Acidente tira vida de menino de 11 anos e mãe perdoa motorista de caminhão que o atropelou

1

Um acidente de trânsito na última semana resultou na morte de duas crianças na cidade de Paranapanema (SP), e a mãe de uma das vítimas afirmou que perdoa o motorista pois sua fé trouxe paz ao seu coração.

O acidente envolveu os meninos Marcos Douglas Bezerra e Tiago Fabiano, ambos de 11 anos de idade. Eles estavam indo à escola de bicicleta, em uma rua próxima a um condomínio da Companhia de Desenvolvimento Habitacional Urbano (CDHU), quando foram atropelados por um caminhão que fazia campanha política.

“O caminhão que os atropelou vinha pela avenida Pedro de Moraes Rosa até virar à rua onde o acidente aconteceu. Devido ao impacto, os meninos não resistiram aos ferimentos e morreram na hora”, explicou o delegado Roberto Theodoro de Oliveira.

A mãe de Marcos, Cláudia Bezerra concedeu uma entrevista ao G1 e afirmou que perdoa o motorista do caminhão: “Acidentes acontecem. No momento da morte não podemos colocar a culpa em ninguém e eu perdoo todos. O motorista pode ficar sossegado que não tenho mágoa. Acidente é acidente. Eu só peço a Deus força para o motorista, porque não será fácil. Foram duas vidas. E peço que Deus dê paz à família da outra criança e conforte o coração da mãe dele. Fica só a saudade agora”, comentou.


As duas crianças morreram no local do acidente. Cláudia, que trabalha como merendeira em uma escola da cidade, foi para o hospital municipal no momento que foi informada do acidente, mas seu filho não estava lá.

“Meu esposo me ligou e saí imediatamente. Cheguei ao hospital e ele não estava lá. Já imaginei que tinha acontecido uma tragédia. Meu coração, como mãe, está arrasado. É uma dor que não desejo para ninguém, mas, como cristã, estou em paz. Eu creio em um Deus Todo Poderoso, é o Deus que dá e tira a vida. E se Ele quis assim para mim, Ele sabe que conseguirei conviver com essa dor. Sei que não serei a última mãe a passar por isso e nem fui a primeira. Só peço que Deus me dê forças para passar por esse momento”, lamentou.

Todavia, apesar do luto, ela disse ter convicção de que seu filho está com Deus: “Ele era um menino muito lindo e maravilhoso. Um filho exemplar e tirava sempre boas notas. Nunca foi de responder. Vou sempre ter boas lembranças dele. Eu sei que o Senhor tirou a alma dele desse mundo tão cruel. Eu sei que o Marcos Douglas está em um lugar melhor do que nós. O Senhor resgatou a alma deles de uma forma trágica, mas a gente não entende o que Deus faz. Se Ele quis assim, assim será.

De acordo com o delegado, o caminhão e o motorista tinham todos os documentos em ordem. O veículo vinha sendo usado na campanha à reeleição do prefeito Antonio Nakayoshi (PV). O motorista será indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar, e o candidato não será responsabilizado. “Seria eventualmente indiciado por morte dolosa, quando há a intenção, se estivesse embriagado ou tivesse atropelado as crianças propositalmente, o que não é o caso. Ele tinha todos os documentos pessoais e do caminhão em dia”, explicou Oliveira.


1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA