Líderes fazem campanha para que evangélicos não votem em candidatos de PT, PSOL, Rede e PCdoB

0

As eleições municipais vêm movimentando as lideranças cristãs, que têm sugerido aos fiéis que não deem seu voto a candidatos de esquerda, filiados a partidos como o PCdoB, PSOL, Rede ou PT.

O pastor Silas Malafaia gravou três vídeos diferentes, destinados a eleitores do Rio de Janeiro, explicando porque, em sua opinião, os cristãos da Cidade Maravilhosa não devem dar seus votos a Marcelo Freixo (PSOL), Jandira Feghali (PCdoB) ou Alessandro Molon (Rede Sustentabilidade).

“O voto é seu, eu sei”, disse o pastor, antes de elencar as bandeiras ideológicas de esquerda defendidas pelos três candidatos, como questões ligadas à ideologia de gênero nas escolas públicas, defesa do casamento gay e outras ações que conflitam com os princípios cristãos.

A psicóloga Marisa Lobo (SD-PR), candidata a vereadora em Curitiba, também usou sua página no Facebook para alertar seus seguidores sobre as propostas defendidas por candidatos dessas legendas. “NÃO VOTE NO PT, PSOL, PCdoB. Estes partidos são de extrema esquerda, desconstroem a família e a infância… Salve o Brasil destes esquerdistas. Não vote em nenhum candidato que estiver coligado com PCdoB, PSOL e PT. Vejam a legenda de seus candidatos. Tenho orgulho porque o meu partido não se aliou a nenhum esquerdista”, comentou, antes de compartilhar vídeos demonstrando as questões defendidas pelos partidos.


“Nós precisamos ter, dentro do Legislativo, vereadores que pensem como nós. Vereadores que não se envergonhem das nossas ideologias. Quando você dá o seu voto a um vereador, você está dando carta branca para ele falar em seu nome, legislar em seu nome e votar em seu nome. Tivemos a briga da ideologia de gênero. Lembro que queriam ensinar nas escolas públicas que criança não nasce homem, nem mulher, nasce ‘com o sexo neutro’, e segundo esses novos pensadores, a criança tem o seu sexo dentro de uma construção social. Muitos vereadores evangélicos sofreram na mão do PT, PCdoB e do PSOL, e desses movimentos que foram pra cima deles. Agora é hora de darmos o troco”, disse o pastor e deputado federal Marco Feliciano (PSC-SP).

Confira os vídeos:

Assine o Canal
Assine o Canal
Assine o Canal


SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA