam a servir ao diabo?

          • Levi. não estamos falando em diabo, até porque, falar em casamento para ele não é legal, acho que ele não gosta de casório, prefere fornicação com várias mulheres (ou homens né?)

            mas veja Levi, São Paulo não Mandou CASAR, deu orientações a respeito do casamento.

            se ele sendo solteiro MANDASSE que para ser sacerdote o indivíduo tivesse que ser casado, então ele estaria sendo HIPÓCRITA. e acho que isso não agrada muito a Nosso Senhor Jesus Cristo não é?

          • Reinaldo.

            Tá bom, pois agora entendi.

            Em verdade, não é meu caro, somente vai pro céu os solteiros, né?

            Casados são uma maldição, pois só cuidam do amor, do sexo, dos filhos, ou seja, coisas do casamento, porquanto coisas da terra.

            Pastores, rabinos, mulás, todos que se casaram vão pro inferno, pois ficaram agarrados às coisas da terra, tipo mulheres e filhos, ou seja, uns fracos na fé. Aliás, a bem da verdade, quase ia esquecendo dos padres católicos de antes da proibição de casar, no caso os clérigos católicos do ano 300 até 1200, os que se casaram.

            Mas é muita gente no inferno com o tinhoso, enquanto os celibatários, estes nas nuvens.

            Será que o mal, o diabo, em verdade seja a mulher? Pelo visto é.

            Casou, vai pro inferno.

          • “Putz grila” Levi…

            vc tem uma capacidade “milagrosa’ de interpretar errado tudo que lê!!!!

            ou interpretar maldosamente para que o texto esteja de acordo com seus achismos…

          • Reinaldo,

            É a convivência, meu caro.

            Por estar lidando tanto com vocês aqui, passei a interpretar tão bem quanto vocês, á base da tradição.

            Tudo é tradição, principalmente das coisas que não se encontram na bíblia a gente deve mais que depressa computar à tradição.

        • Não Levi. não interprete mal minhas palavras (como tudo que vc le).

          para ser um verdadeiro adorador é preciso saber adorar. principalmente diferenciar honra e adoração.

          mas para estar mais próximo aos passos de Cristo… para servi-lo com mais enfase, sendo solteiro, é mais facil…

          lembre-se das palavras: AOS CASADOS PARA CUIDAR DE SUAS FAMILIAS (claro que sem esquecer das coisas de Deus) E PARA OS SOLTEIROS CUIDAR DAS COISAS DE DEUS.

          abçs.

          • Reinaldo.

            Tá bom, pois agora entendi.

            Em verdade, não é meu caro, somente vai pro céu os solteiros, né?

            Casados são uma maldição, pois só cuidam do amor, do sexo, dos filhos, ou seja, coisas do casamento, porquanto coisas da terra.

            Pastores, rabinos, mulás, todos que se casaram vão pro inferno, pois ficaram agarrados às coisas da terra, tipo mulheres e filhos, ou seja, uns fracos na fé. Aliás, a bem da verdade, quase ia esquecendo dos padres católicos de antes da proibição de casar, no caso os clérigos católicos do ano 300 até 1200, os que se casaram.

            Mas é muita gente no inferno com o tinhoso, enquanto os celibatários, estes nas nuvens.

            Será que o mal, o diabo, em verdade seja a mulher? Pelo visto é.

            Casou, vai pro inferno.

          • “Putz grila” Levi…

            vc tem uma capacidade “milagrosa’ de interpretar errado tudo que lê!!!!

            ou interpretar maldosamente para que o texto esteja de acordo com seus achismos…

          • Reinaldo,

            Interpreto tão bem quanto à tua igreja.

            Ora, onde ela lê na bíblia a palavra irmão, ela interpreta que é primo.

            Onde ela não consegue vê na bíblia a assunção de Maria aos céus, vocês interpretam ou não à luz da tradição que aconteceu com ela o mesmo que se deu com Cristo?

            Ora, vocês são tão bons interpretadores, que conseguem interpretar na bíblia o tal do purgatório, a ceia diária(embora sem o vinho), reza pra transportar alma do inferno pro céu à base de numerários financeiros, vela pra iluminar o caminho da mudança do inferno para o céu.

            Meu caro, nem daqui a mil anos vou interpretar a bíblia igual a vocês, os craques nas distorções, os esquizofrênicos da bíblia, pois consegue vê vultos e falas onde nenhuma outra igreja vê.

            Ora, é tão feia a coisa que conseguem vê nas palavras do ser mais incluidor da terra uma exclusão, a dos casados no desempenho das ações clericais. Cristo deixando de receber a ajuda máxima para uma igreja, que é a ofertada pelos sacerdotes, em vista do indivíduo ser casado quando Ele recebeu de Pedro, um homicida, dai perguntar, o que é pior em termos de exemplo, um casado reto em suas coisas ou um solteiro matador?

          • KKKK não é que ela “interpreta” Levi..

            é que foi ela quem TRADUZIU” KKKK

            MAS TUDO BEM LEVI..

            sua interpretação tanto da biblia como de qualquer texto sempre vai ser baixa mesmo, não há o que se fazer por vc a não ser pedir aos Santos de Deus e a Maria, mãe de Deus filho que intercedam junto a Deus para que ele toque no seu coração. kkkk

          • Reinaldo,

            Nas Juntas Comerciais dos estados há as figuras dos intérpretes juramentados.

            Quer dizer que quando levo um texto científico pra tradução à língua pátria, esse tradutor ganha mais importância que o autor intelectual do texto posto à disposição de sua ação?

            Por favor, meu caro, quando vão acabar com essas distorções movidas por soberba e vontade hegemônica?

          • kkk

            o tradutor faz a tradução da melhor maneira que o “interlocutor” possa entender a mensagem…

            a Igreja fez isso.

            se hj vcs fazem novas interpretações, não é culpa nossa.. é de Lutero kkkk

      • Paulo era celibatário mas por OPÇÃO, não era algo imposto.
        Em I Co 9:5 Paulo é bem claro que poderia contrair o matrimônio, como “fazem” os demais apóstolos.

        “Não temos nós o direito de levar conosco uma esposa crente como fazem os outros apóstolos, os irmãos do Senhor e Pedro ?” 1 Coríntios 9:5

        Inclusive já houve “papa” casado e com filhos.

        • os sacerdotes católicos também o são por opção.

          se quiserem podem continuar servindo a Deus casados, mas como Diáconos.

          só lembrando Jeann.. o celibato não é um dogma de fé. Pode ser mudado se assim a Igreja entender que se faz necessário.

          por enquanto, 99% dos padres preferem seguir o celibato.

          se acontecer algum dia dos padres não aceitarem mais essa condição, talvez esse dogma seja mudado.

          • Para SACERDÓCIO católico não é opção, é um dogma imposto. Podem casar desde que “renunciem” ao sacerdócio, podendo servir como diáconos, como vc mesmo disse.

            Eu entendo que seja um dogma da igreja católica, mas biblicamente não existe essa “regra”.

            Inclusive os apóstolos eram casados e tinham filhos, nada os impediu de concluir o chamado deles.

          • biblicamente falando Jeann, há a orientação de que os casados devam cuidar de suas familias (claro que sem se esquecer das coisas de Deus, como o Diácono faz) e PARA OS SOLTEIROS, cuidar das coisas de Deus.

            é isso Jeann.

            ninguém é obrigado a ser padre.

            sabe-se que hj, na Igreja Católica, para seguir esse sacerdócio, há necessidade de alguns sacrificios, como ficar longe dos pais (padres viajam muito de paróquia em paróquia) e a exigência do Celibato, justamente para ter mais tempo de cuidar das coisas de Deus exclusivamente.

            então, quando o indivíduo sente-se chamado a seguir o sacerdócio, já sabe como vai ser, e se ainda assim aceita este chamado, É PORQUE É DOM DE DEUS.

            Não é vergonha alguma um padre, que não conseguiu manter o celibato, renuncie ao sacerdócio, se case e sirva a Deus como Diácono.. conheço um numa cidadezinha que trabalhei, Munhoz de Mello/Pr, que é muito feliz assim, inclusive foi o melhor prefeito da cidade (pesquise na internet, acho que deve ter algo a respeito).

            nem todos os apóstolos eram casados.

            mas os melhores exemplos eram mesmo de São Paulo e de Jesus,

            São Paulo, sendo solteiro, somente orientou, diante da realidade da época, que o sacerdote fosse casado COM UMA SÓ MULHER.. mas ele estaria sendo hipócrita em dizer que o sacerdote deve ser casado, inclusive diante da outra orientação de que os solteiros devem cuidar das coisas de Deus enquanto que os casados de suas familias.

            mas como disse, não é dogma de fé, pode ser mudado, mas por enquanto, como disse, 99% dos padres não concordam.

          • Sim Reinaldo eu entendo a orientação de Paulo quanto aos solteiros, mas não podemos tomar por regra.

            Da mesma forma que há essa orientação de “cuidar de sua família”, Paulo também dá a orientação para os que desejam o episcopado tenha apenas uma esposa. Isso mostra que biblicamente é PERMITIDO aos epíscopes serem casados, mas não REQUER que sejam.

            Pedro por exemplo era casado e tinhas filhos, de igual modo Felipe, mas nada disso os impediu de cumprir com seu chamado ministerial. Ele não deixou de “cuidar das coisas de Deus” para “cuidar de sua família”, nem se separou de sua esposa para cuidar das coisas de Deus.

            É perfeitamente possível conciliar ministério com família, caso contrário Pedro e outros apóstolos estariam negligenciando seu chamado, certo ?

          • Reinaldo,

            Você pirou, meu caro.

            Se os padres quiserem haverá mudanças?

            Os padres que se casam são expulsos feitos cães sardentos, tô certo ou tô errado?

            Pra cima d’agente com essa lábia?

          • está errado Levi…

            os padres para se casarem pedem uma autorização ao vaticano…

            depois, por estarem casados, precisam cuidar de suas familias, e com toda certeza, também querem ajudar nos cuidados das coisas de Deus.. então se tornam Diáconos…

            os que fazem o caminho mais curto, ou seja, desrespeitando um dogma da igreja, provam que realmente não tem vocação para o sacerdócio… e são desligados do sacerdócio e não da Igreja.

            Levi.. deixe de ser maldoso meu amigo…

            assim como nas Igrejas protestantes, alguns ritos tem de ser cumpridos, o desrespeito mostra o verdadeiro ego da pessoa.

            como disse, ninguém é obrigado a ser sacerdote..

            mas ao aceitar esta vocação, sabe-se bem que haverá sacrifícios…

          • Jeann…

            veja bem.. como disse. consideramos que o sacerdote serve melhor a Deus sendo solteiro, até porque, foram palavras de São Paulo.

            à época, ele sendo solteiro, informou que se o sacerdote fosse casado, que fosse com apenas uma mulher…

            são Paulo, (como fazem os padres de hj) orientou aqueles que tivessem filhos, que soubesse “dominar” sua casa (em miudos)… ou seja.. São Paulo não precisava ter filhos, para orientar aqueles que tem.. como também não precisou ser casado para falar sobre família.. afinal.. que médico que precisa ter um câncer para curar o cancer dos outros? kkkk

            VC afirma que Pedro era casado..

            já falamos a respeito em outra ocasião..

            ai voltamos as questões interpretativas…

            não vejo Pedro casado, afinal, ter sogra não é sinonimo de ter esposa.. tenho amigos viuvos que tem até mais que uma sogra e não tem nenhuma esposa kkkk

            mas tudo bem..

            voltamos as questões sacerdotais…

            na Igreja Católica, casa-se e querendo servir a Deus de uma maneira mais próxima do que apenas ir as missas ou fazendo orações familiares.. torna-se Diácono.. que também demanda anos de estudo..

            quem quer servir exclusivamente a Deus, torna-se Padre, já sabendo que uma das condições é o celibato, que como disse, nãoé dogma de fé.. portanto, pode cair a qualquer hora, porém, como disse, 99% dos padres não concordam…

            é isso Jeann..

            não acho justo tornar a missão sacerdotal como uma profissão de sustento a familia…

            sinceramente.. e de um modo de vista totalmente particular (meu), acho que seria errado um padre ter uma familia toda para cuidar e sustentar sua familia através do ministério sacerdotal…

            ou seja.. na minha humilde opinião, desta maneira, o padre teria que deixar de receber a ajuda de custo da Igreja, que hj gira em torno de 2 ou 3 mil reais e procurar um emprego para sustentar sua casa… e isso implicaria em um tempo menor para se dedicar a Igreja…

            claro, conheço aqui mesmo na cidade em que moro (região de Maringá/Pr), Pastores nesta condição que falei.. recebendo apenas ajuda de custo da Igreja (bem pequena por sinal), e trabalhando fora para manter sua casa.. ou seja.. os fiéis que precisam da orientação ou da presença dele na igreja acabam “ficando na mão” em determinadas situações…

            basicamente esse é um dos grandes motivos.. A DEDICAÇÃO exclusiva as coisas de Deus..

            Com o padre essa situação não é para ocorrer… como ele só tem a Igreja como Família, os fiéis então são a sua família, portanto, ele tem que estar sempre a disposição. (teoricamente kkkk)

          • Esto certo, Reinaldo…

            os padres para se casarem pedem uma autorização ao vaticano, aí o vaticano da o bilhete vermelho da expulsão do sacerdócio máximo, se quiser continuar como católico, que vá ser um depois de nada, não podendo batizar, homilia, eucaristia, me vindo a mente agora se Deus fizesse a mesma coisa com Cristo se acaso viesse a se casar, como eu acho que realmente casou-se.

            Deus somente quer casados? Aí eu pergunto, será que Deus acha que o ser humano possui apenas um neurônio, ou seja, se casar, somente vai ter a mente pro casório. Os sacerdotes do judaísmo não eram celibatários, ou seja, comprovada experiência, mas Cristo inverte tudo?

            Reinaldo… diga pra sua igreja deixar de ser maldosa ao estabelecer jugos não determinados por Cristo, apenas ênfase do interesse de perfeição para gerar mais resultados em prol não apenas do evangelho, mas de qualquer atividade laboral, meu amigo…

            A Igreja católica, ao estabelecer ritos dessa natureza, prova e comprova seu verdadeiro ego, o pensar nela, nas próprias finanças, afinal nunca explicou o motivo de em 1200 passar a proibir o casamento, quando se sabe foi por causa das terras objeto das doações a ela.

            Como digo, ninguém é obrigado a ser um superhomen, Cristo quer pessoas, almas, frágeis ou fortes, mas ele quer pessoas

            Mas ao aceitar esta imposição, sabe-se bem que haverá sacrifícios, e sabe e bem que Cristo é o sacrifício, o único e verdadeiro sacrifício.

          • Levi. engraçado vc falar com tanta “propriedade” da Igreja Católica.. como se a conhecesse..

            mas é ruim ver que na verdade fala mal do que não conhece!!!

            quem te ensinou que Diácono é “nada”??

            quem te disse que Diácono não celebra batismo ou casamentos??

            de que Igreja Católica vc está falando Levi, pois na Católica Apostólica Romana, Diáconos fazem celebrações na ausencia ou impossibilidade de um padre, batismos, casamentos…

            talvez vc esteja falando mal de uma tal Igreja Católica protestante que apareceu tempos atrás aqui no Brasil kkkk

            Levi..

            sempre te peço para ser honesto…

            ou vc traz a fonte da sua informação, ou digna-se a reconhecer que falou besteira.. sem conhecimento do que está falando… (já te dei o exemplo em outro post)

          • obs…

            Cristo é o Sacrificio sim Levi.

            mas nem por isso os apóstolos e todos os demais cristãos depois deles não fizeram sacrificios pessoais..

            abra seus olhos Levi..

          • Reinaldo,

            Eles erraram, não entenderam o que Cristo havia pregado.

            Como eram curtos das ideias, Cristo previu que eles iam se entregar a morte.

            Os homens sempre foram apaixonados, aluarados, curtos das ideias, então matam e morrem por religião, por deuses, por mulheres, por terras, até por times de futebol.

            Idiotice por completo, Cristo deixou bem claro que veio como último sacrifício, daí acabar com a violência, com a vingança, com a soberba, com as discussões tolas.

          • Não meu amigo Levi, não erraram..

            mostraram o quanto tinham fé em Deus.

            nos deram EXEMPLOS DE FÉ.

            abandonaram tudo que tinham por amor a Cristo.

            sofreram perseguição por professarem o amor de Cristo e o amor em Cristo.

            foram martirizados por não negar a fé.

            Levi..

            sinceramente, acredito que nem o Jeann concorda com a bobagem que vc disse agora.

            mas tudo bem Levi.

            questão de interpretação.

          • Reinaldo,

            Não era questão de fé, pois Cristo mesmo havia chamado a atenção deles dizendo que eram de pouca fé.

            Cristo não nos colocou aqui para morrer, sim para levar a palavra dele, o ide por toda a criatura e pregai, ou seja, nada de ide e morreis.

            Cristo se escondeu, fugiu, se calou, somente morrendo quando concluiu que os discípulos haviam captado tudo que Ele queria dizer e fazer.

            Volto a repetir quanto a incompreensão nossa da palavra de Deus, dizendo a você que os discípulos erraram sobre outro assunto, no caso sugerir a venda e doação do patrimônio dos primeiros cristãos da igreja primitiva por interpretarem que Cristo logo voltaria, aí ficaram comendo e bebendo na igreja à espera do retorno, enquanto Paulo abria igrejas e mais igrejas.

            Temos uma missão: evangelizar, martirização jamais, pois o mártir é Cristo.

            Aos que queiram me tirar a vida, por saber o meu papel, eu nego e renego Cristo em suas presenças, pois são estes sórdidos e cruéis depois saio anunciando o evangelho, para o que nasci.

            Morrer nunca. Evangelizar sempre.

          • Reinaldo,

            Não sou eu apenas que afirmo que Pedro era casado, a bíblia (I Co 9:5) e a história também afirmam.

            Se fores ler a História Eclesiástica de Eusébio de Cesaréia é bem claro a respeito do matrimônio de Pedro e outros apóstolos (Livro III, Capítulo XXX, Título “DOS APÓSTOLOS CUJO MATRIMÔNIO ESTÁ COMPROVADO”).

            Embora vc afirma que Pedro era viúvo no texto cita que Pedro era casado e CRIOU filhos, bem como Felipe era casado e CRIOU filhos e deu marido a suas FILHAS. Menciona ainda que Paulo, “em certa Carta, não vacila em dirigir-se a sua consorte, QUE NÃO LEVAVA CONSIGO PARA FACILITAR O MINISTÉRIO”.

            Embora vc ache que Paulo era solteiro Euséio faz as menções acima baseado no que Clemente escreveu.

            Veja ainda o que Clemente escreveu a respeito de Pedro em seu livro VII dos Stromateis:

            “Conta-se pois que o bem-aventurado Pedro, quando viu que sua própria mulher era conduzida ao suplício, alegrou-se por seu chamamento e seu retorno para casa, e gritou forte para animá-la e consolá-la, chamando-a por seu nome e dizendo: “Oh, tu, lembra-te do Senhor!”.

            Enfim, vc acredita que Pedro era viúvo, mas a história já não é bem assim.

            Quanto ao sacerdócio, Paulo é bem claro em I Co 9:5, eles tem direito de ter esposa, não precisa abnegar o seu ministério para isto.

            “Não temos nós o direito de levar conosco uma esposa crente como FAZEM [presente] os outros apóstolos, os irmãos do Senhor e Pedro ?” 1 Co 9:5

            A respeito do sustento dos sacerdoteso, também não é necessário abnegar seu ofício para o ministério. Paulo mesmo trabalhava para “não ser um peso a Igreja” (2 Ts 3:8-9), inclusive Paulo diz que ele tem direito de ser sustentado mas faz isto como exemplo, e para ser IMITADO, enfim isto é outra questão.

            “Nem de graça comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós. Não porque não tivéssemos autoridade, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes” 2 Ts 3:8-9

            Enfim, respeito estes dogmas, mas biblicamente não tem base, é mais doutrina da igreja. Pra mim deveriam ser postos como “sugestão” e não requisito ao sacerdócio. Se um padre quisesse casar poderia, e ainda assim continuar sendo padre.

            Abraço, que Deus te abençoe

          • Levi varela : “Morrer nunca. Evangelizar sempre”

            Os apóstolos foram martirizados e Estevão também, tudo por amor a Cristo. Lembresse de Mateus 16:25 “Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a vida por minha causa, a encontrará”.

            Veja o que Cristo nos alerta a respeito disto ainda…

            “Então eles os entregarão para serem PERSEGUIDOS e condenados à MORTE, e vocês serão odiados por todas as nações por minha causa” Mateus 24:9

            Medite um pouco neste texto também:

            “Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo daquele que pode destruir tanto a alma como o corpo no inferno.” Mateus 10:28

            Devemos pregar o evangelho, se formos levados a morte por amor a Cristo receberemos a recompensa no Reino, “não tema os que matam o corpo”.

          • Jean,

            “Pois quem quiser salvar a sua vida, a perderá, mas quem perder a vida por minha causa, a encontrará”.

            Cuidado, não é no sentido exato de perder a vida, é o abandonar das coisas do mundo. Morrer, todos vão passar por isso, e cabe a gente adiá-la, pois com o a missão de primeiro cumprir nossa missão. Cristo assim o fez, pois não se deixou matar antes do tempo. Vendo que havia feito o que se comprometera, foi e se entregou à morte.

            “Não tenham medo dos que matam o corpo, mas não podem matar a alma. Antes, tenham medo daquele que pode destruir tanto a alma como o corpo no inferno.” Mateus 10:28

            Devamos ter medo de que mata o corpo, sim senhor, pois se fizer antes da nossa missão ser cumprida, ficarão pessoas sem receberem a pregação.

            Fujo dos matadores.

          • Levi varela,

            “Devamos ter medo de que mata o corpo, sim senhor, pois se fizer antes da nossa missão ser cumprida”

            Mateus 10:28 diz exatamente o contrário. Lembre-se Deus é fiel, “Não temas, porque eu sou contigo”.

            Se um missionário tiver medo (ou amor a sua vida) não iriam querer cumprir com seu chamado por exemplo em países muçulmanos ou mesmo na Coréia do Norte com medo da morte. Mas um cristão sabe que Deus é fiel e estará com ele em todos os momentos e dificuldades, se perder a sua vida por amor a Cristo terá sua recompensa no Reino.

            “Se alguém vem a mim e ama o seu pai, sua mãe, sua mulher, seus filhos, seus irmãos e irmãs, E ATÉ SUA PRÓPRIA VIDA MAIS DO QUE A MIM, não pode ser meu discípulo. E aquele que não carrega sua cruz e não me segue não pode ser meu discípulo” Lucas 14:26-27

          • Jean,

            Meu caro, compreenda a minha tese.

            Se você for para o Irã, acaso vai ficar de peito aberto pregando nas praças?

            Ora, os primeiros cristãos cultuavam a Deus escondidos, nas catacumbas.

            Tempo para falar, tempo para calar.

            Cristo saiu correndo da multidão quando disse que era a pessoa a quem o profeta Isaías fez referências.

            Paulo foi lançado num sexto de barreira abaixo em face da perseguição dos não cristãos.

            Cristo, muitas vezes foi rude com sua mãe em face dela querer aparecer como mãe dele, ou seja, exposição desnecessária.

            Maria e José fugiram para o Egito para não ter o filho morto. Pergunto, cadê o anjo Gabriel que disse que aquele era o filho de Deus, mas os seres humanos, portanto nada perante Deus, estavam perseguindo e perseguição de morte.

            Lembre aí o nome do profeta do velho testamento que recebeu ordens divinas de ir por uma estrada e voltar por outra. Acha você que é por cisma? Claro que é pra não se expor aos inimigos, os que não gostam de ouvir a verdade, meu caro.

            Cristo mandava que os que receberam seus milagres não falassem nada, somente depois é que mandou abrir a boca, ir procurar o sacerdote.

            Aqui no Brasil, evangélico sempre foram silenciados, sempre foram mantidos calados, sufocados, ouça o que os mais velhos dizem. Se não fosse o silêncio tempestivo deles, você não teria recebido o evangelho.

            Até o final do século 19 os evangélicos não podiam construir prédios que lembrassem templos;igrejas, legislação da responsabilidade de quem? Pode deduzir quem mandava 100% neste país?

            Já parou pra imaginar o símbolo do peixe entre os primeiros cristãos em Roma? Ora, um código, uma forma de se identificar uns com os outros.

            Meu caro, plagiando o título de um famoso filme americano, diga-se: o silêncio dos inocentes sempre foi uma marca para os cristãos e judeus também, pois Roma que matava e que tinha prazer na morte, vendo espetáculos de leões comendo seres vivos, se acha no direito de atribuir aos judeus a morte de Cristo, quando alguma vez aconteceu no meio do povo judeu atos tão bárbaros?

          • Jeann meu (hj) querido amigo…

            não iria entrar novamente na seara da discussão a respeito da esposa de Pedro..

            mas vendo que vc cita bons livros históricos, acho que é bom pontuar algumas coisas….

            veja bem…

            vc postou pequenos trechos, mas o correto seria contextualizar.. mas por hora, vamos ao texto completo do trecho que vc citou:
            ———–
            XXX
            [Dos apóstolos cujo matrimônio está comprovado]
            1. Clemente, cujas palavras acabamos de ler, em seguida ao que foi dito anteriormente e por causa
            dos que rechaçam o matrimônio, dá-nos uma lista dos apóstolos que comprovadamente foram
            casados e diz:
            “Ou também vão desaprovar os apóstolos? Porque Pedro235 e Felipe criaram filhos; e mais, Felipe
            deu maridos a suas filhas236, e Paulo, ao menos em certa Carta, não vacila em dirigir-se a sua
            consorte237, que não levava consigo para facilitar o ministério.”
            2. Já que lembramos destas coisas, nada impede que citemos também outro relato de Clemente
            digno de ser exposto. Escreveu-o no livro VII dos Stromateis e narra-os da seguinte forma:
            “Conta-se pois que o bem-aventurado Pedro, quando viu que sua própria mulher era conduzida
            ao suplício, alegrou-se por seu chamamento e seu retorno para casa, e gritou forte para animá-la
            e consolá-la, chamando-a por seu nome e dizendo: “Oh, tu, lembra-te do Senhor!” Assim era o
            matrimônio dos bem-aventurados e a perfeita disposição dos mais queridos.” Este era o
            momento oportuno para isto, por relacionar-se com o tema de que tratamos
            ———————

            Bem, pontuando:

            nunca disse que Pedro não foi casado, até porque, teve sogra.

            as mais fundadas opções seriam de que ele era viúvo, ou conforme ordenamento do mestre, deixou esposa e filhos para seguir o ministério…

            ve-se acima que era viúvo… afinal, se descreve um martírio de sua esposa..

            e ve-se também que ele não a levava consigo PARA FACILITAR O MINISTÉRIO…

            ou seja..

            hj, na Igreja Católica, para não deixar esposa e filhos, o sacerdote não deve constituir familia e manter o celibato..

            NÃO HÁ CONTRARIEDADE A BIBLIA…

            Há sim, contrariedade as suas interpretações.

            ———–

            mas achei interessante vc citar este livro Histórico..

            seria interessante que o mesmo crédito que vc deu ao fato de Pedro ter sido casado (e eu nunca disse o contrário) e no texto mostrar que ele deixou a esposa por amor a Cristo e depois ainda ficou viúvo, VC DESSE AO RESTANTE DO LIVRO…

            separei um trecho do mesmo livro para vc ler, e de repente despertar o interesse por este livro, MARAVILHOSO diga-se de passagem:

            (História Eclesiástica – Pag. 127)

            XLIII
            [De Novato, sua conduta e sua heresia]
            1. Foi precisamente então que Novato458, presbítero da igreja de Roma, ensoberbecido contra estes,
            como se já não existisse para eles esperança de salvação nem mesmo cumprindo tudo que
            condissesse com uma conversão sincera e com uma confissão pura, constituiu-se em fundador
            de uma heresia particular, a daqueles que, por orgulho de sua razão, declaravam a si mesmos
            puros.
            2. Por este motivo reuniu-se em Roma um numerosíssimo concilio, com sessenta bispos e um
            número ainda maior de presbíteros e diáconos, enquanto que nas demais províncias os pastores
            locais examinavam particularmente a fundo o que se haveria de fazer. Todos tomaram uma
            decisão459: que Novato, junto com os que se haviam levantado com ele, assim como os que
            haviam preferido aprovar o parecer antifraterno e sumamente desumano deste homem, seriam
            considerados como alheios à Igreja. Por outro lado, os irmãos caídos naquela calamidade
            deveriam ser curados e cuidados com os remédios da penitência.
            3. Chegou pois a nós uma carta do bispo de Roma Cornélio, escrita para a igreja de Antioquia,
            Fábio, que declara os fatos relativos ao concilio de Roma e às decisões dos da Itália, da África e
            das regiões daqueles lugares. Também nos chegaram outras, compostas em língua latina, de
            Cipriano e de seus colegas da África, através das quais manifestavam que também eles achavam
            que era necessário socorrer os que haviam caído na prova e que com boa razão era necessário

            457 Ez 18:23; 33:11; 2 Pe 3:9.
            458 O nome correto era Novaciano, mas Eusébio é seguido por outros autores gregos.
            459 Não é possível determinar se “todos” se refere ao concilio em Roma ou também aos pastores de outras
            províncias. O texto permite também entender que se tenha tomado “uma decisão para todos”, ainda que adotada em
            Roma.142
            declarar expulso da Igreja católica o fundador da heresia, assim como os que se haviam deixado
            extraviar por ele.
            4. Junto com essas cartas vinha outra de Cornélio sobre as decisões do concilio, e ainda outra sobre os
            atos de Novato. Nada nos impede de citar um parágrafo desta para quem leia este livro saiba sobre
            ele

            ** VE-SE em tantos textos deste livro o crescimento do Cristianismo primitivo que tornou-se a Igreja Católica e na sequencia a Católica apostólica Romana, que beira o absurdo Histórico negar tal fato.

            e dizer que a Igreja se corrompeu em Roma, seria heresia, pois Cristo disse que as portas do inferno nunca prevaleceriam, ou seja, se a Igreja primitiva se corrompeu, tal afirmativa de Cristo seria falsa.

            ————-

            mas sinceramente, estou sem tempo para longos debates.. festa na cidade e outros afazeres não estão me deixando muito tempo…

            respeito muito as opiniões diferentes das minhas (as que fazem algum sentido não é Levi? kkk)

            e não entendo a “birra” protestante com o celibato sacerdotal..

            está na biblia..

            está nas orientações de Cristo, (Mt 19, 12 exalta o celibato):

            “Pois há homens incapazes para o casamento porque assim nasceram do ventre da mãe; há outros que assim foram feitos pelos homens, e há aqueles que assim se fizeram por amor do reino dos céus. Quem puder entender, que entenda”.

            e Cristo ainda continua pouco a frente: “E todo aquele que deixar casa, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou filhos, ou campos por amor de meu nome, receberá cem vezes mais e possuirá a vida eterna.” (Mt 19,29)

            e São Paulo ainda endossa as palavras de Cristo:

            “Quisera que todos os homens fossem como eu; mas cada um tem de Deus a sua própria graça; este uma, aquele outra. Contudo, aos não-casados e às viúvas eu digo: é melhor para eles que permaneçam como eu.” (1Cor 7,7-8)

            “Estás ligado a mulher? Não procures a separação. Estás livre de mulher? Não procures mulher.” (1Cor 7,27)

            “Eu vos quereria livres de cuidados. O celibatário cuida das coisas do Senhor, de como agradar ao Senhor. O casado deverá cuidar das coisas do mundo, de como agradar à sua mulher, e assim está dividido. A mulher não casada e a virgem só se preocupam com as coisas do Senhor, com ser em corpo e em espírito. Porém a casada se preocupa com as coisas do mundo, como agradar ao marido. Isto vos digo para vossa conveniência, não para vos armar um laço, senão olhando ao que é melhor e ao que vos permite unir-vos mais ao Senhor, livres de impedimentos.” (1Cor 7,32-35)

            e tantos outros fatos que eu poderia aqui escrever um livro para defender este posicionamento…

            mas como disse… não é dogma de fé..

            é só uma maneira de servir melhor a Deus…

          • só para o Levi não interpretar errado, vou fazer uma pequena correção:

            logo no inicio do ultimo texto eu disse que Pedro era viuvo e depois disse que ele não levava sua esposa para facilitar o Ministério..

            bem.. inverte-se a ordem…

            deixou a esposa para facilitar o Ministério.. e depois ficou viuvo.

          • Reinaldo,

            O católico é muito confuso, tendo=se todas as razões do mundo pra explicar do que vimos do seu longo texto das razões das migrações pra outros credos, do ateísmo, da banalização do que é sagrado, da inversão das coisas.

            Ora, depois de tantas escritas, vir com a história de que deixava Pedro a mulher em casa para que fosse evangelizar, e por última, veio a óbito.

            Meu caro, sempre foi assim em 99 das profissões e atividades.

            O soldado leva sua amada para a frente de batalha? A conduz no dia a dia para o quartel?.

            Gostaria de perguntar a você qual a profissão que o marido leva consigo a mulher?

            Excluem a mulher da condição de clériga, e a católica a exclui da possibilidade de ser mulher de um clérigo. Ora, não quer acaso os senhores enviar a mulher pro inferno não? É só o que está falando.

          • Levi, no momento em que vc disse que os apóstolos erraram ao se “sacrificarem” por amor a Cristo, vc perdeu toda e qualquer meia razão no que vc diz.

            mas só para me esclarecer melhor, Jesus disse para que largassem tudo..

            Pedro obedeceu.

            se era casado, deixou esposa e filhos.

            se era viúvo, seguiu a Cristo da melhor maneira possível.

            e pronto.

            NÃO ERROU ao se sacrificar por ao a Nosso Senhor Jesus Cristo.

            abçs.

          • Reinaldo,

            Você, ao certo, tomaria o lugar de São Dominique, o “santo” jesuíta que criou a Santa Inquisição.

            Tem o poder de inverter o que se fala, que chega dá gosto.

            Agora sei o que é ser julgado pelos juízes da inquisição, invertem tudo.

          • não inverti nada Levi…

            é só poder da sua péssima interpretação de texto (ou maldosa e falsa mesmo) invertendo tudo…

            e claro..

            tentando desviar novamente o assunto kkkk

            típica estratégia LEVIana.. kkkk

          • Reinaldo, mas na sua “contextualização” do texto vc cometeu alguns equívocos.

            Com respeito a credibilidade de Eusébio de Cesaréia, acredito que saibas que a igreja católica tenha-o como um dos PRINCIPAIS historiadores da Igreja Primitiva.
            E a respeito dos trechos citados, ele apenas menciona as palavras de Clemente, suponho que ele também possua alta credibilidade entre os católicos.

            Vejamos suas alegações…

            1) “as mais fundadas opções seriam de que ele era viúvo, ou conforme ordenamento do mestre”

            A questão da viuves de Pedro é apenas alegação católica para defender esse dogma sacerdotal, se o dogma mudasse (o que vc mesmo disse que era possível) aposto que iriam dar um jeito de “ressuscitar” a esposa de Pedro, hehehe.

            Não há ordenança alguma de Cristo a este respeito:
            Mateus 19:12 – Jesus coloca como OPÇÃO o celibato, por escolha, nunca um pré-requisito ao sacerdócio ou a seguir Jesus.

            2) “ve-se acima que era viúvo… afinal, se descreve um martírio de sua esposa”

            Veja bem, sua alegação de que Pedro largou tudo, esposa e filhos para seguir a Jesus neste ponto já cai em descrédito.
            Veja a exclamação de Pedro: “Oh, tu, lembra-te do Senhor !”… se Pedro já tem a Jesus como Senhor, obviamente permeneceu casado após seguir a Cristo, e não largou a família, conforme vc alega.

            3) “e ve-se também que ele não a levava consigo PARA FACILITAR O MINISTÉRIO”

            Reinaldo, sugiro vc reler o texto, neste ponto “PARA FACILITAR O MINISTÉRIO” está falando a respeito de Paulo (o qual vc diz que era solteiro) e não Pedro, mas mesmo assim Paulo não deixou TUDO (família) para trás, apenas não levou consigo.

            “Estás ligado a mulher? NÃO PROCURES A SEPARAÇÃO. Estás livre de mulher? Não procures mulher.” (I Co 7:27)

            “Se alguém não cuida de seus parentes, e especialmente dos de sua própria família, negou a fé e é pior que um descrente” (1 Tm 5:8)

            4) “Há sim, contrariedade as suas interpretações.”

            Releia o texto de Eusébio, acho que irás “interpretar” melhor na próxima vez, e verás as SUAS contrariedades.

            ———-

            E por fim, com respeito a esposa + sacerdócio, a bíblia é clara, Paulo deixa claro que pode ter esposa crente como os OUTROS APÓSTOLOS.

            “Não temos nós o direito de levar conosco uma esposa crente como fazem os outros apóstolos, os irmãos do Senhor e Pedro?” (1 Co 9:5)

            E aos que desejam o episcopado, Paulo não orienta ao deixar esposa ou filhos para dedicar-se ao ministério… mas pelo contrário:

            “Que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia (Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus? );” (I Tm 3:4-5) (Sugiro que leia o capítulo inteiro).

            Concluindo, biblicamente quem deseja o episcopado, deve governar bem sua casa, ter seus filhos em sujeição… e obviamente não requer que deixa esposa e filhos.

            5) “e não entendo a “birra” protestante com o celibato sacerdotal”

            Celibato é sim bíblico, mas opcional e não um pré-requisito ao episcopado, admiro quem o é por opção.

            E como visto o epíscope deve governar bem sua casa e seus filhos, e não abandoná-los para “seguir” a Cristo, isto de fato não tem base bíblica.

            Concluindo, este é um dogma católico, mas acreditamos que deveria ser opcional e não um pré-requisito ao episcopado, conforme a bíblia orienta, apenas isto.

            Abraço,
            Que Deus te abençoe

          • Jeann meu amigo..

            vou tentar não bagunçar muito os textos.. mas vamos lá.

            começando pelo começo do seu ultimo post.

            NÃO.. de maneira alguma.. NÃO DESACREDITO do que diz Euzébio.. e de fato, é um dos principais “teólogos primitivos”..

            acho que vc equivocou-se na leitura do texto ao ler – “seria interessante que o mesmo crédito que vc deu ao fato de Pedro ter sido casado (e eu nunca disse o contrário) e no texto mostrar que ele deixou a esposa por amor a Cristo e depois ainda ficou viúvo, VC DESSE AO RESTANTE DO LIVRO…”

            não tirei de maneira alguma a credibilidade do livro Jeann… apenas questionei quanto ao fato de vc ter interprtado um “versículo” do livro e dado credibilidade e ele, mas o resto todo do livro que mostra as glórias da Igreja Católica e que mostra que esta é a Igreja que de fato evoluiu do Cristianismo primitivo vcs ou não leem ou não dão crédito. apenas creem no que lhes interessa…

            ————

            como venho dizendo a tempo.. a questão do celibato sacerdotal, não é dogma de fé..

            mesmo sendo casado, vivendo com a esposa e com filhos, Pedro pode muito bem ter sido o Papa.. apesar de que, pela leitura TOTAL dos documentos e livros históricos, mostra-se que Pedro, viva sozinho.. sem esposa e sem filhos durante todo seu ministério aqui na terra…

            o celibato é imposto apenas a quem quer ser padre.. existem outras funções “sacerdotais” que não exigem essa dedicação…

            é uma imposição da Igreja, que acredita que é uma maneira de seguir melhor os exemplos de Jesus, de São Paulo e de Pedro, que como disse.. a história nos mostra que evangelizava sozinho… sem esposa e sem filhos…

            ————

            vc diz que minha alegação cai em descrédito e postou uma pequeno trecho de Pedro alertando a “esposa” a lembrar-se do Sr, quando no possível martírio e morte…

            e diz ainda que EU ALEGO que Pedro largou a familia..

            bem Jeann.. essa alegação não é minha.. É DO PRÓPRIO PEDRO, que diz que deixou tudo que tinha.. e CRISTO que confirma tal fato logo a seguir:

            “Disse depois Pedro: ‘Eis que nós deixámos tudo o que nos pertence para te seguir’. Jesus respondeu-lhes: Em verdade vos digo, não há ninguém que tenha deixado casa, mulher, irmãos pais ou filhos, por causa do reino de Deus, que não receba o múltiplo no tempo presente, e no século que há-de vir, a vida eterna (Lucas 18,28-30).

            portanto Jeann.. não são alegações minhas..

            ————————-

            A má interpretação ou a interpretação maldosa não é minha Jeann… é sua…

            deixar a familia para evangelizar FACILITA O MINISTÉRIO de qualquer um naquela época…

            veja que vc alega que ele não “largou” a esposa.. apenas a deixou, dando a impressão que ele viajava, evangelizava e depois retornava para casa..

            Poxa jeann.. não creio que vc seja tão inocente ao ponto de de crer que na era primitiva isso era possível…

            até porque, sabemos que Pedro saiu para evangelizar e nunca mais parou… vindo a ser morto em Roma…

            vc cita versículos tirados do contexto para maquiar seu diálogo..

            mas esses mesmo versículos, se contextualizados conforme vc os postou.. TORNAM JESUS CRISTO EM UM SER DIABÓLICO QUE DESTRÓI FAMILIAS.. afinal, ele próprio fala a respeito de deixar tudo por amor a ele.. : “Em verdade vos digo, não há ninguém que tenha deixado casa, mulher, irmãos pais ou filhos, por causa do reino de Deus, que não receba o múltiplo no tempo presente, e no século que há-de vir, a vida eterna”…

            claro que sei bem que Cristo não é um destruidor de lares.. é na verdade a base mais sólida que uma familia deve ter..

            mas usar textos fora do contexto traz esse tipo de má interpretação.

            ————————————-

            e por fim..

            Celibato é BIBLICO..

            tanto que Jesus o manteve.. Pedro o Manteve.. outros apóstolos também o mantiveram….

            o próprio Cristo diz que há os eunucos que se fazem assim por vontade própria..

            ou seja.. AQUELE QUE QUER SERVIR A DEUS DE UMA MANEIRA MAIS PRÓXIMA.. SE FAZ CELIBATÁRIO.

            a Igreja não obriga ninguém a ser padre..

            mas aquele que quer servir a Deus de uma maneira mais próxima.. SE FAZ SACERDOTE DA IGREJA CATÓLICA.. onde se exige o celibato…

            São Paulo orienta como deve ser o sacerdote se for casado…

            mas ele próprio escolheu servir a Deus de uma maneira mais próxima.. sem familia, pois AO CASADO, DEVE CUIDAR DAS COISAS DA FAMILIA, E AOS SOLTEIROS DAS COISAS DE DEUS.

            É nesta linha de pensamento que o celibato é exigido na Igreja….

            ninguém é obrigado a Ser padre…

            mas se realmente sentir o chamado de Deus, deve saber que é no sacerdócio que ficará rico e muito menos sustentará financeiramente sua familia as custas do evangelho de Deus.

            mas por favor Jeann… não me entenda mal.. não digo que todos os pastores tem essa prática.. kkk meu vizinho, pastor e meu amigo, é pedreiro (e dos bons) e a noite vai evangelizar em sua igreja.. mas claro.. durante o dia dá atenção ao seu trabalho e nos finais de semana, dá atenção a sua familia..

            já com o Padre é diferente..

            mas é questão de escolha…

            mas ainda acho que vc deveria ler o documento que discutimos inteiro e desse o mesmo crédito que deu a um pequeno trecho, a ele todo.

          • correção:

            onde se lê: – “mas se realmente sentir o chamado de Deus, deve saber que é no sacerdócio que ficará rico e muito menos sustentará financeiramente sua familia as custas do evangelho de Deus.”

            LEIA-SE: – “mas se realmente sentir o chamado de Deus, deve saber que NÃO é no sacerdócio que ficará rico e muito menos sustentará financeiramente sua familia as custas do evangelho de Deus.

          • Reinaldo,

            Com respeito a Pedro, vou dividir nosso debate nos dois principais argumentos que geralmente é dado pelos católicos.

            1) PEDRO LARGOU SUA ESPOSA PARA SEGUIR A CRISTO

            “Deixamos tudo o que tínhamos” (Lc 18:28) não significa que ele deu uma carta de divórcio a sua esposa para seguir a Jesus. E claro não poderia dizer a sua CONSORTE, “Oh, tu, lembra-te do Senhor” posteriormente.

            Paulo em I Co 9:4 não deixa dúvidas, Pedro levava consigo uma esposa crente: “Não temos nós o direito de levar conosco uma esposa crente como fazem [PRESENTE] os demais apóstolos, os irmãos do Senhor e Pedro ?”.

            E ainda Paulo diz a quem deseja o episcopado que DEVE “governar bem sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição” … “Porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de Deus ?”.

            Paulo não diz que deve-se deixar esposa e filhos, mas sim que deve governar bem sua casa (claro, se tiver esposa e filhos). Mas claramente não REQUER que deixe-os para seguir ao episcopado.

            Vc alega que pela “leitura TOTAL” dos documentos históricos e livros históricos Pedro vivia sozinho, mas se tentares ler a BÍBLIA verás que é exatamente o oposto. Pois Paulo neste texto de I Co 9:4 é claro, ele levava consigo uma esposa crente.

            Enfim, se vc acredita que Pedro deixou sua esposa para seguir a Cristo, no mínimo Paulo estaria mentindo, rsrsrs

            2) PEDRO ERA VIÚVO ANTES DE SEGUIR A CRISTO

            Este argumento de que Pedro era viúvo ao seguir Jesus geralmente alega-se baseado no texto em que Jesus cura a sogra de Pedro, pelo simples fato dela não ser citada (claro, totalmente irrelevante). Mas isto já cai em descrédito como disse anteriormente, pois Pedro diz a sua CONSORTE “Oh, tu, lembra-te do Senhor” após seguir a Cristo. Obviamente já tinha a Jesus como seu Senhor neste episódio, e Paulo cita-o levando sua esposa consigo.

            O que a BÍBLIA nos mostra é que Pedro levava consigo sua esposa, e Clemente nos mostra que sua esposa (crente) foi levada ao martírio em algum momento posterior.

            ————————-

            Celibato é bíblico como eu disse anteriomente, mas biblicamente é OPCIONAL e NÃO É REQUERIDO ao episcopado.

            Se a igreja católica quiser colocar como um dogma eclesiástico que coloque, NÃO SOU CONTRA, mas não dá pra dizer que esse REQUISITO ao episcopado é de fato um REQUISITO bíblico. Querer achar “desculpas” que Pedro era viúvo ou blablabla, apenas para dar fundamento a este dogma (que pode mudar), não há cabimento… suponho que tentarás “ressuscitar” a esposa de Pedro se este dogma mudar futuramente.

            E antes que vc venha com “é mais fácil servir a Deus sendo solteiro”, sim é claro, a bíblia realmente SUGERE não casar para servir melhor a Deus. Mas não IMPÕE RESTRIÇÃO ALGUMA com respeito a casamento a quem deseja o episcopado.

            Abraço,
            Que Deus te abençoe

          • jeann meu caro…

            veja bem..

            vc até que pontuou de maneira interessante as coisa…

            porém, nenhuma pontuação sua vai mudar o fato de que a biblia é clara ao mostrar através das palavras de Pedro e de Jesus que Pedro deixou tudo.. TUDO…

            e Jesus logo em seguida, nos mostra o que era esse tudo…

            embasar-se em livros históricos é até válido, principalmente porque o livro que vc cita tem credibilidade (infelizmente para os protestantes somente no que lhes interessa)

            mas veja, a interpretação deve ser feita de forma correta.

            o livro mostra que Pedro SEGUIU em sua missão evangelizadora SOZINHO…

            mostra uma provavel morte de sua esposa, onde ele dá orientações a ele, porém não informa se tal orientação foi “inloco” ou foi uma súplica distante.

            mas tudo bem..

            o importante é ver que Pedro deixou tudo para seguir em sua missão evangelizadora.. SABENDO QUE NÃO MAIS VOLTARIA (basta seguir os passos dele que constam na biblia e vai saber quanto tempo ele ficou ausente até sua morte sem volta a sua casa)

            mas de qualquer forma, viva ou morta, presente ou ausente, tal fato não impede Pedro de ter sido o primeiro Papa, até porque tal instituição CONSTA NA BIBLIA..

            ademais, como vc mesmo disse, o celibato não é obrigatório biblicamente.

            mas o celibato é ORIENTAÇÃO BIBLICA…

            e nós católicos a seguimos…

            para se tornar um padre, é necessário este sacrificio.. que, diga-se de passagem, É BEM ACEITO PELOS PRETENDENTES.

            tanto que 99% dos padres são a favor de celibato e contra sua retirada.

            mas como no meu caso, que senti inspiração para constituir familia, mas também tenho inspiração para cuidar das coisas de Deus, sei que devo manter-me apenas como “ajudante” do sacerdote.

            não sou menos que ele por isso.. só tenho menos tempo.

            se algum dia ficar viuvo, pode ter certeza que não me casarei novamente.. já tenho meus filhos, já são grandes..

            tenho muita vontade de servir a Deus com mais empenho, mas tenho limitações.

            e assim, sirvo-o da melhor maneira que encontro.

            acho que vc entende o que digo…

            já se perguntou porque São Paulo é um dos maiores “escritures” do Novo Testamento? kkkk

            mas gostaria mesmo que vc desse ao restante do compêndio literário que falamos aqui, o mesmo valor que deu a pequenos trechos..

            leia-os.. sem PRÉ-CONCEITOS PROTESTANTES…

            abçs.

          • Reinaldo, vamos lá de novo, hehehe

            Vocês geralmente se baseiam nesse argumento de que Pedro deixou “tudo” (inclusive sua esposa), porém não dão atenção ao contexto e outros textos bíblicos que contradiz seu argumento de que deixou sua esposa também.

            Veja bem, Pedro responde: “Nós deixamos tudo para seguir-te! Que será de nós ?”, Pedro menciona “nós” e não “eu deixei”. Agora “nós” quem ? Versículo 2 diz que grandes multidões o seguiam a caminho da Judéia.

            “Nós” em sua resposta poderia muito bem incluir sua família no meio da multidão, certo ?

            E veja bem a resposta depois de Jesus: “E todos os que tiverem deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos ou campos, por minha causa, receberão cem vezes mais e herdarão a vida eterna.” v29

            Novamente, “TODOS os que tiverem deixado”, não diz “VOCÊ Pedro que deixou casa, irmãos, esposa, filhos (e não deixou sua sogra)”.

            Você acha mesmo que Pedro deixou “casa, esposa, filhos” mas não deixou sua sogra em casa ?

            E outra, Paulo em I Co 9:5 (texto que vc ignorou) relata que Pedro levava consigo um esposa crente.
            Definitivamente eu não consideraria Paulo um herege, ou vc considera ?

            ———

            Reinaldo: “o livro mostra que Pedro SEGUIU em sua missão evangelizadora SOZINHO”

            Paulo nos relata que Pedro levava sua esposa consigo, isto é fato, porém claro APÓS seu martírio (sendo ela já crente) pode muito bem ter continuado sua missão sozinho, conforme vc alega.

            Reinaldo: “mostra uma provavel morte de sua esposa, onde ele dá orientações a ele, porém não informa se tal orientação foi “inloco” ou foi uma súplica distante”

            O texto claramente diz QUANDO VIU [PEDRO] QUE ERA CONDUZIDA [ESPOSA] AO SUPLÍCIO GRITOU FORTE PARA ANIMÁ-LA E CONSOLÁ-LA, CHAMANDO-A POR SEU NOME. Reinaldo, seja pelo menos justo e imparcial, não tente “maquiar” o texto. kkkk

            Reinaldo: “tal fato não impede Pedro de ter sido o primeiro Papa, até porque tal instituição CONSTA NA BIBLIA..”

            A bíblia não cita a expressão “papa”, mas “bispo”. E “sumo pontífice” a bíblia cita Jesus como o Sumo Pontífice, e nos tempos de Cristo era uma posição política, para imperadores (pontífice máximo). Pedro foi “bispo” (não papa) de Roma como também o foi de Antioquia. Se a sucessão de Pedro fosse “infalível”, seria inicialmente em Antioquia, onde foi bispo primeiro. O termo papa não passou a ser usado até pelo o século VI d.C. Mas enfim, não vou entrar nesta questão, esta é outra história e iria longe o debate… rsrsrs

            Reinaldo: “ademais, como vc mesmo disse, o celibato não é obrigatório biblicamente. mas o celibato é ORIENTAÇÃO BIBLICA…”

            Perfeito, é exatamente isto que estou colocando desde o início, é orientação, mas não obrigatório ao epíscope ou diácono.

            Reinaldo: “para se tornar um padre, é necessário este sacrificio..”

            Pode ser “necessário” como dogma eclesiástico (da igreja católica) mas não biblicamente, conforme vc confirmou acima. De fato não sou contra isto, a bíblia até recomenda isto.

            Mas temos que ser honestos também, não vamos basear nossas doutrinas num versículo apenas e ignorar outros (I Co 9:5) ou “maquiar” a história. Como vc diz, temos que analisar o contexto.

            Também sou casado, e tento servir a Cristo como posso.

            Enfim, não sou contra a igreja católica, só não concordo com alguns dogmas e doutrinas de vcs.

            Grande abraço,
            Deus te abençoe

          • o que vi neste seu ultimo texto?

            bem.. só conjecturas sobre palavras.

            voltamos ao velho “questão de interpretação”…

            não vou continuar o debate pontuando cada uma das suas alegações, pois em outra ocasião nos delongamos muito e não chegamos a lugar algum.

            mas faço questão de dizer que se ve claramente que, como disse, vc faz conjecturas sobre palavras do texto..

            claro, direito seu, afinal, vc precisa defender sua interpretação.

            mas de boa Jeann..

            vendo vc ler e espero sinceramente que esteja estudando os documentos históricos já me traz um alento.

            abçs.

          • Reinaldo,

            Eu me baseio sempre na bíblia e também na história, querer formar uma interpretação baseado em um único versículo e ainda entrando em conflito com demais textos bíblicos (I Co 9:5 por exemplo que vc sempre ignora) e também a histório fica complicado. Seria no mínimo dizer que Paulo é herege e a bíblia tá “errada”.

            Entendo que vc queira defender seu dogma católico (que pode mudar) se a igreja católica quiser, mas acho que devemos ser imparciais na análise.

            Se um dia esse dogma mudar, creio que entraremos num concenso, a “interpretação” católica mudará também… hehehe

            Sobre sua sugestão de ler o restante da obra de Eusébio sugiro que faças o mesmo, mas por favor, não fecha os olhos pra partes dele.

            Por exemplo, Livro III, XIX e XX que falam da família de Jesus, da qual Judas é seu irmão SEGUNDO A CARNE. Espera, antes que vc argumente… não, “carne” não refere-se a um churrasco em que Judas e Jesus comeram juntos… e não, Judas não é adotado, é “descendente de Davi”.

            Ou ainda no Livro VII, XVIII onde Eusébio menciona o uso de imagens para culto como sendo influência pagã, mas enfim… melhor fechar os olhos, hehehe

            Mas não vamos então prolongar a discussão, enquanto esse dogma não mudar acredito que não entraremos num concenso.

            Abraço

  3. Isso é interessante! Uma assembléia com a participação de católicos, protestantes, judeus e muçulmanos. Se tal assembléia não é ecumenismo declarado, não sei mais o que será?! Todos que conhecemos as profecias Bíblicas dos tempos do fim, sabemos que o ecumenismo é o principio da “Super-igreja” de Apocalipse 17.
    Como poderão deliberar sobre um assunto, que embora único, diverge tanto em cada visão teológica?
    Isso é o mesmo que congrega-los para falar sobre Salvação:
    – Para os católicos: Maria é a intercessora, o purgatório salva depois de chamuscar e as obras tem peso salvífico;
    – Para os protestantes: A Fé única e exclusiva na Graça que há em Cristo Jesus (Ef 2.8,9);
    – Para os judeus: Não há o conceito de salvação, afinal o messias não é DEUS, mas apenas um ungido;
    – Para o islã: Suicídio pela causa, mutilação dos infiéis e outras atrocidades desumanas.

    Muito simples um consenso sobre qualquer tema! Iluda-se quem quiser… Maranata!!!

    • católicos: ênfase em repartir
      evangélicos: ênfase em acumular
      católicos: ênfase na salvação
      evangélicos: ênfase na riqueza terrestre
      católicos: idolatram imagnes
      evangélicos: idolatram dinheiro,poder,pa$tores.

      • católicos: ênfase em repartir paulada, morte e desavenças;
        evangélicos: ênfase em acumular sabedoria, prudência, paciência, amor;
        católicos: ênfase na salvação dela própria, pois só pensa em si, a barca de pedro;
        evangélicos: ênfase na riqueza terrestre, como: tolerância, busca da verdade;
        católicos: idolatram imagens, papa, padres, homens, estruturas de alvenaria(igrejas)
        evangélicos: idolatram dinheiro,poder,pa$tores, mas tudo para obra de Deus.

          • Reinaldo,

            A igreja católica fala mal de todas, classificando-as de seitas,

            Matou a muitos protestantes, tendo com suas ações contra as igrejas evangélicas, a muçulmana e os judeus dado aulas de perversidade, tornando=se inimigas de todas as demais instituições religiosas.

            Quer que eu cite? Apenas para lembrar, as cruzadas contra os muçulmanos para tomar a terra santa;

          • Levi, a Igreja Católica concentra-se na pregação do evangelho.. falar mal do s outros é missão protestante…

            sobre as matanças.. lembre-se que a história conta a história..

            a história não tem parte com suas estórias…

            por exemplo.. “cruzadas”.. kk eram organizadas por reis e não por igrejas..

            mas seria interessante ver fontes.. trechos de livros históricos etc..

            sem se esquecer das matanças protestantes..

            afinal, se “cruzadas” ou matanças torna a Igreja Católica herética, porque consideram os protestantes “santos”?

            kkkk

          • quem gosta de aproveitar qualquer matéria, qualquer oportunidade, por mais absurda que seja para falar mal de outras igrejas, e vemos isso acontecer aqui neste site todos os dias, são os protestantes…

            uns contra os outros.. cada notícia que tem aqui, de qualquer seita religiosa, aparece alguém para defender, e centenas para atacar…

            quando a notícia é sobre a Igreja Católica, ai todos se juntam para atacar…

            portanto..

            uns contra os outros e todos contra todos e todos contra a Igreja CAtólica. kkk

          • Reinaldo,

            A católica não apenas perde tempo difamando as outras: judaísmo, islamismo, protestantismo, como também procura dizimar, quer dizer, dizimar não, acabar, destruir, aniquilar.

            Concordo plenamente com você quanto às cruzadas, pois realmente organizadas por reis.

            Erro meu, vez que eram organizadas pelos rei dos reis, a figura do papa, os sucessivos papas.

          • kkkk

            só vc mesmo Levi.

            Levi meu querido amigo.

            Cruzadas eram organizadas por Reis.. e ponto final meu caro. não tem dessa de vc querer jogar isso nas costas da Igreja Católica. A HISTÓRIA NÃO TE RESPALDA..

            e difamação e calunia é com o protestantismo.

            os fatos estão ai..

            vemos bem aqui quem fala mal de quem!

          • Reinaldo,

            O que eu ganharia em faltar com a verdade. Em mentir contra o próximo, mas ainda quando esse próximo é um cristão como eu?

            São os historiadores, diversos deles dizendo a mesma coisa.

          • Reinaldo,

            Não preciso ganhar debate, muito menos convencer ninguém sobre coisa alguma.

            Quem sempre se arvorou dessa ação foi tua igreja, e até fazendo uso da força.

            Rapaz, os reis de verdade, os que não negociavam entraram em atrito com tua igreja, não foram os protestantes não.

            Inglaterra tem outra igreja, a anglicana. Os russos, outra. Os gregos, outra, Os armênios, outra… … … … … … … …, tudo divisão. Isso semf falar na divisão interna da tua igreja, a começar pelos franciscanos, os jesuítas, os dominicanos, os carismáticos, os da teologia da libertação, os radicais que foram reconhecidos por JPII que agora esqueço o nome(que fica com o salário dos membros, que se apossa também da herança deles.

            Vocês aceitam qualquer coisa, mesmo se matando e morrendo, mas desde que dentro da barca de pedro, coisa que os protestantes não aceitaram, anglicanos, os ortodoxos, os gregos…

            Privar o povo de missas, fechar as igrejas, como foi feito contra o inglês em face da briguinha com o rei é coisa de Cristão, digo, tristão, pois é triste esse tipo de postura.

          • kkk

            Levi…

            o uso das falácias aqui foi por sua conta..

            sobre divisão…

            Levi, a divisão é na fé…

            vcs simplesmente apresentam evangelhos diferentes e assim apresentam “Jesus” bipolar..

            mas tudo bem..

            vejo vc novamente saindo do assunto.. prefiro me manter na retidão dos assunto e dar margem aos seus delírios.

    • Não há consenso entre islamismo e cristianismo/judaísmo, eles aguardam ardentemente o Mahdi – último profeta islâmico (que pra nós é o anti-cristo) que lutará por 7 anos para exterminar os infiéis (cristãos/judeus).

      Isto é ilusão, inclusive já estão se preparando para o que chamam de “batalha final”, para exterminar de vez os infiéis e estabelecer o trono (califado) do anticristo (Mahdi).

      Pra quem estuda profecias, o cenário da batalha de Gogue e Magogue está se formando no oriente médio.

      • É. Jesus mandou os discipulos dEle amar uns aos outros. Mas isso é um mandamento para os discipulos dEle de todas as épocas. Mas só para os disciplulos dEle. Os lideres do Vaticano a muito deixaram de ser discipulos SOMENTE de Jesus. Além de Jesus, os lideres do Vaticano passaram a adorar, também, as antigas divindades femininas do paganismo romano, tais como, Démeter, por exemplo, disfarçando-as com a figura da Maria que deu a luz a Jesus. Só isso já é, por si mesma, um fator que descaracteriza o cristianismo biblico. Veja bem. CRISTIANISMO – OU SEJA SÓ CRISTO. Além disso, todo e qualquer lider de qualquer instituição religiosa que se intitula protestante que buscar se aproximar do Vaticano, alem de trair a causa que deu origem ao movimento protestante, esta traindo, também e principalmente, a causa de Cristo Jesus, a saber, a obra que Ele efetuou atraves da Sua morte e ressurreição dentre os mortos, qual seja, a reconciliação entre Deus e os homens e a nova vida com Deus nEle.

  4. Gays sofrem pressão para mudar de sexo e escapar da pena de morte no Irã

    BBC Ali Hamedani
    Da BBC Persa
    06/11/201407h56
    Compartilhe35
    Imprimir Comunicar erro

    O Irã é um dos poucos países em que atos homossexuais são punidos com a morte. Clérigos, no entanto, aceitam a ideia de que uma pessoa pode estar presa em um corpo do sexo errado. Gays podem ser forçados a se submeter a uma cirurgia de mudança de sexo – e, para evitar isso, muitos fogem do país.

    Criado no Irã, Donya manteve seu cabelo raspado ou curto e usava bonés em vez de lenços. Chegou a visitar um médico para tentar interromper sua menstruação.

    “Eu era muito jovem e realmente não me entendia”, diz. “Pensei que se pudesse parar minha menstruação, ficaria mais masculina.”

    Se policiais pedissem sua identidade e notassem que ela era mulher, diz, iriam censurar-lhe: “Por que você está assim? Vá mudar seu sexo”.

    BBC
    A lésbica Donya, 33, fugiu para o Canadá, onde vive com o filho

    Esta tornou-se sua ambição. “Eu estava sob tanta pressão que queria mudar meu sexo o mais rápido possível”, diz.

    Por sete anos, Donya submeteu-se a um tratamento hormonal que lhe engrossou a voz e lhe fez crescer pelos no rosto.

    Mas quando os médicos propuseram a cirurgia, ela conversou com amigos que haviam se submetido à operação e tinham enfrentado “muitos problemas”. Começou a se questionar se essa era a melhor opção para ela.

    “Eu não tinha acesso fácil à internet. Muitos sites são bloqueados. Comecei a pesquisar com a ajuda de alguns amigos que estavam na Suécia e na Noruega”, conta.

    “Comecei a me conhecer melhor… Eu aceitei que era lésbica e estava feliz com isso”.

    Mas viver no Irã como homem ou mulher abertamente gay é impossível. Donya, agora com 33 anos, fugiu para a Turquia com seu filho de um breve casamento, e depois para o Canadá, onde recebeu asilo.

    Não é uma política oficial do governo iraniano forçar homens ou mulheres homossexuais a mudarem de sexo, mas a pressão pode ser intensa.

    Em 1980, o fundador da República Islâmica, o aiatolá Khomeini, emitiu uma fatwa – uma legislação islâmica – permitindo a cirurgia de mudança de sexo. Aparentemente, após ser convencido em um encontro com uma mulher que disse estar presa no corpo de um homem.

    ‘Doentes’

    Shabnam – nome fictício – é psicóloga em uma clínica estatal do Irã e diz que alguns gays acabam sendo forçados a fazer a cirurgia. Médicos são orientados a dizer a homens e mulheres gays que eles estão “doentes” e precisam de tratamento. Pacientes gays são encaminhados a clérigos para que sua fé seja fortalecida.

    As autoridades “não sabem a diferença entre identidade e sexualidade”, explica Shabnam.

    Não há informações confiáveis sobre o número de operações de mudança de sexo realizadas no Irã. Khabaronline, uma agência de notícias alinhada com o governo, disse que os números subiram de 170 em 2006 para 370 em 2010. Mas um médico de um hospital iraniano disse à BBC que só ele realiza mais de 200 dessas operações todos os anos

    Em outros países, mudar a sexualidade de uma pessoa é um processo complexo, que envolve psicoterapia, tratamento hormonal e, algumas vezes, grandes operações – durando anos.

    Nem sempre é o caso no Irã.

    “Eles [as autoridades] mostram o quão fácil pode ser”, diz Shabnam. “Prometem te dar documentos legais e, mesmo antes da cirurgia, permissão para andar na rua vestindo o que quiser. Prometem te conceder um empréstimo para pagar a cirurgia”, exemplifica.

    Os defensores destas políticas oficiais salientam o lado positivo das medidas, argumentam que os transexuais iranianos recebem ajuda para ter uma vida decente e que gozam de mais liberdade do que em muitos outros países.

    Mas a preocupação é que a cirurgia de mudança de sexo esteja sendo oferecida para pessoas que não são transexuais – e sim homossexuais.

    “Está ocorrendo uma violação de direitos humanos”, acredita Shabnam. “O que me deixa triste é que as organizações que deveriam ter um propósito humanitário e terapêutico podem estejam do lado do governo ao invés de olhar para o ponto de vista das pessoas.”
    Ovelha negra

    Psicólogos sugeriram uma mudança de sexo para Soheil, um jovem gay iraniano de 21 anos. A família exerceu grande pressão para que ele concordasse com a operação.

    BBC
    Soheil, 21, foi pressionado pela família para fazer uma cirurgia de mudança de sexo

    “Meu pai veio me visitar em Teerã com dois parentes”, diz ele. “Eles fizeram uma reunião para decidir o que fazer sobre mim. Disseram: ‘Ou você muda seu sexo ou vamos te matar. Não deixaremos que você viva nessa família'”.

    Soheil foi mantido em casa, na cidade portuária de Bandar Abbas, sob vigilância da família. Um dia antes da operação, conseguiu escapar com a ajuda de amigos. Eles lhe deram um bilhete de avião e o jovem voou para a Turquia.

    O país, que não requer vistos de cidadãos iranianos, é muitas vezes o primeiro destino de quem foge. De lá, eles muitas vezes pedem asilo em um terceiro país da Europa ou América do Norte. A espera pode levar anos e, mesmo na Turquia, eles são alvo de preconceito e discriminação, especialmente em pequenas cidades socialmente conservadoras.

    Arsham Parsi, que cruzou a fronteira do Irã para a Turquia de trem em 2005, vive na cidade de Kayseri, na região central do país. Ele foi espancado e teve tratamento hospitalar para deslocamenteo de ombro negado simplesmente por ser gay. Depois disso, não saiu de casa por dois meses.

    Mais tarde, Parsi se mudou para o Canadá e criou um grupo de apoio para gays iraniano. Ele diz receber centenas de pedidos de ajuda por semana. Já auxiliou cerca de mil pessoas a deixar o Irã nos últimos dez anos.

    BBC
    Arsham Parsi hoje vive no Canadá e ajuda iranianos a deixar o país

    Alguns fogem para evitar a cirurgia de mudança de sexo, mas outros descobriram que ainda enfrentam preconceito apesar de se submeter ao tratamento. Parsi estima que 45% das pessoas que fizeram a cirurgia não são transexuais, mas gays.

    ‘O que é ser lésbica?’

    Eis um exemplo: recentemente, uma mulher o consultou com dúvidas sobre a cirurgia. Ele perguntou se ela era transexual ou lésbica. Ela não sabia responder, porque ninguém nunca havia lhe explicado o que era “ser lésbica”.

    Marie, de 37 anos, deixou o Irã há cinco meses. Ela cresceu como menino, Iman, mas estava confusa sobre sua sexualidade e foi declarada por um médico iraniano como sendo 98% do sexo feminino. Por isso, acreditou que precisaria mudar de sexo.

    A terapia hormonal parecia ter-lhe trazido mudanças positivas, como o crescimento dos seios. “Isso me fez sentir bem”, diz. “Eu me senti bonita.”

    Finalmente, Marie submeteu-se à operação – e veio a sensação de estar “fisicamente danificada”.

    Ela se casou com um homem, mas a relação terminou rapidamente. Assim como qualquer esperança de que a vida como mulher seria melhor.

    “Antes da cirurgia, as pessoas me viam e diziam: ‘Ele é tão feminino, ele é tão feminino'”, diz Marie.

    “Após a operação, sempre que eu queria me sentir como mulher, ou me comportar como mulher, todo mundo dizia: ‘Ela se parece com um homem, ela é viril’. [A cirurgia] não ajudou a reduzir os meus problemas. Pelo contrário.”

    Marie diz que, se “estivesse em uma sociedade livre, gostaria de saber se seria como sou agora e se eu teria mudado meu sexo”.

    “Não tenho certeza”, responde.

    “Estou cansada. Cansada de toda a minha vida. Cansada de tudo.”

  5. Falem do Salvador (Jesus Cristo) segundo as sagradas Escrituras e deixem de conversas nada edificantes espiritualmente. Seja Jesus Cristo o foco da conversa.
    É Jesus cristo que virá de novo ao mundo buscar a Sua Igreja para a entregar ao Pai. Estejamos firmados na fé e prevaleçamos até ao fim para recebermos a ¨ coroa da glória¨ , promessa de Jesus.

  6. É. Jesus mandou os discipulos dEle amar uns aos outros. Mas isso é um mandamento para os discipulos dEle de todas as épocas. Mas só para os disciplulos dEle. Os lideres do Vaticano a muito deixaram de ser discipulos SOMENTE de Jesus. Além de Jesus, os lideres do Vaticano passaram a adorar, também, as antigas divindades femininas do paganismo romano, tais como, Démeter, por exemplo, disfarçando-as com a figura da Maria que deu a luz a Jesus. Só isso, por si mesma, já é um fator que descaracteriza o cristianismo biblico. Veja bem. CRISTIANISMO – OU SEJA, SOMENTE CRISTO. Além disso, todo e qualquer lider de qualquer instituição religiosa que se intitula protestante que buscar se aproximar do Vaticano, alem de trair a causa que deu origem ao movimento protestante, esta traindo, também e principalmente, a causa de Cristo Jesus, a saber, a obra que Ele efetuou atraves da Sua morte e ressurreição dentre os mortos, qual seja, a reconciliação entre Deus e os homens e a nova vida com Deus nEle.

  7. Espero que esses renomados pastores, Rick Warren e Russel Moore, não se envaideçam por estarem numa Conferência sobre Família, na presença de Sua Santidade, o Papa Francisco. Espero que se apresentem como cristãos, comprometidos com os valores do Reino e não com o EVANGELHO POLITICAMENTE CORRETO, do Papa. Que eles digam ali, se tiverem oportunidade, que FAMÍLIA, para Deus é o grupo social, formado por PAI, MÃE e filhos e não por simulacros de família, formados por gays ou lésbicas. Deus fez o homem e a mulher à sua imagem e semelhança, para se unirem sexualmente, e formarem família. Que abram a Bíblia, se permitirem, e digam que casamento, de acordo com a Bíblia, só é correto, diante de Deus, se for entre homem e mulher. Penso que não terão oportunidade. O Papa acaba de dizer que o livro do Gênesis não é real. É apenas figurado, alegórico. Adão e Eva nunca existiram, pois a Bíblia diz que Deus os fez à sua imagem . O Papa crê na teoria da evolução que diz que o homem veio de uma ameba que evoluiu para um macaco!! Algo terrível e estarrecedor. O Gênesis não é real. É apenas figurado. Logo, família, casamento, tudo é figurado. Que Deus use esses pastores que se comportem como Daniel, diante da “cova dos leões”. Que proclamem a verdade e não o que os liberalistas querem dizer. E ouvir. Se o Gênesis não é real. O Apocalipse também não é . A Bíblia é um livro de lendas, como dizem os materialistas. DEUS TENHA MISERICÓRDIA DE SUA IGREJA. Jesus está voltando. Ora vem, Senhor Jesus!.

        • Levi… até agora vc não me viu choramingando aqui por conta de postagens bloqueadas na moderação kkkk

          mas de boa meu querido amigo Levi…

          o verdadeiro critério para moderação é a capacidade intelectual do individuo…

          afinal..

          já foi explicado a vc algumas vezes o que pode ou não bloquear os textos na moderação…

          mas vejo que sua capacidade intelectual não te permitiu entender…

          mas ainda vou te dar mais uma dica… :

          Levi…

          releia seus textos.. se tiver alguma palavra que possa ser confundida com um palavrão.. separe-a…

          se tiver links.. separe-os..

          espero ter me feito entender desta vez…

          • sei lá Levi.. boca suja não sei… mas dedos “levianos” até dá pra imaginar kkkk

            kkkk

            desculpe, não resisti ao trocadilho kkkk

            de boa Levi.

            faça o que eu disse.. releia seus comentários que são retidos na moderação..

            se houver links, separe as palavras com espaços.

            se houver alguma palavra semelhante a um palavrão, separe ou troque a palavra.

DEIXE UMA RESPOSTA