Carta em que Bob Dylan compartilha sua fé cristã com amigo será leiloada por US$ 20 mil

1

O cantor Bob Dylan, 75 anos, certa vez compartilhou, por carta, sua fé cristã a um amigo. Agora, esse documento escrito a próprio punho, em abril de 1980, está sendo leiloado, com valor mínimo de US$ 20 mil.

Endereçada a um amigo chamado Steve, Dylan revela que estava “em Toronto, cantando e tocando para cerca de três mil pessoas por noite, em um teatro no centro”. Em outros trechos, o cantor fala de sua fé ao amigo.

“O Espírito do Senhor está chamando as pessoas aqui dessa cidade bonita e limpa, mas elas estão mais interessadas na fila para [o filme] ‘Apocalypse Now’ do que em serem batizadas e cheias do Espírito Santo — quero te agradecer pela Bíblia, como ela é útil para descobrir algumas frases e ter mais clareza sobre o que a versão King James apresenta — Deus vai exaltar o seu coração assim que você começar a perceber que ‘através de Cristo Ele reconciliou o homem para Si’ (II Coríntios)”, escreveu o cantor, há 36 anos.

Segundo informações do Christian Today, a carta foi conservada e permanece em bom estado. Trechos da carta sugerem que o amigo do cantor estava, a essa época, aprendendo mais sobre o Evangelho: “Agradeço a Deus por você estar em seu compromisso, que é mais profundo. Você será usado para ministrar e romper o domínio da escuridão naqueles você encontrar cara a cara”, disse Dylan, que o encorajou a orar e persistir “sempre, em nome de Jesus Cristo, Filho de Deus, manifestado na carne”.


Em 1980, Bob Dylan visitou a cidade de Toronto, no Canadá, em sua turnê “Bob Dylan Gospel Tour”, três anos após se divorciar de Sara Lownds, com quem foi casado por 12 anos. Neto de imigrantes judeus russos, Dylan se converteu ao Evangelho logo após o divórcio, e movido por sua nova fé, compôs três álbuns influenciados pelo cristianismo: “Slow Train Coming” (1979), “Saved” (1980) e “Shot of Love” (1981). No entanto, em 1983, Dylan gravou o álbum “Infidels” (1983), com claras influências de suas raízes judaicas.

1 COMENTÁRIO

  1. pois então bob dilan hoje as pessoas são piores do que naqueles dias, aqueles queriam o apocalipse, os de hoje adoram satanás livremente se entregam as perversões gays e estimulam tudo que é ateu, logo as coisas ficaram piores

DEIXE UMA RESPOSTA