Rogério Ceni afirma que “conversou com Deus” antes de cobrança de pênalti na partida contra o Atlético-MG, pela Libertadores

7

Na última quarta-feira, durante a partida entre São Paulo F. C. e Atlético-MG válida pela Taça Libertadores da América, o goleiro Rogério Ceni afirmou ter feito uma oração antes de efetuar uma cobrança de pênalti. A vitória no jogo definiu a classificação do time do Morumbi para as oitavas de final da competição.

Antes da cobrança do pênalti que originou o primeiro gol do jogo, Rogério demorou um pouco mais do que de costume para atravessar o campo, e disse ter conversado com Deus pedindo tranquilidade para efetuar a cobrança, segundo informações do portal Terra.

“A pressão dos últimos dois pênaltis foram muito grandes porque eu não tenho condições normais de chutar. Desde o jogo contra o Corinthians, não me encontro em condições normais. Foram pênaltis muito difíceis de serem batidos, apesar da tranquilidade de ir para bola. Quando vc perde aos 30 é uma pena. Quando perde aos 40 é velho. Fui conversando com Deus no caminho. Não pedi o gol. Pedi a calma pra efetuar a cobrança. Se tivesse perdido teria sido um dos últimos da minha carreira. O sucesso do time se deve aos outros dez caras em campo, mas a responsabilidade daquele lance era minha. Falei para o Denis que estava com o pressentimento que a bola do jogo iria sobrar para mim. Ela sobrou e eu tive a calma necessária. Eles jogaram com alma, como há muito tempo não via no São Paulo”, afirmou Rogério Ceni, o maior goleiro artilheiro do mundo, com 111 gols marcados em sua carreira.

O jogador afirmou ainda que este será o seu último ano como jogador profissional, apesar das especulações de que em 2014, ele poderia disputar uma temporada na liga de futebol dos Estados Unidos, segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo.


Jesus no Twitter

Esta rodada da Taça Libertadores, a última pela fase de classificação, foi marcada por manifestações de fé. Além de Rogério Ceni, que afirmou ter “conversado com Deus”, o perfil oficial do Tigre, time argentino, também convocou seus torcedores a fazerem orações durante uma partida.

Na última partida, o Tigre decidia a classificação para a próxima fase, e o jogador Benegas, do Libertad (Paraguai), fez pênalti ainda no primeiro tempo e terminou expulso. Antes da cobrança, o perfil oficial do Tigre no Twitter publicou a frase “Fechem os olhos e implorem a Jesus”, para incentivar a torcida.

Na cobrança, o jogador Diaz converteu a penalidade em gol, e ajudou o time argentino a se classificar em segundo lugar no seu grupo, segundo informações do site da Fox Sports.

O Tigre ficou conhecido no Brasil devido ao tumulto na final da Copa Sul-Americana em 2012, em partida contra o São Paulo. Após confusão generalizada no intervalo, os jogadores resolveram não voltar para o campo, e o Tricolor, que vencia por 2×0, foi campeão.

Por Tiago Chagas, para o Gospel+


7 COMENTÁRIOS

  1. Cada um na sua fé e na sua capacidade. É a tal chamada auto-confiança. No meu ponto de vista esta "auto-confiança" é entre a dele e a de Deus. Isso traz até cura, é provado!

  2. Não há nada de errado no fato de um crente conversar com seu deus pessoal, pois isso é comum e trivial quando acreditamos em seres onipotentes, oniscientes e onipresentes que podem nos ouvir e entender nossas súplicas.A partir da afirmação positivas de nossas mentes podemos interagir com qualquer ser fictício criado por nossa fé ou vontade mística.O problema está quando começamos a interpretar de forma literal essas vozes e começamos a conduzir nossas vidas e a vida alheia de acordo com essas vozes de nossas alucinações ou composições mentais.

  3. Quase toda oração vem acompanhada de possibilidades estatísticas de ocorrência ou não do fato desejado.Oração é como um tiro no escuro:quando acerta atribuimos isso a nossas virtudes espirituais, quando erramos a culpa é da complexa política transcendental de deus ou do diabo, que agiu com autorização e mandato divino.O cristianismo tem como base fundamental o sentimento de ''CULPA''.Sem ela a base teológica cristã nauvraga no mar da razão.

  4. Deus não se preocupa com “joguinho” e nem com “jogão” ele se preocupa com seres humanos, que vivendo nessa terra tem seus afazeres e no caso em questão era um jogo de futebol, quem busca encontra e a quem bate se abre!!!

  5. Agora Deus ensina a sermos partidaristas. Paulo ensina que devemos considerar os outros superiores a nós ( Fp. 2:3 ), coisas que esses mundanos não fazem. Deus se envolvendo com questões sociais, essa é boa. Os covardes adoram agradar a homens, o que mostra que não são servos de Cristo ( Gl. 1:10 ). Sejamnos imitadores de Paulo ( I Coe 11:1 ) e não do mundo.

  6. Cuidado com o equivoco de vocês “Deus não importa com um joquinho”.
    Ele não sem importa mesmo, mas ele se importa com as pessoas, como por exemplo
    o Rogerio Ceni, que pediu ajuda a Deus, e Deus o ouviu.
    Parem de ficar criticando os outros, e busquem intimidade com Deus, e vera que ele te
    atendará nos seus pedidos mais simples ao mais absurdos, segundo a vontade dele é claro.

  7. todo mundo sabe que Deus ñ fica seu tempo com jogo apenas rogerio ceni tem fé em Deus que ele é gusto e quem tem fé consegui oque que só basta crê e confia mas já que ñ acredita é assim mesmo vai com fé Rogério ceni que Deus é gusto

DEIXE UMA RESPOSTA