Piso de igreja desaba durante culto de jovens, deixando dezenas de feridos

10

Na última quarta feira (19), o segundo andar de uma igreja desabou durante o culto na cidade de Myrick, no estado norte americano do Mississippi, deixando dezenas de pessoas feridas. Cerca de 70 pessoas estavam no templo no momento do incidente e pelo menos 35 se feriram durante o desabamento.

O pastor Tommy Davis, da Igreja Batista Liberdade em Myrick, relatou que o piso do segundo pavimento do templo entrou em colapso quando dezenas de jovens realizavam um culto de adoração. Testemunhas descreveram ter ouvido um estrondo sinistro, antes de o chão desabar.

– No meio do culto dos estudantes, o teto – que é um piso do segundo andar – cedeu, fazendo com que cerca de 70 estudantes caíssem. Mas isso tem que ser dito: ninguém ficou gravemente ferido, e ninguém ficou preso nos escombros. A mão de Deus estava, certamente, cuidando das crianças que estavam no prédio – afirmou o pastor.

Ao todo, 35 pessoas ficaram feridas, mas nenhuma das lesões foi fatal. Entre os feridos está uma garota de 16 anos com um ferimento na cabeça, que foi levada para um hospital em Hattiesburg. Outras 19 pessoas foram levadas para um hospital local mais próximo da igreja e as demais foram liberadas ainda no local.


Os estudantes disseram que o colapso veio de forma inesperada enquanto o culto estava em andamento, começando com um estrondo no edifício. Tori Hodge, de 18 anos, disse que houve uma cena inicial de pânico no início, mas que depois a calma prevaleceu com a intervenção dos líderes da igreja, segundo o Huffington Post.

– Nós ouvimos um grande estrondo e o chão desabou, e as pessoas desabaram com ele. Todo mundo ouviu. O chão começou a ruir e as pessoas começaram a cair através do teto, assim como você veria em um filme – afirmou Hodge.

Nenhum dos jovens presentes na igreja se feriu gravemente. Ainda não há informações sobre a causa do incidente.

Por Dan Martins, para o Gospel+

10 COMENTÁRIOS

  1. Apenas uma fatalidade ou erro de calculos estrutural, como vemos muitos por ai, a falta de responsabilidades construtivas e berrante, muitas empresas que não tem o sistema de gestão de qualidade constroi sem responsabilidade alguma, por outro lado a construtora ou ate mesmo um construtor particular quer fazer a coisa certa dentro das normas das nr mas os donos por medidas de economia que que faça no erro, e ainda por outro lado tem todos os da parte construtiva faz tudo dentro das nr ou no sistema de gestão de qualidade, mas ai vem os proprietarios com falta de responsabilidade, muitas vezes onde e para caber por exemplo 100 pessoas eles deixam entrar 200 e assim por diante, então que as responsabilidades sejão apuradas para ai sim descobrir onde ouve o erro, Deus não tem nada com isso

    • tem muito engenheiro omisso, não vistoria ferragem concretagem, qualidade de concreto distribuição de peso e balanço, lançam tudo no auto cade e deixam o computador pensar por eles

      • PENSEMOS APENAS UMA COISA, DE COMO AS COISAS ACONTECEM, CERTAMENTE AQUI COMO NO BRASIL, ENGENHEIROS PREGUIÇOSOS ,OMISSOS, NÃO VISTORIARAM FERRAGENS CONCRETAGEM, QUALIDADE DO CONCRETO, TEMPO QUE FICOU NO CAMINHÃO ESPERANDO SUA VEZ, PESO BALANÇO DE VIGAS, LANÇAM TUDO NO AUTO CADE E QUEM PENSA É O PROGRAMA O COMPUTADOR…DA NISSO, PARA FABRICAÇÃO DE GRANDES ESTRUTURAS É PRECISO QUE O ENGENHEIRO FAÇA O CHÃO DE FABRICA PARA ACOMPANHAR, ESTA PARTE MUITO IMPORTANTE DA OBRA

  2. É escola que cai, mercado, prédio comercial, shoping, igreja, residencia, prédio comercial. pontes, reservatórios de água, estradas que se desmancham como se de barro, estradas estreitas, estradas com declives aquém e com curvas muito acentuadas e sem terceiras pistas em curvas muito acentuadas e sem visão em face de árvores e outras coisas, e eclives acentuados.

    Sei não, mas acho que não devem reprovar a ação dos construtores, sim o órgão principal que agrega as duas categorias responsáveis direta e indiretamente, no caso engenheiros e arquitetos, vez que são prédios por onde transita o público,todavia não faz uma inspeção especial visando ratificar ou repreender o executado pelos seus associados.

    O mundo encontra-se torto.

DEIXE UMA RESPOSTA