Brasil

Muçulmano brasileiro afirma: “O Islã é uma religião de paz, não fazemos terrorismo”

Comments (20)
  1. Quem faz terrorismo são os fanáticos… e fanático tem em tudo que é lugar… no meio evangélico tem de monte…

    1. José Mendes disse:

      Jaqueline Perla Rondon .Mas eles não poem bombas,por isso pode estar sossegada.

    2. José Mendes ___ Eles, bombas… O.o… e vocês o inferno injetado em suas mentes, quanta infelicidade é propagada pelo fanatismo dos evangélicos?

    3. Sim! É bem verdade que o Islão brasileiro é de paz. Porém a pergunta é: "até quando?". Também é verdade que realmente há, em varios seguimentos religiosos (E É POR ISSO QUE ESTA ESTA BAGUNÇA NO MUNDO), os chamados: FANÁTICOS.
      Porém, assim como não julgo um pela maioria (A DIFERNÇA DO ISLÃ NO BRASIL PARA OS DEMAIS), certamente que não devemos julgar uma parte podre que existe no meio evangélico, por todo conteúdo.
      Observe que a chamada banda podre existe em qualquer lugar. Seja ela: Evangéica, Católica, Islamita, Judaica, Maçonica e etc, etc, etc.

      Acesse nosso site: http://www.pastorpaulocesaramos.com.br/

    4. Jaqueline Perla Rondon Ótimo seu comentário.

    5. Missao Biblos Eu concordaria com o seu comentário, se não fossem as palavras "até quando?".

  2. como o islã pode ser de paz se estão fazendo guerra contra o cristianismo???
    até agora nunca ouvi falar de um grupo terrorista cristão, por outro lado os muçulmanos pregam o ódio as minorias e só aceitam a fé deles como valida.eles são de paz matando homens, mulheres e crianças simplesmente por não concordarem com a ideia deles.
    e o mais incrível que eu vejo e que eles vem aqui pro brasil e querem dar uma de santos abrem as suas mesquitas e propagam a sua fé, e porque igrejas cristãs brasileiras estão sendo destruídas no países deles????

    1. 1 – O Islam não prega o ódio a ninguém.

      2 – Interessante a parte que escreveu: "só aceitam a fé deles como valida". Isso é algo a ser criticado? Você, como cristão, aceita outra fé como válida? Acho que não…

    2. Além do mais, o Islã não rejeita completamente o Cristianismo e o Judaísmo, há partes do Alcorão em que se diz que os muçulmanos devem discutir com os cristãos da forma mais pacífica possível. Eu sempre entendi que segundo o alcorão não é impossível que um cristão ou um judeu chegue ao céu, só é necessário que ele observe o monoteísmo, afastando-se da idolatria. Concorda comigo, Ruben Antunes?

    3. Só para completar… tanto é que o próprio Alcorão diz também que aos muçulmanos é permitido o casamento com cristãs e judias.

      1. Claro que pode, desde que a cristã e ou a judia antes de casar apostate a sua fé e se torne muçulmana, esta é a condição de casamento.

    4. Fernando Santos Você está certíssimo. O Alcorão deixa claro que o Paraíso não será negado aos judeus ou cristãos, desde que observem o monoteísmo. Ou seja: cristãos e judeus, ao contrário do que diz a mídia, não são infiéis do ponto de vista do Islam.

      Falando nisso, Alcorão diz que os mais próximos em amizade dos muçulmanos são os cristãos.

    5. Fernando Santos Não me lembro se o Alcorão diz isso a respeito do casamento, creio que isso está na Sunnah.

      De qualquer forma, muçulmanos podem sim se casar com pessoas de crença monoteísta.

  3. O problema è que no Brasil tudo vira Moda ! e o povo è desenformado , mais uma Religiao para piorar a situaÇao do Povo Brasileiro que JESUS guarde a nossa NaÇao pq esta gente nao è brincadeira cm se nao bastasse a violencia do nosso pais mais esta …

  4. Dagmar Marie disse:

    Islã não é religião de paz, porque o que está escrito no Corão, desmente essa farsa:

    TODOS OS MUÇULMANOS PRECISAM SER EXPATRIADOS DA EUROPA E DE TODOS OS PAÍSES CIVILIZADOS, PARA O ORIENTE MÉDIO!

    ENQUANTO NÃO SAIREM, DEVERÃO SER CONFINADOS EM CAMPOS DE CONCENTRAÇÃO, ONDE PODERÃO COLOCAR NO PORTÃO DE ENTRADA: “EURÁBIA”, COMO SONHAVAM.

    Antes de mais nada, ISLAMISMO NÃO É RELIGIÃO, mas, é uma SEITA PEDOFÍLICA E POLÍTICA, na qual a pedofilia é legalizada por lei do ISLÃ.

    A realidade: os cristãos ou membros de outras religiões não enviam assassinos para matar no Oriente Médio, porém, os muçulmanos enviam suas facções Terroristas, sob o pretexto que são “Fundamentalistas Islâmicos”, para matar no Ocidente.
    Muçulmanos recolhem dízimos nas Mesquitas, para o Terrorismo, então são cúmplices.

    No Oriente Médio, constantemente, estupram, mutilam e matam cristãos e membros de outras religiões.

    Por que então, temos que os tolerar na Europa e em outros países civilizados, se eles nos odeiam e matam?

    Os islamitas seguem, rigorosamente, o que está escrito no CORÃO (escrito pelo pedófilo Maomé, que chamam de Profeta), por esse motivo a PEDOFILIA é legalizada pela lei do ISLÃ.

    Também, nesse livro satânico que chamam de sagrado, o CORÃO, está escrito que todos têm que serem convertidos ao islamismo ou assassinados, de acordo com a tal “Guerra Santa”, que de santa não tem nada.

    Nos noticiários, poderemos saber das atrocidades que praticam nas indefesas aldeias e pequenas cidades da África: estupram suas meninas e jovens, e matam todos os homens, para que não mais procriem: os “Cães Infiéis, ao Maomé” (como chamam todos que não são muçulmanos). Em seguida obrigam suas vítimas a colocar o véu, e as transformam em muçulmanas, contra a vontade delas.

    Depois alegam, descaradamente, que islamismo é a “religião” que mais cresce no mundo.

    Entre outras perversidades: estupros de mais de seiscentas meninas e adolescentes, obviamente virgens, como foi amplamente divulgado na Itália. Na Inglaterra estupraram centenas de meninas, também amplamente divulgado. Assim como em todos os países europeus, onde estão infiltrados, acontece a mesma coisa.

    Ainda, picham todas as Igrejas nos países europeus, que os acolheram, onde podemos observar que apenas as Mesquitas não estão pichadas. Se fosse obra de pichadores, as Mesquitas também estariam.

    Depois reclamam da ISLAMOFOBIA?

    E, viva a ISLAMOFOBIA, que varrerá do mundo, a chaga da humanidade, o islamismo, e suas perversões sexuais: a pedofilia

  5. Cláudia disse:

    Quanta bobagem esta reportagem fala.
    Eu não consigo acreditar numa mentira destas, voce sabia que o muçulmano pode mentir e isso é justificado se for para converter um nao muçulmano? Provavelmente é isso que este autor esta fazendo.
    Os muçulmanos nominas são de paz, isto porque eles não são fieis as suas escrituras porque se fossem, eles estavam fazendo guerra, vou lhe falar porque.
    Eles começão a dizer que o Islã é de paz para depois que muitos converterem eles agora com o poder nas mãos impõem sua religião, a história nos conta isso.
    Maomé viveu em Meca, e ele nao tinha poder e era muito pacífico na sua pregação. Posteriormente em Meca, a luta defensiva é obrigatória (eles agora justificam suas guerras dizendo que estão se defendendo, viu como o inimigo age, sorrateiramente).
    Em Medina, a luta defensiva agora é obrigatória, ou seja, se seus seguidores fossem atacados, deveriam revidar.
    Posteriormente em Medina, Maomé detém o poder político e oferece uma ofensiva militar comendada.

    Veja o que esta escrito no al corão:

    Sura 9:5 – “Mas quanto os meses sagrados houverem transcorrido, matai os idólatras (cristãos, judeus), onde quer que os acheis; capturai-os, acossai-os e espreitai-os; porém, caso se arrependam, observem a oração e paguem o zakat, abri-lhes o caminho. Sabei que Alá é Indulgente, Misericordiosíssimo.”

    Sura 9:29 – “Combatei aqueles que não crêem em Alá e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Alá e seu mensageiro¹proibiram, e nem professam a verdadeira religião²daqueles que receberam o Livro³, até que, submissos, paguem o Jizya.”

    Sura 47:4 – “Não anseie pela paz com os infiéis; decapite-os quando você os pegar. ”

    Sura 8:12 – “Aterrorize e decapite aqueles que acreditam em escrituras diferentes do al corão”

    Olha o que seus mentores dizem:

    Abdullah Azzam – “Apenas o rifle e a jihad: nada de negociações, encontros ou diálogos”

    Manual al Qaeda – “ o confronto a que apelamos contra os regimes apóstatas, não têm lugar para discussões socráticas, para ideais platónico, nem para diplomacias aristotélicas. O que está em jogo são ideais de assassínio, são bombas, é a destruição, é a diplomacia dos canhões e das metralhadoras. Missões: a principal missão pela qual a nossa organização militar é responsável consiste no derrube dos regimes sem deus, substituindo-os por um regime islâmico”

    Os muçulmanos dizem na sura 8:57-60 ” Ataques de medo (ou terror) no coração dos infiéis”

    O Deus dos cristãos prega a verdadeira paz, temos um Deus que nos ama, que morreu para pagar nossos pecados por isso temos a vida eterna.
    Nossos pecados foram pagos por preço de sangue na cruz, fomos resgatados. Nós pregamos um Cristo crucificado (1 Corintios 1:23).
    Jesus perdoa nossos pecados (Mateus 9:1-7, Lucas 5:20; Lucas 7:48)
    Jesus é a imagem de Deus invisível Hebreus 1:03
    Jesus é chamado de Deus (João 20:28; Filipenses 2:6-11)

    A nossa religião, de Cristo, prega a verdadeira paz, veja o sermão do monte Mateus 5 até Mateus 7

    Vamos ler a bíblia, pedir perdão a Deus e nos reconciliarmos a Ele, para que tenhamos uma vida eterna com o Pai (somente na bíblia dos Cristão Deus é Pai).

  6. Mentira! Vocês estão publicando mentiras! O que provocou o radicalismo não foi a religião, e sim as interpretações erradas e radicais do Alcorão. Um exemplo está em 2.190, onde está escrito: “Combatei, pela causa de Deus, aqueles que vos combatem (inicialmente); porém, não pratiqueis agressão (causando mais danos ao seu inimigo do que os danos que inicialmente causou-lhe, ampliando, assim, o círculo da guerra), porque Deus não estima os agressores.”
    Isso pode ser interpretado errado, não acha?

    1. Cláudia disse:

      Eu não consigo acreditar numa mentira destas, voce sabia que o muçulmano pode mentir e isso é justificado se for para converter um nao muçulmano? Provavelmente é isso que este autor esta fazendo.
      Os muçulmanos nominas são de paz, isto porque eles não são fieis as suas escrituras porque se fossem, eles estavam fazendo guerra, vou lhe falar porque.
      Eles começão a dizer que o Islã é de paz para depois que muitos converterem eles agora com o poder nas mãos impõem sua religião, a história nos conta isso.
      Maomé viveu em Meca, e ele nao tinha poder e era muito pacífico na sua pregação. Posteriormente em Meca, a luta defensiva é obrigatória (eles agora justificam suas guerras dizendo que estão se defendendo, viu como o inimigo age, sorrateiramente).
      Em Medina, a luta defensiva agora é obrigatória, ou seja, se seus seguidores fossem atacados, deveriam revidar.
      Posteriormente em Medina, Maomé detém o poder político e oferece uma ofensiva militar comendada.
      Veja o que esta escrito no al corão:
      Sura 9:5 – “Mas quanto os meses sagrados houverem transcorrido, matai os idólatras (cristãos, judeus), onde quer que os acheis; capturai-os, acossai-os e espreitai-os; porém, caso se arrependam, observem a oração e paguem o zakat, abri-lhes o caminho. Sabei que Alá é Indulgente, Misericordiosíssimo.”
      Sura 9:29 – “Combatei aqueles que não crêem em Alá e no Dia do Juízo Final, nem abstêm do que Alá e seu mensageiro¹proibiram, e nem professam a verdadeira religião²daqueles que receberam o Livro³, até que, submissos, paguem o Jizya.”
      Sura 47:4 – “Não anseie pela paz com os infiéis; decapite-os quando você os pegar. ”
      Sura 8:12 – “Aterrorize e decapite aqueles que acreditam em escrituras diferentes do al corão”
      Olha o que seus mentores dizem:
      Abdullah Azzam – “Apenas o rifle e a jihad: nada de negociações, encontros ou diálogos”
      Manual al Qaeda – “ o confronto a que apelamos contra os regimes apóstatas, não têm lugar para discussões socráticas, para ideais platónico, nem para diplomacias aristotélicas. O que está em jogo são ideais de assassínio, são bombas, é a destruição, é a diplomacia dos canhões e das metralhadoras. Missões: a principal missão pela qual a nossa organização militar é responsável consiste no derrube dos regimes sem deus, substituindo-os por um regime islâmico”
      Os muçulmanos dizem na sura 8:57-60 ” Ataques de medo (ou terror) no coração dos infiéis”
      O Deus dos cristãos prega a verdadeira paz, temos um Deus que nos ama, que morreu para pagar nossos pecados por isso temos a vida eterna.
      Nossos pecados foram pagos por preço de sangue na cruz, fomos resgatados. Nós pregamos um Cristo crucificado (1 Corintios 1:23).
      Jesus perdoa nossos pecados (Mateus 9:1-7, Lucas 5:20; Lucas 7:48)
      Jesus é a imagem de Deus invisível Hebreus 1:03
      Jesus é chamado de Deus (João 20:28; Filipenses 2:6-11)
      A nossa religião, de Cristo, prega a verdadeira paz, veja o sermão do monte Mateus 5 até Mateus 7
      Vamos ler a bíblia, pedir perdão a Deus e nos reconciliarmos a Ele, para que tenhamos uma vida eterna com o Pai (somente na bíblia dos Cristão Deus é Pai) e o mais importante, temos a certeza da salvação. Temos um Deus que é Pai, irmão, amigo, companheiro, que nos ampara…

  7. elis disse:

    Que religião enlouquecida é essa, onde as mulheres são tratadas como irracionais e os homens são terroristas ao extremo. mulher cobertas com aquela ridícula burca, homens barbudos e imundos. Isso é religião?

  8. Alcorão 16.19:
    “A quem PRATICAR O BEM, seja homem ou mulher, e for crente, concederemos uma vida agradável e premiaremos com uma recompensa, de acordo com suas melhores ações.”

    Alcorão 2.190:
    “Combatei pela causa de Deus àqueles que vos combatem; porém, não os provoqueis, porque DEUS NÃO ESTIMA OS AGRESSORES.”

    Alcorão 8.61:
    “Se eles se inclinarem à paz, inclina-te também a ela e encomenda-te a Deus.”

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *