Filme cristão “O Diabo no Banco dos Réus” é atacado por ativistas ateus que o classificam como “lavagem cerebral”

66

O filme “O Diabo no Banco dos Réus” é um filme cristão lançado nos cinemas dos Estados Unidos em Agosto de 2011 e que despertou protestos por parte de ativistas ateus.

O filme fala sobre um rapaz que estuda Direito e resolve processar o diabo por todas as suas frustrações e infelicidades. No processo, pede US$ 8 trilhões como indenização. O julgamento é acompanhado pela TV em rede nacional e no último dia, quando a juíza pretende emitir uma sentença à revelia, o diabo aparece em carne e osso, com uma equipe formada pelos dez melhores advogados do país.

O filme foi mencionado pelo jornal em uma matéria sobre downloads ilegais por ser um filme independente que foi baixado 100 mil vezes em sites ilegais de download. O diretor do filme, Tim Chey, afirma que este “é um dos filmes independentes mais baixados da história, o que, na verdade é um elogio. Estou feliz por espalharmos a Palavra a tantas pessoas”. “O Diabo no Banco dos Réus” foi o filme independente com maior média de bilheteria nos Estados Unidos em 2011 e o filme cristão mais visto no ano.

O diretor ainda ressalta que não se preocupa com a pirataria, mesmo que isso diminua seus lucros: “A história e o título do filme chamam atenção do público secular. Eles vão assistir esperando um filme de terror e acabam sendo atingidos com a mensagem do Evangelho… Isto é evangelismo”.

Porém, o protesto dos ateus se voltou contra o filme através do site IMDb, uma espécie de comunidade em que os leitores tem acesso às críticas dos filmes e fazem suas avaliações sobre cada filme. O IMDb é considerado o maior e mais influente site sobre cinema em todo o mundo e possui uma espécie de ranking para os filmes. Como a nota é dada pelos leitores, os ativistas ateus enviaram milhares de emails ao site dando a nota mínima para o filme, com comentários negativos, como “propaganda religiosa”, “lavagem cerebral cristã”, “idiotice cristã” e “eliminem os cristãos”.

O porta-voz da produtora RiverRain, responsável pelo filme, afirmou que o ataque foi voltado para os cristãos, e não somente aos produtores do filme: “Foi um ataque direto a todos os crentes. Em apenas um dia, mais de 400 pessoas optaram pela menor nota apesar de nem terem visto o filme. Avisamos o IMDb sobre este ataque, mas eles não fizeram nada. Outros filmes cristãos, como Corajosos e Desafiando Gigantes, também sofreram esses ataques. Esta é uma forma de manchar a reputação e desacreditar esses filmes”.

Mesmo com todo o prejuízo ao filme, tanto Tim Chey quanto os produtores pedem que os cristãos assumam uma postura de perdão: “Temos que mostrar-lhes o amor. Jesus disse que se eles me odeiam, vão odiar vocês”. No Facebook, a fanpage do filme afirma que o ataque ao filme no site IMDb foi feito por “um grupo de ateus que baixaram o filme ilegalmente”, pois nos Estados Unidos, o filme ainda não foi lançado em DVD. “Deixo a vingança para o Senhor. O mundo é cego. Eles pegam o único filme em Hollywood que traz luz para um mundo ‘sombrio’. Mas nossa batalha não é contra a carne e o sangue, mas contra os principados do inimigo”, frisa Chey, citando Efésios 6:12.

Tim Chey testemunhou ao The Christian Post que, mesmo com as adversidades, o filme está cumprindo seu papel: “Tivemos mais de 72 pessoas aceitando a Cristo depois de uma exibição do filme numa igreja. Isso é que me alegra. Disse à minha mulher que já valeu por todos os ataques”.

O filme é um drama, que foi rodado em Sydney, Austrália, contou com a participação do grupo de louvor da Hillsong Church e é estrelado por Malcolm McDowell, Rebecca St. James, Corbin Bernsen, Shannen Fields (Desafiando Gigantes), Tom Sizemore, Ros Gentle e Bart Bronson.

Assista ao trailer do filme, que no Brasil é distribuído pela Graça Filmes:

Assine o Canal

Fonte: Gospel+

66 COMENTÁRIOS

  1. Filminho tosco…assisti e achei péssimo. Péssimo enredo, fotografia, direção, interpretação….parece filme feito em fundo de quintal…. os argumentos são falhos! Tem muito filme evangélico bom, mas esse é lixo!

    • As pessoas precisam ler a Palavra de Deus, lá contém o Tribunal de Deus, Ele é o Juiz, satanás o promotor público (pois está sempre nos acusando na presença do Senhor), segundo I João 2:1-temos um advogado junto ao Pai, que intercede por nós, e não somente por nós, por causa de nossos pecados, mas também pelos do mundo todo. o que o diabo mais gosta é que não acreditem nele, ele é o príncipe desse mundo e o mundo jaz no maligno. Não assisti o filme mas sei que o tempo dele está determinado pelo Senhor dos Senhores, que está no controle de todas as coisas. Amém.

  2. Não posso julgar a qualidade do filme por que não vi.
    O que fica claro é o fundamentalismo dos que se acham tolerantes…. Se fazem isto com os filmes cristãos por que odeiam os cristãos, podem repetir com qualquer um…. e depois dizem que o ateísmo vai salvar o mundo rsrsrs
    Como vão conseguir isto se negam Aquele que "inventou" o amor?

  3. Na verdade, na verdade, não existem ateus. Eles dizem q não acreditam em Deus, mas fazem sites para critica-lo. Eles não acreditam em Coelho da Páscoa e Papai Noel, pq não fazem sites pra esses tb? Ateus são os q não se preocupam de verdade.

  4. *** O filme é ótimo! Para os cristãos acho que não importa se foi feito em fundo de quintal como já foi postado, o importante é a mensagem divina que é transmitida! Acho que uma pessoa por mais que não seja cristã não deve criticar o trabalho de pessoas usadas por Deus, pois por mais que o filme não tenha sido uma super produção de Hollywood, devemos respeitar o trabalho de pessoas bem intencionadas, pois essas pessoas fazem isso por todos nós. É uma questão de amor fraterno.***

    • Watilla, ninguém sai de casa, aluga um dvd ou baixa da internet um filme com qualidade ruim. Todo mundo GOSTA de filme com qualidade aceitável. Eu quase me assustei quando vi a qualidade do Desafiando Gigantes, é um salto absurdo do que vinha sendo feito pelos cineastas evangélicos. A fórmula deu certo, tanto que Corajosos explodiu de sucesso lá nos EUA e provavelmente o próximo também fará.

  5. Quem sou eu? Seguidor de Jesus Cristo, no corpo na alma e no espirito e diabo nenhum vai dirar aquilo que sinto e vivo, falo do que vejo e sinto.Erro do diabo foi levar Jesus Cristo a cruz, hoje pode se achegar a Jesus por causa do seu sacrificio.MUITO OBRIGADO JESUS CRISTO MORREU NA CRUZ POR AMOR E VIVE HOJE POIS AO TERCEIRO DIA RESSUCITOU.

  6. Em terra de cego quem tem um olho é rei:
    As leis são “canônicas” (formuladas pela igreja católica):
    TIAGO 412 Há só um legislador que pode salvar e destruir. (celebra paz e decreta guerra), assenta no trono de vossa santidade ser único e monarca “absoluto” (absolutismo) comando supremo da tropa de general (Papa) espírito santo, trindade usa coroa tríplice e assim termina o mistério de “deus” vivo, basta olhar os símbolos da igreja católica e comparar com os símbolos das forças armadas, marinhas, exércitos, aeronáuticas e policiais do mundo todo, “deus” é o senhor dos exércitos enfim (CRUZADA) Ó pátria amada Brasil… http://www.Mentalismorevolusom.Com.

  7. Acho engraçado os ateus se sentirem atacados com um filme desses que tecnicamente foi feito para os cristãos. SE eles, os ateus, nao acreditam em Deus e repugnam qualquer tio de religiao [porque é isso que a palavra ATEU significa], também nao acreditam no diabo, uma vez que o diabo representa o mal personificado e, faz parte da "mitologia" cristã. Sendo assim, não deveriam se quer manifestar qualquer opinião sobre o filme, já que o mesmo não faz qualquer menção a eles.

  8. A estética do filme é horrível, seu enredo é um tédio do ponto de vista de lógica linear.A mensagem bíblica é compreensível:o diabo é um ser que domina pelo menos 50% das atitudes humanas.É meio bizarro, mas vale a pena assistir para compreender como um cristão fundamentalista enxerga o mundo.

  9. Filme "O diabo no banco dos réus" : Achei interessante, mas poderiam ter se aprofundado mais na palavra de Deus…gostei quando ele usou o nome de Jesus para que o diabo o obedecesse…mais para mim foi mais comédia, foi engraçado mesmo. Dizem que o diabo não é o culpado de tudo, mas que ele tenta nos levar para o mal, isso ele tenta…é a guerra dele, ele faz isso o tempo todo, mas temos o livre arbitrio para escolher, o problema que somos ansiosos e queremos resolver tudo de maneira rápida que não esperamos o melhor vim de Deus…vemos o que é mais fácil, o que está mais perto, ou seja, as coisas que o diabo nos oferece. Querido Ateu, se você é ateu, porque assisti???? O evangelho é para os idólatras..Deus está mais preocupado com as pessoas que têm religião, mas sem Jesus, do que com você que é ateu. Já que tem suas filosofias, vivam elas e respeitem a vida dos cristãos.

  10. Em um trecho específico do filme, o "próprio" diabo argumenta: "Recolho apenas o lixo". Percebemos aí, fazendo-se uma perfeita interpretação do contexto e não baseando-se em conceitos cristãos ou ateus, que em momento algum o cineasta ou quem quer que seja joga a culpa no diabo. A culpa é sempre nossa, mas, como a culpa é nossa a damos para quem quisermos, não é verdade?.
    Ouço e leio muito por "aí"(dos adeptos ou não dos ensinamentos de Jesus): "Deus vai castigar você", Deus vai isso ou aquilo". A única certeza que deveríamos ter é a que Deus não julga a ninguém (não nesse momento), ele nos deu o livre arbítrio, que nada mais é o direito de escolher a que caminho seguir, nossas escolhas sempre serão nossas sentenças.

  11. Òtimo filme, nota dez para os atores.Agora, o que é irritante é ver ateus e descrentes assistirem um filme declaradamente evangélico e ficarem fazendo comentarios desrespeitosos, Caramba, vai assistir outra coisa. Parace mesmo que o evangélico incomoda muito sem fazer nada.

  12. Vi essa matéria um tempo atrás, e ontem vi o filme com a minha namorada.

    Sou evangélico e a minha opinião é a de que o filme é MUITO RUIM.

    É diferente com Corajosos, Desafiando Gigantes, Deixados para Trás, How to Save a Life…

    Muito fraco, muito argumento ruim, bastante coisa colocada como realidade que no meu modo de ver não são. O diabo é real? Muito real. No filme ele é apresentado como louco, bundão, sem argumento e patético, uma cena ou outra que passa a idéia de ser mesmo o diabo.
    Argumentos tanto do Cristão quanto do diabo muito fraquinhos.
    Lógica do filme? ZERO! “Ah mas é um filme espiritual, não precisa ter lógica, mas mensagem sim.” Pra vocês que pensam assim, leiam Este Mundo Tenebroso do Frank E. Peretti, que fala sobre Guerra Espiritual com muito mais sentido e argumentos do que esse filme.

    Ativista Ateu ou não baixando a nota do filme, tanto faz, o filme é ruim mesmo.

  13. O filme foi tão bem elogiado, que possui apenas uma crítica, execrando a película, no rottentomatoes e nenhuma no metacritics, que são sites especializados em análises de produções cinematográficas.

DEIXE UMA RESPOSTA