Pastor é condenado à prisão por protestar contra a legalização do casamento gay

27

Um pastor evangélico foi preso por ofensas a homossexuais durante um protesto realizado em uma sessão plenária do parlamento do Chile.

Javier Soto protestava contra a proposta de aprovação do casamento gay no país durante a votação do projeto, quando passou a se referir aos deputados favoráveis ao casamento gay como “sujos” que iriam “para o inferno”.

Antes de ser contido, afirmou ainda que a prática homossexual era um pecado: “Isso é uma vergonha, homens com homens”, esbravejava.

Diante do tumulto, o deputado Ricardo Rincón, presidente da Comissão de Constituição, pediu que se investigasse como o pastor conseguiu entrar na reunião, e Soto respondeu dizendo que tinha sido convidado pelo parlamentar evangélico Jorge Sabag, de acordo com o site La Tercera.


O pastor foi ouvido pela Polícia e liberado, mas voltou a ser preso dias depois, acusado de ofender e agredir o porta-voz do Movimento de Integração e Libertação Homossexual, grupo ativista liderado por Rolando Jiménez no Chile.

Após a prisão, os ativistas gays moveram um processo contra o pastor, dizendo que ele os perseguia constantemente e incentivava outros evangélicos a fazerem o mesmo.

Ouvido pelo Tribunal, o pastor Soto disse que sua postura estava “correta, porque [nós evangélicos] não somos covardes. Temos de defender aquilo que acreditamos”, e acrescentou que estava sendo perseguido por pregar contra a “perversão e obscenidade” da militância homossexual.

“O que me dá força é que devo continuar a pregar o evangelho. Se for o caso de agora pregar somente aos presos, pregaremos”, concluiu, antes de ouvir a sentença de prisão por 541 dias. No entanto, Soto admitiu a agressão ao ativista gay em troca da redução da pena para 60 dias.

A condenação do pastor foi comemorada por ativistas ateus do Chile, que publicaram uma nota dizendo que “a religião é uma escolha pessoal”, e por isso não haveria razões “para ir gritar” com as demais pessoas sobre suas crenças. “Quem não está cansado disso?”, questionaram.

27 COMENTÁRIOS

  1. UI, CREDO! Não precisa rodar a baiana, né pastor. Pois é, então! Quando viu a pena de 541 dias, a fé do pastor foi para o vinagre. Correu logo reconhecer o erro. VAI QUE COLA!

  2. Somente a esquerda tem o monopólio dos protestos, no caso deles vale tudo, masturbação com imagens sacras, desfilar pelado, beijo gay em culto cristão e por aí vai.

    Enfim, depois que o Chile se rendeu ao Bolivarianismo nas ultimas eleições começou sua derrocada, aguarde e verão a ruina do unico país que prestava nessa América Latrina.

    Que o Paraguai não caia nessa e que o Brasil se livre disto.

    Já o Pastor poderia se portar de forma melhor, quem sabe como um Cristão, talvez.

    • STARDUST
      DEIXA DE SER HIPÓCRITA LANÇA UM ALINHA TENUE COMO SE ESTIVERA EM DEFESA DA BÍBLIA E DA FAMÍLIA E DA IGREJA , PARA LOGO DEPOIS MOSTRAR A QUE VEIO SENTAR O PAU NOS PRS. E NA BÍBLIA, SE PORTAR MELHOR KKKK

  3. Depois quando os livre pensadores denunciamos esses evangélicos fundamentalistas como dominionistas e radicais teocratas, ainda tem evangélicos ingênuo que contesta.

    Que sirva de exemplo a prisão do fanático, pois isso inibirá semelhante desrespeito aos direitos dos homoafetivos – bem como às liberdades civis em geral – do acesso de fúria de outros fundamentalistas alienados que pensam que suas crenças jurássicas devem ser impostas ao conjunto da população. E parabéns ao parlamento chileno!

    • Concordo que ele realmente deveria ser retirado do local e detido. Ele não tem o direito de ir causar distúrbios.

      Mas deixe-me lembra-lo meu caro Sandro, que no episódio em que o Fleiciano pediu pra prender os gays que estavam “protestando”(fazendo arruaça), ele foi duramente criticado por vocês.

      Então agora o parlamento chileno está de parabéns, mas no caso citado foi repressão?

      Então agora usa-se dois pesos e duas medidas?

      Aí quando eu digo que vocês quererm ter o “direito” de calar a boca das pessoas sou taxado de homofóbico!

      • Elder LIma, no caso que você se refere não se tratava de gays fazendo arruaça, mas de duas garotas que, em LOCAL PÚBLICO, se beijaram. Além disso, elas não foram presas porque ameaçaram, agrediram e ofenderam com xingamentos o pregador, mas apenas porque protagonizaram um beijo.

        Já o pastor, em questão, foi preso por xingar OS parlamentares no local onde eles se reuniam e, isto foi muito grave, por ofender e agredir – AGREDIR! – o representante do movimento gay no Chile, fato que o raivoso pastor admitiu logo depois na cadeia. Se você ainda não leu, leia o excelente texto do Andre, pois ele colocou a questão de um ponto de vista irretocável a não ser pelo único detalhe que ele acha que a homossexualidade é pecado.

        • Sandro

          Desculpe, respeito sua opinião, mas pra mim é o típico caso de “Se é comigo não pode, mas com os outros pode”

          Desculpe, não consigo encontrar coerência em seus argumentos quando defende um caso e condena outro.

          Você é um rapaz inteligente, mas precisa aprender a não meter os pés pelas mãos quando está defendendo seus ideais.

          Não se esqueça de que seu direito termina quando começa o do próximo, e vice-versa!

  4. O Cristão deve interferir na vida sexual dos descrentes?

    Jesus foi o percussor dos direitos humanos, ou seja, Ele não pregou para obrigar a população a agir de um jeito, antes deixou claro que as pessoas teriam liberdade de escolha religiosas e civis, e que o Evangelho é um convite a uma mudança e aproximação com Deus. Jesus não mandou seus discípulos protestarem contra seus opositores, nem contra leis do governo romano, Ele simplesmente mandou pregar as Boas Novas.

    Antes de Jesus haviam as leis de ordenanças, essas leis serviam como base para tomar satisfações das pessoas contra adultério, homossexualismo etc.

    A lei existente naquela época obrigava uma forma de comportamento e interferia na vida de quem praticasse transgressões contra Deus,e detalhe, essa lei dizia respeito aos judeus, ou seja, um povo especifico fazia uso dela, mas com a Nova Aliança, tudo isso foi finalizado, e os crentes em Deus, diferente do que ocorria no judaísmo (hoje não existe mais o judaísmo genuíno,visto que não há enfoque no cumprimento das ordenanças da época de Moisés), não mais interfeririam na vida alheia. A lei já teve seu papel cumprido de mostrar o pecado e sua consequência, os cristãos então pregariam exclusivamente o Evangelho com a ética de Cristo, o resto seria consequência!

    Recentemente, alguns políticos ditos cristãos, conseguiram fama por bradar contra o casamento gay e se envolverem em tensões com os grupos LGBTs, mas com que base bíblica eles lutam contra o tal do casamento gay? Nenhuma, pois eles não vivem num sistema Teocrático governado por Jesus, isso só vai acontecer no Milênio (e nada tem a ver com interferência humana).

    Paulo, nos ensinamentos doutrinários relativos a moral nas epístolas está falando com a Igreja, ou seja, a quem já aceitou Jesus,o apóstolo traz ensinamentos para cristãos, e não para descrentes, tentar força os descrentes a viverem uma vida igual a pregada na Bíblia é ilógico e desvia o objetivo dos textos.

    Hipocrisia

    Assim como o homossexualismo, o adultério é transgressão contra Deus, não existe pecadinho e pecadão. E Jesus foi claro, como registrado em Mateus 19:9, que a única condição para novo casamento é quando a chamada cláusula de exceção é atingida, com a fornicação/traição de um dos conjugues. Ou seja, se não tiver condições de reconciliação, o traído(a) está livre para casar de novo, quem contraria isso e casa novamente, permanece em adultério perante Deus, não dá para falar em arrependimento de alguém que não quer a restauração do seu antigo casamento e permanece em situação irregular em outro.

    O curioso é que não se vê os mesmos políticos ou pastores cristãos, que tem discursos inflamados a favor de cercear a liberdade dos descrentes, agirem para impedir novo casamento para divorciados (divórcio é a favor da família?), sem provas de traição. Pelo contrário, há inclusive pastores e políticos, que se dizem cristãos, trocando de esposas ou celebrando casamentos errados perante Deus, uma hipocrisia que resulta em péssimo testemunho cristão para os descrentes, isso tudo acaba por alimentar uma antipatia pelas denominações religiosas, ou até mesmo pelo cristianismo, dificultando a evangelização.

    Futuro sombrio

    “Sabemos que somos de Deus, e que todo o mundo está no maligno.”
    1 João 5:19

    Em porções proféticas da Bíblia já foi dito que o mundo se afastaria cada vez mais de Deus, ou seja, é informação dada pelo Deus Onisciente, que o mundo só tende a piorar em imoralidade. O cristão não pode mudar isso na marra.

    Alguns podem até dizer que isso não elimina o esforço ou “dever” de impedir essa união, porém não é isso que está no Evangelho.

    Impedir que pessoas descrentes do mesmo sexo casem legalmente nas leis dos homens, não vai acabar com o homossexualismo.

    Atacar diretamente a homossexualidade, trazendo todo o foco pra isso, e deixar Jesus como coadjuvante não é a forma correta e nem a ensinada na Bíblia, quem já leu o Novo Testamento com cuidado, sabe que a forma de pregação de Jesus não foi essa, Jesus lembra dos mandamentos algumas vezes a quem mostra interesse, e os apóstolos, fazem o mesmo em cartas direcionadas a outros cristãos contendo as doutrinas morais.

    Paulo no livro de Atos (cap.18), por exemplo, aparece pregando para os gentios gregos, ele mostra como a filosofia dos deuses gregos era fraca e nonsense, prega o Deus criador e a Ressurreição, e o arrependimento daquelas superstições idólatras todas. A santificação e uma vida conforme os planos de Deus virá da conversão do descrente (como aconteceu naqueles dias em Atenas com o episódio de Paulo), pregar a santificação para converter é o inverso do que foi ensinado, a santificação é consequência, não há sentido de falar para o individuo que não aceitou Jesus como Senhor de sua vida, que ele tem que ter um determinado comportamento de acordo com o ratificado justamente pelo mesmo Jesus que ele não aceita.

    E a adoção de crianças por casais gays?

    Quem é cristão sabe que não é ético abandonar um filho para adoção, e não irá fazer isso. Se for querer proibir a adoção de crianças por “casais” gays, tem que proibir também por pais adúlteros, violentos, e todos que tem comportamentos transgressores a Deus. Ou seja, isso é incontrolável, o cristão tem que se preocupar em dar bom testemunho e não em querer modificar o mundo na marra.

    Jesus e a Introspecção

    João 8:7 “Como insistissem na pergunta, Jesus se levantou e lhes disse: Aquele que dentre vós estiver sem pecado seja o primeiro que lhe atire pedra.”

    Jesus nesse episódio podia muito bem ter determinado para que o povo não apedrejasse a mulher, mas não, Ele agiu na consciência daqueles indivíduos.

    Conclusão:

    Não vivemos numa Teocracia dos tempos de Moisés, vivemos numa Democracia onde temos que conviver com pessoas de diferentes ideologias, não temos que sair fazendo manifestações, contra casamento gay, aborto etc. Quem é cristão e aceitou o convite do Evangelho, saberá que são coisas erradas, e que toda transgressão a Deus tem consequências espirituais e físicas, e obviamente não vai querer pratica-las, mesmo tendo uma lei humana que lhes deem tais direitos.

    Entrar em brigas com o sistema humano, tentando regular a vida do descrente, é um desserviço, o Evangelho não é uma imposição!

    • Andre, com exceção de sua visão da homossexualidade como pecado – com a qual não concordo por entender que a homossexualidade não constitui transgressão às leis de Deus, como demonstra cabalmente a teologia inclusiva – você escreveu um texto brilhante, altamente esclarecedor e que mostra como é possível haver, nesse obscuro, intolerante e retrógrado gueto fundamentalista, pessoas com discernimento e bom intelecto para entender a realidade e os fatos como eles são. Parabéns!

      • HOMOSSEXUALISMO NÃO É PECADO? COMO SE EXPLICAR O QUE ESTÁ ESCRITO NESTES TEXTOS?
        “Com homem não te deitarás, como se fosse mulher; abominação é;” (Levítico 18 : 22)
        “Não sabeis que os injustos não hão de herdar o reino de Deus? Não erreis: nem os devassos, nem os idólatras, nem os adúlteros, nem os efeminados, nem os sodomitas,” (I Coríntios 6 : 9). TUDO o que é conta a palavra de Deus é pecado, eu não sou perfeito, más, eu reconheço os meus erros e procuro mudar meus comportamentos e não tentar mudar a lei de Deus. Você tem visão apenas para está terra, Deus menciona uma nova terra, em que todas essas práticas serão exterminadas, por isso nós temos que nos adequar, lute contra esse desejo satânico. Entra em teu banheiro ou quarto e fica de joelhos e pedi a Deus forças para registe a esses desejos carnais. As mulheres são gostosas, sedutoras, feitas para atraírem os homens, vê se enxerga isso, tudo que Deus rejeita é para o nosso bem, se não existisse homossexualismo, adultério, prostituição no mundo, não EXISTIRIA AIDS NO MUNDO, VISTO QUE NÃO TINHA COMO ELA SE TRANSMITIR, ALÉM DE OUTRAS DST’s

        • São visões bíblicas superadas, Geoglau, da mesma forma que estão superadas as proibições para usar tecidos misturados, apedrejar transgressores do sábado e garotos desobedientes a pais e mães, proibir mulheres de falar na igreja e ensinar a seus maridos, etc.

          A Bíblia não é um livro para ser lido como o jornal das 08:00 e obedecido como o código civil: é um livro para ser interpretado de acordo com o tempo, lugar, circunstâncias, cultura, destinatários das mensagens, motivações, etc.

          • Quanto a sua imbecilizante referência a Aids, devo lembrá-lo de que também não existiria doenças se não houvesse os descuidos com alimentação e saúde; como também não haveria a fome, a miséria, a violência se não houvesse um regime capitalista selvagem, excludente e predador – apoiado por crentes – em que 1% da população fica com a metade de toda a riqueza produzida no mundo e fazendo com que celebridades do futebol, do cinema, da luta livre, de pastores vendilhões do Evangelho, ganhem sózinhos verdadeiras fortunas enquanto bilhões de seres humanos passam fome, isso tudo sem falar que se não existisse o fundamentalismo religioso não haveria a violência e o estelionato em nome da fé.

    • Querido meu nome é Marcos seu comentário e verdadeiro quando VC fala de empurrar o evangelho guela abaixo de ninguém, mais a própria palavra me garante que vão para o inferno todos que praticam ,tantos os que aprovam RM:1,32

    • andré nunca vi tanta asneira junto. tentar justificar o que as aberrações fazem com as familia , a sociedade, com o mundo é o mesmo que tentar convencer o estado islamico a dialogar. deixa de ser burro e idiota aberração gay e para de dar o ku e vai virar homem.

    • Andre,

      Seu comentário é uma teoria perfeita, mas a prática não é bem assim. Eu concordo com quase tudo o que escreveu, também sou contra Pastores políticos e igrejas que se envolvem em questões como estas, porém, cada cidadão é parte da sociedade e deve dentro de seus meios buscar o que considera saudável para uma vida em sociedade.

      O final nós já sabemos, é um esforço inútil e o mal irá prevalecer até a vinda de nosso redentor, porém, comportarmo-nos com total omissão cívica, lavar as mãos, ver o circo pegar fogo, afinal, sou igreja e não estou nem aí para o que ocorre fora dela é um pouco complexo.

      Já parou pra pensar se o congresso aprovasse uma lei que não considera a pedofilia crime, por exemplo? E aí? Vamos assistir as crianças sendo molestadas sem que haja punição para os agressores sob a alegação de que são doentes ou então de que trata-se de uma forma de sexualidade? Não devemos fazer nada? Lavaremos nós as mãos, afinal eles são do mundo e nós não?

      Novamente, não sou favorável à igrejas que despendem esforços em querer mudar o mundo na marra, até porque não conseguirão, porém, todos nós devemos ter consciência politica, saber escolher nossos parlamentares e discutir sim a vida política do país.

      Querer colocar Jesus como Aquele que não interviu no contexto político da época é fácil e a resposta para isto é óbvia, o propósito dele não era este. Se pegarmos a igreja primitiva, eles recebiam recomendações dos Apóstolos quanto à suas vidas sociais, a diferença é que na época o regime era imperial e não democrático como hoje.

      Não sou Barrabás que queria mudar o regime de governo à força mas também não sou Pilatos para lavar minhas mãos.

  5. o pastor so fez o que a maioria ~concorda e não tem coragem de fazer. falou a verdade sobre as aberrações gays. essa praga tem que se combatida e eliminada do mundo. aberração gay é a pior desgraça criada por satanas.

  6. Alguém falou em “Teologia Inclusiva” ao elogiar o artigo “Os cristãos devem interferir na vida sexual dos descrentes?” como se fosse uma prova cabal de que Deus aprova a relação sexual homem com homem ou mulher com mulher. Filho, teologia é apenas uma palavra bonita para descrever o pensamento do homem sobre as coisas divinas. Na Bíblia Sagrada, A Palavra de Deus, está escrito de maneira clara e extensa o tipo de relação que Deus permite e a que Ele não permite. Lá não está escrito que Deus permite relação homem com homem e nem mulher com mulher. De qualquer maneira o Juízo virá sobre todos nós, e sei que teologia “inclusiva” nenhuma poderá nos justificar diante de Jesus naquele dia.
    Quanto ao artigo “Os cristãos devem interferir na vida sexual dos descrentes?” a resposta é: Mas é claro que sim! Eu vou interferir em todas as áreas da vida dos descrentes, mas não de uma maneira ditatorial, e sim através do meu testemunho, da minha pregação e do meu estilo de vida de acordo com a palavra de Deus. João batista foi preso porque mencionou o adultério de Herodes. O que é isso se não interferir na vida sexual dos não crentes?

  7. Ele fez o que os profetas do passado faziam! Como João Batista pregava e dizia a verdade, e o resultado foi que ele foi degolado, sem falar de Jonas que saiu nas ruas de Ninive anunciando que o povo tinham que se arrepender dos seus pecados. vai em frente pastor porque esse e o nosso chamado pois um dia teremos todos que dar conta de tudo a Deus.

  8. Você além de não conhecer a Bíblia é um igborante. Satanás não tem poder para criar ser nenhum.
    “Eliminar” pessoas? Quem você pensa que é ? Algum terrorista? Nazista? Bandido?
    Crie vergonha na cara cidadão! O mundo já está tão violento, lavado de sangue e você ainda acha pouco? Quer mais? Você é um animal irracional. Mais paz. Mais tolerância e menos mortes e violência. O mundo agradece.

DEIXE UMA RESPOSTA