Pastor Sóstenes Cavalcante vai presidir comissão especial do Estatuto da Família na Câmara

10

O pastor e deputado Sóstenes Cavalcante (PSD-RJ) vai comandar a comissão especial criada para dar andamento ao projeto de lei que define a família como um núcleo formado por um homem, uma mulher, e seus filhos.

O chamado Estatuto da Família é um projeto do deputado Anderson Ferreira (PR-PE) e recebeu apoio do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). No projeto, a justificativa para essa definição de família aponta para a Constituição Federal: “Conquanto a própria Carta Magna tenha previsto que o Estado deve proteger a família, o fato é que não há políticas públicas efetivas voltadas especialmente à valorização da família e ao enfrentamento das questões complexas a que estão submetidas às famílias num contexto contemporâneo”, diz o texto.

Sóstenes Cavalcante é pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo e já atuou como diretor da Associação Vitória em Cristo em projetos sociais. Aliado do pastor Silas Malafaia, Cavalcante também mantém proximidade com Eduardo Cunha, e ajudou na campanha de eleição do colega para a presidência da Câmara.

O Estatuto da Família também prevê que os currículos escolares dos Ensinos Fundamental e Médio insiram o tema “Educação para a Família” entre os assuntos tratados, prevendo que as escolas formulem e implantem “medidas de valorização da família no ambiente escolar”.


“São diversas essas questões. Desde a grave epidemia das drogas, que dilacera os laços e a harmonia do ambiente familiar, à violência doméstica, à gravidez na adolescência, até mesmo à desconstrução do conceito de família, aspecto que aflige as famílias e repercute na dinâmica psicossocial do indivíduo”, pondera o texto do projeto.

Além do autor e do pastor Sóstenes Cavalcante, a comissão tem outros integrantes da bancada evangélica, como os deputados Irmão Lázaro (PSC-BA), pastor Marco Feliciano (PSC-SP), João Campos (PSDB-GO) e pastor Eurico (PSB-PE). Na suplência, está o católico Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), filho de Jair Bolsonaro (PP-RJ) e o missionário José Olímpio (PP-SP), ligado à Igreja Mundial do Poder de Deus e investigado na Operação Lava-Jato.

De acordo com informações do Estadão, participam também da comissão os deputados Jean Wyllys (PSOL-RJ), conhecido por seu ativismo gay, e Maria do Rosário (PT-RS), ex-secretária de Direitos Humanos do governo Dilma Rousseff.

10 COMENTÁRIOS

  1. É um erro muito grave defender o modelo de família como sendo válido apenas o de homem + mulher + filho, uma defesa que trará consequências para muitos de nós, e vou explicar o porquê.

    Primeiro: precisamos entender que há diversos modelos de família. Observem:

    Pai + mãe + filho (a chamada família nuclear, única reconhecida pelos crentes)
    Pai + mãe (no caso de casais sem filhos, ou estéreis, ou cujo filho morreu)
    Pai + filho (no caso de separação ou de falecimento da mãe)
    Mãe + filho (no caso de separação ou de falecimento do pai)
    Tio + tia + sobrinho (no caso de decisão judicial ou de falecimento dos pais)
    Avô + avó + neto (mesmo situação do casal tio, tia e sobrinho)
    Pai + pai + filho (no caso de casal gay com filho natural de um deles ou de adoção)
    Mãe + mãe + fiho (no caso de casal de lésbicas com filho natural ou de adoção).

    Existem outras configurações, mas as que citei são suficientes para demonstrar que um dia todos nós podemos sair da configuração de família nuclear para outra que os crentes não reconhecem.

    Segundo: o referido Estatuto fala de DIREITOS às famílias (ou família, no singular, como querem os crentes), e você não gostaria de abrir mãos de direitos se sua família não corresponder, em algum momento de sua vida, ao único modelo que os crentes consideram válido. Gostaria?

    • TUDO ISTO AI ESTARIA CERTO PSIQUE DE STAR SE NÃO TIVESSE TROCADO OU DESCONSTRUIDO A VERDADE, NUNCA TRATAMOS ESTE ASSUNTO COMO PAI E MÃE
      E SIM COMO MACHO E FEMEA OU HOMEM E MULHER, ÚNICOS CAPAZES DE GERAR OUTRAS VIDAS, E MESMO QUE MORRA SEUS FILHOS OU NÃO OS TENHA, PODEM ADOTAR CRIANÇAS E SERÃO UMA FAMÍLIA, DOIS GAYS SEJAM DE HOMENS OU MULHERES MESMO QUE ADOTEM NUNCA SERÃO FAMÍLIA
      ESTA É A VERDADE

      • CONCORDO PLENAMENTE clamando, SEMPRE FALAMOS EM MACHO E FÊMEA QUEM SOUBER INTERPRETAR E NUNCA EM PAI E PAI E NEM EM MÃE E MÃE.
        NENHUM JUSNATURALISTA E NENHUM JUSPOSITIVISTA, SEGUNDO A DISCIPLINA NO CURSO DE DIREITO RECONHECE ESSE TIPO COMO FAMÍLIA: Pai + pai + filho (no caso de casal gay com filho natural de um deles ou de adoção)
        Mãe + mãe + fiho (no caso de casal de lésbicas com filho natural ou de adoção).

        • E não tem como formar uma casal. quando se fala em casal pressupõe-se que sejam macho e fêmea. no caso de dois homens ou duas mulheres…formam uma dupla. dupla e não casal.

    • E serão destruídos em guerras santas.Os cristãos decepcionados com seitas e heresias
      são o segmento que mais cresce.JESUS,sim.Placa de igreja,não.Samuel e seus delírios
      achando que aqui será um país teocrático como o Estado Islamico.Só falta lançar o
      malacraia ´para presidente,fariseu alucinado.

  2. Familia, [ Homem com H MAIUSCULO Mulher femea mais a fiarada que vier ou filhos fecha aspas] nos os Crentes de sobre a face da terra de todos os tempos eras e seculos defendemos a Familia Biblica a Familia criada aos moldes de DEUUUUUUUUUUUUUS, pois a numero um 1, primeira instituição criada por Deuuuuuuuuuuus na terra foi o CASAMENTO DE HOMEM COM MULHER DE UM MACHO HOMEM COM UMA FEMEA MULHER, o que passar disso e friboi carnal carnaveral carnaval carne nua e crua, e ideias humanas cem por cento carne fribolenta e frebenta, e mais e resto resto de resto restolho, [ Creio eu na Biblia Livro do meu Deus, para mim a Biblia e o maná dos ceus, fecha aspas ] bom estou ai a dizer para nos outros os Crentes o que nos e válido, cada um ser humano de sobre a face da terra tem a roçar suas ventas o LIVRE ARBITRIO, e que fação bom aproveito dele pois ele o livre arbitrio no final e quem vai julga-lo seja para o bem ou seja para o mal, seja para a Salvação eterna, ou para a perdição eterna, há e tenho dito fui

DEIXE UMA RESPOSTA