Internacional

Casal de pastores presta solidariedade às vítimas de tiroteio em escola judaica na França

Comments (3)
  1. Isso ninguem comenta, isso que é cristianismo como a cristolândia amar o proximo…..

  2. David Duarte disse:

    O mundo necessita de mais pessoas como estas. a solidariedade é dom de Deus.

  3. Aquele que é de Deus sempre fará algo bom pelo próximo.

  4. se fosse terroristas mulçumanos, estariam todos reclamando…como são europeus anti-semitas, de familias cristãs, fica o silencio da maioria.
    "FILHO FEIO NÃO TEM PAI"
    PAZ

    1. Da pra ver quer vc ta mal informado, o rapaz é muçulmano sim! ele é francês mais de origem argelina, tevi treinamento terrorista, ta tudo na midia! não fale o que vc não sabe! PAZ!

    2. Romário Carvalho isto foi antes de saber dos fatos… olhe a data… mas quando ocorre tipo o rapaz de realengo, filhos de testemunhas de jeová, o noruegues maluco que se entitulava CAVALEIRO DE CRISTO, soldados americanos, queimando o alcorão, matando 16 inocentes na ultima semana.. constatemente mostram imagens de americanos, urinando e deixando nus e humilhando mulçumanos, assim como israelenses espulsando e ocupando terras dos palestinos e tentando isola-los contruindo muros….para cada cristão ou judeu morto no oriente médio, morrem mais de 20 mulçumanos…não ví nennhum cristão deste site, condenando americanos e israelenses.. como disse "FILHO FEIO NÃO TEM PAI"….Este da frança tem, por não ter duas caras.
      paz

    3. Paulo Agnóstico, desculpe mais sua analise dos fatos envolvendo cristãos e muçulmanos é superficial. Se você soubesse o que os Cristãos sofrem em países muçulmanos com certeza você pensaria diferente. Os Maometeiros vem pros países ocidentais de maioria cristã, e nos não apenas aceitamos e respeitamos, mais permitimos que preguem em nosso país suas crenças. Mais sabe o que aconteci a um cristão em terras muçulmanas? São torturados, massacrados, queimados vivos, condenados a prisão perpetua! veja esse video [http://youtu.be/v8FTW1VKbdM]. Um cristão pode se converter ao Islã, mais sabe o que acontece com um Muçulmano que se converte ao Cristianismo? "Morte aos infiéis!" é isso que acontece! Não é a toa que os muçulmanos são conhecidos por espalhar o terror! E não venha me dizer que isso é coisa de fundamentalista não, essas punições estão previstas nas Leis Islâmicas! Tenho amigos missionários em países de maioria muçulmana, se fosse te relatar o que eles passam. Oro para que o mundo abra os olhos em relação a perseguição religiosa que sofremos, e a mídia finge não ver! Os lideres do Islã tratam seu próprio povo como lixo, mutilam as mulheres, tiram o direito do seu povo!
      Shalom.

    4. Romário Carvalho vc ta sendo muito simplista.. nem sempre foi assim… este terroristmo é coisa recente… temos que retornar ao inicio do séculoXX, com Siosnistas judeus, migrando para oriente médio…depois a criação do estado de israel, sendo deslocado, grande numero de palesticos mulçumanos…a ONU, criou um estado judeu, e deixou os palestinos amontoados e sem pátria, jogaram um problama dos judeus na europa, para oriente médio, ai surgiu uma sequencia de revides….
      juntando que alem do fanatismo religioso e pobreza terrível, falta de estudo, muitos analfabetos, etc… ditadores..
      temo tb que lembrar que aquela área foi explorada por europeus com mão de ferro… basta ver como foi a criação de israel.
      nem sempre ouve esta intolerancia….quando os mulçumanos dominavam a penisula iberica por exemplo, portual e espanha, o cristianismo era bem tolerado. o problema no irã, pois é uma teocracia.
      nos ocidentais já passamos por esta fase, já matamos, escravizamos, os europeus foi o povo que mais explorou e escravisou no mundo…VC SABE DISTO??? ACHO QUE SIM…não podemos jogar o lixo para debaixo do tapete.
      nos toleramos eles, NÃO POR SERMOS CRISTÃOS…e sim por não termos mais a religiosidade deles, a maioria de nós não segue o que tem na biblia, NÃO casamos virgens, praticamos aborto, nos divorciamos, mulheres votam e mandam nos homens…o estágio que os arabes estão, nos vivemos no século XIX.
      a maioria ou não pratica o cristianismo ou é agnostico ou ateu…… mesmo no brasil.
      fora que o ocidente o estudo a comunicação de informações e maior e mais livre.
      agora fico muito mais escandalizado, quando europeus, americanos, israelenses cultos, que deveriam dar o exemplo, agem como animais, urinando, queimando alcorão, humilhando e masacrando aquelas populaçãoes..
      AGORA TODA VIOLENCIA É DEPLORÁVEL TANTO MULÇUMANA, QUANTO DOS "CRISTÕES"
      paz

  5. ISSO E AMAR O PROXIMO E PRESTAR SOLIDARIEDADE AO SEU IRMAO!

  6. gente precisamos orar muito por essas pessoas. O maligno está tomando conta dos filhos de Deus. Por favor pessoal vamos fazer corrente de orações, mesmo distante, mais os nossos espíritos estarão juntos.

  7. JCLopes disse:

    Paulo…como os comentários que estavam no site lamentavelmente desapareceram, estou enviando mais uma vez minha resposta para os seus comentários/questionamentos.

    Caro Paulo…mais uma vez você não se pronunciou sobre a totalidade dos meus comentários e TAMBÉM MAIS UMA VEZ SAIU PELA TANGENTE AO DEIXAR DE COMENTAR O EXPOSTO POR MOSAB HASSAN YOUSEF, FILHO DE UM DOS FUNDADORES DO HAMAS…PORTANTO, ALGUÉM ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA AO AFIRMAR TUDO AQUILO QUE AFIRMOU EM SEU LIVRO “O FILHO DO HAMAS”.
    Mas sua “omissão”… a falta de um pronunciamento de sua parte já era esperado, pois, como você tem demonstrado, tudo aquilo que contraria o que você pensa é descartado e você sequer tem a coragem de mencionar…abordar…comentar…isso é típico de quem não quer tratar do assunto com seriedade e com a devida justiça; e por isso fica muito mais fácil fingir que não leu … que não viu …que nada foi mencionado …que nada aconteceu.
    Mais uma vez quero lembrá-lo que MOSAB HASSAN YOUSEF é palestino e portanto, ao afirmar no seu livro aquilo que ele afirmou, TEM UM PESO MUITO…MUITO GRANDE E QUE VOCÊ SEQUER ESTÁ COINSIDERANDO.
    Depois de presenciar tantas coisas horríveis praticadas contra a população palestina pelos seus líderes, Mosab Hassan Yousef passou a questionar sobre quem eram os verdadeiros inimigos do povo palestino, se Israel (país que ele foi ENSINADO a odiar, conforme palavras dele próprio) ou aqueles que se diziam líderes do seu povo???
    Mas essa afirmação não tem qualquer valor para você, né…faço essa afirmação, em razão do seu silêncio sobre as fortes palavras de MOSAB HASSAN YOUSEF.
    Mas afinal, por que você iria se pronunciar sobre declaração tão séria…tão forte e que derruba sua fraca argumentação sobre a questão.
    Mas como você é historiador, vamos ver então o que a história diz…. veja que eu estou recorrendo a história…não estou falando abobrinha…ESTOU DEIXANDO A HISTÓRIA FALAR.
    QUERO SÓ VER QUAL VAI SER SUA REAÇÃO DIANTE DOS FATOS???
    Toda a região, hoje conhecida como Palestina, era parte integrante do Império Otomano, que perdeu a 1ª Guerra.
    Em 1922 a Liga das Nações dividiu a região em mandatos para serem governados por França e Inglaterra, vencedoras da guerra.
    A Carta da Liga das Nações, determinava a criação de um país para os judeus, pelo Mandato Britânico da Palestina.
    A região denominada Palestina, era uma região integralizada, sem a existência de países e de fronteiras….eram um único “país”, poderíamos assim dizer.
    Ao longo do tempo Iraque, Jordânia Líbano e Síria se tornaram independentes, exceto a Palestina que permaneceu sob protetorado Britânico até 1948.
    Com a perseguição dos judeus na Europa, eles, que em grande número já viviam na Palestina, começaram a migrar para a região, incentivados pelas autoridades britânicas.
    Os judeus permaneceriam numa parte da região e os árabes em outra.
    Em razão da ocorrência de diversos confrontos entre grupos nacionalistas árabes e judeus, a recém criada Organização das Nações Unidas aprovou a criação de Israel.
    A partilha do território, no entanto, não agradou e a Liga Árabe se recusou a reconhecer o Estado de Israel.
    No dia seguinte a declaração de independência, Israel entra em guerra com os árabes, que contam com o apoio da Arábia Saudita, Egito, Iêmen, Iraque, Jordânia, Líbano, Síria,
    Os países árabes invadiram o território israelense, declarando o “Estado Unido da Palestina” e ignorando a nação de Israel.
    O CURIOSO É QUE AQUELES PAÍSES QUE ENTRARAM EM GUERRA COM ISRAEL, NÃO AJUDARAM OS PALESTINOS A SE INSTALAREM NA REGIÃO QUE ELES (OS PALESTINOS) DEVERIAM OCUPAR E FORMAR O SEU PAÍS.
    AO CONTRÁRIO, ESSES PAÍSES ÁRABES OCUPARAM E ANEXARAM AOS SEUS TERRITÓRIOS, GRANDES ÁREAS DA REGIÃO DESTINADAS AOS PALESTINOS, PARA A CRIAÇÃO DO SEU PAÍS E ESSA SITUAÇÃO PERMANECE ATÉ OS DIAS DE HOJE.
    QUER DIZER…OS PALESTINOS FORAM ENGANADOS E ROUBADOS PELOS PRÓPRIOS ÁRABES, QUE HOJE DIZEM QUERER AJUDAR OS PALESTINOS NA FORMAÇÃO DE UM ESTADO PALESTINO.
    OU SEJA, O DISCURSO DOS PAÍSES ÁRABES NÃO PASSA DE BALELA…DE ENGANAÇÃO E DEIXAM OS PALESTINOS NUMA SITUAÇÃO MUITO DELICADA E PRÁ PIORAR A SITUAÇÃO, OS ÁRABES ACUSAM ISRAEL PELA SITUAÇÃO DOS PALESTINOS.

    Sabe, as vezes fico pensando na seguinte questão: A comunidade internacional cobra de Israel a devolução de terras palestinas que foram ocupadas, considerando aquilo que foi definido pela Liga das Nações/Nações Unidas…ok.
    Contudo, fico surpreso que a comunidade internacional não exija também que as terras dos palestinos sejam devolvidas pelos países árabes, que as ocuparam quando na ocasião do conflito com Israel.
    Eles aplicam dois critérios diferentes para a mesma situação…engraçado isso, né, prá não dizer injusto!!!

    E AGORA PAULO??? O QUE VOCÊ TEM A DIZER??? QUAL VAI SER SUA DESCULPA OU SUA JUSTIFICATIVA???

    Outra coisa…sua opinião sobre os povos árabes, em minha opinião são DISCRIMINATÓRIAS…VEJA O QUE VOCÊ DISSE:

    “… estes países começaram a se tornar independentes, caindo em mãos de ditadores e religiosos…aproveitando da IGNORÂNCIA EDUCACIONAL E RELIGIOSA, como já te falei antes, este caldo ainda domina.”

    SUA OPINIÃO É CLARAMENTE DISCRIMINATÓRIA!!!

    Sobre a chamada “PRIMAVERA ÁRABE”, nada vai mudar…só se for para pior, pois os ditadores religiosos e os ditadores de plantão, estão atentos e prontos para ocupar o poder com a manipulação e a ameaça da religião.

    Bem Paulo…vou ficando por aqui, na expectativa de que desta vez você não fuja do assunto e comente sobre as palavras de MOSAB HASSAN YOUSEF, que demonstra claramente a situação da Palestina e dos palestinos (que em sua grande maioria são ENSINADOS, MANIPULADOS .E INDUZIDOS A ODIAR ISRAEL).

    Abraços…JCLopes

  8. JCLopes disse:

    Paulo…como os comentários que estavam no site lamentavelmente desapareceram, estou enviando mais uma vez minha resposta para os seus comentários/questionamentos, pois pode ser que você não a tenha visto.

    Caro Paulo…mais uma vez você não se pronunciou sobre a totalidade dos meus comentários e TAMBÉM MAIS UMA VEZ SAIU PELA TANGENTE AO DEIXAR DE COMENTAR O EXPOSTO POR MOSAB HASSAN YOUSEF, FILHO DE UM DOS FUNDADORES DO HAMAS…PORTANTO, ALGUÉM ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA AO AFIRMAR TUDO AQUILO QUE AFIRMOU EM SEU LIVRO “O FILHO DO HAMAS”.
    Mas sua “omissão”… a falta de um pronunciamento de sua parte já era esperado, pois, como você tem demonstrado, tudo aquilo que contraria o que você pensa é descartado e você sequer tem a coragem de mencionar…abordar…comentar…isso é típico de quem não quer tratar do assunto com seriedade e com a devida justiça; e por isso fica muito mais fácil fingir que não leu … que não viu …que nada foi mencionado …que nada aconteceu.
    Mais uma vez quero lembrá-lo que MOSAB HASSAN YOUSEF é palestino e portanto, ao afirmar no seu livro aquilo que ele afirmou, TEM UM PESO MUITO…MUITO GRANDE E QUE VOCÊ SEQUER ESTÁ COINSIDERANDO.
    Depois de presenciar tantas coisas horríveis praticadas contra a população palestina pelos seus líderes, Mosab Hassan Yousef passou a questionar sobre quem eram os verdadeiros inimigos do povo palestino, se Israel (país que ele foi ENSINADO a odiar, conforme palavras dele próprio) ou aqueles que se diziam líderes do seu povo???
    Mas essa afirmação não tem qualquer valor para você, né…faço essa afirmação, em razão do seu silêncio sobre as fortes palavras de MOSAB HASSAN YOUSEF.
    Mas afinal, por que você iria se pronunciar sobre declaração tão séria…tão forte e que derruba sua fraca argumentação sobre a questão.
    Mas como você é historiador, vamos ver então o que a história diz…. veja que eu estou recorrendo a história…não estou falando abobrinha…ESTOU DEIXANDO A HISTÓRIA FALAR.
    QUERO SÓ VER QUAL VAI SER SUA REAÇÃO DIANTE DOS FATOS???
    Toda a região, hoje conhecida como Palestina, era parte integrante do Império Otomano, que perdeu a 1ª Guerra.
    Em 1922 a Liga das Nações dividiu a região em mandatos para serem governados por França e Inglaterra, vencedoras da guerra.
    A Carta da Liga das Nações, determinava a criação de um país para os judeus, pelo Mandato Britânico da Palestina.
    A região denominada Palestina, era uma região integralizada, sem a existência de países e de fronteiras….eram um único “país”, poderíamos assim dizer.
    Ao longo do tempo Iraque, Jordânia Líbano e Síria se tornaram independentes, exceto a Palestina que permaneceu sob protetorado Britânico até 1948.
    Com a perseguição dos judeus na Europa, eles, que em grande número já viviam na Palestina, começaram a migrar para a região, incentivados pelas autoridades britânicas.
    Os judeus permaneceriam numa parte da região e os árabes em outra.
    Em razão da ocorrência de diversos confrontos entre grupos nacionalistas árabes e judeus, a recém criada Organização das Nações Unidas aprovou a criação de Israel.
    A partilha do território, no entanto, não agradou e a Liga Árabe se recusou a reconhecer o Estado de Israel.
    No dia seguinte a declaração de independência, Israel entra em guerra com os árabes, que contam com o apoio da Arábia Saudita, Egito, Iêmen, Iraque, Jordânia, Líbano, Síria,
    Os países árabes invadiram o território israelense, declarando o “Estado Unido da Palestina” e ignorando a nação de Israel.
    O CURIOSO É QUE AQUELES PAÍSES QUE ENTRARAM EM GUERRA COM ISRAEL, NÃO AJUDARAM OS PALESTINOS A SE INSTALAREM NA REGIÃO QUE ELES (OS PALESTINOS) DEVERIAM OCUPAR E FORMAR O SEU PAÍS.
    AO CONTRÁRIO, ESSES PAÍSES ÁRABES OCUPARAM E ANEXARAM AOS SEUS TERRITÓRIOS, GRANDES ÁREAS DA REGIÃO DESTINADAS AOS PALESTINOS, PARA A CRIAÇÃO DO SEU PAÍS E ESSA SITUAÇÃO PERMANECE ATÉ OS DIAS DE HOJE.
    QUER DIZER…OS PALESTINOS FORAM ENGANADOS E ROUBADOS PELOS PRÓPRIOS ÁRABES, QUE HOJE DIZEM QUERER AJUDAR OS PALESTINOS NA FORMAÇÃO DE UM ESTADO PALESTINO.
    OU SEJA, O DISCURSO DOS PAÍSES ÁRABES NÃO PASSA DE BALELA…DE ENGANAÇÃO E DEIXAM OS PALESTINOS NUMA SITUAÇÃO MUITO DELICADA E PRÁ PIORAR A SITUAÇÃO, OS ÁRABES ACUSAM ISRAEL PELA SITUAÇÃO DOS PALESTINOS.

    Sabe, as vezes fico pensando na seguinte questão: A comunidade internacional cobra de Israel a devolução de terras palestinas que foram ocupadas, considerando aquilo que foi definido pela Liga das Nações/Nações Unidas…ok.
    Contudo, fico surpreso que a comunidade internacional não exija também que as terras dos palestinos sejam devolvidas pelos países árabes, que as ocuparam quando na ocasião do conflito com Israel.
    Eles aplicam dois critérios diferentes para a mesma situação…engraçado isso, né, prá não dizer injusto!!!

    E AGORA PAULO??? O QUE VOCÊ TEM A DIZER??? QUAL VAI SER SUA DESCULPA OU SUA JUSTIFICATIVA???

    Outra coisa…sua opinião sobre os povos árabes, em minha opinião são DISCRIMINATÓRIAS…VEJA O QUE VOCÊ DISSE:

    “… estes países começaram a se tornar independentes, caindo em mãos de ditadores e religiosos…aproveitando da IGNORÂNCIA EDUCACIONAL E RELIGIOSA, como já te falei antes, este caldo ainda domina.”

    SUA OPINIÃO É CLARAMENTE DISCRIMINATÓRIA!!!

    Sobre a chamada “PRIMAVERA ÁRABE”, nada vai mudar…só se for para pior, pois os ditadores religiosos e os ditadores de plantão, estão atentos e prontos para ocupar o poder com a manipulação e a ameaça da religião.

    Bem Paulo…vou ficando por aqui, na expectativa de que desta vez você não fuja do assunto e comente sobre as palavras de MOSAB HASSAN YOUSEF, que demonstra claramente a situação da Palestina e dos palestinos (que em sua grande maioria são ENSINADOS, MANIPULADOS .E INDUZIDOS A ODIAR ISRAEL).

    Abraços…JCLopes

  9. JCLopes disse:

    Paulo…como os comentários que estavam no site lamentavelmente desapareceram, estou enviando mais uma vez minha resposta para os seus comentários/questionamentos, pois pode ser que você não a tenha visto….

    Caro Paulo…mais uma vez você não se pronunciou sobre a totalidade dos meus comentários e TAMBÉM MAIS UMA VEZ SAIU PELA TANGENTE AO DEIXAR DE COMENTAR O EXPOSTO POR MOSAB HASSAN YOUSEF, FILHO DE UM DOS FUNDADORES DO HAMAS…PORTANTO, ALGUÉM ACIMA DE QUALQUER SUSPEITA AO AFIRMAR TUDO AQUILO QUE AFIRMOU EM SEU LIVRO “O FILHO DO HAMAS”.
    Mas sua “omissão”… a falta de um pronunciamento de sua parte já era esperado, pois, como você tem demonstrado, tudo aquilo que contraria o que você pensa é descartado e você sequer tem a coragem de mencionar…abordar…comentar…isso é típico de quem não quer tratar do assunto com seriedade e com a devida justiça; e por isso fica muito mais fácil fingir que não leu … que não viu …que nada foi mencionado …que nada aconteceu.
    Mais uma vez quero lembrá-lo que MOSAB HASSAN YOUSEF é palestino e portanto, ao afirmar no seu livro aquilo que ele afirmou, TEM UM PESO MUITO…MUITO GRANDE E QUE VOCÊ SEQUER ESTÁ COINSIDERANDO.
    Depois de presenciar tantas coisas horríveis praticadas contra a população palestina pelos seus líderes, Mosab Hassan Yousef passou a questionar sobre quem eram os verdadeiros inimigos do povo palestino, se Israel (país que ele foi ENSINADO a odiar, conforme palavras dele próprio) ou aqueles que se diziam líderes do seu povo???
    Mas essa afirmação não tem qualquer valor para você, né…faço essa afirmação, em razão do seu silêncio sobre as fortes palavras de MOSAB HASSAN YOUSEF.
    Mas afinal, por que você iria se pronunciar sobre declaração tão séria…tão forte e que derruba sua fraca argumentação sobre a questão.
    Mas como você é historiador, vamos ver então o que a história diz…. veja que eu estou recorrendo a história…não estou falando abobrinha…ESTOU DEIXANDO A HISTÓRIA FALAR.
    QUERO SÓ VER QUAL VAI SER SUA REAÇÃO DIANTE DOS FATOS???
    Toda a região, hoje conhecida como Palestina, era parte integrante do Império Otomano, que perdeu a 1ª Guerra.
    Em 1922 a Liga das Nações dividiu a região em mandatos para serem governados por França e Inglaterra, vencedoras da guerra.
    A Carta da Liga das Nações, determinava a criação de um país para os judeus, pelo Mandato Britânico da Palestina.
    A região denominada Palestina, era uma região integralizada, sem a existência de países e de fronteiras….eram um único “país”, poderíamos assim dizer.
    Ao longo do tempo Iraque, Jordânia Líbano e Síria se tornaram independentes, exceto a Palestina que permaneceu sob protetorado Britânico até 1948.
    Com a perseguição dos judeus na Europa, eles, que em grande número já viviam na Palestina, começaram a migrar para a região, incentivados pelas autoridades britânicas.
    Os judeus permaneceriam numa parte da região e os árabes em outra.
    Em razão da ocorrência de diversos confrontos entre grupos nacionalistas árabes e judeus, a recém criada Organização das Nações Unidas aprovou a criação de Israel.
    A partilha do território, no entanto, não agradou e a Liga Árabe se recusou a reconhecer o Estado de Israel.
    No dia seguinte a declaração de independência, Israel entra em guerra com os árabes, que contam com o apoio da Arábia Saudita, Egito, Iêmen, Iraque, Jordânia, Líbano, Síria,
    Os países árabes invadiram o território israelense, declarando o “Estado Unido da Palestina” e ignorando a nação de Israel.
    O CURIOSO É QUE AQUELES PAÍSES QUE ENTRARAM EM GUERRA COM ISRAEL, NÃO AJUDARAM OS PALESTINOS A SE INSTALAREM NA REGIÃO QUE ELES (OS PALESTINOS) DEVERIAM OCUPAR E FORMAR O SEU PAÍS.
    AO CONTRÁRIO, ESSES PAÍSES ÁRABES OCUPARAM E ANEXARAM AOS SEUS TERRITÓRIOS, GRANDES ÁREAS DA REGIÃO DESTINADAS AOS PALESTINOS, PARA A CRIAÇÃO DO SEU PAÍS E ESSA SITUAÇÃO PERMANECE ATÉ OS DIAS DE HOJE.
    QUER DIZER…OS PALESTINOS FORAM ENGANADOS E ROUBADOS PELOS PRÓPRIOS ÁRABES, QUE HOJE DIZEM QUERER AJUDAR OS PALESTINOS NA FORMAÇÃO DE UM ESTADO PALESTINO.
    OU SEJA, O DISCURSO DOS PAÍSES ÁRABES NÃO PASSA DE BALELA…DE ENGANAÇÃO E DEIXAM OS PALESTINOS NUMA SITUAÇÃO MUITO DELICADA E PRÁ PIORAR A SITUAÇÃO, OS ÁRABES ACUSAM ISRAEL PELA SITUAÇÃO DOS PALESTINOS.

    Sabe, as vezes fico pensando na seguinte questão: A comunidade internacional cobra de Israel a devolução de terras palestinas que foram ocupadas, considerando aquilo que foi definido pela Liga das Nações/Nações Unidas…ok.
    Contudo, fico surpreso que a comunidade internacional não exija também que as terras dos palestinos sejam devolvidas pelos países árabes, que as ocuparam quando na ocasião do conflito com Israel.
    Eles aplicam dois critérios diferentes para a mesma situação…engraçado isso, né, prá não dizer injusto!!!

    E AGORA PAULO??? O QUE VOCÊ TEM A DIZER??? QUAL VAI SER SUA DESCULPA OU SUA JUSTIFICATIVA???

    Outra coisa…sua opinião sobre os povos árabes, em minha opinião são DISCRIMINATÓRIAS…VEJA O QUE VOCÊ DISSE:

    “… estes países começaram a se tornar independentes, caindo em mãos de ditadores e religiosos…aproveitando da IGNORÂNCIA EDUCACIONAL E RELIGIOSA, como já te falei antes, este caldo ainda domina.”

    SUA OPINIÃO É CLARAMENTE DISCRIMINATÓRIA!!!

    Sobre a chamada “PRIMAVERA ÁRABE”, nada vai mudar…só se for para pior, pois os ditadores religiosos e os ditadores de plantão, estão atentos e prontos para ocupar o poder com a manipulação e a ameaça da religião.

    Bem Paulo…vou ficando por aqui, na expectativa de que desta vez você não fuja do assunto e comente sobre as palavras de MOSAB HASSAN YOUSEF, que demonstra claramente a situação da Palestina e dos palestinos (que em sua grande maioria são ENSINADOS, MANIPULADOS .E INDUZIDOS A ODIAR ISRAEL).

    Abraços…JCLopes

  10. PAULO disse:

    este site ficou louco, rrsrsr

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *