Pastor classifica islamismo como “religião maligna” e diz que é preciso enfrentar terroristas

46

Um pastor que defendeu o enfrentamento militar contra os extremistas muçulmanos vem sendo criticado pela ênfase dada à questão durante o sermão de domingo.

Robert Jeffress, líder da First Baptist Church of Dallas (“Primeira Igreja Batista de Dallas”), no Texas (EUA), iniciou seu sermão dizendo que os cristãos devem, individualmente, “orar e pregar o Evangelho”, mas como cidadãos, devem cobrar ações do governo para enfrentar o terrorismo e defender seus cidadãos.

Durante o sermão, o pastor classificou o islamismo como uma religião “maligna”, e afirmou que existem diferenças significativas entre o cristianismo e o islamismo, pois no Novo Testamento, Jesus é retratado como “o Príncipe da Paz”, o pregador do amor, enquanto no alcorão, “Maomé, o fundador do islamismo, ordena matar os infiéis assim como ele mesmo decapitou 600 judeus que não o seguiram no campo de batalha”.

O pastor cita ainda que no alcorão há dezenas de versículos ordenando a execução de quem não seguir a religião, e que no Novo Testamento não há nenhuma recomendação para o assassinato de quem não crê, e sim, um ensinamento para “dar a outra face”.


Em entrevista à Fox na última terça-feira, Jefress defendeu seu ponto de vista, ao ressaltar que tem ensinado a palavra de Deus fielmente, e que mesmo que seja politicamente incorreto pregar que Jesus é o único caminho para Deus, essa continua sendo a verdade.

“É impossível separar o que esses oito homens-bomba fizeram de sua fé e sua religião que os inspirou a fazer isso […] Esses terroristas não estavam agindo em oposição ao ensino do Islã. Eles estavam agindo de acordo com os ensinamentos do Islã”, disse o pastor da megaigreja, que tem 12 mil membros e é considerada uma comunidade influente na cidade.

Polêmica, a postura do pastor foi criticada pelo teólogo Robert Hunt, que publicou um artigo classificando o discurso de Jeffress como “a escuridão no coração de Dallas”.

“Certamente, este é o caso de que os membros da comunidade muçulmana, aqui na área de Dallas/Fort Worth, percebem que o discurso do Dr. Jeffress é odioso. E, então eu acho que é justo chamá-lo de discurso de ódio”, escreveu Hunt.

Assista ao sermão do pastor Robert Jeffress, em inglês:

Assine o Canal

46 COMENTÁRIOS

  1. Precisamos entender que a paz só será conseguida com exemplos de bondade ., não importa de qual religião., acredito que este pastor não conseguirá transformar a realidade atual pregando comparativos religiosos.,

    Sabemos que no velho testamento da biblia sagrada existe muitos casos de mortes e execuções em nome de Deus ou seja que patriarcas diziam ser.,. Então pautar uma seita em comparativo é uma lástima.,. Podemos ver e ler em Samuel e crônicas entre outros livros.,.

    Prefiro ouvir as palavras do santo padre que em sua sabedoria nos diz ., promover a paz e não apontar erros dos outros mas transformar estes erros com exemplos de homens de boa fé.,

    Acredito que os líderes do Islã , vão se manisfestar e condenar seus fiéis , para que os fundamentalistas cessem de pratiçar tais atos.,horríveis.,.

    O santo padre já disse em sua homilia que estes atos terroristas são blasfêmias e que não foram praticados em nome de Alah ,

    Unimos em oração e pedimos e o senhor faça a obra ., e que a paz seja uma linguagem universal em todas as religiões da terra ..

        • lopes,

          herege católico, saiba que francisco não pode apontar os erros dos outros em face de que tudo que está acontecendo hoje tem o dedo da igreja dele/tua.

          Ele não é soberbo, sabe e bem disso a ponto dele e os últimos papas virem pedindo perdão, só não lembro se o fez quanto aos do islã.

          Deixe de soberba, como é que você fala sobre um pacificador(francisco) e denigre a imagem do próximo, chama de seita o credo do próximo. Você é bem típico dos católicos medievais, ou seja, possuidor de todas as qualidades infernais, todas mesmo.

          • E vc leviano.,explorador. Da boa fé dos incautos acumulador de dízimos
            Alheios ., um dia o povo ocorda e para de seguir seitinhas de esquinas

            Veja que a seita do difunto
            Davi do glicério já está às moscas., parece que a antiga fábrica 5 irá comprar., pois os fiéis foram em massa pro sherek barriga de bosta do agenor duque do Brás.,

            É assim corre os evanjegues pulando de galho em galho atrás dos fanfarrões latidores de heresias gospel.,

            Já o valdosandiablo também tá enrolado , depois da briguinhade comadres dos edirzimo por horários midiáticos.,

            Outro dia apareceu chorando , dizendo eu preciso de 15 milhões parlapatão a bandeirantes ,bua,bua,bua, morri de do do peste Valdo.

            Já o malandrofaia ., vendia um tal de Uncao por 10.000 ., é uma tal de biblia da vitória financeira por 900,00 .

            A seguir cenas dos próximos escândalos.,kkkk

          • EEEEEEIIIIIII LOPESTE BUBONICA…
            …QUEM TA PULANDO DE GALHO EM GALHO E O GRUPO QUE VISITA TUA CASA QUANDO VC DORME, APOSTO QUE DA TRABALHO VC PENTEAR A CARECA COM TANTO GALHO!!!

            HHHHHHAAAAAAAAA

          • HILDIOTA

            Expressões grosseiras são mostra de inferioridade espiritual, quando não também intelectual.
            E escrever tudo em maiúsculas é falta de educação e grosseria.
            Prefiro ficar do lado da Emanuelle do que do teu, filhote de Satanás.
            E tem mais, a Emanuelle é estrangeira e ainda está aprendendo o português, enquanto tu nem isso consegue, textos cheios de erros de português, de sintaxe, de pontuação, de lógica…
            Vade retro, crentóide (crente + debilóide).
            Você fala aqui, o diabo aplaude lá.

          • FALA…LATE AI CACHORRA DOIDA DUAS CARAS, TOCOU UMA JA HJ?

            E NAO SOU PARENTE SEU PRA SER ‘FILHO DE SATA’, FOI VC QUE SUA MAE PARIU DEPOIS DE TREPAR POR 0,99RS PRA CONPRAR CRACK NO ‘INFERNINHO’!

            CADELA SEM RUELA E SEM PREGAS RESTO D GALA D CAMISINHA ESTRAGADA!

            princesa de A rendelle emaNUAelle ANALfaberta gayzao!

            Linpe os dedos dps d gosar vadia!

  2. O islamismo ensina tirar a liberdade do próximo?

    O islamismo ensina cobrar vultosa quantia pra devolver a liberdade de próximo?

    O islão pode até converter a força, mas não o faz quanto ao coração.

    Todos judeus e cristãos um dia poderão ser muçulmano, mas apenas de boca pra fora, nunca e jamais de coração, afinal como compor uma religião que ensina matar, perseguir, destruir o próximo?

    Maomé queria isso mesmo?

    • O islamismo está dando um mau exemplo para o mundo. Ou seja, seguindo o mesmo exemplo da velha católica medieval. O povo não aceita esse tipo de postura, tanto é que cada dia essa igreja diminui na quantidade de adeptos.

      Á força consegue fazer a conversão da língua, mas não do coração. Ou seja, cria-se crentes falsos, pois amam uma coisa e fazem outra, podendo abandonar na primeira oportunidade o lado dos que o impuseram, os que tolheram o direito de escolha.

      • Frequentador de seitas protestantes vocês são como os muçulmanos, convertem os outros a força. Não esqueça de como o protestantismo chegou em vários países que antes eram católicos, porque os protestantes surrupiaram sob sangue derramado, todos países ricos antes católicos. É sabido que os saqueadores sempre gananciam as coisas de maior valor de suas vítimas, nem que para isso as exterminem. Tal procedimento histórico praticado pelo protestantismo. ( saiba mais sobre cada país no site fim da farsa )
        Há muitos outros países ricos que continuam católicos, como o Canadá, Suíça, Austrália, Itália, França, Irlanda, Bélgica, etc., que muito enganador protestante omite porque não os conseguiu surrupiar.
        Todos os países ditos “protestantes e ricos”, já eram ricos e católicos antes do protestantismo ser fundado no século 16 e confiscá-los. O povo foi obrigado a “engolir” o protestantismo porque os reis e príncipes cobiçavam as terras e bens materiais doados pelos católicos à Igreja. Prova isto o fato de que as primeiras providências eram recolher ao fisco real, tudo o que da Igreja Católica poderia se converter em dinheiro. Daí veio a “riqueza” protestante, a ganância por dinheiro.

        Os reais países colonizados pelos protestantes continuam pobres, miseráveis ou na semi-barbárie, são eles a África do Sul, Índia, Nigéria, Botswana, Jamaica, Bahamas, Guiana e São Vicente e Granadinas. Por que os protestantes não os enriqueceram?
        Os protestantes eram tão incapazes que sequer se esforçaram para evangelizar o povo destes países, parecem ter surgido apenas para implicar com a Igreja Católica. A grande Índia por exemplo, foi abandonada por eles, e seu pobre povo continua a ser entregue aos diversos deuses pagãos. Isso sempre é omitido pelos protestantes que preferem fazer cultos arruaceiros dentro de ônibus e metrôs dos países católicos.
        Vale a pena fazer um estudo sobre a inquisição protestante e esclarecer sobre a danosa e tenebrosa chegada do protestantismo ao Brasil marcado com carnificina, intolerância, vandalismo e destruição que promoveram para implantar o protestantismo. (vale a pena ver essa verdade documentada, relatos sobre morte de religiosos, de padres, de fíeis, igrejas incendiadas e etc. ver no site o fim da farsa)

      • AO INVÉS DE FALAR DE ÉPOCAS MEDIEVAIS, QUE NÃO VIVEMOS, VAMOS FALAR DOS DIAS DE HOJE, QUANDO TENTAM IMPLANTAR NO BRASIL UM ”ESTADO EVANGÉLICO” NOS MESMOS MOLDES DO ISLÂMICO.

        • OS CRIMES DA IGREJA CATÓLICA

          Poucas instituições no mundo ao longo da história são responsáveis por tantos crimes e acobertamentos de crimes como a Santa Igreja Católica. O farto cardápio inclui desde mortes na fogueira a pedofilia. Para o imaginário popular, a Igreja é imaculada e se situa num patamar de santidade, portanto, imune aos pecados temporais. Isso se deve em parte à imagem que a instituição forjou ao longo dos tempos, algumas vezes cobrando preço de sangue e traumas
          irrecuperáveis.
                     Vamos aos fatos. Com a invenção das famigeradas cruzadas, os cavaleiros da fé saquearam, torturaram e mataram milhares de seres humanos. Eliminaram os homens do mau para impor a Santa Verdade. Em 1099, por exemplo, ao entrar em Jerusalém para expulsar os muçulmanos, os líderes da cruzada, massacraram 70 mil pessoas. O rei Luiz, da França, tido como um santo católico tinha uma prática mais sutil: levava os blasfemadores a pelourinhos e os matava com ferros em brasas, que transpassavam suas línguas. Segundo ele, esses não voltariam a
          blasfemar.
                      Em 1231, a Igreja fundou a sua máquina de extermínio: a Santa Inquisição. Por ela passaram quase 1 milhão de pessoas, essencialmente hereges, judeus, muçulmanos e “bruxos”. Precursor de Hitler, o religioso Diego Rodrigues Lucero queimou vivos 107 judeus convertidos ao cristianismo. Isso sem falar na cobrança de indulgências, loteamento do céu e aplicação de preços monetários para que os fiéis chegassem ao Paraíso. Tudo em nome de Deus.
                      Na Idade Média, a Igreja havia proibido que mulheres cantassem no coral das igrejas.
          Para não ficar sem as necessárias vozes sopranos, os representantes de Deus encontraram uma solução ungida: castrar jovens meninos cuja voz tenha sido considerada bela. Assim, nos corais da Santa Igreja não faltariam nunca os sopranos e contraltos.
                      Mas não é só sob o manto do passado que se esconde a ficha criminal da Santa Sé. Adaptada ao presente, o único senão é a proibição de mandar gente para a fogueira. Duas modalidades veneradas por padres atualmente são a pedofilia e o abuso sexual de mulheres. Só nos Estados Unidos, recentemente foi constatado que 1,2 mil sacerdotes teriam abusado
          de mais de 4 mil crianças. O lamaçal que envolveu 161 dioceses, desmoronou algumas delas, que tiveram que ser fechadas para pagar indenizações às vítimas. O abuso à mulheres também é comum nas paróquias mundiais. A socióloga da religião, Regina Soares Juskewicz lançou um pouco de luz nas trevas paroquiais. Num aprofundado estudo, ela analisou 21 casos de abusos dessa natureza e constatou que a prioridade da Igreja nesse tipo de crime é acobertá-lo a qualquer custo. Há até um decálogo que ensina os líderes a agir em face de abusos sexuais envolvendo padres. Nele inclui subornar a vítima em troca do silêncio,
          desqualificação pública da vítima e exaltação das qualidades do agressor, como bom prestador de serviços à comunidade. No último mandamento, a Igreja se posiciona do lado do agressor e faz todos os esforços para que o crime seja jogado no mar do esquecimento.
                       A Igreja não se importa de conviver com um rosário de pecados. O importante é não gerar escândalo. Em outras palavras: peque, mas esconda a sete chaves. O problema é que abuso de mulheres e crianças não é simplesmente pecado contra as leis divinas. É crime, sujeito a punição terrena, que inclui prisão e indenização da vítima.

                      Ainda vivo João Paulo II pediu perdão pelos “erros” da Igreja Católica ao longo dos tempos. Pronto. Num ato, a Santa Sé se redimiu para sempre com os milhões de injustiçados em séculos de história.

          FONTE:RECANTO DAS LETRAS.

          • Nas suas 95 teses, Lutero não fez alusão à Inquisição, inclusive ele teve sua própria inquisição para manter sua Reforma Protestante. Quanto aos crimes contra a humanidade, os Estados Unidos, de maioria protestante, apoiava a escravidão negra, com requintes de crueldade até piores que os aplicados nos países católicos. Estude, Luciano, estude. Talvez um dia você chegue aos pés desta “abominação”.

          • Tua igreja e continuação do imperio romano, ou seja, juntando o tempo dos dois, são 2200 anos, seja de escravidão, imposição, domínio, destruição dos contrários, hegemonia via força bruta. roubalheira, discriminação, conversão à força dos judeus e de outros credos ao catolicismo, morte dos contrários.

            O Brasil, católico, foi o último país a fornecer soberania aos negros no mundo todo, que foi usado em praticamente todos os países católicos, que nunca se opôs a essa prática.

  3. O pastor critica, mas esquece das semelhanças que há entre islamismo e protestantismo, então vamos lá:
    A semelhança do islamismo com o protestantismo
    Muitos não sabem que o Islamismo está sempre exercendo uma influência sobre o protestantismo e os dois tem muitas semelhanças.
    No Islamismo é somente o Alcorão
    No Protestantismo é somente a Biblia
    Aos 40 anos de idade o anjo Gabriel aparece a Muhammad, ordenando que recitasse uma mensagem divina (o livro sagrado) e estas revelações continuaram por 23 anos até a morte de Muhammad no ano 632 d.C.
    No protestantismo as seitas surgem muitas vezes através de “revelações divinas” com doutrinas contraditórias como se Deus fosse contraditório.
    A intolerâcia religiosa é comum no protestantismo e no islamismo. No islamismo movidos por ódio, falso zelo, fanatismo religioso, praticam a iconoclastia, ou seja perseguição aos católicos com destruição de imagens sagradas de igrejas católicas ou não. No protestantantismo também movidos por ódio e falso zelo, muitos pastores incitam os seus fiéis a fazerem o mesmo contra a igreja Católica, como é comum se ver nas redes sociais e páginas policiais.
    Em relação às imagens, é muita hipocrisia essa perseguição contra os católicos e religiões de origem africanas, haja visto que muitas igrejas evangélicas usam imagens. Fica a pergunta: por que então não se vê um protestante quebrar imagens de outras igrejas protestantes? A resposta: intolerância contra a Igreja Católica Apostólica Romana.
    No islamismo, a religião é imposta aos que não são da mesma crença. Uma imposição com mortes e perseguição.
    No protestantismo não há diferença porque os protestantes surrupiaram sob sangue derramado, todos países ricos antes católicos. É sabido que os saqueadores sempre gananciam as coisas de maior valor de suas vítimas, nem que para isso as exterminem. Tal procedimento histórico praticado pelo protestantismo. ( saiba mais sobre cada país no site fim da farsa )
    Há muitos outros países ricos que continuam católicos, como o Canadá, Suíça, Austrália, Itália, França, Irlanda, Bélgica, etc., que muito enganador protestante omite porque não os conseguiu surrupiar.
    Todos os países ditos “protestantes e ricos”, já eram ricos e católicos antes do protestantismo ser fundado no século 16 e confiscá-los. O povo foi obrigado a “engolir” o protestantismo porque os reis e príncipes cobiçavam as terras e bens materiais doados pelos católicos à Igreja. Prova isto o fato de que as primeiras providências eram recolher ao fisco real, tudo o que da Igreja Católica poderia se converter em dinheiro. Daí veio a “riqueza” protestante.

    Os reais países colonizados pelos protestantes continuam pobres, miseráveis ou na semi-barbárie, são eles a África do Sul, Índia, Nigéria, Botswana, Jamaica, Bahamas, Guiana e São Vicente e Granadinas. Por que os protestantes não os enriqueceram?
    Os protestantes eram tão incapazes que sequer se esforçaram para evangelizar o povo destes países, parecem ter surgido apenas para implicar com a Igreja Católica. A grande Índia por exemplo, foi abandonada por eles, e seu pobre povo continua a ser entregue aos diversos deuses pagãos. Isso sempre é omitido pelos protestantes que preferem fazer cultos arruaceiros dentro de ônibus e metrôs dos países católicos.
    Vale a pena fazer um estudo sobre a inquisição protestante e esclarecer sobre a danosa e tenebrosa chegada do protestantismo ao Brasil marcado com carnificina, intolerância, vandalismo e destruição que promoveram para implantar o protestantismo. (vale a pena ver essa verdade documentada, relatos sobre morte de religiosos, de padres, de fíeis, igrejas incendiadas e etc. ver no site o fim da farsa)
    Nos costumes também há semelhanças: no Islã as mulheres se vestem com os seus véus e roupas compridas que cobrem praticamente todo o corpo, pois para o Islã não só no momento da oração, mas também em todos os momentos, a mulher deve cobrir “o corpo todo”, “com exceção do rosto, das mãos e dos pés” [quando estiver orando] e não deve “usar roupas transparentes ou apertadas que marquem o corpo.”Por exemplo, as mulheres que frequentam seita “igreja” Evangélica Assembleia de Deus dos últimos Dias, também se vestem de forma semelhante pois vestem “os chamados ‘roupões’ (vestidos londos que não delineiam o corpo feminino) “revelados” pelo Espírito Santo de Deus e aprovado pelas santas do Senhor, da mesma forma que no Islã as mulheres escondem seus cabelos, nesta denominação os cabelos das mulheres também ficam escondidos pois “os cabelos devem ser presos em coque, para não serem usados como instrumentos de vaidade ou atrair os homens.”
    Por causa de sua fé os seguidores do Islã não podem ter em suas casas nenhum cachorro, pois “os anjos não entram na casa daqueles que têm cachorro e estátuas.”, segundo a suas crenças. Encontra-se uma forma radicalizada deste pensamento na doutrina da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, não com o temor dos anjos não entrarem na casa, mas destes animais de estimação serem uma porta de entrada para espíritos malígnos, então não é permitido a criação de nenhum tipo de animal, qualquer espécie ou tipo de bichinhos de estimação (pelúcia). Isto se dá aos animais serem seres irracionais, incapazes de se defenderem de ataques de espíritos malígnos, trazendo males como enfermidades, dissensão, improsperidades e etc. nem mesmo é permitido o uso de plantas em vasos, porque as plantas também possuem vida e estariam presas em vasos. Pois também há possiblidade dos espíritos maus se esconderem nas tais, como nos animais. Conforme o pensamento dessa seita.
    Uma das obrigações de todo o muçulmano é jejuar durante o mês do Ramadan, este deve “abster-se, desde o raiar da aurora até o pôr-do-sol, da ingestão de qualquer espécie de alimentos e/ou bebidas, assim como fumar e fazer sexo, ou seja o jejum no Islã tem dia e hora marcada para ser realizado, querendo ou não o muçulmano terá que fazer pois se não fizer terá a seguinte punição: libertar “um escravo, ou que faça jejum durante 60 dias seguidos para cada dia não jejuado, ou que dê de comer a 60 pessoas pobres.”
    Ocasionalmente a Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB), convoca as suas igrejas filiadas para a “Semana Nacional de Oração e Jejum”, o qual todos os evangélicos desta seita devem orar e jejuar por um motivo preestabelecido e em muitas igrejas aqueles que se recusam a jejuar, enfrentam a reprovação de seu líder e de sua comunidade.
    A ala mística do Islamismo é representada pelos sufis que seguem todas as regras do Islã, mas que almejam um contato mais íntimo com Deus através de “devoções e práticas meditativas e espirituais”, os sufis ficam rodopiando até entrar em transe e assim ter este contato íntimo. Em muitas seitas “igrejas” evangélicas é cena comum ver membros “cheios do Espírito Santo” rodopiando de forma semelhante parecendo que está em terreiro de macumba.
    Todos sabem que no islamismo existe a extrema direita e extrema esquerda.
    Também não é novidade que no protestantismo, encontra-se extremas semelhanças entre a direita e a esquerda como no Islam. Enquanto um lado interpreta as Escrituras de uma forma, o outro a entende de modo contrário.
    Cada doutrina ensinada por uma igreja protestante é negada por outra como por exemplo :
    O inferno existe, o inferno não existe;
    divorciar, não divorciar
    Batizar crianças , não batizar as crianças;
    consagração de pastoras, não consagração de pastoras.
    Jesus Cristo é Deus, Jesus Cristo não é Deus
    Observar o sábado, observar o domingo. Em resumo: uma babel, uma bagunça!
    A doutrina protestante é divergente, exceto no básico, que Deus existe.
    Então qual a raiz do problema? Jesus Cristo ensinou somente Uma Verdade? Ou não
    Palavras de Lutero:
    “Este não quer o batismo, aquele nega os sacramentos; há quem admita outro mundo entre este e o juízo final,quem ensina que Cristo não é Deus; uns dizem isto, outros aquilo, em breve serão tantas as seitas e tantas as religiões quantas são as cabeças”
    ( Luthers M. In. Weimar, XVIII, 547 ; De Wett III, 6l ).
    Para o protestantismo, é a Torre de Babel novamente.
    O Protestantismo e o islamismo são medonhos, melancólicos, sombrios, alarmantes, apavorantes, arrepiadores e arrepiantes, assombradores e assombrosos, atemorizantes, intimidantes, temíveis e terríveis.
    O fim do protestantismo e do islamismo será vergonhoso e terrível, acabarão pior do que as milhares de seitas gnósticas que se diziam as guardiãs da verdade no tempo da igreja primitiva, levando seus seguidores pouco a pouco ao ateísmo e a loucura.

    • Emanuelle , parabéns pelo texto., confesso que diante de tanta semelhança dos hereges evanjegues com os islâmicos fiquei perplexo., realmente o povo brasileiro precisa abrir os olhos ., estas seitinhas de esquinas estão infestadas por todo país ., enganando surrupiando os dízimos e alienando o povo.,.

      Paz e bem

  4. O lado escuro do vaticanoLivro revela como a Igreja Católica ajudou o nazismo e outras ditaduras.

    “Se o papa ordena liquidar alguém na defesa da fé, faz-se isso sem questionamentos. Ele é a voz de Deus e nós somos a mão executora.” Assim pensava o cardeal italiano Paluzzo Paluz zi, que no século XVII exerceu o cargo de chefe da Santa Aliança – o temido serviço secreto do Vaticano, na Itália.

    E assim raciocinavam também ao menos outros 39 religiosos que atuaram no comando das
    organizações de espionagem e contraespionagem ligadas ao Estado do Vaticano desde a sua criação em 1566. Fartamente documentadas, as revelações estão detalhadas no livro “A Santa Aliança: Cinco Séculos de Espionagem do Vaticano” (Editora Boitempo), do jornalista e pesquisador Eric Frattini.

    Ele embasa as suas afirmações em amplas pesquisas realizadas há pelo menos 12 anos em arquivos oficiais da Igreja de diversos países.

    A Santa Aliança foi criada por ordem do papa Pio V com o
    objetivo de assassinar a rainha Isabel da Inglaterra, que era protestante, para restaurar o catolicismo no país. De lá para cá, 40 pontífices assumiram o comando da instituição e atuaram com mais ou menos rigor junto aos trabalhos de seus espiões. Segundo Frattini, houve um único papa que dispensou categoricamente os serviços desse organismo. Trata-se do papa João XXIII. Ele teve a coragem de enfrentar esse setor do Vaticano, que em seu entendimento trazia mais problemas do que soluções ao pontificado, e por isso ficou historicamente conhecido como o Papa Bom ou o Papa da Bondade.

    Uma das atuações mais polêmicas da Santa Aliança se deu durante a Segunda Guerra Mundial. Foi quando entrou em vigor a chamada Operação Convento, que ajudou na fuga de criminosos de guerra nazistas, entre eles o general da SS Hans Fischbock, o tenente-coronel da SS Adolf Eichman e o médico de Auschwitz Josef Mengele. O padre Karlo Petranovic e o bispo Gregori Rozman, notório antissemita, foram bastante ativos nessa época. Na década de 70, o autor menciona a atuação da Aliança na perseguição aos sacerdotes progressistas que defendiam a Teologia da Libertação, entre eles o brasileiro Leonardo
    Boff, ações que contaram inclusive com o apoio da CIA, agência secreta americana. A Igreja também teria incrementado os fundos do Banco do Vaticano através da venda de armamentos a países em conflito. Frattini dá como exemplo o que se passou durante o pontificado de João Paulo II, o papa João de Deus: proprietário de 58% da companhia armamentista Bellatrix, com sede no Panamá, o banco faturou comercializando mísseis Exocet com o governo ditatorial da Argentina durante a Guerra das Malvinas travada entre o país e a Inglaterra em disputa das Ilhas Malvinas (ou Falklands), na década de 80.

    As conexões internacionais do Vaticano são vastas: o dinheiro obtido com a venda desses mísseis teria sido usado para financiar o sindicato Solidariedade, na Polônia, e diversas ditaduras sul-americanas. Além da Argentina, houve intervenção na ditadura de Anastasio Somoza (Nicarágua), de François Duvalier (Haiti), Maximiliano Hernandez Martínez (El Salvador), entre outras. Depois que Ronald Reagan assumiu o poder nos EUA, a organização passou a contar efetivamente com o apoio da CIA, o que a tornou ainda mais atuante. Entre 1979 e 1982, cinco cardeais envolvidos em um
    inquérito que apontava irregularidades no Banco do Vaticano morreram em decorrência de motivos diversos – essas mortes teriam sido encomendadas para prevenir que esses religiosos acabassem por revelar segredos da Santa Aliança. Essa teoria conspiratória lembra os romances de Dan Brown, autor de “Anjos e Demônios” e “O Código Da Vinci” ? Claro, com a diferença que os fatos e os personagens não são mera coincidência.

  5. Pergunta: “É a adoração a santos e a Maria bíblica?”

    Resposta:A Bíblia é absolutamente clara ao dizer que devemos adorar somente a Deus. As únicas ocorrências na Bíblia de alguém, além de Deus, recebendo adoração, são em relação a falsos deuses, que são Satanás e seus demônios. Todos os seguidores do Senhor Deus rejeitam adoração a eles dirigida. Pedro e os apóstolos se recusaram a ser adorados (Atos 10:25-26; 14:13-14). Os santos anjos se recusaram a ser adorados (Apocalipse 19:10; 22-9). A resposta é sempre a mesma: “Adora a Deus!”

    Os católicos romanos tentam “fazer vista grossa” a estes claros princípios escriturais dizendo que não “adoram” Maria ou santos, mas que, ao invés, somente “veneram” Maria e os santos. Usar uma palavra diferente não muda a essência do que está sendo feito. Uma definição de “venerar” é “olhar com respeito e reverência”. Em nenhum lugar da Bíblia a nós é dito para que reverenciemos qualquer um que não seja Deus, e apenas Deus. Não há nada de errado em respeitar estes cristãos cheios de fé que nos antecederam (veja Hebreus capítulo 11). Não há nada de errado em honrar Maria como a mãe
    terrena de Jesus. A Bíblia descreve Maria como “agraciada” do Senhor (Lucas 1:28). Ao mesmo tempo, não há qualquer instrução na Bíblia para que reverenciemos aqueles que já foram para o Céu. Devemos sim seguir o exemplo que deram, mas não adorá-los, reverenciá-los ou venerá-los, não isso!

    Quando forçados a admitir o que eles fazem, ou seja, adorar Maria, os católicos dizem que eles adoram a Deus através dela, louvando a maravilhosa criação que Deus fez. Maria, em suas mentes, é a mais bela e maravilhosa criação de Deus, e louvando-a, eles estão louvando seu Criador. Para os católicos, isto
    é o mesmo que elogiar um artista por meio do elogio a sua escultura ou pintura. O problema com isto é que Deus explicitamente ordena contra a adoração a Ele através das coisas criadas. Não devemos nos curvar e adorar qualquer semelhança do que há em cima nos céus nem embaixo na terra (Êxodo 20:4-5). Romanos 1:25 não poderia ser mais claro: “Pois mudaram a verdade de Deus em mentira, e honraram e serviram mais a criatura do que o Criador, que é bendito eternamente. Amém.” Sim, Deus criou coisas maravilhosas e surpreendentes. Sim, Maria era mulher piedosa, que é digna de nosso respeito. Não, absolutamente
    não devemos adorar a Deus de forma “indireta” ao louvarmos outras coisas (ou pessoas) que Ele criou. Fazê-lo é óbvia idolatria.

    A maioria dos católicos “venera” Maria e os santos orando a eles. Como demonstra o artigo seguinte, a oração a qualquer um que não seja apenas Deus é antibíblico – orar a santos e Maria. Se Maria e/ou os santos recebem orações, ou petições, isto é prática não-bíblica. A oração é um ato de adoração. Quando oramos a Deus, estamos admitindo que precisamos de Sua ajuda. Direcionar nossas orações a qualquer um que não seja Deus é roubar de Deus a glória que é
    somente Sua.

    Outra forma que os católicos têm de “venerar” Maria e os santos é criando estátuas e imagens deles. Muitos católicos usam imagens de Maria e/ou dos santos como “amuletos de boa sorte”. Qualquer leitura superficial da Bíblia irá revelar que esta prática é evidente idolatria (Êxodo 20:4-6; I Coríntios 12:2; I João 5:21). Rezar passando os dedos nas contas do rosário é idolatria. Acender velas perante uma estátua ou retrato de santos é idolatria. Enterrar uma estátua de José na esperança de vender sua casa (e outras incontáveis práticas católicas) é idolatria.

    A terminologia não é a questão. Se a prática é descrita como “adoração” ou “veneração”, ou qualquer outro termo, o problema é o mesmo. A qualquer momento que creditarmos algo que pertence a Deus a qualquer outro alguém, isto é idolatria. A Bíblia, em nenhum lugar, nos instrui para que reverenciemos, oremos, confiemos ou “idolatremos” qualquer um que não seja Deus. Devemos adorar somente a Deus. Glória, louvor e honra pertencem somente a Deus. Somente Deus é digno de “…receber glória, e honra, e poder…” (Apocalipse 4:11). Somente Deus é digno de receber nossa adoração,
    exaltação e louvor (Neemias 9:6; Apocalipse 15:4).

    • Lucianta mamador de jeba do Brás , adorador do edirzimo .,. Faça um favor pros internautas ., vai pagar dízimos ., pois o macedao precisa pagar os artistas da record .,kkkk

      É o valdosandiablo. Tá quebrando.,kkkkk

      E não enche o saco herege perseguidor dos anjos e Santos de Deus., ninguém dá mas atenção para os seus textos imbecís .,só escreve bosta.,.

      Deixa de safadeza sujeitinho asqueroso, seguidor de seitinhas mundanas., mercenarios.,

    • …HILDA FURACAO E MAE DE UM GAY QUE SUSTENTA ELE E O BOFE!

      A SUA MAEMANUAELLE ALEM DE PRINCINICA SEM RUELA DEVE TER OUTRO NOME DE GUERRA, DEVE SER:
      CUKA;
      VACA LOUCA;
      BRUXA DO 71;
      A MULHER DE 300 HOMENS;
      ETC, JA QUE SUA MULHER E CONHECIDA POR “MULHER DE CORNO” E SUA FILHA POR “GARGANTA PROFUNDA”!

      • Todo os internautas sabem que seu nome de guerra na praça da república e Hilda furacão.,.

        A torcida do Corinthians sabe que seu nome guerra e Hilda furacão do Brás mamador de jeba de pastorecos.,

        Hilda furacão .,kkkkk Hilda furacão.,kkkk Hilda furacão kkkkk

        Tudo bem alguns , chamam vc de hildeota herege protestante do Brás.,kkkk

        Mas sempre que posso eu corrijo a negada ., o sujeitinho asqueroso do ku arrombado ., chama Hilda furacão.kkkkk

        Agora a culpa sujeitinho , não é sua a culpa é da velha nojenta da vaca da sua mãe., tanto nome é ela coloca Hilda furacão ., fazer o que né peste.kkkkk

        Vou sugeri uns nominho que lhe cai muito bem ., atenção negada aqui do g+

        Hildeota chupetinha de urso do Brás.kkkkk
        Hildeota mamador de jeba do Grajaú.,kkkk
        Hildeota cara de égua .kkkk
        Hildeota ku de brasa.,kkkk
        Hilda furacão., esse é só para lembrar.,a negada.,kkkk

        Hildinha ., este é para os mais íntimos da fofa.,kkkk

        Hilda furacão este faz a alegria da negada da ZL., o bicho é tinhoso sabe satisfazer os cafajestes da cohab., põe as duas mãos no joelho e grita oh gloriiias.,kkkk

        Põe a mão no joelho dá uma baixadinha vai descendo gostoso balançando-se bundinha.. Vai ., vai na abaixadinha vai hildidinha do Brás kkk

        • Oi turma é só para lembrar hiiiiiiiiilllllldddddaaaa fffffuuuurrrrraaaacccaaaao.,

          Resumindo Hilda furacão.,kkkkkk

          Apartar de hoje , vamos responder como o nominho da biba correto.,.

          Hildinha furacão., os texto que não vier com o nome correto do evanjegue do Brás , serão automaticamente deletados.,

          Mais uma vez Hilda furacão evanjegue protestante do Brás., kkk

          Valeu negada.,do g+

          • O LOPUTA CORNO, A NEGADA TA NA TUA CASA NA MAIOR SURUBA COM TUA FILHA!

            AS MAOS NA CABECA E DECENDO NA GARRAFA TA A PUTA CHEFE DA ZONA QUE VOCE MORA, VUGA SUA MAE!

            FOI COM ELA QUE TU FICOU VICIADO EM PINGA OU COM TEU PAI QUE VOCE APRENDEU A SER CORNO?

            OU AS DUAS COISAS EM UMA?

            LOLITA?

            LOPESTE BUBONICA?

            LOPESADO DE GAIA?

            JA SEI, VC PREFERE SER CHAMADO DE:
            T U F A O
            O XIFRUDO MAIS FAMOSO DA GLOBO E AGORA DO G.NOTICIAS!

            LEMBRANCAS A CARMINHA!

            E AO CAFETAO DO BAR QUE COME TUA PINGUCA MAE!

          • AI CHIFRUDO!

            BOM, SENDO ASSIM PODEMOS ESCOLHER PRA VC:
            LOPESTE BUBOMICA;
            LOPUTA;
            LONBRIGOIDE.
            ACHO QUE FICA BEM EM VOCE TUFAO, O CORNO MAIS FAMOSO DA TV!

            SE PREFERIR TE CHAMO DE REI DO GADO, EM HOMENAGEM A TURMA QUE BRINCA DE CAVALINHO COM TUA ESPOSA!

    • A NEGADA TA INDO PEGAR A TUA HILDA FURACAO CORNAO!

      E ACHO QUE VOU TE CHAMAR DE REI DO GADO EM OMENAGEM A GALERA QUE BRINCA DE CAVALINHO COM TUA FIEL ESPOSA!

      OU PREFERE TUFAO?

      • Passei só para lembrar a negada deste site.,. Não esqueçam ao responderam às ofensas do herege protestante hildeota ., postem Hilda furacão., do Brás.,.

        Hilda furacão., Hilda furacão., Hilda furacão., kkkkkk

        Só mais uma vez para gravar ., Hilda furacão.,

        E já avisei respostas sem o nome correto desta peste , serão deletados.,

        A direção.,.kkkkk

  6. 10 motivos bíblicos para não ser Católico Apostólico Romano

    O Catolicismo Romano afirma ser o único representante na terra da fé Cristã. Ensinam que fora da igreja Católica Romana não há salvação. Quando o papa Bento 16 veio ao Brasil em 2007, disse em seu discurso que os Católicos devem ser mais práticos em sua fé, com o objetivo de deter o avanço das seitas (ele considera como seita, todo seguimento cristão que não tem vínculo com a igreja Católica) na América do Sul.

    Será a seita Romana a verdadeira representante de Cristo na terra? Será que salvação em Cristo só no Catolicismo Romano? Estará certo o papa Bento 16, ao chamar de seita qualquer outro seguimento Cristão que não esteja ligado ao Catolicismo. Iremos responder a estas e outras indagações neste estudo.

    DEZ RAZÕES BÍBLICAS PORQUE NÃO SOU CATÓLICO APÓSTOLICO ROMANO.

    I – A igreja de Cristo não nasceu em Roma, mas em Jerusalém.

    a. O catolicismo romano nasceu somente em 325 d.C. com o concílio de Nicéia, promovido por Constantino, imperador de Roma. Ela recebeu esse nome em 381 com o imperador Teodósio.
    b. A bíblia revela que o início da igreja cristã foi trezentos anos antes em Jerusalém, e não em Roma. Lc. 24: 47-49; At.1:4, 8, 12-14; 2: 1-5, 37-47.

    II – A autoridade da bíblia está acima da autoridade de qualquer igreja.

    a. A igreja católica em 1546 colocou a tradição da igreja em pé de igualdade com as escrituras. Isto significa que só a igreja romana determina o que é verdade e o que não é na bíblia.

    Exemplo: No século IV a igreja romana estabeleceu as orações pelos mortos e sinal –da- cruz feito no ar. No ano de 1100 d.C. introduz na igreja o culto dos anjos.

    b. Mt.15:3; Mc.7:13; II Tm.3:16. A bíblia tem autoridade suprema e não a igreja. Devemos aceitar a
    verdade da palavra de Deus e não uma interpretação particular de uma entidade. I Co.4:6; Ap.22:18

    III – A história da igreja e acima de tudo a bíblia nos ensina que só devemos aceitar 66 livros da escritura como inspirado por Deus e não 73.

    a. Os 7 livros a mais na bíblia católica foram acrescentados em 8 de Abril de 1546 no Concilio de trento (1545-1563). São estes os livros: Tobias, Judite, Sabedoria de Salomão, Eclesiástico, Baruque, A epístola de Jeremias, 1 e 2
    Macabeus e acréscimos feitos a Ester e a Daniel.

    b. Wayne Grudem alista 4 fatos que comprovam que você não deve recebê-los com Palavra de Deus.

    b.1. Eles não atribuem a si a inspiração divina; b.2. Não foram considerados como palavra de Deus pelo povo judeu; b.3. Não foram considerados como escritura por Jesus nem pelos escritores do novo testamento; b.4. Contêm ensinos incoerentes com o restante da bíblia.

    Exemplos: Baruc diz que Deus ouve as orações dos mortos (3.4); II Macabeus pede desculpas por seus erros, 15:36-39.

    IV – Seguir o Catolicismo é praticar espiritismo, que é condenado por Deus.

    a. A partir do momento que os sacerdotes católicos ensinam os seus seguidores a intercederem a Maria, João, José, Pedro ou a qualquer outro que está morto. Ensinam praticas espíritas que é consultar os mortos.

    b. Deus condena veementemente consultar os mortos, Dt.18:9-14; Is.8:19-22.

    V – A idolatria é um grande pecado diante de Deus.

    a. O 3° catecismo-p. 75 da igreja católica ensinam que se deve prestar honra e veneração às imagens de escultura.

    b. A imagem de escultura que é o mesmo que ídolo é condenado
    expressamente por Deus, Ex.20:4; Dt.7:25-26; Hc.2:18-19; Os.4:12; Mt. 4:10.

    VI – O batismo é uma confirmação de fé e não um meio de Salvação.

    a. A igreja católica ensina que o batismo infantil deve ser realizado como meio de salvação. Acredita-se que se a criança morrer sem se batizar, irá para o limbo e ficará numa sombra eterna sendo considerada pagã.

    b. Segundo a bíblia o batismo trata
    de um ato de obediência que expressa fé do batizando em Cristo. Uma criança não tem entendimento suficiente para obedecer e expressar sua fé em cristo. Aliás, o próprio salvador foi batizado aos 30 anos de idade, Lc.3:21-23; Mc.16:15,16.

    VII – A palavra de Deus me ensina que só Jesus não cometeu pecado algum.

    a.Hb.9:28.1. O ensino católico diz que Maria a mãe de Jesus foi uma mulher que não cometeu pecado algum.

    b. Em Lc. 6:46-47 A própria Maria declarou-se pecadora como qualquer outra pessoa. Em Lc.2:22-24, ela mesma se incluiu no sacrifício de um par de rolas pelo seu pecado.

    VIII – Jesus é o único intercessor entre Deus e os homens.

    a.I Tm.2:51. A igreja católica coloca Maria e muitos outros como intercessores entre Deus e os homens.2. O próprio Jesus nos ensinou que Devemos pedir ao Pai
    em Seu Nome, Jo. 15:16; 16:23, 34.

    IX – Cristo é o único e grande fundamento da igreja.

    a. A história revela que o papado foi instituído com fins políticos. O primeiro papa foi Leão I (440-461d.C.) e não Pedro. O título de papa não existe na bíblia, Ef. 4:11.2. Usa-se Mt. 16:16-19 para afirmar-se que Pedro foi o primeiro papa. O termo usado por Jesus para Pedro é pedra. Contudo a palavra no grego é “petrós”. Jesus empregou-a com o sentido de “pedrinha”. Já para a palavra pedra,
    da frase “sobre esta pedra edificarei a minha igreja”. Jesus usou o termo grego “petras” para designar rocha (grande pedra). A bíblia ensina que Pedro não passa de uma pequena parte da edificação. Ele mesmo escreveu que Jesus é a pedra de esquina, I Pe.2:4-10.

    X – Salvação Eterna só em Cristo Jesus.

    a. Para o catolicismo, as boas obras ajudam na salvação.

    b. Tal crença despreza o grande
    amor de Deus. Somos salvos pela graça e não por méritos pessoais. A bíblia nos dá grandes respostas sobre a doutrina da salvação:

    b.1. A salvação só vem de Deus, Is.12:2; 25:19; I Tm.4:10; b.2. Salvação só por meio de Cristo. Jo.10:9; At.4:12; Rm.5:1,9; I Ts.5:9; b.3. A salvação é um dom imerecido de Deus, Jo.3:16; Ef.2:8, 9.

    “Porque nada podemos contra a verdade, senão pela verdade”. II Cor. 13:8

  7. çabiçhão tagarella o enççiççlopediççta kkk
    voltou??? tinha sumido!!!! kkkk

    já sei
    estava se recuperando da “esfrega/vergonha” que o NOSFERATU, te fez passar???? kkkkk

DEIXE UMA RESPOSTA