7 x 1: Robinho afirma que deu “glória a Deus” por ter ficado fora da Seleção na Copa do Mundo

10

Um livramento. É dessa forma que o atacante Robinho enxerga o fato de ter ficado de fora da última Copa do Mundo.

Em uma entrevista ao apresentador Danilo Gentili, no The Noite do SBT, o jogador do Santos disse que após a Copa do Mundo glorificou a Deus por ter ficado fora da lista final do técnico Luiz Felipe Scolari.

“Graças a Deus tive um livramento, porque o Brasil… Como o passar do tempo, dei glória a Deus porque não fui”, disse Robinho, que à época da competição era jogador do Milan, da Itália.

O livramento a que o atleta se refere, é claro, é a goleada humilhante sofrida pela Seleção Brasileira contra a Alemanha, por 7 x 1, nas semifinais do torneio, em Belo Horizonte.


Em uma recente entrevista ao Esporte Espetacular, Robinho disse que mesmo fora do elenco de 23 jogadores que disputou a Copa do Mundo, foi alvo de gozações de seus companheiros de clube na Itália.

Robinho não é o primeiro que se refere a Deus quando fala do episódio. Internautas de todo o Brasil usaram as redes sociais para atribuir a derrota acachapante à ira divina. Os adeptos dessa linha de pensamento diziam acreditar que o técnico Luiz Felipe Scolari e a presidente Dilma Rousseff (PT) teriam blasfemado antes do início dos jogos da Copa do Mundo.

Felipão tinha dito que “nem Jesus Cristo” agradaria a todos na convocação da Seleção, e a presidente Dilma, em uma visita ao Vaticano em 2013, disse que a simpatia divina estava com o Brasil: “Vocês argentinos estão de parabéns. O papa é argentino, mas no Brasil a gente sempre diz que ‘Deus é brasileiro’”, afirmou a mandatária à época.

No lamento da derrota, muitas pessoas se apegaram a esses fatos para encontrar os motivos da derrota mais expressiva da história da Seleção Brasileira.


10 COMENTÁRIOS

  1. A unica coisa boa dessa copa foi o edir macedo querendo que o povo fizesse jejum de copa, e o povo fez foi jejum de record. A emissora dele perdeu até pra cultura, foi traço mesmo.

    Glória a Deus!

  2. Robinho é mais um dos privilegiados que o capitalismo selvagem, excludente e predador remunera com verdadeira fortuna para jogar futebol, enquanto multidões de trabalhadores enfrentam duras e dolorosas carestias tendo de sustentar suas famílias com os parcos salários pagos pelos tubarões capitalistas. E depois ainda vem dizer que dá “glória a Deus” porque se safou não jogando na copa que torrou milhões e cuja anfitriã deu o maior vexame da história, ou seja, não basta ser milionário por, segundo ele, ação direta de Deus, mas ainda tem de ser o privilegiado que Deus olhou e disse: “esse aqui não quero na copa sendo humilhado como os outros jogadores”. É de dar nojo!

  3. Colocar Deus como culpado da derrota do Brasil é isentar a responsabilidade daqueles que deveriam fazer a sua parte e não o fizeram.
    O homem limitado sempre vai atribuir ao algo para justicar seus erros, mas nunca assume.

    • Perfeito, é bem assim que acontece. E por sinal, desde o princípio, pois Adão culpou Eva e Eva a serpente. Em vez dos dois reconhecerem que foram desobedientes.

DEIXE UMA RESPOSTA