Mundo Cristão

Porque os jovens cristãos deixam a Igreja? Saiba seis motivos

Comments (10)
  1. muito bom estudo que deus abencoe

  2. André Ramos disse:

    muito bom mais concordo em partes ah exageros em relaçao alguns pontos!

  3. concordo plenamente. e é uma realidade que devemos ver e querer mudar, porque se não mudarmos e buscarmos crescer na graça e no conhecimento(que é entender melhor os jovens de um modo geral), as Igrejas ficaram vazias de jovens, e a culpa é nossa; porque muitas vezes achamos que somos os donos da razão quando na verdade não somos, temos que ter mais humildade e sermos francos com os nossos jovens, como faço para nosso departamento de jovens multiplique? seria ideal começarmos com um questionário, que talento você tem etc…

  4. Gabii Barbosa disse:

    E tem mais muito jovens que conheço sai da igreja por Outro Motivos
    A familia que segue outra religião.

  5. Nádia disse:

    Quem fez este estudo com certeza não é Cristão nem tão pouco quem concorda com isso.
    Esses estudos foram feitos sobre não Cristãos que tiveram a curiosidade de conhecer como vivemos. Estão na carne por isso não entendem o lado espiritual. Querem que Deus seja seu escravo e não querem obedecer a Deus quanto mais aos pais. Não querem saber de regras só querem beneficios.
    Não entendem nem seguer que temos que olhar para Cristo e não para homens que como eles são cheios de falhas.

    1. franckson disse:

      Concordo plenamente com você Nádia, e pode ter certeza que essas pessoas que estão preocupadas com a modernidade da igreja não estão nem um pouco interessadas em ajudar ninguém, querem plantar orgulho no coração dos jovens para que se rebelem contra a doutrina, servi a Deus é algo especial, e se alguém esta querendo viver em santidade deve morre para esse mundo, e como disse o Apostolo Paulo aos Romanos não devemos vos conformeis com esse seculo mais transformai-vos, e devemos sempre busca seguir a palavra de Deus pois ela se renova a cada dia e ainda mais se “se passaram os céus e a terra mais a minha palavra não se passara diz o Senhor”. Por isso não existe modernidade que possa mudar a doutrina das igrejas comprometidas em pregar a verdade da salvação, comprometidas com a palavra de Deus.

  6. wanderson disse:

    gostaria de saber como adquirir o livro do David Kinnaman?

  7. Batutaleys disse:

    As inglejas deve voltar sua atencao um pouco mais para o jovem e os jovens que prefere buscar prazer no mundo e por que nao acredita em deus e ver o evangelio como mais uma religiao !

  8. wesley disse:

    ISSO E A PURA VERDADE EU TINHA 14 ANOS QUANDO FUI PARA A IGREJA COMECEI A FAZER DE TUDO NA IGREJA E QUALQUER DESLIZE MEU EU ERA CRITICADO ISSO DESGATOU MUITO JA TEM UM TEMPINHO QUE EU SAI DA IGREJA HOJE EU TENHO 17 ANOS BEBENDO, FUMANDO, FAZENDO MUITA COISA ERRADA ESSE E O DESTINO

    1. Lucineia disse:

      Olá wesley, boa tarde, Talvez esse seja o maior erro dos líderes. Achar que dar tarefa para os jovens vão manter a crença e segurar o mesmo na igreja. Isso é uma ilusão porque não vai acontecer nem uma e nem outra. Porque quem nos sustenta na vida espiritual é Jesus. Ele sim nos liga a Deus. Então o jovem precisa de ser estimulado a alimentar Dele. Orar, ler a Bíblia obedecer e Deus vai mantendo a fé.

  9. carlos vasconcelos disse:

    Sou filho de duas pessoas cristãs. Meus pais são batizados somente. Convivi no meio cristão por anos e anos. Aceitei ser batizado nos autos dos meus 20 anos. Congreguei até completar os meus 23 anos. Tempo muito difícil. Hoje, vou completar meus 25 anos. Não sou feliz, mas entendo que sou mais consciente. Creio em Deus, mas não me iludo quanto à realidade desse mundo. Saí de uma “igreja”, na verdade, de uma religião (instituto social fálido, pode e dominador), pois vi homens hipócritas, ao pregarem a abstenção dos desejos da carne e buscarem os frutos espirituais, serem mais sujos do que aqueles que são “mundanos” mas tem um mínimo de honestidade, sinceridade e moralidade. Religião nunca foi e será fonte de moralidade. Acredito em Deus. E creio que, enquanto homem (criatura), estou condenado à minha natureza carnal como qualquer outro homem. O seu pastor não é melhor do que você. Ele tem os mesmo desejos carnais que você. Não siga homens nem o Deus construído por eles.

    1. Diego disse:

      Carlos. A salvação é individual; não é porque pessoas estão fazendo errado ao nosso redor que devemos perder nossa fé em Deus. Crer em Deus é crer na sua palavra, mais isso é pra quem crê; o homem nos decepciona mas Deus não; é uma pena que muitos estão na igreja por causa deles e de seus movimentos e não por que JESUS morreu por nós deixando o caminho de toda a nossa existência é só seguir. Bem a vida com Deus é uma proposta não uma imposição; ao contrario do mundo que impõe o que vestir, o que beber, o corpo ideal, nos dano um rotulo.

  10. santana disse:

    o problema e que a própria igreja esta muito moderna e não consegue mais segurar os jovens
    ela e o mundo esta muito parecida mais o ESPIRITO DE DEUS que e o responsável por esse trabalho esta sendo deixado para traz pecado justiça e juízo já quase não existe mais essa pregação mais prosperidade sim essa da ibope

  11. Aparecido Modesto disse:

    Não discordo totalmente da matéria veiculada há pontos que devem ser considerados, todavia entendo à luz do que vejo cotidianamente que esse pós modernismo trouxe algumas influencias negativas para o cristianismo que afetou a todos e principalmente os jovens, atualmente nada (inclusive as questões relacionadas ao cristianismo) é absoluto, tudo é relativo, e o que se entende ser relativo é discutível, na vivencia cristã não tem relatividade ou é ou não é, o próprio Cristo asseverou: ” Quem não é por mim é contra mim, quem comigo não ajunta, espalha” ” A palavra do cristão deve sim, sim, não, não, o que passa disso é de procedência maligna . O caminho que deve ser ensinado aos jovens não é um caminho novo e sim o caminho antigo, agora se o caminho era de chão batido e agora é pavimentado, não deixa de ser o caminho, quero dizer com isso que a metodologia de ensino da bíblia em face do contexto atual deve ser diferente, dever haver abertura e franqueza dos lideres religiosos sem no entanto perder o norte espiritual, por fim quero chamar atenção para essa onda de “cristianismo” baseada apenas no êxtase espiritual por meios de músicas, sermoes eloquentes e inflamados, orações inflamadas, instrumentos que chamam muito a atenção dos jovens e quando isto não existe podem achar que sua religião é vazia.A metologia de ensino da bíblia pode ser modificada, seu conteúdo e suas verdades ABSOLUTAS, jamais.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *