Pastor Marcos Pereira ora pelo vice-governador do Rio e pede misericórdia divina na crise

0

O pastor Marcos Pereira da Silva publicou em suas redes sociais um vídeo em que ele ora pelo vice-governador do Rio de Janeiro, Francisco Dornelles (PP).

Dornelles comandou o estado nos últimos meses, enquanto Luiz Fernando Pezão (PMDB) esteve licenciado para tratar um tumor. No período, o governador em exercício apontou a situação caótica das contas do governo e frisou que o estado está falido.

No encontro entre Marcos Pereira, fundador da Assembleia de Deus dos Últimos Dias, e Francisco Dornelles, o pastor fez uma oração com imposição de mãos pedindo a Deus para “prolongar os dias” do vice-governador, que está com 81 anos de idade e ajudar o estado a sair da crise.

“Eu orando o governador do estado do Rio de Janeiro. E agora me encontro em sua cidade São João Del Rey fazendo um lindo trabalho nos presídios com meus irmãos”, escreveu o pastor em seu perfil no Instagram, onde publicou o vídeo.


Assista:

Estupro

Em setembro de 2013 o pastor Marcos Pereira foi condenado em primeira instância a 15 anos de prisão por estupro de uma fiel da Assembleia de Deus dos Últimos Dias.

O julgamento aconteceu na 2ª Vara Criminal de São João de Meriti, na Baixada Fluminense, e referia-se a apenas um dos casos em que o pastor era acusado de abuso sexual.

De acordo com os autos do processo, o estupro aconteceu no final de 2006, dentro do templo: “A primeira vez que ele me pegou, eu levei um bom tempo até a ficha cair. Ele me pegou desprevenida. Eu tinha medo dele, né? Fiquei sem reação”, disse a vítima, segundo informações do jornal O Povo.

As acusações de estupro trouxeram muitas questões paralelas à tona, como a rivalidade entre Pereira e o coordenador do projeto Afroreggae, José Junior. Em 24 de dezembro de 2014, após a Justiça acolher um pedido de habeas corpus, Marcos Pereira foi solto.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA