Tradição: governadores do Texas deixam versículo bíblico para inspirar seus sucessores há 90 anos

6

Há 90 anos, uma tradição tem sido seguida pelos governadores do estado do Texas, nos Estados Unidos: sempre que um governante deixa o cargo, ele deixa um versículo bíblico como inspiração para o seu sucessor.

Essa tradição começou em 1925, quando o governador Pat Neff citou a Bíblia ao seu sucessor, James Ferguson, destacando as palavras do Salmo 119. Desde então, os governadores do estado compartilham o evangelho a partir da mesma Bíblia utilizada por Neff há quase um século.

Este ano foi a vez de Rick Perry prosseguir com a tradição. O então governador do Texas sublinhou o texto de Mateus 20:25-28 para orientar o novo governador eleito, Greg Abbott.

– Vocês sabem que os governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês. Ao contrário, quem quiser tornar-se importante entre vocês deverá ser servo, e quem quiser ser o primeiro deverá ser escravo; como o Filho do homem, que não veio para ser servido, mas para servir e dar a sua vida em resgate por muitos – diz o trecho bíblico destacado por Perry.


Antes de compartilhar o versículo que tinha escolhido para Greg Abbott na cerimônia de posse, Rick Perry leu o versículo deixado pelo ex-governador, Ann Richards, para seu sucessor George W. Bush, ex-governador do Texas e ex-presidente dos Estados Unidos.

– Odeiem o mal, amem o bem; estabeleçam a justiça nos tribunais – citou Perry, ao ler Amós 5:15.

Para Perry, foi deixada a passagem de Isaías 40:28-31 por Bush, quando ele foi eleito governador em 1999. A passagem diz: “Será que você não sabe? Nunca ouviu falar? O Senhor é o Deus eterno, o Criador de toda a terra. Ele não se cansa nem fica exausto; sua sabedoria é insondável. Ele fortalece o cansado e dá grande vigor ao que está sem forças. Até os jovens se cansam e ficam exaustos, e os moços tropeçam e caem; mas aqueles que esperam no Senhor renovam as suas forças. Voam alto como águias; correm e não ficam exaustos, andam e não se cansam”.

Desde o início da tradição, há 90 anos, apenas dois governadores não destacaram um versículo bíblico para orientar seu sucessor. O primeiro foi o governador Beauford Jester, que morreu no escritório em 1949. Em 1933, o governador Ross Sterling entregou o cargo para sua sucessora, Miriam Ferguson, sem deixar um versículo destacado no exemplar da Bíblia que já faz parte da história do estado.

6 COMENTÁRIOS

  1. NADA MAIS JUSTO , POIS TODA SOCIEDADE CIVILIZADA TEM SUAS LEIS NAS BASES DE MANDAMENTOS BÍBLICOS
    NÃO ROUBARÁS
    NÃO MATARÁS
    NÃO ENTRARÁS NAS TERRAS DE TEU IRMÃO
    NÃO DARÁS FALSO TESTEMUNHO
    E POR AI EM DIANTE

    • E verdade meu querido irmão, que maravilha deveria ser seguida pelos governos brasileiros, mas infelizmente estes corruptos e salafrarios destes politicos brasileiros somente pensão naquilo, afanar afanar e afanar o suado dinheiro dos seus governados, realmente uma pena, um forte abraço a voce e ricas bençãos do Senhor Jesus ati e a toda a tua familia Amem e Amem

  2. Satanaz tbm usou á palavra do Eterno para enganar a mulher no Eden, usou as escrituras para tentar corromper o Cristo com o poder deste mundo. Ao contrário do que o Silvio posta, que alguns crentes se tornaram revolucionários, pq se deram de conta que o poder eclesial se corropmpeu, não corresponde a verdade. A verdade é que Cristo revolucionou não somente em não se sujeitar ao poder temporal, mas principalmente por condenar as autoridades mesquinhas, corruptas, liberais, despotas de sua época. Quem foi lhe trair recebeu o q em troca? 30 moedas de prata. O s seguidores de Cristo morreram pq pregaram o amor ao próximo ou pq condenaram o poder parasitário de sua época? Todos nós que cremos que a terra pertence a todos nós e não apenas aos latifundiários, que o direito de comer e habitar pertence a todos nós e não apenas a banqueiros , industriais e politicos, não coadunaremos com um evangelho placebo. Incapaz de mudar a consciência do ser e torna-lo corajoso para lutar e opor-se aos desmandos não somente em nosso país mas no resto do planeta. O discurso de Cristo usado pela direita, maçon, tem acadelado os eleitos do Eterno em um canto, efeito com estes apenas esperem por um mundo melhor. De paz e Justiça social e economica. Mas e a vida hoje? A vida plena e abundante prometida a todo aquele que crer? Esta vida. Ficou esquecida? Despertem loucos. Não vos deixeis enganar com falsas promessas, que vosso pastores inúteis tem feito a vós. Ou vossa fé há de desaparecer. Quando o pastor se sujeita ao corrompido pode secular é pq o sacerdócio já se contaminou.

    • Eu não sei de onde você tira tanta bobagem. Das escrituras sei que não é.

      O testemunho das escrituras vai de encontro a tudo o que você escreveu.

      1 – Jesus não se rebelou a nenhum sistema a não ser o religioso, ele não deu a mínima ao império Romano.
      2 – Todos os Apóstolos e demais martires foram perseguidos e mortos por pregar o arrependimento e não por serem anti-sistema.
      3 – O testemunho das escrituras não diz que a terra pertence a todos nós como você afirma, mas pertencerá aos vencedores.
      4 – Sim, os eleitos de Deus esperam por um mundo melhor de justiça e paz, pois, esta é a promessa a todos os que crêem, o contrário disto é heresia.

      “Ninguém que milita se embaraça com negócios desta vida, a fim de agradar àquele que o alistou para a guerra.” 2 Timóteo 2:4

      “Sei estar abatido, e sei também ter abundância; em toda a maneira, e em todas as coisas estou instruído, tanto a ter fartura, como a ter fome; tanto a ter abundância, como a padecer necessidade.” Filipenses 4:12

      “E disse-lhes: Acautelai-vos e guardai-vos da avareza; porque a vida de qualquer não consiste na abundância do que possui.” Lucas 12:15

      Latoeiro,

      Vejo que você quer muito mudar o mundo, comece entendendo o verdadeiro evangelho e depois passe a apregoá-lo, deixe de meninices e pare de se apegar a sistemas humanos como a solução para os problemas da humanidade.

      A terra e a humanidade já estão sentenciadas e não há quem mude isso pois é decreto soberano de Deus, cabe à igreja apascentar os eleitos preparando-os par dias difíceis que se aproximam afim de que vençam e reinem com Cristo, aí sim, no seu reino de justiça e paz sobre toda a terra.

DEIXE UMA RESPOSTA