Transexual “crucificado” na Parada Gay é intimado a depor para explicar ultraje a símbolo cristão

5

Viviany Beleboni, transexual que usou uma cruz em sua performance durante a Parada Gay 2015, foi intimado a depor na 78ª Delegacia de Polícia de São Paulo (SP), para explicar as acusações de ultraje a símbolo religioso.

A informação sobre a intimação foi divulgada na página de Beleboni no Facebook: “No Brasil funciona assim… Você que é LGBT e o ano todo descriminado (sic) (a) morto (a) espancado (a) difamado (a) agredido (a), posto para fora de sua casa pela própria família, perde emprego por ser LGBT, é satirizada (o) por inúmeros programas de televisão, jornais eventos. E aí você vai reagir de uma forma artística gritando socorro menos de um dia fazem uma montagem nojenta para distorcer a população, e é indiciada a delegacia por uma bancada evangélica, só tenho uma coisa a dizer, se vocês acham, vou repetir de novo (acham, ‘pensam’) que vão me calar, estão perdendo o tempo de vocês, lutarei até o fim por democracia que não existe nesse pais graças a vocês seus hipócritas”, disparou o transexual.

A representação foi movida junto ao Ministério Público Estadual (MP-SP) pela Associação das Igrejas Evangélicas de São Paulo, ainda em 2015. A intimação para o depoimento de Beleboni só foi emitida agora. Nesse intervalo, o transexual desfilou novamente na Parada Gay e reiterou os ataques aos símbolos da fé cristã e à bancada evangélica no Congresso Nacional.

De acordo com informações do G1, a advogada de Beleboni, Cristiane Leandro de Novais, o MP-SP investiga se o transexual violou o artigo 208 do Código Penal, ao ultrajar símbolo religioso.


“Brasil, o país da teocracia! É pra glorificar de pé! Ao contrário de alguns covardes que distorcem e incitam ódio a LGBTS ano todo, estarei presente com minha advogada [na delegacia para prestar depoimento]”, acrescentou Beleboni em seu texto, ironizando os dizeres comuns a evangélicos pentecostais. A intimação aponta que Viviany deve prestar depoimento à polícia no próximo dia 21 de junho.

“Não houve ato criminoso, não houve escárnio, não houve repúdio a atos religiosos, houve encenação onde ela manifestou, em uma representação, as mortes e a violência contra o movimento LGBT”, argumentou a advogada.


5 COMENTÁRIOS

  1. Como posso respeitar a sua opção sexual que foge da natureza se eles não respeita o meu DEUS que é amor e justiça, basicamente tudo que precisamos. Eu vivo sem os gays, mais nso vivo sem or e justiça.

  2. Estava me perguntando: Onde está, se existe, a Associação das Igrejas Evangélicas do Brasil. O Evangelho está sem comando ? Falsas igrejas, falsos pastores, igrejas enganadoras, pastores enriquecendo às custas dos incautos, ETC…Tipos de achincalhamento e desrespeito com o nome de Cristo e, nada disso é visto pelas autoridades eclesiásticas. Vá entender…

  3. “Não houve ato criminoso, não houve escárnio, não houve repúdio a atos religiosos, houve encenação onde ela manifestou, em uma representação, as mortes e a violência contra o movimento LGBT”, argumentou a advogada.

    Tudo bem, então vamos lá: que mortes foram causadas por Jesus para que Ele fosse “o alvo” de uma ação tão infame dessas? Ou houveram mortes causadas pelos evangélicos? Saiu no noticiário que algum evangélico matou alguém? Violência contra o movimento LGBT? Oras, não é uma violência contra o Cristianismo uma mulher se vestir de Jesus e se autocrucificar?

    O nosso país está vivendo LITERALMENTE uma ditadura gay! Eles podem fazer QUALQUER COISA. Nos xingar, nos escandalizar, nos humilhar e até praticar violência contra nós…e na hora que nós nos manifestamos, somos perseguidores, “evanjecas” e assassinos?

    Devemos ser presos porque não concordamos com a decisão de vocês em serem gays? Aí vocês querem se vestir de Jesus (a maior figura do Cristianismo) e achar que os cristãos devem ficar quietos? Ué? Nós pagamos o preço por decidirmos ser cristãos…aceitamos todos estes ultrajes e agora vocês não querem se responsabilizar pela vossa decisão?

    Estamos mesmo ferrados se o mundo cair na mão de vocês!

DEIXE UMA RESPOSTA