Pastor Paulo Marcelo Schallenberger, pregador do Gideões da Última Hora, é preso por porte de arma e drogas

48

O pastor Paulo Marcelo Schallenberger, 38 anos, da Assembleia de Deus em Foz do Iguaçu (PR), foi preso na última quinta-feira, 17 de julho, por posse de drogas e arma de fogo. A prisão foi realizada por policiais do Grupo de Diligências Especiais (GDE) da 6ª Subdivisão Policial da cidade.

Paulo Marcelo é conhecido por pregar no Congresso dos Gideões Missionários da Última Hora, realizado em Camboriú (SC) sob organização do pastor Cesino Bernardino.

O Congresso é um dos maiores eventos pentecostais organizados por uma entidade ligada às Assembleias de Deus, e esteve no centro de polêmicas recentemente por causa de preletores que subiam ao palco do evento sob o efeito de bebidas alcoólicas. O escândalo também respingou sobre cantoras gospel que supostamente compareciam ao evento para se prostituir com pregadores.

A prisão

O pastor foi preso no cumprimento de um mandado de busca e apreensão expedido pela 1ª Vara Cível de Foz do Iguaçu.


Os policiais que efetuaram a prisão do pastor Paulo Marcelo apreenderam também uma pistola 380 com dois carregadores e 45 munições intactas, além de um pino com substância branca, que os policiais acreditavam ser cocaína.

O site JM Notícia, que veicula informações da região, afirmou que a prisão teria sido feita após uma pessoa credora do pastor ter feito uma denúncia de que teria sido ameaçada com uma arma quando foi cobrar a dívida.pastor Paulo Marcelo Schallenberger_viagem portugal

Em depoimento à Polícia Civil e também em nota de esclarecimento publicada em sua página no Facebook, o pastor alegou que a arma, munições e substância apreendidas pertenciam a um segurança particular que havia contratado para proteger sua família. Segundo Paulo Marcelo, ele sentia-se inseguro desde que recusou um convite para entrar na política.

Horas depois de ser liberado, o pastor publicou uma foto de seu passaporte e uma passagem aérea para Portugal. “Segunda-feira permitindo Deus, estarei de volta e tomaremos as medidas cabíveis sobre o que aconteceu. Paz! Fiquem com Deus!”, escreveu Paulo Marcelo.

Leia a íntegra da nota de esclarecimento publicada pelo pastor Paulo Marcelo Schallenberger:

A todos os meus admiradores, amigos e irmãos em Cristo Jesus, que têm nos acompanhado e apoiado com as vossas orações ao longo de mais de 15 anos de atividades Ministeriais, como pregador do Evangelho.

Venho publicamente, pelo respeito e consideração que tenho por todos, esclarecer acerca das informações, que desde ontem estão sendo vinculadas nas redes sociais e em alguns meios de comunicação, envolvendo a minha pessoa.

1- Há alguns meses fui convidado para um projeto político no meu estado do Paraná, orando a Deus e falando com minha família, achamos melhor não, nesse intervalo algumas pessoas de muita influência em Foz do Iguaçu, me ameaçaram a não sair, pois os interesses pessoais são maiores que os interesses da defesa da família e da fé, como não aceitei, e mesmo assim alguém ainda me achava uma ameaça, há meses convivia com um terror psicológico e emocional. Como minha família esta sozinha e eu em minhas muitas viagens, contratei um segurança pessoal, que trabalha e às vezes permanece em minha residência, outras me acompanha durante o dia, me leva ao aeroporto, para a igreja, leva meus filhos ao colégio e os busca.

2 – Como ainda não sei, mais em breve saberemos, houve uma denúncia que em minha residência havia alguém armado. Foi expedido um Mandado de Busca e Apreensão, e na data de 16/07/2014, tal Mandado foi cumprido, sendo encontrada a arma no coldre, e dentro coldre algo que ainda não sabemos o que se trata que foi notificado como aparente entorpecente. A arma e o possível entorpecente estavam no mesmo lugar, lugar esse que meu funcionário frequenta e havia deixado sua ferramenta de trabalho lá. Sendo homem público e muito conhecido não sabemos como a imprensa acompanhou a diligência policial. As notas em internet foram notificadas antes de os fatos serem esclarecidos.

3 – Apresentamos o registro da arma, pois tal é devidamente legalizada, como um funcionário já informou pertencer a ele o que foi encontrado.

4 – Já informei a meu pastor Presidente Isaias Cardoso dos Santos, ele recebeu meu funcionário, entendeu o ocorrido e como me conhece há 19 anos e minha história fala mais alto que um fato, entendeu e fará também uma nota em carta no meu site e enviaremos a quem acharmos conveniente.

5 – Sou muito bem preparado para momentos assim, confesso que estou sofrendo muito, pois isso acontece em Foz do Iguaçu diariamente, e a imprensa não notifica nada, as fotos que foram publicadas estão em croma, quem conhece internet sabe o que estou falando, mais como sou pessoa pública e principalmente Pastor usaram isso para ofender a Igreja e nossa fé, infelizmente muitos irmãos ajudam a promover fatos desordenados e que não foram no momento esclarecidos, mas breve serão !

6- Peço oração por mim, por minha família, pelos meus funcionários e colaboradores que amo muito e tenho carinho por todos eles, quero deixar muito claro que estou esclarecendo isso não por ter medo de perder agenda ou notoriedade, pois o que queria ter visto já vi, sou antes de mais nada um pregador conhecido, sou crente e amo a Deus, ao Senhor Jesus, e a vocês, por isso posso pregar aqui até Jesus voltar, ou aí nas igrejas que me amam, que me conhecem, nos Pastores e amigos que tenho e fiz em 15 anos. Peço a compreensão de todos, o amor de vocês, e esperem os fatos virem a tona depois julguem, concluam seus raciocínios, mais os que me amam e me conhecem esses não preciso justificar nada, pois sabem quem sou, então me ajudem nessa guerra que vai passar e logo estarei na sua Igreja para chorarmos juntos de alegria e com vitórias em Deus !

Irmãos compartilhem! Vamos superar a notícia infundada com a verdade.

Rogo a oração dos crentes em Jesus. Fiquem na Paz do Senhor!

Seu amigo, Pr. Paulo Marcelo, servo de Deus.

48 COMENTÁRIOS

  1. quero dizer uma coisas não quero eu julga niquem, pois não sou Juízo é sim servo, e como servo nâo tenho o dirito de Julga agora a Bíblia diz Tg.4.11 Irmãos, não faleis mal uns dos outros. Quem fala mal de um irmão e julga a seu irmão fala mal da lei e julga a lei; e, se tu julgas a lei, já não és observador da lei, mas juiz.

    e tem mais olha o que diz a Bíblia Ec.12.13 De tudo o que se tem ouvido, o fim é: Teme a Deus e guarda os seus mandamentos; porque este é o dever de todo homem.
    Ec.12.14 Porque Deus há de trazer a juízo toda obra e até tudo o que está encoberto, quer seja bom, quer seja mau.
    vamos deixa tudo ser apurando ,enquanto isso vamos orá

  2. Valdeci Lopes Silas Malacraia é um deles, ele é tão temente a deus, que anda de carro blindado, vende unção por 900,00 reais e ainda pede trízimo dos desempregados e não aceita que pastor pilantra seja denunciado!!

  3. concordo com vc Olavo Perciliu Filho as palavras que o colega usou e muito forte…cuidado com o que escreve….vc ainda n conhece o bandido.quando se encontrar com um vc vai dizer eu estava equivocado.fica a dica

  4. digitei o nome do "PASTOR" no google e me apareceu um habeas corpus impetrado por um advogado em favor dele.. no dito Habeas Corpus vemos a informação de que o dito pastor teria sido preso pela polícia Federal em 2006 no aeroporto de Belém/Pr, por crime de ROUBO QUALIFICADO praticado no ano de 2004.

    será que trata-se da mesma pessoa?

    obs. site da JusBrasil

    tj-pr.jusbrasil.com.br/jurisprudencia/6266303/habeas-corpus-crime-hc-4042460-pr-0404246-0/inteiro-teor-12393075

  5. olhem aqui povo que de alguma maneira só sabem criticar de crente, crente é gente iguais a qualquer um se não vigiar cai mesmo mas o que este pastor está falando é isso ai mesmo olha para o homem e o céu esta muito longe olha para cristo e o céu esta logo ali.

  6. respeito mario alberto todo evangelico pentecostal nao vc dobre sua lingua meu iramao em cristo se vc é uma geladeira pq pra vc pecado ja nao é pecado pq os maires escandalos estao ai nessas igrejas frias que vive em pecado sou pentecostal e amo a unsao de DEUS em minha vida ta certo sua geladeira se ele errou todos nao deve ser julgado com ele nao viu ele vai pagar se erreou ele vai dar de conta a DEUS…

  7. Estou chocado com este meio (crente) a começar pelos comentários. Lembrem -se Deus é amor…ainda då tempo de arrepender! Se isso é irmão eu quero ser só primo e passar longe.

  8. Jose Osvaldo Fontenele Esses homens que você citou, todos foram presos mesmo, eles traficavam a PALAVRA DE DEUS, e não drogas e armas de fogo, como é citada na reportagem… Nessa época pregar a PALAVRA DE DEUS, era considerado crime pois naquelas regiões já existiam um deuses que eram adorados…

  9. Não vou julgar, não sou juiz! Nem tão pouco conheço o Pastor e seu ministério. Deus sabe quem fala a verdade no caso em questão, se é o Pastor ou a Polícia… Uma coisa eu sei, diante do Eterno nada fica oculto e Ele trará a luz toda a verdade, seja aqui ou no porvir.

  10. Falsos profetas (Congresso Gideões ninhos de cobras a verdadeira Babilônia escrito na Bíblia
    E ouvi outra voz do céu, que dizia: Sai dela, povo meu, para que não sejas participante dos seus pecados, e para que não incorras nas suas pragas.

    Apocalipse 18:4

  11. Conheço histórias de alguns, contadas por pessoas confiáveis, que participavam de grupos de extermínio, praticaram estupros, perpetraram crimes de pistolagem, pedofilia, assaltos, latrocínios e tráfico de drogas. Leram, no presídios, algumas páginas da Bíblia, compraram um terno e hoje se arrogam de pastores e salvadores de almas e exorcistas de pseudo demônios nos combalidos e desesperados mas, continuam, pelo menos, roubando os míseros reais de muitos inocentes.

  12. esta pessoa que se diz pastor, já começa sua cartinha pisando na bola, mencionando “MEUS ADMIRADORES”! Que coisa mais ridícula. Um homem desse vê-se logo que não é de Deus, pelo menos suas atitudes assim apontam. Vai cresce em Cristo partorzinho! Se converte primeiro tá? Nós certamente não veriamos um pastor, ou cristão, digno, em páginas policiais!
    ACORDA POVO DE DEUS!

      • me desculpem as pessoas que gostam dele, mas nem tudo que reluz é ouro! certa vez em um congresso de jovens eu mesmo fiz contato com o Paulo Marcelo para ministrar a palavra de Deus…até o fim da festividade fui tudo muito bom, mas bastou chegar na hora do acerto R$$ que ele mostrou quem realmente era! A justiça de Deus não falha! se ele realmente esta errado só Deus pode dizer e julgar!

  13. Malditos fariseus!Irão prestar contas com Deus por seus julgamentos!Quem vocês pensam que são para julgar…Com o mesmo peso e medida que julgam,serão Julgados!Se esse pastor for culpado cabe somente a Deus o julgamento!

  14. Pastor Paulo Marcelo pode contar com minhas Oracoes, Acredito no seu ministeriio admiro muito Deus na sua viida . Se Jesus foi perseguido que dirar nos , agr aparece variios (deuses) aii querendo julgar quem pensao q sao sera q nao leiam a biblia Pastor os verdadeiros escolhido vao passar por isso mas n desista o ceu nos espera e so para os verdadeiros .. = Pois os que Tem Tem, e os Que nao Tem Tem Inveja do que Tem. Vc vai conseguir passar mas uma vez lembre-se da msg Degraus de um Sonho . Hj so aparece gente q se diz crente so p criticar mas a ajuda passa longe , q todos esses pessoas q estao se levantando contra seu ministerio q a mao de Deus venham pesar sobre eles , Vc vai ver oq vai acontecer Amem..

    • Processo: 0404246-0
      HABEAS CORPUS Nº 404.246-0, DE CRUZEIRO DO OESTE E ANEXOS – VARA CRIMINAL E ANEXOS.
      IMPETRANTE: BEL. MARCELO AUGUSTO
      DA SILVA FONTES
      (ADVOGADO).
      PACIENTE: PAULO MARCELO
      SCHALLENBERGER
      (RÉU PRESO).
      RELATOR: DES. MARQUES CURY.

      HABEAS CORPUS. CONSTRANGIMENTO ILEGAL. NULIDADE DA CITAÇÃO EDITALÍCIA. ALEGAÇÃO DE QUE NÃO FORAM ESGOTADOS TODOS OS MEIOS PARA LOCALIZAÇÃO DO PACIENTE. INFORMAÇÃO DE QUE O PACIENTE COMPARECEU NO INTERROGATÓRIO. ORDEM PREJUDICADA.

      Vistos, relatados e discutidos estes autos de Habeas Corpus nº. 404.246-0, de Cruzeiro do Oeste – Vara Criminal e Anexos, em que é impetrante Marcelo Augusto da Silva Fontes (advogado) e paciente Paulo Marcelo Schallenberger (réu preso).

      O Bel. Marcelo Augusto da Silva Fontes, com fundamento no art. 5º, incisos XLVIII da Constituição Federal e art. 647 e seguintes do Código de Processo Penal, impetra o presente Habeas Corpus em favor de PAULO MARCELO SCHALLENBERGER, preso em 16 de outubro de 2006, pela equipe de policiais federais de plantão no aeroporto internacional de Belém – PA, em cumprimento ao Mandado de Prisão Preventiva expedida em 17 de maio de 2004, em seu desfavor pelo Juízo da Vara Criminal da Comarca de Cruzeiro do Oeste – PR, pela suposta prática do crime tipificado no artigo 157, § 2º, incisos I e II do Código Penal, deduz constrangimento ilegal na decretação da custódia cautelar do impetrante.
      Aduz que o impetrante desconhecia que fora instaurada a ação penal, em razão disso não compareceu ao interrogatório e nem constituiu defensor após a citação, diante disso o processo em relação ao peticionante foi suspenso e também o curso do prazo prescricional, conforme determinação do artigo 366 do Código de Processo Penal.
      Por fim, pleiteou a nulidade da citação editalícia por estar comprovado nos autos o não esgotamento de todos os meios disponíveis para localização do acusado, com a posterior anulação do processo, a partir da denúncia, por cerceamento de defesa.
      Prestadas informações pelo douto Juízo.
      A douta Procuradoria Geral de Justiça ofertou parecer opinando no sentido da denegação do pedido.
      Em síntese, é o relatório.

      Tenho que a ordem está prejudicada.
      Preliminarmente, mister se faz uma análise dos fatos trazidos a lume através das informações prestadas pelo douto juízo da Comarca de Cruzeiro do Oeste.
      O paciente responde a ação penal por crime de roubo qualificado, por fato ocorrido em 1996.
      Todavia, naquela época não foi localizado, tendo sido denunciado e citado por edital. Em razão do seu não comparecimento, foi decretada sua prisão preventiva.
      Posteriormente, o paciente foi preso, tendo requerido a revogação da prisão, bem como a nulidade da citação. Tal pedido foi deferido parcialmente, com a revogação da prisão, contudo foi indeferido o pleito anulatório da citação editalícia.
      Como bem explicitou o parecer ministerial de segundo grau, quando o magistrado recebeu a denúncia, determinou regularmente a citação pessoal do paciente para comparecer em juízo em 20 de março de 1998, para interrogatório, o que não aconteceu, dando azo a determinação da sua citação via edital.
      Desta feita, observou-se que foram esgotados todos os meios necessários para a localização pessoal do paciente, através da tentativa de citação pessoal e posteriormente a determinação da citação editalícia, cujos resultados foram negativos, culminando na suspensão do processo e do curso do prazo prescricional.
      Assim, naquele momento o paciente não fora encontrado, dando azo ao procedimento padrão da Lei Penal Adjetiva.
      Porém, a assessoria deste Relator em contato telefônico com a escrivania criminal da comarca de Cruzeiro do Oeste foi informada de que o paciente fora interrogado em 14/03/2007, aguardando a defesa prévia.
      Invocando o § 2º do artigo 366 do Código de Processo Penal, “comparecendo o acusado, ter-se-á por citado pessoalmente, prosseguindo o processo em seus ulteriores termos”, observa-se que a discussão da nulidade da citação revela-se prejudicada, vez que seu comparecimento no interrogatório transmuda a natureza da citação.

      Portanto, resta superada qualquer alegação de nulidade capaz de viciar a citação editalícia, vez que o comparecimento do paciente no seu interrogatório altera a natureza da citação, acarretando a prejudicialidade da ordem impetrada.

      ACORDAM os Desembargadores integrantes da Terceira Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado do Paraná, por unanimidade de votos, em julgar prejudicado o “wirt”.
      O julgamento foi presidido pelo Desembargador Rogério Coelho, sem voto, e dele participou, além deste Desembargador Relator, a Desembargadora Sonia Regina de Castro e o Desembargador Rogério Kanayama.
      Curitiba, 17 de maio de 2007.

      MARQUES CURY
      Relator

  15. Ta fácil resolver essa situação,
    Se ele não usa drogas, que faça um exame tóxicológico, que irá comprovar e desvendar o mistério…
    SE não fizer o exame, ai ai ai. SE ele não devesse, já teria feito o tal exame,concorda minha gente?

  16. oi pastor Paulo Marcelo, nao sei o que realmente aconteceu, mais eu digo pra vc debaixo da mao de Deus, Deus E Deus e ponto final.
    ele vai Esclarecer tudo, e vc vai cantar o i no da vitoria, vc nao precisa q nimguem acredite em vc, quwndo Deus da augo grande sobre o seu filho, ele se responsabilisa, vc tem oum ministerio grande e muito fica incabulado com isso.
    vc e homem de Deus, Deus ja deu a vitoria na tua mao creia nisso.

  17. Quem sou eu para julgá-lo,mas a bíblia diz que nos últimos dias iam levantar pessoas dizendo ser pastores enviado por Deus mas são lobos devoradores,se um cristão andar armado,com certeza ele não conhece ainda jesus,como que ele vai mandar um segurança matar um ser humano que e a semelhança de Deus ,naquele dia vai dizer,senhor em teu nome curei,profetizei,expulsei demônios,e jesus vai dizer apartai-vos de mim que voz não te conheço ,pense nisso,ta escrito na Bíblia,que e o único caminho que vai nos levar ate jesus..

  18. Pessoal,

    Só quero que os hipócritas e fariseus que aqui comentam pensam antes de julgar.
    1 É pecado ser politico? paulo instruiu timoteo a orar pelos governantes.ou nao?
    2 é errado ter segurança? pra que serve a policia?quem instituiu? voce procura quem quando tem um roubo, violencia? eu conheco homens de Deus que sao policiais e ponto.
    3 Nos sabemos o que realmente aconteceu?ou julgamos apenas pelo o que diz a midia?
    Nao vamos pegar versiculos isolados da biblia pra justificar uma opiniao. Texto sem contexto vira pretexto.

    Lamentavel!!!

  19. esse é o resultado de ministros do evangelho se misturarem com politica nao estou dizendo que ele é culpado muitas vezes o certo leva a culpa pelo os que estao errado politicos que sao acustumado a fazer treta com alguns pastores quando encontra um certo que recusa querem persegui não sei o que foi com ele se ja se envolveu com politica ou não

DEIXE UMA RESPOSTA